A incrível história de Adaline

em 18 de setembro de 2015


Assisti recentemente ao filme A incrível história de Adaline (The age of Adaline), com a belíssima Blake Lively no papel de Adaline Bowman.
O filme conta ainda com Harrison Ford num papel fofo demais, e eu amei dicunforça.
Já havia visto resenhas à época do lançamento, e como sou muito encantada com filmes que tratam da temática tempo/viagem no tempo e afins queria muito assistir.
E, olha, é bem legal, viu?


A incrível história de Adaline mostra como a linda Adaline, depois de um acidente de carro nos anos 30, aos 27 anos, simplesmente pára de envelhecer.
O fenômeno se dá (de acordo com a narração entre sarcástica e fantasiosa) devido à uma série de fatores combinados.
Mas claro, isso tudo é desnecessário porque o filme é uma fábula e o diretor Lee Toland Krieger acerta em cheio ao lidar com o tema exatamente assim, como uma fábula encantadora.


Adaline, viúva antes de sofrer o tal acidente, tem uma filha.
É comovente ver, no decorrer do filme, a filha bem velhinha, e a mãe, linda e jovem, mas ainda assim, mãe em todos os sentidos.
Ao longo dos anos a filha é seu único laço, e envelhecendo fica aquele temor: quem estará com Adaline quando a filha se for?


Ela, Adaline, tem um cachorrinho, e nem precisa dizer o quanto me cativou essa parte.
Num determinado momento do filme vemos um álbum, com muitas fotos, de muitos outros cachorrinhos.
É que, no filme, não envelhecer não é um dom, é quase uma maldição, do ponto de vista de Adaline.
E entre o preço dessa maldição está o fato de ver morrer, um a um, todos aqueles à quem você ama... Nem preciso dizer que chorei rios, né?


Como se trata de uma fábula, temos o romance fofo, o cara rico, lindo e gente boa que entra na vida de Adaline e que pode valer a pena ela parar de fugir... e mais não digo, mas acredite, tem surpresa até nisso...


Blake Lively constrói sua Adaline de modo muito suave e delicado: a voz mansa, pausada, de quem viveu muitas décadas e carrega uma grande sabedoria, o olhar triste de quem atravessou essas décadas praticamente sozinha, mudando de nome e de endereço de tempos em tempos...
E, claro, tem a sua beleza impressionante, sempre me pego pensando: "como pode ser tão linda?". Desde os tempos de Gossip Girl, e olha que eu detestava Serena...

Veja o trailer oficial:


O filme não é, nem de longe, uma reflexão profunda sobre a condição humana, nem se aprofunda muito sobre nada, aliás.
Os personagens secundários são bem superficiais, e em alguns momentos a gente sente que o roteiro passa de leve sobre alguns pontos que poderiam render mais.

No entanto, o filme é perfeito para distrair, para se encantar, para sorrir e para ver num dia de chuvinha lá fora.
O final?
Exatamente o que esperei desde a primeira cena, previsível, e fofo.
Afinal, é uma fábula, lembra?

Onde assistir?
Tem na Netflix. E deve ter nesses sites piratas, mas eu não recomendo.
Sim, sou daquelas que acha que reclamar da corrupção e baixar filme pirata é, no mínimo, hipocrisia...


E você?
Já viu A incrível história de Adaline?
Gostou?
Conta pra gente...

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

11 comentários , comente também!

  1. Olá Elaine,
    Gostei muito desse filma!!!
    Já estou com vontade de revê-lo.
    Xeros
    Go

    ResponderExcluir
  2. Vi o filme. Belíssimo!
    E também acho que quem baixa filme pirata não pode reclamar de tantas ações erradas.
    Bom fim de semana.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia amiga!
    Não vi ainda, mas já estou pensando em convidar
    minha filha para curtir-mos juntas.
    Obrigada pela dica.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Assim que vi o trailer e o que tinha escrito, fui logo ver! Adorei! É um filme lindo e passou a ser um dos meus preferidos. Muito obrigada por me dar a conhecer! :D
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. vou ver hoje, pois ontem estava focada no multishow vendo Rock in Rio. Vejo 90% das coisas no cinema, 9% no popcorn time e 1% na TV (NetNow e no netflix),acredita? Tem muitos cinemas aqui pertinho.Popcorn é maravilhoso, tu podes ver, mas nao podes baixar e nem comercializar o filme visto. Adoro! Hoje revi Hector e a busca pela felicidade (terceira vez já que assisto).Acredito que tu vais gostar http://guiadocinefilo.blogspot.com.br/2015/01/critica-do-filme-hector-and-search-for.html

    ResponderExcluir
  6. Oiiii Elaine,
    Eu me faço a mesma pergunta toda vez que vejo a Blake.. "Como pode ser tão linda??". Eu vi esse filme e amei.. achei que não fosse gostar, mas amei mesmo. Me tocou sabe?? Super recomendo.. (L)

    Beijinhoss
    http://anapblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Assisti na estreia e também me encantei!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Adorei o trailer e me interessei pela sugestão! Tenho Netflix, então fica fácil!
    Olhando assim me lembrei de Benjamin Button, filme que gostei muito. Também não tem explicação lógica, mas às vezes a graça é essa. Nem tudo precisa ser real, não é?
    Vou assistir com certeza!

    ResponderExcluir
  9. Depois desta descrição vou tentar ver.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  10. Comecei a ver mas não terminei... Mas de uma coisa tenho certeza: não queria passar por uma coisa dessas!

    ResponderExcluir
  11. Realmente vale a pena assistir. Juventude, (não tão) divino tesouro, você não acha? The Age of Adaline é um filme com um bom acabamento técnico e com grande atenção sendo uma fita elegante. O filme convence o espectador desde o início. Irradia um certo magnetismo para essa aparência muito refinada, a narração (voice-over) que vamos introdução na história e vamos desvendar esses dados científicos necessários. Tudo isso forma um produto para consumo fácil, sem pretensões, mas é divertido e saboroso para ver. Teremos que prestar atenção para ver se a atriz Blake Lively tem mais chance de mostrar algo mais do que um sorriso.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…