O que Lula me ensinou - * Blog Elaine Gaspareto *

O que Lula me ensinou

Publicado em 07/04/2018

No começo dos anos 1980 eu era uma menininha, filha de trabalhadores pau-de-arara de uma pequena cidade do interior de São Paulo.
Meu pai era cortador de cana, os tempos eram duros e o trabalho, especialmente na entressafra, era escasso e mal pago.

Na pequena cidadezinha onde a gente mora (até hoje) política não era coisa pra trabalhador sem contatos, pobre e sem muito estudo.
Mas começou aqui um movimento que daria origem ao diretório do Partido dos Trabalhadores na cidade. Meu pai se envolveu, tudo meio na calada da noite, reuniões meio no sigilo.
A ditadura agonizava mas ainda estava viva, e o General Figueiredo ainda estava lá, firme e forte.

Sim, o PT nasceu assim, já desafiando a ditadura, já marginal, uma resposta clara aos anseios de um povo que nunca tinha sido ouvido. Nem mesmo numa cidade tão pequena... aqui também os pobres sempre foram explorados, jamais ouvidos, nunca levados em consideração.


Um dia, acho que lá pelo ano de 1982, a cidade recebeu a visita de um homem diferente.
Era o candidato ao governo do estado, e vinha fortalecer o partido recém criado na cidade.
Claro que minhas memórias são poucas, de uma menina de menos de 10 anos, mas eu lembro claramente do entusiamo do meu pai e de todos os homens que a gente conhecia, cortadores de cana como ele, trabalhadores rurais sofridos e que viam no sindicalista do ABC uma esperança.

Ele falava o que todos eles falavam, ele era a voz daqueles homens. Por muito tempo só se falou em Lula nas rodas de paus-de-arara, nos pontos de espera dos caminhões que os levavam para a roça.
Em minha casa eu fui apresentada a ele, meu pai falava dele, se impressionou com o homem.
O homem era Lula, que perderia aquela eleição para Franco Montoro.
E que seria eleito deputado constituinte em 1986.

Se você olhar a História do Brasil nos últimos 30, 35 anos, Lula está nela.
Em 1989, candidato à presidência da república, ele me impressionou.
Tirei meu título para votar nele.
Aquele homem de fala direta, que olhava nos olhos da pessoa com quem falava, que elevava a voz, que gritava verdades que a gente falava todo dia, aquele homem ganhou meu coração.

Enquanto as minhas amigas se derretiam pelo Collor, bonitão nas revistas, e nos jornais da Globo contando sua rotina de atleta e seu caso de amor com a esposa, eu olhava Lula e via como aquele homem queria mudar a vida dos pobres como eu.
Eu via a verdade dele, ele realmente tinha convicção no que falava, e convencia.

Lula com Mário Covas e Leonel Brizolla em 1989; ele foi apoiado por PSDB e PDT no 2º turno contra Collor

No segundo turno alguém perguntou pra ele como ele reagiria caso perdesse a eleição.
Ele respondeu:
"Tento de novo. Sou jovem, tenho 44 anos."
Perderia a eleição para Collor.

E, de fato, Lula tentou de novo, e de novo, e de novo.
Eu votei nele mais 3 vezes.
Eu o vi perder nas 2 vezes para Fernando Henrique, e vi a disputa ferrenha com José Serra em 2002.

Vi ali, em 2002, um Lula diferente, fala mansa, barba aparada, terno escuro bem cortado, gravata combinando.
Não era mais o Lula de 1989, não era o Lula de antes, por quem os cortadores de cana se encantaram na minha pequena cidadezinha. Ele aprendera o caminho.


Mesmo levemente decepcionada votei nele.E finalmente ele venceu...
E ele fez exatamente o que sempre disse que faria.

