Outubro 2017 - * Blog Elaine Gaspareto *

Encontre seus tesouros- Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 31/10/2017


Ainda bem que, na vida, se a gente cavar bem fundo, sempre encontra tesouros, né?
Pois é sobre isso que esse post tão curtinho quer falar: sobre aqueles momentinhos que são tesouro nos dias ruins ou difíceis...
A comida gostosa, mesmo em dia sem tanto apetite assim (raro, mas já me aconteceu rsrsrs)...


A companhia de quem a gente ama...


Recordação do passeio bom e divertido, das risadas...

Lembranças de um dia bom...


As plantas que tem na casa da gente... que nem pareciam que iam "vingar" mas que estão ali, lindonas!


Um morador novo na casinha...


A foto incrível, no momento exato, que mostra o final de um dia bom... e que, ao recordarmos, nos mostra que sim, existem dias muito bons!


Gratidão... pelas pequenas coisas que juntas tornam a vida essa coisa linda que ela é, no final das contas!

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!



QUERO LER O POST COMPLETO

Pudim caseiro sem leite condensado

em 27/10/2017

Pudim caseiro sem leite condensado

Aqui no blog tem algumas receitas muito boas de pudim.
Hoje quero te mostrar mais uma opção, que minha mãe fazia quando eu era criança e não havia acesso ao leite condensado como há hoje...
Aliás, já reparou que é muito raro uma receita de pudim que não leve leite condensado?
Poisé... mas essa é assim.
Olha que lindão que fica:

Pudim caseiro sem leite condensado

Quer aprender?
Vem comigo!

Ingredientes:

3 ovos grandes ou 4 se forem menores;
400 ml. de leite integral;
4 colheres (das de sopa) bem cheias de farinha de trigo sem fermento;
2 xícaras (das de há) de açúcar refinado;
gotas de essência de baunilha a gosto;

Modo de fazer:

Comece aquecendo uns 2 litros de água para o banho-maria.
Enquanto a água esquenta faça o caramelo: em uma panela de fundo grosso coloque 1 xícara bem cheia de açúcar e leve ao fogo até derreter e adquirir a cor de caramelo. Cuidado para não queimar, tá?
Depois que o açúcar estiver todo derretido pingue água e deixe os torrões se dissolverem em fogo baixo, sempre com cuidado para a calda de caramelo não queimar.
Calda pronta?
Forre o fundo e as laterais de uma forma para pudim. Reserve.

No liquidificador bata os ingredientes do pudim. Bata bem, para ficar bem homogêneo.
Despeje sobre a forma caramelizada, cuba com papel alumínio, amarrando-nas laterais com um barbante para ficar bem vedado.
Coloque a forma em uma panela grande o bastante para cabe-la, despeje a água quente no fundo da panela, tampe e leve ao fofo médio por cerca de 40 minutos.
Sim, fogo e não forno, isso mesmo.
O pudim estará pronto quando você espeta-lo com um palito e o palito sair limpo.
Pudim pronto?
Retire da panela (com cuidado, pelamor!) e deixe amornar antes de desenformar.
Desenformou? Leve para gelar e aí é só se jogar na delicinha que é!
Quer um pedacinho?

Pudim caseiro sem leite condensado


Dicas extras:

Se tentar desenformar quente ele pode quebrar, então espere amornar bem, de modo que dê para segurar a forma sem se queimar.
A essência de baunilha é opcional, mas eu gosto porque reduz o possível cheiro de ovo. Pode ser substituída por essência de coco, se gostar ou raspinhas de laranja.
Aliás, falando em cheiro de ovo uma dica boa é passar as gemas pela peneira pra retirar a película que a envolve. Essa película é que deixa o cheiro característico. Não raspe a peneira, tá?
No pudim da foto não tem mas se gostar pode acrescentar 100 gramas de queijo ralado, fica bem bom.
A textura do pudim é mais forme que o pudim de leite condensado tradicional. Mas não fica duro. Fica uma "casquinha" mais firme por fora e o interior fica macio e levemente cremoso.
Eu, de vez em quando, uso menos açúcar. Mas aí vai de gosto, tá?


Quer imprimir a receita?
Clica aí, ó:

Print Friendly and PDF


E aproveita pra me seguir nas minhas redes sociais, vamos ser mig@s?:

Instagram     Facebook   Twitter     Pinterest

E, claro: espalhe a receita por aí! Curta, compartilhe, comente!
Eu agradeço!!!!




QUERO LER O POST COMPLETO

Seleção de fontes gratuitas para baixar e usar

em 25/10/2017

Olá, girls and boys!
Você gosta de seleção de fontes para baixar e usar?
Eu amo, já falei aqui várias vezes que sou a louca das fontes, né?
Inclusive tem outras seleções aqui no blog, e também tutoriais de como baixar, descompactar e instalar fontes lindas, veja:


Fontes e Tipografia


Hoje separei essas, da imagem abaixo.
Para baixar é só clicar no nome da fonte, baixar, descompactar e instalar em seu computador.




Brinde especial


Se não quiser baixar uma por uma pode baixar o pacote completo de uma vez. Baixei todas e juntei num pacote só, e acrescentei essas 4 outras fontes, que estavam gratuitas tempos atrás mas agora não estão mais disponíveis:



Não é condição para baixar, mas como favor especial peço que você curta ou compartilhe o post em sua rede social preferida.
Posso contar com seu like?
Clique no botão abaixo e faça o download:


Baixar o pacote de fontes gratuitas



Aproveite a visita e confira também estes tutoriais:


QUERO LER O POST COMPLETO

Menu Colors Dropdown- com abas e sub abas, colorido e lindo!

em 24/10/2017

Menu Colors Dropdown- com abas e sub abas, colorido e lindo!

Algum tempo atrás eu mostrei aqui no blog uma opção bem bonita de menu horizontal, colorido e cheio de charme.
Recorde:
Menu Colors para blog- o menu mais fácil do mundo!

Hoje quero te mostrar uma versão mais moderna dele. Na verdade não chega a ser uma versão, trata-se de um menu bem diferente, mas como ambos compartilham o fato de serem coloridos e charmosos, achei que vale a comparação.
Estou falando desse menu, veja:


Demonstração do tutorial


Lindinho, né?
E se eu te disser que você consegue instala-lo em seu blog com apenas 1 passo? Aí fica perfeito, né?
Quer aprender?
Vem comigo, que é muito, muito fácil!


Como instalar o Menu Dropdown colorido no blog?


Essa versão que vou te ensinar é uma adaptação. Juntei no mesmo gadget o Código CSS, que define a aparência do menu, e o Código HTML, que é onde voce coloca seus links e modifica o nome das abas e sub abas.
Então, pra instalar é bem simples: acesse o painel de seu blog e clique em Layout.
A seguir clique em Adicionar um gadget e dentre as opções selecione HTML/JAVASCRIPT.
Na caixinha que expandir cole este código:


Copiar o código


Salve, arraste para onde deseja que fique (o ideal é abaixo do cabeçalho) e salve as alterações do Layout.
Seu menu já estará aparecendo.
Aí então é a hora de configurar os links, os nomes das abas e sub abas e editar as cores caso queira.
Deixei tudo especificado no próprio código; leia tudo pois ele te dirá exatamente o que fazer, onde alterar cores e onde inserir links e nomes das abas e sub abas.
Depois de tudo pronto é só salvar as alterações que fizer e tá feito!




Dicas extras:


Todas as cores, de todas as abas e sub abas são personalizáveis. Lembre sempre que cada cor é definida pelo código hexadecimal e pra alterar essa cor basta trocar o código dela pelo código hexadecimal da cor que você deseja.
Aqui tem uma tabela de cores e seus respectivos códigos.

Se o nome que você der para cada aba for grande o menu pode desconfigurar a as abas descerão. O ideal é ir editando, e se notar que as abas não cabem no espaço exclua alguma ou diminua o nome.
Para excluir uma aba é só excluir o código dela; está separadinho no código do menu, bem fácil de identificar.

Se quiser alterar a fonte e o tamanho dela também pode, basta localizar a área destinada a isso no código e alterar.

Caso tenha qualquer dúvida diga aí nos comentários e eu respondo assim que possível!
E, claro, pedir não custa: compartilhe ou curta esse post. Me ajuda demais!!!




QUERO LER O POST COMPLETO

O monstro grandão da frustração

em 23/10/2017


Quando eu era criança fui uma das melhores alunas da minha escola.
Não só da minha classe, veja bem, mas da escola.
Eu era boa aluna, só fui tirar um B em matemática no último bimestre da 4ª série porque tive catapora e faltei muito da escola e perdi prova.
Chorei muito aquele B feio e bobo manchando meu boletim perfeito, repleto de notas A.

Ganhava concursos de redação, de leitura, meu caderno era mostrado em outras salas como exemplo. Decorei a tabuada antes de todo mundo e era a mini-gente que mais lia na escola.
Na verdade, de tanto receber elogios, eu meio que me acostumei a eles. Achava normal, acreditava que merecia. Gostava. Fazia sempre um esforço a mais porque gostava dos elogios. E achava que teria sucesso em qualquer coisa que fizesse.
E, em geral, tinha mesmo.
Mas um dia eu, como a gente diz aqui no interior, caí do cavalo.

Toda escola, naquele tempo, fazia comemorações em feriados importantes.
Cada sala preparava uma apresentação, que podia ser uma música, um jogral (sabe o que é jogral? ainda existe?), uma mini apresentação de teatro, uma leitura dramatizada, etc...
Minha professora daquele ano escolheu uma poesia enorme e me escolheu para representar a classe nas apresentações daquele ano.

Eu memorizava tudo fácil, lia em frente a classe toda, e embora fosse muito tímida em outros momentos, quando se tratava da escola eu era muito segura e desinibida. Ela sugeriu que eu lesse a poesia; eu lia bem, sabia dar pausas, entonar a voz...
Mas isso não bastava para a menininha que gostava dos elogios. Eu queria fazer mais, queria fazer melhor, queria ser melhor. Decidi que ia memorizar a poesia e que a declamaria de cor no dia da comemoração de 7 de setembro.
Eu tinha uns 9 ou 10 anos e estava tão convicta que minha professora permitiu.

Todo dia, na semana que antecedia a comemoração, ela me fazia declamar pra ela a poesia. Eu fazia, incorporei uns gestinhos, fazia um movimento com as mãozinhas, ela ficava emocionada.
Pois bem.

No dia da comemoração todo mundo se apresentando, aquelas crianças que ficavam sem saber onde botar a mão, a voz baixa, lendo errado, fazendo pausa onde não havia e eu lembro claramente de pensar em como minha poesia seria melhor, em como eu seria melhor. Autoestima? Sim, temos rsrsrs
Quando chamaram minha classe lá fui eu, sozinha, diante da escola toda, no pátio da escola.
Pequena, miudinha (sim, eu era), uma das crianças mais pobres dali, de chinelinho de dedo velho e roupinha comprada em bazar da pechincha...  mas convicta que ia arrasar. Sempre me saía bem, só elogios.

Cheguei frente a frente com as classes todas reunidas, os professores todos, a diretora, todo mundo me olhando.
Abri a boca para soltar o primeiro verso e ...
Nada aconteceu.
A voz não saiu, as palavras decoradas com tanta facilidade fugiram todas correndo e eu fiquei sozinha ali, plantada no centro do pátio, muda.
Até hoje, passados mais de 35 anos, ainda não sei o que houve.
Simplesmente minha mente ficou em branco. Não estava nervosa, não estava com medo, não estava insegura.
Mas não disse uma palavra sequer.

Fiquei ali, parada, por algumas horas... mentira, devem ter sido segundos, até que a diretora me salvou, disse algo sobre ficar para outra vez e seguiu o baile rsrsrs
Lembro da minha professora me abraçar e dizer que estava tudo bem; eu não lembro se chorei, acho que não porque eu nunca choraria em frente aos outros. Devo ter erguido a cabeça e ignorado as risadinhas e todo o bullying que veio depois.
Ou chorei rios e sofri, realmente não lembro.
Sei que nunca mais falei sobre o assunto... Sei que nunca contei em casa, assim como nunca contei os triunfos, as notas altas e nem os elogios.

