Janeiro 2017 - * Blog Elaine Gaspareto *

Contador de visualizações individual para cada post do blog

em 31/01/2017

Contador de visualizações individual para cada post do blog

Em meu blog de códigos tenho, há algum tempo, um contador de visualizações individuais para posts que sempre gerou muita curiosidade.
Sempre me pedem pra ensinar como coloquei, mas nunca me animei por um motivo bem simples: para blogs mais antigos, com bastante posts, ele é meio injusto.

Explico: é que esse contador só começa a contabilizar os views à partir de sua instalação, ou seja: não conta as visualizações que cada post já tenha.
Tem outro detalhe: ele nem sempre mostra a quantidade exata de visualizações.
Um exemplo é este post:


As estatísticas do Blogger dizem que ele tem, até agora, pouco mais de 30 mil views. O contador mostra bem menos, pouco mais de 26 mil.


Não sei o motivo, mas creio que seja porque o contador só contabiliza 1 acesso por IP. Ou porque, quando chega em um número grande de acessos ele simplesmente pára...
Não tenho certeza do motivo,mas deixo avisado, ok?

Outra coisa que acho importante mencionar é que o site Firebase possui um plano gratuito, que é o que eu uso em meu blog de códigos e de testes, e possui também um plano pago.
A má notícia é que o plano gratuito não "dá conta" de blogs com muitos acessos.
Ele não suportaria, por exemplo, este meu blog principal que em dias de muitos acessos pode passar dos 15 mil views.
Mas se seu blog tem menos acessos ele suporta sem problemas.
Considerações feitas, vamos aprender?


Como instalar no blog o contador de visualizações individuais de cada post?



Para começar você precisa estar logado em sua conta Google, essa mesma do seu blog.
A seguir acesse esse site:
https://console.firebase.google.com/

Na página que abrir clique no botão azul Criar novo projeto. Assim:

Na página que abrir escolha um nome para o projeto (sugiro o nome de seu blog, tipo elainegaspareto, por exemplo) e selecione seu país. Clique em Criar projeto.
Anote o endereço que foi gerado ao criar o projeto.
No caso do meu teste o endereço gerado foi testes-2e5e5.firebaseio.com.
Reserve esse endereço.
Se não conseguir anotar basta voltar à página inicial, ali está o endereço de seu projeto.

Projeto criado?
Abra a página com os códigos necessários à realização deste tutorial, e a mantenha aberta:


Copiar os códigos


Instalando o contador no blog:

Agora vamos ao blog onde você deseja inserir o contador.
Clique na aba Modelo, e a seguir clique em Editar HTML.
Dentro da caixa de código tecle, simultaneamente, Ctrl+F.
Na barra de busca que surgir digite  ]]></b:skin> e tecle Enter para localizar.
Acima disso cole o CÓDIGO CSS.
Salve.

Agora localize a tag de fechamento </body> e acima dela cole o CÓDIGO JAVASCRIPT.
Preste atenção agora!

No campo onde você lê SEU ID AQUI apague e coloque o seu endereço gerado no site Firebase.
Isso é fundamental, não esqueça!
Salve.

Feito isso vamos instalar o contador onde ele deve aparecer.
Localize essa linha em seu código-fonte:



Abaixo dela cole o CÓDIGO HTML. Salve.
Isso colocará o contador na mesma posição do meu, à direita do título dos posts.
Caso queira alterar a palavra Visualizações basta apaga-la nesse código e substitui-la pela palavra que desejar.
Também é possível mudar o local onde inserir o contador, mas aí deixo por sua conta, vá mudando o código de lugar e vendo onde ele se encaixa melhor, de acordo com o que você deseja.

Também é possível personalizar a aparência do contador.
Isso [e feito no CÓDIGO CSS.
Nele você altera a imagem do contador (em background), a cor dos números das visualizações, a fonte do contador, o alinhamento (right= direita; left=esquerda), etc.
Vá mexendo até ajustar e ficar com a carinha que você deseja.

Importante:
O script deste contador foi depurado pelo metablogger paquistanês Mohammad Mustafa Ahmedzai.

Para facilitar o entendimento deste tutorial eu gravei sua execução em vídeo.
Aperta o play e veja como é simples!







Gostou?
Que tal ajudar esta blogueira que vos fala utilizando o Método Cococu de apoio ao blog?
*Método cococu:
co= compartilhar
co= comentar
cu= curtir

Método cococu de ajudar essa blogueira que vos fala! 😄
Ajudaê, mig@s!!!


Caso queira ver o blog de testes onde inseri o contador para realizar a execução deste tutorial clique no botão abaixo.

Demonstração do tutorial


Enjoy!
QUERO LER O POST COMPLETO

Receita de berinjela à parmegiana

em 30/01/2017


Eu sou aquela pessoa que ama berinjela. Fria, quente, cozida, frita, assada...
Você curte?
Então, como a bonita está com um preço bom comprei um monte.
Com berinjela sobrando fiz essa receita linda de parmegiana de berinjela, fiz antepasto (receita em breve), fiz refogada com carne mopida... Fiz berinjela por 15 dias rsrsrsr
Se você gosta de berinjela vou compartilhar com você uma receita fácil e muito gostosa de berinjela à parmegiana.

A base dessa forma de fazer eu adaptei de uma receita da +Paula Mello, que tem no blog dela uma lasanha de berinjela bem lindona. Passa lá pra ver, é de deixar a gente passando mal...
Vamos aprender?


Receita de berinjela à parmegiana


Ingredientes:
2 berinjelas médias cortadas em fatias não muito finas, no sentido do comprimento;
Farinha de rosca o quanto baste;
2 ovos inteiros;
Óleo para fritar;
500 ml. de molho de tomate (pode ser seu molho preferido, caseiro ou industrializado. Veja aqui como fazer molho de tomate);
200 gramas de muçarela ralada no lado mais grosso do ralador;


Modo de fazer:
Comece empanando as fatias de berinjela: bata os ovos com uma pitada de sal e passe neles cada fatia de berinjela; a seguir passe cada fatia na farinha de rosca.
Aqueça o óleo e frite as fatias de berinjela, e vá reservando.




Agora aqueça o seu forno.
Enquanto isso monte a sua parmegiana de berinjela: forre com molho de tomate um refratário grande o bastante para caber toda a sua berinjela.
Sobre o molho disponha as fatias fritas e sobre elas, mais molho. Salpique muçarela ralada.
Repita a operação até acabarem as fatias de berinjela.
Finalize com molho de tomate e muçarela.


Leve ao forno moderado apenas para derreter o queijo.
Sim, você pode usar muçarela fatiada, vai do seu gosto mesmo. Eu prefiro ralada, acho que rende mais e fica mais fácil de cortar e servir...


Eu gosto de servir com arroz branco, então #ficaadica!
Olha por dentro, de pertinho:


 Nham-nham...
Com arroz branco fica divina!



Dica extra:
Para escolher as berinjelas opte por aquelas de casca fina e brilhante, firmes. Evite as que apresentem manchas ou amassados.
Eu gosto mais das menores, mais fácil de empanar e fritas :)

Faz, dê uma chance à berinjela, mesmo se você não for apaixonada.
Marido não gostava, não queria, não comia.
Mas um dia insisti, ele provou essa parmegiana e gostou. Comeu 3 pedaços...
Berinjela, nós vencemos! rsrsrs
QUERO LER O POST COMPLETO

Sobre o meu irmão-Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 27/01/2017

Sobre o meu irmão-Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Essa semana eu pensei muito em meu irmão, pensei no quão grata me sinto por ele ser meu irmão....
Pensei nele e em nossa juventude devido à algumas coisas chatas de família, contrariedades que infelizmente aconteceram, e que me fizeram relembrar coisas do nosso passado... sentimentos e lembranças que eu gostaria que estivessem enterradas bem fundo.

