A luta, esta não acaba nunca... - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

A luta, esta não acaba nunca...

Publicado em 28/10/2018

Tempo de leitura:

A luta, esta não acaba nunca...
O ano de 2014, última eleição presidencial antes dessa que termina (ou não pois país está muito louco, tudo fora do lugar, vai saber...) neste domingo foi muito tenso pra nós aqui em casa.
Meu marido, que havia sido diagnosticado com EM no começo do ano anterior teve novo surto em 2014 e isso me fez passar o ano todo, de fevereiro até o final de novembro, dentro do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

Ia pra lá 2, às vezes 3 vezes por semana, e a cada vez que ia era o dia todo, entre ir, ficar lá e voltar pra casa. Cada sessão de pulsoterapia levava 3 horas ou mais, ele lá deitadinho na maca e eu lá fora, sozinha naquele lugar por muitas horas. Foi um ano muito ruim, estar no HC me quebrava, por dentro e por fora.

Então, nada mais natural do que eu não ter visto praticamente nada da campanha eleitoral. Não vi nenhum debate, nenhum programa, mal sabia quem concorria, não votei, achei que Aécio levava, Dilma ganhou, nem me importei pois estava imersa na minha luta pessoal.
Só fui prestar atenção em política de novo muitos meses depois, na época do impeachment.
Mas esse ano está sendo muito diferente. Sofri de ansiedade, tive dias de passar mal de verdade.

Escrevo esse post perto das 17 horas de domingo, a votação está se encerrando e eu não tenho dúvidas de que Jair Bolsonaro será eleito.
Escrevo isso quase chorando porque ele representa tudo o que não concordo. Tenho medo dele, das suas ideias violentas, do seu jeito boçal e brutal. Detesto sua voz, sua fala sarcástica e sua ironia. Detesto e me causa ojeriza, me passa uma sensação muito ruim. Não o quero eleito, embora saiba que será.
Apesar de tudo, apesar dos muitos danos, ainda preferia Fernando. Pra você ver o tanto que rejeito Jair.

Mas não pense que, ao escrever isso estou endossando o tal Lula Livre.
Quero Lula (e todos os outros, seja quem for) bem preso, pagando por crimes comprovados.


E não, não me resta dúvida da culpa dele. O cara pautou e sequestrou as eleições de dentro da cadeia, manteve o controle do PT de dentro da cadeia e quer me convencer que não sabia do que se passava nas salas e corredores ao lado de seu gabinete?
Entendo que seu processo é estranho e muito suspeito, mas isso não apaga a culpa. E ter usado as eleições para manter o foco em si e em suas questões jurídicas e políticas ao invés de formar uma aliança com chances reais de vitória contra o Jair e seus seguidores só me fez rejeitar ainda mais a ideia de "Lula Livre".

Tenho medo de Bolsonaro, mas tenho pavor de seus seguidores.
Veja bem, não escrevi eleitores.
Acredito que nem todo eleitor dele é como ele; tem ali uma infinidade de gente bem intencionada, que busca mesmo o melhor e quer uma mudança. Gente que vota nele como aposta contra o petismo. Entendo isso, embora ache que ódio ao PT não justifica eleger um ser odioso e de intelecto prejudicado..

Mas os seguidores... ah... os seguidores... os que se orgulham das boçalidades que ele fala e propaga, e as repetem. E as executam...
Aqueles que finalmente encontraram o aval pra odiarem. Para ameaçarem, para atirar e matar.
Gente que espuma de raiva de gays, de negros, de nordestinos, de feministas, de esquerdistas. De ativistas.
Gente que sorri de satisfação ao ouvir que "minorias devem se curvar ou desaparecer".
Gente que sente alegria ao ouvir que os que pensam diferente irão "para a cadeia ou para fora do país".
Esses me aterrorizam, deles quero o máximo de distância...
Esses me aterrorizam. Porque estão muito perto.


Cada época da História tem suas batalhas. Seja a História do mundo, de cada região, de cada país. Ou de cada pessoa.
As batalhas terminam, a luta não acaba jamais.
E quando a luta é pelo direito de existir, de ser respeitado, de ter direito a pensar, aí então é que ela não acaba mesmo!

Pois não existe direito conquistado definitivamente.
O que parece certo numa década pode se tornar incerto e inclusive ser perdido na década seguinte.
Depende de quem esteja no poder.

A luta, menininha, não acaba jamais.
A luta, meu menino, nunca acaba.
A luta por nosso país não termina hoje, independente que quem vá estar no poder.
Ela começa hoje.
A luta, assim como a vida, recomeça todos os dias.

Painel Reolhar a Vida

Blogagem Coletiva Reolhar a Vida.
Clique aqui e saiba tudo sobre a proposta, e veja como fazer parte!
Seja muito bem-vindo para participar!







6 comentários via Blogger
comentários via Facebook

6 comentários:

  1. Elaine, sabe o que mais me amedrontou? O modo como as redes sociais foram usadas como ferramentas sem a menor ética, onde todo tipo de mentira, das mais asquerosas possíveis foram espalhadas e muitos votos foram baseados nisso e certamente isso decidiu a eleição.
    Medo das pessoas, quando estão apaixonadas ou cuspindo ódio, perdem a moral e a ética, são capazes de tudo sem se questionar se está agindo corretamente ou não, manda bala. To fora.
    Ótimo texto!

    ResponderExcluir
  2. Lamento Elaine. Não tinha esperança de que o resultado fosse outro e isso me entristece. Vivi 27 anos sob um regime déspota e ditatorial, sei bem o que isso é.
    Abraço e boa semana

    ResponderExcluir
  3. Nunca me vi numa situação tão triste como essa, sinceramente desolada. Mas ainda tenho esperança de nos unirmos ainda mais, darmos as mãos e enfrentar tudo isso que esse candidato prega. Espero que nunca estejamos sozinhas(os).

    Blog Vinte Primaveras

    ResponderExcluir
  4. Nunca vi uma eleição tão tensa. Para mim nenhum dos dois candidatos servem para comandar o país, embora eu soubesse com muito pesar que Bolsonaro iria ganhar. Anulei meu voto, porque independente do que acontecer com o país a partir da posse, quero ter a consciência tranquila.

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente com as suas palavras Elaine. Mas sabe o que mais me indignou? Foi ver esse "Senhor" ser endeusado pelos seus apoiadores, principalmente por aqueles que se dizem cristãos. Isso me fez chorar. Mas, vamos seguindo! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Também estou triste, angustiada e amedrontada, pois as perspectivas políticas, sociais e econômicas não são boas, porém é como você bem cita, a luta não parou, a esperança não acabou, é preciso não cruzarmos os braços e ir avante em busca de resgaste de direitos e conquista de novos, mesmo com essa mentalidade ora presente no presidente eleito e nos seus seguidores.
    Abraços!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…