O aniversário da menina de 1988

em 15 de setembro de 2015


Sabe o que eu fiz hoje, o dia quase todinho?
Eu fiz aniversário.
Na verdade eu estou fazendo aniversário desde o começo do dia, na madrugada de ontem para hoje.
Deitei, perto da meia noite... e fiquei pensando em todos os aniversários que já completei... e escolhi compartilhar com você a história de um aniversário que aconteceu muitos e muitos anos atrás... quando eu fiz 16 anos.

Mas por quê, passados tantos anos, 27 pra ser exata, esse ainda é o aniversário do qual mais me lembro?
Simples.
Foi a primeira vez que eu tive uma festa de aniversário.
Nunca, nem quando era bem pequena, jamais tive uma festa. Nem mesmo um bolo, nunca, nada. E não lembro de ganhar presente.
Mas, em 1988, eu fui surpreendida com uma festa.

Meus amigos de escola se juntaram e planejaram a festa.
Uma amiga chamada Rita foi quem comandou tudo, e foi muito divertido vê-los tentando esconder de mim (a mais curiosa pessoa do mundo) os preparativos, as armações...
A festa foi num domingo de tarde, na casa de um amigo que conservo até hoje, do qual sou madrinha de casamento, e ele e a esposa são padrinhos do meu casamento. Amigos da vida toda.
Foi uma festa com bolo, com velinha, com guaraná.
A gente dançou, foi uma tarde linda e perfeita, eu me senti tão amada, tão querida!
Imagine um monte de adolescentes, sozinhos, organizando e pagando uma festa... muito amor, jamais esqueci, jamais...

E jamais esqueci porque foi, talvez, algo que marcou o fim da adolescência, o fim da meninice.
Alguns poucos meses depois a vida mudaria, eu deixaria de ser filha pra ser a responsável por 2 irmãos, as tardes descontraídas e alegres sumiriam, e só restaria a luta pra sobreviver, pra não passar fome, pra criar os irmãos, pra viver. Pra superar.
É que esse foi o último aniversário em que meu pai ainda vivia conosco.
Depois, tudo mudou.

Os anos seguintes foram de trabalho, de amadurecer antes do tempo, de crescer antes da hora... a escola ficou pra trás, os amigos seguiram a vida de adolescentes, e de certa forma eu fiquei diferente deles.
Eu tinha compra pra fazer, eu tinha contas a pagar, eu tinha 2 irmãos menores que precisavam de tudo... não tive tempo pra ser o que deveria ter sido... e é claro que isso impactou minha vida toda.
Eu mudei, e de um modo que não deveria ter sido. Eu deveria ter tido o direito de ser adolescente, de ser jovem. Mas sinto que pulei essa etapa, fui ser adulta.

Talvez por isso, em muitos momentos da vida, eu ainda me sinta com 16 anos.
Talvez por isso eu ainda lembre de um aniversário ocorrido há 27 anos como se tivesse sido hoje... lembro da roupa que eu estava, lembro de tudo...
Lembro da menina de saia cinza azulada descendo a rua, indo para a sua primeira festa, sabendo da surpresa mas fingindo que não sabia...
Lembro que aquela menina nunca pensou em fazer 43 anos... tão velha assim? ela pensaria...

E certamente eu, hoje, não sou o que ela achou que seria quando tivesse 43 anos.
Aquela menina loirinha, de saia cinza azulada, descendo a rua, não se reconheceria na mulher que eu sou hoje.
É que ela, a menina loirinha, não sabia de nada do que viria nos meses seguintes, nos anos seguintes.
Foi tudo muito diferente do que a gente esperava.
Sempre é, não é?

Mas, sabe?
Se de repente eu, aos 43, topasse com aquela menina de 16 anos descendo a rua de casa, indo para a sua primeira festa de aniversário, eu diria para ela:
"Não será como você imagina, nem como você gostaria, ou como você merece.
Mas ainda assim será bom.
E sim, você vai sobreviver, seus irmãos também, mesmo que em alguns momentos não pareça.
E um dia você vai se sentar diante de um computador (não sabe o que é, menina de 1988?) e vai contar sobre esse domingo de setembro, vai contar, para um monte de gente, da sua festa de 16 anos, com seus amigos da 8ª série, da "E.E.P.G. Professora Elza Miguel Francisco".
Vai contar sobre você, descendo a rua de saia cinza azulada, e no fim você vai escrever:
Foi uma longa caminhada até aqui, até a estrada dos 43 anos.
Mas, olha: valeu cada segundo, valeu cada experiência, valeu cada lágrima e cada riso.
No fim, tá dando tudo certo..."

Feliz aniversário para nós! Para a menina de 1988 e para a mulher de 2015...


Quer ver meus outros posts de aniversário?
Clique:
Aniversário de 37 anos
Aniversário de 38 anos
Aniversário de 39 anos
Aniversário de 40 anos
Aniversário de 41 anos
Aniversário de 42 anos

Sim, eu sempre faço um post-reflexão-comemoração... e acredite, cada um deles reflete não só o meu momento como pessoa mas também o meu momento como blogueira.
E isso, minha gente, é uma das dádivas de manter um blog...

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

29 comentários , comente também!

  1. Vc sempre me surpreendendo com suas revelações.
    Parabéns, menina e mulher.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neli, surpresa é meu nome rsrsrs
      beijos, muito obrigada!

      Excluir
  2. Lindo e emocionante! Parabéns pelo niver pras 2 meninas ...a de ontem e a de hoje.Adorei te ler! FELICIDADES SEMPRE! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida, muito obrigada!
      Especialmente por fazer parte da história desse blog praticamente desde o começo!
      beijos

      Excluir
  3. Parabéns felicidades curta seu dos até o fim seja feliz beijos . Eliane Lima

    ResponderExcluir
  4. É.... Emblemático este aniversário de 16 anos! Foi como um segundo nascimento.... Para uma nova vida! Pode começar a dizer que VC tem 27 a ninhos rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Val, sabia que uma outra festa "surpresa" de aniversário foi justamente a de 27 anos?
      Outra situação, outros amigos, eu já casada.
      Um dia ainda conto rsrsrs

      Excluir
  5. Parabéns Elaine. Um post muito bonito que nos permitiu conhecê-la melhor.
    Imagino que seria uma alegria essa festa de anos.
    Um abraço e que este novo ano que ora começa seja um ano de grandes alegrias e muita felicidade. Especialmente que tenha muita saúde e que o marido esteja bem.
    Tudo de bom para vós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elvira, muito obrigada!
      Tanto pelas palavras quanto por fazer parte deste blog.
      Muito obrigada!
      beijos

      Excluir
  6. Lindas palavras, texto primoroso, gostei muito.
    Meus parabéns, menina de 16 anos, continue sendo feliz.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns,felicidades e muitos anos de vida feliz.

    ResponderExcluir
  8. Que lindo texto, adorei ler. Também vivi uma história parecida.
    Muitos parabéns pra você, adorei conhecer seu blog.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. E é essa (corajosa!) menina de 1988 e essa (vitoriosa!) mulher de 2015 que eu quero parabenizar e dizer que chorei rios aqui... pq de uma certa forma me vejo e muito em cada uma delas - ainda vou te contar minha história!

    "...Foi tudo muito diferente do que a gente esperava. Sempre é, não é?"
    É, mas certamente temos, de fato, trilhado nossos caminhos conforme Deus quis. Mesmo inconscientemente. Mesmo, também, não sabendo o pq. Mesmo não entendendo os propósitos dEle.
    Louvado seja Deus, estamos aqui, não é mesmo, minha querida?

    Deus esteve com a menina de 1988 e estará sempre com a mulher de 2015, 2016, 2017...
    Antes, te admirava pelo seu trabalho, primoroso. Hoje, te conhecendo melhor através post, que muito embora seja breve diz muito, te admiro também pelo o que vc é!

    Um bj em seu coração e seja feliz! Sempre! <3

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Elaine
    Texto maravilhoso. E hoje eu também fiz aniversário o dia todo, Só que de casamento 21 anos de casada, de felicidade, de paz. Então desejo tudo isto e mais um pouco pra você também. Deus abençoe
    Ignês

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ignes, que lindo!
      Eu faço 20 anos em dezembro.
      Muito obrigada pelos votos!
      beijossss

      Excluir
  11. Seus textos são sempre muito especiais, parabéns Elaine, pela menina, em sua 1ª festa e para a mulher determinada que você é.
    Que todos os seus sonhos se concretizem, sucesso e saúde sempre
    Abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  12. Parabéns Elaine, me identifiquei com esta história...Sei como se sente. Faça muitos agrados para esta adolescente de 1988 sempre que a encontrar. Vocês merecem. Muita saúde, muito amor, muita prosperidade! Abraço enorme.

    ResponderExcluir
  13. Vale parabéns atrasado? Me desculpe!!!! Ontem meu pc deu piti, e aí já viu né?!
    PARABÉNS!!!!!
    Muitas felicidades, muita saúde, muita paz, muito amor, muitos anos de vida...e que se ano que se inicia na sua vida seja repleto de realizações! Você merece!
    Te admiro tanto, tanto! E cada vez mais!
    Esse texto, hoje, me emocionou e me mostrou mais uma vez o quão guerreira você é!
    Que Deus te mantenha sempre forte e pertinho de nós, aqui do outro lado, pois você é exemplo de superação, de coragem, de humildade, de altruísmo, de busca eterna pelo aprendizado...de um ser humano do BEM!
    Muuuuuuitos beijos,
    Cris

    ResponderExcluir
  14. Parabéns Elaine!!!
    Peço a Jesus que continue te abençoando e iluminando seu caminho. Você é muito especial para nós blogueiras.
    Beijos e fique com Deus,
    Marlene

    ResponderExcluir
  15. Elaine... feliz aniversário menina de setembro... o mês das flores... parabéns pelos teus 16 anos e pelos teus 43 anos... a vida sempre nos pega de surpresa... muitas vezes ruins, mas outras muito boas. Obrigada pelo presente lindo que nos dá sempre que compartilha um pouco da tua história com quem te acompanha! Bjokas!

    Patrícia B./ Guaporé-RS
    PS: Não sei como faz para aparecer o nome no comentário...

    ResponderExcluir
  16. Eliane, sempre visito seu blog e comento poucas vezes (não brigue comigo). Mas diante deste lindo texto de comemoração não posso perder a oportunidade. Parabéns pelos seus 43 anos. Fiquei emocionada ao ler seu texto, acredite. Creio que a doçura da menina de 1988 ainda permanece na mulher de 2015.
    Quero parabeniza-la outra vezes, pelo seu blog. E agradecer pela ajuda que disponibiliza a todas as blogueiras (os). Deus te abençoe grandemente!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Parabéns atrasado!!!! Que Deus te ilumine cada dia mais!!! Muitos bjs.

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine, parabéns de novo!! É...não é fácil, mas é muito bom viver, os bons momentos fazem valer a pena e não desistir jamais. Talvez você não fosse tão forte como tem sido necessário ser, se não tivesse passado por tudo que passou, pelas dificuldades...Não acredito muito nesse papo de 'tudo tem uma razão de ser', mas vai que é, né!
    Que seus dias tenham muito afeto, paz e harmonia!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Parabéns Elaine, pela passagem do seu aniversário, e por este texto lindo que partilha connosco. Há ocasiões que sem nós sequer desconfiarmos, se tornam pontos de viragem. Imaginei na minha cabeça a Elaine de hoje encontrando a Elaine de 16 anos, e pensei que seria bom nós todos termos essa oportunidade: de encontrarmos fisicamente nós mesmos lá atrás. Como nos olharíamos, será que ao menos nos reconheceríamos? Sua história prova que vale a pena viver, que depois da tempestade há a esperança de um sol quente e iluminado. Que Deus a proteja! sempre. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Um feliz aniversário bem atrasadinho... não vi sua postagem na data certa, mas parabéns mesmo! Linda sua história! A gente realmente não sabe nessa idade, o quanto a vida pode mudar de uma hora para outra. Nessa idade eu não tinha ideia de que seria diagnosticada com transtorno bipolar, e como isso afetaria minha vida.
    Ainda bem que vc conseguiu passar por tudo o que passou, e se tornar a mulher que é hj!

    Abraços da Fran,

    http://nomundodafrancine.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francine, muito obrigada!
      A gente faz aniversário o ano todo, então não tá atrasada não rsrrs
      beijos, muito obrigada!

      Excluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…