O tempo passou, eu cresci. E aí, você pensa, nunca mais me coloquei em uma situação assim, nunca mais me apresentei em público e nem falei diante de muita gente.
Engana-se, querido leitor.

Pra resumir: nos anos seguintes, em cada comemoração que havia, eu estava lá. Escrevi e "dirigi" pequenas peças de teatro, fui candidata ao grêmio estudantil, ganhei e perdi eleições e eu fui a organizadora da minha formatura de oitava série (outros tempos...) ou seja: o momento que poderia ter me feito encolher pra sempre na verdade me ensinou algo muito importante: perder faz parte. Errar, faz parte. Fracassar? Faz parte. Frustração? Sim, faz parte da vida.

Seria lindo eu dizer que nunca mais fracassei em nada, mas seria mentira.
Fracassei muitas outras vezes, como por exemplo ficar um último lugar quando tentei ser presidente do grêmio estudantil que havia ajudado a criar.
Tentei de novo no ano seguinte e perdi de novo. Desisti de ser presidente e me candidatei a oradora. Ganhei.

E depois, na vida, fracassei outras vezes mais. Muitas mais.
Mas a vida é isso aí, acertos e erros, ganhos e perdas, e ter fracassado daquele jeito memorável na infância, em frente todo mundo do meu mundo, foi marcante e, vejo hoje, muito educativo.
Aprendi, (ou comecei a aprender) ali a aceitar as falhas, os erros, a aceitar a frustração de não receber aquilo que desejava e achava que merecia. Entendi que era ruim ficar decepcionada comigo mesma, mas que fazia parte...
Sou grata por isso, por ter aprendido, sozinha, que por melhor que eu seja, sempre há a chance de fracassar, de errar e de ter que enfrentar o monstro grandão da frustração.
E que, afinal, eu não era tão boa assim. E não sou até hoje...


E sabe?
Tá tudo bem experimentar frustração.
Não "destruiu" a menininha que perdeu as palavras ensaiadas com tanta vontade (e que tinha gestinhos pra incrementar a apresentação rsrsrs) e certamente não vai arrasar, nem a mim e nem a ti, querido leitor.
Frustração é ruim, mas lidar com ela do jeito mais produtivo, é vida!
E segue o baile (que a gente tá em 2017, o ano dos memes da internet rsrsr)





Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!


QUERO LER O POST COMPLETO

Bolo de limão com iogurte

em 19/10/2017


Eu já postei aqui no blog, anos atrás, uma receitinha de Bolo de limão com glacê durinho. Gosto muito, mas hoje quero te dar a dica desse bolo de limão, que leva iogurte natural na massa.
Fica muito fofinho, gostoso demais e é bem fácil de fazer.
Olha como cresce e fica fofo:


Quer ver como eu fiz?
Vem, te conto tudinho!!!

Ingredientes da massa:
1 copo de iogurte natural (170 ou 200 gramas, depende a marca)
4 ovos inteiros;
2 xícaras (das de chá) de farinha de trigo peneirada;
1 colher (das de sopa) de fermento em pó químico;
1 xícara e meia (das de chá) de açúcar;
2 colheres (das de sopa) de raspas de limão;
2 colheres (das de sopa) de suco de limão espremido na hora;
meia xícara (das de chá) de óleo (se tiver use outro que não de soja);

Modo de fazer a massa:
Comece untando e enfarinhando a assadeira que vai usar. Lembre que a massa deve ocupar até 2/3 da assadeira, tá?
A seguir pre-aqueça o forno, a 180º.

No liquidificador bata o óleo, o iogurte, os ovos, o suco de limão, as raspas e o açúcar. Bata bem, até ficar uma mistura bem homogênea.
Depois de batido despeje em uma vasilha grande o bastante para caber e acrescente a farinha, devagar e sempre mexendo.
Acrescente aos poucos, fazendo uma chuvinha de farinha, sabe?
Misture sempre mexendo de baixo pra cima, com calma.

Depois que tiver misturado toda a farinha acrescente o fermento e incorpore.
Veja bem, não é bater, é incorporar, tá?
Despeje sobre a forma previamente untada e leve para assar.
Aí é aquela coisa, né? Forno, cada um é de um jeito, mas em média eu levo uns 25 minutos, em temperatura de 180º.
Sentiu cheiro de bolo? Espete um palito no centro e se ele sair limpo, tá pronto.

Cobertura:
Misture 2 colheres (das de sopa) de suco de limão fresco com 1 xícara (das de chá) de açúcar de confeiteiro.
Fica uma misturinha espessa.
Espalhe sobre o bolo ainda morno e deixe esfriar, vai endurecer um pouquinho.
Eu salpiquei açúcar de confeiteiro por cima e ficou uma delícia!


Dicas extras:
Se não tiver açúcar de confeiteiro basta bater açúcar refinado no liquidificador bem seco e ele fica fininho...
Não raspe a parte branca do limão senão amarga, tá? Raspe só o verdinho da casca.
Eu uso até azeite na massa, mas óleo de canola é o ideal. Mas se só tiver de soja, se joga...


Quer imprimir a receita?
Clica aí, ó:

Print Friendly and PDF


E aproveita pra me seguir nas minhas redes sociais, vamos ser mig@s?:

Instagram     Facebook   Twitter     Pinterest

E, claro: espalhe a receita por aí! Curta, compartilhe, comente!
Eu agradeço!!!!
QUERO LER O POST COMPLETO

Arquivo do blog personalizado- exibir postagens separadas por ano de publicação

em 18/10/2017

Arquivo do blog personalizado- exibir postagens separadas por ano de publicação

Um dos gadgets mais úteis do Blogger é o arquivo, mas ele é simples e meio sem graça, né? E sempre mostra as postagens do mesmo jeito...
Mas isso é coisa do passado!
Vou te ensinar hoje como personaliza-lo para exibir as postagens por ano de publicação, com efeito collapse.
Não entendeu?
Veja:

Demonstração do tutorial


Não é demais?
E é simples de fazer, dois códigos e pá!, tá feito. E ainda por cima é responsivo, ou seja: se seu template for responsivo ele se adapta perfeitamente!
Vamos?


