Fevereiro 2017 - * Blog Elaine Gaspareto *

Como fazer bolo fofinho de atum?

em 27/02/2017


Quem cozinha todo dia sabe: de vez em quando dá um desânimo de panelas... especialmente num dia de sábado, por exemplo, depois da cozinha estar limpinha, louça lavada, fogão limpo...
A gente olha e dá uma peninha sujar tudo de novo...
Você se sente assim? Dá cá a mão mig@!
Para dias assim vou te dar uma sugestão muito gostosa, fácil e que vai sujar basicamente apenas a tigela da batedeira: bolo fofinho de atum!

Ele fica muito, muito macio, saboroso e é extremamente fácil de fazer.
Dessa vez fiz em assadeira grande porque queria a massa bem fina, mas o ideal é fazer em assadeira menor e cobrir o recheio/cobertura com parte da massa.
Assim fica parecendo um bolo fofo recheado.
Mas vai por mim, fica bom de todo jeito!!!!
Vem comigo!


Receita de bolo fofinho de atum



Comece aquecendo seu forno e untando a forma que vai usar.
Para o bolo que fiz usei uma forma retangular grande, 20cmx30cm, se não me engano. Ficou baixo, eu queria assim, mas se você preferir a massa mais alta diminua o tamanho da assadeira.
Depois de untar a forma, reserve.
Vamos aos ingredientes:

Ingredientes da massa:
8 colheres das de sopa bem cheias de farinha de trigo peneirada;
3 ovos, gemas e claras separadas;
2 colheres das de sopa de margarina;
1 pitada de sal ou um envelope de tempero pronto sabor legumes. Eu usei o tempero pronto.
100 gramas de creme de leite, eu usei de caixinha;
100 ml. de água fria;
1 colher das de sopa de fermento em pó químico (o fermento do bolo).

Ingredientes da cobertura:
2 latas de atum ralado;
1 cebola média ralada;
4 tomates cortados em rodelas finas;
azeitona fatiada à gosto;
cheiro verde picado à gosto;
1 envelope de tempero pronto sabor legumes. Se preferir use seus temperos usuais.

Modo de fazer a cobertura:
Sim, faça a cobertura antes, assim o tomate e a cebola soltam um pouco do líquido antes de irem pra massa.
Como fazer? Simplesmente misture tudo: tomate, cebola ralada, cheiro verde, azeitonas e o tempero, e reserve.

Modo de fazer a massa:
Na tigela da batedeira coloque as claras e bata em ponto de neve firme.
Transfira para uma vasilha e reserve.
Na mesma tigela coloque as gemas, o creme de leite, a margarina, o tempero e a água e bata para misturar bem.

Com a batedeira ligada vá colocando a farinha de trigo peneirada, sempre batendo.
Quando acabar a farinha olhe o ponto da massa: ele precisa ser consistente porém não pesado, um pouquinho mais "líquido" do que a massa de bolo.
Se a massa estiver muito densa pingue mais água, bata e desligue a batedeira.

Acrescente o fermento e incorpore, mexendo de baixo pra cima, sem bater.
Faça o mesmo com as claras em neve.
O objetivo é incorporar ar, por isso incorpore com delicadeza.
Depois da massa pronto despeje-a na assadeira untada, espalhe bem pra ficar reglar.
Sobre a massa distribua a cobertura.

Não coloque o líquido que se desprende do recheio. Veja como meu bolo está sem líquido. Isso é importante pois excesso de líquido fará a massa ficar pesada e perderá a leveza.

bolo fofinho de atum pronto para ir ao forno

Leve ao forno pre-aquecido por mais pu menos 20 minutos.
Fique de olho pra não queimar, em geral esse tempo é suficiente mas pode variar de forno para forno.
Estará pronto quando dourar e você enfiar um palito na massa e ele sair limpinho.

Enquanto o bolo fofinho de atum assa lave as tigelas usadas e pronto! Refeição pronta, pia limpa, tudo lindo!
Caso sobre um tempinho faça uma salada de folhas pra acompanhar. fica muito bom!!!
Quer um pedacinho?

pedaço de bolo fofinho de atum


Dicas extras:

  • Cada forno é de um jeito. O meu é muito potente e sempre queima embaixo das coisas. A solução que achei, para massas leves como essa, é colocar a assadeira com o bolo em cima de uma outra assadeira virada de boca pra baixo. Fica perfeito.
  • A temperatura ideal é até 200 graus, mas como te falei, depende do forno.
  • Pode trocar o atum por peito de frango desfiado, minha sogra faz e fica divino.
  • Não coloque sobre a massa o líquido que se desprende dos tomates. Isso deixará a massa pesada e não é isso que queremos...
  • Chamo de bolo e não de torta porque a massa fica muito leve, aerada como um bolo mesmo. Faz aí e você verá.

