Crime ambiental em Brumadinho- a história se repete | Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Crime ambiental em Brumadinho- a história se repete

Publicado em 25/01/2019

Tempo de leitura:

Tenho reservado os posts de sexta-feira para deixar indicações culturais, coisas leves e divertidas para amenizar o peso de uma semana cansativa, às vezes triste, outras vezes cheia de problemas...
Dicas de filmes, séries, livros, ou receitinhas gostosas para alegrar...

Mas hoje não farei isso porque meu coração está quebrado. E vou usar esse espaço pequenininho na internet, um bloguinho simples e despretensioso, para divulgar links de ajuda para as vítimas do crime ambiental ocorrido hoje na cidade de Brumadinho, em Minas.

Hoje de tarde rompeu, à exemplo do que aconteceu em Mariana em 2015, uma barragem pertencente à Vale. Despejou no rio Paraopebas toneladas e mais toneladas de resíduos de minério.
Até o momento em que escrevo fala-se em mais de 300 desaparecidos, e o prefeito da cidade falou em 50 mortos confirmados.
Milhares de outras vidas perdidas, animais presos na lama que lambe tudo, flora morta, rio morto, pessoas que perderam tudo, suas casas, seus bens, morte de todo lado, morte...


Não é acidente.
Acidente a gente não prevê. O que aconteceu é crime.
Mas não se engane, é crime sem punição.
Os punidos, os castigados, são os animais sufocados na lama.
O rio morto, os peixes mortos.
São as árvores, é a terra contaminada.
Punidas são as pessoas, os mortos na lama criminosa.
Os que perderam quase tudo, só lhes restando a vida...

A empresa (que aliás controla a Samarco, aquela que matou Mariana) jamais será punida, talvez nem investigada pois o ser que ocupa o Palácio do Planalto já declarou que "...questão da Vale nada tem a ver com o governo".
Ele mesmo, que diz que Ibama só atrapalha, que a vida do empresário brasileiro é um tormento por causa de atimismo ambiental.

Mas o meu objetivo com esse post é divulgar alguns links que fui recolhendo aqui e ali sobre como e onde ajudar as vítimas.
Segue o fio:




Vou atualizar o post se achar mais links.
Se puder ajudar, ajude.
Se puder orar, ore.
Se puder cobrar de seu deputado, cobre.
Os políticos mineiros não podem ficar de boa, como se não fosse com eles.
É com eles sim!

Sei que somos um povo que não tem merecido misericórdia de Deus, mas justamente por isso é que mais precisamos clamar. Não merecemos, mas precisamos desesperadamente...

ATUALIZAÇÃO:
Sei que a responsabilidade é da empresa e que, ao doar, no fundo estamos ajudando a empresa a reduzir custos que ela teria de arcar. Mas o instinto natural, a humanidade, nos leva a querer ajudar.

Então a sugestão é doar roupas novas e dinheiro.
Água e comida, de acordo com as últimas notícias, não são mais necessários porque há mais mortos do que desabrigados...

E sempre: cobre seu deputado. Cobre quem defende flexibilização de leis ambientais.
Nossa passividade enquanto nação está custando milhares de vidas, humanas e animais.





2 comentários

  1. Que tristeza tudo isso...E a gente fica na torcida para que pelo menos sirva de exemplo para não se repetir, embora saibamos que isso não vai acontecer. Como sempre $$$$$ fala mais alto.
    E o povo nas redes sociais polarizando de quem é a culpa, como se todos não a tivessem.
    Quero ver lá na frente quando o presidente facilitar para esses poderosos, se as panelas vão soar, por nós.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…