Por que desistimos das nossas cores e dos nossos símbolos? - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Por que desistimos das nossas cores e dos nossos símbolos?

Publicado em 06/09/2019

Vi, dias desses, convocação feita pelo inquilino do Planalto para que as pessoas saiam as ruas usando verde e amarelo neste dia 7 de setembro como sinal de apoio (a ele, pessoalmente? à Amazônia? ao governo?).
Em reação há um movimento, difundido em vários setores da sociedade, chamando as pessoas a usarem preto, como protesto e como declaração de repúdio ao governo.

Eu entendo a revolta. Entendo a movimentação de usar preto ao invés do verde e amarelo (hey, Collor, é você?).
Mas me pergunto se é mesmo uma boa ideia.

Acho que desistimos muito rápida e facilmente dos nossos símbolos nacionais. Desistimos, entregamos o "direito" de usar nossas cores a essa gente truculenta, grosseira, essa gente violenta que hoje nos governa.
E, antes deles, desistimos. E, nesse caso, desistir foi um erro.

Eu sei... eu também peguei um "ranço" da camisa da CBF, que ficou marcada por ser "uniforme" de apoiadores de golpe, de gente de extrema-direita...
Na época da eleição, só em ver um cidadão usando a camisa da CBF eu já queria trocar de calçada...
Carro com bandeira do Brasil já me dava aflição porque, em geral, trazia junto a foto de candidatos que eu detestava e dos quais queria (e sigo querendo) distância.
Mas sabe?
Não deveria ser assim.


A bandeira é de todos nós. Não pertence à esquerda, não pertence à direita, nem a nenhum partido ou corrente de pensamento.
Ela é nossa, é minha e sua.
Vê-la tremulando ainda me emociona.
Ouvir o Hino Nacional ser tocado ainda me emociona às lágrimas.
As cores e símbolos do meu país também pertencem a mim. E a você.
Porque eu, apesar de tudo, dos danos, apesar de todos... eu amo demais meu país, essa terra onde Deus me plantou.

Não, aqui não é o melhor lugar do mundo, ao contrário. A depender de quem você é pode, inclusive, ser um dos piores lugares do mundo. Ser minoria nesse país é certeza de dificuldades extras.
Aqui também não é a terra mais hospitaleira, nem somos o povo amável e gentil que queremos fazer parecer.
Somos cheios de defeitos, uma sociedade racista, machista, violenta...

E não, aqui não temos as maiores e mais maravilhosas belezas naturais; há muitos lugares mais lindos, melhor conservados, mais bem cuidados.
Somos um povo pobre,sem grande cultura, muitas vezes violento e cruel.
Mas, ainda assim, eu amo esse país.

E, sabe?
É possível detestar e ser oposição ao governo e continuar amando seu país.
Aliás, detestar e se opor a governo desastroso é uma prova imensa de amor ao país.
Amar o Brasil, amar e respeitar suas cores e seus símbolos não tem nada a ver com apoiar um governo.
Simplesmente porque governos (graças a Deus!) passam, o país permanece.

Usurpar as cores e os símbolos pátrios é de uma desonestidade enorme!
Essa tentativa que volta e meia governos fazem de atrelar apoio a si mesmos às cores da Pátria é um roubo, uma afronta (mais uma!), é estelionato.

Sinto que é hora de tomarmos posse do que é nosso.
Como eu disse, entendo a motivação de usar preto, em protesto.
Deus sabe que não faltam razões para protestar.
Mas, ao abdicar das nossas cores nós erramos. Este país é nosso, o país é de todos e não só dessa gente agressiva que emergiu nos últimos anos...

Nossa bandeira, nosso Hino, nossas cores, são nossos, e muito nossos!
Não pertencem ao  que por hora nos governa, não pertence a nenhum partido político, não pertence a nenhuma corrente ideológica.
Não pertence à esquerda, não pertence à direita.
Pertence a mim. E a você!
Quando vamos retomar o que é nosso?





4 comentários

  1. Elaine, concordo com tudo que você disse, mas confesso que ainda não me sinto disposta a tomar de volta as cores que são de todos nós...Acho que vai demorar muito para esse ranço passar, aliás nem sei se passa porque com essa tecnologia toda e seus efeitos na política e vida social...Desânimo total, amiga!
    Abraço e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  2. Nesse 7 de Setembro de hoje, lembro somente dos meus tempos de criança, lá na minha cidadezinha do interior, que ao meu ver não devia um centavo a ninguém. O Verde e Amarelo eu guardo no meu coração por amor a Minha Pátria tão sofrida e despedaçada.
    E na certeza de que tudo passa eu peço a Deus que nos dê forças e estômago para continuar engolindo baboseiras, mentiras e sorrisos falsos cujo objetivo é nos dizer que está tudo bem.
    Bem não está e faz muito tempo que não está.
    Hoje 7 de Setembro andando pelo centro da cidade o meu olhar não se deteve nas cores que representam a nossa pátria. Vi mesmo foi muitos moradores de rua. Hoje em dia eles são centenas, sentados ou dormindo pelas calçadas, sujos, esqueléticos. Eles sim representam tudo que eu queria dizer e não disse.

    ResponderExcluir
  3. As cores têm que ser do país e não dos políticos. Tenho esperança de um equilíbrio, de menos brigas e acusações entre partidos, direita e esquerda e povo mais unido, cobrando quando votou e quando não votou.

    ResponderExcluir
  4. Hoje em dia as pessoas não são patriotas, nem os politicos. Eles deixaram de ajudar os seus para ajudar os de fora, tiram tudo o que temos com nosso suor, e dão de graça para pessoas de outros paises.
    Brasil precisando de várias melhoras, mas invez disso ajudaram os paises somente porque eram do mesmo meio. politico. Deixaram o pais a mingua, fazendo que muitos para ter uma vida melhor ou mais descente indo morar em outro pais.
    Esses partido que a esquerda apoia com garras, em nenhum pais funcionou, e hoje estão quase sem comida, e os politicos ricos, sera que tem alguma semelhança com o Brasil.?
    Mas tbm não podemos confiar em esquerda e nem direita, porque estão no meio onde a maioria são ladrões.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…