Sobre acreditar e vencer as dificuldades

em 6 de julho de 2016


Em épocas de crise financeira e incertezas como a que estamos vivendo é muito comum encontrarmos 3 tipos de pessoas:


1- Aquela pessoa que olha a crise, senta e reclama, lamenta, xinga, fica triste e preocupada e com muito medo do amanhã porque sente que tudo será ainda pior; fica tão apreensiva e preocupada que trava, e desiste até mesmo de tentar porque "não vai dar certo..."






2- Aquela pessoa que senta (ou deita), olha a crise, e toma um copo de coca cola enquanto pensa: "é, não tem o que fazer, vou sentar aqui (ou deitar...) e esperar que melhore. Aí então eu procuro um emprego (serviço não, deusmelivre) e vejo que fazer com as contas e a falta de grana, de expectativa, de vida... epa, cadê o almoço? Como assim não tem??? Culpa da crise, claro.


3- Aquela pessoa que senta, olha a situação, enxerga a crise e pensa: "como eu posso tirar da situação atual a melhor opção pra minha vida? Tenho emprego, o que fazer pra manter? Como posso melhorar e me tornar "indispensável"?
Não tenho emprego? Como arrumar um? Ou como me virar até conseguir um trabalho?
Tenho emprego mas como melhorar minha renda e não colocar todos os ovos numa cesta apenas?
Como transformar meu dom, minha paixão, em fonte de renda? Ainda que seja renda pequena, mas que me dará uma ajuda, além de trazer aprendizado e ganho pessoal?


Se somos como a primeira pessoa que exemplifiquei, então, querido leitor, sinto dizer que sim, a coisa tá ruim. Pra todo mundo mas está pior pra essa pessoa.
Lamento, tristeza e preocupação só arrastam a gente pra baixo.
E lá embaixo tudo é pior... mais escuro, mais denso e sim, mais difícil de ver a luz...


Se formos como a segunda pessoa que exemplifiquei acima certamente nem leríamos até aqui...
Sim, a crise tá feia, mas pra pessoas assim, desanimadas, apáticas e sem coragem e garra ela nunca vai deixar de ser isso, uma coisa feia e incapacitante.
Nem adianta argumentar, a apatia (preguiça?) não deixa nem cogitar que pode não ser tudo culpa da crise...


Agora, se você se identifica com o terceiro tipo de pessoa que citei, vamos conversar?


Tempos atrás eu publiquei aqui no blog um post que fala sobre lojas online.
Lojas virtuais que a gente pode montar para vender online as coisas que sabemos fazer, ou que podemos revender.
Clique sobre a imagem abaixo e relembre:


Toda essa introdução é pra apresentar à você a plataforma de lojas virtuais


Peraí, Elaine, ficou doida? Já teve post sobre a Divitae aqui...

Sim, teve mesmo, dos mais acessados inclusive.
Mas é que, como tudo que nasce para crescer e não morrer no ninho, a Divitae também evoluiu.
E em junho desse ano a Margaret, dona e idealizadora da Divitae, lançou a versão 3.0 da plataforma.
Muito mais moderna, com mais opções de design (lindos!), mais recursos, melhor estruturada, e mais profissional. Feita e pensada para quem quer de fato crescer e não apenas brincar de ter uma lojinha na internet.


São novos planos de adesão, novos recursos, novos templates, lindos, modernos, responsivos.
Vou te mostrar meus 2 templates favoritos na nova Divitae.
Esse, que amei desde a hora que vi:




E esse:

Quer ver uma loja real, que usa um dos novos templates?
Clique no logo e conheça a loja da Lily (pense numa loja cheia de bonitezas!):





Eu não vejo crise, sério.
Vejo gente que usa a crise pra justificar o que já estava ruim, tipo contas descontroladas, falta de perspectiva, desânimo,etc...
Tenho 43 anos e nunca vivi um ano sem que falassem de crise, de inflação e de dificuldades.
Nunca será diferente, e não, não está pior.
Ao contrário!
Temos mais recursos, mais acesso à informação!
Eu, que vendo templates para blogs, digo com certeza: a internet é uma preciosidade! Vendo para o mundo todo, e isso não existia anos atrás.

Pense nisso, pense em tudo de lindo, útil e mágico que você pode fazer e vender.
Sonhe alto, sonhe grande!
A gente, acredite, não nasceu pra passar necessidade, não nasceu pra ficar triste, sem perspectiva de melhora, com medo do amanhã, sem esperança e sem dinheiro.
E sobretudo acredite em você, na sua força de trabalho e capacidade de ir à luta!


Ficou com vontade de conhecer melhor os planos e opções da Divitae?
E quem sabe ter sua loja? Loja real, linda, moderna e que pode melhorar sua vida financeira?
Clique aqui e conheça os planos e modelos de loja!.

Investigue, pergunte para quem possui loja na Divitae, busque outras informações sobre a plataforma. Não fique apenas no meu post, faça perguntas no Facebook, se informe.
De repente a Divitae é a plataforma ideal para abrigar seu negócio online!


Para terminar quero compartilhar algo que li outro dia na timeline da Margaret, CEO da Divitae, e que dá a justa medida de como a plataforma é gerenciada:


Tem como não se encher de ânimo?
Hein?

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

6 comentários , comente também!

  1. Que post bacana!!!
    Você é uma fofa, Elaine.
    A Divitae é maravilhosa mesmo, e Margaret é muuuuito mais.
    A crise só existe pra quem não corre atrás.
    Obrigada por citar minha lojinha que tô amando de paixão.
    Super beijo!

    ResponderExcluir
  2. Adore os exemplos e a explanação para a nova versão da DIVITAE
    Que seja repleta de muito sucesso para todos aqueles que assim o buscarem
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Demais esse post Elaine, motivacional e inspirador. Parabéns mais uma vez pelo teu trabalho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Muito legal! nada cai prontinho do céu! Temos que rebolar, arregaçar mangas e AGIR!" Só nos queixar nada adianta! bjs, chica

    ResponderExcluir
  5. Ficou muito bonita e moderna de acordo com as novas demandas e marketing virtual.
    Sucesso

    ResponderExcluir
  6. Que post bacana!Adorei as dicas.Só falta eu me encher de coragem tentar também.Beijos

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…