Aquele post sem nome...

em 28 de novembro de 2016

Hoje faz mais de uma semana que minha mãe está internada.
Passou mal uns dias atrás, bem mal mesmo, estava/está com um coágulo no pulmão, respira bem só com oxigênio.
Daí na madrugada de segunda-feira passada precisou ser internada, ligou pra gente de madrugada, foi uma correria. Ela quase morreu.
Dias e noites no hospital, o corpo cansado, a alma cansada. A cabeça não funciona direito. Nada funciona direito.

Fui relatando alguns momentos no meu perfil do Facebook, especialmente para que amigos e parentes mais próximos pudessem saber as notícias.
Ela tem muitos problemas de saúde, é cardíaca, hipertensa, diabética...
E pense numa pessoinha que resiste ao tratamento, se recusa ficar internada, e estando lá se recusa a comer... chorou, esperneou, lá se foi minha calma...

Minha irmã (Deus abençoe tanta paciência) consegue lidar melhor... a mim me falta paciência e sobra cansaço.
E pra completar marido fica mal quando passa agitação, imagina sair correndo de madrugada. Só a gente tem carro, então é um vai pra cima, vem pra baixo...



Ela está, nesse momento em que escrevo, no centro cirúrgico do Hospital do Coração, aqui em Franca, cidade perto de onde moro e que tem mais recursos.
Está fazendo uma cirurgia cardíaca.
Foi transferida cedo, de UTI móvel. Minha irmã vai passar a noite com ela, eu preciso ir embora, marido não aguenta mais, o dia foi terrível pra ele, a semana foi terrível pra nós.
E pensar que tudo está apenas no começo...

Tenso.
Começamos o ano indo em Franca com o meu sobrinho e parece que vamos terminar o ano andando atrás de ambulância indo pra Franca, de novo.
Cansaço, nervosismo, preocupação.
Me abraça?


Algumas notas de rodapé:

⇨ Hoje de manhã, vindo pra Franca, notei a cidade vazia, ruas vazias. Pensei: nossa, quantas lojas de portas fechadas, a crise tá mesmo feia.
Não. É feriado municipal, aniversário da cidade. Pensa numa pessoa que nem se tocou e só foi estranhar quando viu a vigésima loja fechada...
Cansaço, gente, faz a gente ficar mais lerda do que já é...

⇨ Uma das minhas tias foi visitar minha mãe e o meu tio ficou esperando na recepção.
Ela saiu do quarto da mãe e cadê meu tio? Passou mal, foi internado e foi parar na UTI. Isso na sexta-feira. Já está no quarto.
Surreal, né?

⇨ Minha irmã na UTI móvel com a mãe e a gente combinou de ir seguindo, de carro.
Motorista ligeiro, quem disse que acompanhamos? Ficamos  mais de 1 hora perdidos em Franca, nem gps dava conta de socorrer a gente.
Você já ficou perdido num calor intenso, com fome e com o celular travando o gps? Eu já...

⇨ Já no hospital fomos comprar algo pra comer, irmã e eu. Cadê dinheiro? Saí de casa com 12 reais e os cartões.
E adivinha? Na lanchonete do hospital, justo hoje, não estavam passando cartão por ser feriado. E fechou às 13 horas. E a cidade fechada porque é aniversário de Franca...
Me diz: que tipo de pessoa sai de casa sem dinheiro? Sem olhar a carteira?
Eu respondo: meu marido. E eu.


⇨ Estamos nós em Franca meu sogro, meu cunhado, amigos, todos ligando, dizendo pra não ir ao centro da minha cidade.
Motivo: ruas tomadas pela polícia. Assalto bem no centro, agitou o dia.

Óia o tanto de carro de puliça...


Mas isso nem importa (mentira, importa sim, violência aqui me dá medo...)
Importa mesmo eu te mostrar o delegato daqui. Óia:


Se quiser ver o vídeo com a reportagem é só clicar na imagem do boy magya delegado.
Que foi?
Deixa eu tentar descontrair um pouco, uai...


Finalizando:
Estou devendo um monte de respostas pra um monte de gente, eu sei. Vou tentar responder um pouco hoje e amanhã.
Sei que prometi cumprir os agendamentos feitos antes do final do ano mas infelizmente aconteceram tantas coisas... então estou atrasada muito além do que eu poderia esperar.
Mas vou responder tudo, pra todo mundo, eu prometo.

Como eu disse antes:
Me abraça?

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

20 comentários , comente também!

  1. Que tudo se normalize, é tudo o que desejo.
    Um abraço e uma semana mais calma.

    ResponderExcluir
  2. Elaineeeee!!! Força ai , Estimas de melhoras. Sinta meu abraço ai. \o/

    ResponderExcluir
  3. Elaine:
    Difícil, mas procura ficar bem. Meu abraço carinhoso.
    beijocas
    Sônia

    ResponderExcluir
  4. Espero que estes dias de agitação e preocupação encontrem logo o caminho da saída... Salete Duarte

    ResponderExcluir
  5. São fazes,elas passam...O que importa é a recuperação da sua mãe.
    Pensamento positivo e tudo se resolverá.
    Já passe por isso em dezembro de 2011.Comi o pão que o diabo amassou.
    Levei três dias sem comer,sem dormir,sem tomar banho,só a espera de uma vaga para ela.
    Precisei entrar na Justiça para minha mãe encontrasse uma vaga em um C T I.
    As pessoas mais velhas geralmente apresentam problemas no pulmão.
    Espero que tudo dê certo.
    Cuide-se!
    Abraço fraterno

    ResponderExcluir
  6. Vem cá... (abraço longo e apertado) Respira. Paciência. Foco no que importa: diz que ama, ajuda, cuida. Da mãe e do marido. Nós aqui estamos na torcida pro seu Fim de Ano ser de luz, amor e tranquilidade...

    ResponderExcluir
  7. Oi Elaine, abraço sim... Fecha os olhos e sente um forte e acolhedor abraço, repleto de energias amoráveis para seu refazimento físico e espiritual!
    Vou orar por vocês! Se precisar de alguma coisa grita que estou perto de você, beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Desejo que tudo se normalize logo que a tua mãe se recupere muito bem!
    Beijos,
    Ana

    ResponderExcluir
  9. Ai, amiga... quando li o título já pensei em "coisa pior". Mas o ano ainda não acabou, eita 2016 que tá de lascar, viu? aliás,a cada ano que passa tô percebendo que a coisa simplesmente não melhora...
    Nem sei o que dizer. Só: #tamojunta.

    ResponderExcluir
  10. Elaine, sinta-se fortemente e longamente abraçada!! Tem momentos que o que mais precisamos é de uma abraço amigo e carinhoso. Espero em Deus que as coisas se acalmem por aí, tente se fortalecer orando e seguindo firme, tudo vai passar, não há dor nem problema que dure para sempre. É preciso confiar e ter esperança, desejo de todo coração que Deus te conforte e te fortaleça no meio desse turbilhão.
    E esse boy magia. rsrsrs é preciso descontrair mesmo, caso contrário pira o cabeção, como alguns falam. bjsssss e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  11. Oi Elaine,
    Espero que sua mãe fique boa logo e que as coisas acalme. Estou torcendo muito por ela. Todas nós entendemos e não se preocupe com a gente, se preocupe com o que importa agora, ou seja, sua mãe.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Uau, Elaine, que agitação, heim? Espero que sua mamãe esteja bem melhor e que você e sua família também estejam bem, apesar dessa correria.

    Um beijo e grande abraço.

    ResponderExcluir
  13. * Receba meu abraço e toda a energia positivo que estou enviando* Não sou de comentar muito (nem sei se já comentei aqui rs') , mas só quero que você saiba que tudo vai dar certo, okay?
    Um super beijo no seu coração

    ResponderExcluir
  14. Feche os olhos e sinta meu abraço GG bem apertado, cheiroso e cheio de amor.

    ResponderExcluir
  15. Elaine, fique na paz de Deus e tenha forças, tudo logo vai estar bem. Abraços fraternos querida.

    ResponderExcluir
  16. Querida, fique bem! Vai passar essa fase!

    ResponderExcluir
  17. Oie...
    "boy magya" foi demais... kkkk
    Mas é bom descontrair mesmo... quando a energia pesa, uma boa gargalhada faz muito bem e "limpa" o ambiente...
    Tudo vai dar certo...

    bjo

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…