Jogos de azar no Brasil: deveriam ser liberados? - * Blog Elaine Gaspareto *

Jogos de azar no Brasil: deveriam ser liberados?

Publicado em 24/07/2018

Tempo de leitura:

Jogos de azar no Brasil: deveriam ser liberados?

Nós, brasileiros, temos muitas vezes a ideia que precisamos copiar boas ideias do exterior para que nosso país funcione melhor. Pelo menos copiando de países onde essas ideias funcionam. Mas também bate em nós aquela sensação que, se somos diferentes, deveríamos preservar algumas de nossas diferenças.

Aí chega aquela indecisão em que ficamos meio sem jeito, sem ter um consenso sobre o que deveríamos realmente fazer sobre um tema ou outro. De qualquer forma, principalmente depois de Trump, sabemos que consenso não tem mesmo em país nenhum e sobre nada, certo?

Liberar os jogos de cassino?

Os jogos de cassino já são um desses temas.
A opinião tradicional brasileira é que o jogo deveria ser proibido, pois não passa de uma fonte de vício social, com famílias perdendo sua estabilidade e sua segurança financeira.
Mas o certo é que a grande maioria dos países do mundo tem os cassinos liberados, com regras e leis funcionando, e não há notícia de grande desgraça social por causa disso.


E não é apenas nos Estados Unidos e em sua famosa Las Vegas.
É também com nossos vizinhos, como a Argentina e o Uruguai.
De resto, é lá que os brasileiros vão quando pensam em jogar no cassino e aproveitar para fazer algum turismo.
Alguém sabe de o Uruguai e a Argentina estarem caindo nos abismos por causa de seus cassinos funcionando?

De há alguns anos para cá tem se falado muito da liberação de todos os jogos de azar.
Seria isso uma medida razoável?
Por outro lado, será que o Brasil estaria preparado para enfrentar possíveis abusos que surgiriam, principalmente nos primeiros tempos?

A alternativa online



O fato é que a proibição atual, do jeito que está, faz pouco sentido.
Os cassinos são proibidos mas qualquer pessoa pode acessar cassinos online através de um computador ou de um celular.
Como esses sites não estão sedeados no Brasil, mas sim no exterior, o efeito é o mesmo de ir jogar em Las Vegas: é como se estivesse jogando fora do país.

Criação de emprego?


Empresários nacionais e estrangeiros estão querendo investir para criar empregos.
Já teve até empresários de Las Vegas no Rio de Janeiro, falando com Crivella, e o prefeito da Universal não falou para eles que isso é pecado nem amaldiçoou eles com “vade retro, Satanás”.
Pelo contrário, ele os recebeu e esclareceu para a mídia que estava falando de projetos de imobiliário e que isso poderia ser importante para o Rio.

Os brasileiros, de qualquer forma, estão jogando através da internet.
E aqueles que querem mesmo jogar e têm possibilidade de pegar um voo para Punta del Este podem continuar fazendo isso do mesmo jeito.
Não seria melhor aproveitar todos esses clientes para gastarem dinheiro em nosso próprio país?

Nossa atitude brasileira tradicional é muito contra o jogo, mas será que não chegou a hora de pensarmos novamente sobre isso?







1 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Um comentário:

  1. Eu não sou muito boa em jogos, mas gosto de assistir. Eu penso igual o que você citou no post será que o Brasil está preparado? Seria uma ótima forma de rendimento, mas a estrutura brasileira ainda não é a das melhores se comparado com os EUA.

    Blog Covil Dourado

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…