Não tem como negar os avanços sociais, a vida de quem é pobre realmente mudou.
De repente filhos de famílias pobres puderam sonhar com faculdade, a ampliação de programas sociais a um nível muito intenso fez a diferença entre ter ou não ter o que comer pra milhares de pessoas.
Ele conciliou diferenças, ele fez em 2 mandatos, na área social, o que outros governos sequer tentaram.
Não vou detalhar tudo, é coisa demais.
O Brasil passou a ser visto e ouvido em reuniões internacionais.

"Esse é o cara"

Lula foi reeleito em 2006, mas dessa vez eu não votei nele.
Não voto em ninguém desde 2002.
Mas, embora com ressalvas por conta de algumas ações dele, ainda o julgava um bom presidente, o melhor do qual todos se lembravam. Eu ainda acreditava, lá em 2006, no sindicalista que falava olhando nos olhos das pessoas.

Até que começaram a pipocar denúncias de mensalão, José Dirceu, Genoíno, Palocci... eu conhecia todos, sabia da trajetória deles, ela se misturava com a de Lula, impossível ele não saber, como alegava.
Meu desencanto foi total. Desde então tenho convicção de que ele montou e gerenciou o esquema que fez da Petrobrás o banco particular do PT e dos seus aliados...
Chorei quando Dirceu foi preso, escrevi sobre isso em 2013.
Não há heróis


Tenho o mesmo sentimento agora. De tristeza, de mágoa...
Olho as notícias, as fotos do Lula, vejo as denúncias, sinto que ele se corrompeu, provavelmente muito antes do que a gente começou a perceber...
Em algum momento ele desistiu, em algum momento ele percebeu que tinha poder pra fazer o que quisesse, ser o que quisesse, ter o que quisesse, pra si e para os seus.
Ele desistiu das próprias ideias daqueles anos de luta.

Olho para fotos dele, de antes e de agora, e pergunto, feito uma boba que conversa com uma tela de televisão ou de computador:

"O que você fez, moço?
Porque você escolheu governar ao lado do que há de mais podre na política, se juntou a eles e os superou naquilo que você tanto combateu?
Porque você traiu aqueles homens e mulheres que acreditaram em cada palavra sua?
Você me traiu.
Sempre foi assim, manipulador e com tudo planejado desde o começo e eu não via, ou algo em você se quebrou quando finalmente colocou as mãos no poder que tanto perseguiu?"


Crédito da foto: http://politica.estadao.com.br/ao-vivo/prisao-de-lula

Hoje eu estou triste. A prisão de Lula me fez chorar.
Não porque eu não o quisesse preso, é claro que ele deve ser punido, ele e todos os demais (o que significa muitaaa gente).
Lula, pasme, não inaugurou a corrupção no Brasil. Ele a elevou a um nível ninja... mas não é o único, não mesmo.
E claro que sei que o circo todo em torno dele é bem calculado, há muito interesse em jogo. Não tem quase nada a ver com acabar com a corrupção.

A sensação é que não há ninguém, não há saída, meu pobre país está condenado.
Não há juiz herói; há um homem que persegue um troféu, um homem com falhas.
Não é um semideus.
Não há ninguém isento de interesse pessoal, seja lá qual for.
Não há inocentes, em nenhum lado. Só velhas raposas usando pele de cordeiro.
E, nesse caso, Lula não é o cordeiro como quer se vender ao mundo.

Crédito da foto: https://www.franciscopronerramos.com/
Estou triste porque perdemos um pouco da esperança. Triste por ver meu país quebrado ao meio, rachado, convulsionando. Triste por ler gente celebrando, triste por ver gente brigando por ele, triste por ver gente dizer que tem vergonha do Brasil.
Meu pobre país...
Triste porque hoje (na verdade bem antes disso...) perdemos um pouco mais da pouca esperança que tínhamos...

A maior tristeza que sinto é ver o que ele, Lula, e os todos os demais, fizeram a pessoas como eu, que um dia sentiram que ele podia ser a nossa voz.
E por um tempo ele foi. Foi o melhor presidente que vi.
Por isso é tão triste...

"Por que você deixou de ser quem você poderia ser para se tornar o homem no qual não posso mais acreditar?"