Experimenta e me diz se não é uma delicinha...
Enjoy!


Sabia que eu tenho um perfil no Pinterest?
Lá eu tenho uma pasta chamada Receitas, com muitas inspirações.
Veja, e se sentir vontade, siga meu perfil:




Quer imprimir a receita?
Clica aí, ó:

Print Friendly and PDF



QUERO LER O POST COMPLETO

Enquanto há vida, tá tudo dando certo - Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 24/02/2017

Enquanto há vida, tá tudo dando certo- Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Nem parece texto pra falar de gratidão.
Mas é.
Acontece que preciso começar do começo pra você entender como cheguei até essa postagem, hoje.

Como a maioria das pessoas que acompanham meu blog já sabem eu tenho um marido esclerosado.
Isso significa que ele foi diagnosticado (no começo de 2013) com Esclerose Múltipla. Tem até uma aba no menu pra falar só disso, caso você queira saber mais detalhadamente.
Pois bem.

Desde o diagnóstico as idas ao HC de Ribeirão Preto são frequentes. Às vezes mais, outras vezes menos, tem época de ir uma vez por mês, tem período de ir toda semana, tem vezes de ir vários dias na semana, depende.
Eu detesto ir.

Detesto o ambiente, a longa espera nos corredores, a longa estrada (moramos cerca de 80 km. do HC, mas pra mim parece 10 vezes mais), detesto o hospital, saio de lá destruída, cansada, com vontade de chorar. Muitas vezes eu choro. Escondida.
Mas sou imensamente agradecida por poder ir.
É que lá está o tratamento que possibilita ao meu marido lutar e viver relativamente bem.

Basicamente o tratamento dele consiste na aplicação diária de uma injeção sub-cutânea de acetato de glatirâmer.
Pra dar cara ao nome complicado as injeções são assim:



As ampolas precisam ser armazenadas sob refrigeração, e eu comprei esse pote organizador com fecho pra deixar tudo bem guardado, na geladeira, parte mais fria.
Tá cheio... todo dia sai uma, mas parece que nunca diminui. É pra sempre.
Sério.


Cada ampola dessas é uma aplicação, e é fornecida pelo Ministério da Saúde.
Ainda bem... pois é muito cara.
Me falaram que em países onde não há o fornecimento gratuito cada ampola chega ao equivalente à incríveis 1500 reais. Imagina isso?

Sei que no Brasil temos muitos problemas na área da saúde, nós mesmos estamos em uma saga (conto abaixo) mas medicamento de alto custo, ao menos para esclerose múltipla aqui no estado de São Paulo, é perfeito.
Nesses anos só teve atraso uma vez, sempre é entregue em dia, sempre em ótimas condições. Foi relativamente fácil conseguir a primeira entrega (que na época era outra medicação), e como eu disse, jamais falhou.

Isso é uma bênção imensa, enorme, gigante! Essa medicação faz a diferença entre meu marido estar andando ou estar usando cadeira de rodas, por exemplo.
Gratidão enche meu coração! E enche meus olhos de lágrimas pois sei a diferença que faz!

Como eu disse, o tratamento consiste basicamente na aplicação do acetato de glatirâmer. Mas a doença exige outros cuidados, e também terapias complementares.
Por exemplo a alimentação: ela precisa ser equilibrada, sem excesso de sal, sem excesso de gordura, nada de álcool, diminuir o açúcar, ingerir fibras, variar os nutrientes, etc.
Pense numa pessoa que precisa se virar na criatividade pra fazer comida variada, com muitas cores, muitos legumes, para um marido que gosta de fritura, de fast food...
Eu, nutricionista rsrsrs
Também é preciso cuidar dele, pra não deixa-lo passar agitação, picos de stress, agitação emocional.
E tem dias que ele não consegue abrir uma garrafa de água, então é tudo comigo pois ele tem tido muita perda de massa muscular e portanto, de força.

