A vida da gente- Blogagem coletiva #52semanasdegratidão - * Blog Elaine Gaspareto *

A vida da gente- Blogagem coletiva #52semanasdegratidão

em 20/01/2017

A vida da gente- Blogagem coletiva #52semanasdegratidão

Ontem, fazendo almoço naquela correria de sempre, queimei minha mão direita fritando banana. Sabe aquele 1 segundo de bobeira? Deixei a fatia de banana cair na frigideira com óleo quente, ele espirrou e um pingo atingiu minha mão. Foi só um pingo, apenas um. E doeu pra caramba, como sempre acontece. Mas eu sentei e fiquei pensando...
Senta, vou te contar uma estória.

No final de 2016 houve um acidente aqui na minha cidade. Uma casa, onde eram feitos biscoitinhos, bolachinhas, pães e outras coisas assim teve uma explosão de gás, um dos botijões explodiu e causou um incêndio. A filha da dona da casa estava na cozinha no momento e foi atingida, mais de 70% do corpo queimado.
Foi socorrida rapidamente, levada para Ribeirão Preto e lá ficou por algumas semanas.
Ela morreu no final do ano. Paula era o nome da moça, uma menina bonita, trabalhadora, esforçada.

A família dela foi dona de um grande supermercado anos atrás, e num revés, perderam tudo.
Ela e a mãe não se intimidaram: começaram a fazer pão e rosca em casa, ela saía de porta em porta com uma cesta de roscas, passava de loja em loja no centro da cidade.
Com o tempo conseguiram um carrinho, a freguesia aumentou.

Depois que o pai dela morreu levaram o negócio pra garagem da casa, eu sempre ia lá comprar as coisas, tudo tão gostoso e bem feito.
Imagina o que foi pra menina criada com conforto e certo luxo de repente vender rosca na rua...
Mas a família enfrentou, resistiu, ela à frente.
Sempre fora gorda, e passara por cirurgia bariátrica tempos atrás. Quando houve a explosão havia acabado de fazer plástica de abdômen. Estava, provavelmente, feliz.
Fiquei extremamente triste por ela, pela mãe, pelos irmãos... por uma vida interrompida assim...

Mas essa semana pensei ainda mais nela, no quanto deve ter sofrido, na dor que passou antes de morrer.
Olhei minha mão com uma queimadurinha de nada e pensei nela... sentei e chorei, por ela, e depois por mim. Chorei de tristeza e compaixão por ela, e de gratidão por mim.
Porque sou muito grata pela minha vida tão boa.
Você é grato/grata pela sua vida?

Penso em todos os momentos que poderia ter perdido a vida, desde bebê.
A vida humana é, ao mesmo tempo, frágil e incrivelmente forte, já pensou nisso?
Atravessamos perigos todos os dias, desde que nascemos. Até mesmo antes de nascer...
Se estou aqui hoje escrevendo isso, e se você está aqui hoje lendo isso, é porque vencemos todas as provas, e estamos vivos.
Estar vivo é uma maravilha! Estar vivo, por mais complicada que a vida seja de vez em quando, ainda é bom!

Porque penso que sempre poderia ser pior. A gente valoriza pouco o estar vivo, estar bem, não ter a vida em risco, não estar sob ameaça...
Acha que não tem motivo pra gratidão quando tem problemas... mas problemas, sempre os teremos. É parte do pacote...
Sei que não é fácil, mas sempre tento achar motivos pra me lembrar o quanto sou feliz e abençoada. E sempre acho, geralmente muitos...

Essa semana, por exemplo, eu me senti feliz pela chuva que caiu em algumas madrugadas. Eu acordava com a chuva, me sentia feliz porque amo ouvir o som dos pingos caindo... e agradecia pela minha casinha que me abriga...
E não sou só eu que amo ouvir e ver a chuva...
Olha quem é fascinado pela chuva, se deixar ele vai no jardim e fica com o focinho pra cima, olhinhos fechados, a chuvinha caindo na carinha dele...
E vê-lo crescido, feliz e protegido também me faz feliz :)

Uma foto publicada por Elaine Gaspareto (@elainegasparetoparada) em


Também fiquei feliz porque fiz de novo o fricassè de frango que postei na segunda-feira e marido comeu tudo! Fico feliz quando ele se alimenta bem, isso é muito importante pra saúde dele. E quando ele ama uma comida que eu fiz fico feliz... e ele amou o fricassè, gente!