Isso é o pior de tudo... ter roubada a esperança e a fé de que haveria alguém que daria ao povo pobre, a mim e a você, vez e voz.
Acredite em mim, não há...
Lula me ensinou isso... não há em quem acreditar.
Não há.
Talvez nunca tenha havido, e talvez nunca venha a existir...






22 comentários via Blogger
comentários via Facebook

22 comentários:

  1. Melhor reflexão que li sobre esse assunto até o momento. Concordo plenamente! Só não estou mais preocupada com a situação do nosso país porque já faz um tempo que confio apenas na minha capacidade de conquistar o que desejo para meu futuro, não coloco mais minha esperança em terceiros.

    ResponderExcluir
  2. Sempre sensata nas suas reflexões Eu, honestamente nunca acreditei nele Acho que quem tem pessoas próximas que trabalharam com ele, que conviveram com ele sabem desde aquele tempo quem ele sempre foi Hoje, tenho uma amiga pessoal que tem um parente que é quase um braço direito dele e o que ela me conta é de enojar, de fazer revoltar até o mais calmo dos seres Ela não quer nem contato mais com esse parente, muito próximo pois não compactua com a sordidez de tudo que ela sempre viu , óbvio tudo por baixo dos panos
    A única vez na minha vida que votei no PT foi quando tirei meu título, muito feliz pois iria votar pela primeira vez e votei no Eduardo Suplicy , acreditando ser um exemplo de honestidade
    Me decepcionei, não por ele ser desonesto mas por nunca ter sido expressivo, por nunca ter realizado nada de concreto enquanto vereador , depois como senador Eu , assim como você espera muito mais Acreditava que de alguma forma a gente poderia mudar toda a história Fazia parte do Centro Cívico, hasteava a bandeira todos os dias, lutava pelo que acreditava, até perceber que minha luta era solitária Que as pessoas que eu havia escolhido para me representar, sequer se importavam não apenas com os mais humildes, mas com o seu próprio povo Venho também de uma família muito pobre Passei fome inúmeras vezes na minha vida e isso ao contrário do que infelizmente vejo ser pregado nos dias de hoje, me fez forte, me fez crescer e querer vencer mas, principalmente ajudar quem assim como eu não tinha o que comer
    Sei que não faço nada, perto do que gostaria fazer, mas aprendi que político nenhum vai se preocupar se tem o arroz na minha mesa, e sim em desviar recursos , em acumular verdadeiras fortunas com os impostos, com o suor de todo um povo, ricos, pobres ... Óbvio que a corda sempre arrebenta do lado mais fracos, mas hoje, pela primeira vez na minha vida voltei a ter esperanças de que podemos mudar essa situação de degradação, ainda que leve muito tempo Talvez eu nem esteja mais viva para ver esse dia chegar Seria hipócrita se eu dissesse que não fiquei feliz não pela prisão do Lula em si, poderia ser qualquer outro personagem da nossa fatídica política que ocupasse o cargo de presidente Espero de todo meu coração que nosso povo aprenda com mais essa lição dura que ninguém está acima das leis, acima dos interesses de uma nação batalhadora, sofrida que só quer um emprego, que só quer ter dinheiro não para luxo, ostentação, apenas pagar suas dívidas, ter um teto para morar, e ter o que comer, como eu muitas vezes não tive
    Desculpa o textão ,Elaine Obrigada pela reflexão Te adoro

    ResponderExcluir
  3. Fantastico! Seu sentimento é o mesmo do meu. As nossas historias sao bem parecidas. E a minha tristeza é nao ver luz no final do túnel, nao ter em quem confiar, acreditar....e as pessoas brigando....que tristeza...

