Maio 2015 - * Blog Elaine Gaspareto *

Sobre nascer e sobre amadurecer...

em 29/05/2015

Todo dia, em cada cantinho desse vasto e imenso mundo, nasce um bebê. 
E é sempre aquela coisa maravilhosa, é a vida que dá as caras, que grita (muitas vezes, literalmente) sua chegada, que faz a gente acreditar de novo, que faz a gente pensar em como uma coisinha tão pequenininha pode ser tão poderosa.
E ao mesmo tempo, tão frágil...

É característico da vida essa mescla de força e fragilidade.
É da natureza da vida que surge encantar, comover, animar e motivar...
Minha irmã e a sobrinha recém-nascida dela, Sofia. Nessa foto a bebezinha tinha 1 dia de nascida...
Para essa bonequinha, presentinhos de boas-vindas:
Sabe cheirinho de bebê, que invade a casa, que enche nossos sentidos, que tem uma carga imensa de memória afetiva?
Então, cada produtinho desses é assim, uma coisa muito boa de sentir o cheirinho...


Todo dia, em cada canto desse mundo tão vasto, tem gente que acorda de manhã e pensa: "Meu Deus... eu estou envelhecendo".
Um dia é uma marca de expressão que fixou morada bem no meio da testa.
Em outro é aquela marca que não existia até ontem e que agora adorna o canto dos olhos...
E um belo dia, ao passar a escova pelo cabelo, olha lá! Um fio prateado!
Calma... os próximos virão, e serão muitos em algum tempo... até as louras têm fios brancos (eu sei o que estou dizendo...)

É característico da vida envelhecer, começamos assim que respiramos esse ar pela primeira vez, talvez antes.
Não é bom, tem coisas que o envelhecer de fato nos tira.
Mas também não é o fim do mundo, nem de longe é uma coisa desesperadora.
E não são só perdas, há ganhos. Poucos, é verdade, mas cruciais: sabedoria, auto conhecimento, saber dizer sim.
E saber, sobretudo, dizer não.

Porque a questão não é envelhecer.
A questão é amadurecer.
E amadurecer, conhecer o próprio corpo, o próprio cabelo, a própria pele... as próprias emoções e sentimentos.... ah... isso é a coisa mais incrível que há!


Amar o corpo que nos abriga, eu penso muito nisso. Com o mesmo empenho que a gente cuida do bebezinho...
Não é?

Importante
Todos os produtos de higiene pessoal e do bebê mostrados nesse post são cortesia da empresa parceira do blog Cotton Line.
E procure na gôndola do mercado ou da farmácia quando for comprar.
Vai por mim: preço muito honesto e qualidade excelente.
Aqui em casa usamos e damos de presente para as fofuras que vão chegando... ou crescendo...




QUERO LER O POST COMPLETO

É verdade que o Blogger vai acabar?

em 28/05/2015

Recebi esta semana alguns emails aflitos de leitores do blog me perguntando se é verdade que o Blogger vai acabar em julho.
Também recebi algumas mensagens de pessoas alarmadas com as notícias.
Então, respondendo: sim, o Blogger Brasil vai acabar em 1º de julho de 2015.

Mas calma!
Se você tem seu blog no Blogger.com, que é um braço da empresa Google,  essa notícia não te afeta em nada.
Vou explicar, com uma curta retrospectiva da história do Blogger.

História do Blogger 

O Blogger foi criado em 1999 pelo Pyra Labs e rapidamente se tornou muito popular por possibilitar a criação de blogs de um modo fácil e muito simples. E gratuito, com alguns recursos pro, que eram pagos.

Em 2002 o Blogger foi comprado pela empresa Google.
Acontece que no Brasil a  Globo.com havia adquirido a porção brasileira do Blogger, e daí houve um desmembramento.
Em 2003, quando o serviço foi relançado já com a extensão Blogspot os dois serviços foram separados de vez: surgiu o Blogger.com, que pertence à Google, e que é a plataforma que usamos para manter nossos blogs.

E a porção brasileira que ficou com a Globo.com passou a ser Blogger.com.br.
Na verdade o endereço é http://blogger.globo.com
Esta é a versão que será extinta em julho.
Veja o anúncio:

Clique aqui e veja a página inteira


Então, nada de pânico.
O fim do Blogger.com.br não nos afeta.
Afeta apenas quem tem blog nos servidores da empresa Globo.
Se você é assinante Globo.com e tem blog hospedado lá, então sim, seu blog desaparecerá.
Para nosotros todos, nada muda.

Curiosidades do mundo dos blogs

Um dos mais antigos blogs do mundo, criado em 1994 (mais antigo que o termo blog")ainda está ativo na internet.
Veja:
http://scripting.com/

Um dos co-criadores do Blogger, Evan Willians, também é co-criador do Twitter. Esse cara participou da criação de 2 fenômenos!

De acordo com a Revista Época (em artigo de 2010) o Brasil é o 4º país no mundo em número de blogs.

De acordo com pesquisa realizada em 2014 pela ComCore o alcance dos blogs brasileiros é o segundo no mundo. Só perde para os blogs japoneses.

