Gilmore Girls, o revival- o que eu achei do retorno das meninas Gilmore - * Blog Elaine Gaspareto *

Gilmore Girls, o revival- o que eu achei do retorno das meninas Gilmore

em 10/01/2017

Gilmore Girls, o revival- o que eu achei do retorno das meninas Gilmore

Tempos atrás eu comentei aqui no blog sobre como estava ansiosa para o revival de Gilmore Girls.
Pois bem... o revival foi ao ar, eu assisti aos 4 episódios de Gilmore Girls: um ano para recordar e ainda não tinha achado o jeito de falar sobre o que achei.
Hoje senti vontade de escrever sobre, e eis-me aqui...

Antes de mais nada preciso avisar que este post não contém spoillers. Ele é praticamente só spoillers.
Então, se você não viu o revival e não quer saber de nada pare por aqui e vá navegar pelo blog, tá cheio de coisa legal pelas gavetas dele...



Mas já que você ficou (oba!!!), vamos papear?

Eu não gostei do revival.
Claro, foi fofo rever Stars Hollow e sua gente, ver os lugares, relembrar as falas, rever tudo e (quase) todos. Foi fofo. E em alguns momentos foi mesmo como estar de volta.
A cena inicial do primeiro episódio, com Rory e Lorelai sentadas no coreto, a fala rápida, o diálogo cheio de referências...
A fala delas é a nossa...


Mas foi decepcionante, sob certos aspectos.
A sensação que ficou em mim foi que, por birra, Amy Sherman-Palladino ignorou completamente a 7ª temporada, e isso atrapalhou, e muito, o roteiro.
Muitas coisas me incomodaram, mas nada me espantou mais do que o que foi feito com a Rory.

Gente, como assim???
Como é que a menina inteligente, na qual tanto foi investido, a menina que teve tudo, todas as oportunidades, estudou na melhor escola, foi para a melhor faculdade chega aos 30 e poucos sem casa, sem emprego, sem carreira, sem calcinha... tão perdida que fica boa parte de um dos episódios procurando uma ridícula roupa da sorte... Tão perdida que pede ajuda ao pai do Logan para marcar uma entrevista de emprego.
Sim, pede ajuda ao cara que a humilhou anos atrás.
Uma mulher adulta, que mantém um namorado do qual não gosta e ao qual trata com crueldade e desprezo. Esquecer que ele existe? esquecer de terminar?
Manter um caso com um cara que ela mesma dispensou anos atrás? A Rory que conhecemos não agiria assim...

Faria sentido (mais ou menos) na Rory de 22 anos, recém-formada, mas na Rory adulta isso ficou pra lá de esquisito.
Afinal ela teria, em tese, quase 10 anos de formada.
Nesse tempo todo ela não fez nada digno de nota? Só um artigo em um veículo de prestígio? Só um? Tão único que foi "emoldurado" no cardápio da lanchonete do Luke...
Uma repórter que dorme durante uma entrevista?
eu, hein...

O roteiro ignorou completamente o amadurecimento da personagem, é como se ela tivesse retrocedido ao invés de avançar.
Note que no mesmo espaço de tempo Paris meio que virou a dona do mundo...

Muito se falou sobre "quem vai ficar com Rory" e eu sempre gostei de pensar que Rory ficou com Rory.
Mas no revival descobrimos que ela não ficou consigo, ela manteve a relação com Logan, mas uma relação estranha, onde ela é a amante, a outra.
Aliás, falando em ignorar o crescimento do personagem, Logan retrocedeu exatamente para o filhinho mimado da 6ª temporada. É como se o amadurecimento dele nunca tivesse existido. Mimado, infiel... ao lado daquela Brigada de vida e morte. Ninguém cresceu ali, né?



Outras coisas soaram estranhas. Sookie, por exemplo.
Não dá pra engolir que ela simplesmente tenha abandonado a pousada. Não mesmo.


Claro que entendo as dificuldades com o elenco.
Melissa MCarthy se tornou maior que todo o elenco junto e seria impossível banca-la. Mas com certeza haveriam saídas mais aceitáveis de roteiro.
E já que ela estava ali porque gravar uma cena apenas? Por que não usa-la em mais cenas?

Também senti falta de mais Jackson. Até aquela desnecessária Brigada de vida e morte teve (muito)  mais tempo de tela.

