Íntimo & pessoal

em 5 de setembro de 2016


Queria compartilhar uma coisa contigo... uma coisa minha, muito pessoal.
Talvez, em algum lugar desse mundo tão vasto, outra pessoa esteja sentindo as mesmas coisas e quem sabe? Talvez possa ser uma ajuda, né?

Faz tempo, mais de ano, eu acho... venho sentindo um cansaço muito grande, intenso mesmo.
Sabe quando você, mesmo se tiver dormido uma noite inteira, acorda cansada, com dores e pra começar o dia é uma dificuldade? É cansaço físico, mas não é físico. Não consigo explicar...

Antes eu conseguia, mesmo com a correria da vida, ler 3, 4 livros por mês. Era algo que eu amava!
O último que li faz quase 1 ano.
Não consigo me concentrar, não tenho foco... quando dou por mim estou na mesma página há 10 minutos e já esqueci o que li antes. Tenho que recomeçar...

Também sinto muita dor de cabeça.
Sempre tive, mas não é mais uma ou duas vezes por semana, é uma, duas, três vezes por dia.
Nem sei dizer quando foi a última vez que não estive com dor de cabeça.
Em geral uma dor que desce pelo pescoço, chega aos ombros...
Não é debilitante, mas é constante, entende?
Passa com analgésico, mas daí há pouco volta. Dia e noite.

E uma coisa que não tinha desde os 16 anos: dor de estômago. Quando era adolescente eu tive gastrite, mas com medicação foi debelada.
Agora remédio algum funciona, a dor sempre volta. E, gente, que coisa ruim que é...
E quando junta dor com azia? Meu Deus...


Eu pouco saio de casa, não consigo. Não gosto. Fico ensaiando pra ir em mercado, por exemplo.
Faz quase 2 anos que não corto cabelo por falta de vontade sair e ir ao salão... ver gente, aquela conversa toda...

Aos poucos me afastei de todo mundo que fazia parte da minha vida. Ninguém me abandonou, eu é que me afastei. E, claro, as pessoas se afastaram porque eu as afastei.
Tirando a pouca interação que tenho no blog eu só falo de vez em quando com minha irmã, ocasionalmente com meus sobrinhos... mais com o Luís Otávio, que me liga e fala que tá com saudades... e uma vez por semana falo com minha mãe. Por obrigação mesmo, porque ela tá velhinha. Mas é um esforço, sabe? Só quero estar sozinha.

Não é jeito de falar, é fato.
Tem semana que eu só vejo a cara do meu marido, e mesmo com ele falo pouco, não sinto ânimo, sabe?
Quero ficar quieta, sozinha. Posso ficar semanas sem colocar o pé na calçada de casa, sem nem sentir.
Meu sonho mais recorrente é uma casinha isolada no meio de uma mata, sabe aquelas cabanas de filme americano?
então...

A verdade é que me sinto exausta. Fisicamente, emocionalmente.
Não dou conta de embates, de discussões, de consolar alguém, não quero mais... sabe?
Tem hora que parece que só procuram a gente pra receber ajuda, de todo tipo. Me sinto tipo assim, invisível...
Como é possível que ninguém veja como ando nos últimos meses?

Marido é daquelas pessoas tão desligadas que não percebem, e se percebe não fala porque não sabe o que fazer.
Não é culpa dele. Ele é como é, eu sou como sou, isso não muda.
Está acostumado comigo bem, saudável, no controle, superando as dificuldades, sempre com a solução.
Eu não estar bem, pra ele, é aterrorizante até pra dizer que percebeu.
Então ele não percebe. Porque não consegue, não quer, não se importa ou não sabe o que fazer...
Faz 15 dias que passo mancando por ele, e ele jamais pergunta o que há...
Coluna, dor lancinante nos pés, inchaço demais.
Eu diria, se perguntasse.

Mas o pior de tudo é a vontade de chorar.
Por tudo. Por nada.
Do nada.
É uma sensação de tristeza, de cansaço, de inadequação, de falta...
E isso atrapalha demais, atrapalha minha concentração, atrapalha fazer as coisas que dependem de mim...
Quando a gente sente dores mas está emocionalmente equilibrada, consegue seguir.
Mas a dor emocional é muito afiada.
E essa vontade de chorar é muito estranha.
Está comigo o tempo todo.

Sei que você vai me dizer para procurar um médico.
Mas eu nem sei que médico ir... gastro, ortopedista, psicólogo, psiquiatra?
E acredite, até pensar em ir à médico me causa inquietação...
O que eu estou escrevendo hoje não tem o objetivo de me expor, embora com certeza vá fazê-lo. Tudo bem, é um preço calculado. Quem tem blog pessoal como o meu sabe que, vez ou outra, a exposição acontece. É do ofício.

Mas é que, como eu disse no começo, talvez alguém tenha passado ou esteja passando por essas coisas. Seria legal saber que mais gente sente essas coisas, que vai passar, que não tô assim tão mal...
A gente se sentir "única" no mundo não tem graça.
Bem ao contrário, aliás...



Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

52 comentários , comente também!

  1. Oi Elaine, bt!
    Muitos sintomas são de depressão, mas o melhor mesmo é fazer exames mais específicos pois vc tem muito p/contar p/ os médicos.
    Depressão existe por diversos motivos e com a luta que vc tem ela é mais que explicada amiga!
    Espero que vc melhore e volte com notícias boas de algum médico que foi procurar. Se cuida menina, pq cuidar dos outros é mais fácil do que cuidar da gente!
    Bjsssss e que Deus te abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é bem verdade, né?
      Cuidar dos outros é mais fácil, há menos coisas a enfrentar...
      Obrigada pelo conselho, garota!
      bjsssss

      Excluir
  2. Pxa,Elaine! Que coisa! Cada um de nós tem momentos ruins, fases. Mas me parece que essa está durando muito por aí. Te entendo o cansaço, a falta de vontade de ver gente... Também sou um pouco assim bicho do mato. Salão, detesto e pra não "perder tempo " lá, eu mesma pinto e bordo na minha cabeça e cabelos,rs...Mas tudo o que li aqui, mais me parece uma depressão e deverias colocar pra fora com o teu marido. Ele vai te ouvir e tenho certeza, isso fará bem. Fala uma, duas, quantas foram as vezes necessárias., Não guarda dentro de ti! E, sobretudo, te anima, pensa na vida toda que tens pela frente.Vai! Te anima! Daqui fico torcendo ,tá? E sempre que quiseres falar, tens meu email, ombro amigo...bjs,. chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica querida, muito obrigada pelo ombro.
      E pelo conselho de falar, embora não ache que eu vá segui-lo...
      beijossss