Como personalizar o gadget Arquivo do blog- passo a passo


Comece acessando o painel de seu blog. a seguir clique em Layout, ou Design, é a mesma coisa.
Clique em Adicionar um gadget e dentre as opções escolha Arquivo do blog.
Configure exatamente assim:


Salve, arraste para onde deseja que fique e salve a alteração do Layout.
Claro, se você já tiver instalado o gadget Arquivo basta só reconfigura-lo como na imagem acima e salvar.
Ou se quiser ter mais de um modelo de arquivo pode, basta adicionar como expliquei acima :)

Agora vamos personalizar!
Abra a página com os códigos necessários à realização do tutorial:


Copiar o código


A seguir vá até a aba Tema de seu template e clique em Editar HTML.
Dentro da caixa de código que expandir digite </body> e tecle Enter para localizar.
ACIMA de </body> cole o CÓDIGO JAVASCRIPT.
Salve.

Agora localize ]]></b:skin> e ACIMA disso cole o CÓDIGO CSS.
Salve.
Se tudo deu certo seu gadget Arquivo já aparece como em meu exemplo.

Importante:
Para personalizar cores e fontes é tudo nesse CÓDIGO CSS. Está marcado em capslock onde é seguro mexer, ok?
Altere como desejar para que combine com seu template, salve e tá feito!
Não é muito simples?

Aproveita, querido leitor, e compartilhe esse tutorial.
Assim eu fico feliz e trago mais e mais tutoriais bem fáceis para deixar seu blog lindão!

QUERO LER O POST COMPLETO

Como criar um formulário de contato gratuito para o blog

em 17/10/2017

Como criar um formulário de contato gratuito para o blog

Cerca de 4 anos atrás eu publiquei aqui no blog um tutorial que mostra como criar um formulário de contato gratuito para usar no blog.
Ele ainda funciona perfeitamente mas de lá pra cá as telas que mostrei no tutorial mudaram, então resolvi atualizar o tutorial e mostrar as novas opções que estão disponíveis.
Para começar acesse o site que vai gerar o seu formulário de contato: 123 Contact Form
A seguir clique em Sign Up, que aparece no alto da tela, a direita. Abrirá uma página de opções, selecione a versão free (claro, selecione uma paga se preferir...).
Expandirá essa janelinha:

Preencha com seu email, insira a senha que deseja, conforme a senha e clique em Sign up.
Você será direcionado para uma página onde verá isso:


Clique em Contact & Lead Form.
Aparecerá essa janela:


Clique em Start with this template para editar, acrescentar ou excluir campos do formulário.
Para deletar algum campo (eu, por exemplo, deletei o  Phone) basta clicar no ícone da lixeira que aparece ao clicar sobre o campo que deseja editar ou excluir.
Para editar o texto de cada campo clique sobre ele; aparecerá, na coluna lateral esquerda, os campos editáveis.
Se quiser acrescentar mais campos basta clicar em ADD Fields, aí mesmo nesse menu lateral.
Editou com os campos que deseja? Então vamos personalizar!
Clique em Settings, no alto do menu.
Agora vá abrindo as páginas para editar:

  1. Notifications: eu não mexi nela, mas se quiser pode editar e ir testando; porém não tem necessidade.
  2. Tank you page: é a página para inserir um agradecimento ao leitor que enviou email. Apague a mensagem em inglês e redija a sua. Eu usei a clássica: "Obrigada pelo contato, retornarei seu email assim que possível".
  3. Themes: você vai escolher a aparência de seu formulário, coisas como cores do botão, de fundo, etc. Para editar clique em Duplicate e vá selecionado como desejar. Visualize e quando terminar clique em Save and aplly.
Terminou a edição? Clique em Publish, no alto do menu, e escolha a opção de onde irá inserir seu formulário. No caso de ser no blog escolha Blogger, mas como você verá pode ser inserido em praticamente qualquer lugar.
Se optar por ter o formulário no Facebook será gerado um app, mas é muito simples e fácil.

Supondo que você escolheu Blogger clique dentro da caixa com o código gerado e o copie.
Agora vá até o painel de seu blog e clique em Páginas, no menu lateral esquerdo.
Clique então em Nova Página e no editor de texto que expandir reverta-o para o modo HTML (basta clicar em HTML, no alto do editor de texto).
Cole então o código do formuário, nomeie a página se desejar e publique normalmente, como uma página comum.
Simples e fácil.
Não é?


Dicas extras:

  1. Caso futuramente queira alterar a cor ou os campos do formulário basta ir ao site 123ContactForm , fazer login e alterar lá.
  2. As alterações serão automaticamente aplicadas ao formulário presente em seu blog.
  3. Cada conta free dá acesso a 5 formulários distintos.
  4. Não é permitido retirar os créditos.
  5. O formulário é responsivo.
  6. Além dos campos tradicionais é possível criar formulários mais complexos, com perguntas de múltipla resposta, e na versão paga dá até pra incluir um botão para carregar arquivos.
Quer ver o tutorial antigo e conferir como tudo mudou? Acesse:





Olha o meu formulário, que criei para elaborar este tutorial:



Form generator powered by 123ContactForm.com | Report abuse



Gostou do tutorial, querido leitor?
Aproveite, e se puder curta, compartilhe ou comente no post; eu agradeço muito!
QUERO LER O POST COMPLETO

As fases da vida da gente, e o que elas ensinam quando a gente deixa...

em 16/10/2017

As fases da vida da gente, e o que elas ensinam quando a gente deixa...

Eu tenho instalado em meu smartphone (velhinho, 4 giga de memória, acredita?) um daqueles joguinhos de agrupar 3 peças, que faz barulhinho e é divertido pra passar o tempo nas salas de espera de hospital, por exemplo. Eu já zerei o jogo (que tem mais de 1500 fases)  e como ando passando muito tempo sentada em sala de espera e corredor de HC recomecei o jogo, só pra distrair mesmo.

