Rocambole de carne moída com recheio de legumes - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Rocambole de carne moída com recheio de legumes

Publicado em 23/01/2020

Esse rocambole, em especial, ficou tão gostoso que achei que valia um post pra compartilhar contigo como fiz e deixar como sugestão para uma refeição rápida e gostosa.
Minha sugestão é servir acompanhado de batas rústicas douradas ou purê de batata. Fica bom de todo jeito!
Vamos cozinhar?


Rocambole de carne moída com recheio de legumes


Ingredientes:
600 gramas de carne moída (eu uso, em geral, acém);
2 gomos de linguiça de pernil ou toscana (ajuda a temperar e dá uma camada a mais de sabor);
cebola em pó ou cebola ralada a gosto (invista na cebola em pó, tenho usado e amado!);
1 ovo;
farinha de rosca o quanto baste (até dar ponto de enrolar, umas 4 colheres das de sopa cheias, mais ou menos);
sal, páprica, cúrcuma, pimenta do reino, etc... (os temperinhos que gostar);
cenoura ralada, repolho picado bem fino, azeitonas verdes fatiadas, abobrinha verde ralada ou os legumes que quiser usar, o quanto baste (vai do seu gosto, mas não coloque demais senão o rocambole não fecha);
muçarela fatiada ou ralada (umas 4 fatias ou 100 gramas);

Modo de fazer:
Pré-aqueça seu forno a 180º.
Em uma vasilha coloque a carne, os gomos de linguiça desmanchados, os temperos, o ovo e a farinha de rosca.
Misture tudo para formar a passa do rocambole.
Forre a bancada com plástico filme e espalhe a massa de carne sobre ele.
Abra a massa, não muito fina, e sobre a massa espalhe o recheio.
Não precisa temperar os legumes, a azeitona tem sal e a carne vai transferir sabor para eles.
Finalize com a muçarela.

Com a ajuda do plástico-filme enrole o rocambole, apertando bem.
Feche as bordas pressionando para a carne grudar.
Enrole o rocambole em papel alumínio (ou aquele papel próprio para assar) e leve ao forno por mais ou menos 30 minutos.
Após esse tempo retire o papel alumínio e pincele shoyo sobre o rocambole.
Retorne ao forno para glaçar e pronto!

Uma dica: espere uns 5 minutos depois que tirar do forno para fatiar.
Assim ele não quebra, os sucos da carne se acomodam e fica tudo lindo.

A minha dica pra servir de acompanhamento são essas batatas rústicas.
Para fazer é bem fácil: cozinhe as batatas em água fervente com sal até que estejam al dente.
Aí escorra e frite-as em óleo quente até dourar.
Ficam macias por dentro e crocantes por fora, uma delícia!


Dicas extras:
A quantidade de carne da receita rende 2 rocamboles mas pode fazer 1 só, maior.
Eu faço e congelo sem assar, por isso faço menores.
➜ Os legumes do recheio ficam ao seu gosto, use o que tiver. Tudo fica bom, berinjela fica delicioso.
➜ Se quiser facilitar ainda mais sua vida use creme de cebola em pó para temperar e dar liga ao seu rocambole.
Nesse caso não precisa dos temperos e nem do ovo e da farinha de rosca.
➜ O molho shoyo dá essa cor bonita ao rocambole mas é opcional.
➜ A muçarela no recheio também é opcional.

Quer um pedacinho?
As batatinhas ficaram maravilhosas!





5 comentários

  1. Que apetitoso, deu vontade, faz tanto tempo que não faço rocambole de carne...
    Obrigada pela receita, Elaine, abração!

    ResponderExcluir
  2. Ficou lindo! E deve estar saboroso. Valeu a receita.
    Beijos.
    blogjoturquezzamundial

    ResponderExcluir
  3. SABE TUDO A ELAINE, DEVE FICAR UMA DELICIA.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…