Mas o passado é uma coisa estranha, né? É uma porta de vaivém, nem abre nem fecha de vez...
Senta, vou te contar um pedacinho da nossa vida e você vai entender por que sou tão grata pelo meu irmão.

meu irmão e eu- foto de fevereiro de 1977
Sempre quis mostrar essa foto, nossa única foto juntos quando crianças, a única foto dele quando era bebê. Coisa mais linda essas duas crianças, né? Nós... 02/1977

Talvez você não saiba que eu tenho um irmão pois costumo falar mais da minha irmã ou dos sobrinhos.
Mas eu tenho um irmão, do meio, nascido entre mim e minha irmã.
Ele é um homem muito trabalhador, muito esforçado, muito digno e sobretudo muito honesto com suas coisas.
Quando nossos pais se separaram ele não tinha 14 anos, era uma criança.
Um menino que, de repente, se viu sem pai, sem amparo, sem a bicicleta que amava e onde aprendeu a andar sozinho.
Sim, nosso pai, ao sair de casa, levou o que pode, inclusive as duas bicicletas que tínhamos em casa. Cruel, né?

Pois esse menino, de repente, precisou deixar de ser criança e sair pra vender picolé na rua, depois da escola. Pra comprar comida.
Foram dias terríveis, a gente esperava ele chegar da rua com os trocados que o picolé rendia pra comprar arroz, alguma mistura...
Eu trabalhava, mas entre nosso pai ir embora num sábado de noitinha e eu receber o pagamento do mês foram muitos e muitos dias...
Naquela época era costume nosso pai fazer compra da semana no domingo de manhã... e ele foi embora antes, no sábado de noite.
Não havia comida em casa, nem dinheiro, claro, ele levara tudo, tudo mesmo.

Com os dias passando, depois os meses, ele completou 14 anos e aí, meu namoradinho da época arrumou um emprego pra ele, numa empresa de metalurgia.
Era o final dos anos 1980.
Meu irmão deixou a escola pra trabalhar, uma criança jogada no meio de homens adultos. De repente a infância acabou, a adolescência foi pulada e ele virou adulto, quase que da noite para o dia.

Eu trabalhava em fábrica de calçado, ele na empresa de metalurgia, e a gente conseguiu. Nossa irmã era bem novinha, nem 9 anos ainda, e a gente assumiu tudo, todas as contas, comida, tudo.
Éramos 2 crianças... que aprenderam a administrar uma casa, fazer compra, pagar água e luz, comprar gás...

Talvez você se pergunte onde estava nossa mãe enquanto isso acontecia...
Estava lá, mergulhada em autopiedade, chorando a perda do marido, torturando a gente, se recusando trabalhar... ouvi dela naqueles tempos que trabalhar ela não ia, a vida dela acabara e se dependesse dela ia todo mundo morrer de fome.
E, de fato, ela nunca mudou de postura...

Não sinto mais a raiva que sentia por ela ter abandonado a gente, por ter ficado daquele jeito quando na verdade a gente se livrou de um pai e marido violento, que batia, que punia, que agredia, que nunca deu um abraço, que nunca sorriu com os filhos... mas sinto uma imensa tristeza porque não deveria ter sido assim.
Nós éramos as crianças, mas quem se comportou assim, de modo infantil, por anos, foi ela. E ele, que saiu de casa sem olhar pra trás... pra 3 crianças.

Enquanto escrevo isso sinto as portas de vaivém do passado, sinto as lágrimas inevitáveis...
Os sentimentos se transformaram, a raiva dos primeiros anos não existe mais... hoje só resta a tristeza de lembrar que meu irmãozinho  deixou de ser criança e virou adulto sem ter a chance de ser adolescente...

E sinto uma imensa gratidão por ele ser quem é.
Ele virou adulto sozinho, sem pai nem mãe pra orientar, em meio à muitos meninos da idade dele que hoje ou estão mortos ou estão presos.
Daqueles meninos todos só ele e mais 3 amigos se tornaram homens bons e honestos. Curiosamente um desses amigos também cresceu sozinho, uma estória de vida bem parecida com a nossa.

Meu irmão e minha irmã. Amo. Muito mais do que posso expressar, seja em atos ou em palavras...

Meu irmão jamais ficou desempregado, só foi demitido uma vez na vida quando uma fábrica fechou. Fica anos no mesmo trabalho, e sempre recebe convites pra voltar aos antigos empregos. Não deve nada a ninguém, não pede favores, cada coisa que ele tem é conquistada com a força do próprio trabalho.

Ele casou, se separou anos depois, e tem uma filhinha linda, a Beatriz, que é o amor da vida dele.... coisa que jamais achei que veria. Ele é o papai e aquela menininha o ama.
E ele a ama, acima de tudo, eu acho.
Ele reage ao amor dela, entende?

Ela nasceu inesperadamente (eu contei essa estória aqui, tão surpreendente...) e é cativante o amor dela pelo papai.
Tem também 2 sobrinhas da ex-esposa dele, meninas que ele acolheu desde novinhas e que hoje são adultas, uma inclusive é mãe. E o padrinho da primeira filha dela é ele.
Um dia a sobrinha mais nova escreveu sobre ele: "Não foi você que me pôs no mundo mas foi você que me criou e você é meu pai, o pai que eu amo".
Elas o amam, de verdade.

Beatriz, hoje já com 4 anos. Pensa numa menininha que ama o papai... tão bonitinha, tão inteligente!

Ele merece. Muito!
Olho o homem adulto, (cheio de cabelos brancos, vai fazer 41 anos) e só vejo o menino.
Aquele menino que me ajudou a criar nossa irmã, que me ajudou em tudo, a sustentar uma casa, que vendeu picolé na rua pra comprar o arroz da janta... aquele menino que recebia o salário e entregava na minha mão.
Vejo o homem e sinto a mesma vontade de abraçar, de proteger, que eu sentia quando ele era menino.
Não pude proteger como gostaria, eu mesma era uma criança...
Hoje entendo isso, mas já senti muita dor por não ter podido protege-lo...

Veja bem, não é por termos trabalhado cedo que eu sinto muito... não é do trabalho que lamento não ter podido proteger meus irmãos...
Acho que o trabalho é muito bom,  foi o que me fez ser quem sou, em grande parte.
Não é trabalhar cedo o problema... meu marido também foi trabalhar cedo, mas para aprender, para crescer. Jamais deixou a escola e jamais foi posto nos ombros dele um peso tão grande.
É o peso, o abandono, as privações, a dureza daqueles anos, de não ter quem nos amparasse... é disso que eu queria muito ter podido protege-lo.

E justamente por termos passado por tantas coisas é que sou sou grata.
Sinto orgulho dele, morro de amor quando ele me liga e me chama de Tata. Até hoje, nunca me chamou pelo nome, sou a Tata.
E ele ensinou a Bia que eu sou a Tia Tata. Ela não faz ideia de quem seja a tia Elaine rsrsrs

Sou grata demais porque ele cresceu e se tornou um homem bom, cheio de manias, teimoso que só, honesto até dizer chega, responsável, íntegro...
Um homem que é capaz de amar do modo como ele não foi amado, capaz de cuidar e acolher como ele deveria ter sido acolhido, amado e protegido...
Gratidão... é o que sinto quando lembro do meu menino... gratidão é o que sinto quando vejo o homem que ele é hoje...



Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!



Para inserir o link de sua postagem faça assim:


1- Copie o endereço http de seu post participante da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão. Só serão aceitos os links participantes da Blogagem.
Se for post do blog você consegue o link clicando no título do post e copiando a url que aparecer no navegador. Se for post no Facebook consegue o link clicando na hora da publicação e copiando o link que aparece no navegador. O mesmo vale para posts o Instagram.

2- Com o link de seu post "em mãos" clique no botão azul Add your link que aparece ao final deste painel. No campo que abrir cole o link de seu post, coloque o nome de seu blog ou de seu post, como preferir, e seu email. Feito isso clique em Submit link.

3- Se puder visite os demais participantes da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão e comente nos posts. Isso incentiva as pessoas e faz os blogs crescerem e serem cada vez mais ativos e vivos!

4- O Painel da Gratidão de cada semana estará no ar sempre às sextas-feiras, entre as 19 e 20 horas, e permanece aberto até o final da noite de segunda-feira.
Você pode conferir todos os painéis aqui:


Espero seu link!
Participe!!!



QUERO LER O POST COMPLETO

Dica de série (boa): The Fall

em 26/01/2017


Dias atrás eu comecei uma série nova, The Fall.
A série em si não é nova, inclusive já foi encerrada (prefiro assim, é menos sofrência) mas é nova pra mim.

The Fall narra a saga de Stella Gibson, uma oficial da polícia investigando uma série de assassinatos em Belfast, Irlanda do Norte.
A série inova ao mostrar os 2 lados da moeda: o lado da polícia e o lado do assassino.

Paul Spector (Jamie Dornan, o Christian Gray de Cinquenta tons de cinza)) é um pai amoroso e marido dedicado, que divide as tarefas domésticas com a esposa, além de trabalhar como psicólogo especializado em traumas, o que deixa a trama mais intrigante. Ele é o assassino. Ele é mau. De verdade.

Stella Gibson ( Gillian Anderson, a Dana Scully de Arquivo X) é a oficial encarregada de investigar os assassinatos.
Personagem muito interessante: não tão jovem, linda, inteligente, obstinada, insensível, fria.
A série é curta, 3 temporadas e poucos episódios: a 1ª temporada 5 tem episódios, a 2ª tem 5 e a 3ª tem 5. Ideal pra quem não quer começar séries com 7, 8 temporadas, de mais de 20 episódios cada...


Mas não é só da série que quero falar. É que, de vez em quando, assisto coisas que me fazem pensar...
No primeiro episódio da primeira temporada a esposa de Paul Spector vai ao quarto da filhinha do casal para acalmar um pesadelo da criança.
Parece que a menina tem esses pesadelos de forma recorrente.
Ao voltar para a cama do marido ela diz que gostaria de saber o que se passa na mente da menina quando ela tem essas crises.
Paul responde:
"Nunca sabemos o que se passa na mente das pessoas. A vida seria insuportável se soubéssemos.".
Sou obrigada a concordar.

Sempre fico pensando nisso, que é uma dádiva a gente não saber o que as pessoas pensam de fato.
A vida seria mesmo insuportável.
Imagine ouvir os pensamentos dos outros? Imagine os outros ouvindo o que pensamos?
Sim, estou divagando...



Se você tiver chance assista The Fall.
Mas prepare-se.
Entrar na mente do assassino, conhecer seus métodos, ver o olhar psicopata que gela a alma... é tenso.
E nem dá pra torcer pela polícia. Tão corrupta, tão corrompida...
A gente torce para que peguem o bandido porque ele é muito mau, mas não dá pra ter simpatia pela polícia de Belfast. Nem dá pra ter simpatia pela cidade retratada na série...
Alguns episódios são tão pesados que chega a dar uma aflição.
Vai por mim, o olhar de Jamie Dornan é de arrepiar.
E não no sentido bom...

Veja o trailler oficial:


Onde assistir? 
As 3 temporadas estão disponíveis na Netflix.

Ainda não terminei, tô meio com medo...
Você já assistiu? Se sim, o que achou?
Conta pra mim...
E aproveita que tamo papeando, indica uma série pra mim, da qual você goste?
Indicaí...


QUERO LER O POST COMPLETO

Como colocar o vídeo mais recente do seu canal dentro de um notebook ou televisão

em 25/01/2017

vídeo mais recente de seu canal dentro de uma imagem de fundo

Você tem canal no Youtube?
Eu tenho, mas não é bem um canal, é mais um instrumento de apoio e suporte aos tutoriais do blog.
Não sabia?
Olha:



Aproveita que estamos falando nisso e se inscreva! Use o método cococu para ajudar essa blogueira que vos fala :)
*Método cococu:
co= comenta
co= compartilha
cu= curte

Jabá feito, vamos ao tutorial?
O resultado vai colocar o seu vídeo mais recente dentro de um background. Pode ser um notebook, um computador, uma televisão...
Veja o exemplo:



Você, com base nesse código, pode usar qualquer imagem que desejar.
Veja as opções que personalizei:


Ver os exemplos e copiar os códigos


Fica bonitinho e charmoso, né?
Pode ser usado na sidebar do blog ou nos posts.
Vamos aprender?

Você pode escolher a imagem de fundo que desejar, mas sugiro que, para começar, use uma das imagens que disponibilizei. Até você pegar as manhas do paranauê, depois pode trocar a imagem que está no código pela imagem que desejar.

Vamos usar essa, de exemplo:



Vá até a página com o código e copie-o.
A seguir vá ao seu blog e clique na aba Layout.
Clique em Adicionar um gadget e dentre as opções que aparecerem escolha HTML/JAVASCRIPT.
Dentro da caixinha que abrir cole o código copiado anteriormente.

Agora preste atenção!
No código você verá essa parte:
https://www.youtube.com/embed/iroiR3tMLY4
O trecho que marquei em vermelho se refere ao ID do meu vídeo.
Todo vídeo do Youtube possui um ID único.
Vá ao seu canal e clique para ver seu vídeo mais recente, ou o vídeo que deseja colocar em seu blog agora.
Observe que na barra de endereço do navegador aparece o endereço do vídeo. Olhe o final dele. É uma sequência alfa-numérica, não é? Copie essa sequência e a coloque no lugar do trecho que marquei em vermelho no código.
Salve.
Está pronto.

Sempre que quiser trocar o vídeo basta trocar o endereço dele, que é essa sequência alfa-numérica única, o ID do vídeo.
Não é legal?

Dica extra:
Caso queira usar uma imagem de sua escolha fique atento aos seguintes comandos:


CÓDIGO ORIGINAL:

<center>
<div style="background: url(https://2.bp.blogspot.com/-h5TKzkJ9UHs/WHp9gsFd_gI/AAAAAAABUAI/1EJhS9GgjpMrF2VUmoNQZL2S54sbUYN5wCLcB/s1600/televis%25C3%25A3o%2Bvintage.png) left no-repeat; height: 325px; width: 300px;">
<div style="float: left; padding-left: 15px; padding-top: 130px;">
<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="168" src="//www.youtube.com/embed/iroiR3tMLY4" width="212"></iframe></div>
</div>
</center>

PERSONALIZANDO O CÓDIGO ORIGINAL:

Onde marquei em roxo é o endereço da imagem, substitua pelo endereço da que desejar usar.
Onde marquei em azul é a largura da imagem.
Onde marquei em verde é a altura da imagem.
Onde está marcado em pink é a largura do vídeo; ajuste para caber em sua imagem.
Onde marquei em marrom é a altura do vídeo.
Os valores expressos em padding-top se referem à distância do vídeo em relação ao topo da imagem; altere para ajustar.
Os valores expressos em padding-left se referem à posição do vídeo em relação à esquerda da imagem; altere para ajustar.



Não é nada complicado, mas se não quiser ter trabalho nenhum use um dos códigos já personalizados e ajustados que desenvolvi.
E não deixe de ajudar essa humilde blogueira com o método cococu...
co= comenta
co= compartilha
cu= curte

Enjoy!!!



QUERO LER O POST COMPLETO

Cortador ou aparador de grama? Descubra qual é o melhor para você

em 24/01/2017

Cortador ou aparador de grama? Descubra qual é o melhor para você

Eu gosto de plantas. Muito.
Cresci cercada por elas: roseiras, samambaias, folhagens.
E plantas "de comer": milho, mandioca, pés de abóbora. E árvores frutíferas: goiabeira, mangueira, uma jabuticabeira que foi plantada quando eu era bebê, limoeiro, laranjeira que dava uma laranja azeda...
Ainda hoje algumas dessas árvores existem, na casa da minha mãe.

Mas o que eu gostaria mesmo de ter um dia é um jardim com grama.
Acho a coisa mais linda do mundo aquele tapete verdinho, lindo, com as pedras marcando onde a gente pode pisar...

Uma das minhas inspirações...

Gosto tanto de grama que sou aquela pessoa que jamais pisa a grama das praças, sabe? Respeito 100% as plaquinhas de "Não pise na grama".
Mas nem é por causa do aviso da plaquinha... é pela grama mesmo. Tenho medo de estragar, de matar a bichinha. Por mim eu teria um gramado assim no jardim... mas meu jardim é mini, nem caberia um cortador ou aparador de grama, que dirá a grama  em si...


Falando nisso...
Você tem jardim com gramado? Gostaria de ter, se pudesse? Sabe quais cuidados ele requer?
Por exemplo: qual o mais indicado: aparador ou cortador de grama?
Sim, pois ter um jardim com gramado curto e plantas bem cuidadas é fundamental. Além de bonito de se ver, ainda tem a vantagem de poder prevenir problemas com animais como ratos e cobras.

Para facilitar a vida de quem cuida de quintal com gramado e plantas, a dica é investir em um bom equipamento para deixar a grama curta. E aí surge a dúvida: aparador ou cortador de grama?


Como escolher entre aparador e cortador de grama



Confira algumas dicas para você acertar na escolha do equipamento ideal para o seu caso e ter seu jardim mais bem cuidado e sem tanto desgaste.

Saiba o que você precisa com base no seu quintal:

  • Observe o tamanho do terreno;
  • Verifique se o mesmo é totalmente plano;
  • Analise o tipo de gramado;
  • Note se há como ligar equipamentos na eletricidade ou não;


Tenha o máximo de informações relevantes sobre os equipamentos antes da compra:

  • Conheça os principais recursos que o aparador ou cortador de grama oferece;
  • Preste atenção no consumo de combustível ou eletricidade que o aparelho terá;
  • Leve em conta também a ergonomia ao usar o aparelho escolhido (o que cansar menos na hora de cuidar do jardim, por exemplo.)


Compare com suas reais necessidades:

Após conhecer os benefícios dos principais cortadores e aparadores de grama do mercado, a dica é priorizar os pontos fortes que você procura. Para isso, é bom já sair de casa com o conhecimento prévio do que o você realmente precisa. Dessa forma, as chances de você pagar mais em recursos que não irá utilizar na prática são bem menores.


Diferenças entre cortadores de grama e aparadores de grama



Sim, tem diferenças e eu só fui descobrir ao pesquisar pra esse post!
Quer saber quais são?
Vem comigo!

Cortador de grama


Ideal para terrenos médios com gramados planos.
Ou seja, se o seu jardim está localizado em uma área de aproximadamente 100 metros quadrados, os cortadores de grama são a escolha mais acertada para você.

Uma das principais vantagens destes tipo de equipamentos é deixar o gramado mais curto e com um corte mais uniforme.
Além disso, existe uma variedade de modelos no mercado, tais como:

  • Cortadores de grama à gasolina
  • Cortadores de grama à combustão
  • Cortadores de grama elétrico
  • Cortadores de grama dirigíveis

Caso seu quintal possua tomadas ou seja possível utilizar extensões, a dica é optar por modelos de cortadores de grama elétricos.
Esses modelos costumam ser mais em conta em relação aos outros.

Já quando o gramado é menor e o espaço é dividido com canteiros, brinquedos, entre outros, a dica é investir em cortadores à gasolina ou à combustão.



Aparador de grama


Considerados modelos mais compactos, os aparadores de grama são ideais para terrenos com pequenos jardins, mas muitas árvores. Em gramados maiores, esses equipamentos fazem a diferença nos detalhes, isso porque os melhores acabamentos são feitos com eles.

Uma dica importante é que os aparadores de gramas são bem-vindos em áreas não planas, principalmente no momento de dar retoques próximo a escadas, muros, canteiros, etc.

Assim como os cortadores de grama, também existem diferentes modelos de aparador.
Alguns são à base de bateria e outros são elétricos.
Dessa forma, para acertar na escolha, é preciso conhecer bem os recursos do aparelho e saber quais as prioridades para você.

  • Cortadores de grama com motor traseiro: Não fazem muito peso na hora de fazer capinagem ou retoques. Dessa forma, não requer muito esforço físico de quem está fazendo o serviço no seu jardim.
  • Cortadores de grama com motor na parte superior: São mais recomendados para capinar quando a grama não estiver totalmente seca. Isso porque esse equipamento não costuma travar quando há umidade da grama.
Quando você precisar realizar trabalhos de jardinagem em terrenos maiores, a dica é apostar em aparadores de grama à gasolina, que são mais potentes do que os modelos elétricos.
Além disso, ainda possuem a vantagem de possuir um motor mais silencioso.


Gostou das dicas?
Pra finalizar veja algumas inspirações de jardins com gramado bem cuidado, gama bem cortada (ou aparada), lindos demais!
Pra gente ficar desejando...







Não são lindos?
De suspirar...
QUERO LER O POST COMPLETO

Receita de torta fria de frango

em 23/01/2017


Dias atrás encontrei um filé de frango bem em conta (acho que foi menos de 7 reais o quilo) então aproveitei e cozinhei 1 quilo de uma vez.
Usei metade para fazer o fricassè de frango e a outra metade fiz essa torta de frango fria.
Tão fácil que é exagero chamar de receita... mas fica tão bom que vale a pena compartilhar aqui no blog.
Quer ver como é simples?
Vem comigo!

Ingredientes:
1 embalagem de pão de forma sem a casca. Eu já comprei assim mas você pode retirar a casca se comprar do normal;
500 gramas de maionese (use uma boa, faz diferença);
1 xícara das de chá de azeitona fatiada;
cheiro verde à gosto;
Suco de 1 limão;
1 cenoura grande ralada no lado médio do ralador;
Batata palha à gosto (usei mais ou menos 1 xícara das de chá);
500 gramas de frango cozido com os temperos que gostar, e depois desfiado.

Modo de fazer o recheio da torta fria de frango
Eu já tinha o frango cozido, desfiado e refogado, então comece por aí: cozinhe meio quilo de peito de frango sem osso com os temperos de sua preferência.
Depois de cozido desfie bem.
Eu faço assim: retiro do caldo do cozimento e coloco na tigela da batedeira. Aí bato como se fosse uma massa, velocidade alta.
Desfia em segundos, experimenta aí e me diz se não é a maior facilidade desse mundo!

Depois de desfiado eu refoguei com cebola ralada, alho espremido e cheiro verde. Coloquei uma concha do caldo do cozimento e 1 colher de extrato de tomate pra dar uma cor bonita. Deixei apurar e depois de pronto esperei esfriar pra utilizar.

Frango desfiado, refogado e frio? Vamos enriquecer o recheio!
Em uma vasilha (use a mesma da batedeira, menos coisa pra lavar) coloque o frango desfiado, o suco de limão, o cheiro verde bem picado, a cenoura crua ralada (sem a casa, eu prefiro), as azeitonas e metade da maionese.
Misture bem, experimente se precisa de sal.
Em geral não precisa, mas vai de gosto, né?
Recheio pronto? Vamos montar a torta.


Montagem da torta fria de frango:
Em uma travessa de servir coloque uma base de pão de forma. A minha travessa coube 3 fatias, forre de acordo com a sua travessa. Tente centralizar pra torta não ficar torta ficar certinha. A minha não ficou, #mimata...
Aí vá intercalando: sobre a base de pão espalhe uma camada boa de recheio, coloque mais uma camada de pão de forma e sobre ela mais uma camada de recheio. Repita até acabar o recheio. A última camada deve ser de pão, ok?
Terminou?

Espalhe maionese sobre a torta, com cuidado para não desabar. Se você tiver talento pode "confeitar" como se fosse um bolo.
Minha irmã faz assim, usa bico de confeitar e fica lindo. À mim falta esse dom, então faço do modo mais rústico mesmo, só espalho maionese em volta...
E complete com batata palha, pra ficar bonitinho e dar uma crocância...

Olha a torta por dentro, como fica rica:


Fica bem gostosa, e serve como uma refeição completa. Faça uma saladinha de folhas e aproveite!


Uma dica extra:
Se preferir pode fazer um purê de batata mais molinho e usa-lo para cobrir a torta, fica mais suave sem tanta maionese.
Como eu sempre digo, é do gosto de quem faz... fiz com ambos e gostei de ambas as coberturas.

Viu que simples? Faz aí e me diz.
Você tem outra forma de fazer essa torta fria? Conta pra mim!
QUERO LER O POST COMPLETO

A vida da gente- Blogagem coletiva #52semanasdegratidão

em 20/01/2017

A vida da gente- Blogagem coletiva #52semanasdegratidão

Ontem, fazendo almoço naquela correria de sempre, queimei minha mão direita fritando banana. Sabe aquele 1 segundo de bobeira? Deixei a fatia de banana cair na frigideira com óleo quente, ele espirrou e um pingo atingiu minha mão. Foi só um pingo, apenas um. E doeu pra caramba, como sempre acontece. Mas eu sentei e fiquei pensando...
Senta, vou te contar uma estória.

No final de 2016 houve um acidente aqui na minha cidade. Uma casa, onde eram feitos biscoitinhos, bolachinhas, pães e outras coisas assim teve uma explosão de gás, um dos botijões explodiu e causou um incêndio. A filha da dona da casa estava na cozinha no momento e foi atingida, mais de 70% do corpo queimado.
Foi socorrida rapidamente, levada para Ribeirão Preto e lá ficou por algumas semanas.
Ela morreu no final do ano. Paula era o nome da moça, uma menina bonita, trabalhadora, esforçada.

A família dela foi dona de um grande supermercado anos atrás, e num revés, perderam tudo.
Ela e a mãe não se intimidaram: começaram a fazer pão e rosca em casa, ela saía de porta em porta com uma cesta de roscas, passava de loja em loja no centro da cidade.
Com o tempo conseguiram um carrinho, a freguesia aumentou.

Depois que o pai dela morreu levaram o negócio pra garagem da casa, eu sempre ia lá comprar as coisas, tudo tão gostoso e bem feito.
Imagina o que foi pra menina criada com conforto e certo luxo de repente vender rosca na rua...
Mas a família enfrentou, resistiu, ela à frente.
Sempre fora gorda, e passara por cirurgia bariátrica tempos atrás. Quando houve a explosão havia acabado de fazer plástica de abdômen. Estava, provavelmente, feliz.
Fiquei extremamente triste por ela, pela mãe, pelos irmãos... por uma vida interrompida assim...

Mas essa semana pensei ainda mais nela, no quanto deve ter sofrido, na dor que passou antes de morrer.
Olhei minha mão com uma queimadurinha de nada e pensei nela... sentei e chorei, por ela, e depois por mim. Chorei de tristeza e compaixão por ela, e de gratidão por mim.
Porque sou muito grata pela minha vida tão boa.
Você é grato/grata pela sua vida?

Penso em todos os momentos que poderia ter perdido a vida, desde bebê.
A vida humana é, ao mesmo tempo, frágil e incrivelmente forte, já pensou nisso?
Atravessamos perigos todos os dias, desde que nascemos. Até mesmo antes de nascer...
Se estou aqui hoje escrevendo isso, e se você está aqui hoje lendo isso, é porque vencemos todas as provas, e estamos vivos.
Estar vivo é uma maravilha! Estar vivo, por mais complicada que a vida seja de vez em quando, ainda é bom!

Porque penso que sempre poderia ser pior. A gente valoriza pouco o estar vivo, estar bem, não ter a vida em risco, não estar sob ameaça...
Acha que não tem motivo pra gratidão quando tem problemas... mas problemas, sempre os teremos. É parte do pacote...
Sei que não é fácil, mas sempre tento achar motivos pra me lembrar o quanto sou feliz e abençoada. E sempre acho, geralmente muitos...

Essa semana, por exemplo, eu me senti feliz pela chuva que caiu em algumas madrugadas. Eu acordava com a chuva, me sentia feliz porque amo ouvir o som dos pingos caindo... e agradecia pela minha casinha que me abriga...
E não sou só eu que amo ouvir e ver a chuva...
Olha quem é fascinado pela chuva, se deixar ele vai no jardim e fica com o focinho pra cima, olhinhos fechados, a chuvinha caindo na carinha dele...
E vê-lo crescido, feliz e protegido também me faz feliz :)

Uma foto publicada por Elaine Gaspareto (@elainegasparetoparada) em


Também fiquei feliz porque fiz de novo o fricassè de frango que postei na segunda-feira e marido comeu tudo! Fico feliz quando ele se alimenta bem, isso é muito importante pra saúde dele. E quando ele ama uma comida que eu fiz fico feliz... e ele amou o fricassè, gente!



Ouvir minha Menininha roncando enquanto eu trabalho ou leio, ou vejo as séries que amo é algo que me faz feliz. Sinto um amor tão grande por ela que meu coração dispara... me sinto grata por ela estar protegida comigo, há tantos anos.

E tem minha Princesa, que superou a doença do carrapato e está viva! Em fevereiro faz 4 aninhos... minha Farofinha (sim, ela tem apelido rsrsrs)


 Me sinto grata por tê-los, eles me alegram, me fazem melhor... enriquecem minha vida.


Costumo dizer, quando marido anda em velocidade um pouco acima de 100 na estrada: "Erdilan, pra que andar com pressa? Vai mais devagar, a minha vida pode não ser assim uma perfeição mas é a única que eu tenho e eu gosto dela, gostaria de preservar. Obrigada, de nada."
Ele sempre ri e reduz, é coisa nossa.

Mas é bem assim que sinto: mesmo quando a vida não parece grande coisa, ainda assim é boa e eu gosto dela, quero preservar.
Sou grata porque estou viva, nunca sofri nenhum acidente grave, nunca tive uma doença grave, sinto que minha vida sempre foi preservada de tudo.
Estou viva...
E estar vivo, gente querida, é o primeiro passo pra tudo dar certo pra gente.
Não é?




Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!



Para inserir o link de sua postagem faça assim:


1- Copie o endereço http de seu post participante da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão. Só serão aceitos os links participantes da Blogagem.
Se for post do blog você consegue o link clicando no título do post e copiando a url que aparecer no navegador. Se for post no Facebook consegue o link clicando na hora da publicação e copiando o link que aparece no navegador. O mesmo vale para posts o Instagram.

2- Com o link de seu post "em mãos" clique no botão azul Add your link que aparece ao final deste painel. No campo que abrir cole o link de seu post, coloque o nome de seu blog ou de seu post, como preferir, e seu email. Feito isso clique em Submit link.

3- Se puder visite os demais participantes da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão e comente nos posts. Isso incentiva as pessoas e faz os blogs crescerem e serem cada vez mais ativos e vivos!

4- O Painel da Gratidão de cada semana estará no ar sempre às sextas-feiras, entre as 19 e 20 horas, e permanece aberto até o final da noite de segunda-feira.
Você pode conferir todos os painéis aqui:


Espero seu link!
Participe!!!




QUERO LER O POST COMPLETO

Economize nas compras online! Use cupons de desconto e poupe seu dinheiro!

em 18/01/2017

Economize nas compras online! Use cupons de desconto e poupe seu dinheiro!

Não há como negar: mesmo com a crise os e-commerces estão crescendo.
De acordo com a agência Ebit o comércio online no Brasil em 2016 teve um crescimento de cerca de 14% em relação à 2015. E não pára de crescer!
A facilidade, a comodidade e muitas vezes o preço mais baixo atraem mais e mais clientes.
Essa pessoa que vos fala, por exemplo...

Já contei em outros posts que eu compro de tudo pela internet, de móveis à roupas, de maquiagem aos livros, que aliás só compro pela internet... só não compro comida porque minha cidade pequena não tem esse tipo de serviço.
De resto, compro de tudo.

E tem mais: antes de gastar gasolina, tempo, pernas e sapato  pesquisando preços quando quero realizar alguma compra o primeiro passo sempre é pesquisar na internet.
E se a loja física tem loja virtual em geral eu opto pela compra online porque o valor é sempre mais baixo. Comprei no final de 2016 um guarda-roupa assim. Frete grátis, e mesmo pagando montador economizei mais de 300 reais se tivesse comprado o mesmo guarda roupa na loja física. Demais, né?

Isso se explica (dizem os vendedores aos quais perguntei o motivo da discrepância) porque o e-commerce tem custo operacional menor.
Mas além disso tem a vantagem dos cupons de desconto.
Aqui no Brasil essa modalidade de comércio só é encontrada nas compras online.
E desconto, pessoa linda, é tudo o que a gente quer na hora de pagar, não é?


compre online e economize com cupons de desconto
Cupons de desconto- o pulo do gato na hora de economizar!


Você costuma fazer compras online?
Já ouviu falar nos cupons de desconto? Eles são a melhor forma de economizar ao comprar em grandes lojas na internet.
Aqui no Brasil a modalidade vem ganhando força há alguns anos, mas em países como EUA, por exemplo, é tão difundida a prática de usar cupons de desconto que existem até clubes de caça aos cupons!


Nós não temos clubes (até onde sei) mas temos algo tão incrível quanto: os sites que fazem o serviço todinho pra gente, que reúnem em um só lugar os melhores e mais interessantes cupons de desconto que as grandes lojas online oferecem!
Quero te mostrar um site que faz exatamente isso: reúne em sua página os melhores e mais vantajosos cupons de desconto disponíveis pela rede afora.
Vou listar abaixo alguns desses cupons que o Loucos por Cupons reuniu.
Separei por tipo de produto/categoria, tá?
Vamos às compras?


Smartphones


Trocafone
Se deseja trocar o seu celular e comprar um usado em oferta, a dica é o site Trocafone. Ele reúne os melhores aparelhos smartphones à preços reduzidos.
Veja mais sobre os cupons de desconto trocafone.


Decoração


art maison
Para quem deseja decorar a casa ou apartamento boas opções são os produtos da Art Maison, como almofadas decorativas e luminárias.
É uma ótima forma de mudar o visual da sua residência e começar o ano muito bem com peças decorativas de muita qualidade.


Drogarias


drogaria onofre
Encontre os melhores medicamentos e cosméticos para cuidar da sua saúde e bem estar.
Aproveite o cupom de desconto Onofre na hora de adquirir os produtos da farmácia.


Moda


le lis blanc
Aproveite o melhor da moda feminina na Le Lis Blanc. São roupas da mais alta qualidade e design exclusivo.
Faça suas compras com o cupom le lis blanc e tenha mais descontos na hora de pagar. A marca é conhecida por atender todas as necessidades da mulher, do dia a dia à roupa de festa


Moda Infantil


puket
Na Puket você encontra muitas opções em moda infantil. A Marca tem produtos tanto para meninos quanto para meninas.
Aproveite o cupom de desconto puket e faça a alegria da criançada.



Além das sugestões de categorias listadas acima você vai encontrar uma infinidade de outras lojas no site Loucos por Cupons.
Vale a pena gastar um tempinho navegando pelo site...
Economia, mig@s, sempre vale a pena!
Né?

QUERO LER O POST COMPLETO

Postagens relacionadas para blog ao final dos posts- simples e sem complicação

em 17/01/2017

postagens relacionadas para blog ao final dos posts- simples e sem complicação

Já publiquei aqui no blog alguns tutoriais que ensinam como colocar, ao final dos posts, as Postagens relacionadas.
Não sabe o que é?
São as recomendações de outros posts que a gente coloca ao final das postagens e que ajudam a manter o leitor mais tempo no blog. Acho indispensável!
Olhe o final desse post, sob o título de FIQUE MAIS UM POUCO COMIGO! VEJA TAMBÉM:
Então, é esse recurso que estamos falando...

Relembre aqui tudo que já foi postado no Blog Elaine Gaspareto sobre Postagens relacionadas.


Hoje quero compartilhar contigo mais uma forma de fazer isso.
Quando terminarmos ficará assim:


Demonstração do tutorial

Fica legal, né? Você pode modificar a frase do título, pode mudar a fonte e a cor, pode arredondar as miniaturas...
Vamos trabalhar?

Antes, 2 conselhos:
  1. Sempre faça essas modificações mais avançadas em um blog de testes antes de partir para o seu blog real. Coloque nesse blog de testes uns 5 ou mais posts com imagem, marcadores e use o mesmo template de seu blog real. Deixe o blog em modo público, feed completo e aí sim faça nele o tutorial. Depois de praticar refaça em seu blog real. Vai por mim, evita dor de cabeça.
  2. Antes de começar qualquer tutorial Blogger leia e releia as explicações até se certificar de haver entendido.A imensa maioria das perguntas que recebo referentes aos tutoriais do blog são perguntas cujas respostas já estão no post. Então, leia, releia e só comece após haver entendido.

Precauções tomadas, vamos ao tutorial?
Para começarmos abra a página com os códigos necessários à realização do tutorial e a mantenha aberta:


Copiar o código



Como colocar as postagens relacionadas no blog?



Para começar acesse a aba Modelo de seu blog, onde vai instalar as postagens relacionadas para blog.
Clique na aba Editar HTML e dentro da caixa do código fonte tecle Ctrl+F.
Vai expandir uma barra de pesquisa.
Nessa barra de busca digite </head> e tecle Enter para localizar.
ACIMA dessa tag de fechamento cole o CÓDIGO DAS POSTAGENS RELACIONADAS PARA BLOG
Salve.

Este código é inovador em relação aos que ensinei antes pois ele não requer que o script seja hospedado externamente para funcionar. Alojamos o script direto no código-fonte do blog e isso impede que um dia saia do ar por excesso de tráfego no servidor ou se o site de hospedagem cair, por exemplo.

Caso queira modificar cores, tamanho das miniaturas ou fontes é tudo nesse código.
Precisa, claro, ter um conhecimento básico em edição de CSS.
Caso não altere nada o resultado será exatamente como na minha imagem demonstrativa.

Feita essa parte vamos ao passo final!
Localize, usando a barra de pesquisa do código-fonte, este trecho:



Provavelmente seu blog apresentará 2 ocorrências dessa tag, estamos em busca da segunda ocorrência, ok?

Também pode ser que seu template não tenha post-footer-line-3. Nesse caso localize <div class='post-footer-line post-footer-line-2'>, ambos servem.
Achou a linha que queremos? Segunda ocorrência, não esqueça!

Abaixo dela cole o CÓDIGO HTML e salve.
À esta altura seus posts relacionados já devem aparecer no blog.
Caso não apareça releia o tutorial e confira os passos.


Para facilitar a sua vida gravei a execução do tutorial em vídeo.
No vídeo eu explico um pouco sobre como mudar cores, fontes, quantidade de posts mostrados, etc...
Aperta o play e tire as dúvidas que possa ter:








Gostou do post?
Ajude o blog com o método Cococu!
Não sabe o que é cococu?
*Método cococu:
co= compartilhar
co= comentar
cu= curtir

Método cococu de ajudar essa blogueira que vos fala! 😄
Ajudaê, mig@s!!!

QUERO LER O POST COMPLETO

Fricassè de frango à moda da Elaine

em 16/01/2017

Fricassè de frango

Aqui em casa não é praxe eu seguir receitas.
Em geral pego o básico e vou adaptando, tanto ao que tenho na geladeira quanto ao gosto meu e principalmente do marido.
Acredito que comida é lógica: você junta isso+isso e chega no resultado tal.
Junte um pouco de talento (eu tenho) e muita experiência (tenho também, cozinho desde os 9 anos), e um tantão bem grande de afeto (tenho muito, creio que afeto é o ingrediente principal na comida) e não tem erro, fica bom!!!
Assim surgiu esse fricassè de frango que vou te mostrar hoje.

Pela internet afora tem centenas, quiçá milhares (quiçá, palavra chique rsrsr) de receitas diferentes.
Nunca segui nenhuma, mas usei dicas de várias e cheguei na minha forma de fazer.
Vem, te conto tudinho!


Receita de fricassè de frango




Ingredientes do recheio de frango:
500 gramas de peito de frango cozido e bem desfiado;
200 ml. do caldo do cozimento do frango;
1 cebola raladinha;
1 copo de requeijão cremoso;
1 colher das de sopa de extrato de tomate;
1 cubo de caldo de galinha ou um sachê de caldo em pó. Se não usar pode colocar os temperos que preferir;
cheiro verde à gosto;

Ingredientes do creme de milho:
1 lata de milho verde (uso aquele cozido no vapor);
1 caixinha de creme de leite;

Cobertura:
100 gramas de queijo ralado (usei muçarela, mas parmesão fica melhor);
5 colheres das de sopa de farinha de rosca;
batata palha (opcional)


Modo de fazer o frango:
Cozinhe o peito de frango temperado como você costuma.
Desfie.
Eu faço assim: coloco na batedeira e bato em velocidade alta. Em 1 minuto está desfiadinho, sem sofrência.
A seguir refogue a cebola ralada no azeite até murchar bem. Acrescente o frango desfiado, o extrato de tomate, o caldo do cozimento do frango e o tablete de caldo (ou caldo em pó) e mexa bem.
Coloque o copo de requeijão e incorpore. Deixe encorpar.
Desligue o fogo e coloque o cheiro verde.
Deve ficar um recheio cremoso, denso.
Reserve.

Creme de milho:
No liquidificador coloque o milho e a água que vem junto. Bata.
Leve ao fogo com uma pitada de sal e acrescente o creme de leite.
Deixe apurar, mexendo de vez em quando pra não grudar no fundo.
Quando estiver encorpado retire do fogo e acenda seu forno.

Montagem:
Em uma travessa pequena (a minha assadeira mede 20x30cm.) espalhe o frango refogado.
Sobre o frango espalhe o creme de milho.
Sobre o creme de milho salpique o queijo ralado e pra finalizar espalhe a farinha de rosca em cima do queijo.
Leve ao forno moderado por uns 10 minutos, o suficiente para gratinar.

Prontinho pra ir forno, para gratinar

Retire do forno e se desejar espalhe batata palha por cima. No dia que fiz esqueci a batata, #mimata...
Sirva bem quentinho, com um arroz branquinho e soltinho...
Fica uma coisa de bom!!!

Faz aí e me diz. Se em sua casa tiver algum apaixonado pela combinação de frango+milho+requeijão pode apostar que vai agradar em cheio!!!


Não sabe fazer arroz soltinho?
Tem problema não, mig@! Eu te ensino, clica na imagem abaixo:



Quer imprimir a receita do Fricassè de frango à moda da Elaine?
Clica aí, ó:

Print Friendly and PDF
QUERO LER O POST COMPLETO

A estória da minha casa- Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

em 13/01/2017

A estória da minha casa- Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Quem tem um blog como o meu, que mistura os mais variados assuntos, vez ou outra (ou muitas e muitas vezes) publica coisas bem pessoais.
Quem está comigo há mais tempo sabe disso, e sabe que aqui eu conto algumas tristezas, algumas dores, algumas derrotas, e que conto algumas vitórias, algumas alegrias, algumas conquistas.
Quero falar disso hoje, de uma grande conquista.
Quitamos nossa casa.

Sim, é isso aí, minha casinha de 50 metros quadrados está quitada. É nossa!
Esta semana recebemos os papéis da quitação, agora é registrar no cartório e a seguir vamos em Bauru, na Cohab, assinar os papéis que faltam e pegar a escritura.
Você não sabe o que isso significa pra mim, pra nós...

Antes de mudar pra cá eu morei por 1 ano e meio nos fundos da casa da minha sogra. Agradeço muito mas jamais faria de novo, se tivesse a sabedoria que tenho hoje.
Quando saímos de lá alugamos uma casa e moramos nela por quase 4 anos.
Aí, no começo de janeiro de 2001 vencia o contrato e eu não queria renovar, o aluguel era bem alto, e a gente não sabia o que fazer.


Era um daqueles tempos difíceis, a gente contava moedinhas pra comprar pão.
Então, assim, de repente, o irmão do meu marido resolveu que queria morar no centro da cidade e não mais num conjunto habitacional.
Apareceu um bom negócio, ele conseguiria o financiamento mas não podia ter nada vinculado ao nome dele.
Então era preciso se desfazer rapidamente da casa da Cohab.

Ele chamou meu marido e ofereceu pra gente, por um valor que mal cobria os anos que ele já havia pago, um presente praticamente. Um presente  que poderíamos pagar por mês, valor total de pouco mais de 10 mil reais.
Isso há 15 anos era (pra mim ainda é) um dinheirão.
Teríamos que assumir as prestações a Cohab e mais essa dívida a ser paga mensalmente. Muita coisa...
Mas topamos, e eu consegui que meu patrão na época me registrasse, mesmo eu trabalhando em casa. Era preciso porque o salário do marido não era o bastante para a Cohab aceitar a transferência.

Pra resumir: meu cunhado fechou negócio na casa dele no começo da semana, mudou na quinta de noite e eu mudei na sexta.
Mudamos sem ter um real, sem dinheiro nem pra pagar a mudança.
Amigos ajudaram, minha mãe e minha sogra chegaram antes de mim e quando cheguei na casa com minha irmã e Ana Laura bebezinha e meus 5 cachorros que tinha na época já estavam todos aqui, os móveis, tudo. Gente lavando, gente montando móveis.
Foi tão rápido que eu nem vi a casa antes de mudar. Era o dia 2 de fevereiro de 2001.

Foram anos de muita economia. Pagávamos as prestações e a dívida com meu cunhado, eu trabalhava como louca costurando calçados, salário baixo... foram anos duros... perdi a conta de quantas vezes era preciso escolher se ia ter carne no almoço ou se ia comprar ração. Sempre escolhia comprar ração.
Com o tempo foi amenizando e paguei meu cunhado 2 anos antes do previsto.
Sim, trabalhei tanto, até de madrugada... mas pagamos.

Tempos depois tivemos uma pendência com a Cohab devido a um erro no contrato e quase perdemos a casa e os anos pagos. A Cohab entrou com uma ação, nós recorremos e perdemos. Tínhamos que pagar um valor bem alto, alto mesmo, devido a um erro no contrato original.
Foi em 2010. Ficamos muito desesperados, a casa estava mesmo por um triz e mesmo juntando todo o dinheiro que conseguimos ainda faltava um bom tanto pra resolver a ação que perdemos.
Nesse ano tudo estava dando errado, foi bem desesperador.

Mas recebemos ajuda de uma pessoa incrível, que conheci via blog.
Sei que você não vai acreditar, mas essa amiga, que mora em meu coração pra sempre, nos emprestou dinheiro, uma soma alta, e eu quitei o débito da ação.
Não vou contar quem é ela porque ela poderia não gostar, é alguém muito modesta e a maioria das coisas que ela faz ela não divulga. Mas se você está comigo há tempos com certeza a conhece... uma das pessoas mais generosas, leais e solidárias que conheci!!! Amo muito, me estendeu a mão quando mais precisei. Gratidão eterna!

Aí, continuamos a pagar as prestações (financiamento de 25 anos, renovado, virou de 30 anos) e comecei a pagar minha amiga.
Mais um tempo de aperto, mas de lá pra cá só melhorou.
Então meu marido foi diagnosticado com Esclerose Múltipla, como você talvez já saiba... e daí um tempo conseguiu a aposentadoria.
Entramos então com o pedido de quitação do imóvel, demorou, deu trabalho, até funcionário da Cohab esteve aqui em casa pra checar, perito, etc... mas finalmente ganhamos a ação e a casa foi quitada.

Você não imagina o tamanho da minha alegria!
Sou grata demais da conta por esta casa!
É simples, é pequenininha, é humilde, mas é tão nossa... sou tão feliz aqui!
Sempre penso nisso, que é uma dádiva ter um teto, ter um lugar pra onde voltar, ter uma casa pra chamar de lar.


Olha a frente da minha casinha, fotografei hoje enquanto chegava em casa depois de um dia de hospital, cansada... começo da noite, chuvinha caindo, mas feliz de ter um lar para onde voltar:



Aqui a vista em frente minha casinha, numa tarde de sol se pondo, coisa mais linda do mundo:



Aqui um pouco do canto dos pássaros do meu quintal:

Um vídeo publicado por Elaine Gaspareto (@elainegasparetoparada) em

Pergunta se sou feliz morando aqui?
Sim, ou com certeza?

Aqui é meu lar, e a gratidão que sinto envolve desde meu cunhado e minha cunhada, que foram generosos ao transferir pra gente o contrato, aceitando receber parceladamente... as pessoas que nos ajudaram quando a gente não tinha nem dinheiro pra pagar a mudança... meus sogros, que no aperto de 2010 nos ajudaram como puderam, e minha amiga querida, que confiou em mim sem nunca ter me visto, que me salvou de perder minha casa...

Gratidão eterna! Gratidão à Deus que escreveu todos os passos que nós daríamos pra chegar até aqui.
Acredite, conseguir uma casa sem ter um real foi mesmo milagre. Tudo se resolveu em uma semana.
Milagre? Sim.
Não quer dizer que não tenha sido com esforço e sacrifício, noites trabalhando, fazendo serviço extra pra conseguir pagar, apertos e preocupações.
Mas milagre.

Por isso sou tão grata, porque milhares de pessoas lutam muito mais, por toda uma vida, e nunca conseguem uma casa pra chamar de sua.
Choro, agora, mas de alegria e de gratidão.
Tem coisa melhor?


Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão

Venha participar com a gente da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão!
Clique aqui e saiba como é simples participar!




Para inserir o link de sua postagem faça assim:


1- Copie o endereço http de seu post participante da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão. Só serão aceitos os links participantes da Blogagem.
Se for post do blog você consegue o link clicando no título do post e copiando a url que aparecer no navegador. Se for post no Facebook consegue o link clicando na hora da publicação e copiando o link que aparece no navegador. O mesmo vale para posts o Instagram.

2- Com o link de seu post "em mãos" clique no botão azul Add your link que aparece ao final deste painel. No campo que abrir cole o link de seu post, coloque o nome de seu blog ou de seu post, como preferir, e seu email. Feito isso clique em Submit link.

3- Se puder visite os demais participantes da Blogagem Coletiva #52semanasdegratidão e comente nos posts. Isso incentiva as pessoas e faz os blogs crescerem e serem cada vez mais ativos e vivos!

4- O Painel da Gratidão de cada semana estará no ar sempre às sextas-feiras, entre as 19 e 20 horas, e permanece aberto até o final da noite de segunda-feira.
Você pode conferir todos os painéis aqui:


Espero seu link!
Participe!!!

Vamos espalhar palavras positivas, de gratidão e de amor pelo nosso mundo virtual!


QUERO LER O POST COMPLETO


No Instagram