Janeiro 2016 - * Blog Elaine Gaspareto *

Bolo de cenoura coberto com chocolate

em 29/01/2016

Final de semana chegou, lindezas!
E pra aproveitar aquele tempinho extra entre um afazer e outro, vamos caprichar no lanche da tarde? Ou no café da manhã...
Minha sugestão é esse bolo de cenoura com cobertura de chocolate. Acabei de fazer, pra comer hoje de noite, naquela hora da fominha, ou amanhã´...
Olha:


Dá pra fazer em meia hora, não dá trabalho nenhum e fica uma gostosura.
Vamos?
Então, vamos!

Ingredientes da massa:


  • 2 cenouras grandes sem casca, cortadas em um tamanho que seu liquidificador suporte. As minhas eu ralei porque meu liquidificador é bem fraco;
  • 250 ml. de óleo, de boa qualidade;
  • 2 xícaras (das de chá) de farinha de trigo;
  • 4 ovos inteiros (sem a casca, né, gente?);
  • 1 xícara (das de chá) de açúcar. Se gostar mais doce pode colocar mais meia xícara, eu acho muito...
  • 1 colher (das de sopa) bem cheia de fermento em pó.



Modo de fazer a massa:

Ligue o forno para pré-aquecer, em temperatura de até 200 graus. Unte a assadeira.

Coloque no liquidificador os ovos, o óleo e as cenouras.
Bata tudo muito bem batido.
Quando estiver bem homogêneo transfira essa mistura para uma vasilha e acrescente a farinha e o açúcar.
Misture bem até incorporar tudo.
Por [ultimo coloque o fermento e incorpore bem.
Fica uma massa bem densa, pesada, mais do que o normal de um bolo.

Despeje essa massa na assadeira untada.
A minha é pequena mas é alta, creio que mede 20 centímetros de diâmetro...
Leve para assar e quando enfiar um palitinho no centro e el sair limpo, tá assado.
Isso deve levar em torno de 30 minutos, ou menos.
Depende muito do forno, no meu levou 20 minutos porque ele é potente (o que falta no liquidificador sobre no forno...)
Não abra o forno antes de 20 minutos, e não enfie palito antes disso pois o bolo pode murchar, tá?
Olha o bolo assado, antes da cobertura:



Depois de assado tire do forno e vamos à cobertura!


Ingredientes e modo de fazer a cobertura


Você vai precisar de 1 caixinha de creme de leite e 150 gramas de chocolate ao leite, picado ou ralado.

Em uma panela pequena coloque o creme de leite e o chocolate ao leite.
Leve ao fogo até o chocolate derreter, uns 3 minutos.
A seguir despeje a cobertura sobre o bolo.
Eu desenformei e coloquei nesse prato de vidro.



Tá pronto.
Aí é só provar...
Hum....


Faz aí e me diz.
Chocolate, gente... não tem como ficar ruim...
QUERO LER O POST COMPLETO

Crianças, machucadinhos e curativos...

em 25/01/2016


No dia das crianças de 2015 nós demos uma bicicleta para o Luís Otávio.
Em dezembro ele fez 6 aninhos, já era hora de ganhar uma bike.
Na verdade é sua segunda bicicleta pois ganhou uma daquelas bem pequenas quando tinha só 1 aninho.
O resultado é que ele sabe uma coisa que eu nunca aprendi: andar de bicicleta. Sem as rodinhas de apoio!

Acho muito importante isso, é algo que me fez falta na vida.
Quando finalmente eu, com 16 anos, tive acesso a uma bicicleta, era velha demais, e medrosa demais pra conseguir aprender.
Tentei uma vez, caí, me ralei, e o medo venceu.

Criança, ao contrário, não tem medo de cair, de se ralar, de arrancar fora a cabeça do dedão, de ralar a carinha, os cotovelos, as pernas...
Acho isso incrível porque a gente (eu, ao menos) depois que fica mais velho perde a coragem natural das crianças.
Tenho pavor de me machucar, de cair. Qualquer ferimento me assusta...
Sou meio covarde mesmo rsrsrsr
Mas criança não... ao menos Luís Otávio não tem medo algum...

Quando levei a bicicleta levei junto um monte de curativos by Cotton Line.
Bem lúdicos, enfeitados, olha só as embalagens:

Curativos Dragon Rangers

Na linha Dragon Rangers os personagens, desenvolvidos com exclusividade e com inspiração nos animes, são Doragon (Dragão) para os meninos e Midori (Verde) para as meninas.

Curativos horripilantes

Os novos curativos antissépticos Horripilantes são perfeitos para os machucadinhos e arranhões do dia a dia, protegendo e ajudando na cicatrização.
Além disso, são super divertidos, com os monstros mais fofos e engraçados que as crianças e os adultos vão adorar!

Não deu outra: bicicleta nova, dodói à vista. Um mini-dodói, na verdade.
Mas olha a pose com os curativos Horripilantes e Dragon Rangers ("dos super-heróis, madrinha!")



Esse mini-dodói... Será que era só pra usar os curativos?


Garoto-propaganda mais lindo do mundo! Quer contratar, Cotton Line?


Esse machucadinho de nada no nariguinho também teve curativo Horripilante. No dia da foto já tinha saído...



Sabia que os curativos ajudam a manter a pele protegida de agentes externos? Isso ajuda na cicatrização.
Nas crianças ela é naturalmente mais rápida, mas sempre é bom ajudar com o curativinho, né?
Sempre que a sua criança se ferir, cortar, furar, ralar, arrancar um pedaço do dedão (tá, parei) lembre de lavar bem, retirando todo e qualquer corpo estranho e sujeira. Depois seque bem e coloque o curativo para proteção e aceleração da cicatrização.
Ah, vale dar o famoso "beijinho pra sarar"...
Até madrinha beija ferimentos, sabia? rsrsr


Este é um post patrocinado.
Isso significa que os produtos mostrados foram enviados pela empresa parceira Cotton Line.
Mas, claro, jamais estariam aqui se não fossem bons, se eu (e Luís Otávio, estrela do post rsrsr) não usássemos de fato.
Uso, e por isso recomendo.

Cotton Line é Higie Topp, há 16 anos no mercado, levando Carinho e Proteção para toda a família.
QUERO LER O POST COMPLETO

Maionese de legumes com frango

em 22/01/2016


Maionese... será que existe alguém que não goste?
Eu amo, e já fiz de todo jeito, receitas diferentes: com os legumes amassados, com e sem frango, com atum, com presunto, em pedacinhos...
Hoje vou compartilhar com você minha receita preferida, que fiz domingo passado.
Como eu sei que nem todo mundo 'manja dos paranauês' de fazer maionese esse post entra também na categoria Cozinha para iniciantes.
Mas é muito, muito simples e fácil, o trabalho maior é picar os legumes...
Vamos ao passo a passo?

Comece separando os ingredientes que vamos usar:
1 quilo de batata monalisa (ou inglesa, como preferir chamar) cortada em cubos pequenos e regulares, ou seja, mais ou menos do mesmo tamanho;
2 cenouras grandes cortadas em cubos pequenos, regulares;
250 gramas de vagem cortadas em pedaços pequenos;
1 lata de ervilhas em conserva, escorridas;
Azeitonas verdes fatiadas à gosto;
Cheiro verde bem picadinho à gosto;
Suco de 2 limões;
250 gramas de maionese de boa qualidade;
1 peito de frango cozido e desfiado;
sal à gosto;
1 cubo de caldo de galinha;
1 pimenta dedo de moça sem sementes e sem a película branca, picada bem miudinha.

Comece cortando os legumes.
Coloque-os para cozinhar em água e sal, e quando estiverem macios, retire e deixe esfriar.
Faça o mesmo com o peito de frango: cozinhe na panela de pressão com 1 cubinho de caldo de galinha e 1 xícara (das de chá) de água, e quando estiver bem cozido (uns 15 minutos de pressão) desligue o fogo, espere a pressão sair, retire o caldo, tampe a panela de novo e chacoalhe com fé e confiança.
Isso te entregará um frango finamente desfiado!
Reserve.

Em uma vasilha grande coloque os legumes cozidos e frios, o frango desfiado e frio, a maionese, o cheiro verde, a pimenta dedo de moça picadinha, o suco dos limões, a ervilha escorrida e misture bem, pra envolver todos os ingredientes na maionese.

Arrume no prato de servir, e tá pronto. Leve para gelar, fica melhor bem geladinho.
Muito simples, né?
Fica perfeito com franguinho assado, com arroz branquinho, até sozinha maionese é boa...
Faz aí e me diz se não é uma coisa boa demais essa invenção!

Dicas extras:
→ Se preferir pode substituir o frango por presunto em cubinhos, ou peito de peru. Ou atum.
Ou não colocar carne alguma, fica bom de todo jeito.
→ O lance de desfiar o frango na panela de pressão é bem legal, pode testar. Mas tem que chacoalhar com força, viu?
→ Se não gostar por excluir a pimenta, ou pode substituir por pimenta biquinho, que dá aroma mas não arde.
→ Se quiser incorporar outros legumes pode, eu prefiro assim, mas já fiz até com chuchu, brócolis e fica bom...

Olha a minha, quase esqueço de fotografar:
maionese de legumes com frango desfiado


Nham-nham...


Imagem que ilustra o post é uma cortesia: Shutterstock
QUERO LER O POST COMPLETO

Série Como personalizar um blog? Aula 1: a estrutura do template

em 21/01/2016


Quando pensamos em personalizar um blog a gente pensa, imediatamente, na aparência dele, correto?
Isso, de fato, é muito importante e é por aí que todo mundo começa, pela aparência.
Trocar cores, ajustar larguras, mudar fontes, etc.

Isso tudo é necessário mas, diferentemente da maioria (#diferentona) eu quero começar pela parte mais chata e mais complicada.
Não, não é pra te desanimar, ao contrário!
É para que você entenda o que vamos fazer, e não seja apenas uma série de copiar e colar códigos.
Isso é melhor, é mais profundo: vamos olhar o blog por dentro e entender como cada coisa funciona.

Claro que vou ser bem simples, nada muito complexo ou de difícil entendimento.
Algo simples mas que você precisa saber para personalizar seu blog. Para entender de fato o que estamos fazendo.
Seria mais fácil dar códigos prontos?
Sim.
Mas, à longo prazo isso não adianta se a gente não entende o que está fazendo.
Vamos aprender e não apenas copiar e colar.
Vamos começar?


Um blog de testes, por favor


E por onde a gente começa?
Começamos pela criação do blog. Caso você já tenha seu blog recomendo vivamente que crie outro agora, para ser seu blog de testes.
Repito: não faça nada em seu blog oficial, teste antes em um blog de testes.
Confie em mim, que no começo perdeu muitos templates,  e evite dores de cabeça.

Para criar um blog novo, caso você não saiba como fazer,  veja esta vídeo-aula, que ensina desde a criação da conta até a criação do blog propriamente dito:


Aproveite e se inscreva no canal do blog. Em breve teremos muitas video-aulas lá!



Entendendo cada parte de seu template


Caso já tenha tenha criado seu blog de testes, vamos adiante.
Um template do Blogger sempre terá essa estrutura básica pois trata-se de um documento .xml.
A estrutura será sempre assim:

<html>
<head>
cabeçalho: aqui está contido o estilo da página - CSS
<head/>
<body>
corpo - aqui está contida a estrutura da página, seus elementos.
</body>
</html>

Quer confirmar?
Vá ao seu blog de testes, clique na aba Modelo e a seguir clique em Editar HTML.
Vai abrir o código fonte de seu blog.
Note que ele começa com essas linhas:

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8" ?>
<!DOCTYPE html>

Elas são importantes pois "ensinam" como o navegador deve ler o código.
Imediatamente após essas linhas começa o documento html, assim:
<html

Aí a forma pode mudar, nos templates nativos do Blogger em geral é assim:

<html b:version='2' class='v2' expr:dir='data:blog.languageDirection' xmlns='http://www.w3.org/1999/xhtml'

Pode mudar algum detalhe mas lembre: sempre vai começar com <html .
Agora role a página do código fonte até o final.
Você verá o fechamento do documento .xml, assim:
</html>

Então, lembre: sempre abre com <html e sempre fecha com </html>. Sempre.
Dentro dessas tags de abertura e fechamento está tudo que compõe seu blog.
Tudo, tudo mesmo, mas dividido em "gavetas".
Então, para reforçar você precisa guardar que está assim dividido:

<html>


<head>
Aqui está contida toda a aparência de seu blog, a folha de estilos ou CSS
</head>


<body>
Aqui está contida a estrutura de seu blog, os códigos das postagens e dos elementos de página
</body>


</html>


Observe que cada tag tem uma abertura e um fechamento.
O não-fechamento de qualquer tag resulta em rejeição do documento.
Agora vamos conhecer o que tem dentro de cada "gavetinha" dessas.

Head, a "cabeça" de seu código

A tag <head> engloba toda a aparência de seu blog.
A folha de estilos, ou CSS, que significa Cascading Style Sheets, define coisas como cor e tipo de fontes, cor ou imagem de fundo, cores dos elementos de página, tipografia em geral, e tudo o mais que define a aparência do blog.
É na folha de estilos, ou CSS que a gente define tudo.

CSS é uma sigla em inglês para Cascading Style Sheet, que foi traduzido para folha de estilo em cascata, é um mecanismo para adicionar estilo (fontes, cores, etc) para documentos web.
Regra CSS é uma declaração que segue uma linguagem própria e que define como será aplicado estilo a um ou mais elementos HTML.
Um conjunto de regras CSS formam uma Folha de Estilos.

Essa folha de estilos começa, dentro da tag <head>, com essa marcação:
<b:skin><![CDATA[/*
E termina com essa marcação:
]]></b:skin>

Então, tudo relativo à aparência do blog estará dentro dessas linhas, sempre.

Agora, vá ao blog de testes de novo e localize essa tag de abertura: <head>
Preste atenção, eu disse de abertura, então não tem o sinal /
Para localizar tecle Ctrl+F dentro da caixa de código.
Na barra de busca que expandir digite o termo procurado e tecle Enter.
Vai aparecer. É aí que começa a mágica!
Agora, dentro da caixa de pesquisa, digite </head>, com a barrinha de fechamento.
Tecle Enter.
Este é o fechamento da "gavetinha" que comporta a folha de estilos, ou CSS, de seu blog.

Body, o "corpo' de seu código

Após o fechamento da tag </head> você verá a abertura da tag <body>.
Em alguns templates ela é aberta assim, mas nos nativos do Blogger ela é aberta assim, com essa marcação:

<body expr:class='&quot;loading&quot; + data:blog.mobileClass'>

O complemento é importante pois é ele que permite que a gente tenha a versão para celular (mobile) nos templates Designer de modelo do Blogger.

Essa tag <body> é fechada assim:
</body>

Pode digitar aí na barra de busca de seu código fonte, você vai achar.
Dentro dessa marcação <body> </body> está contida toda a estrutura de seu blog.
Tudo, os posts, os comentários, todos os elementos de página, as colunas, o rodapé, toda a estrutura.
É o "corpo" de seu template.
Sim, tem muito código aí mas devagar e com paciência você verá que tudo faz sentido e é mais simples do que parece.

Fiz um gráfico colorido pra você entender:



Pronto, primeira aula completa.
Não vou misturar assuntos para não ficar impossível de acompanhar, então vamos devagar, tá?
Nessa primeira semana não tem tarefa de casa (tia elaine é boazinha), mas fica a minha sugestão: releia essa primeira aula até assimilar.
Semana que vem a gente se fala.
Tô te esperando, tá?

Para não perder nenhum post da série você pode:

→ Seguir o blog via gadget Seguidores: basta clicar em Participar deste site ali na lateral do blog e concluir o processo;

→ Pode curtir nossa fanpage: todos os posts têm seu link enviados pra lá no momento em que são postados. Basta clicar em Curtir!


→ Cadastre seu email e receba a atualização direto nele, assim que for postada.
Digite seu endereço de email:



Veja todos os posts desta série:

  1. Série como personalizar um blog- apresentação do projeto
  2. Aula 1: a estrutura do template
  3. Aula 2: tamanho, fontes e resolução de tela


QUERO LER O POST COMPLETO

e-Roupas de Bebê: uma forma de expressar amor e carinho

em 19/01/2016

Tenho uma amiga, no Facebook, que está nas primeiras semanas de gravidez.
Hoje li ela dizendo que quando perguntam o tempo da gestação ela diz, toda orgulhosa, que são x semanas, e empina a barriga, querendo que seja vista, tão feliz e realizada ela está!
E mudando coisas em sua vida, se adaptando à gravidez tão sonhada...

Isso acontece muito, né? Das pessoas olharem a vida de um modo único quando há um bebê à caminho.
As mães (e os pais, creio eu) começam a olhar tudo relacionado ao universo dos bebês com olhos mais atentos.
As fraldas e remédios e dicas, os acessórios, os móveis, os carrinhos, as roupinhas...
Muitas vezes a paixão por esse universo é tanta que a mãe (e o pai, por quê não?) descobrem inclusive um novo dom, uma nova profissão.

Foi mais ou menos isso que aconteceu com a Ana Paula, idealizadora e co-proprietária do e-commerce e-Roupas de Bebê.
Ela conta que a paixão pelas roupinhas de bebê surgiu antes até da chegada da filha Ana Giovana.

Ao se envolver no mundo da maternidade ela descobriu a nova paixão, que acabou se tornando um bem sucedido negócio online.
Estou falando dessa loja:




Lendo a descrição da loja eu me identifiquei e concordei com as palavras da Ana Paula:
"Com as roupas de bebê que obtemos para nossos filhos, encontramos uma forma de expressar amor e carinho por aqueles que são nossas jóias. Ao olhar as roupas e os detalhes que as diferenciam umas das outras, imaginamos como elas ficariam se vestissem o bebê. Quem é mãe, entende perfeitamente: procuramos sempre o melhor, o mais bonito, buscamos sempre as coisas mais delicadas e com a melhor qualidade possível."

Há uns dias eu postei aqui no blog um post de divulgação cheio de lindezas para meninas que fez um grande sucesso nos grupos do Google+ onde eu compartilhei.
Esse post:

O motivo do sucesso é simples: todo mundo gosta de ver coisas bonitas e de ter acesso à dicas de lojas confiáveis para compras via internet.

Então, para você que gosta de ver coisas bonitas, e que se encanta com roupinhas para bebês, fiz uma seleção daquelas que mais gostei.
Vem comigo!



Roupas de Bebê- Moda menino

Vamos começar com roupinhas para meninos?
Espia isso e me diz se não é o máximo da fofura?


 E olha o sapatinho.
Pra morrer de ataque de fofura, sim ou com certeza?





Um body.
Cavalheirinho.
Precisa dizer mais?

Menininho cheio de estilo?
Sim!



Mais um body, porque amei dicunforça!





Visualize seu menininho (filho, neto, afilhado, irmãozinho, sobrinho, filho da amiga...) com uma dessas roupinhas...
#fofura....


Roupas de bebê- Moda menina

Agora veja a seleção de roupinhas para meninas.
Gente, é muita fofura!!!! É muita boniteza!

De babadinho... posso com isso?





Tá calor? Body pra dias quentes...


Apenas amei essa estampa!

Dá mesmo vontade beliscar, apertar, morder rsrsrsrsr


Para sua gatinha tropical...



Jeans e lacinhos, impossível não amar...

Percebe que são roupinhas para usar até não servir mais?
E que, além de lindas, são muito úteis?
Para ver a coleção clique aqui!


Vestidos infantis


O mundo fofo dos vestidinhos... amo!
Olha isso, pra você se derreter!!!




Lindos, né?
Vontade de ter todos?
Sim!!!!



Sapatinhos para bebês


E para encerrar minha seleção veja os sapatinhos!






Cada modelo mais lindo que o outro!
Para ver a coleção completa (tem botinha, gente, vai lá ver!!!) clique aqui.

Gostou de tudo?
Quer mais informações?
Acesse:

E conheça todas as coleções, os prazos de envio, as formas de pagamento super facilitado, e tudo o mais que desejar saber.
E prepare seu coração para ter um ataque de fofura...

QUERO LER O POST COMPLETO

Valorizando seu blog: Qual o valor de um link?

em 18/01/2016


Eu recebo muitas propostas de parceria vindas de agências, de assessorias de imprensa e de empresas em geral.
Muitas, a imensa maioria, são boas, respeitam o trabalho que é manter (e fazer crescer) um blog. Me respeitam e respeitam meu blog.
Várias dessas propostas eu aceito, quando me sinto à vontade para falar do produto, marca ou serviço, faço publieditoriais que ajudam a pagar as contas pois meu blog também é meu trabalho.

E sinto muito orgulho disso, de ter construído um blog que tem solidez, que traz resultados para as empresas parceiras, um blog confiável e que é relevante.
E que, repito, ajuda a pagar as contas de todo mês.
Sim, sinto orgulho de cada publipost que fiz, sempre com critério e sempre com verdade.
Sou grata à cada empresa pela confiança e respeito ao meu trabalho e ao meu nome.
E é por isso que faço questão de valorizar, tanto esse nome quanto este blog, sempre!

Mas, de vez em quando, eu recebo umas propostas que chegam a doer na alma.
São os chamados "posts colaborativos".
Funciona assim: a assessoria da marca ou empresa (empresa grande, em geral "famosa") entra em contato e propõe enviar o texto, as imagens, para eu só ter o trabalho de publicar.
Olha que lindo! #sqn
Em troca, pedem apenas que seja inserido o link para a página ou site da empresa.
Quando envio o mídia kit do blog a resposta é que "não se trata disso, é apenas sugestão de pauta para seu blog".
Ah, sim, claro...
Desde que com o link  (tipo follow, claro) para o site da empresa. Apresentando produtos e/ou serviços da empresa...
Ah, vá... publicidade, gente!
O termo post colaborativo é puramente figura de linguagem...

Gente, isso deveria envergonhar a empresa e sua assessoria de imprensa.
É querer fazer o blogueiro trabalhar de graça, é querer ocupar um lugar no blog, ganhar um link, QUE É ALGO DE MUITO VALOR, sem pagar nada por isso.
Sei que algumas blogueiras topam, até por ingenuidade, mas #ficaadica: não desvalorize seu trabalho.
Essas agências e assessorias têm verba de publicidade, têm verba para melhorar o link building da empresa ou marca, mas agem na "esperteza', tentando ampliar esse link building sem gastar, sem pagar o que o trabalho e o espaço publicitário do blogueiro merece e vale.

Não se iluda: um link tem grande valor.
Quanto mais links de qualidade um endereço tiver mais bem posicionado esse endereço aparece nos resultados de pesquisa.
Quando uma empresa séria procura meu blog, ou qualquer outro, e paga pelo espaço publicitário, ela não está apenas visando vender.
Claro que o objetivo primeiro é venda direta e tornar a marca mais presente na internet.
Mas, se a marca for bem assessorada ela saberá que quase tão importante quando vender é gerar links de qualidade.
Então, quanto mais blogs sérios e relevantes tiverem o link dessa empresa, melhor posicionamento ela consegue em mecanismos de busca como Google por exemplo.

Quando uma agência ou empresa contrata um espaço publicitário ela sabe disso, ou deveria saber.
Empresas sérias e principalmente agências sérias sabem:
O valor de um link é muito maior do que o preço de um link.
Compreende?

Claro que eu faço publicidade gratuita, para blogs ou pessoas que são próximas, ou para parceiros de longa data aqui do blog.
E acho isso muito bom, enriquece o blog!
Mas é algo espontâneo, ou então como agradecimento, ou por carinho, parceria e amizade mesmo.

Não tolero é ser alvo de esperteza, de gente que acha que blogueiro se vende por nada, de agências e assessorias que simplesmente não são corretas.
E ainda há os casos de descumprimento de contrato.
Agências que fecham o acordo, o blogueiro publica o combinado e simplesmente não recebe...
Já vi isso de perto, agências e assessorias que envergonham a marca... que fazem um trabalho de publicidade inversa, "queimando" o nome do cliente e fazendo-o passar por sovina e aproveitador.

Não aceite essas "sugestões de pautas".
Isso é publicidade sim!!! E as empresas, em geral, pagaram às agências e assessorias por cada post.
Se é publicidade então deve ser paga, seja em produtos, voucher, grana ou serviços. Mas paga.
Afinal, blog é sim um trabalho e todo trabalho merece e precisa ser remunerado.
Fiquemos espertas. Nem relógio trabalha de graça...


QUERO LER O POST COMPLETO

O que é preciso saber antes de adotar um cachorro?

em 15/01/2016


Contei em meu perfil do Facebook mas ainda não havia contado aqui  no blog: adotei um Bloguinho.
Outro, Elaine?
Sim, mas esse é com pelos que se espalham pela casa, 4 patinhas, uns dentinhos afiados que roem almofadas, ração, chinelo, roupa e dedos... e um olhar meigo que derrete o coração da gente.
Esse Bloguinho:

Tão pequeno que o travesseiro parecia enorme...e sujinho...

 Crescido, lindo, com o mais doce olhar...


Cachorro ou boizinho?

Sou lindo: sim ou com certeza?

O nome foi dado pela Fernanda Reali, achei tão fofo que não teve jeito: nasceu um Bloguinho!
Apareceu numa noite de chuva, tão pequeno que nem dentes tinha... sujo de barro, cheio de vermes e carrapato, foi amor à primeira vista... um amor que não estava nos planos, de jeito nenhum...

Tenho 3 fêmeas, então adotar um macho não foi decisão simples.
Ele será castrado assim que atingir a maturidade e sarar da doença do carrapato (está em tratamento, o mesmo que descrevo aqui: Como lidar com a doença do carrapato?)

E pensando nisso, nas coisas que a gente precisa saber antes de adotar um cachorro, resolvi compartilhar com você um pouco da minha experiência.

12 anos de pura gostosura


Cachorro é bom, mas dura...

Antes de mais nada eu preciso dizer que a gente só deve se comprometer com um cachorro (falo cachorro mas quero dizer qualquer animal, tá?) se tiver certeza.
Não é algo que eu quero hoje e daqui 1 ano enjoo e desisto.
É algo que pode durar anos; minha Menininha, por exemplo, está comigo há 12 anos e espero que fique muitos mais.

Há abandonos demais, e isso é muito cruel!
Recentemente apareceu aqui em minha rua, na mesma semana que adotamos o Bloguinho, uma cachorrinha adulta, linda, peludinha, pequeno porte, recém parida.
Algum filho da puta (sem querer ofender as putas) a colocou na rua e muito provavelmente jogou fora filhotinhos que ela dera à luz. As tetas cheias de leite, um sofrimento.
Ficou uns dias e graças à Deus foi adotada por um vizinho 4 casas acima da minha.


Também acredito que não dá pra romantizar e achar que o cachorrinho adotado será tão grato que se comportará como um anjo, em especial quando é filhote.
Aquele bebezinho lindo vai sim destruir algumas coisas antes de crescer, e em alguns casos pode destruir coisas mesmo depois de adulto.
Bloguinho já destruiu almofadas, um edredon, arrancou plantas como se fosse um roceiro, comeu minha violeta (chorei nesse dia), roeu a ponta do tapete da sala, roeu o canto do sofá e hoje descobriu que se arranhar com determinação a tinta do piso sai.
Ou seja: ele é filhote e filhote é arteiro. E olhe que ele está em tratamento contra a doença do carrapato...
Então, acredite: paciência é a chave, como aliás para tudo na vida, né?


Oi eu sou gordinho e muito feliz.Sou o Bloguinho...
Publicado por Elaine Gaspareto em Segunda, 16 de novembro de 2015


Quanto custa adotar um cachorro?

Falando em doenças, me lembrei dos custos.
No dia seguinte à adoção do Bloguinho ele foi à veterinária, tomou a primeira dose da vacina V12  e fez uma checagem geral.
Ainda assim, 30 dias depois, teve febre, corremos na vet e ele fez exame clínico e de sangue.
Foi confirmada anemia, que ele provavelmente trouxe da mãezinha dele e a febre do carrapato.
Mais gastos com remédios, exames, etc...
E ainda faltam 2 doses da vacina, mais a vacina anti-rábica.
E todo ano tem que tomar.
Ou seja, prepare o bolso.
Sem contar a alimentação.

E, amig@s, como come essa criança!
Aqui em casa são cães em idades e situações  diferentes e portanto, a ração é diferente para cada caso: a Menininha tá de dieta e come ração light, Princesa e Espoleta ração normal e Bloguinho ração de filhote (mas como as outras se conseguir acesso...)



A difícil arte da adaptação

Espoleta, mais mansinha não há... mas valente que só...

Além dos custos tem outros fatores: aqui em casa Menininha só aceita a Espoleta.
Vive, portanto, separada dos mais novos. Vivemos juntas, ela passa o dia comigo em meu home office (sim, migos, eu tenho um escritório!)
Coloquei um portãozinho entre a sala e o resto da casa, igual se tivesse escada e criança pequena, sabe?
Então tem uns stress de vez em quando: ela quer sair, eles querem passar pelo portão, tem dias que é tenso.
De novo, paciência.

E como Menininha é muito apegada comigo raramente fico na sala, porque me dói deixa-la sozinha, ela deita ao lado do portão e me espera, em silêncio... vou olhar e ela tá roncando no piso frio, me esperando... #sofro rsrsr
Até na porta do banheiro ela me espera, e se tem chance, entra comigo...

Então, adaptação pode ser complicado.
E não, não adianta forçar. Há cães que nunca aceitarão um novo membro...
Já tive, no passado, que separar brigas ferrenhas, parecia que valia o cinturão dos pesos pesados do UFC...



Cada caso, uma personalidade


E, finalmente, algo que a gente precisa saber antes de adotar um cachorro: embora tenham similaridades, cada cachorro é único.
Tive muitos e muitos ao longo da vida e nunca achei dois iguais.
Claro, sempre tive viralatas, jamais comprei (não compre, por favor... os abrigos estão lotados...) então não sei se cães de raça são mais iguais, mas minha experiência diz que cães são como pessoas: cada um é um, e tem personalidade própria...
Então, esteja preparado para amar.



Via de regra um cachorro, quando elege seu dono, ele se adapta.
Acho incrível como Menininha se parece comigo: chatinha, quieta, gordinha, amorosa ao extremo com quem ela ama, brava quando a perturbam, detesta barulho, não gosta de calor e não gosta de ser apertada/agarrada/beijada/perturbada.
E Princesa, como se parece com Erdilan: animada, feliz, divertida, faz amizade fácil, se dá com todo mundo, todos os vizinhos conhecem, e ela conhece todos. E é ciumenta com os que ela ama. E sempre tá a fim de passear, faça sol ou chuva...

Mas até que essa identificação aconteça 'é preciso amar seu cachorrinho como se não houvesse amanhã...'
Acredite em mim, vale muito a pena.
Não há nada em minha vida que valha mais a pena do que o tempo, o amor, os cuidados e os gastos que tenho com eles.
Há tanto amor envolvido... e sim, eles me fazem querer ser melhor.

Quero muito ser a pessoa que eles acham que eu sou: confiável, responsável, digna de ser amada, digna de ser respeitada. Alguém com quem eles podem contar em qualquer situação...
Porque é isso que seu cachorro acha de ti.
Tem como não amar quem vê a gente assim, pelo melhor ângulo possível?




QUERO LER O POST COMPLETO


No Instagram