O sucesso dos filmes de James Bond e as razões pelas quais esse personagem é tão icônico - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

O sucesso dos filmes de James Bond e as razões pelas quais esse personagem é tão icônico

Publicado em 25/11/2020

Um dos personagens mais icônicos da história do cinema é James Bond, também conhecido como agente 007. Até hoje já foram estrelados por ele 24 filmes e em breve mais um longa estreará nos cinemas: 007: Sem Tempo para Morrer. A estreia já foi adiada algumas vezes, mas tudo indica que a data de lançamento é abril de 2021.


Para que um personagem tenha tamanho sucesso, existem alguns motivos por trás. Dessa forma, vamos mencionar neste artigo algumas das razões que fazem desse personagem um ícone dos cinemas.



Ele é atemporal


Uma das principais características de James Bond é a sua atemporalidade, ou seja, o fato de esse personagem se adaptar aos diferentes períodos em que foi situado. Tal atemporalidade é um dos pontos que faz com que o agente 007 se mantenha relevante desde 1962 e que conquiste audiência de diferentes faixas etárias.

Um exemplo que ilustra bem como o personagem vem atravessando os tempos é o fato de o gênero desse filme ter mudado bastante ao longo do tempo. Nos anos 1950 era mais focado em aventuras e espionagem. Já nos anos 1970 passou a puxar mais para o lado da comédia, enquanto nos anos 1990 transformou-se novamente para continuar relevante em um mundo que havia mudado profundamente em termos políticos, com a queda do Muro de Berlim e o avanço da tecnologia.

Filmes envelhecem também, e é possível presenciar isto ao assistir a filmes clássicos antigos, estando alguns disponíveis gratuitamente no YouTube. Algumas produções tendem a ficar estacionadas em algum ponto da história, e as gerações atuais podem ter dificuldade de se conectar com o enredo. Entretanto, esse não é o caso de James Bond, cuja franquia ainda consegue agradar a diversos tipos de público.


A fidelidade de James Bond aos seus hobbies

Outro aspecto dos filmes de James Bond que encanta os telespectadores é a fidelidade que ele possui em relação aos seus hobbies, pois em todos os longas ele mantém o seu gosto por itens luxuosos que viraram uma espécie de marca registrada do personagem. 

Um dos itens mais icônicos de James Bond é o carro Aston Martin DB5, que ele dirige no longa 007 contra Goldfinger, de 1964. Esse modelo de automóvel foi tão importante para a história do cinema que a Aston Martin, sua fabricante, resolveu recriá-lo com tudo o que era utilizado por James Bond neste filme. Foram 25 unidades fabricadas ao preço de £ 2,75 milhões cada uma. 

Além disso, James Bond também ficou conhecido pelos jogos de cassino que foram imortalizados através de seus filmes, o que fez com que modalidades como bacará e roleta ganhassem ainda mais notoriedade por conta de sua associação com o personagem. Tal fama, somada à admiração por James Bond, faz com que no mundo real diversos jogos do gênero sejam oferecidos inclusive no ambiente virtual. 
Em site de online cassino, como a da Betway, jogos roleta online é um que tendem a ser mais buscados pelos usuários, visto que tem diversas variantes, como a francesa, a americana e a europeia, como comentado no referido portal de forma mais detalhada. 


Além disso, toda a elegância deste jogo, que ficou ainda mais em evidência através dos filmes de James Bond, pode ser conferida também por meio de modalidades ao vivo, que fornecem uma experiência imersiva com um crupiê presente em tempo real. 
Para além dos carros e dos jogos, esse agente secreto também tinha conhecimento sobre coquetéis e drinks, e uma dessas bebidas em particular ficou bastante conhecida pelas mãos do personagem: o Vesper Martini, que leva gin, vodca e Lillet, e que sempre é pedido por 007 "batido, não mexido" – informando como ele prefere que a preparação seja feita. 

Por fim, outro hobby cultivado por James Bond é a prática de esportes como escalada, mergulho e corrida, que são colocados em prática em suas missões. 
O fato de o personagem ter essa dinâmica corporal exige também que o ator tenha um excelente preparo físico, algo também comum em outros filmes de ação cujo elenco deve treinar intensamente para aguentar o ritmo das filmagens, como ocorreu em Vingadores: Ultimato, lançado em 2019 e para o qual a atriz Scarlett Johansson teve que treinar 5 dias por semana, definindo novas metas físicas a cada 4 semanas. O filme lotou salas de cinema ao redor do mundo e é atualmente avaliado como a maior bilheteria da história.

Ao longo de todos esse anos em que os filmes de James Bond têm estado em evidência, alguns dos seus hobbies passaram também a ser copiados pelos público.
O seu coquetel, por exemplo, passou a ser quase obrigatório em alguns bares. Por isso, coisas que passam pelo crivo refinado deste agente secreto têm altas chances de sucesso também na vida real.


Escalação de atores estrelados



Outro aspecto que permite que o personagem James Bond continue sendo icônico é a escalação constante de atores estrelados para interpretar este agente secreto. Sean Connery foi o primeiro James Bond do cinema, no longa de 1962. Ele é até hoje intitulado como o responsável por popularizar 007, já que o personagem funcionava como um “espelho” para o que os homens da época queriam ser. No entanto, o ator que esteve presente em mais sequências foi Roger Moore, que participou de sete filmes e teve um papel fundamental para dar um toque de humor a esse personagem na década de 1970.

Além deles, seis outros atores já interpretaram James Bond, sendo Daniel Craig o último. Ele começou com o filme Casino Royale, em 2006, e participou de outras três sequências. A próxima delas, o já mencionado 007: Sem Tempo para Morrer, também contará com ele no papel principal. Este filme, como de costume nos longas de James Bond, contou com muitas cenas de ação, e o ator teve inclusive que usar um dublê em cenas de alta velocidade no Aston Martin DB5.



As locações dos filmes


Além de todos os motivos anteriores que citamos para o sucesso dos filmes de James Bond, as locações nas quais as filmagens são realizadas também são um fator que encanta os fãs dessa franquia. Assim como outros longas-metragens de sucesso que tiveram incríveis locações, como foi o caso de Aquaman, filmado em locais como a Costa Dourada de Queensland, na Austrália, e Terra Nova, no Canadá, os locais de filmagem da saga de James Bond sempre dão o que falar.

A rodagem do primeiro filme, 007 contra o Satânico Dr. No, foi realizada na Jamaica, onde o autor Ian Fleming escreveu toda a história do personagem. As lindas praias paradisíacas do local são o cenário perfeito para as aventuras deste agente secreto. Nos demais filmes, ele passou por quase todos os continentes do mundo, indo de lugares como San Francisco, Hong Kong e Istambul a Khao Phing Kan, na Tailândia, e St. Andrews, na Escócia.

O sucesso dos filmes de James Bond, como vemos, é fruto de uma combinação dos fatores que mencionamos, além, é claro, do trabalho de diretores e elencos competentes e comprometidos em manter a franquia com a mesma qualidade em todos os filmes que são lançados.



3 comentários

  1. Amo cinema. Hoje vemos poucos filmes assim.

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do artigo, muito bom mesmo! Estou amando ler seus artigos e compartilhar com os amigos!


    Meu Blog: Resultado do Amazonas da Sorte

    ResponderExcluir
  3. Olá, Elaine Gaspareto.

    Gosto do cinema britânico. As aventuras do personagem James Bond exercem forças atrativas que me arrastam às salas de exibição. Tive o privilégio de fazer isso muitas vezes.

    Fui apresentado ao personagem por Rubens Ewald Filho, em saudosa memória, quando ele era comentarista na Globo. Ele falava sobre "007 Contra o Foguete da Morte" e explicava a "licença artística" dos produtores, que criaram uma perseguição espetacular em que o percurso ligava pontos geográficos do Brasil, distantes (Amazônia e Rio de Janeiro - se minha memória não falha) como se estivessem perto. As imagens de Bond pilotando uma lancha em alta velocidade fizeram o garoto querer ir assistir, mas a tenra idade não permitia.

    Hoje há o pacote da franquia disponível em um desses aplicativos de streaming, podemos ver todos os filmes no conforto da nossa casa e na hora que quiser. Algo inimaginável em 1979.

    O novo filme só deve sair em 2021. A data de lançamento de diversas produções estão sendo anunciadas e canceladas, por conta da pan-de-mi-a... Eu planejo ir vê-lo na telona de um shopping center de uma cidade vizinha a que resido, lugar em que assisti a fita anterior. Depois, é claro, faço planos para rever outras vezes em casa. Que Deus assim permita...

    Parabéns pela matéria. Sugestão de pauta? Peculiaridades do cinema francês, coisas de 2000 para os dias atuais. Desculpe minha ousadia.

    Bye.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…