5 livros de não-ficção maravilhosos

em 12 de maio de 2016

Não é comum ou corriqueiro, visto que leio muito mais por vontade de abstrair da realidade, mas vez ou outra me pego agarrada com autores que abstraem-se da fantasia e se apegam à realidade e sobre elas escrevem.

Não vou dizer que ADORO livros de não ficção, mas tenho em minha estante alguns livros dignos de nota dentro desse gênero.
Separei 5 deles, espero que vocês gostem.


1. "Mulheres: retratos de respeito, amor-próprio, direitos e dignidade"da Carol Rossetti: esse livro é uma compilação de todos os desenhos feito por Carol Rossetti para o projeto “Mulheres”, o qual consistia em desenhar diferentes tipos de mulheres junto com legendas que transpiram respeito às singularidades delas e ao direito que nós temos de ser quem somos, independente de qualquer tabu sócio-cultural.
Sou feminista e o trabalho da Carol representa muito do que penso; esse é um dos meus livros preferidos da vida.



2. "Ex-Libris" da Anne Fadiman: esse é outro dos meus xodós literários.
Encontrei com ele por acaso em uma mini-feira de livros e trouxe para casa.
Ele é composto por vários ensaios nos quais a Anne conta episódios deliciosos de sua vida de leitora.
Como seu pai lhe deixava brincar com seus, como uniu a sua estante a do seu marido ou quando ganhou quilos de livro de presente de aniversário.
É daqueles livros com os quais facilmente um apaixonado por literatura vai se identificar.



3. "Em busca de um Final Feliz" da Katherine Boo é um tapa na cara sonoro e retumbante.
Ela ganhou o Prêmio Pultezer por ele e foi merecido, pois retratar o cotidiano dos moradores de uma favela na Índia da forma conscienciosa, respeitosa e digna não é uma exercício fácil.
Precisa de empatia e humanidade e isso ela teve de sobra.
Ler Boo me fez compreender ainda melhor a importância de programas como o Bolsa Família e as Politicas Afirmativas, em um país como o nosso no qual , nas palavras do Ulisses Tavares, "tem gente passando fome e não é a fome que você imagina entre uma refeição e outra" esse tipo de leitura é fundamental.



4. "Pedagogia da Autonomia" de Paulo Freire: ah, gente, eu sou professora de história e educadora infantil. Como não ser fã do trabalho do Paulo Freire?
Ele foi um educador consciencioso, preocupado com a escola publica estatal e que escrevia de uma forma muito gostosa de ser ler.
Às vezes ele sonha muito alto, mas tenho a impressão que se todos sonhassem alto como ele tudo viraria realidade. "Pedagogia da Autonomia" marcou a minha vida, para mim é um livro MARAVILHOSO!



5. "Minha história das mulheres" de Michelle Perrot: Perrot é uma renomada historiadora francesa cuja especialidade é história das mulheres, além de trabalhar com os estudantes de  história ela também trabalhou em um programa de rádio durante anos falando de história e nesse livro ela resgata muito do que falou no radio. Gente, esse é um dos livros mais legais da minha estante, nele a gente conhece a história de diversas mulheres e se encanta e se identifica e amplia nossos horizontes. É perfeito e super gostoso de ler!


E ai? Vocês já leram algum desses livros? Me indicam outros? Discordam de minha opinião em algum ponto? Comentem!
Cheros, Pandora.


Encontre a Pandora:
Blog Uma Pandora e sua caixa
Fanpage O que tem na nossa estante





Estou em minha Telemaquia, ou seja: "Em busca da Taça de Ouro trabalhada a Fogo"

4 comentários , comente também!

  1. Ora, ora, que preciosidade encontrei aqui na blogosfera... Gostei da sua lista de livros de não ficção. Confesso que não os conheço, mas os temas me encantaram sobremaneira... Este "Mulheres" vai para minha lista de "próximo presente a pedir", e também me encantei com o "Minha História das Mulheres".
    Como feminista, que também sou, quero me aprofundar mais nesses temas e procuro mesmo por indicações de livros "salutares".
    Eu a convido a conhecer meu blog, Concatenando Ideias.

    Bj =D
    Antonia / Concatenando Ideias
    http://concatenardeideias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não os li, mas alguns vou colocar na minha lista.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Elaine, como vai? Gostei da seleção peculiar. Desses o único que conheço é Pedagogia da autonomia, de Paulo Freire, um clássico para quem trabalha com crianças como eu. Me interessei bastante por Ex-libris, também já tive boas experiências com livros que chegaram por acaso em minhas mãos. por esse motivo acredito que em alguns momentos são os livros que nos escolhem, rsrsrrs. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Pandora!

    Eu conheço um pouquinho do trabalho da Carol Rossetti. São maravilhosos. Confesso que ando precisando ler mais, tenho uma fila de PDF me esperando, mas quando abro o note, perco o foco. Todos livros feministas também. Assim que terminar, preciso começar primeiro... rsrs esses serão os próximos da lista.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…