Desventuras em série, dias de luta, dias de glória... Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão - * Blog Elaine Gaspareto *

Desventuras em série, dias de luta, dias de glória... Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 16/12/2017


Não, você nem leu errado o título.
Estou mesmo juntando dias de luta com dias de glória, desventuras com gratidão...
E você não está entendendo nada, né?
Calma, vou explicar, segue o baile:

Num domingo desses eu fiquei fora de casa por algumas horas.
Chegamos bem tarde da noite, Bloguinho e Princesa trancados na sala, ficaram desesperados ao ouvir a gente chegando...
Marido enfiou a chave na fechadura da pesada porta de madeira da sala e... nada.
A fechadura não abriu, o miolo do cadeado deu tilt. E não, não pensamos em chamar chaveiro, aqui não tem, era madrugada rsrsrsr
🔑   🔐
E não, eu não tinha no chaveiro a chave da outra porta e mesmo se tivesse não adiantaria, é fechadura de segurança.
Meu cunhado ajudou, arrombamos a porta a golpes de martelão. Calcula o prejuízo...
Mas entramos em casa, tava tudo bem com os dog tudo. E eu comprei porta nova...
Dias atrás choveu muito aqui onde moro e minha lavanderia inundou. Tinha água pingando até da luz. Pedreiro, cobre de novo a lavanderia, arruma isso, arruma aquilo.
Dias de sujeira, de barulho, de dinheiro indo embora.
Mas tá lá, nem choveu mais dentro, parece que depois de anos o trem (oi? mineira?) está resolvido.

Lavanderia pronta?
O escapamento do carro deu o último suspiro. Troca, leva no mecânico, oh céus... os dias de luta não acabam?
Mas olha que benção: o carro deu problema na cidade, e se fosse na estrada?
💻
Alguns dias depois meu pc morreu. Nem se despediu, morreu e nem tive tempo de dizer goodbye.
Fiquei a semana toda sem computador. Era o processador, peça aliás que não tem aqui na minha cidadezinha. Veio de fora, mais gastos. Muitos, e nunca acaba...
Mas a parte legal é que não perdi nadinha que tinha no computador. E ele voltou, meu lindo onde ganho o pão de cada dia...

E tem a Menininha.


Parou de comer, a veterinária veio ver, fizemos exames, infecção.
Antibiótico, e nada dela comer, quase 10 dias ao todo.
E toma remédio, e toma vitamina, e toma caldo de legumes na seringa, e soro de hora em hora... só comia uns pedacinhos de frango na mão do marido, depois uns grãos de ração...
Dias em que eu fico parecendo um zumbi; não durmo, não me concentro...
Mas hoje ela comeu. Sozinha. E comeu até o remédio escondido na carne de frango.
Na terça que vem refazemos os exames.
To com esperança...


Pensa que acabaram as desventuras?
Que nada...
Tive um furúnculo na parte interna da coxa (olha o grau de intimidade da pessoa) que me deu até febre.
Tive refluxo.
E um bicho voador me picou, olha:


Inchou, ficou 3 vezes o tamanho que está na foto, doeu pra valer, levou um dia pra parar de doer...
Mas pensa numa pessoa que sara rápido. #essecarasoueu

Minha mãe, ao contrário, cada dia é algo novo.
Está com o coração grande, e isso não é jeito de falar. O coração dela tem crescido, e pressionado o pulmão. Ela sente muito cansaço, respira com dificuldade. Não tem cura, ao contrário. Ele vai crescer cada vez mais, e ela vai ficar cada vez mais cansada e com dificuldades.
Mas em contrapartida o marcapasso está bem, pressão controlada, diabetes idem.
E a véinha ainda tem força pra caçar briga com minha irmã rsrsrsr

E teve muito mais coisas...
Marido, que tem dias nem consegue levantar da cama, calor é a treva pra ele. Dor, fadiga debilitante, dentre outras coisas mais íntimas.
Dias bons, dias muito ruins. A Esclerose Múltipla nunca deixa a gente esquecer dela...
Mas, apesar disso, ele tá estável.
E estabilidade é tudo quando falamos de doença progressiva...

Ah, ia esquecendo...
Teve o Luke:


Mas aí é história pra outro dia...



Tudo isso no espaço de 2 semanas.
Sim, vida agitada, #eutenho
Logo eu, que gosto tanto de rotina...

Dias de luta, desventuras em série... mas em cada uma delas havia (mesmo que precisasse cavar bem fundo) algo para animar.
Me sinto grata porque com o tempo e a atitude correta quase tudo se resolve, e o que não se resolve é porque não tem solução.
Sim, há problemas que não tem solução, e aceitar isso é parte do exercício da gratidão...
Não é?

E chegamos a 50ª semana da  Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Não é incrível?





11 comentários via Blogger
comentários via Facebook

11 comentários:

  1. Nossa haja fôlego! Semana dura mais ainda assim gratidao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, dura mas ainda assim com pontos bons. Como a vida, né?
      beijossss

      Excluir
  2. Querida Elaine
    Vou lendo seu post e balançando a cabeça, concordo com você...
    Sim, é muito mais fácil reclamar, xingar e ficar muito brava, mas não adianta muita coisa, não é mesmo?
    Também passei por algumas situações parecidas. Da última vez que alagou minha lavanderia, pois minha maquina simplesmente nao parou de encher, eu aproveitei para dar uma geral na bagunça em vez de reclamar somente.
    Tive um furunculo dos grandes, menina, como dói, ne? Ja tive vários deles...rsrs, mas sararam também.
    Estou acompanhando e rezando para a Menininha ficar bem logo.
    E este Luke? Que lindeza!!
    50 postagens!!!! Parabéns, querida. Gratidão por este cantinho tão querido. Você me inspira muito. Fiquei um pouco afastada, ams estou de volta e espero que ela continue ano que vem :)
    Tamu juntas!!
    Bjks mil e uma ótima semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudia, furúnculo não é de Deus.
      Dói, me deu febre, andava como se tivesse feito cesárea rsrsrs
      Vou contar a história do Luke em breve, aquela propaganda enganosa que só tem tamanho e safadeza rsrsrsr
      beijossss

      Excluir
  3. Oi Elaine,
    Quanta coisa! Sempre digo que tenho medo de reclamar e dizer que não aguento mais, pois quando digo isso, acontece algo novo para provar que eu aguento sim.
    Espero que a sua cachorrinha fique boa. Eu estou com o meu gato, Biscoito, internado e acho que o meu 13° salário não vai ser o suficiente para pagar mais esta internação do Biscoito, mas quero muito ver ele bom, pois ele é um raríssimo gato cinza, listrado, daqueles que o povo chama de carijó.
    Espero que o seu marido melhore, ou que melhore este calorão, pois uma temperatura infernal dessa não faz bem a ninguém.
    Bjs e que venham melhores tempos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Betty, nem me fala em gasto com vet.
      E eu nem tenho 13º rsrsr
      #mimata rsrsrsr

      Excluir
  4. Oi Elaine! Que fase, cansa né...por mais que a gente tenha otimismo e gratidão por estar superando,por estar vivo...não é fácil...que dias mais tranquilos cheguem logo, torço por vcs assim como torço para os Baudelaire da série Desventuras em Série. Sinta-se abraçada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dalva, cansa mesmo. Tem dias que eu só queria rotina, sem surpresa, sem nada incomum, só um dia de rotina, sem nada me picando de preferencia rsrsrsr

      Mas sabe?

      Tá bom.

      Poderia ser pior (eu, Pollyanna rsrsrs)

      Excluir
  5. Olá Elaine, ter a capacidade que vc tem de ver o lado positivo das coisas ruins, é para poucos. Beijo e um Santo Natal para vc e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsr sou mesmo meio Pollyana, Val!
      beijos, feliz Natal pra ti!!!!

      Excluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…