      Excluir
  3. Elaine, não te conheço pessoalmente, não sou casada, nunca passei por isso.
    Todas as vezes das quais me senti desanimada foi devido ou a faculdade (que eu não gostava) ou por causa do trabalho (meu chefe era insuportável) enfim.
    Não sei exatamente o que dizer, ou aconselhar, tbm não sou muito boa com isso.
    Eu sempre fui mais reservada tbm, troco qualquer festinha ou passeio por ficar em casa assistindo meu seriado ou lendo meu livro, é meu jeito sabe?
    Talvez vc seja assim tbm, esse seja "seu jeito".
    E, não sei se você acredita em Deus, mas acho que a ajuda Dele é sempre muito válida e importante nas nossas vidas. Eu diria para entregar seus problemas e anseios a Ele... comigo sempre deu muito certo.
    Abraços e fique bem!

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, eu jamais imaginaria que você fosse caseira.
      Achei que era de festa rsrsr
      Pra você ver como a gente nem sempre "lê" as pessoas corretamente, né?
      bjssss

      Excluir
  4. Ah minha querida, eu passei um tempo assim (quando meu filho mudou para o exterior). Entrei em depressão.
    Um bom psicólogo lhe dará ajuda ou um psiquiatra com algum remédio/substância que está faltando no cérebro. Aos poucos fui melhorando (demorou), mas ainda não estou curada totalmente.
    O stress e preocupações diárias atrapalham e muito nossa vida.
    Não fique desanimada, reaja, procure também um clínico geral, para cuidar dessas dores (que pode ser física por causa do psicológico).
    Espero que você melhore querida, não fique parada, é difícil, sei muito bem como é. Procure ajuda.
    Torço muito por você. Guerreira que às vezes carrega o mundo nas costas.
    Cuide-se.
    Um abraço carinhoso e se eu puder ajudar em alguma coisa, estou aqui, você sabe.
    joturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jô, eu acho que em algum momento você me falou disso, de quando seu filho se mudou.
      É importante pra mim ler seu relato. E saber que estás melhor...
      beijossss

      Excluir
  5. Oi Elaine eu mim chamo maria de Lourdes, tenho um blog, o nome dele é https://vamosanunciarapalavradedeus.blogspot.com.br/ e gosto muito do seu blog. eu sempre estou vendo o que você Escreve e gosto muito. Li esse último, Intimo e pessoal e resolvi li dar uma dica espiritual. Não sei sua religião mais sei que Deus não faz excepção de Pessoa samos todos iguais perante ele nos ama igualmente. A dica é; Comece lendo a Bíblia Pelo novo testamento e com os Salmos e peça a Deus em nome de jesus para li ajudar, eu tenho certeza que Ele irá. Desculpe pelo os erros de Português, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, muito obrigada por tirar um tempinho e falar comigo.
      Obrigada pelo conselho.
      bjssss

      Excluir
  6. Olá Elaine, boa noite! Acompanho seu blog e sempre passo por aqui. Não sou muito de comentar! Mas, hoje não posso me esquivar. Sei o que é isso que você está sentindo! Também sinto e por causa disso fui aposentada aos 48 anos, por invalidez. Isso se chama depressão! É uma doença extremamente sorrateira. Às vezes, a gente só vai perceber quando ela já está num estágio muito avançado. Quando não conseguimos mais viver normalmente. A vida se torna um grande peso e muitas vezes não conseguimos fazer coisas simples do dia-a- dia. Procure um psiquiatra, por ser médico, se houver necessidade de uso de medicamento ele prescreverá. Se ele mesmo não fizer psicoterapia indicará um psicólogo ou profissional da área. Poderá requisitar exames e indicar médicos especialistas caso seja necessário, para sintomas específicos. A depressão destrói nossa vida, nossas relações familiares e sociais também. A pessoa com depressão pode se recuperar em até 6 meses ou em menos tempo, dependendo do tipo de depressão. Um dos sintomas da depressão são dores inespecíficas, sem causa aparente. Algumas pessoas precisam de medicamento, outras não. É necessário um profissional para fazer um diagnóstico correto. É claro que estou sugerindo ser uma depressão, mas somente um médico psiquiatra poderá fazer um diagnóstico com certeza. Não perca tempo, procure um médico. Se não for depressão, melhor para você! A depressão é uma doença incapacitante e carregada de preconceitos. Por vivenciar isso todos os dias criei um blog recentemente, para falar sobre isso. Convido você para visitar e participar. Não sou profissional, mas escrevo sobre o que sinto e vivencio todos os dias com essa doença e sobre o que aprendo com ela. Cuide-se! Ainda quero aprender muito com você! Como você mesma disse antes, eu sou uma dos que precisam de sua ajuda. (risos - só pra quebrar a seriedade do tema). Mas parabéns pelo seu trabalho! Adimiro muito você! Este é o link do meu blog: https://vivendoeconvivendocomdepressao.blogspot.com.br/ . Se quiser pode remover depois de ler. Grande beijo. Pecunia MillioM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pecunia, confesso que fui lendo seu comentário e foi me dando um aperto, sabe?
      Você descreve muito do que sinto.
      Tenho muito medo de estar/ficar doente.
      Talvez isso agrave tudo..
      Obrigada pelo convite e pelos conselhos.
      Obrigada mesmo.
      beijosss

      Excluir
    2. Olá Elaine, bom dia! Não tenha medo! O que acontece comigo não tem que acontecer com você. Somos diferentes em corpo, mente, emoções e espírito, ou alma como preferir. Temos reações emocionais diferentes também. Todos temos medo de ficar doentes. A maior diferença é como reagimos aos medos e como os enfrentamos. Como eu disse antes é apenas uma sugestão. Pode nem ser depressão... São apenas indícios, sintomas semelhantes e que podem ser reflexo de outra coisa. Por isso é importante procurar um psiquiatra, por ser uma doença difícil de diagnosticar, um clínico geral pode não fazer o diagnóstico correto. E se for apenas uma gastrite? você precisará cuidar do mesmo jeito! Até profissionais podem confundir e errar no diagnóstico de uma depressão, imagina nós, que estamos sugerindo ser algo baseado no que você falou sem avaliar seu estado físico geral. Portanto, não creia que estamos certos, apenas procure um bom profissional. Prefira livrar-se de qualquer dúvida agora, "enfrente essa parada" e procure se curar. Desejo que seja apenas cansaço e que você supere isso o mais rápido possível. A vida com saúde é o que há de mais importante neste mundo. Li os comentários, vi que as pessoas estão preocupadas com você e deram ótimos conselhos. Parabéns por ser tão querida! Beijo grande. Pecunia MillioM

      Excluir
  7. Elaine, deve procurar um médico sim. Um bom clínico geral para ver o que se passa consigo a nível físico, e depois ele lhe aconselhará um psicólogo ou psiquiatra. Porque parece que além dos sintomas físicos está depressiva. O que nem é de admirar, não é fácil lidar com a EM do Marido e o susto que apanhou com a doença do sobrinhito. O corpo não é de ferro. Cuide-se.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elvira, muito obrigada pelos conselhos!
      E feliz aniversário, vi em algum lugar que completou anos!
      Parabéns!
      beijossss

      Excluir
  8. Oi, Elaine,
    Só pra te dizer que muitos desses sintomas estão em mim, alguns estiveram, já passaram. Graças. Há vinte, sim, vinte anos faço homeopatia e ajudou-me e ainda ajuda bastante. Após algum tempo busquei psicoterapia, atualmente não faço, e há uns quase dez anos consultei um psiquiatra e iniciei tratamento medicamentoso que resolveu muita coisa e estou quase sem medicamento que vêm sendo retirados gradativamente, acho que até o final do ano ficarei totalmente sem. Há um certo trê-lê-lê quanto ao tratamento com psiquiatra, mas resolveu, no meu caso. Mas em algumas ocasiões sinto essa inadequação, essa tranquilidade em estar só, não sair pra nada, com bem menos frequência e estou me cuidando bem. Embora muita gente ache que é frescura, preguiça etc. é bem real pra quem sente tudo isso. Cheiro enorme. Muita Luz, Disposição e Alegria pra tu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Londi, muito obrigada por partilhar sua estória. Obrigada mesmo!
      beijossss

      Excluir
  9. Oi amiga, não posso ler um post desses, e não lhe dizer uma palavra de amor.
    Ligue-se com Deus através da oração, fale com ele, ele vai te ajudar, te guiar, acredite
    não duvides, pense, sinta e creia que ele vai te guiar e te conceder Paz, alegria e animo.

    Sou cristão, e não vim aqui aqui pra te indicar placa de igreja, mas pra te dar uma palavra amiga, pois já passei pelo que você diz no seu post. Saiba que existe um povo na terra que serve a Deus, se una a eles (para que não se sinta tão só, eles tem o dom da alegria), ele (Deus) se você quiser e pedir a ele, ele vai te ouvir e te guiar até esse povo, esse povo se prepara para uma grande partida em breve, estamos indo embora daqui da terra em breve.

    Leia a Bíblia, ele (Jesus/Deus) fala com nós através da sua palavra (acredite), Jesus veio pra nos tirar da escravidão dos homens, isso a 2000 anos atras, agora temos o direito de falar diretamente com Deus através de Jesus cristo, somente através dele, ele é a porta dessa conexão com Deus, é o meio, ele é um espirito, ninguém mais, somente Jesus Cristo pode nos conectar com Deus, qualquer outro jeito ou forma de chegar a Deus, é o homem de coração ganancioso, tentando te escravizar.

    Esses homens se apossaram da palavra de Deus pra nos escravizar. A ciência Newtoniana, Darwiniana que por hoje vive o mundo, a humanidade vive por essas leis criadas a 400 anos atras, esses leis nos afastou de Deus através de teorias materialistas, e nos encheu de crenças que nos escraviza de diversas formas, nos induz viver só na matéria.

    Os poderosos lançaram mãos dessas leis, para manter o sistema escravocrata, consumista e egoísta que a industria cinematográfica, armamentista, farmacêutica, etc... nos obriga viver, (com certeza você sabe disso mais do que eu porque você lê muito).

    Mas esta escrito "conhecereis a verdade e ela vos libertara" se buscas ser livre desses sentimentos, leia Juntos a Bíblia e o Livro "O Campo" de lynne mctaggart e vai entender o que estou falando.

    A Bíblia porque ela é a base da espiritualidade, e o livro porque através de experimentos não aceitos pela ciência, mas feitos por cientistas renomados (que foram excluídos pela ciência, por falar a verdade) prova que Deus existe sim e que ele nos ama, e que nos deu poder, para que não fossemos mais escravos dos homens, coisas que lemos tantas vezes na Bíblia e não entendiamos, porque nossa fé não alcançava, devido as crenças que nos foram colocadas em nossas cabeças, ao longo de anos, através de homens maus que usaram a palavra de Deus pra nos escravizar, leia os dois livros, vai renovar suas forças em Deus (leia e medite), vai encontrar alegria e esse povo de que estou falando.


    Como servo de Deus, pelo poder e amor que ele me concedeu por mim e pelo meu próximo. Profetizo na sua vida. Seja curada agora, de todo cansaço, de toda angustia, de toda aflição, de todo desanimo, de todo medo e de todo vazio. Que a Paz de Deus encha teu coração e sua mente, e que te proteja e lhe guarde de todo mau, e a fé esteja contigo agora e para todo o sempre, em nome de JESUS! Amém! DEUS lhe abençoe amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Udinei, muito obrigada pelas palavras e pelo aconselhamento.
      Muito obrigada!

      Excluir
  10. Elaine, FAÇO DE SUAS DORES AS MINHAS TAMBÉM! POR INTEIRO.. POR COMPLETO.. INFELIZMENTE SINTO TUDO ISSO E MAIS UM POUCO (A GASTRITE AINDA ESTÁ COMIGO DESDE RECEM NASCIDA, JUNTO COM UM REFLUXO DE 4º GRAU). E ESTOU EM UMA FASE QUE NÃO QUER CESSAR, PARECE QUE TUDO ESTÁ APERTADO, ESCURO, FEDIDO, ÚMIDO, MOFADO E ENBOLORADO, FRIO, NOJENTO, ASQUEIROSO, E ETC.. PARECE QUE ESTOU VIVENDO E VIVENCIANDO TUDO AO MEU REDOR ASSISTINDO TUDO DE UMA JAULA EGA APERTADA QUE A CADA SEGUNDO QUE EU TENTO ME RECONFORTAR LÁ DENTRO E RESPIRAR, A JAULA SE APERTA MAIS E MAIS, CADA VEZ QUE FAÇO ISSO PARA SOBREVIVER, JÁ QUE SOBREVIVER É LEI DO UNIVERSO HUMANO! BOM, EU TENHO DDA, MEU CÉREBRO FUNCIONA COMO UM TURBILHÃO DE PENSAMENTOS, E QUANDO EU TENHO UMA IDEIA GENIAL OU ALGO NÃO MUITO INTERESSANTE PARA FAZER DA VIDA, EU COMEÇO, MAS AÍ ENTÃO OUTRA IDEIA VEM SEM AVISO PRÉVIO E SEM DATA PARA IR EMBORA, MAS CHEGA EMPURRANDO A ANTERIOR, QUE ME FAZ NÃO TERMINAR O QUE ESTAVA FAZENDO E ISSO ESTÁ CADA VEZ PIOR! JÁ FUI EM PSIQUIATRA, VOU BASTANTE AO PSICÓLOGO, JÁ FUI EM MIL E UMA TERAPIAS, JÁ TOMEI MIL E UM REMÉDIOS PARA CONCENTRAÇÃO COMO FLUOXETINA, RITALINA E ENTRE OUTROS E NADA DE AJUDAREM, SÓ ME DAVAM OU MOLEZA OU DOR DE BARRIGA EM ALTO NÍVEL OU ENTÃO UMA BAITA FOME DE DRAGÃO QUE NÃO PASSAVA! BOM, E EU QUERO MUUUITÍSSIMO ME ISOLAR, FICAR APENAS COM OS ANIMAIS, QUE SÃO OS QUE MAIS QUERO AO MEU LADO, MAIS DO QUE QUALQUER COISA NO MUNDO (ALÉM DE DEUS, CLARO). EU NÃO VEJO A HORA DE TER MEU PRÓPRIO LAR, SAIR DA CASA DOS MEUS PAIS, FAZER MINHA FACULDADE DE BIOLOGIA MARINHA E ME ESPECIALIZAR EM VETERINÁRIA. E ENFIM, MORAR SOZINHA E CUIDAR DO QUE MAIS AMO EM TUDO ISSO AQUI, EM TODA ESSA CHATICE AQUI: OS ANIMAIS E A NATUREZA PURA! AI, ELAINE, EU AMO SEU BLOG, AMO LER, AMO ESCREVER, JÁ FIZ MAIS DE 15 BLOGS E NÃO PARO COM UM SE QUER (TE FALEI DA HISTÓRIA DA IDEIA EMPURRANDO OUTRA E ASSIM VAI.... AF), AGORA ESTOU COM UM natyborrelly.com.br que estou colocando aos poucos oc conteúdos, pois o blog é recente! E já to querendo fazer outro, oh my god! Eu mereço esse cérebro descafeinado... kkkkkkkkkkk tá louco!!! Enfim, estamos na mesma, espero que se sinta melhor sabendo que você não é a única (''chata'') no mundo! kkkkkkkkk ;) beijocas e até breve! se possível, gostaria de futuramente fazer uma pequena parceria com seu blog, uma ajudar a outra e tal, nos falamos por email sobre isso (nati.borrelly.job@gmail.com). Sou de São Paulo, se quiser saber hihi! Bom, é isso, adoro voce! #MelhorasPraNós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nati, menina, que cérebro agitadinho rsrsrsr
      Mas falando sério, eu não sei como é viver com DDA, na verdade sei pouco sobre isso.
      Mas lendo seu relato me deu uma aflição... não é fácil, certeza...
      Mas olha, talvez ter um blog, se fixar nele, e colocar as ideias por escrito, de modo organizado, ajude.
      Futuramente, quando as coisas se ajeitarem, talvez possamos falar de parceria.
      Por enquanto não estou fazendo.
      Te cuida, com certeza você merece um cérebro descafeinado (amei isso, bom humor sempre!)
      beijossss

      Excluir
  11. Oi Elaine:
    Colocasses quanto aos cuidados com os outros as vezes é preciso se olhar e cuidar mais de si.
    Te de essa oportunidade. Fique bem. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Sônia...
      Obrigada pelas palavras.
      bjssss

      Excluir
  12. Pode ser depressão Elaine.
    Mas pode ser também hipotireoidismo.
    Se não sabe por onde começar, um endocrinologista pode ser o primeiro a ser procurado.
    Beijo.
    Fique bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudia, é uma dica boa.
      Vou atrás sim, obrigada!
      bjssss

      Excluir
  13. Não sou médica,mas acredito que seja estafa e meio caminho para uma depressão.
    Vc enfrenta sérios problemas(a doença do seu marido) e isso interfere no seu organismo.
    Procure ajuda.Um clínico geral e também um psicólogo.Lembre-se de que a pessoa que vc mais
    ama precisa que vc esteja bem.Cuide-se! Abraços

    ResponderExcluir
  14. Elaine, sempre sigo o teu blog e aprendo muito com as coisas que vc ensina e compartilha conosco.....Eu tbm tenho me sentido assim, sobretudo ultimamente. Tenho os mesmos sintomas que te afligem e tbm não sei o que fazer. Quando estou muito mal, rezo e me sinto um pouco melhor. Não saio de casa se não for necessàrio, não suporto certos rumores, gente falando perto de mim....e sò me sinto bem quando estou dormindo ou deitada na minha cama e assistindo tv. Meu marido tbm nao percebe o quanto me sinto mal e não percebe nem mesmo a minha tristeza, talvez nem ele mesmo sabe o que fazer. Vivo em constante estado de medo....medo de tudo....medo de perder minha familia ...medo ...medo...medo....e que està gerando uma tal ansia que me paralisa, me trava o estomago, a digestao e que me està causando tanto mal estar. Sei que sao sintomas da depressão e sei que deve ser cuidada, mas tbm sei que se a gente quiser pode combater esta batalha sozinha e sair deste turbilhão que nos impede de viver a vida como se deve. Digo a mim mesma que tenho tudo o que me serve, nao me falta nada do que è realmente importante e que tudo è criado pela minha mente e, assim como nossa mente è capaz de criar coisas ruins, entao è capaz de criar coisas boas tbm, nao è? Sei que irei sair deste "tormento interior" usando minhas proprias forças, usando minha capacidade e tbm sei que vc conseguirà o mesmo. Tudo depende somente de nòs mesmos!! Fica na paz ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, dá cá amão... tudo muito parecido, né?
      E medo... eu também sinto, medo de tudo, uma ansiedade, medo de ficar sem dinheiro, medo de não conseguir pagar as contas...
      Só vou discordar de ti numa coisa: nem sempre é questão de força de vontade, amiga.
      Talvez esse seja nosso maior erro, achar (e estarmos acostumadas) a resolver sozinhas.
      Se fosse só questão de querer, acredite, eu não me sentiria, e nem você.
      Talvez aí esteja o nosso pulo do gato, entende?
      beijos, muito obrigada pela partilha!

      Excluir
  15. Olá Elaine, li os comentários de todas e concordo com elas, você precisa procurar um médico para poder se cuidar melhor. Ninguém é de ferro e você já passou por tantas coisas, um dia o corpo e a mente cansam e pedem arrego. Já me senti mais ou menos assim, principalmente quando minha filha nasceu e me sentia sozinha carregando uma grande responsabilidade sem o devido amparo emocional de quem estava por perto, o casamento entrou em ruínas por várias decepções, meses depois minha filha foi diagnostica com algumas alergias alimentares... Foi uma barra (ainda tem é), mas Deus é grandioso, generoso e teve piedade de mim e aos pouquinhos fui me reerguendo, às vezes tenho algumas recaídas, mas volto a me reerguer, não podemos nos entregar. Se cuida, gosto muito de você, aprendi muito contigo e tenho certeza que você tocou e toca o mundo de muita gente com seu jeito especial!!! Fica com Deus!! bjsssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora, fico pensando se no meio de tudo eu ainda tivesse um bebê pra cuidar.
      Meu Deus, como você dá conta?
      Espero que sua filhinha esteja bem.
      Muito obrigada pelas palavras!
      bjssss

      Excluir
  16. Elaine, sempre leio seu blog e não sou de fazer comentários. Mas, este chamou minha atenção. Talvez tenha idade pra ser sua mãe e eu posso te garantir q depois de tantos obstáculos da vida: doenças, trabalhos,falta de dinheiro, tudo q qlqr pessoa passa, chega um momento q não conseguimos ser a mesma e aí damos um clic...desliga-se tdo e vem todos esses sintomas. Pra quem teve q ser sempre forte tbm uma hora desaba.
    Busque dentro de vc uma força, creia vc consegue, não desista de vc.
    Somente um profissional para ajudá-la.
    Estarei orando pra q vc volte a sorrir, aminada, feliz e com uma garra q vc desconhece.
    Fë, acima de tudo.
    Boa sorte. Bjs.
    Katia Maria.

    ResponderExcluir
  17. Já me senti quase como vc descreveu, mas não tinha dores. Acho que estava a um passo da depressão. Foi no ano em que minha mãe faleceu e a tristeza foi chegando sem que eu me desse conta. Não queria sair de casa, mas tinha que sair pois trabalho fora, mas nas outras horas queria ficar quietinha no meu "abrigo". Marido achava que era com ele, até que me abri. Aos poucos fui superando. Tb procurei mta ajuda na minha religião (sou espírita) e aos poucos fui melhorando. Minha amiga, não se entregue, procure ajuda médica, espiritual, se abra com alguém de confiança, faça alguma coisa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi, Elaine! Olha... sobre o cansaço, estava sentindo isso também ficava totalmente sem energia para fazer as coisas rotineiras da casa, por exemplo. Só melhorei depois que comecei a fazer Muay Thai numa academia que abriu aqui pertinho da minha casa, foi quando descobri que estava com falta de nutrientes devido às refeições muito espaçadas e "puladas". Por ter que almoçar sozinha, acabava desanimando de preparar o almoço e acabava comendo coisas "fáceis" tipos "lanchinhos". Comecei a tomar complexos vitamínicos, que o meu marido já tomava por causa do jiu jitsu e foi quando comecei a melhorar. Hoje ainda não almoço, mas adotei vitaminas com Whey Protein com banana nesse horário e a minha janta passou a ser carne amassada com batata doce. Outra coisa, comecei a tomar muita água também, isso ajuda o nosso organismo a funcionar melhor e ter mais energia. Quanto a sentir vontade de isolar, também estou assim e creio que é por causa do trabalho em casa somente pela internet, pois me senti piorar depois que larguei o trabalho físico para trabalhar em casa empreendendo sozinha. Outro dia achei um vídeo no Youtube de um cientista que falava sobre isso, que a tecnologia nos faz ter vontade de se isolar... pena que não guardei o link do vídeo, mas é só vc procurar sobre isso no Google "isolamento tecnológico". Se vc não toma nenhum complexo vitamínico pense em começar, eu compra os meu agora na Ultrafarma e até escrevi sobre isso no meu blog. Antes comprava outros mais caros, mas fiz o teste com os da Ultrafarma e gostei muito. Pelo menos para vc conseguir ter ânimo de ir num clínico geral, que eu acredito que seja uma boa opção de especialidade médica para vc começar, pois o clínico investiga sobre tudo para depois te indicar um especialista, se vc precisar. Sei disso porque já trabalhei na área de saúde! Se for problemas hormonais, por exemplo, o clínico vai te indicar um endocrinologista e assim por diante. Espero ter ajudado de alguma forma... se precisar é só chamar!!! Bjinhos

    ResponderExcluir
  19. Tudo indica depressão. Inclusive os sintomas clínicos: dor de cabeça, dor de estômago, cansaço....
    Eu tenho a mesma falta de energia, falta vontade de levantar da cama. Isolamento? Por mim veria meu filho, que é outro isolado e só! Preguiça de muita conversa, preguiça de ouvir queixas ainda mais pq você não pode fazer nada e o que pode a pessoa não tem intenção de fazer. Preguiça monstra de gente que só tem problemas, que reclama de todo mundo, que é muito vítima.
    Falta de concentração, de memória, memória confusa. Acho que não fiz e fiz, acho que fiz e não fiz.
    Vc perguntou que médico ir..... Talvez todos, mas eu apostaria no psiquiatra. Não que va resolver de imediato. Depressão é uma luta contínua. Os remédios levam cerca de 20 dias para vc começar a ver alguma diferença e muitas vezes nem percebe. É medico todo mês até se equilibrar.... Bem mesmo leva anos com medicação e terapia. Bem mesmo alguns nunca ficam. Pode ser que vc precise ir em vários médicos mas eu aposto no psiquiatra para amenizar 80% do que você sente





    ResponderExcluir
  20. Oi Elaine, tá tenso, né...Penso que o peso de carregar tudo sozinha deve ser muito cansativo, física e emocionalmente, a gente precisa de uma trégua, de momentos leves para refrigerar a alma, de ter a sensação de voltar pra casa, de receber um colo, um abraço, uma ajuda com todo sobrepeso nos ombros...Dizem que na dor todo mundo é igual, mas isso não faz com que ela seja menos dolorosa, muito menos que seja opcional como muitos possam achar vendo do lado de fora.
    Que dias serenos e leves realmente cheguem logo para você.
    Abração.

    ResponderExcluir
  21. Elaine, eu passo sempre por aqui e com certeza já te sinto como amiga, irmã, etc. Vou ser objetiva: Eu tomo anti depressivo desde os 8 anos de idade, pois sempre tive esses sintomas de isolamento, de fuga, de dores estranhas. Fiz terapia por um tempo, me ajudou um pouco. Fiz cursos de auto ajuda com um psicólogo de São Paulo que tem o seu sobrenome : Luis Antonio Gasparetto, me ajudou muito ( tem palestras dele no You Tube)Fiz uma cirurgia de aneurisma cerebral em 2001, que não tem nada a ver com depressão e o fato de estar a beira da morte me fez refletir muito sobre o tempo em que passei isolada e triste.Foi duro, mas estou aqui, aprendi muito nesta fase. Não acho que depressão tem cura, mas em 2010 que entrei num parafuso muito parecido com o seu e o meu clinico geral me indicou Fluxetina ( só vende com receita),portanto de imediato é melhor procurar um médico. Eu mudei muito com o remédio, eu tirei uma dor , um buraco que havia em meu peito que eu já não aguentava mais, eu tomo este remédio desde 2010.Não dá sono, não te deixa fora do mundo , nada disso, ele equilibra a gente. Penso que você deveria ver umas palestras do Luis Gasparetto e buscar ajuda médica.e principalmente vá a um neurologista verificar o porque da dor de cabeça, não tome analgésico com acido acetil, pode ser perigoso, aliás não tome remédio sem receita. Por você, pelo seu marido, seus cachorrinhos, pela sua sensibilidade, cuide-se mais, você não é diferente de ninguém, pelas suas amigas blogueiras que tanto gostam de você, procure ajuda.Desculpe se me alonguei demais, torço muito para que essa fase seja controlada, te desejo o melhor do mundo, abraço bem apertadinho com muita compreensão e carinho.

    ResponderExcluir
  22. Elaine querida,entendo bem o que está passando, estive assim por muito tempo sabe, mesmo com todas as bençãos que recebi, mesmo tendo reconstruído minha vida, mesmo com as coisas caminhando eu me sinto assim, não todos os dias, mas em uma grande maioria deles, sabe uma angustia, um cansaço, dores terríveis pelo corpo e a tal dor de cabeça que aparece dia sim e outro tb... Marido é incansável em tentar entender e ajudar, mas sou eu que não ando bem, nada me anima muito, mesmo passeando, mesmo quando faço as coisas que gosto me sinto desconfortável e não tenho vontade de nada... Acho que é uma fase, tive decepções com uma amizade que considerava como irmã e desde então até calmante eu passei a tomar(com ordem médica, é claro) pois além da ansiedade, também veio a fúria e não estava sabendo lidar com ela. Tenho tido muitos altos e baixos e estou tentando me reeguer, o blogue me dava alento, aqui a conversa é diferente, mas nem vontade de blogar tenho pois sinto que não tenho nada a acrescentar, desanimo mesmo. Muitas mudanças, por vezes me sinto sufocada e perdida, e todos os problemas que tenho vem do Brasil, dos meus negócios, da justiça morosa enfim, sei a causa só não sei a cura... Mas minha amiga querida sei que essa força está dentro de mim, assim como a sua está dentro de vc, não podemos nos deixar abater pela apatia e nos deprimir além do necessário, além do normal. Acho que uma ajuda profissional iria bem tanto pra vc qto pra mim e eu vou buscar por ela assim que as férias de verão terminem e tentar restabelecer meu equilíbrio emocional e vc tb restabelecerá o seu , tenho certeza. Acho que é uma fase da vida, acho que quase todas nós passamos por isso, pois nossa carga não é fácil e qdo estamos saturadas e esgotadas isso se reflete no físico e no espirito tb, a velha máxima "mens sana in corpore sano" nunca esteve tão certa. Vc não está sozinha, vc tem muitas, muitas pessoas que a amam e querem te ver bem e eu estou entre elas, tenha a certeza disso. Se quiser conversar, desabafar, rir ou qualquer outra coisa conte comigo. Isso vai passar porque temos Deus e somos abençoadas por Ele e a alegria voltará com certeza. Deixo meu desabafo juntamente com meu beijo no seu coração, vou te mandar in box o meu whats assim se vc quiser poderemos conversar e matar as saudades tb, sinto falta de vir aqui, sinto falta de interagir com outros amigos blogueiros e em breve sei que o farei, pois estarei novamente em "forma" assim como vc tb estará! Te desejo força, amor, luz , saúde e todo o bom da vida, vc mora me meu coração. Loba.

    ResponderExcluir
  23. Incrível como eu me vi em cada palavra que você falou. Realmente ninguém nota o que estou passando por estarem acostumados com um EU forte e que sempre ajuda os outros a lidarem com o problema deles. Mas todos esses nossos sintomas são aflições que estão cada vez mais comuns nos tempos em que vivemos. Veja no link a seguir uma publicação pdf que pode ajudar um pouquinho. Beijos e que Deus esteja com voce. https://www.jw.org/download/?issue=201609&output=html&pub=wp&fileformat=EPUB%2CMOBI%2CPDF%2CRTF%2CBRL&alllangs=0&langwritten=T&txtCMSLang=T&isBible=0

    ResponderExcluir
  24. bem olá, lendo seus post pessoais tomei coragem e escrevi o meu também. Nesse momento minha vida está bem complicada mas da minha parte mesmo, entretanto eu estou voltando depois de umas crises de ansiedade, e de pré depressão e uma grande decepção com minha mãe, a ver o mundo com olhos abertos...

    Sabe o ar, o sol as flores, sabe poder acordar e sentir a brisa da manha sabe vocÊ acordou, e mais um dia que Você vai poder cultivar sua felicidade, ser feliz com que temos, é dificil principalmente quando dá aquele aperto no peito, aquela trsiteza sem treguá que nem mesmo o motivo sabe e a mente começa a correr em busca de pensamentos ruins um motivo lógico para isso, mas nossa mente nessa hora é traiçoeira, ela acorda nossos maiores medos...

    Hoje eu chorei bastante com duvidas sobre tudo, sem vontade de comer sem vontade de nada mesmo... Mas ao ir lavar minha varanda e pensar que eu tenho a vida que sempre quis, realizei meu sonho cedo, e agora desejo manter meu sonho, por anos se eu tiver forças. Então estou tentando aproveitar cada boa coisa que tenho, mesmo que ainda tenha duvidas cruéis que façam doer meu coração e atormentam minha alma.

    Ainda assim, as vezes você so precisa se localizar, eu recomendo que vá primeiro consultar sua alma, vá no psicologo converse. Pense no que você quer ainda para sua vida. Se tiver alguma religião busque força nela também. Chá calmantes também ajudam forças, para que você consiga continuar fazendo o seu maravilhoso trabalho por aqui.

    ResponderExcluir
  25. Elaine, sua linda! Viu como vc é querida???
    Nestas horas a gente precisa saber que outras pessoas se importam conosco - e pense em tantas outras que não deixaram comentários, por não saber o que dizer, ou por tantos outros motivos, mas que se comparecem de vc...
    Vc já deu um passo importante que é falar - reconhecer e expressar o que passa, isso é tão difícil!
    Já passei uns maus-bocados por causa da depressão, e omque tenho pra te dizer é que, com ajuda certa, isso passa (pode voltar, rss, mas passa de novo!)

    Depois vou tentar te passar por e-mail algo que sempre me ajuda nestas horas.
    Por hora, fique com Deus - que ele te a paz de coração que só ele pode dar!
    Bjo

    ResponderExcluir
  26. Olá Elaine.Eu ja senti alguns desses sintomas que você descreveu e sei que não é fácil.Não depende da nossa vontade..É um problema que merece atenção e cuidados de um médico.Não carregue toda essa tristeza sozinha...procure desabafar com o seu marido.Se puder comece fazendo uma caminhada...isso me ajudou muito,e procure um medico,não deixe para depois.Se cuida.Bjos

    ResponderExcluir
  27. Oi Elaine,
    Vc sabe que não está sozinha nesta. Meu problema está no braço direito. Tantas coisas para fazer, querendo muito de tudo e o braço está me limitando. Ele até melhorou um pouquinho, mas o medo que a dor volte está aqui.
    Espero que a gente consiga sair desta fase negra. Tudo passa, eu sei que vai passar.
    Boa sorte para nós e muita saúde!
    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Elaine, você sabe que eu não sou de dourar a pílula, então vou ser direta e reta rsrs

    Se você não se cuidar, ninguém cuidará. Pára de carregar o mundo, chuta o balde, fecha o barraco, manda catar coquinho, coloca pra fora, extravasa...

    Meu pai sempre falava o que vinha na telha. Era sincero, embora ríspido. Nunca teve dor de estômago rsrs Ele dizia: "vocês podem todos se dar as mãos e irem para pqp" rsrs

    Hoje, pensando bem, acho que ele estava certo... A gente aguenta demais. Além de toda a carga de trabalho, os desaforos. A vida ensina, tenho aprendido com essa fase da minha mãe também, cada um tem o seu pacote para carregar, não é justo a gente carregar o de todos.

    Eu sei que você tem muito mais força do que diz, ou mesmo do que pensa. O cansaço é a sobrecarga. O medo, faz parte, é a vida. Só que eles não podem ganhar.

    Quando você colocar os devidos limites (e isso eu também preciso fazer, estou colocando, aos poucos, sim...) as coisas ficarão menos pesadas.

    E sim, vá ao médico pelo amor de Deus. Veja o que acontece aí dentro e resolva. Mas eu acredito que 90% disso tudo é o reflexo desse "imbroglio" como dizia a minha avó, dessa confusão, das contrariedades.

    Você já mudou a sua vida uma vez. Pode fazer de novo. Conte comigo para o que precisar, principalmente se for para dar umas vassouradas, me chama que eu também estou precisando fazer uns exercícios rsrs

    beijossssss

    ResponderExcluir
  29. Minha querida Elaine... vc não está só! Faço minha as suas dores... às vezes a gente engole muitos sapos nesta vida... guardamos para nós... esperamos que os outros ajam conosco, da mesma forma que agimos com eles... esperamos que tenham com a gente a mesma consideração... principalmente se for da família... mas a gente se decepciona, pq na realidade isto não acontece...
    Quando comecei a ler o seu texto foi identificação imediata... tenho andado assim, nem meu blog que era minha inspiração tenho vontade de trabalhar... Sinto falta dos meus pais, que moram no interior de São Paulo... e me culpo muito por não estar perto se eles precisarem de mim, sou filha única e todos os dias penso e me culpo por ter vindo morar longe deles, fico pensando se tomei a decisão certa... eu sou muito caseira... prefiro minha casa do que a rua... quero trabalhar... mas o que me impede é a preocupação de não estar disponível caso meus pais precisarem de mim... sinto falta dos meus bons amigos (que são bem poucos, sou difícil de confiar em alguém..., mas estes são bem presentes na minha vida, quando preciso sei que posso contar, mas estão distantes... :()
    Eu acho que vc tem trabalhado demais... o fardo ainda grande e pesado... vc tá precisando é de uma pausa! Beeeeem grande!!!! O trabalho e o resto podem esperar! Vc precisa pensar em vc e cuidar primeiro de vc!
    Fique bem!
    Um grande abraço para vc!

    ResponderExcluir
  30. Elaine, espero que já esteja melhor agora e tenha conseguido ajudar a si mesma de alguma forma. Eu passei por isso muito novinha, com menos de 14 anos e sofri sozinha, parei de estudar, me isolei do mundo. Minha família não se importava, achava comodo, até gostavam de me ver enfiada dentro do quarto o dia inteiro sem dar trabalho nenhum. Afinal eu mal comia, parei de estudar, não tinha amigos. Era um vegetal vivo.

    Com o tempo passando e os hormônios de alguma forma se ajustando meu organismo se curando depois de 2 longos anos fui me restabelecendo. Sozinha.

    Voltei a vida passado algum tempo me percebi assim de novo e procurei o médico clínico da minha cidade e contei tudo pra ele. Sozinha.

    Ele me deu antidepressivos e receitou caminhadas diárias e eu fiz. Sozinha. E as vezes sem disposição ia caminhar, as vezes erguia a cabeça em quando caminhava e olha pro céu entre as arvores e pensava "não estou sozinha". E ia dia após dia, desmotivada, com medo, como um remédio ruim que eu precisava engolir.

    Mas aos poucos fui me salvando. Ainda dói hoje pensar o quanto fui sozinha e quando olho pra trás e comento algumas pessoas da família brincam que eu era preguiçosa.

    Não viam meus olhos inchados de chorar e a minha solidão.

    O bom, é que hoje fico atenta as pessoas a minha volta. Cuido, alerto, ninguém quieto ou isolado passa despercebidos por mim.

    Nem minha própria solidão não me pega mais sorrateiramente.

    Meu desejo e minha oração é que fique bem e que nunca mais essa doença volte em você e se voltar você estará atenta pra que mesmo que sozinha se salve.

    Um grande abraço. Amei seu depoimento.

    ResponderExcluir
  31. Elaine, querida! Além de uma possível depressão (que tem que ser investigada também), talvez você esteja passando por alterações hormonais. Aconselho ir a um endocrinologista/ginecologista.

    Eu estava me sentindo MUITO desanimada e com um sono incomum à tarde. Fui descobrir que estava com meus hormônios todos desregulados. Acho que se você atacar por esta frente, por ser algo físico, já é mais fácil sentir os resultados. Só quem passa por esse tipo de situação sabe como é importante ter todas as taxas "no lugar".

    Espero que descubra o quanto antes o que você tem, pois todos merecemos ter uma vida plena e feliz.

    Beijos e sucesso!!!

    ResponderExcluir
  32. Elaine, fui ler seu post atual e cheguei nesse. Agora já sei que vc vai procurar um médico. É o melhor caminho. Pode ser uma depressão mesmo, ou até falta de vitaminas. A falta de sol gera a deficiência da vitamona D, que debilita-nos. Espero que fique boa logo. Vc é jovem e tem muita vida pela frente. Beijo!

    ResponderExcluir
  33. A resposta é Jesus, nosso Senhor.
    "E no último dia, o grande dia da festa, Jesus pôs-se em pé, e clamou, dizendo: Se alguém tem sede, venha a mim, e beba.
    Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre." João 7:37,38

    ResponderExcluir
  34. Elaine, não sei se vai lhe ajudar, mas já me senti assim, até descobrir que tinha uma alteração na tireoide chamada Hashimoto. Talvez seja o caso de consultar um bom endocrinologista, a minha hoje é uma grande amiga e por ser uma doença auto imune e sem cura o tratamento será pra vida toda, com alguns altos e baixos. Fique bem. Beijos

    ResponderExcluir
  35. A cabei de ler seu post e não sei muito bem o que dizer, diante dessa data e mês.
    Quero apenas que saiba que estimo demais sua melhora, e que aqui quietinha em off acompanha seu trabalho e me identifico muito com você, com sua redação e como se expressa.
    Você tem sido para mim uma "ÍDALA" e tenho aprendido muuuito com você.
    Nunca fui de me expressar dessa forma, com ninguém através da internet e embora não a conheça posso sentí-la e sentir em suas palavras sua esência, estava apenas esperando terminar um de meus Blogs baseados em suas dicas, e assim que tivesse com tudo pronto, me apresentar a você como forma de agradecimento por cada aula, cada dica, inclusive a de me atrever a mexer em HTML, e muitas outras . . .
    Como mencionei acima, tenho você como "ÍDALA" e só desejo que tudo se resolva da melhor maneira, que você não e nunca perca sua FÉ, seja qual for sua Crença Religiosa.
    E que eu, por aqui estarei na torcida por você, seu marido e suas Famílias.
    Eu fiquei aproximadamente Seis (6) anos afastada do Meu Blog( por motivos pessoais também, até que perdi Meu Pai), e só esse ano, mexendo na internet, resolvi ver se ele, o Blog, ainda existia e se lembrava da senha e tudo mais. . .
    Agora estou aqui, e conversando com você.
    Passei por coisas parecidas com as que você relatou. Meu emocional ficou tão abalado e algumas que me fizeram até sentir medo com relação a minha saúde, e sozinha com Meus Dois Filhos, minhas Únicas Razões para tuuudooo.
    Porém, superei e tive Muita Fé e Força de Vontade, principalmente quando olhava para Meus Filhos Bruno £ Geovane ( FOTOS NO BLOG { SOU MÃE MUUUTO CORUJA} ).
    Desejo de Muito Coraçaõ tudo de BOOOM para vocês.
    E se quiser me fazer uma visitinha ficarei MUITO HONRADA.
    Meu desejo seria um dia poder conhecê-la, trocar idéias e aprender mais ainda.
    Desculpa se fui um pouco longa, mas fiquei surpresa com seu post e preocupada com você.
    Você tem uma Amiga em mim.
    BJKS CARINHOSAS NOSSAS ! ! !

    ResponderExcluir
  36. Elaine, acompanhando a sua vida por anos (posso dizer) nem sempre comentando seus posts, mas recomendando, indicando, lendo e etc, sei dos seus problemas e não é difícil que todos estes sintomas que vc tenha sejam consequência de sobrecarga e depressão. Você é mulher e os hormônios tbém guiam nossa vida. A falta deles pode causar inúmeros sintomas como vc descreve. E pra isso existe remédio. Procure um psiquiatra e uma boa gineco que tenho certeza vai perceber o mesmo.
    As doenças emocionais,a sobrecarga de obrigações, o despejo emocional que fazem em vc também se manifestam fisicamente e tem de ser tratados assim. Depois que o físico estiver bem, você consegue tratar o psíquico.
    Oração, fé, ajudam sim. E não é falta de fé procurar um médico. Essa conversa aqui entre vc e nós, é, de certa forma, uma resposta à sua busca.
    Vá aos médicos que tenho certeza que eles serão bem guiados e vão poder te ajudar!
    Beijo e boa sorte!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…