Questão de Honra- aventura eletrizante do começo ao fim! - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Questão de Honra- aventura eletrizante do começo ao fim!

Publicado em 16/07/2018

Tempo de leitura:

Tristan Drake sempre teve a vida movimentada.
Ex-oficial das forças especiais britânicas e ex-agente do temido MI-6 (aquela do James Bond), hoje é diretor de operações de uma empresa de arqueologia marinha instalada na ilha de Malta.
Poderia ser uma época mais tranquila da vida. Não é.

O navio de pesquisas arqueológicas Simbad Explorer, comandado por Tristan, se encontra, no meio da noite, no mar Mediterrâneo próximo ao litoral da Líbia.
À deriva, assolado por uma forte tempestade, com os radares da embarcação identificando na tela um sinal de que algo se aproximava...
De repente avistam, em meio às sombras e gigantescas ondas do mar, um enorme petroleiro negro, tal qual uma criatura fantástica descrita num daqueles contos mitológicos de Homero.

Apesar de todos os esforços de desvio, aquela “terrível criatura “ vai ao encontro deles.
As consequências são nefastas: a tripulação ferida e exilada necessita urgentemente de socorro e Tristan Drake, responsável pelo navio e pela tripulação, precisa retirar seus homens feridos retidos em solo líbio.

A situação extrema leva Tristan a aceitar a ajuda financeira de um misterioso empresário indiano e sua linda filha, radicados em Londres.
Em troca Tristan se compromete a encontrar e posteriormente resgatar Khaled (filho do empresário) um jovem e talentoso hacker visto pela última vez em um misterioso vale encravado nas montanhas do Paquistão.

Tristan assume a tarefa de encontra-lo, desconhecendo que o rapaz havia se envolvido numa enorme conspiração.
Começa a partir daí uma extraordinária jornada.
Para Tristan Drake torna-se Questão de Honra saldar a dívida e trazer Khaled de volta.



Essa é a premissa de Questão de Honra- a face da morte no dorso de um cavalo, 2º livro do autor nacional Yuri Belov.
A obra, de 476 páginas, foi publicada em parceria com a Editora Novo Século, pelo selo Talentos da Literatura Brasileira, e tem uma das capas mais lindas que eu já vi.
Olha:
Além da capa impressionante o livro traz também ilustrações primorosas, daquelas que enchem os olhos e fazem a gente mergulhar na leitura...
A escrita de Yuri Belov é rápida, eletrizante, fácil de acompanhar e sobretudo muito, muito bem amarrada.
Além do enredo que vai agradar quem curte estórias de espionagem, Questão de Honra leva o leitor para vários cantos do mundo: da China à África, do mar Mediterrâneo às montanhas do Paquistão... sempre com ação ininterrupta, um respirar rápido entre um capítulo e outro...

Há notas de rodapé para falar sobre a cultura dos lugares, povos e particularidades abordados no livro, e acredite em mim, é uma riqueza imensa!
Ler, mergulhar numa aventura eletrizante e ainda conhecer lugares e culturas tão diferentes... tudo num livro só. Demais, né?

Outro aspecto a destacar em Questão de Honra: o recrutamento de extremistas pela internet.
[...] a mochila do jovem tinha um computador portátil, um aparelho celular, vários pen drives e uma caixa semelhante a uma CPU.
Drake estava temeroso com o conteúdo daquele material e não ia entregar a qualquer um; travava uma batalha dentro de si sobre o destino que daria aos pertences do rapaz, se à família dele ou aos serviços britânicos de segurança, pois deveria haver revelações importantes que poderiam ajudar a combater organizações radicais e criminosas”
Pouco se fala sobre isso, já percebeu?
Mas eu sempre me pergunto como são recrutados jovens de vários lugares, que acabam como extremistas em regimes nada democráticos pelo mundo afora, em especial, nos dias de hoje, no Oriente Médio.

Talvez por ser um estudioso de História Militar, Yuri Belov consiga transmitir com tanta clareza a extraordinária visão desse conflito nos países árabes, inclusive com explicações bem elucidativas da intricada e rica cultura dos países árabes – como se quem lê estivesse em uma viagem cultural em meio às páginas da obra.
Yuri Belov, com riqueza de detalhes e pesquisa profunda, tece uma narrativa empolgante e contundente, com um olhar crítico e audacioso sobre os tempos em que vivemos.




Curiosidades sobre Questão de Honra



Se você pesquisar por Yuri Belov vai encontrar páginas sobre o ator russo e muitas fotos dele. E nenhuma do nosso autor de Questão de Honra. Não estranhe.
Yuri Belov é o pseudônimo que o autor de Questão de Honra e Odalisca (seu livro de estreia) usa em suas obras. Ele é engenheiro e gerente de projetos, trabalhou em diversos lugares no Brasil,na África e América Latina.
É estudioso de História militar e medieval e apreciador de mitologia.

Há no livro algumas passagens históricas, como o período do fim da Guerra Fria e um pouco da Segunda Guerra Mundial, notadamente no que tange aos acontecimentos ocorridos na região da Índia e sudeste asiático.

Ao longo deste post eu incluí alguns vídeos. São book-trailers de Questão de Honra. Gente, vai por mim, veja. É de arrepiar!

Questão de Honra- a face da morte no dorso de um cavalo está sendo preparado para ser lançado também em e-book.

O livro físico, como eu disse antes, é muito lindo, tem ótima diagramação e está disponível para compra em vários lugares:
Submarino
Livraria da Folha
Amazon


Quer saber mais sobre o autor e sobre Questão de Honra?
Acesse Questão de Honra no Facebook, curta e fique por dentro de todas as novidades!










1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário:

  1. Oi querida
    Adorei seu post!
    Sou alucinada pro livros e não posso ver um lançamento...rs
    Não conhecia o trabalho do autor, mas adorei o currículo dele e a sinopse.
    Já vai pra lista! Dica anotada
    Bjs
    Claudia

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…