E sobre as terapias complementares é onde entra a nossa saga atual, que tem me tirado de casa 3, 4 dias na semana. E talvez vá aumentar.
No caso do meu marido a área mais afetada pela doença é a área da marcha, força, massa muscular e equilíbrio, então marido precisa fazer fisioterapia.
Acontece que aqui onde moramos não tem esse serviço do jeito que ele precisa. Só pagando, mas fica inviável porque é caro, e são sessões que nunca findarão.
Estamos em busca de opções mas por enquanto é no HC.

Além da fisio percebemos que ele precisa de acompanhamento psicológico.
Claro, é uma mudança de vida brusca demais, além dos medos, dos anseios, das dificuldades que vão surgindo. Cada dia é um desafio novo.
Eu, naquela bobagem de achar que conseguiria dar conta de tudo, achei que daria conta de lidar com o lado psicológico da doença.
Não dou conta, e acaba que também me afeta.
Ando tão afetada que pareço mais necessitada de suporte do que ele... #mimata

E, claro, aqui onde moramos até tem um ambulatório de saúde mental. Mas eu acho bem ineficiente. Uma sessão por mês, 30 minutos. Num ambiente que não é preparado para portadores de doenças como a EM. Aliás, até hoje não achei aqui um profissional realmente habilitado pra lidar com as intercorrências da EM. Já tive que explicar algumas coisas para alguns profissionais.
Um médico me disse que só teve uma aula sobre EM na faculdade... acho incrível mas é assim, pouca informação até entre profissionais...
Então, de novo, HC.
Assim, mais lá do que em casa, ao menos por enquanto.

Já pensei em parar o blog, pensei em deletar contas de redes sociais, pensei em tanta coisa... porque não dou conta mesmo.
É que além de tudo tenho mãe, e estou em débito com ela, que passou por tanta coisa recentemente, e está muito frágil e sofrendo...

E tenho eu, também ando em dívida comigo. Preciso ver o problema do câncer de pele que voltou (lembra que fiz um procedimento e contei aqui?), e cuidar dessa tristeza que não passa. Gente confusa e desequilibrada não ajuda ninguém, né?
Enfim, coisa demais pra Elaine de menos.

Tem dias que só quero chorar no escuro, de tanta aflição, cansaço, dor e medo.
Mas lembro que ter o tratamento é uma bênção, isso me sustenta.
Por isso me sinto tão grata!

Em março, talvez, o blog vá estar mais parado. Tem dias que não dou conta nem de responder emails...
Tenho dezenas de posts prontos, escrever me acalma... vou programar alguns, mas ativa mesmo só vou estar a Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão.
Aliás, se não fosse o amor que garrei por essa blogagem já teria parado o blog desde janeiro...
Mas como eu disse, escrever me faz bem, sigo insistindo porque aqui tem um refúgio nos dias maus...


Ilustração: Mônica Crema
Falei no começo que não parece texto de gratidão, mas que é sim.
Porque é, de verdade.
Sou grata pelo tratamento do meu marido, sou grata pelos dias bons, sou grata pelas buscas que dão certo, sou grata porque tem coisa que dá errado e faz a gente tentar por outro caminho.
Sou grata porque, mesmo nos dias mais duros, mais sombrios, a gente ainda ri, a gente ainda olha as coisas boas e se dá conta que elas superam em muito as coisas ruins...
Sou grata porque há vida, e enquanto há vida, tá tudo dando certo.
Né?




Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!

Importante: só serão aceitos os links dos posts que participam da BC #52semanasdegratidão. 
Não insira o link de seu blog se não está participando, ok?
Caracteriza participação na BC #52semanasdegratidão o post que estiver dentro do tema e exibir o selo e o link da blogagem, seja no post ou na sidebar do blog.
Posts aleatórios sobre outros temas, que já fazem parte dos posts "normais" de seu blog não serão aceitos no Painel da Gratidão.
Por favor não insista.



QUERO LER O POST COMPLETO

Galeria de vídeos do Youtube em formato de slide dinâmico

em 22/02/2017

Galeria de vídeos do Youtube em formato de slide dinâmico

Você tem canal no Youtube?
Tem?
Então esse tutorial é feito sob medida pra você, que deseja exibir seus vídeos recentes ou seus vídeos mais relevantes em seu blog!
Ele vai ensinar como colocar em seu blog um slide com os seus vídeos preferidos, de seu canal do Youtube! Isso pode aumentar as views de seus vídeos e também aumentar seus inscritos.
Quando terminarmos esse será o resultado:


Demonstração do tutorial



Não é legal?
Vamos aprender?
Para começar abra a página com os códigos necessários à realização do tutorial e a mantenha aberta.


