5 séries baseadas em personagens Marvel para ver na Netflix - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

5 séries baseadas em personagens Marvel para ver na Netflix

Publicado em 15/11/2018

Tempo de leitura:

5 séries baseadas em personagens Marvel para ver na Netflix
Semanas atrás eu fiz um post indicando 5 séries baseadas em personagens Dc Comics para ver na Netflix.
Recorde:


Hoje trago outras 5 indicações, dessa vez com personagens Marvel Comics. Aproveite as dicas, de uma chance as séries caso nunca tenha pensado em vê-las e divirta-se!

1- Jessica Jones


Jessica Jones, a personagem título da série (que já tem 2 temporadas completas na Netflix) é dotada de capacidades sobre-humanas mas não nasceu com uma força descomunal, alta capacidade de regeneração física, habilidade de voar e bloquear controles mentais. Nem Jones ela era: nascida Jessica Campbell, na região do Queens, em Nova York, ela obteve seus poderes depois de sofrer um acidente com a família.

Durante uma discussão de Jessica com o irmão mais novo, seu pai se distraiu ao volante e o carro colidiu com um caminhão do exército, cuja carga era radioativa. Só Jessica sobreviveu, depois de meses em coma, sempre se sentindo culpada pelo incidente.
Nas HQs, ela foi adotada pela família Jones, mas na série, pela mãe da atriz mirim Trish Walker, Dorothy.

Jessica nem sempre viveu uma vida tão cinza: ela chegou a se aventurar como super-heroína.
Com a alcunha de Jewel, ela decidiu usar seus poderes para o bem. Tudo mudou quando seu caminho se cruzou com o de Killgrave, o Homem Púrpura. Munido do poder de subjugar mentes, Killgrave manteve Jessica a seu lado para atender a todos os seus desejos. Ele a usou como arma contra os inimigos e a torturou mental e sexualmente por cerca de um ano.

Depois de se libertar do controle de Killgrave,  Jessica, traumatizada com os acontecimentos, aposentou-se como heroína. Ela reconstruiu sua vida como detetive particular e abriu a agência Alias Investigações (Alias é o nome da série de HQs na qual a série foi baseada), em um modesto prédio de Hell’s Kitchen.

Ela definitivamente não é a heroína pela qual o mundo está acostumado a torcer. Ela não é otimista, ou acredita que luta por um bem maior, e muito menos considera que salvar os outros seja “uma missão”.
Cínica, sarcástica e alcoólatra, Jessica sofre de estresse pós-traumático, e a bebida é o escape para esquecer suas dores.

Jessica, na primeira temporada da série, se envolve romanticamente com outro herói, Luke Cage. Os dois voltaram a atuar juntos na série Os Defensores, de 2017, na qual Jessica e Luke se unem ao Demolidor e ao Punho de Ferro.


Por que eu recomendo:
Ainda não assisti à 2ª temporada da série, mas a primeira me impactou muito.
Jessica é muito mais humana que super-heroína, suas reações são humanas, seu sofrimento é humano, sua luta é, no fundo, a luta de todas as mulheres que passaram por relacionamentos abusivos, que sofreram abusos e estupros.
Apesar dos poderes sobre-humanos ela fica completamente vulnerável ao Homem Púrpura, refém dele por quase 1 ano, matando sob o domínio dele, sendo violentada dia a dia, de todas as formas possíveis.
A série não mostra esse período, só o referencia, mas a gente sente, tudo!
Além da atriz Krysten Ritter que dá vida a Jessica tem a atuação perfeita de David Tennant, que eu amava desde Doctor Who. Ele está tão bem no papel que, sério, fiquei com medo... é aterrorizante demais alguém com o poder que ele tem na série...
Excelente primeira temporada, aflitiva, angustiante mas com um final que deixa a gente respirar aliviado. Um pouquinho só, mas deixa...

Informações técnicas:
Ano de lançamento: 2015
Número de temporadas: 2, com 13 episódios cada uma
Duração dos episódios: em torno de 50 minutos cada
A série Jessica Jones recebeu o Emmy e o Peabody Award por seus personagens e temas complexos.


2- Daredevil, ou Demolidor


Daredevil é o super-herói cego das HQs da Marvel Comics. Foi criado por Stan Lee e Bill Everett em 1964.
Daredevil (Demolidor no Brasil) é uma série criada para a Netflix por Drew Goddard que baseia-se no personagem de mesmo nome da Marvel.
Ela situa-se e partilha dos acontecimentos dos filmes do Universo cinematográfico da Marvel.

Charlie Cox estrela como Matt Murdock, o Demolidor, um advogado cego que combate o crime à noite.
Advogado durante o dia, Matt Murdock usa à noite seus sentidos aguçados, adquiridos em um acidente na infância que lhe deixou cego, para combater o crime nas ruas de Hell's Kitchen, bairro onde cresceu em Nova York.
A primeira temporada vê Wilson Fisk (Vincent D'Onofrio, extraordinário no papel) travando uma guerra de gangues com os russos e procura ascender seu poder político.
Mesmo sem recursos, Murdock e seus aliados devem expor a verdadeira identidade de Fisk e derrotá-lo.
Na segunda temporada, Murdock continua a equilibrar a vida como advogado e vigilante, enquanto cruza caminhos com Frank Castle, um vigilante com métodos muito mais mortais, assim como o retorno de sua ex-namorada – Elektra Natchios.
Já na terceira temporada, Murdock tem que lidar com conflitos internos.
A temporada se passa logo após os eventos de Os Defensores e conta com a volta de Wilson Fisk como antagonista, além de apresentar outro vilão de peso do Demolidor nos quadrinhos, o Mercenário.