Acontece que minha memória é boa, e lembro bem de umas fases do tal joguinho nas quais fiquei presa por semanas. Sério, em 2012/2013 eu passei semanas numa mesma fase. Cara, que coisa frustrante e difícil...
Mas passei e esse semana, re-jogando o jogo, cheguei na tal fase.
Passei de primeira.
Sério.
De primeira.

Como assim, joguinho???
Da outra vez eu sofri, levei semanas, e agora foi assim, tão fácil?
Tentei de novo e de novo pareceu muito fácil.
Fiquei pensando nisso desde então...

Parece com a vida da gente, e em como os problemas e dificuldades da gente podem parecer tão mais difíceis e intransponíveis em algumas "fases".
A gente luta, a gente tenta mas a fase não melhora e a solução parece não existir.
Já passou por isso? Eu já.
E na hora parecia que a vida nunca ia melhorar, nunca ia sair da fase ruim.
Mas, adivinha? Saiu, passou, outras fases vieram, e a gente segue o baile...

Daí, um dia, aparece de novo uma fase ruim e a gente já não se desespera mais como antes porque aprendeu que fase ruim também passa.
E aprendeu também a achar as ferramentas de sobrevivência, a achar o jeito de enfrentar a fase ruim.
E aí ela, a fase ruim, nem parece assim tão terrível. Porque a gente aprendeu que ela passará.

Estou falando tudo isso apenas para contar que me sinto muito grata pelas fases ruins. E sim, foram muitas, algumas desesperadoras de tão difíceis, mas aprendi com cada uma e guardei o aprendizado.
Gratidão, é o que sinto porque aquilo que a gente assimila e vence é uma lição eterna, um aprendizado pra vida.

Tanta digressão, né?
Mas eu só quero contar mais uma coisinha, do lado prático da vida:
Desde o ano passado meu marido tem tido problemas com a visão.
Como ele é portador de Esclerose Múltipla isso é aterrorizante, existe a possibilidade de haver uma lesão ma área do cérebro que comanda a visão, e aí já era...mas não adiantava ficar sofrendo por antecipação.
No HC pediram um monte de exames, fomos lá várias vezes esse ano, e hoje, exatamente hoje, tivemos o diagnóstico real.

Ele vai usar óculos porque a visão está bem comprometida e tende a piorar com a idade, mas ela não é causada por nenhum surto novo e sim é uma sequela do surto antigo.
Ou seja, ela não é indicativo de surto, mas sim consequência de surto antigo.
Se fosse antes eu teria ficado bem desesperada, mas com a sabedoria que passar por tantas fases na vida me deu eu apenas esperei e hoje, exatamente hoje, descobri que passar por mais essa fase será mais fácil do que parecia quando vi as possibilidades iniciais.

Não sei se to sendo clara ou se ficou confuso... to cansada num grau que tu não imaginas, e amanhã voltamos lá, mais um dia de corredor lotado, de gente sofrendo, mais um dia de HC.
Mas a fase? Nem é tão intransponível assim...
Gratidão. Sempre!


Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!


QUERO LER O POST COMPLETO

Menu horizontal abaixo do cabeçalho, que fica fixo ao rolar a página

em 09/10/2017

Menu horizontal abaixo do cabeçalho, que fica fixo ao rolar a página

Não é de hoje que me pedem pra ensinar como colocar no blog aquele menu especial que a gente posiciona abaixo do cabeçalho mas que fica fixo no topo ao rolar a página.
Não sabe do que eu tô falando? Veja:


Demonstração do tutorial


No meu exemplo, além de ter o efeito Fixar no topo ele também é responsivo e pode ser usado em templates responsivos ou adaptados para a versão mobile. No acaso do meu blog de testes ele está adaptado para a versão mobile.
Vou te mostrar como colocar em seu blog, tá?


Como instalar no blog o menu que fica fixo ao rolar a página


Dica importante:
Para começar eu sugiro que você teste antes em um blog de testes.
Coloque o mesmo template de seu blog real e faça o tutorial nesse blog de testes. Assim você sentirá mais segurança para realizar o tutorial em seu blog real.
Ok?

Copiar os códigos


Acesse o painel do blog onde deseja inserir o menu e clique em Tema.
A seguir clique em Editar HTML e dentro da caixa de código que expandir digite ]]></b:skin> e tecle Enter para localizar.
ACIMA disso cole o CÓDIGO CSS.
Esse é o código que define a aparência do menu, coisas como cores e fontes.
Como quero te ver feliz fiz de um jeito que essas alterações de cor e fonte podem ser feitas via painel do Blogger, na guia Tema/Personalizar/Avançado.
Inseriu o CÓDIGO CSS?
Salve.

Agora,na barra de busca, digite </head> e tecle Enter.
ACIMA da tag localizada cole o CÓDIGO JAVASCRIPT.
Salve.

Importante: observe o valor 359 que aparece nesse código.
Ele se refere à altura que o menu vai percorrer antes de se fixar no topo.
Essa é a largura exata do meu cabeçalho de testes.
Então, se seu cabeçalho mede um valor diferente (claro que deve medir, né?) altere esse valor 359 que está no código pela altura de seu cabeçalho.
Compreendeu? Assim a transição fica mais suave e harmônica.
Feito isso, salve.

Agora, na barra de busca, digite </header> e localize.
ABAIXO de </header> cole o CÓDIGO HTML.
Este é o código que você precisa necessariamente editar, ok?
No código você verá que deixei marcado onde é para colocar o link e onde é para colocar o nome das abas e sub abas.

Caso deseje inserir mais abas simples basta repetir o código abaixo tantas vezes quantas desejar aumentar o número de abas:

 <li><a href='LINK'>NOME DA ABA</a></li>

Caso deseje inserir mais abas multinível basta repetir o código abaixo tantas vezes quantas forem as abas multinível que desejar:

<li><a href='#'>NOME DA ABA<font size='2'>&#9660;</font></a>
<ul class='menus'>
<li><a href='LINK'>NOME DA SUB ABA</a></li>
<li><a href='LINK'>NOME DA SUB ABA</a></li></li>
<li><a href='LINK'>NOME DA SUB ABA</a></li>
<li><a href='LINK'>NOME DA SUB ABA</a></li>
<li><a href='LINK'>NOME DA SUB ABA</a></li>
</ul>
</li>


Aí é só editar, colocar o link para onde cada aba deve direcionar, colocar o nome de cada aba e sub aba e salvar.

Leitura recomendada:




Dicas extras:
Caso seu template não seja responsivo ative a versão mobile dele e o menu aparecerá automaticamente no celular.
Para ativar a versão mobile basta clicar em Tema e a seguir marcar Sim na caixinha Celular que aparece na tela.
A seguir escolha a opção Personalizar e salve. O menu vai aparecer.

Recomendo que você leia para entender melhor:



Importante:
Peço que você não reposte este tutorial ou os códigos em seu blog; caso ache que ele pode ser interessante para seus leitores indique através de um link como chegar aqui.
Falou, querido leitor?


E terminamos!
Espero que você aproveite e consiga fazer, mas se tiver qualquer pergunta por favor diga nos comentários e eu respondo assim que possível.
E se puder curtir o post ou compartilha-lo em suas redes sociais eu fico muito grata!



QUERO LER O POST COMPLETO

Não quero que roubem minhas jabuticabas... Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 08/10/2017

Eu sou chata.
Sim, sou mesmo, não é jeito de falar, não é exagero, é fato. Sou chata.
Sou aquela pessoa que não pisa a grama da praça, do canteiro, do jardim...
Respeito a plaquinha, mas na verdade respeito a grama.

Sou aquela pessoa que implica se alguém joga a embalagem do canudinho pela janela do carro. Se jogar chiclete mascado vou reclamar também. Gente, qual o motivo de jogar lixo pela janela? E em frente da própria casa? Nunca entenderei...

Se a placa diz 40km. por hora, então cáspita, anda dentro do limite. Marido? Sofre. Mas já evitamos muito acidente agindo assim.
Meu maior medo é atropelar um cachorrinho ou gatinho (ou pombinha, ou rolinha bebendo água na rua...) daí fico o tempo todo ligada: "olha o catioro, olha o gatinho dois quarteirões à frente...

Sou a mulher dessa imagem... #merepresenta

Sou aquela que jamais fura fila, jamais concorda que alguém estacione onde não deve.
Ontem mesmo aconteceu comigo: a fila da lojinha de 1,99 (utopia, nada lá custa isso) grande, todo mundo esperando pacientemente (ou não...) e eis que bem na minha vez aparece uma mulher, vinda do setor de bijus e diz, sem olhar na minha cara:
"Vou pagar essa notinha, é rapidinho, tem que pagar aqui pra retirar lá."
Fiquei pasma, ela realmente entrou na minha frente. Reagi:
"Acontece que fila, moça, é pra todo mundo."
"Ai, eu sei, mas é rapidinho".
E o caixa? Recebeu! Para meu espanto.
Disse isso pra ele, que esse é o motivo pelo qual esse país jamais mudará. Reclamamos de corrupção mas sempre que surge a oportunidade praticamos a mesma corrupção contra a qual reclamamos. Levar vantagem, essa é a regra.

Mas eu sempre sou a chata que reage. Faço cara feia quando estou em uma fila e chega um amigo e pede pra quem está na fila pagar pra ele. Sempre reajo, esteja atrás de mim ou à minha frente. Apenas uma vez uma pessoa conhecida fez isso comigo, mas ouviu um sermão tão grande que nunca mais nem me cumprimentou.

Sou a chata que fica aflita se está atrasada. Gosto de cumprir horário, se a gente sempre fizesse isso muita irritação seria poupada.
Prometeu? Cumpra. Combinou? Cumpra.
Tanto quanto estiver em minhas mãos, eu farei.
Não só por mim, mas por respeito ao outro.


Ontem, também, vi algo interessante: na esquina da praça central aqui onde moro tinha um vendedor de jabuticabas. A carriola cheia, ele distraído dando troco ao cliente, passou uma mulher e assim como quem não quer nada, meteu a mão na carriola e pegou jabuticabas. Caminhou uns metros, atravessou a rua e comeu. Sério, eu estava parada no semáforo e segui a cena.
"Ah, Elaine, mas são só algumas jabuticabas... deixa de ser chata."
O centro lotado, se todo mundo resolvesse "experimentar" algumas jabuticabas no fim do dia o vendedor não teria vendido nada e nem teria jabuticabas.
O mesmo vale para as uvas do mercado, canso de ver gente "provando", abrindo embalagem e deixando lá...


Uma pausa pra contar uma estorinha:

Quando eu tinha uns 4 ou 5 anos apareci em casa com uma mandioca.
Eu ficava muito na casa de uma vizinha, a vó Raimunda, que cuidava de mim quando minha ia trabalhar na roça, lá no final dos anos 70. Peguei a mandioca lá, sem ninguém ver, e trouxe pra casa.
Meu pai me interrogou sobre de onde veio a tal mandioca e eu contei.
No mesmo pé que eu trouxe ele me fez voltar e devolver, na mão da vó Raimunda.
Fui chorando, magoada e com medo. Mas devolvi e nunca esqueci.
Ah, comi mandioca naquele dia, vó Raimunda fez e trouxe pra mim, com dó da menininha que ela cuidava.
Mas aprendi: se é meu, é meu. Se é da outra pessoa e ela mesma não me deu, não posso pegar. Nunca.
Seja mandioca, seja dinheiro, seja confiança, seja lá o que for.
Sou grata por isso, por meu pai ter me ensinado isso, do jeito dele, mas de modo tão efetivo.

Fim da pausa


Sim, sou a chata.
E sou grata por isso. Não sei se é algo que me foi ensinado ou se nasci assim, mas sei que não sai de mim. Ainda bem.
Porque tudo o que quero nessa vida é passar por ela sem prejudicar ninguém, sem me aproveitar, sem levar vantagem que não mereço.
Não quero que roubem minhas jabuticabas, mas ficaria ainda mais arrasada se fosse eu a rouba-las de alguém...


E sim, chegamos à 40ª semana da nossa Blogagem coletiva.
Sério, parece que foi anteontem que começamos... né não?
Mais um motivo de à gratidão, pra somar todos os outros...

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!


QUERO LER O POST COMPLETO

Sobremesa tipo Sensação

em 06/10/2017


Sabe aquela vontade de uma sobremesa fácil que de vez em quando ataca a gente?
Veja essa, e me diz se não é a coisa mais linda e apetitosa que você verá nesse blog, hoje!
De pertinho:


Segue a "receita" (tão fácil que é exagero chamar de receita...):

Ingredientes da 1°camada:
1 lata de leite condensado;
1 lata de creme de leite sem soro ou homogenizado. Também pode ser 2 caixinhas de creme de leite;
1 envelope de suco em pó sabor morango. Use uma marca boa, e se achar com menos açúcar (alô Clight, me patrocina?), melhor ainda;

Ingredientes da 2°camada:
1 barra (200 gramas) de chocolate meio amargo picado;
1 caixinha de creme de leite

Modo de fazer:
No liquidificador coloque o leite condensado, o creme de leite e o suco de morango em pó.
Bata bem, até incorporar tudo.
Despeje sobre a taça ou travessa onde vai servir e leve à geladeira.

A seguir leve ao fogo o creme de leite e o chocolate picado.
Mexa sem parar até derreter o chocolate.
Espere esfriar completamente.
Despeje a ganache sobre o creme de morango e leve pra gelar, por no mínimo umas 2 horas.


E tá pronto!!!!
Fica tão gostoso...

Dicas extras:
Pode usar chocolate ao leite?
Sim, pode. Mas como o creme de morango já é bem doce pode ficar meio enjoativo... vai de gosto, claro.
Se gostar decore com raspas de chocolate. E no creme de morango vale colocar uns pedacinhos de morango fervidos brevemente pra evitar de soltar líquido.
Mas sem nada disso fica bom do mesmo jeito 😃


Faz aí e poste uma foto no seu Instagram, e me marca. Vou gostar de ver ;)



QUERO LER O POST COMPLETO

Look do dia- como ninguém pensou nisso antes?

em 04/10/2017

Look do dia- como ninguém pensou nisso antes?

Como você provavelmente já sabe, eu trabalho com internet e portanto estou online o dia todo.
Claro que não sobra muito tempo pra navegar à passeio por aí, mas de vez em quando (até por força do meu trabalho) eu encontro algumas novidades muito interessantes, que valem a pena serem compartilhadas contigo, querida leitora. Sim, o papo hoje é com as minas!

E como novidade é algo que a gente ama dicunforça eu quero te mostrar um site jovem e moderno, que chega para preencher um espaço também novo e que, pasme! ninguém havia antes pensado em transformar em modelo de negócio.
Não tá entendendo, né? Calma que eu vou explicar.

Imagine o feed do Instagram.
Mas não um feed qualquer, e sim um feed focado em blogueiras e influenciadoras de moda. Sim, daqueles que postam Looks do dia. Aquelas meninas que tornaram tão bombado a hastag #lookdodia
Com certeza lembrou de várias, né? Blogueiras, instagramers, youtubers, artistas...
Imagine um feed com vários looks do dia, juntos, categorizados, especificamente falando (e mostrando) moda feminina.
Imaginou?


Um novo jeito de acompanhar #lookdodia


Agora imagine a praticidade que seria se, ao navegar por esse feed fosse possível clicar no look e ir direto à loja que comercializa a peça que você está vendo.
Uma loja online, com tudo que a gente está acostumada (tabela de medidas, opções de envio, frete e pagamento, etc), e os valores de cada peça, de cada look que a gente está vendo. Ou ir direto ao perfil de venda do look, caso seja venda via direct.
Seria legal, né? Só que isso não existe...
#sqn
Porque sim, isso existe!
Acredita não?
Então olha esse site:
Vou resumir pra você o conceito do site Look do dia:

O site Lookdodia funciona como um feed do instagram, permitindo a pesquisa de looks e indicando onde comprá-los.
Se você se interessar pelo look  o botão Compre o look irá direcioná-la para a página do produto na loja ou no perfil do Instagram que o comercializa.

Mas a coisa só melhora!
No próprio site Look do dia, ao clicar sobre a imagem do look que deseja pesquisar melhor, é aberta uma página com informações mais detalhadas e completas sobre a peça em questão, além de mais fotos da produção, outras opções de uso, etc.
Aí, se realmente quiser avançar é só ir à loja (ou perfil do Instagram) que vende a peça e comprar como estamos habituadas em lojas virtuais ou direto de vendedoras via Instagram.

O modelo de negócios do Lookdodia é tão interessante que já foi matéria em sites de grande circulação, espia:

Além de ser um conceito muito inovador de conteúdo comprável, tem o pulo do gato que mostra, em minha opinião, uma visão diferenciada e um tino apurado: ter registrado a url lookdodia.com
Sério, como nenhuma blogueira de moda pensou nisso antes? Gente, é a # mais usada por blogueiras de moda e influenciadoras, ever!


Além de comprar, você pode vender!


E olha só que coisa linda: se você, além de consumir também vende peças de moda feminina pode acessar o site Lookdodia e enviar fotos de seus looks.
Basta rolar a página até o fim, clicar em Envie seu look, selecionar as fotos em alta resolução do look e enviar.
Os administradores entrarão em contato contigo para dar continuidade ao processo.
Não é demais? Uma vitrine dessas, inovadora e com tantas possibilidades...
Aproveita, garota!


E a navegação no site Look do dia, hein?



Para encerrar vou mostrar um vídeo onde mostro minhas primeiras impressões do site Look do dia.
Gravei pra testar a navegabilidade do site e pra te mostrar algumas coisas legais que vi por lá.
Aperta o play, é curtinho, só alguns minutinhos...


Gostou?
Acesse, conheça... e descubra onde vende e quanto custa aquele #lookdodia que sua blogueira de moda preferida postou no Instagram...