Copiar os códigos


A seguir acesse a aba Modelo de seu blog e clique em Editar HTML.
A seguir, dentro da caixa do código-fonte tecle Ctrl+F e na barra de busca que aparecer digite <head> e tecle Enter para localizar.
Está bem no começo do código, tá?
Abaixo dessa tag de abertura cole o CÓDIGO CSS.
Salve.

Agora, na barra de busca, digite </body> e tecle Enter.
Acima dessa tag de fechamento cole o CÓDIGO JAVASCRIPT.
Salve.

Agora vá à aba Layout de seu blog, clique em Adicionar um gadget e na janela de opções que aparecer selecione HTML/JAVASCRIPT.
Na caixinha que expandir cole o CÓDIGO HTML.

Salve, arraste para onde deseja que fique (eu sugiro abaixo do cabeçalho, abaixo de seu menu ou acima da área dos posts) e salve a alteração do Layout.
Visualize.
Se tudo deu certo o slide de vídeos está funcionando em seu blog.


Editando o slide e trocando os vídeos exibidos pelos que você deseja mostrar



Agora chegou a hora de colocar seus próprios vídeos no lugar dos meus, ok?
Vamos lá: no código HTML/JAVASCRIPT você verá esse comando:

<img alt="Youtube Video 1"
 data-type="youtube"
 data-videoid="eQYqeG2ZNnE"
 data-description="Contador de visualizações individuais para cada post do blog" />

Ele se repete para tantos vídeos quantos estão sendo exibidos.
Note o trecho que marquei em vermelho.
Ele é o ID do meu vídeo.
Cada vídeo do Youtube tem um ID único.
Acesse seu canal e veja algum vídeo. No caso do meu primeiro vídeo o endereço que aparece no navegador é https://www.youtube.com/watch?v=eQYqeG2ZNnE
Percebe a terminação dele, no navegador? Esse é o ID do meu vídeo e cada vídeo seu tem um ID assim, único.

Então, para trocar o meu vídeo pelo seu apague o ID e coloque o seu.
Faça isso em todos os comandos de cada vídeo: Vídeo 1,  Vídeo 2, Vídeo 3 até terminar todos.
Feito isso, salve.
Agora seu slide deve estar exibindo os vídeos que você selecionou.
Demais, né?
Vamos às dicas extras?


Dicas extras para configurar o slide de vídeos do Youtube



Quantidade de vídeos:
No meu exemplo eu listei 11 vídeos; pode ser mais, pode ser menos. Se quiser menos basta apagar do CÓDIGO HTML o comando dos vídeos que não quer. Se quiser mais de 11 basta acrescentar mais comandos ao código, antes do fechamento </div>.

Editar cores e fontes:
Então, aí é mais tenso.
Como o código que define a aparência é bem longo eu hospedei como arquivo .css
Assim sendo, para editar a aparência você precisa baixar os arquivos, colar em um bloco de notas e editar como desejar. Aí precisa hospedar novamente para que as alterações funcionem.
Ou seja: dá trabalho, mas se você gosta de desvendar e entender como os códigos funcionam vale a pena o trabalho.
Clique no botão abaixo para copiar os códigos CSS, edita-los e daí então hospedar:


Copiar os códigos CSS


Hospede os scripts para nunca perdê-los:
Esse slide requer 4 scripts para funcionar: 2 scripts .css e 2 scripts .js, que eu hospedei em minha conta Google Sites.
Acontece que eu recomendo vivamente que você baixe cada um dos scripts, salve em seu computador e hospede-os.
Depois de salvar em seu computador você deve hospedar esses scripts em sua própria conta Dropbox, Google Sites ou qualquer outro host que você use.
Eu prefiro o Google Sites.
Não sabe como fazer isso?
Eu ensino aqui:


Depois de hospedar os arquivos em sua própria conta substitua o endereço dos meus arquivos hospedados pelo endereço dos seus.
Isso é extremamente importante para evitar que seu slide saia do ar no futuro devido à excesso de tráfego ou se um dia eu deletar os arquivos do meu servidor.
Para baixar os scripts para seu computador basta clicar, na página de códigos, em cima do endereço de cada um deles.
O download será automático.