Por que eu recomendo:
Eu sou apaixonada pelo Demolidor desde o filme com Ben Affleck. Sim, aquele filme que ninguém gosta, mas eu amo, me julgue rsrsr
A série é muito bem feita, as cenas de luta (luta de corredor, virou marca registrada do personagem) são muito bem feitas, os vilões são bem construídos e o herói é aquela coisa linda e cativante que faz a gente torcer dicunforça por ele.
Além disso há ainda as referencias ao universo dos filmes Marvel, que faz a nerd que habita em mim ficar com os olhinhos brilhando.
Porém, por mais que a série se mantenha bem fiel ao clima dos quadrinhos em determinados momentos, o tom geral da trama é bem mais sombrio.
Tanto que, se você abstrair por um instante que se trata de um personagem que nasceu nas páginas de um gibi, ele passa muito fácil como um seriado sobre violência urbana.
Enquanto os longas-metragens da Marvel são bem mais leves, Demolidor é voltado para maiores de 18 anos por conta das discussões levantadas e, principalmente, pela violência.
Diversão, emoção, uma série de super herói bem legal, apesar do tom pesadão que ela, por natureza, possui.

Informações técnicas:
Demolidor entrou em desenvolvimento no final de 2013, e sua primeira temporada estreou em 2015
Escrevi sobre a 1ª temporada quando a assisti:


Número de temporadas: 3, completas na Netflix
Número de episódios: 13 por temporada, com duração de 50 minutos, em média, cada um.
É a primeira de quatro séries que levou quatro heróis a se juntarem numa minissérie denominada Os Defensores (no original, The Defenders).


3- Luke Cage


Marvel's Luke Cage, ou simplesmente Luke Cage, foi criada para a Netflix por Cheo Hodari Coker, baseada no personagem de homônimo da Marvel Comics criado em 1972. Está situada no Universo Cinematográfico Marvel, compartilhando a continuidade com os filmes da franquia e é a terceira de quatro séries que irão levar até a minissérie Os Defensores.

Depois que um experimento sabotado (uma variação do soro do super soldado de Capitão América) ter deixado Luke Cage com uma super-força e pele indestrutível, ele se torna um fugitivo que tenta reconstruir a vida no Harlem, bairro de Nova York. Mas logo ele é forçado a sair das sombras e lutar pela sua cidade, bem como confrontar o passado do qual tentou fugir e assumir a identidade de herói.

Mike Colter estrela como Luke Cage, perfeito no papel, lindo de morrer, aquele tipo de herói urbano que eu gosto tanto...
A série, como eu disse acima, é ambientada no Harlem, e procura replicar a sua atmosfera única e sua cultura, particularmente com a música, que possui ênfase em toda a produção. Em Luke Cage o bairro do Harlem e asua atmosfera são praticamente um personagem.
A série também comenta sobre raça, política e o movimento Black Lives Matter.


Por que eu recomendo:
Além da força na interpretação que Mike Colter imprimiu ao personagem principal temos aí algo que a gente não vê muito em séries: um super herói negro.
Também tem algo que gosto muito: ao invés de encarar grandes ameaças, a sua preocupação é com criminosos no bairro. Algo que "conversa" muito com nossa realidade, sabe?
Eu, mulher branca, me emociono com a ideia de um super herói negro a prova de balas. Bem que queria isso para os meninos negros desse mundo...

Informações técnicas:
Luke Cage estreou em 2016 e possui 2 temporadas completas na Netflix.
Cada temporada possui 13 episódios, com pouco menos de 1 hora de duração cada um.
Após as diferenças criativas entre a Netflix e os escritores da série durante o desenvolvimento de uma terceira temporada, a Netflix cancelou a série em 19 de outubro de 2018 (sofro...)


4- Agents of Shield


Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D., ou simplesmente Agents of S.H.I.E.L.D., (Agentes da S.H.I.E.L.D. no Brasil) é uma série de televisão americana criada por Joss Whedon em colaboração com Jed Whedon e Maurissa Tancharoen.
Ela é baseada na S.H.I.E.L.D. (Superintendência Humana de Intervenção, Espionagem, Logística e Dissuasão, sigla em português), uma organização fictícia que atua pela manutenção da paz e espionagem em um mundo de super-heróis criada pela Marvel Comics.
Ela está situada no Universo Cinematográfico Marvel (MCU), compartilhando a continuidade com os filmes e as demais séries de televisão da franquia.
 A série é produzida pela ABC Studios, e é transmitida originalmente pela rede ABC.

A série gira em torno do personagem Phil Coulson (lembra dele, sendo morto por Loki? Morto mas não muito, spoiler!), com Clark Gregg reprisando seu papel da série de filmes Vingadores, e sua equipe de agentes da S.H.I.E.L.D., que precisam lidar com vários casos e inimigos incomuns, incluindo outras organizações como a Hidra e os Inumanos.
Ali, ele monta um pequeno e altamente treinado grupo de agentes para lidar com o estranho e o desconhecido, em casos que ainda não foram classificados.

O time é formado pelo focado agente Grant Ward, um especialista em combate e espionagem; a agente Melinda May, uma piloto e perita em artes marciais; o agente Leo Fitz, um cientista brilhante, porém um pouco deslocado socialmente; e a agente Jemma Simmons. Eles serão auxiliados pela nova recruta civil Skye, conhecida por sua especialidade como hacker de computadores.


Por que eu recomendo:
Em Agents of Shield vemos um mundo de super-heróis e alienígenas, pontuado pelo incomum em ações espetaculares e histórias que se expandem pelo mundo. No entanto, a série fala sobre a condição humana através das lentes dos nossos agentes sem poderes da S.H.I.E.L.D., destacando que, juntos, somos mais fortes do que separados e que podemos fazer a diferença no mundo.
É uma série cheia de emoção, que faz a gente pensar na gente mesmo, nas nossas relações interpessoais, nas coisas que vivemos e em como elas afetam o mundo.
Muito mais do que uma série de super heróis eu vejo ali uma série sobre humanos, homens e mulheres, sabe?
Não consigo explicar, é divertida, é emocionante e mesmo que você não aprecie séries de super heróis eu digo: de uma chance.
Tem aventura, tem drama, tem romance (oi FitzSimmons!)


Informações técnicas:
A 1ª temporada foi exibida em 2013.
A série possui 5 temporadas completas, sendo que 4 delas estão disponíveis na Netflix.
Já foi renovada para uma 6ª temporada mas especula-se que pode ser a última, o que faz sentido quando pensamos que a Marvel está finalizando sua Fase 1 do universo compartilhado, né?


5- Agent Carter


Marvel's Agent Carter ou simplesmente Agent Carter é uma série de televisão originalmente exibida pela ABC.
A série se passa depois dos eventos vistos em Capitão América: O Primeiro Vingador, acompanhando Peggy Carter conforme ela lida com o desaparecimento de Steve Rogers e o novo emprego na RCE (Reserva Científica e Estratégica).

Hayley Atwell retrata a personagem no Universo Cinematográfico Marvel, começando com o filme Captain America: O primeiro Vingador, de 2011, e continuando no curta-metragem lançado diretamente em vídeo Agent Carter (2013), o filme Capitão America: O Soldado Invernal (2014), a série de televisão da Marvel Agent Carter, e os filmes Vingadores: Era de Ultron e Homem-Formiga (lançados em 2015).


Por que eu recomendo:
Deixei Agent Carter por último porque ainda não me conformo que tenha sido cancelada.
Sério, eu amo demais essa série, amo demais a Peggy, Hayley Atwell é perfeita demais no papel e eu acredito mesmo que o mundo das séries precisa de mais personagens femininas protagonistas, fortes, maravilhosas e cheias de brilho.
Representatividade importa, meninas também assistem séries e sim, nós também queremos nos inspirar em personagens que amamos!
Sim, meninas de todas as idades, uai, por que não?

Amo tanto que queria guardar num potinho... olha que poster lindo, retrata o clima vintage da série (ela se passa nos anos 40/50), mostra a beleza, o encanto, a força e a competência da Peggy... que pra mim é um ícone feminista, uma personagem que sim, as meninas podem se inspirar!
Já falei que amo, né?


Informações técnicas:
A série estreou oficialmente em 6 de janeiro de 2015 durante o hiatus na segunda temporada de Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. e foi renovada para uma segunda temporada, dessa vez com 10 episódios.
Em maio de 2016 a série foi cancelada pela ABC após duas temporadas.
As 2 temporadas estão disponíveis na Netflix.
São 18 episódios, 8 na primeira e 10 na segunda temporada, com cerca de 42 minutos cada.


Outras séries do Universo Marvel:

Punho de Ferro
Os Defensores
Inumanos
Justiceiro
Fugitivos
Manto & Adaga

Ainda não vi nenhum, mas estão na lista...

Ufa, terminei!
Espero que você aprecie o post, foi feito com carinho tanto para registrar um pouco do que gosto quanto para te inspirar a se aventurar no mundo dos personagens Marvel.
Afinal, nem só de Vingadores esse universo é feito...





1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário:

  1. Foi bom ler as dicas Elaine, talvez assista um delas para variar um pouco.
    Estou terminando a 2ª temporada de Outlander (a terceira sai em dezembro pela Netflix, vou esperar) é MUITO violenta, mas adorável.
    Terminei esta semana A maldição da residência Hill, uma temporada só, 10 episódios, também gostei muito, um roteiro bem costurado, nem tem terror pra valer, é mais terror psicológico, recomendo.
    Abraço!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…