Dos medos - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Dos medos

Publicado em 16/03/2021

Tenho visto, especialmente no Twitter, muitos pedidos de ajuda e anúncios de adoção para bichinhos cujos tutores morreram nos últimos meses, particularmente de COVID.

Como sigo muitos protetores os pedidos sempre existiram mas neste tempo de pandemia eles se multiplicaram dolorosamente. São gatinhos, cachorrinhos... muitas vezes mais de um, adoções conjuntas de bichinhos que viveram sempre juntos e de repente perderam a pessoa que os cuidava.


Sabe? Esse é o meu maior medo nessa vida. Medo de ficar doente, de contrair essa doença e morrer.

E meus filhinhos ficarem sozinhos no mundo, jogados e separados.. .  

Tenho um medo imenso disso, deles perderem a vida que conhecem. De não ter quem os cuide, de perderem a casinha e a vida que conhecem.


Sei que muita gente vai achar isso muito pequeno diante de tanta dor que assola esse mundo. Mas sabe? Eles são tudo o que eu tenho. São o que me segura nesse mundo. 

Ninguém precisa de mim a não ser eles. Depois que Erdilan se foi eu deixei de ser prioridade pra alguém. Eu era prioridade pra ele e agora não sou pra ninguém.

Família, os poucos amigos... Cada um tem sua vida e suas demandas, e tá tudo bem. É assim mesmo, é da vida..


Também é verdade que minha prioridade era meu marido. Meus irmãos têm sua vida, minha mãe tem minha irmã que é muito melhor filha do que eu. 

Ao ficar viúva experimentei isso, de não ser prioridade para ninguém. E de não ser necessária a ninguém.

E tudo bem.


Por isso  eu digo que meu maior medo é  deixar meus dogs desamparados.

Agradeço a Deus não ter tido filhos.

Penso dia e noite na legião de órfãos que essa doença está criando. Pais e mães que deixam filhos, muitas vezes crianças.

Sinto essa dor em relação aos meus bichinhos... calcula quem tem filhos.


Enfim... post meio desconexo, eu sei. Meio triste, talvez. Mas muito sincero.

Abrir meu coração, de vez em quando, é um dos poucos motivos que me faz ainda manter esse blog.

Obrigada por ler, querido leitor.   




5 comentários

  1. Olá Elaine!
    Por aqui também acontece o mesmo. Os abrigos registaram um aumento de entrada de cães e gatos que perderam os donos porque eles morrerem mas também porque a situação de alguns não lhes permite monetáriamente manter os animais. É muito triste. A Elaine tem que ter coragem e ânimo. Se Deus quiser vai correr tudo bem consigo e eles não vão ficar sózinhos.
    Beijinhos e que corra tudo pelo melhor
    Adelaide

    ResponderExcluir
  2. Elaine, esse vírus tem feito estragos nas vidas de muitos e até os bichinhos perderam donos. Triste mesmo! Mas tenho certeza que tu és prioridade e importante pra alguém...Foste pro teu marido, agora tens aparentemente só os cachorros, mas ainda tua mãe deve te querer muito.Além disso, és importante pra quem te vê lá do alto e te cuida! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Elaine, esse foi um dos motivos de não querer mais um animal, apesar de amar muito, sinto falta todos os dias dos meus falecidos, principalmente o Millow que foi meu parceirão de dias sombrios, era minha alegria, meu ombro amigo e eu dele.
    Admiro sua coragem de enfrentar a realidade, por mais dolorida que seja, a verdade é sempre melhor.
    Cuide-se, assim estará cuidando deles também.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Realmente muito triste! Eu também penso nisso!!!

    ResponderExcluir
  5. Também sigo páginas de pets, e tenho percebido o mesmo que você, mas nesse período compartilhei diversos post sobre animais solitários e vi encontrarem novos lares, assim como nós resgatamos um filhote de gato e conseguimos uma pessoa para amá-lo. Seu pet´s sentirão sua falta sim, mas tenha certeza que muitas outras pessoas também, você é admirada e precisa ver que "todos tem suas vidas para viver", assim como você deve fazê-lo. Voltar a pista quando for possível, conhecer pessoas e aproveitar seus dias com boas companhias. O medo deve nos servir como uma baliza para que não nos machuquemos e não para evitar que vivamos e sejamos felizes.
    Muita Luz e Paz!
    Abraços

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…