Série Cozinha para iniciantes- Como fazer carne de panela com batata

em 24 de agosto de 2015

carne de panela fácil

Aqui em casa carne de panela nunca foi um prato que fizesse muito sucesso porque marido não gostava.
Mas, depois que ele foi diagnosticado com Esclerose Múltipla uma das coisas que busquei fazer foi reduzir as frituras e "força-lo" a comer mais legumes e verduras.
Então entrou em cena a carne de panela com batata, que hoje em dia ele ama.
E esse, querido leitor, é o prato do dia na Série Cozinha para iniciantes.
Vamos começar?

Os ingredientes

Imagem: GettyImages
Você vai precisar de:
» 500 gramas de carne de panela;
» 3 batatas grandes;
» óleo para refogar (umas 4 colheres das de sopa);
» 2 cubos de caldo de carne, picanha ou sal, se preferir. Caso opte pelo sal uma colher das de sopa rasa é mais do que suficiente;
» 1 cebola média fatiada;
» 2 dentes de alho espremidos;
» 1 litro de água quente;
» Cheiro verde bem picadinho, à gosto;
» 100 ml. de vinho tinto seco;
» 2 tomates picados;
» 1 colher das de sopa de extrato de tomate;
» 1 colher das de sopa de amido de milho;

Carne de panela começa com a escolha da carne

A minha sugestão de carne para comprar é o músculo, e aí tanto faz ser traseiro ou dianteiro. É uma carne saborosa, macia e que faz um caldinho tão bom...
Acém também fica bom, rende um caldo encorpado e muito gostoso.
Paleta, coxão duro e maçã da paleta também ficam muito bons.
Apenas sugiro que seja uma carne magra, evitar gorduras sempre é bom.
Escolhida a carne, corte-a em cubos médios.
Peça ao açougueiro pra fazer isso, ou faça você mesmo, com uma boa e afiada faca.

Carne cortada?
Vamos refogar.
Aqueça 1 litro de água, e mantenha quente.

Em uma panela de pressão coloque o óleo, a cebola picada, o dente de alho e deixe dourar, até começar a grudar no fundo da panela.
A seguir coloque a carne em cubos, e mexa bem.
Deixe a carne selar, que é aquele estágio onde a carne mudou de cor, e ficou levemente tostadinha.
Isso é importante, faz com que ela produza um caldinho saboroso e fique com uma cor bonita.

Acrescente então os tomates picados, o caldo de carne ou sal como preferir, e mexa. Coloque o vinho tinto.

Cubra com água quente, tampe a panela e conte 30 minutos depois de pegar pressão.
Enquanto a carne cozinha descasque as batatas (ou os legumes que for usar, explico abaixo) e pique o cheiro verde.

Após os 30 minutos na pressão desligue o fogo, e espere a pressão sair.
Se você quiser tentar pode levantar o pino da válvula de contrapeso da panela e apressar a saída da pressão.
Cuidado porque o vapor que sai dali é muito quente.

Quando sair a pressão abra a panela e coloque as batatas picadas em cubos médios. Retire uma concha do caldo que se formou, deixe que esfrie e dissolva nele o amido de milho.
Tampe a panela mas não com a tampa da pressão, use outra ou coloque a mesma tampa mas sem encaixar; não vamos mais usar pressão, ok?
Volte a panela ao fogo para cozinhar as batatas, e apurar o caldo da carne de panela.

Quando as batatas estiverem cozidas prove o sal, salpique o cheiro verde e coloque a mistura de caldo da carne+amido de milho.
Mexa bem, incorpore tudo e deixe no fogo mais uns minutos até apurar e o caldo dar uma leve engrossada.
Sirva com arroz branco bem fresquinho e uma saladinha de alface com tomate.
Fica simplesmente perfeito!

Não só com batatas

Nessa mesma receita você pode incluir os legumes que quiser, tais como cenoura, chuchu, abóbora, batata doce, mandioquinha salsa, inhame, etc.

Também pode substituir a batata por mandioca, e nesse caso pode colocar a mandioca para cozinhar na pressão, junto com a carne.

Se for colocar mais legumes calcule pelo tempo de cozimento, e coloque pela ordem em que eles cozinham, mais ou menos assim:
cenoura
batata
abóbora cabotcha
mandioquinha salsa
batata doce

Entendeu? Coloque primeiro os legumes que demoram mais para cozinhar, e marque um intervalo de 5 minutos entre colocar um e outro.
Assim todos cozinham por igual, nenhum desmancha e nenhum fica duro.

Dicas extras:

  • Se não gostar pode tirar o vinho tinto da receita, mas eu acho que faz muita diferença.
  • Caso não goste de temperos industrializados como caldo de carne pode tirar e usar o sal. Mas atenção: ou os caldos ou o sal, senão fica salgado e impossível de comer. Eu prefiro sem os caldos, apenas alho, cebola e sal. Mas reconheço que a praticidade vale a pena e de vez em quando uso sim.
  • Pode experimentar colocar também uma colher das de sopa de molho de soja (shoyo). Eu gosto, mas só de vez em quando.


Espero que tenha ficado claro, mas se você tiver dúvidas me pergunte e se for possível eu ajudo, tá?
Bora cozinhar?

No próximo post vamos fazer sobremesas, 3 bem fáceis pra você começar, tá?
Vamos ficar assim, bem docinhos...

*Imagem que ilustra o post

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

8 comentários , comente também!

  1. Boa noite Elaine.
    Faço carne de panela sempre aqui em casa, mas o seu modo de fazer me chamou a atenção e da próxima vez farei desse jeito.
    Voltarei pra ver as receitas dos doces.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Majoli, minha irmã também faz bem diferente, e fica bom igual.
      Acho que é coisa de "mão", né?
      beijossss

      Excluir
  2. Oi Elaine, lembro minha mãe, ela fazia uma carne de panela que nunca esqueci.
    Faço, mas não fica igual a dela .........
    Sua receita é boa, parecida com a minha.
    Boa semana.
    Beijos.
    joturquezzamundial

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem comidas que são assim, né?
      A gente pode fazer do mesmo jeito que a pessoa e nunca fica igual...
      beijossss

      Excluir
  3. É minha segunda comida favorita <3
    As vezes troco o cheiro verde por alecrim, fica maravilhoso!
    Beijos!!

    www.nathaliageneroso.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsr e qual a primeira?
      #curiosa rsrsrs

      beijossss

      Excluir
  4. Eu sempre fiz com acém, daí marido adora músculo... aprendi a comer. E faço bem parecido com o seu jeito e fica delicioso tbm. A diferença é que deixo a carne cozinhando na pressão e, faltando 10 minutos pra completar o tempo, desligo, deixo a pressão sair e coloco as batatas lá dentro mesmo. Sempre gosto de colocar o vinho, pq realmente dá um sabor especial.
    E qndo faço sopa de legumes aqui em casa o processo é o mesmo tbm. Só que coloco abóbora moranga pra cozinhar junto com a carne desde o início e depois vou incluindo os outros legumes do jeito q vc falou. É tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu, de vez em quando, também coloco tudo na pressão, mas sabe que notei? O caldo fica mais encorpado se os legumes cozinham sem pressão.
      Mas tem dia que a pressa é tanta rsrsrsr

      Excluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…