Ouvir minha Menininha roncando enquanto eu trabalho ou leio, ou vejo as séries que amo é algo que me faz feliz. Sinto um amor tão grande por ela que meu coração dispara... me sinto grata por ela estar protegida comigo, há tantos anos.

E tem minha Princesa, que superou a doença do carrapato e está viva! Em fevereiro faz 4 aninhos... minha Farofinha (sim, ela tem apelido rsrsrs)


 Me sinto grata por tê-los, eles me alegram, me fazem melhor... enriquecem minha vida.


Costumo dizer, quando marido anda em velocidade um pouco acima de 100 na estrada: "Erdilan, pra que andar com pressa? Vai mais devagar, a minha vida pode não ser assim uma perfeição mas é a única que eu tenho e eu gosto dela, gostaria de preservar. Obrigada, de nada."
Ele sempre ri e reduz, é coisa nossa.

Mas é bem assim que sinto: mesmo quando a vida não parece grande coisa, ainda assim é boa e eu gosto dela, quero preservar.
Sou grata porque estou viva, nunca sofri nenhum acidente grave, nunca tive uma doença grave, sinto que minha vida sempre foi preservada de tudo.
Estou viva...
E estar vivo, gente querida, é o primeiro passo pra tudo dar certo pra gente.
Não é?




Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!



Para inserir o link de sua postagem faça assim:


1- Copie o endereço http de seu post participante da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão. Só serão aceitos os links participantes da Blogagem.
Se for post do blog você consegue o link clicando no título do post e copiando a url que aparecer no navegador. Se for post no Facebook consegue o link clicando na hora da publicação e copiando o link que aparece no navegador. O mesmo vale para posts o Instagram.

2- Com o link de seu post "em mãos" clique no botão azul Add your link que aparece ao final deste painel. No campo que abrir cole o link de seu post, coloque o nome de seu blog ou de seu post, como preferir, e seu email. Feito isso clique em Submit link.

3- Se puder visite os demais participantes da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão e comente nos posts. Isso incentiva as pessoas e faz os blogs crescerem e serem cada vez mais ativos e vivos!

4- O Painel da Gratidão de cada semana estará no ar sempre às sextas-feiras, entre as 19 e 20 horas, e permanece aberto até o final da noite de segunda-feira.
Você pode conferir todos os painéis aqui:


Espero seu link!
Participe!!!




26 comentários via Blogger
comentários via Facebook

26 comentários:

  1. Elaine querida!
    Isso é muito importante: percebermos que sempre podia ser pior e então sermos gratos por ser "só aquilo" e só por estarmos vivos já temos motivos...
    Quem é grato pelo que tem vive mais tranquilo!
    E que lindos seus cachorros! Muito fofos...
    Bjs,
    Andréia
    A Casa da Sherazade

    ResponderExcluir
  2. Elaine, que legal! Observar o sofrimento dos outros e ver que tantas vezes nos queixamos diante de quase nada em comparação ao que outros passam... Adorei vero o Bloguinho olhando a chuva e a Menininha! Valorizar a vida é preciso e não correr nas estradas é bom mesmo! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  3. Seu texto é lindo, reflexivo e perante suas palavras, só posso dizer que fico sem nenhuma. Ser grato é dos sentimentos maiores e mais libertadores que existe. Grande beijo.

    ResponderExcluir
  4. Poié Elaine, quanta coisa boa na vida pra gente ser feliz e muitos nem se dão conta disso e ficam esperando o dia em que serão felizes... Olha, eu já me queimei com frituras várias vezes, mas a dolorosa foi quando deixei respingar água na panela que fritava batatas. Espirrou óleo nos meus olhos. Tive que ir para hospital.Depois tento prestar atenção. Gratidão pela acolhida! Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Pensamos parecido: ver minhas cachorras de barriguinha cheia, em frente ao ventilador, roncando aqui do meu lado, me dá a paz de que eu preciso. Amiga, que triste a moça falecer. Pena mesmo quando morre alguém jovem. Hoje eu trouxe o link agradecendo às pessoas que t6em me ajudado a passar pela alergia, que queima a minha pele. Vem me visitar? http://www.fernandareali.com/2017/01/lidando-com-alergia.html

    ResponderExcluir
  6. Elaine que texto lindo, arrasou. Adoro tua escrita.
    Em algum aspecto me acho tão semelhante a ti no que se refere a maneira de viver a vida com ótimos motivos para ser grata a tudo na vida mesmo nas adversidades.

    www.lugaresdicasecuriosidades.com - Sei que teu tempo é justinho, mas mesmo asssim aproveito para convidá-la a seguir meu cantinho

    Beijocas
    Sônia

    ResponderExcluir
  7. Boa madrugada, querida Elaine!
    Meu post também fala da viagem e, na estrada, todo cuidado é pouco....
    Viajei, na ida, com um filho e, na volta, com o outro... pedia pra reduzir sempre... que coincidência!
    Amo viver e tudo que Deus me deu... temos muito em comum!
    Só não tenho mais animaizinhos porque amo viajar... quero estar livre...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  8. Elaine,

    Fiquei bastante tocada com a história dessa moça e suas palavras.
    Eu também gosto de viver. Então, vou agradecer ainda mais.
    Lindo o seu amor pelos filhinhos. Eles, com certeza são gratos por tanto carinho.
    Estou amando participar. Cada gratidão, uma lição de vida.
    Abençoado final de semana. Beijos

    ResponderExcluir
  9. É amiga a vida é algo tão suave, que tem pessoas que passam por ela e nem sentem, outras só percebem quando perdem alguém ou se veem em vias de perdê-la. Aprendi a ser grata por viver e saborear cada bom momento como se fosse único, curto viajar e aproveitar a paisagem, sou do tipo que fotografa uma nuvem ou tronco de arvore...rs
    Sou grata
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Elaine querida, como sempre você me surpreende!
    Que texto lindo, me emocionei!
    Sem palavras...
    Bjooo no coração!

    ResponderExcluir
  11. Querida. Seu depoimento me tocou profundamente por vários motivos, mas especialmente por me lembrar de dois episódios muito fortes. Um deles onde muitos jovens foram mutilados e outros vieram a óbito em uma casa noturna de minha cidade (como em santa Maria). Entre os mutilados, uma linda e jovem vizinha. Fato que me encheu de profunda tristeza. Em outra situação, a vítima fui eu. Em um acidente doméstico, tive minha mão direita totamente acometida de queimada em nível de segundo grau. E confesso, foi a pior dor que senti em toda minha vida. A dor da queimadura é algo mesmo insuportável. Portanto, compartilhei com você desta profunda reflexão e da tristeza que sentiu ao se lembrar da Paula e todo seu sofrimento. Rogo portanto, que agora ela esteja amparada pela bondade divina, com seu corpo coberto de luz e plena de paz.
    Receba meu abraço e votos de uma linda e iluminada semana (incluindo chuvinha no telhado).

    ResponderExcluir
  12. Elaine querida, que história triste que nos faz refletir e pensar sobre tudo e dar valor as pequeninas coisas que a vida nos oferta, é vc tem razão, temos de ser gratas todos os dias por ter saúde, uma casa, nossos amores que nos fortalecem. As meninas estão lindas e eu tb sou como vc, adoro que comam minha comida, me deixa feliz, melhoras pro marido e bjuivos no seu coração.

    Loba.

    ResponderExcluir
  13. Oi Elaine,
    Sua história desta semana tem tanta beleza quanta singeleza e muito ensinamento que não se tem como fugir. As experiências sempre nos apresenta lições. Diante das imensas tormentas humanas do outro a nossa nada significa. Sofremos muito até chegar a esta compreensão. Um queimadinha doi tanto quanto um queimadão mas não é um queimadão e a gente precisa entender isto. Obrigado pela sensibilidade expressada no seu texto tão lindo.

    ResponderExcluir
  14. Post inspirador Elaine! Muito amor para você e paz para a moça falecida! Estarei orando por ela. Gratidão por me fazer refletir...
    Beijos
    SARAH
    www.acasadaritablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Tenho esse costume de sempre lembrar de alguém sofrendo algo pior que eu. Sempre tem, né? E aí como é que vou reclamar e me fazer de coitada? Não dá. Procuro ser feliz como posso, dando a volta por cima ou por baixo, tudo me levou a ser mais gente e principalmente, mais compassiva com os outros. Então, gratidão sempre.
    Bjk e abençoada semana!

    ResponderExcluir
  16. Bom dia que linda essa inciativa! A gratidão é tão importante nos dias de hoje.. as pessoas só reclamam e esquecem de agradecer! Bom domingo para você e sua família! Vim bordar este recadinho para vocês me desculpando pela ausência. Estou confeccionando adereços para o carnaval e em breve publicarei novidades para vocês!
    Abraços em todos, beijos no <3
    Fiquem com Deus
    ♥Hilda's Bordados♥

    ResponderExcluir
  17. Fiquei com os olhos marejados, diante da história da moça, quantos planos interrompidos , quantas lutas e batalhas que ela poderia ter simplesmente ter deixado a vida levar...
    Fiquei tambe´m emocionada com o que vc falou dos dogs, eu também sentia isso com minha Tuica e essa saudade hoje dói no peito... mas sou grata pelas alegrias que ela me trouxe e foram muitas !!!

