As nossas cores e os nossos tons - * Blog Elaine Gaspareto * As nossas cores e os nossos tons - * Blog Elaine Gaspareto *

As nossas cores e os nossos tons

Publicado em 29/04/2018

Venho fazendo uma experiência há alguns dias, um exercício de reolhar a mesma paisagem, praticamente do mesmo ângulo, mais ou menos no mesmo horário, em dias diferentes, com o dia estando com humor diferente, e eu mesma estando também com sentimentos diferentes...

E, a cada nova fotografia, eu fico meditando, pensando naquilo que meus olhos estão vendo, e o que aquilo significa pra mim como pessoa que pensa (às vezes demais...), o que eu posso tirar de aprendizado daquilo que observo...
Quero compartilhar com você um pouco do que tenho visto.
Olhe atentamente as imagens abaixo e reflita comigo...


Um entardecer ensolarado, céu lindo, rico e claro...


Num outro dia, com um contraste lindo, claro-escuro, ouro-prata...


A mesma paisagem, num dia sem cor alguma, pálido e meio "coisado" como diz meu marido:


Um dia de tempestade. Nesse dia, uns 20 minutos depois da foto, caiu uma chuva densa, forte, rápida mas cheia de sons e de cheiros...


Ainda nesse dia olhe um close do céu (e ficou muito mais escuro, e denso):


Para, algumas tardes mais tarde ficar assim, um céu violeta (a foto não faz justiça) e um sol dourado, que se despedia do dia rindo feliz... 


E aí, uns dias depois, misturar tudo, o dourado com o escuro, o claro com o opaco, tudo junto, uma confusão de sentimento e cor:

Nós somos assim, já notou? Temos muitas cores, muitos tons... não somos planos, somos quase mutantes na nossa forma de ser, de sentir, de agir, de falar...

Nossas cores mudam, depende do dia, depende do ângulo, depende do olhar de quem nos olha... (e esse olhar de quem nos olha pode ser o nosso próprio, nunca esqueça).
Se quem nos olha quer nos olhar com bons olhos nossas cores reluzem, ficam incríveis até mesmo quando escuras e densas...

Se o olhar de quem nos olha (e esse olhar de quem nos olha pode ser o nosso próprio) quer ver o comum ou o triste, ou o feio, ou o deprimente... ele verá.
Porque tudo depende do modo de olhar, muito mais do que aquilo, ou aquele, que está sendo olhado...
Tá aí algo pra gente pensar...
Não é?
Painel Reolhar a Vida

Blogagem Coletiva Reolhar a Vida.
Clique aqui e saiba tudo sobre a proposta, e veja como fazer parte!
Seja muito bem-vindo para participar!






4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários:

  1. OLá Elaine, concordo demais com vc. Tudo dependo da forma de olhar, do ângulo que se escolhe. É como a história de enxergar o copo meio vazio ou meio cheio. Bjs e uma semana cheia de boas perspectivas, é o que lhe desejo..

    ResponderExcluir
  2. Realmente somos assim...Uns dias mais coloridos que outros..Mas que nunca nos falte o sol interior! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Lindo post, Elaine! É bom ser olhado positivamente, no entanto não é essencial, o olhar de fora só é essencial se ele diz que algo dentro de nós não está legal e concordamos com isso, aí é hora de mudar nossa paisagem.
    Adorei as fotos, abraço!

    ResponderExcluir
  4. Fotos maravilhosas, reflexão pertinente e um reolhar intenso fazendo uma analogia com nossos sentimentos, amei!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…