    ResponderExcluir
  4. Sua reflexão é de arrepiar! Nela tem pontos que calam na alma, você expôs nessa crônica o sentimento do povo mais humilde que acredito ter um representante digno, que não fosse como os demais, que nunca se envolvesse em corrupção, que olhasse o tempo todo para a classe menos desfavorecida e não só para si e as outras raposas. Sei, como você, que muita coisa mudou para melhor na nossa vida, a educação para todos, a saúde mais humana, o financeiro abriu portas para o pobre possuir seu veículo e tantas coisas mais. Mas, infelizmente, o poder, o status, o dinheiro falou mais alto e o corrompeu e, hoje, está prestando contas do seu desvio, do seus atos impensados ou pensados apenas no seu bel prazer.
    Abraços carinhosos!

    ResponderExcluir
  5. SÓ DEUS PODE JULGAR, PORQUE ELE SABE SE O LULA SABIA..
    LULA NÃO TINHA BOLA DE CRISTAL, PARA SABER TUDO QUE ACONTECIA!!
    OBS: NÃO SEI QUANTOS CHIFRES EU JÁ LEVEI!! NEM TENHO CONDIÇÃO DE SABER,
    TUDO QUE MEUS FILHOS FAZEM NAS MINHAS COSTAS...
    PARA MIM, LULA FOI O MELHOR PRESIDENTE DESTE PAIS

    ResponderExcluir
  6. Muito bem colocadas tiuas palavras e sentimentos,Elaine!
    Realmente não vejo qualquer motivo pra comemorar! Temos é que estar tristes ao ver toda essa história de corrupção mostrada e que atingiu a cada um em nossas vidas, pois foi o povo que perdeu om ela. Com os recursos surrupiados descaradamente faltou e vai faltar ou ter segurança, saúde, educação e todos sabemos disso. Sei também que não acredito em políticos, mas só ficarei aliviada quando acabarem com o foro privilegiado e pequem os vampiros que ainda aqui estão e pior, se achando!!! Na torcida para que esperança nesse nosso campo político possamos ter! Mas tá difícil de acreditar! Precisamos justiça adequada e tudo mais para tal! beijos, lindo domingo! chica

    ResponderExcluir
  7. Excelente Elaine, como sempre excelente!!
    Relatou a história mostrando as duas partes da moeda.
    Meu coração chega a chorar também, mas tenho esperança, tenho muita esperança de que enfim o Brasil caminha para se limpar, passos pequenos, de vagarzinho, mas caminha.

    ResponderExcluir
  8. Acho que estou compartilhando do mesmo sentimento. Lembro-me dele em meados de 1980. Meu pai militar não o via com bons olhos, mas eu admirava o jeito dele falar para as massas. Votei nele todas as vezes e hj estou triste. Não quer crer que houve está traição. Ele tirou muita gente da pobreza. Se preocupou de fato. Estou triste. Mas se ele se candidatasse agora, certamente que não teria meu voto.

    ResponderExcluir
  9. Elaine, você me fez chorar com sua reflexão, pois eu, assim como você, um dia acreditei. Sim, aqueles que erraram devem pagar por seus erros. E para mim, restaram marcas profundas, não acredito mais em ninguém e ainda mais, acho que estamos sendo vítimas de um grande golpe. Não há o que comemorar, todos perdemos e isso é muito triste!

    ResponderExcluir
  10. Elaine, gostei muito do seu post, embora tenha uma visão diferente de como as coisas se sucederam após as coligações para conseguir finalmente se eleger como presidente. De qualquer forma também estou triste, por ele, por mim, por todos que tiveram a vida melhorada por ele e pelos que perderam algo (aí tem lógica o ódio), triste porque por mais que se faça algo bom, o que prevalece e conta é o que não foi bom, é como se o bem fosse deletado. Assim é a vida da gente, somos todos políticos.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Seu texto foi perfeito. Concordo plenamente!

