Série Cozinha para iniciantes- Como fazer feijão

em 21 de julho de 2015


Hoje tem feijão?
Tem, sim senhor!
Segundo post da série Cozinha para iniciantes.
Veja o primeiro post aqui:
Como fazer arroz soltinho

Então, vamos lá?
O feijão que vou ensinar a preparar é o carioquinha, tá?
Esse:


Não sei dizer se o preto ou branco são feitos do mesmo modo porque nunca fiz.
Sim, já fiz feijoada mas o processo é outro, então não tenho como comparar. O mesmo vale para o Cassoulet, o processo é diferente.

Vamos aprender?
Para começar coloque de molho em água fria a quantidade de feijão que deseja cozinhar. Em geral eu cozinho meio quilo de cada vez, depois congelo.
Deixe de molho por umas 2 horas ou mais, fora da geladeira.

Depois desse tempo escorra a água, coloque o feijão na panela de pressão, cubra com água até uns 3 dedos acima do feijão, tampe a panela e leve ao fogo. Sim, panela de pressão.
Não precisa ter medo, basta que a vedação seja boa, o pino limpo e a quantidade de água e feijão não ultrapasse 3/4 da capacidade da panela que não tem erro.

Conte 25 minutos após começar a chiar.
Após esse tempo desligue o fogo e deixe a panela quieta, até sair toda a pressão.
Depois que a pressão sair abra a panela e separe o feijão cozido em porções, o suficiente para ser consumido de uma vez. Eu uso potes pequenos, sempre com tampa.
Espere esfriar um pouco e leve ao congelador.
Dura bastante quando congelado, acho que até 3 meses mas eu congelo por no máximo 15 dias.


Como refogar e temperar feijão


Agora vamos refogar e temperar a porção que você vai consumir.
Vou contar como fazer com bacon e calabresa, mas pode ser com linguiça fresca, com ou sem bacon, vai do seu gosto.
Eu gosto de fartura, sempre (#vaigordinha).

Em uma panela coloque um fio de óleo.
Pode ser azeite mas não faz diferença porque azeite quando aquece muito vira óleo :(
No óleo aquecido coloque  rodelinhas de calabresa,  bacon em cubinhos e mexa até dourar o bacon. A quantidade varia de acordo com o bolso/a dispensa/a época do mês.
Acrescente  cebola raladinha (uma colher das de sopa em geral é o que uso),  alho espremido (um dente pequeno, não uso muito) e mexa.
Coloque o feijão, a água quente e mexa.
Se gostar coloque uma folha de louro. O aroma fica delicioso!

Ajuste o sal para seu gosto, em geral uma pitada é o bastante pois bacon e linguiça contém sal. Experimente.
Abaixe o fogo e deixe engrossar. Se quiser um caldo bem grossinho amasse um pouco os grãos de feijão com as costas da concha.
Essa é uma concha de feijão:


Para servir retire a folha de louro, fica mais bonito, né?

Dicas extras:
como funciona a panela de pressão

  • Não precisa ter medo da panela de pressão. Respeite as medidas, deixe espaço para o vapor circular, mantenha a válvula de segurança em dia e o pino desobstruído e tudo dará certo.
  • Eu cozinho cerca de meio quilo de cada vez, depois separo em potinhos e congelo as poções. Prático e sem complicação.
  • Para descongelar deixe da noite para o dia na geladeira, mas se esquecer, sem crise: descongele direto na panela de refogar, apenas coloque um tantinho mais de água quente.
  • Não congele temperado, sempre sem tempero, tá?
  • Sempre deixo de molho, o cozimento é mais rápido.
  • Minha irmã coloca uma colherinha de extrato de tomate no feijão para dar cor, #ficaadica se você quiser testar. Eu prefiro clarinho.
  • Feijão precisa ser de boa qualidade. Não adianta economizar, ganha-se 1 real e come-se feijão cascudo o mês inteiro. Compensa? Não!


E um belo dia eu descobri que o feijão carioquinha que comemos aqui no estado de São Paulo não é o mesmo feijão que se come no Rio de Janeiro.
Lá, me disseram as amigas carioquinhas, o feijão mais consumido no dia a dia é o preto.
Que aqui em São Paulo, no interior, só usamos para a feijoada.

Reza a lenda que o feijão carioquinha ganhou o nome por causa das listras, que lembram a calçada de Copacabana.
Não sei se é real, mas é fofa a lenda, né?
Coisas desse país lindo que eu tanto amo...

No próximo post da Série Cozinha para iniciantes vou mostrar como fazer um bife macio, saboroso e suculento.
Arroz, feijão, bife...
Ai-que-fome!!!


Sabia que tem brincadeira rolando no blog até dia 29/07/2015?
Clica no banner abaixo, vai lá!
Tem presente!!!


Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

22 comentários , comente também!

  1. Oi, Elaine,

    Aqui em Santa Catarina os feijões mais comuns/consumido são o preto e o vermelho.

    Eu coloco de molho da noite para o dia, além de amolecer e cozinhar mais rápido, evita que provoque gases.

    Não fico sem panela de pressão!!

    Hum, arroz com feijão é uma comida perfeita!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miriam, eu também sou fã da panela de pressão, embora no começo tenha sentido uma leve apreensão rsrsrs
      bjsss

      Excluir
  2. Que legal, adorei o post! Não sabia que era melhor congelar sem tempero, gostei da dica tb!
    Beijos!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camomila, eu nunca tempero, sempre fica muito forte quando congelamos temperado, especialmente alho...
      Sabe carne temperada que algumas marcas vendem congelada? Então, o tempero é mínimo, justamente pra não ficar incomível rsrsrs

      Excluir
  3. Humm delíciaaaa.
    Elaine, eu sou do Sul, no dia a dia consumimos feijão preto.
    Feijão vermelho só de vez em quando, em cada Estado do Brasil tem um costume né??
    Bjossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sol, feijão vermelho é qual?
      #perdida rsrsr
      Conheço o preto, o branco do cassoulet, o carioquinha, o rajado, mas vermelho acho que nunca vi...

      Excluir
    2. A gente fala feijão vermelho para todos os feijões que não são preto ou branco, carioquinha e outros tipos, consideramos feijão vermelho ou de cor rsrs. É como eu disse, em cada lugar um costume.
      Em casa os vermelhos só de vez em quando, preto consumimos no dia a dia e nas feijoadas também.
      bjoos

      Excluir
    3. rsrsr e eu achando que era vermelho mesmo, tipo arroz negro que é negro de fato rsrsrsrs

      Excluir
    4. Tem pessoas no Sul, que falam "feijão de cor" para os feijões que não são o preto rsrs.
      Bjos Solange

      Excluir
  4. Oi Elaine, eu casei sem saber fazer feijão, fiquei um bom tempo pegando pegando feijão na minha mãe, ou ela vinha na minha casa p fazer, depois me arrisquei e fiz, achei fácil, agora é mais tranquilo, faço tudo sozinha!!! hehehe

    http://www.carolinapeclat.com

    Beijos
    Carol Peclat

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina, eu casei sabendo fazer tudo, trabalhei como doméstica desde os 11 anos e acredite, ensinei muita patroa fazer o básico.
      Aprendi cozinhar cedo, sempre gostei...
      É uma delícia fazer sozinha, conseguir, né?
      beijossss

      Excluir
  5. Não sabia que tinha que congelar sem tempero, aprendi mais uma dica. Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, faz a experiência.
      Tempere um pouco e congele, um pouco com e um pouco sem tempero.
      A diferença é incrível!
      bjsss

      Excluir
  6. E sabes o que gosto de fazer quando cozo feijão, antes de fazer outra coisa meto um pouco numa taça, rego com azeite e meto umas pedrinhas de sal e como, que bem que me sabe, bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm, feijão fresquinho é bom demais, né?
      bjssss

      Excluir
  7. Elaine minha amada!!! Tô adorando os posts culinarísticos. 40 anos aqui na corcunda e ainda tenho medo de fazer feijão. Aliás, eu não faço! Quem faz é marido que adora cozinhar. Meu medo é da panela explodir, ah sei lá, duas vezes minha vizinha explodiu a panela, e quase o apto todo.
    Bjs e sucesso sempre.
    Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju, eu uso panela de pressão desde sempre, nunca explodiu.
      Já saiu o pino de segurança, inuncou a cozinha com caldo de cozimento de frango, mas explodir, nunca explodiu rsrs
      O lance é nunca ultrapassar 2/3 da capacidade da panela, assim o vapor tem por onde circular.
      E claro, borracha boa, pino limpo...
      Vai na fé rsrsrsr

      Excluir
  8. O tanto que eu estou amando essa série <3333 Muito obrigada, já salvei nos favoritos, mal posso esperar pro próximo post!

    http://nostalgiacinza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laura, sai na terça feira, bife.
      Com tudo sobre, desde a compra da carne, tô fazendo agorinha para o almoço rsrsrs

      Excluir
  9. aaah adorei, a primeira vez que fiz ficou maravilhoso

    http://disturbiosfemininos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…