Pão de ló perfeito- com dicas e truques para nunca errar - Elaine Gaspareto- Dicas para blogs e inspirações para a vida

Pão de ló perfeito- com dicas e truques para nunca errar

Publicado em 27/04/2018

Pão de ló perfeito- com dicas e truques para nunca errar

Eu não sou assim a melhor fazedora de bolos do mundo.
Muitas vezes erro a massa, fica pesada, já deixei queimar, é raro um que não sapeca por baixo depois do fogão novo com forno potente ao qual ainda estou me acostumando 1 ano depois rsrsrs
O motivo de errar de vez em quando é que eu não sou assim a pessoa que mais segue receitas no mundo.
Pra mim cozinha é a junção de intuição,  matemática e química.
E em geral dá certo, raramente algo que faço fica ruim.
Mas com bolo a conversa é outra.


Para ficar perfeito tem truques, e sobretudo tem que seguir as receitas, respeitar as proporções e não inventar de trocar ingredientes.
Claro que podemos adaptar, mas se for um bolo clássico, proporção é a palavra que define se vai dicar perfeito ou apenas passável.

Um dos bolos mais clássicos da confeitaria combina textura macia e leve, boa estrutura e sabor neutro. Estas são as características do pão-de-ló, que por sua vez tem tudo a ver com seu nome. Ló é a denominação dada a um tecido bem fino, parecido com uma gaze.

Uma receita que sempre faço e que dá certo é essa que vou partilhar contigo. Não lembro mais de onde veio, está comigo há anos.
Mas como é muito boa achei que valia a pena repartir contigo.
Vamos lá?


Pão de ló perfeito


Ingredientes:
4 ovos;
2 xícaras (das de chá) de farinha de trigo;
1 1/2 xícara (das de chá) de açúcar;
1 colher (das de sopa) de fermento químico em pó;
cerca de 100 ml. de líquido; pode ser leite, água, suco de laranja...


Modo de preparo:
Bata as claras em ponto de neve e reserve.
Na batedeira, coloque as gemas e o açúcar e bata até ficar um creme claro e praticamente dobrar de volume. Bata bem, demora uns 10 ou 15 minutos.


Depois de dobrar de volume é hora de acrescentar a farinha de trigo.
Acrescente aos poucos, devagar, mexendo de baixo para cima.
Se sentir a massa muito densa vá pingando o líquido escolhido até dar o ponto de uma massa consistente mas não rala, entende?
Não tem como dizer exatamente a quantidade de líquido porque varia de acordo com a farinha que você usar e até o tamanho dos ovos... mas em geral uso os 100ml. da receita.


Farinha toda incorporada?
Junte então o fermento em pó e as claras em neve e mexa delicadamente com movimentos circulares de baixo para cima.
Atenção!
Não é bater, é incorporar, tá? O objetivo é acrescentar ar à massa.

Depois de tudo bem incorporado despeje a massa em assadeira untada e forrada com papel manteiga.
Leve a assar em forno pré-aquecido, cerca de 200º.
Nesse dia das fotos eu usei uma forma de bolo inglês, medindo 30 centímetros de comprimento por 10 centímetros de largura.


Quando sentir o cheiro do bolo assando espete o palito no centro do bolo; se sair limpo o bolo está pronto!

Dicas extras:

1- A farinha de trigo deve ser peneirada antes de entrar na receita, faz diferença na textura e maciez do bolo.
2- A farinha deve ser colocada com cuidado, depois de peneirada, acrescente aos poucos e misture delicadamente para a massa não perder o volume.
3- Antes de colocar no forno bata a assadeira com a massa algumas vezes numa superfície dura para eliminar eventuais bolhas de ar que podem expandir e causar a quebra do bolo na hora de desenformar.
4- Não abra o forno antes do bolo começar a pegar uma corzinha. Se abrir antes ele pode abaixar.
Aqui em casa leva 25 minutos assando. Sim, é rápido porque não tem gordura alguma na massa.
5- Desenforme depois de morno, nunca quente, senão ele pode quebrar.
6- Untar a forma e forrar com papel manteiga é importante. O pela não deixa o bolo criar aquela casquinha crocante, sabe? Assim a gente aproveita o bolo todo caso for fatiar para rechear.


A massa aguenta recheios mais pesados, suporta ser fatiada para montar uma torta ou pavê e pode ser congelada caso queira.
Nesse dia das fotos fiz com suco de laranja pra comer assim, sem recheio, sem nada. Só salpiquei açúcar e fui ser feliz!
Olha bem de pertinho que lindeza:


Nham-nham...





7 comentários

  1. Oi Elaine, é o melhor bolo para se rechear e confeitar, adorei sua receita, ficou lindo!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. No próximo,farei essa receita.Obrigada
    .

    ResponderExcluir
  3. Achei perfeita sua explicação deve ficar muito bom, vou fazer

    ResponderExcluir
  4. Voltei em seu site para lhe parabenizar!! Sempre tentava fazer uma massa boa para meus bolos recheados e nunca dava certo. A sua receita realmente é perfeita. Muito obrigada por compartilhar. 😘

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Deixe sua pergunta ou solicitação sempre nos comentários, eu infelizmente não tenho como responder pedidos de ajuda por email.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…