Um ano... - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Um ano...

Publicado em 02/12/2020

Amor,

Hoje faz 1 ano que você se foi.

Um ano inteiro. Um ano.

Que sentimento estranho... 1 ano que passou mais rápido do que passam os dias.

Sim... tem dia que custa passar...


Tem tantas coisas que se acumularam dentro de mim nesse 1 ano. Tem tanta coisa que eu queria te contar...

Coisas grandes, como a cirurgia que preciso fazer e da qual estou com tanto medo...

E coisas pequenas, da vida, sabe?

De vez em quando acontece algo ou eu lembro de alguma coisa e penso:"preciso contar para o marido"...

Aí, um segundo depois levo um susto ao recordar que não posso mais falar com você.. .


O cajueiro que você plantou deu  uma safra incrível esse ano. Cajus enormes, bem docinhos e vermelhos. Você ia ficar muito orgulhoso do seu pezinho de caju...

Seu Luke engordou. Tá lindo, preguiçoso e amoroso como você sempre viu que ele seria quando o adotou. Um dog enorme, adulto, que te amou desde o primeiro momento. 

Ele sente falta de você, de passear ao seu lado, passinho lento e sorriso na carinha pretinha...


Nossa casinha está bem cuidada. Eu limpo, eu arrumo, eu comprei cortina nova, tapete novo bem peludo como você gostava.

Deixo tudo bem cheiroso e fresco. Como você gostava.

Porque eu ainda espero que você volte...

Eu ainda escuto você abrir o portão como quando chegava em casa.

Eu ainda espero.


Nos primeiros meses eu não dormia de verdade. Cochilava.

Acordava ouvindo sua respiração.  Aquela respiração dos últimos dias.

Sentia seu peso ao meu lado.

Era um suplício. 

Até que um dia a Princesa deitou do seu lado na cama, cabecinha no travesseiro. Dorme assim toda noite. Quando ela percebe (ou acha) que eu dormi ela vai pra minha dela.

Eu nunca mais ouvi sua respiração. Ela me apoiou e me consola. Sua Princesinha que tanto te amou. Que se despediu de você lambendo seus dedos no dia que você partiu...



Demorei meses pra cozinhar de novo. Nos primeiros tempos sem você eu cozinhava mas não comia. 

Hoje, 1 ano depois, eu ainda faço comida pra dois. Ainda faço as comidas que você pedia. Nem sempre como.


Se você me visse hoje talvez me estranhasse.

A Elaine que você conheceu não existe mais.

Hoje eu tenho medo de tudo. Tenho receio de sair à rua. Raramente saio. 

Me tornei insegura, sabe? Sem segurar na tua mão parece que vou cair.. .

Sinto tua falta...


Nesses 365 dias não houve sequer um que eu não tenha derramado lágrimas.

Posso contar nos dedos as noites que dormi sem uma crise de choro.

Sabe o que é chorar todos os dias, sem exceção?  

Jamais pensei que seria assim... Jamais achei que haveria tanta lágrima em mim.


Sinto tua falta todos os dias.

Sinto falta da nossa vida, do jeitinho que ela era.

Sinto falta dos teus olhos. Do tanto que você me fazia rir. Sinto falta de ser mimada. Se ser protegida.

Eu fiquei sozinha no mundo, marido.

Irmãos, amigos... cada um tem sua vida. E a verdade é que minha vida era você. 

Eu não caibo na vida de ninguém. E, na verdade, nem quero.

A solidão que sinto não é  de gente, é de você.

E isso não tem jeito.


Tem outras coisas que eu queria te falar...

Eu vendi seu carro. 

Não tinha como mantê-lo. Foi uma dor quase física porque nossos passeios eram a parte feliz do seu dia. Você amava dirigir... dizia que, dirigindo, se sentia livre por causa da esclerose.

Eu vendi. Me perdoe.


Eu nunca mais fui ao seu túmulo. Não fui à  missa de sétimo dia.

Queria ir mas falta coragem. 

Eu fecho os olhos e revivo seu velório.

Sou capaz de dizer até a roupa que as pessoas usavam.

Revejo seu cortejo. Seus pais de mãos dadas seguindo o carro com seu corpo. A cena mais triste que guardo no coração. 

Eu me revejo. Me revejo no seu sepultamento. Eu voltando pra casa sem você.


Ando pela nossa casinha e vejo você.

Te vejo sentado no sofá. Te vejo sentado no chão com os dogs.

Te vejo nos últimos dias de vida. Seu corpo quebrado. Suas mãos.

Eu não consigo evitar.

Todas as vezes que tentei resistir às memórias foi pior.

Decidi abraça-las e deixar a dor vir.

E, marido, a dor sempre vem.

Nos momentos mais estranhos...


Diante de uma palavra que me lembra algo que você disse... uma música.. . Um fragmento qualquer de memória.. . E lá está a dor.

Tem dias que é insuportável.

Não fossem Princesa, Bloguinho e Luke eu não levantaria da cama na maioria dos dias.

Um cansaço, um desalento tão grandes.. .

Mas eu prometi cuidar deles. Eles me trazem de volta quando parece que vou solapar.


Sinto tua falta, amor. 

Sempre vou lamentar o que houve com você.

Queria ter te ajudado.

Queria ter protegido seu corpo com o meu.

Eu era a pessoa em que você mais confiava, e eu não vi a doença a tempo de te ajudar de fato.

Me perdoe...


Sinto tua falta.

Vou sentir enquanto houver consciência em mim.

Vou lamentar ter te perdido enquanto durarem meus dias ...




23 comentários

  1. Puxa,já um ano!Que texto lindo e emocionante! Um as hino a tristeza e saudades...😪😪😪😘😘chica

    ResponderExcluir
  2. Elaine,caiu vários ciscos no meu olho...imagino o quanto é doido para você...sinta-se abraçada...

    ResponderExcluir
  3. Elaine, não tem nada que eu ou qualquer outra pessoa possa falar que possa diminuir essa dor eu tenho certeza disso, sinta se abraçada pois depois de ler isso foi o que senti, vontade de te abraçar, não te conheço pessoalmente, mas sempre acompanhei seu trabalho e me senti mto feliz em ver que vc aos poucos está voltando, que Deus te de dias mais tranquilos e de paz, um super bj vivi

    ResponderExcluir
  4. Deus conforte seu coração, Elaine.

    ResponderExcluir
  5. Elaine, . Não sei o que dizer, de certa forma é para ele que escreve esse desabafo, então sinta-se abraçada em sua dor e seu luto, amiga.

    ResponderExcluir
  6. 🥺😭 Queria poder ajudar, mas sei que eu nao sou boa nisso.

    eu uso meu blog e fico mexendo nele, fazendo varias coisas e isso me deixa bem.
    parece uma coisa bem bobinha, mas pra mim é terapeutico.
    iara-alencar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa sei muito bem o que você tem passado, quando perdi meu pai, aos 14 anos de idade, senti a mesma coisa, falta de vontade de viver. Mas é difícil se segurar para não chorar, porem segui firme e forte, pois meu pai sempre me dizia que temos que buscar ser felizes com o que temos em mãos. Com isso tenho percebido que a vida depende de nós e não dos outros. Busque a crescer a sua força interior e lembre-se sempre do bem que ele te fez e busque multiplicar este bem. Te desejo o melhor. Abraços de seu amigo :);)

    ResponderExcluir
  8. Não faz muito tempo. Numa madrugada, em um leito hospitalar, aguardando a recolocação de uma bolsa de colostomia, meu pai olhou dentro dos meus olhos e disse para mim: estou cansado, filho. Os seus olhos e semblante diziam mais do que isso. E emudecidos, ficamos observando os olhos um do outro por uns 20 segundos. Respondi: Durma. Mexi em seu travesseiro e coloquei minha mão direita em sua nuca. Ele dormiu...

    A minha saudade tem mais que 365 dias. A íris nos olhos dele tinha tom caramelo. A dor da saudade não é amiga de ninguém, afasto-a alimentando recordações de momentos felizes. Com certeza você sabe fazer isso também.

    Elaine, eu me solidarizo com seu luto.

    ResponderExcluir
  9. Que lindo e triste ao mesmo tempo, se existe amor alem da vida é o exatamente isso que vc tá sentindo, passei por essa situação há 8 anos, mas diferente de vc eu sai mais fortalecida, tive que fazer coisas que jamais imaginei que faria,tipo dirigir carro, eu enfrentei meus medos e segui em frente, fácil não foi, mas tbem não foi escolha, foi imposição, ou era isso ou a depressão, procure ajuda médica se ainda não fez, terapia vai te ajudar muito, dê o primeiro passo.

    ResponderExcluir
  10. Elaine, queria muito te dar um abraço e peço que o Espirito Santo te abrace nesse momento. somente o Senhor pode aplacar essa dor e te dar o conforto e consolo.
    Viver o luto é muito importante, afinal foram tantos planos e sonhos sonhados juntos, tanta coisa ... mas tem algo que é real, a saudade não passa, mas a dor sim essa será menizada. por isso minha linda te sugiro buscar auxilio terapeutico você conseguirá lidar com isso e eu acredito que ele gostaria de te ver bem. O SEnhor proverá em sua vida por isso oro para que você se permita, e principalmente saiba que você é muito importante para nós, mesmo não nos conhecendo pessoalmente mas te acompanho há muito muito muito tempo. Já ri e ja chorei com vc, já fiz suas receitas...

    ResponderExcluir
  11. Olá Elaine, não há palavras para amenizar sua saudade. Já 1 ano! Que DEus continue a lhe dar forças. O texto é lindo e emocionante. Bjs

    ResponderExcluir
  12. Que dor sem fim sinto nas tuas palavras... a vida precisa seguir e tenho certeza que ele ficaria muito feliz em te ver feliz, em te sentir feliz. Falar é fácil, viver é por vezes tão difícil... mas vocÊ é guerreira e acredito que vai voltar sim a encontrar o amor e a alegria de viver... Beijos no teu coração e fica bem... aos poucos o coração acalma.

    ResponderExcluir
  13. Chorando até agora.....senti a tua dor....sem palavras.....

    ResponderExcluir
  14. Elaine,que Deus te dê o conforto, o amparo e o consolo. Texto lindo, uma carta de amor para o céu.
    Besitos e força

    ResponderExcluir
  15. Seu post me fez chorar. Também já senti essas dores Todos nós carregamos dores, ninguém passa pela vida sem perder aqueles que ama. Só quero lembrar a você que essa dor que você sente também, dói lá também, mas não adianta dizer e a gente segue teimando, não tem como evitar. O tempo vai acalmar seu coração. Cuide-se! Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  16. Elaine não tem que pedir perdão. Ele sabe do amor que lhe tinha e do que continua a sofrer por ele. Pense que se lá na dimensão onde está, a pode ver, e eu acredito que sim, do jeito que vocês se amavam, ele também estará sofrendo por ver o seu desespero. Quem sabe não é o seu espirito que guia a Princesa para a sua cama a fim de que durma descansada? Pense nisso e talvez o seu coração se aquiete um pouco.
    Fiquei preocupada por saber que necessita fazer uma cirurgia. Que se passa com a sua saúde?
    Abraço e cuide-se.

    ResponderExcluir
  17. Oi Elaine,
    Poxa eu chorei tanto agora.
    E sinto que não chorei tudo pois meu rosto dói por causa do choro preso, o que eu consegui prender.
    Mas olha, Vc vai pode abraçá-lo de novo (em cane e osso) novamente em breve. É o que a Bíblia promete, em vários versículos. É o que Jesus provou ser capaz de fazer, quando ele ressucitou Lazáro e outros. Ele fará isso novamente em breve. Um dos versículos mais bonitos que acho na Bíblia sobre a esperança de voltar a viver é esse:
    "Quando um homem morre, pode ele viver novamente? Esperarei todos os dias do meu serviço obrigatório, Até vir o meu livramento. 15 Tu chamarás, e eu te responderei. Terás saudades do trabalho das tuas mãos." (Jó 14:14,15) - Deus tem saudades do trabalho das mãos dele: Nós, sua criação.
    Beijo e abraço pra vc

    ResponderExcluir
  18. Oi, Elaine. A gente sabe que o tio Erdilan e eu não era TÃO próximos. Mas eu amo muito ele.
    Eu vivo sonhando com ele, sonhos que parece que ele me mostra a verdade e me ajuda.
    Quando ele foi se tornar uma estrela, ele sabia dos meus problemas, como eu estava mentalmente e fisicamente, ele conversava muito comigo, quando eu ia ver ele na minha vó. Ele me dava conselhos, ríamos, era muito bom. E voltando nos meus sonhos com ele, parecia que sempre ele sabia o que podia fazer pra me ajudar. Também prometi coisas pra ele e me orgulho disso.
    Eu, Elaine, sou espírita, não faço ideia se acredita, mas nem precisa, mas já senti muitas vezes a presença dele, só que descobri que não é bom para ele estar tão apegado em mim, mandei rezar várias missas e também rezo ele e toda a família. Assim, ultimamente meus sonhos pararam com frequência.
    Eu quando lembro dele nos momentos ruins, penso que ele está ao lado de Deus, tomando uma sopa quente, comendo uns brigadeiros que ele gostava.
    Sei que é difícil, nem consigo me colocar no seu lugar. Mas desejo de todo coração que fique bem.
    Desculpa qualquer coisa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raissa, independente de ser ou não muito próximos tem algo que você precisa saber: seu tio te amava demais. É, além desse amor, ele tinha um baita orgulho de você. Tinha orgulho das suas conquistas, das suas escolhas. Admirava sua beleza impressionante, ficava feliz com cada sucesso seu.
      O contato entre vocês nos dias finais dele foram muito importantes.Ele não era dado a grandes demondemonstrações de afeto, era de pouco falar mas ele amava você de verdade. Não admira que você se encontre com ele em seus sonhos.
      Obrigada pelas palavras e sobretudo por ter estado com ele naqueles dias...
      Beijos

      Excluir
  19. Força! Estamos todos juntos em Pensamento. _/\_

    ResponderExcluir
  20. Olá Elaine,
    Que texto lindo e emocionante. Senti como se estivesse lendo sua alma nessas linhas, e só posso dizer que, de coração, sinto muito por tudo isso. Acredito que, de alguma forma, todos nós que já perdemos alguém que já amamos nos identificamos nas suas palavras.

    Força!
    www.amorpelaspaginas.com

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…