As fases da vida da gente, e o que elas ensinam quando a gente deixa... - * Blog Elaine Gaspareto *

As fases da vida da gente, e o que elas ensinam quando a gente deixa...

em 16/10/2017

As fases da vida da gente, e o que elas ensinam quando a gente deixa...

Eu tenho instalado em meu smartphone (velhinho, 4 giga de memória, acredita?) um daqueles joguinhos de agrupar 3 peças, que faz barulhinho e é divertido pra passar o tempo nas salas de espera de hospital, por exemplo. Eu já zerei o jogo (que tem mais de 1500 fases)  e como ando passando muito tempo sentada em sala de espera e corredor de HC recomecei o jogo, só pra distrair mesmo.

Acontece que minha memória é boa, e lembro bem de umas fases do tal joguinho nas quais fiquei presa por semanas. Sério, em 2012/2013 eu passei semanas numa mesma fase. Cara, que coisa frustrante e difícil...
Mas passei e esse semana, re-jogando o jogo, cheguei na tal fase.
Passei de primeira.
Sério.
De primeira.

Como assim, joguinho???
Da outra vez eu sofri, levei semanas, e agora foi assim, tão fácil?
Tentei de novo e de novo pareceu muito fácil.
Fiquei pensando nisso desde então...

Parece com a vida da gente, e em como os problemas e dificuldades da gente podem parecer tão mais difíceis e intransponíveis em algumas "fases".
A gente luta, a gente tenta mas a fase não melhora e a solução parece não existir.
Já passou por isso? Eu já.
E na hora parecia que a vida nunca ia melhorar, nunca ia sair da fase ruim.
Mas, adivinha? Saiu, passou, outras fases vieram, e a gente segue o baile...

Daí, um dia, aparece de novo uma fase ruim e a gente já não se desespera mais como antes porque aprendeu que fase ruim também passa.
E aprendeu também a achar as ferramentas de sobrevivência, a achar o jeito de enfrentar a fase ruim.
E aí ela, a fase ruim, nem parece assim tão terrível. Porque a gente aprendeu que ela passará.

Estou falando tudo isso apenas para contar que me sinto muito grata pelas fases ruins. E sim, foram muitas, algumas desesperadoras de tão difíceis, mas aprendi com cada uma e guardei o aprendizado.
Gratidão, é o que sinto porque aquilo que a gente assimila e vence é uma lição eterna, um aprendizado pra vida.

Tanta digressão, né?
Mas eu só quero contar mais uma coisinha, do lado prático da vida:
Desde o ano passado meu marido tem tido problemas com a visão.
Como ele é portador de Esclerose Múltipla isso é aterrorizante, existe a possibilidade de haver uma lesão ma área do cérebro que comanda a visão, e aí já era...mas não adiantava ficar sofrendo por antecipação.
No HC pediram um monte de exames, fomos lá várias vezes esse ano, e hoje, exatamente hoje, tivemos o diagnóstico real.

Ele vai usar óculos porque a visão está bem comprometida e tende a piorar com a idade, mas ela não é causada por nenhum surto novo e sim é uma sequela do surto antigo.
Ou seja, ela não é indicativo de surto, mas sim consequência de surto antigo.
Se fosse antes eu teria ficado bem desesperada, mas com a sabedoria que passar por tantas fases na vida me deu eu apenas esperei e hoje, exatamente hoje, descobri que passar por mais essa fase será mais fácil do que parecia quando vi as possibilidades iniciais.

Não sei se to sendo clara ou se ficou confuso... to cansada num grau que tu não imaginas, e amanhã voltamos lá, mais um dia de corredor lotado, de gente sofrendo, mais um dia de HC.
Mas a fase? Nem é tão intransponível assim...
Gratidão. Sempre!


Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!


9 comentários via Blogger
comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Li com atenção e que boa essa relação com as fases do joguinho com a vida... bom saber que tudo passa e que essa agora do teu marido também passará. Aprendi que temos que bem viver nos intervalos das fases ruins...Daí nos energizamos pra prosseguir... beijos, tudo de bom,chica e boa sorte!

    ResponderExcluir
  2. Oi Elaine,
    Parabéns pela sua força. Qdo coisas ruins acontecem comigo, sou boa em dar a volta por cima, mas qdo coisas ruins acontecem com as pessoas que amo, me desespero. Queria ter a metade do seu discernimento.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Migah guerreira! Siga lutando pois mesmo que as fasem sejam difíceis elas vão passar logo e quando chegar no próximo nível vc vai lembrar q esse foi fácil! Beijos da Monaaa

    ResponderExcluir
  4. Menina, sei, e entendo bem deste joguinho... A vida segue, e eu aqui sempre torcendo por vcs! Bjossss

    ResponderExcluir
  5. Olá, Elaine! Adorei o post e estou torcendo muito por você!
    Será que você poderia me tirar uma dúvida? Estou pretendendo criar um blog e queria saber se no primeiro momento eu preciso obrigatoriamente contratar uma hospedagem, ou se posso usar a gratuita do blogger por enquanto e comprar apenas o domínio. Como é um projeto no início não pretendia investir muito agora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriella, eu uso, desde sempre, apenas o Blogger. Não uso hospedagem porque no Blogger ela não é necessária, só registrei o domínio e pronto.
      Hospedagem só será necessária se você for usar o Wordpress como plataforma.
      Se permanecer no Blogger só o domínio é o que precisa.
      bjssss

      Excluir
  6. Boa tarde!!!
    Gostei de mais do seu texto, essa comparação chegou em boa hora. Lhe desejo força e coragem para vencer as fases da vida. Fé que tudo passa, e como você bem disse aprendemos sempre.
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  7. Oi Elaine! Seu post me lembrou a palavra CALEJAR...que a gente nem se ouve ou lê mais...A experiência nos caleja como nos jogos, embora na vida a gente não tenha a opção (pelo menos na maioria das vezes) de escolher jogar de novo ou não. Usar óculos não é tão ruim, ainda mais quando hoje se é um acessório e bem aceito socialmente, na minha infância e juventude era um bulling danado rsrs, mas sobrevivi, enxergar não tem preço.
    E menininha, como vai? Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, Elaine!
    Seus textos sempre me emocionam e inspiram. Concordo quando diz que a fase ruim também passa. Deus te abençoe. Bjs.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…



Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários