A história da camiseta - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

A história da camiseta

Publicado em 10/01/2021

Você já se perguntou como surgiram coisas que usamos hoje em dia? Nem falo de coisas grandes, as grandes invenções e descobertas, mas coisas simples, que de tão comuns a gente tem a impressão que sempre existiram.,,

Exemplo? A camiseta.


Sim, isso mesmo, a camiseta, essa peça de roupa tão simples, tão democrática, tão acessível, presente no guarda-roupa de homens, mulheres, crianças... camisetas com frases, com estampas, manga longa ou regata, tradicional ou descoladinha...

Já pensou em como surgiu?

Já? Nunca?

Então vem cá, vamos passear pela breve história da camiseta!


Breve História das camisetas


Os primeiros registros históricos de peças semelhantes às camisetas como as conhecemos hoje datam da época do Império romano.

Nesse período a camiseta era usada como roupa íntima. Usadas por baixo das vestimentas dos soldados romanos, as chamadas camisias eram brancas, feitas de puro linho e serviam para proteger o corpo da transpiração.


Posteriormente as camisetas passaram a ser usadas pelos reis e nobres, por baixo das roupas bordadas com pedras preciosas e ouro. Como era impossível ficar lavando essas peças pesadas e incrustradas de joias as camisetas eram usadas para evitar o contato direto do suor e sujeira do corpo com a roupa de cima.


No período da Revolução industrial (século 18) a camiseta passou a ser usada para proteger e aquecer os operários. Era feita principalmente de malha de algodão pois nessa época surgiram as primeiras máquinas para a produção têxtil, principalmente malha.

No século 20, durante a 1ª Guerra Mundial, soldados europeus usavam por baixo dos uniformes camisetas feitas de algodão. Ao conhecer essa novidade, os americanos resolvem aderir e a levam para os Estados Unidos.

É nesse período que o design em formato de T leva a peça a ficar conhecida como T-shirt.


Durante a 2ª Guerra Mundial a camiseta passa a ser parte integrante do uniforme de soldados americanos, mas ainda era considerada roupa de baixo.

Com o tempo, porém, as pessoas se acostumam a ver soldados vestindo camisetas sem a camisa por cima. Mas ainda era uma peça restrita aos soldados, mesmo depois de voltar pra casa.


O que fez com que elas se tornassem populares entre todos os homens foi mesmo o fim da guerra, quando os soldados voltaram para casa e começaram a incorporar a vestimenta ao guarda-roupa tradicional, da mesma forma que faziam durante a guerra.

Mas ainda não era popular o bastante.


Em 1948, pela primeira vez a camiseta foi usada em uma campanha política pelo candidato à presidência dos Estados Unidos Thomas E. Dewey.

Foi a primeira vez (com registro histórico) que a camiseta ostentou uma mensagem escrita.

Era o começo das camisetas com frase.


Sim... mal começo. 

Seria o fim da camiseta? Seria relegada a, apenas, ser outdoor de político???

Não!!!  Tem uma virada nesse jogo!



A hora da virada


A virada definitiva, que incorporou para sempre a camiseta ao gosto e imaginário popular veio pelas mãos de Hollywood.

Mas antes quase deu ruim...


No filme Aconteceu naquela noite o galã Clark Gable, numa determinada cena, tira a camisa e, surpresa!

Nenhuma camiseta por baixo.

Os homens perceberam então que era possível usar camisa sem necessariamente ter a camiseta por baixo.

Reza a lenda que, depois dessa cena, houve uma queda de quase 50% nas vendas de camiseta.

Parecia o fim.

Mas, a virada estava perto!

Em 1951 Marlon Brando aparece no filme Um bonde chamado desejo usando uma camiseta justa e muito sexy que ajudou a caracterizar o personagem Stanley Kowalski. Foi o bastante para que a camiseta passasse a fazer parte da vida "civil".

E isso foi intensificado com James Dean no filme Juventude transviada. Os jovens se identificaram e estava feito! A camiseta estava consolidada como a peça de roupa versátil, acessível e ideal para todo tipo de consumidor.


Um parêntese:

É atribuído também a Marlon Brando a popularização do jeans devido à sua atuação em O selvagem.

Eita, Brando!


Nos anos 1960 a camiseta passou a carregar mensagens. Era a época do "Faça amor, não faça guerra" e camisetas com frases e símbolos inundaram o mundo.

Foi também nessa época que as mulheres passaram a usar camisetas.

Era a hora e a vez das camisetas unissex e, posteriormente, femininas tanto na modelagem quanto nas frases e ilustrações.


A partir dos anos 1980 grandes marcas de luxo passaram a investir nas T-shirts e essas ganham logos das marcas, passando a ser também objetos de desejo.

Celebridades, cantores e atores passaram a usar camisetas para transmitir mensagens, além, claro, de usarem camisetas para compor looks modernos e que viraluzam rapidamente na era dos influencers.

Nada mal para a roupa de baixo dos antigos soldados, né?

Vida longa às T-shirts!

Gostou da breve história da camiseta?

Ah, se quiser ver e adquirir as camisetas mostradas neste post basta acessar Shopp 77 e se divertir!

Clica no banner e vai lá!


Enjoy!




Um comentário

  1. Muito interessante, nunca tinha despertado para origem de tal vestimenta. Apreciei saber a origem dessa peça básica presente em todo guarda-roupa.
    Abraços fraternos!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…