    ResponderExcluir
  12. olá,Comecei a ler seu post e fiquei impressionada.Parabéns pelas palavras,pela forma educada,esclarecedora de fatos verdadeiros,mesmo eu que eu não tenha votado no PT e seus candidatos.Seu texto tem a coerência que tem faltado e muito aos nossos políticos ,todos,não importa o partido.O Brasil precisa levantar a bandeira da honestidade,do respeito as leis,porque estamos sendo envergonhados.Concordo plenamente com você,não há santos, nem tão poucos inocentes,no final,todos querem sua parte nos despojos.Estou aqui na torcida,para que mais pessoas,passem a refletir, antes de darem seu voto,a quem deveria nos representar.Obrigada pelo post,bjus.

    ResponderExcluir
  13. Oi Eliane!
    Adorei ler sua reflexão sobre o assunto. Eu tb já acreditei no Lula, mas hoje acredito que ele não se corrompeu (como vc pensa e eu respeito sua opinião), mas sim ele soube esconder muito bem quem realmente era.
    Fico triste pela situação do país, por ter o Brasil citado internacionalmente por causa de um ex-presidente preso. Mas fico feliz por ver a justiça finalmente funcionando, e torço para que funcione para os muitos outros corruptos que ainda estão soltos (muitos, inclusive, por culpa da morosidade do STF).
    Só uma opinião que quero te dar: não deixe Lula nem ninguém roubar sua esperança. Sei que é difícil confiar em políticos mas a esperança é o combustível que nos impulsiona a continuar buscando uma solução para nosso país tão amado. :)
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  14. O dinheiro e o poder, Elaine, revelam as pessoas.

    ResponderExcluir
  15. EU,UM DIA ACREDITEI QUE ELE PODERIA FAZER A DIFERENÇA E EM TODAS AS VEZES QUE SE CANDIDATOU O MEU VOTO FOI DELE.QUANDO FINALMENTE SE TORNOU PRESIDENTE,ME DEI CONTA QUE HAVIA COMETIDO UM GRANDE ERRO,SE BEM QUE AS OUTRAS ALTERNATIVAS QUE TÍNHAMOS TAMBÉM NÃO ERAM BOAS.NÃO PENSEM QUE FIQUEI FELIZ COM A SUA PRISÃO.A MINHA FRUSTRAÇÃO É GRANDE.ELE TINHA TUDO PARA SER UM GRANDE PRESIDENTE,MAS PREFERIU CAMINHOS OBSCUROS E INGLÓRIOS.MERGULHOU O PAÍS NO CAOS E NA DESESPERANÇA.FICO TRISTE AO CONTATAR QUE NESSE 14 ANOS DE PODER NÃO PODEMOS VISLUMBRAR ALGUÉM CAPAZ DE COLOCAR ORDEM NO PAÍS.ESTÁ TUDO CORROMPIDO.QUE DEUS NOS AJUDE A SAIR DESSA GRANDE ARMADILHA ARQUITETADA POR MENTES DIABÓLICAS. ABRAÇOS.hÁ ANOS,MAS MINHAS POSTAGENS DO MEU BLOG FALO SOBRE ISSO E SEMPRE PEÇO PARA QUE O POVO ACORDE.aCREDITE,ESSA HISTÓRIA,AINDA NÃO ACABOU...ABRAÇO

    ResponderExcluir
  16. Em 89 Lula não foi minha primeira opção. Votei nele no segundo turno e nas eleições subsequentes mas em 2002 definitivamente não. O Lula Light e PT rosa eram indícios de concessões..... E so foi eleito por isso. Sem conchavos não se elegem, quem está no poder e nos bastidores nao permite. Assim foi na eleição e reeleição, assim foi no "golpe" contra a Dilma. Não segue a minha cartilha, então está fora. É assim que funciona, é assim que vai ser sempre. Ever.

    ResponderExcluir
  17. Gostei da sua reflexão, porém penso que as pessoas estão confundindo, pois o processo judicial é sobre um triplex cuja escritura está em nome da construtora, ou seja, não é dele, nesse caso a prisão é injusta, pois como ser acusado de ser dono de um imóvel que apenas visitou, nunca morou ou pagou um IPTU que seja? Assim quem fica desacreditada é a nossa justiça que não se baseia em provas mas em "convicções" e com isso abre precedentes muito perigosos no âmbito legal. Porém a mídia tem feito questão de confundir e não informar de que se trata o processo. Ele não está sendo julgado pelo mensalão, ou propinas, ou malas de dinheiro, ele está sendo julgado pelo que o nosso sistema judiciário "acredita" que ele pode ter feito, sem prova cabal. Eu com isso tudo não acredito mais é no sistema judiciário que deixa prescrever processo de Jucá, Aécio, e cia e/ou os arquiva, assim como Não investiga Helicóptero de coca nem malas de dinheiro.


    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adelaide, há 21 anos comprei um apartamento da Cohab com contrato de gaveta, o apartamento era quitado pois o dono faleceu o que liberou a hipoteca da caixa. Só poderíamos fazer o contrato oficial depois do inventário que ficou por minha conta e durou uma eternidade. Mesmo com comprovantes de pagamento, minha mãe morando no apartamento, IPTU em meu nome, foi muito difícil regularizar a situação, para os cartórios e Cohab, EU NÃO ERA DONA.
      Ainda bem que consegui estrar em contato com os antigos donos e todos se prontificaram a colaborar e regularizei depois de 21 anos, muito roubo de advogados e outras canseiras.

      Penso que o Lula até ia usufruir, mas ser dele, patrimônio, nunca. Nossa justiça está politizada, cada vez mais.
      Abraço.

      Excluir
  18. Ótimo seu texto.
    Coerente e sensato.

    Tenho conversado sobre esse assunto com alguns amigos e percebemos que nós estamos do lado daqueles que nos beneficiam de alguma forma.

    Você falou muito bem sobre a melhoria de vida de grande parte da população e observando o golpe e agora a prisão de Lula, o que essa população sente é medo. Um medo que não paralisa. Ainda bem.

    Abraço

    filhadejose.blogspot.bom

    ResponderExcluir
  19. A Verdade doí mas se ele ficou lá tanto tempo fazia o jogo deles, e a gente bem sabe que se o politico estar lá e porque rouba também, o que eu acho injusto e que eles só permitam roubar a elite e estejam cada vez tornando mais claro o lugar de pobre. Queria eu que a prisão dessa criatura fosse só a prisão de um criminoso mas eles estão querendo ensinar o nosso lugar, se você olhar por todo país lugares dedicado as atender os pobres, clínicas da família hospital públicos estão pior do que jamais estiveram... Escolas públicas então nem se fala.

    Eu sinceramente não tenho esperança e fico chocada em pensar que nas eleições todo mundo vai sair de casa pra votar em mais um ladrão. Voto que é obrigado, gente que não entende de politica votando, o Brasil esta de chorar...

    Lula pode ter roubado, mas o que ele fez pelo povo tá feito, como eu digo pelo menos ele fez, até agora eu só tenho visto o governo cortar isso cortar aquilo, aumentar salários deles aumentar nossas contas.... Triste

    ResponderExcluir
  20. Olá, Elaine.

    Navegando em seu blog, cheguei a este texto. É a primeira vez que leio um texto pulsando no mesmo compasso do coração de seu autor como esse.

    Sem delongas, com muita sinceridade no que penso, acredito que seu desabafo dignifica a blogosfera.

    Parabéns pela coragem de expor seus sentimentos assim; parabéns por sua capacidade de escrever com tanta clareza e criar uma construção sintática tão bela.

    Um dia, cheguei a apertar a mão do Lula na Cohab Itaquera 2, São Paulo. Era a época da eleição contra Collor de Melo. Ele discursou e encheu o coração daquela gente de entusiasmo por uma vida melhor, apresentando-se como o passaporte para isso.

    E tempo passou. E você descreveu muito bem o que veio depois.

    Não podemos perder a esperança dessa vida melhor, porém isso só será possível quando o povo brasileiro entender que a melhoria só será viável com a conscientização de que ele (o povo) é o meio de estabelecer um país mais justo, digno de se viver e de se orgulhar.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…