    Amei !

    AH, promessa é dívida hein nega, se bater um milhão vai ter festa e tu vai ter que vir, então já sabe... rsrsrsrsrs

    Bjus 1000 querida

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine,
    Perfeito! Com tudo ou apesar de tudo, estamos vivos e essa é a nossa maior riqueza! Se temos saúde, então, somos riquíssimos! Gratidão sempre!
    Beijinhos,
    Ana
    http://www.youtube.com/viagensebeleza1/

    ResponderExcluir
  19. Eu fiquei emocionada aqui! TEnho meus bbs tb e nem imagino como seria sem eles em minha vida! Já adotei muitos animais de rua. Começou com minha mãe que me deu uma gatinha aos 6 anos. #4 anos depois ou seja a quarentona aqui nunca mais ficou sozinha! Fico feliz demais com sua resiliência! As vezes não é fácil mas é o caminho! bj

    ResponderExcluir
  20. Elaine, que triste a história dessa moça...temos que agradecer muito a Deus mesmo.
    Fiz o fricassê que você postou também e ficou maravilhoso! Minha familia amou!
    Minha cachorrinha também ama a chuva, ela fica tentando lamber os pingos, eu acho engraçado, me divirto com ela, parecem criança, né? Ter ela na minha vida é motivo de gratidão também, pois me faz um bem tão grande...gosto de chegar em casa e ser recebida com festa, de acordar de manhã e tê-la me esperando pra dar ração e trocar a água...enfim, há muitos motivos pra agradecer sempre. bjosss

    ResponderExcluir
  21. Elaineeee, olha eu aqui comentando pela primeira vez, depois de anos te acompanhando hahaha'
    Esses momento de bobeira que a gente se queima assim, direto acontece cmg. Às vezes nos cai mto bem mesmo, olhar o sofrimento do outro pra levar um tapa na face como forma de entender que reclama de barriga cheia, como diz minha mãe. Eu amooo chuuvaa, sentir aquele cheirinho enquanto ela cai na janela da minha casa... Semana abençoada pra vooc <3

    ResponderExcluir
  22. Oi Elaine! Primeiramente, muito obrigada pelo carinhoso comentário lá no Tacho!
    Estarmos vivos e sabermos o valor disso é um privilégio, muitos têm "tanto" e não conseguem sentir esse valor.
    Triste essa história da moça, mas é um lição de vida.
    Desde que o filho era bebê uso uma pomadinha receitada pelo pediatra dele na época, é ótima para picadas de mosquitos e também queimadurinhas leves, dá uma boa aliviada, o nome é Andantol gel, sempre bom deixar na farmacinha de casa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oi, Elaine, estou participando do #52semanasdegratidão e escrevi domingo dia 22/01. Coloquei o link no painel...Aí, não sei que besteira eu fiz que converti meu post em rascunho... Aí ele sumiu daqui também... Talvez você tenha apagado pois ao clicar no link ele levou a lugar nenhum! Queria recolocar! Já publiquei novamente! Acabei de ler e comentar em todos os posts participantes e estou adorando! Conhecer pessoas novas com histórias maravilhosas e assuntos que acrescentam de verdade em minha vida! Gratidão à você viu!?
    Beijos
    www.acasadaritablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Elaine,
    Amei seu post. Me fez refletir o quanto sou grata por estar viva. Sou como vc, quando sofro algo me lembro logo de alguém que está sofrendo algo pior e acabo agradecendo. Sempre faço esses comparativos da minha vida com a dos outros. Modo de ver a vida bem mais leve e fácil.
    E tão lindas tuas cachorras!! ♥
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  25. Olá querida
    Este post me fez refletir muito...e ser cada vez mais grata.
    Gratidão à você pela BC deliciosa. Estou muito animada
    Adorei suas fotos :)
    Beijo grande

    ResponderExcluir
  26. Que história linda! Graças à sua sensibilidade pudemos conhecer o exemplo de força e superação daquela moça. Obrigada por compartilhar com tanta doçura essas coisas da vida que alguns nem notam.

    Ah! Amei receber sua visita e comentário no meu Bloguinho. Quase não acreditei. Obrigada. Bjs.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…



Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários