E o filme da Mulher-Maravilha, hein? - * Blog Elaine Gaspareto *

E o filme da Mulher-Maravilha, hein?

em 08/06/2017


Assisti ontem, em plena quarta-feira, ao lançamento cinematográfico (eita que chique dizer lançamento cinematográfico) mais comentado do ano:Mulher-Maravilha.
Última  sessão no cinema, saímos de lá já passava da meia-noite. O cinema em questão fica num shopping, e onde moro não tem shopping, o que significa que foram 80 quilômetros pra ir e outros 80 quilômetros pra voltar pra casa, já de madrugada.
Aí você pergunta:
Não é muita aventura pra ver um filme?
Sim, é.
Mesmo sendo longe, mesmo sendo relativamente caro (bom seria se a gente pudesse usar cupons de desconto no cinema, né?)
E mesmo assim valeu a pena?  você pergunta de novo.
Sim. Bota simmm nisso.

Antes deixa eu te falar a ficha técnica do filme (caso você tenha estado em outro planeta por esses dias e já não esteja sabendo tudo sobre o filme de cor e salteado (que frase antiga, meodeos...)

Ficha técnica:
Data de lançamento 1 de junho de 2017
Duração: 2 horas e 21 minutos
Direção: Patty Jenkins
Elenco:  Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen, Robin Wright, David Thewlis, Danny Huston, Elena Anaya, Ewen Bremner e Saïd Taghmaoui
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia
Nacionalidade: EUA

Sinopse:
O filme conta a origem da Mulher-Maravilha mostrando Diana (Gal Gadot), princesa das Amazonas, sendo treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível. Criada em uma paradisíaca ilha afastada de tudo chamada Themyscira, Diana descobre por meio de um piloto americano cujo avião cai na praia da ilha, que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo (a Primeira Guerra Mundial) e, certa de que pode parar o conflito por julga-lo obra do deus da guerra, Ares, decide deixar seu lar pela primeira vez. Travando 'uma guerra para acabar com todas guerras', Diana toma ciência do alcance de seus poderes e de sua verdadeira missão.

A história se concentra, com exceção de uma pequena conexão com Batman vs. Superman, na apresentação da origem da heroína. Estabelecendo suas raízes e explicando o motivo pelo qual ela irá aparecer no futuro, o roteiro segue a protagonista desde os seus primeiros dias na ilha em várias fases da vida, até o momento em que conhece o piloto Steve Trevor (Chris Pine) e parte com ele para lutar na Segunda Guerra Mundial. E matar Ares, o deus da guerra que no passado assassinou todos os outros deuses do Olimpo.

Veja o trailer:



Agora preste atenção, querido leitor!
O botão abaixo oculta spoilers importantes do filme.
Se você não curte spoilers NÃO CLIQUE NO BOTÃO.
Se clicar, é por sua conta e risco, ok?


O filme todo é lindo, emocionante, e teve uma cena que me fez chorar.
A cena é esta:


A cena linda mostra o nascimento da Mulher-Maravilha.
Sair das trincheiras, ser o alvo das metralhadoras, tudo para libertar um povoado preso entre as linhas inimigas, a Terra de Ninguém.
A cena é de arrepiar, e sim, eu chorei.

Parafraseando um tuíte que vi ontem:
"Dá pra entender porque os homens se sentem tão poderosos, com tanto filme de herói que existe. Eu vi um único filme de heroína e me sinto capaz de salvar o mundo".
Sim, bem isso.
Mulher-Maravilha é inspirador.


Tem Steve Trevor... 


"Um homem acima da média", responde Steve quando uma inocente Diana pergunta, ao  vê-lo pelado, se ele pode ser considerado um exemplar de sua espécie/sexo...
E de fato Chris Pine está no domínio total de seu Steve Trevor. Humano, divertido, lindo, heroico...


"Você vai salvar o mundo. Eu vou salvar o dia".
Lágrimas...


Além de Steve Trevor, tem os amigos que a ajudam a chegar na zona de guerra.
Se você assistiu Batman vs. Superman provavelmente lembra dessa foto:


Pois ela é a ligação entre ambos os filmes e estabelece a ligação entre Diana e Bruce Wayne no filme atual. Batman aparece sem aparecer, entende?


E as amazonas?


Robin Wright, apesar de pouco tempo de tela, impressiona como a General Antíope, tia de Diana e responsável por treinar a princesa.



E a Rainha Hipólita...


Connie Nielsen arrasa, e é dela uma das frases mais verdadeiras do filme:
"Tome cuidado Diana. Eles não merecem você."


Tem personagens legais e surpreendentes:


Etta Candy, melhor pessoa!


Sir Patrick... quem diria...


E tem vilões:


Doutora Veneno, vilã clássica da Mulher-Maravilha.


General Erich Luddendorff

E o vilão Ares?



Prepare-se pois nem tudo é o que parece... mas eu meio que "matei a charada" na primeira aparição dele.

Fim dos spoilers, tá?

E tem Gal Gadot...


A Diana Prince de Gal Gadot é poderosa e destemida, corajosa e divertida. Seus momentos na Londres tomada pela guerra, descobrindo aquele mundo novo e estranho, é engraçado de um jeito quase infantil. A pureza que ela tem nesses primeiros momentos junto ao mundo dos homens, admirando-se ao ver um bebê na rua ou achando curiosa a maneira como as mulheres se vestem, experimentando sorvete pela primeira vez...
Fonte da citação


Então, resumindo o que achei de Mulher-Maravilha:

1- O filme é muito bom, vale o ingresso (e no meu caso, a aventura) com certeza.
Só ficaria melhor se pudesse usar cupons de desconto pra comprar ingresso e combo do filme (comprei e ganhei um broche rsrsrs)

2- Gal Gadot nasceu pra ser a Mulher-Maravilha. Gerações vão relaciona-la a personagem. Perfeita, carismática, incrível nas cenas de ação, e quanto mais olhamos mais linda ela fica... quando sorri a tela se ilumina.

3- O roteiro é bom, bem escrito e quase sem furos.  A direção é primorosa e apenas no terceiro ato ela destoa um pouco, fica "grandiosa" demais. Mas não compromete o filme.  A trilha sonora é incrível!!!

4- Tem romance mas tão bem colocado que a gente suspira sem se dar conta...
Tem aventura, tem humor inocente, tem bons atores, tem imagens de arrasar...
e tem muito girl power, do jeito que, in my opinion, pode mesmo surtir efeito em nós e nas gerações futuras.

Ou seja:
Corre pro cinema, mig@s!


9 comentários via Blogger
comentários via Facebook

9 comentários:

  1. Obaaa!!! o meu medo de ler alguma crítica do tipo "não gostei"... rs Eu nem assisti ainda, mas minha prima, que fez aniversário dia 01/06, comemorou seu aniversário no cinema, com família e amigos. Ah... como eu queria ter ido! hahahaha
    Num encontro que tivemos aqui em casa, família toda, todo mundo comentando como o filme é maravilhoso e que só teve uma única coisa que não gostaram (algumas pessoas), que foi exatamente o romance... rs Porque ela fala em algum momento do filme, que homens são dispensáveis, mas em um determinado momento ela se envolve com o Steve, ne?... E então outras pessoas que viram o filme falaram q é exatamente o que outra mulher fala com ela (não sei se no filme ou nos quadrinhos, pq o pessoal aqui é muito ligado em super heróis e conhecem desde os quadrinhos rs) que não deve julgar o que não conhece e aí, quando ela conhece o Steve passa a conhecer esse lado aí... rs
    Enfim... tô super curiosa pra ver! Louca pra sair do cinema logo e eu poder ver no NetNow kkkkkkkkkk
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Telma, tem romance mas é muito bem colocado, e pra valer é apenas uma cena, delicada, simples mas bem feita.
      Sim, em determinada cena Diana diz isso, que "homens são essenciais para procriação, mas dispensáveis para o prazer" e ela tá certa, né? rsrsrs
      Mas amor e prazer são coisas separadas, e ela entende isso.
      Vai sem medo, o filme é lindo, é bom, e Gal Gadot é essa coisa linda, que assumiu o protagonismo dicunforça rsrsr
      beijossss

      Excluir
  2. Eu achei o filme tão delicado sabe???
    Super amei... as cenas de ação são lindas... a Gal parece ter 2 metros só de pernaaa ahahahahah que mulher lindaaaaaaaaa..
    Fiquei apaixonada

    Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, também achei. Um filme de esperança, exatamente a essência da Mulher-Maravilha.
      Verdade, os 1,78 dela parece que dobram de tamanho na tela. E o sorriso, que coisa mais doce...
      beijosssss

      Excluir
  3. Elaine..boa tarde..deixei uma mensagem na sua pagina no facebook..uma mensagem de desespero..preciso de ajuda..por favor..espero com ansiedade sua resposta..e como estou no blog dele..vai aparecer um nome de homem...mas sou eu ..Maria A. Bonfá...obrigada

    ResponderExcluir
  4. Não sei quando estreia em Portugal mas quero muito ir ver!
    Beijinhos grandes de Portugal!

    blomblogue.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. melhor filme do ano com certeza, chorei também, e eu ficava com tanta raiva daquele monte de cara machista querendo por ela de lado ou tratando ela como uma qualquer e ela ia lá e pá, arrasava com a cara deles. Amei de mais!


    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
  6. quero muitooo ver, e ainda nao consegui. no dia em q fomos ao cinema acabamos vendo outra coisa, pois esse nao tinha no nosso horário disponível. <3 Beijooo

    ResponderExcluir
  7. Já queria ver antes, agora então quero muuuuuuito mais
    Abraços

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…



Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários