Geleia de pimenta ou quando tudo dá errado...

em 21 de julho de 2016


Dia desses eu resolvi fazer geleia de pimenta.
Já tinha feito antes, sempre fica boa, mas como a última vez que fiz foi com pimenta de cheiro queria algo mais forte; então achei uma boa ideia fazer com pimenta dedo de moça e lá fui eu.

Você já comeu/ fez  geleia de pimenta?
Fica uma coisa muito boa, é fácil de fazer, barata e rende.
Mas no dia que fiz parece que tudo conspirava... já aconteceu com você?
De uma receita simples dar tanto tilt que parece que você nunca entrou na cozinha antes?
Acontece comigo de vez em quando...
Eu cozinho desde os 10 anos de idade, e uma particularidade minha é que raramente sigo receita.
É tudo meio intuitivo, sabe? E como cozinha é alquimia, em geral dá certo. E às vezes dá muito errado...

Mas essa geleia deu certo outras vezes antes e depois dessa que estou te contando.
Mas nesse dia... não era dia de fazer geleia de pimenta, só pode...

Para começar eu descobri, do pior jeito, porque algumas pessoas usam luvas para picar a pimenta dedo de moça.
Não usei, claro, e é lógico que as mãos ardiam tanto que parecia iam pegar fogo.
Lição número 1? Use luvas de silicone se for manusear pimenta ardida.

A receita que eu sempre fiz manda colocar 1/3 de xícara de suco de limão. Coloquei mais (bem mais), e não considerei que a pectina presente no suco faz a geleia virar geleia. Então, mais suco quer dizer uma geleia não-geleia, entende?
Ficou dura.
E ficou dura também porque achei que se reduzisse a água ficaria mais encorpada.
Ficou. Duramente encorpada.
Lição número 2? Respeite as proporções. Cozinha é alquimia, e alquimia é proporção.

Na receita manda deixar cozinhar por 10 minutos antes de colocar a água.
Esqueci no fogo, quase grudou, e quando coloquei a água (menos do que deveria) ela não deu conta de "geleificar" a mistura.
Lição número 3? Faça cada coisa no seu tempo.
Fazer geleia, responder email, lavar verdura e atender ao telefone não dão certo se feitos ao mesmo tempo rsrsrs

Pensa que acabou?
Que nada...
Fiz a geleia, e nesse dia tinha uns palitinhos de torrada aqui em casa.
Comi com a tal geleia.
Comi muito, tipo duas colheres de sopa cheias de geleia.
Passei mal a noite toda, o estômago ardia, queimava e eu sofria...

Por que estou contando tudo o que deu errado nesse dia?
Porque, de vez em quando, recebo um email ou comentário de gente que está começando a cozinhar e se decepciona porque não fica bom, ou porque gruda, ou dá errado, ou quase põe fogo na casa...
Acontece.
Sério, acontece.

E não só na cozinha, mas na vida.
Tem dias em que tudo dá certo, a inspiração sobra.
Mas tem dias que nada funciona, a gente nota que não tem fermento na hora que o bolo tá batido, o gás acaba no meio do assado, o arroz empapa que só vendo...

Tem dias com, e tem dias sem. Na cozinha, e na vida.
Simples assim.


Mas cadê a receita, Elaine?


Ah, sim, a geleia!
Segue certinho, as chances de dar certo aumentam uns 100% rsrsr
Olha que lindinha que fica:

geleia de pimenta caseira
geleia de pimenta caseira


Como fazer a geleia de pimenta

Corte em tirinhas e depois em pedacinhos bem pequenos 4 pimentas dedo de moça, sem sementes. Isso é importante: sem sementes e sem a película branca. Senão fica impossível de tão ardido.
Em uma panela coloque 1 maçã vermelha sem casca, ralada, a pimenta cortadinha, 1 dente de alho inteiro sem espremer (vamos descartar ele depois) e 1 xícara (das de chá) de açúcar.

Acrescente 1/3 de xícara (das de chá) de suco de limão e misture bem.
Leve ao fogo e deixe cozinhar por uns 10 minutos, em fogo baixo.
Após esse tempo coloque meia xícara (das de chá) de água e deixe apurar mais uns minutinhos.
Cuidado para não apurar demais e a geleia endurecer. Se acontecer pingue um pouco mais de água.
Espere esfriar, coloque em um recipiente com tampa e conserve na geladeira.
A maçã some, fica translúcida, e o sabor não fica tão ardido. Arde, pero que no mucho (mexicanizei).

Acompanha muito bem carnes (em especial carne de porco) e torradinhas.
Eu amo, e mesmo quando dá errado fica bom...
Só não vá comer como se fosse patê, hein?

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

13 comentários , comente também!

  1. Isso, mesmo cozinhando há mais de 20 anos tem dia que não dá certo.
    Por que? Sei lá, coisas demais ou na cabeça ou nas tarefas ao mesmo tempo.
    Faço geleia há 200 anos rsrsr e tem dia que não fica como eu quero....
    Realmente, é a vida.
    E sua geleia ficou linda!
    joturquezzamundial
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrrs e tem dia, Jô, que nem arroz dá certo.
      Mas quer saber o mistério maior?
      Ensinei Erdilan, ele faz arroz melhor que o meu e o dele jamais dá errado.
      Mistério rsrssrs

      Excluir
  2. Gostei do seu post... É assim mesmo, tem dias que tudo parece dar errado... Geleia de pimenta nunca comi, aliás nem pimenta...kkk...só gosto de pimentão. Penso que meu marido poderia gostar pois ele ama pimentas...A cor está muito linda. Beijos e tenha uma linda sexta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Analaice, eu faço geleia de pimentão! Fica boa!
      É quase igual, vou postar um dia desses...
      Faz para o marido, ele vai gostar!
      beijossss

      Excluir
  3. Eu amo geleia de pimenta! Também descobri da pior forma que tem que usar luvar...horrível, arde muito! rsrs

    A receita que eu faço é um pouco diferente, se você quiser ver: http://nandaaflordapele.blogspot.com.br/2015/11/receita-de-geleia-de-pimenta.html

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Elaine, amo geleia de pimenta, mas fazer em casa mesmo, só uma vez que fiz, da pimenta biquinho, e usei como recheio de uma torta salgada daquelas de pão sabe? Ficou muito boa a mistura do atum com a pimenta... Agora uma amiga me ensinou a fazer a mesa torta com recheio de camarão e geleia de cupu, que temos de sobra por aqui, já tô sonhando em fazer tb.... Mas voltando ao post... Comigo é assim também na cozinha, tem dias que dá TUDO errado, nestes dias, melhor dá pausa, e esperar começar um dia novo rsrs. Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu amo pimenta biquinho! O caldinho dela com arroz fresquinho... não precisa de mais nada, né?
      beijossss

      Excluir
  5. No restaurante que almoço sempre tem dessa geléia pra acompanhar carnes e eu gosto muito, a de lá é bem suave...quanto ao que você falou sobre as vezes tudo dar errado é assim mesmo. Uma vez meu marido chegou com um amigo em cima da hora pra almoçar e eu não tinha feito NADA, porque achei que o que tinha sobrado do jantar daria pra eu e marido...fui correndo pra cozinha e depois fiquei até com pena do rapaz comendo arroz papa, linguiça quase torrada e saladinha...kkkkkk Bjosssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wilma, Deus me livre de chegar alguém pra almoço rsrs
      Aqui em casa é tanta correria que tem dia que dá 2 da tarde e só aí eu lembro: uai, cadê almoço? rsrsrs
      Isso não é vida rsrsrsrs

      beijossss

      Excluir
  6. Nem fale, Elaine, tem dias que tudo dá errado, nesses dias a gente não deveria nem sair da cama, assim eu penso. Quando gosto de alguma receita, faço direto, mas sempre com o caderno do lado, separo todos os ingredientes e confiro, porque sou muito desligada, mas mesmo assim, não sei o que é, às vezes não obtemos o mesmo resultado...
    Obrigada, Elaine, pela receita e preciosas dicas.
    Feliz e abençoado final de semana, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  7. Elaine, adorei a receita! O cotidiano nos ensina o que é correto ou não e na cozinha não acontece diferente... como bem colocou cozinha é alquimia e sem as devidas proporções ou respeito às químicas, lascou-se! rsrsrsr abraços!

    ResponderExcluir
  8. Oi Elaine! Comigo acontece exatamente igual!Nunca comi geleia de pimenta e acho que nem vou comer embora seja apaixonada por elas, gastrite mostra as caras na hora. Ganhei uns molhos de pimenta do meu ex que foi para o nordeste ano passado, coisa maravilhosa,mas todas vezes que não resisti me dei mal...Pimenta, couve (amava) e pimentão verde nunca mais na vida.
    A vida pode ser simples ou complicada, como dar o ponto na geléia...nem sempre funciona hehehe
    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…