Para facilitar o entendimento de como salvar os arquivos, hospeda-los e trocar os links nos códigos eu gravei a execução deste tutorial em vídeo.
Aperte o play, veja como é feito e se tiver alguma dúvida relativa ao tutorial diga nos comentários e eu ajudo se puder :)





Quer me ajudar? Curta, comente e compartilhe esse post.
Isso ajuda o blog crescer e chegar à mais pessoas...
Muito obrigada, e aproveite o tutorial!
QUERO LER O POST COMPLETO

Como fazer água de lençol caseira + Como dobrar lençol de elástico facilmente

em 20/02/2017


Não é só pra quem é dona de casa, é pra todo mundo que ama uma cama cheirosa, gostosa de deitar, bonita de olhar...
Sabe aquele cheirinho de roupa limpa, aquele ar de casa limpa?
Então, a primeira dica doméstica que quero compartilhar contigo hoje é sobre isso: um aromatizador de lençóis, ou "água de lençol".
Vou compartilhar a receitinha de água de lençóis:

Ingredientes:
100ml. de essência de sua preferência (lavanda, capim cidreira...) desde que seja para produtos de beleza. Essência para velas não serve, tá?;
700ml. de água mineral;
200ml. de álcool de cereais (você compra em farmácia);
Se quiser dar uma corzinha pode acrescentar corante à base de água. Eu não uso.

Modo de fazer:
Misture todos os ingredientes e coloque em um recipiente aberto, guardado dentro de um armário fechado. Mantenha assim por umas 18 horas.
Isso (deixar o recipiente aberto) fará o álcool evaporar e concentrará a essência.
Aí coloque a sua água de lençóis em um recipiente com spray e use.

Atenção:
Não borrife diretamente sobre a cama, borrife para o alto e as gotinhas cairão nos lençóis. Assim evita encharcar ou manchar.
Fica um cheiro tão bom que eu borrifo nas cortinas, na capa do sofá, nas almofadas...
Guarde sua água de lençóis em lugar protegido da luz para não degradar a essência.


Como dobrar lençol de elástico?


Falando em roupa de cama, lembrei dos lençóis de elástico.
Gente, aquilo é tenso de dobrar, na maioria das vezes eu só embolava tudo.
Mas acontece que troquei de guarda-roupa no final de 2016, e me desfiz de uma cômoda, que está à espera da reforma.
Aí tive que organizar as coisas para caberem na cômoda que restou e no guarda-roupa novo, que é menor que o antigo.
Então lá fui eu aprender como dobrar lençol de elástico.
Santa internet!

Achei muitos jeitos de fazer, mas separei pra compartilhar contigo  os 2 mais simples e que até marido conseguiu aprender.
Deixo os vídeos abaixo.
Acredite, é a salvação dos lençóis embolados...




Para terminar, e te inspirar, separei do meu Pinterest, algumas inspirações de camas lindas e bem arrumadas.
Tanta lindeza... vontade ter todas...


Roupas de cama em tons de bege e marrom






Roupas de cama em tons de azul e/ou turqueza







Roupas de cama em tons de rosa







Roupas de cama brancas






Roupas de cama em mesclas de preto







E pra encerrar um dos meus favoritos, a mescla de verde água e floral em tons de rosa, coisa mais linda!



Gostou das minhas inspirações?
Quais as suas preferidas?
E o lençol de elástico, você tem outra dica de como dobra-lo sem sofrência?
Conta pra mim, e se fizer a água de lençol me diz, vou gostar de saber!!!

Aproveite e siga meu perfil lá no Pinterest:

Elaine Gaspareto

Enjoy!


*A imagem de capa do post é uma cortesia do nosso parceiro Shutterstock.

QUERO LER O POST COMPLETO

A comida que a gente come- Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 17/02/2017


Eu amo cozinhar.
Aprendi antes dos nove anos, na beira do fogão à lenha, e depois na beira de um fogão Dako de asinha, azul e branco. Quanta saudade eu tenho daquele fogão... do Dakinho azul e branco, não do fogão à lenha, que esse eu detestava...
Aprendi o básico com minha mãe, mas quem me ensinou fazer o mais básico de tudo, arroz, foi meu pai.

Um dia, eu mal alcançava a altura do fogão, ele me mostrou como fazia... me ensinou a cobrir o arroz com água, a ficar de olho pra não queimar...
Aprendi cozinhar as comidas que ele gostava: maionese, macarronada, frango ensopado, "sopa de mandioca", carne de porco... porque queria transmitir amor através da comida.


Daí, anos depois, com 12 anos, trabalhei em uma casa onde eu fazia o almoço. Fui aprendendo, testando, descobri que gostava. Inventava pratos, aprendia sozinha.
Sentia alegria quando elogiavam as comidas que eu fazia. Lembro de um patrão gostar muito da polenta recheada com molho de carne moída...


