Sobre nascer e sobre amadurecer...

em 29 de maio de 2015

Todo dia, em cada cantinho desse vasto e imenso mundo, nasce um bebê. 
E é sempre aquela coisa maravilhosa, é a vida que dá as caras, que grita (muitas vezes, literalmente) sua chegada, que faz a gente acreditar de novo, que faz a gente pensar em como uma coisinha tão pequenininha pode ser tão poderosa.
E ao mesmo tempo, tão frágil...

É característico da vida essa mescla de força e fragilidade.
É da natureza da vida que surge encantar, comover, animar e motivar...
Minha irmã e a sobrinha recém-nascida dela, Sofia. Nessa foto a bebezinha tinha 1 dia de nascida...
Para essa bonequinha, presentinhos de boas-vindas:
Sabe cheirinho de bebê, que invade a casa, que enche nossos sentidos, que tem uma carga imensa de memória afetiva?
Então, cada produtinho desses é assim, uma coisa muito boa de sentir o cheirinho...


Todo dia, em cada canto desse mundo tão vasto, tem gente que acorda de manhã e pensa: "Meu Deus... eu estou envelhecendo".
Um dia é uma marca de expressão que fixou morada bem no meio da testa.
Em outro é aquela marca que não existia até ontem e que agora adorna o canto dos olhos...
E um belo dia, ao passar a escova pelo cabelo, olha lá! Um fio prateado!
Calma... os próximos virão, e serão muitos em algum tempo... até as louras têm fios brancos (eu sei o que estou dizendo...)

É característico da vida envelhecer, começamos assim que respiramos esse ar pela primeira vez, talvez antes.
Não é bom, tem coisas que o envelhecer de fato nos tira.
Mas também não é o fim do mundo, nem de longe é uma coisa desesperadora.
E não são só perdas, há ganhos. Poucos, é verdade, mas cruciais: sabedoria, auto conhecimento, saber dizer sim.
E saber, sobretudo, dizer não.

Porque a questão não é envelhecer.
A questão é amadurecer.
E amadurecer, conhecer o próprio corpo, o próprio cabelo, a própria pele... as próprias emoções e sentimentos.... ah... isso é a coisa mais incrível que há!


Amar o corpo que nos abriga, eu penso muito nisso. Com o mesmo empenho que a gente cuida do bebezinho...
Não é?

Importante
Todos os produtos de higiene pessoal e do bebê mostrados nesse post são cortesia da empresa parceira do blog Cotton Line.
E procure na gôndola do mercado ou da farmácia quando for comprar.
Vai por mim: preço muito honesto e qualidade excelente.
Aqui em casa usamos e damos de presente para as fofuras que vão chegando... ou crescendo...




Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

5 comentários , comente também!

  1. Oi Elaine! Bonita essa coisa de ver a vida acontecer...vendo as crianças crescerem e envelhecendo assim como nós...Saúde e vida longa pra esse molecada linda aí!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine, td bem?
    Há tempo pra tudo e envelhecer com dignidade é adquirir sabedoria.
    Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
    Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
    Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
    Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
    Eclesiastes 3:1-4

    A sua sobrinha é linda e sua irmã tbm!

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem Elaine.
    Meu nome é Lucas, sou gaúcho, e depois de fazer um bom churrasco e tomar um bom vinho, meu maior passa-tempo é a internet, e estou passando para te agradecer, pelas várias dicas que encontrei aqui no teu site, sobre edições de blog, e outros segredos de html.
    Tenho 21 anos e desde meus 15, já tive várias contas de e-mail e vários blogs que acabaram como muitos outros, sendo excluídos, por falta de persistência, ou até mesmo, informação, coisas como mudar o 'Continuar Lendo', por uma imagem, ou colocar os posts populares na horizontal, mudar menus, coisinhas estás que se tu não souber ou descobrir como deixar a teu gosto, de desanimam de continuar com um blog, que depois se torna um site.
    Creio que muitos começam um blog, com intuito de crescer, evoluir e logo, faze-lo com que se torne um site, mas as vezes, faltam estás coisas, e acabam desistindo.
    Como um bom gaúcho, me interesso, ou melhor amo minha cultura e as tradições e montem um humilde blog, que até que tá bem bueno, mas faltam muitas coisas, e estou montando outro, com assuntos diversos, bem pessoal mesmo, onde quero colocar várias coisas.

    Vou deixar o link do meu blog, sobre cutura gaúcha aqui ó, se sobrar uma horinha, bate por lá, mas nem repara que ainda vou deixar ele melhor, conto com tuas dicas Elaine,kkkk, me diz o que poderia mudar, estou aberto a sugestões:
    http://wikipampa.blogspot.com.br/p/inicio.html

    ResponderExcluir
  4. É a vida passando e nos modificando ..........
    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…