QUERO LER O POST COMPLETO

Como reduzir o peso das imagens e melhorar o carregamento do blog

em 03/10/2017


Uma das grandes preocupações que nós blogueiros precisamos ter quando elaboramos um post diz respeito às imagens que vamos usar. Elas precisam ser de boa qualidade, boa resolução, livres de direitos autoriais e não serem tão pesadas à ponto do blog não abrir em conexões mais lentas ou nos celulares.
Para encontrar imagens em alta resolução, livres para uso e gratuitas eu tenho a solução, já publicada anteriormente aqui no blog, recorde:



Mas, e quanto ao peso dessas imagens?
Você já pensou nisso?
Muitas vezes achamos que basta reduzir o tamanho da imagem para que o peso dela diminua. Embora isso aconteça, nem sempre queremos uma imagem pequena. Eu, por exemplo, uso há algum tempo imagens grandes, acima de 800px de largura e uma imagem de 640px não satisfaz a minha necessidade.
Mas também não posso subir uma imagem que pese muito, e uma imagem grande chega facilmente a mais de 1mb de peso. Impraticável, né?
Então, o que fazer?
Simples, querido leitor! Precisamos compactar a imagem.
Vem comigo, vou te ensinar um caminho bem simples!

Olhe essas duas imagens:




Nota alguma diferença entre elas?
Pode clicar sobre ambas, elas vão abrir em tamanho original.
Percebe que são idênticas?
Sim, são, #sqn
A primeira pesa 519kb e a outra, compactada, pesa apenas 90kb. Uma redução de 83%.
Bom, né?

Isso acontece porque, na compactação, são retiradas informações desnecessárias da imagem. Não, não adianta tentar ler, é linguagem  que só robots entendem.
Para nós importa saber apenas como fazer isso. Vou te mostrar o passo a passo:

Para começar escolha a imagem que deseja testar. Pode ser foto de celular, de máquina, foto de sites de imagens. Escolheu?
Agora acesse este site: TinyPNG
Você verá esta página:


Clique no quadrinho pontilhado e carregue a imagem que deseja.
Assim que concluir clique em Download e salve onde desejar.
Descompacte a pasta zipada e pronto, é só subir a imagem para seu post normalmente, como está acostumado.
Ah, dá pra comprimir até 20 imagens (ou 5MB) de uma vez.
Não é demais?

Uma dica importante é redimensionar a imagem antes de comprimi-la. Vejo muito blog por aí em que a pessoa sobe imagens direto da câmera, imagens imensas, que medem mais de 4000px de largura. Pra que isso, gente?
Redimensione sempre as imagens, para o tamanho mais adequado à largura de seu blog.
Mesmo que ele seja responsivo (como o meu) e as imagens sejam redimensionadas de acordo com a resolução de tela do leitor, ainda assim o peso permanece.
Então, nunca esqueça: antes de comprimir as imagens usando o site TinyPNG redimensione-as sempre!


Leitura recomendada:



Gostou da dica?
Então ajudaê, mig@: curte o post, ou compartilhe em suas redes sociais...
Eu agradeço demais!

*Crédito das imagens: Pexels
QUERO LER O POST COMPLETO

Tá respirando?

em 02/10/2017

respire!

O que você está fazendo agora?
Provavelmente não apenas lendo esse blog, né? A gente parece que nunca está fazendo só uma coisa...

Está lendo pelo celular, enquanto espera algo ou alguém? Na fila, na espera do médico, no intervalo do trabalho? Entre uma aula e outra?
Sentou uns minutos enquanto o arroz cozinha, ou enquanto o filho pequeno dorme aquele soninho de 3 segundos?
Consegue ler algo por 3 minutos sem pensar em nada mais?

Ou está lendo assim corridinho, entre uma coisa e outra? na verdade nem lendo direito, só correndo os olhos porque, né... a vida corre, tudo é pra ontem.
O telefone toca (e hoje em dia ele toca, apita, faz psiu, canta musiquinha, dança macarena), a campainha toca, o carteiro chegou, a vizinha chama, o marido chama, a filharada chama, a vida grita!
A máquina de lavar termina o ciclo, corre recolher a roupa que vai chover, o feijão tá cheirando queimado?
A  criança está quieta demais, vou lá ver...
O cachorro pegou um passarinho, socorro!

Trabalha fora? Danou-se. Aí sim é que a vida, essa apressada, pede passagem, e correndo que tooô com pressa.
De noite a cabeça não pára, as ideias fervem, a criatividade só trabalha naquela horinha entre deitar e dormir, será?
As pernas doem, as costas doem, a cabeça não esfria, o sono não chega, de repente dormiu...
Acorda e parece que foi uns minutos de sono, mas foram horas.
E recomeça porque, né? A vida não pára!

Pare um pouco agora. Sim, você que está lendo, pare agora.
Respire.


Respire.
A gente esquece de respirar.
Respire.
Não precisa ser assim, tudo tão acelerado, tudo tão ligeiro, tudo pra ontem.
Mensagem instantânea é bom. Mas a vida não precisa ser instantânea junto.
Respire.

A vida pode ser comida preparada devagar e não macarrão instantâneo, sempre feitos às pressas....
Nada é tão urgente assim.
Precisamos aprender a fazer as coisas no tempo de cada coisa, e não tentar equilibrar 3, 4 atividades ao mesmo tempo... e sempre acelerando...
Desaprendemos a esperar uma carta, não aguentamos 10 segundos de espera no trânsito, ficamos aflitos porque alguém visualizou e não respondeu em 30 segundos...
Quanto mais tecnologia para nos fazer ganhar tempo, menos tempo temos. Paradoxo cruel.

Sempre que percebo que estou acelerando demais, ansiosa demais, impaciente, querendo acelerar a vida... eu digo a mim mesma: res-pi-re!
Nada é pra ontem, nada é tão urgente, nada pode ter o poder de roubar a gente de nós mesmos.
Respire. Se acalme. Desconecte. Divirta-se. Sorria. Aproveite a vida. Respire.
Tá respirando?


Que ouvir um som relaxante por horas? Aperta o play, silencie por alguns minutos, respire...!

QUERO LER O POST COMPLETO


No Instagram