Também achei demais de exagerada a cena do musical. Gente, que foi aquilo?
Tempo demais, não acabava nunca. Em um revival com tempo contado ficou arrastado.
E, embora fosse legalzinho se tivesse sido menor, ainda senti falta dos personagens da cidade.
Um musical em Stars Hollow sem Miss Pathy?



Para não dizer que achei tudo ruim vou dizer o que gostei: Jess Mariano.
E olha que o rapaz me irritava muito no começo, mas o tempo foi perfeito com ele.
Podia ter aparecido mais...
Pronto, pode dizer que sou #teamJess.

Outra coisa que gostei foi rever a banda da Lane.
Todo mundo ali, a banda ativa, os filhos. Vida real.
Não gostei da pouca importância que deram à Lane no revival, ela merecia mais...
Nós merecíamos mais...

Também gostei de rever April. Gente, a atriz Vanessa Marano "recuperou" a April de uma forma tão perfeita que chega a dar medo.
April estava ali, todinha. Como se os anos não tivessem passado...
O mesmo digo do Michel.
Casado, planejando filhos.
Imagino que na época da série clássica seria impossível colocar o personagem tão aberto assim, e eu, ingênua que era, nunca tive certeza se ele era ou não gay.
Gostei do rumo do personagem.


Falando em recuperar o personagem lembro, claro, do Luke.
Scott Patterson trouxe de volta o Luke de sempre, parece que não se passou um dia sequer da última cena dele na pele do personagem.
O mesmo não digo de  Lauren Graham.
Sei lá... parece que demorou pra ela reencontrar Lorelai...
Mas gostei dele, da dinâmica com Lorelai. Estavam ali, juntos. Gostei de como o revival trouxe ambos.
Achei fofo o casamento (que li esses dias ter sido daquele jeito por falta de grana para figurino de figurantes), embora tenha sentido falta de Emily ali.

E sobre Emily Gilmore?
Gostei da forma que a personagem evoluiu. Em outros tempos aquela empregada não duraria 1 hora...
Mas fez sentido, devido, claro, à morte de Richard.
Aliás foi muito bonita a forma de fazê-lo presente na ausência.


Sobre as tão famosas 4 palavras finais só tenho uma coisa a dizer: cruel.
Condenar Rory a repetir a estória de Lorelay, mãe solteira numa cidade pequena. Sem casa, sem emprego, sem rumo. Logan sendo Chris e Jess sendo Luke? Ai... ai...
De novo, repito: faria mais sentido na garota de 22 anos.
Na mulher adulta de mais de 30 me parece um retrocesso...


Dos 4 episódios o que eu mais gostei, apesar de tudo, foi Outono.
E o que eu mais desgostei foi Verão.
Gilmore Girls sendo gordofóbica ao extremo, piadas cruéis e desnecessárias, deslocadas do contexto. Muito ruim, mesmo.
Meio que traindo algo da série clássica: Sookie, sempre gorda, e em nenhum momento das 7 temporadas isso sequer é mencionado. Era algo tão positivo, e mataram com uma cajadada só no episódio Verão...



Enfim...
Ao menos pra mim o saldo foi negativo.
Vou manter em minha cabeça o final da série clássica, as meninas Gilmore sentadas na lanchonete, Rory sendo Rory, Luke e Lorelai e as infinitas possibilidades do amor.
Pra mim o fim da série foi ali.
Este revival parece, pra mim, aquelas continuações de alguns filmes que a gente ama o primeiro e fica se perguntando porque foi assistir à continuação...

E você?
Assistiu ao revival?
Gostou? Amou dicunforça? Não gostou?
Conta pra mim!!!
Afinal, até aqui, eu falei apenas das minhas opiniões, do que eu achei.
E nossa opinião pode ser diferente...
Né não?


4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

4 comentários:

  1. MIGA SUA LOKA, VOCÊ DEU UM SPOILER PESADO AQUI!!!! façaissonão molier! hahahaha preciso terminar de ver para ler seu post

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsr por isso eu aviso no começo do post que ele não tem spoiller, ele é só spoiller rsrsrs
      Mas volte depois de ver e me diz se concordamos.
      beijossssss

      Excluir
  2. acabei de descobrir q richard morre '-'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele, o ator que interpretava o personagem morreu em 2014, se não me engano...

      Excluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…



Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários