Sobre viver do lado de cá... - * Blog Elaine Gaspareto *

Sobre viver do lado de cá...

Publicado em 22/04/2018

Hoje de tardinha saímos para um passeio rapidinho, marido, a Princesa e eu.
Fazia tempo que não saíamos assim, num final de tardinha (conto os motivos em outro post, é tenso o que andamos passando por aqui... mas hoje deu certo.
E quando a gente tava voltando eu vi um céu lindo, alaranjado, meio salmão, um fim de tarde de outono que é a coisa mais linda.

Na hora a mão buscou o celular pra "tirar retrato" (ainda se diz tirar retrato?)... mas parei a mão no meio do caminho.
Marido estava falando comigo, contando um caso dos pais dele, Princesa feliz na janelinha, a tarde linda, o céu incrível, e a primeira coisa que me ocorre é tirar foto?
Eita, péra!

Lembrei na hora dessa imagem do ilustrador Gerhard Haderer:


A gente, se não se ligar, corre o risco de fazer exatamente isso, já percebeu?
Ficar tão obcecado pela foto que a vida passa a ser, ela mesma, uma sequência de fotos...

Outro dia fiquei observando pessoas num restaurante aqui onde moro.
A menina fez seu prato e a primeira coisa que fez foi fotografar e postar em algum lugar.
E de minuto em minuto checar se a foto estava sendo vista/curtida, etc...



Outra coisa que me deixa pasma é ver, num barzinho por exemplo, 2 casais e 4 celulares, e cada uma das pessoas da mesa imersa em seu próprio mundo...
De vez em quando levantam a cabeça, alguém fala algo, mas as cabeças abaixam de novo, olho fixo na tela.
As pessoas estão juntas, mas extremamente separadas...
Um amigo meu que é garçom uma vez me disse que as reclamações de demora caíram muito quando a petiscaria instalou wi-fi...

E certamente você conhece aquela pessoa que não larga o celular pra nada, tá falando com a gente mas o dedinho não pára de rolar a tela... eita que não entendo: se vai ficar com a cara enfiada no celular por que sair de casa então? Porque não olhar nos olhos da gente, porque quem está na tela é mais importante do que quem está ao lado?

Sempre digo que existia vida antes do celular, e as pessoas, acredite, viviam numa boa, não vai morrer ficar um tempo sem ver rede social, sem ver mensagem...
Eu, a implicante... mas é sério... isso me incomoda e me deixa aflita...
Corremos o risco de falar mais com quem nem conhecemos do que com quem divide a casa com a gente...



Eu não carrego celular, e o do marido fica no bolso, muito raramente sai de lá nos passeios.
Perco fotos lindas? Com certeza.
Mas prefiro assim.
Viver é do lado de cá das telas.

Claro que fotografar é lindo, a gente tem a imagem viva do momento, eu tenho fotos lindas de momentos lindos... mas eu tomo o cuidado de realmente ver o céu laranja ao vivo e não depois que passou, apenas na tela do celular...
Afinal, a memória da gente também tem o poder de registrar as coisas...
Não é?


Painel Reolhar a Vida

Blogagem Coletiva Reolhar a Vida.
Clique aqui e saiba tudo sobre a proposta, e veja como fazer parte!
Seja muito bem-vindo para participar!








13 comentários via Blogger
comentários via Facebook

13 comentários:

  1. Olá Elaine, o celular hoje em dia, tornou-se uma real obsessão. Há pessoas que têm a vida TODA em fotos e filmes numa certa rede social. Me pergunto se não enche o saco da pessoa e da própria família estar toda hora sendo filmada e mostrada. Vidas comuns, iguais às de todos, mas que insistem em expor e pior, têm milhares de seguidores. Nos finais de semana deixo muitas vezes meu telefone em casa. Penso como vc: existia vida (e que boa era) antes dos celulares dominarem o mundo. Beijo, boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Val, bem isso mesmo, existia vida, e era possível esperar chegar em casa ou encontrar um orelhão pra falar ao telefone rsrsrs
      beijossss

      Excluir
  2. Eu sempre que posso fotografo, pra registrar...Mas não perco o equilíbrio...Precisamos saber o REAL bem viver, senão nada adianta! LINDO posto! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A palavra é essa mesma, né? Equilíbrio.
      E suas fotos são tão lindas...
      Quem quiser confirmar olha o IG: https://www.instagram.com/chicatazza/

      beijossss

      Excluir
  3. Elaine:
    Bela reflexão tão verdadeira e atual.
    Sabe que quando vi essa foto das amigas num bar/restaurante é visível que uma delas está deslocada por não estar coma cara enfiada no celular. Eu as vezes já me senti assim...juntos e sozinhos ao mesmo tempo.
    Pena, né? aff
    beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também me identifico com a moça da foto rsrsr
      Certeza que se fosse comigo eu iria embora rsrs
      beijosss

      Excluir
  4. Gosto de tirar fotos da natureza quando tenho oportunidade,mas não tenho essa fixação por celular.
    E as selfies? Existem pessoas que não perdem a oportunidade de tirarem suas próprias fotos a todos os momentos.É o ego falando mais forte,um narcisismo que parece até doença.As pessoas já não se olham,só ficam de olho no celular.Novos tempos...Uma boa semana.]

    ResponderExcluir
  5. Hoje sai e de metrô nossa me da agonia pois, as pessoas não olham para lado... e fora que andam olhando pro celular... kkkk achoisso perigoso.
    Eu uso sim meu celular mas só o necessário não perco uma boa conversa de brincar com meu filho tenho sobrinhas pequenas brinco converso muito adoro e tiro fotos sim mas vivo.... a vida é tão bela temos wue aproveitar a vida e as pessoas
    Adorei o texto tão real.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem contar os que dirigem com celular. Como pode, gente?
      beijosss

      Excluir
  6. oi Elaine, confesso que muitas vezes eu fiz isso, hoje eu também saio sem celular e procuro verificar minhas redes sociais quando estou sozinha, quando todo mundo foi dormir. Muito me incomoda a pessoa que chega na minha casa e pergunta a senha do wifi.
    bjk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, isso me mata! Ainda bem que aqui só meu sobrinho pede isso, o que aliás também me deixa pasma, a criança não sai de casa sem celular ou tablet.
      Eu, hein rsrsrsr

      Excluir
  7. Ainda bem que alguns ainda remam contra maré, raramente tiro fotos com celular, qdo viajo normalmente recebo fotos das pessoas com quem estava, pois acabo esquecendo, quero ver ao vivo, minha retina fotografa, envia a emoção ao cérebro que se liga ao coração e aquilo nunca mais sai de lá!
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Olá Elaine! Recentemente eu vi uma frase que se encaixa perfeitamente neste post "Os melhores momentos, são aqueles que não fotografamos, pois estamos interessados em vivê-los." Beijos, amei a sua reflexão!

    www.nossaquevicio.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…