Hoje em dia cozinhar, pra mim, é uma prova de amor.
Parece clichê, mas acredito que a gente coloca no preparo da comida as nossas intenções, os nossos afetos, o nosso amor.
Gosto de cozinhar pra mim, para meu marido.
Gosto quando tenho mais tempo e faço uma comida mais caprichada, e mando um pouco pra minha irmã... acredito que a comida transfere afeto.
Confort food...

E me sinto imensamente grata pela comida. Amo comer, amo cozinhar, amo ter comida com fartura porque nem sempre foi assim pra mim e sei, com muita tristeza, que não é assim pra milhões de pessoas.
Tenho um profundo respeito pela comida...


Quando eu era menina uma professora ensinou que jamais devemos desperdiçar comida. Ela dizia que até os grãos de arroz que a gente deixa ir embora quando lava o arroz na pia deveriam ser preservados porque aquilo que a gente desperdiça está faltando na mesa de alguém. Isso ficou em mim de tal forma que toda vez que vou lavar arroz lembro dela e desse ensinamento.
Sou dessas... fico triste quando algum alimento se perde aqui em casa...


Como eu disse, sou muito, muito grata pela comida. Grata por quem plantou, por quem fez chegar até mim. Sou grata pela fartura de hoje, sou grata por viver num país tão incrível, basta jogar uma semente na terra e ela vira alimento.
Na casa onde minha mãe mora, onde eu cresci, sempre foi assim.
Cresci com pés de mandioca, milho, abóbora, caxi... que saudade eu sinto de caxi...
Basta plantar, e daí um tempo, colhe-se.

Não tem mandioca mais macia e saborosa que aquela da casa da minha mãe.
Nem cebolinha mais cheirosa...
Esses dias minha mãe mandou abobrinhas, colhidas de um pé que brotou sozinho no quintal dela. Não é um milagre?



Sinto uma alegria muito grande quando cozinho. Coloco amor, faço com amor, faço agradecida...
Sou grata por ter o dom de cozinhar bem, por ter aprendido cedo, e porque nunca foi um peso ou uma imposição. Aprendi porque precisava, mas levei adiante porque gosto.

Muita gratidão pela comida que vai estar em meu prato hoje...
E pela comida que vai estar em seu prato hoje, querido leitor...
E, além da gratidão, esperança...
De que essa comida um dia não falte no prato de mais ninguém nessa Terra...


Dica: em cada imagem do post tem uma receita linkada. Clique pra ver, tudo coisa gostosa!


*Todas as imagens deste post são uma cortesia Shutterstock.

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!

Importante: só serão aceitos os links dos posts que participam da BC #52semanasdegratidão. 
Não insira o link de seu blog se não está participando, ok?
Caracteriza participação na BC #52semanasdegratidão o post que estiver dentro do tema e exibir o selo e o link da blogagem, seja no post ou na sidebar do blog.
Posts aleatórios sobre outros temas não serão aceitos no Painel da Gratidão.
Por favor não insista.


QUERO LER O POST COMPLETO

Antepasto de berinjela- pronto em 5 minutos!

em 16/02/2017

Antepasto de berinjela- pronto em 5 minutos!

Antepasto, caponata... cada um chama de um jeito, mas isso pouco importa. Importa que fica bom demais! Seja pra acompanhar um pão ou torrada, pra comer com arroz fresquinho... até como molho pra macarrão eu uso.
Vou te contar como faço, tá? Facinho, fica pronto em 5 minutos contados!


Como fazer caponata (ou antepasto) de berinjela em 5 minutos


Ingredientes:
1 pimentão vermelho cortado em tiras;
1 pimentão amarelo cortado em tiras;
1 cebola grande cortada em rodelas ou em formato de meia lua;
2 berinjelas cortadas em cubos ou tiras;
1 tomate grande cortado em cubos;
2 dentes de alho espremidos (pode colocar mais se gostar, eu prefiro mais suave);
uva passa preta à gosto;
100 gramas de azeitonas fatiadas;
100 ml (mais ou menos) de azeite;
50 ml. de vinagre ou aceto balsâmico.

Modo de fazer:
A parte mais demorada é cortar os vegetais.
Olha como eu costumo fazer (mas você corta como achar melhor, claro):



Tudo cortadinho?
Coloque os vegetais na panela de pressão, salpique sal à gosto (uma colher de sobremesa rasa, em média), coloque o azeite e o vinagre (ou aceto balsâmico), as uvas passas e as azeitonas.
Tampe a panela e leve ao fogo.
Sim, mig@, sem colocar água.
Assim que a panela pegar pressão conte exatos 5 minutos.
Depois desse tempo desligue o fogo e deixe a pressão sair naturalmente.
Tá pronto seu antepasto de berinjela.

Depois de frio guarde em um pote (preferencialmente de vidro) na geladeira.
Por causa do vinagre (ou aceto balsâmico) aqui em casa dura mais uma semana.
Não sei a durabilidade exata, mas nem vai demorar tudo isso pra comer, né? Fica tão bom que acaba rapidinho...
Quer uma torradinha?




Você tem outra receita ou outro jeito de fazer?
Compartilha com a gente!



QUERO LER O POST COMPLETO

A importância da manutenção dos equipamentos de ar-condicionado

em 15/02/2017


Com a intenção de fornecer uma melhor qualidade do ar no ambiente, equipamentos modernos de ar-condicionado podem trazer inúmeros benefícios e vantagens para todos os que usufruem de seus atributos.

Tanto no que diz respeito a refrescar o local e fazer com que a temperatura fique agradável, como também no bom funcionamento do equipamento, a manutenção periódica pode favorecer a saúde dos usuários e impedir que alguns tipos de bactérias se propaguem pelo ar, assim como também mau cheiro e fumaça de cigarro.

O ar climatizado é filtrado e quando utilizado com responsabilidade melhora consideravelmente a disposição das pessoas que estiverem no local, nesse caso, em um escritório, por exemplo, um ar de qualidade pode realizar melhorias na mão de obra colaborativa, e reduzir completamente as ocorrências de mal-estar que atrapalham o dia laboral.


Manter o sistema de ar-condicionado com boa manutenção gera diversas vantagens para seus usuários, entre elas:


  •  Controle da temperatura
  •  Controle da umidade relativa do ar
  •  Velocidade dos distribuidores e ventiladores
  •  Controle na concentração do gás refrigerador
  •  Eliminação de fungos através da filtragem
  •  Aumento na vida útil dos equipamentos
  •  Redução do consumo de energia


Afinal de contas não basta somente possuir um bom sistema de ar-condicionado!
Ele precisa estar em bom estado, recebendo as manutenções periódicas e principalmente a limpeza para que as bactérias e fungos não se alojem nas tubulações e no equipamento, fazendo com que a saúde das pessoas sejam prejudicadas.

Quando o equipamento carece de manutenção, normalmente a sujeira faz com que as pessoas se enfermem, e acabem colocando a culpa no ar condicionado, sendo que na verdade, as bactérias estão se espalhando no ar devido à falta de manutenção do equipamento, e não por causa da temperatura do ar em si como muita gente pensa.


As empresas mais robustas nesse tipo de segmento conseguem fornecer equipamentos modernos assim como também a mão de obra necessária para mantê-los na mais perfeita condição, assim como a www.arcondicionado.com.br, empresa que se destaca no ramo de forma considerável.

Tanto com o uso residencial como também empresarial o ar-condicionado é uma necessidade nos dias atuais, e pode ser bem utilizado através de cuidados simples que devem ser observados periodicamente para melhorar a qualidade de funcionamento, assim como também, distribuir um ar que esteja climatizado e dentro dos padrões estabelecidos de qualidade.
QUERO LER O POST COMPLETO

Como adicionar Rich Pins em um blog do Blogger?

em 14/02/2017

Como adicionar Rich Pins em um blog do Blogger?

Você é usuário do Pinterest?
Se já é com certeza deve ter percebido que ele, o Pinterest, é uma ferramenta poderosa na divulgação dos posts do blog, né?
Se não usa ainda para essa finalidade, não tem ideia do que está perdendo!

Hoje nós vamos falar de algo que ainda não encontrei um tutorial em português que fosse eficiente e desse resultado de fato: Como adicionar Rich Pins em um blog do Blogger.
Não sabe o que são os rich pins?
Vem comigo, vou te explicar e você vai amar descobrir!


Quando "pinamos" uma imagem no Pinterest e ela é proveniente de um blog que não tem os rich pins ativados essa imagem aparece assim, no Pinterest:


Sem maiores informações, percebe?

Quando o blog tem os rich pins ativados a imagem aparece assim, com descrição, favicon do blog, nome do post, nome do autor e mais informações, como no exemplo que capturei de um pin do blog Reciclar e Decorar:



Percebe as informações? Nome do blog antes da imagem, logo do blog, nome do autor, resumo do post, etc...
Mas você pode se perguntar:
Qual a vantagem?
Muitas!

Além de ficar mais completo e rico, pins validados aparecem melhor posicionados no Pinterest, tanto na página inicial quanto nas pesquisas internas.
E também aparecem melhor posicionados nas pesquisas Google.
Legal, né? Quer aprender como tornar os pins de seu blog ricos e lindos?
Vem comigo! Vamos aprender!


Para funcionar você precisa ativar a Descrição da pesquisa em seu blog.
Se já fez isso, ok, passe para a próxima etapa.
Se ainda não fez siga esse passo-a-passo:


Como ativar a Descrição da pesquisa em blogs do Blogger?


Vá ao painel administrativo de seu blog e clique na aba Configurações.
A seguir clique em Preferências de pesquisa.
No campo Metatags clique em Descrição.
Se já tiver algo aí significa que sua Descrição da pesquisa está ativa. Deixe como está e passe para a próxima etapa.
Se, contudo, aparecer assim:


significa que você precisa ativar.
Clique em Editar e na caixinha que aparecer escolha Sim e digite a descrição de seu blog em até 150 caracteres. Salve.

À partir daí, sempre que você fizer um post verá, na lateral direita de seu editor de postagem, um campo denominado Descrição da pesquisa.
Clique nele e a área expandirá. Nessa área você precisa digitar a descrição de sua postagem, sobre o que ela trata, etc. Depois de pronto, salve e publique seu post normalmente.
Isso é essencial, ok?
Não só por causa do Pinterest, mas por causa do Google+, do Facebook, etc.
Todas as redes sociais onde você ou algum leitor seu compartilhar seus posts vão buscar e renderizar essa descrição. Portanto, nunca a esqueça!

Descrição da pesquisa ativada? Vamos ao tutorial que ensina como adicionar rich pins à um blog do Blogger!



Como adicionar rich pins à um blog do Blogger


Em todos os tutoriais que achei pela internet afora sempre faltava algo e o rich pin não validava.
Levei algum tempo pra juntar algumas dicas colhidas de sites americanos e montar o código que funciona sem erros e que venho usando no blog há mais de 1 ano.
É esse código que vou compartilhar, bem como o passo a passo de como inserir os rich pins em seu blog do Blogger.

Para começar você precisa acessar a aba Modelo de seu blog.
Aí clique em Editar HTML e dentro da caixa de código tecle Ctrl+F.
Na barra de busca que expandir cole isso:



E tecle Enter para localizar.
Abaixo desse comando cole este código:


Copiar o código


Altere onde está SEU NOME AQUI pelo seu nome, aquele que usa para assinar/identificar seus posts. Não precisa ser o nome de seu perfil Pinterest, é o seu nome, de autor do blog, ok?
Preste atenção ao que vou explicar:
Eu escolhi a tag "article" para definir meus rich pins.
Há as seguintes opções:

  • Article Pins
  • Movie Pins
  • Place Pins
  • Product Pins
  • Recipe Pins
  • Reference

Escolha qual se encaixa melhor no tema de seu blog e troque a palavra article do código pela palavra que você escolher.
Exemplo: se seu blog é um blog de receitas escolha recipes e troque article por recipes.
E assim por diante.
Ok?
Feito isso, salve.

Estamos terminando. Agora vamos validar seus rich pins.
Clique Pinterest’s Rich Pins Validator.
Na página que abrir coloque a url de um post seu, que tenha a descrição da pesquisa, no campo indicado. Assim:


Colocou o endereço de seu post? Veja bem, é endereço de um post, ok
Clique em Validate.
Caso tenha dado tudo certo vai aparecer essa página:

Clique então em Apply now.
Está feito!

Mas atenção!
Pode demorar um pouco para que o Pinterest valide seus rich pins. Essa demora varia de horas até semanas, mas assim que for feita será aplicada à todos os seus pins, novos e antigos.

Gostou do tutorial?
Aproveite e siga meu perfil lá no Pinterest:

Elaine Gaspareto


Aproveite o tutorial, estude-o até entender, aplique em seu blog!
E caso queira me fazer uma gentileza compartilhe esse post em suas redes sociais, curta, divulgue...
Eu ficarei muito feliz e grata...
QUERO LER O POST COMPLETO


No Instagram