Quem primeiro desmembrou o termo weblog para we blog (nós blogamos) e com isso popularizou o termo blog foi Peter Merholz, do blog http://www.peterme.com/.

Em 2007 o sistema de busca Technorati rastreou a existência de mais de 112 milhões de blogs no mundo.
Imagine isso hoje em dia. Incalculável.

A blogosfera, termo que representa o mundo dos blogs, ou os blogs como uma comunidade ou rede social, cresceu em ritmo espantoso.
Em 1999 o número de blogs era estimado em menos de 50; no final de 2000, a estimativa era de poucos milhares.
Menos de três anos depois, os números saltaram para algo em torno de 2,5 a 4 milhões.
Mais de 120 mil blogs são criados diariamente no mundo, de acordo com o estudo State of Blogosphere.10 realizado em 2010.


E você? Desde quando tem seu blog?
Já quis desistir dele?
Já pensou? Ele pode estar sendo lido daqui uns 20, 30, 50 anos, quando talvez a gente nem esteja aqui mais...
#parapensar...

QUERO LER O POST COMPLETO

Venha aprender a receita do Bolo da Borboleta!

em 26/05/2015



Um bolo pequeno, fácil de fazer. Acompanhe a receita e depois eu conto porquê chamei de Bolo da Borboleta.

Ingredientes:

2 ovos
3/4 xícara de açúcar
2 colheres de sopa de manteiga/margarina
3/4 xícara de farinha de trigo, coloque aos poucos, hein?
1 colher de chá de fermento
1 pitada de sal
raspa e suco de uma laranja

Modo de Fazer:

Numa tigela coloque os ovos e o açúcar e bata ligeiramente. Acrescente a manteiga e continue misturando bem, até incorporar.
A seguir, coloque as raspas e o suco de laranja. Adicione a farinha peneirada junto com o fermento e misture bem.
Coloque em uma forma de bolo inglês pequena, untada e enfarinhada e leve para assar em forno pré aquecido a 180 graus até dourar. Para se certificar de que está assado faça o teste do palito.

Calda(muito fácil):

3 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro
suco de meia laranja
Misture bem e coloque sobre o bolo.


O meu ficou bem baixinho porque minha forma é para 4 ovos, então se você tiver uma forma maior como a minha, dobre a receita ou use uma forma menorzinha.

Sabe aquele dia que nasce esplendoroso? Com um sol raiando lindo, claro, um céu azul, sem nuvens. Um pouquinho de frio, típico das manhãs de outono, mas nada que precise de muito agasalho.


Quis mostrar o pé de laranja, as flores. Muitas pessoas nunca viram uma flor de laranjeira, a fruta que virá a ser...



Procurando o ângulo certo para a foto, veio a surpresa da borboleta.


Talvez uma das muitas que nasceram aqui. Será que elas também voltam depois de um tempo ao lugar do nascimento?


Bolo da Borboleta porque ela trouxe poesia.

Tentei captar este momento, que para mim foi especial.
Por isso te convido a assistir o vídeo, a respirar, a imaginar o perfume de laranja no ar, a perder um minuto para sintonizar a força maior que nos criou e que faz tudo fresco, novo e belo a cada manhã.

Com bolo de laranja, borboletas e sol nascendo, desejo que você descanse, renove as energias, comece de novo com a esperança em dias melhores, que virão.


Para quem lê por email, o link é: https://youtu.be/OtcmZEkSk7M


QUERO LER O POST COMPLETO

1500

em 21/05/2015

Eu criei este blog em setembro de 2008.
Faz tempo.

É impressionante o quanto eu mudei nesses anos, é impressionante o quanto o blog mudou ao longo dos 1499 posts que foram publicados nele até hoje.
Este é o post 1500.
Poderia ter sido mais, assunto nunca faltou. Tenho uma lista com mais de 100 coisas que quero postar antes de morrer.
Faltou tempo. Faltou hora no dia pra tanta coisa que queria escrever. Os livros que leio. Os filmes que vejo, as séries que me prendem... as comidas que eu faço... os pensamentos que eu penso...

1500...
Poderia ter sido menos.
Em alguns momentos me abri demais, me expus ingenuamente. Nos começos achava que só haviam leitores e que todo leitor era um amigo em potencial.
Não sou mais assim, aprendi a separar as coisas. Aprendi que tem gente que não segue, persegue; que há hatters, que há gente mal intencionada, que guarda suas palavras, às vezes escritas  anos atrás, em outro tempo, contexto e realidade, e usa como arma em um desentendimento qualquer.

E há quem só busca obter vantagem, seja ela qual for...

Mudamos, o blog e eu, sendo que ele mudou até de nome.
Foi ruim porque eu queria que aqui fosse de fato um pouco de mim.
Mas não deu, tive que aceitar a mudança pra não fechar o blog.
E, aos poucos, achar o equilíbrio entre o que eu queria que o blog fosse e aquilo que ele pode ser.

E o que esses 1500 posts mostram?
Mostram uma pessoa, incerta, aprendendo, aprendiz.
E com um pouco de sorte, ensinando, embora de modo tão limitado.
Esses 1500 posts mostram alguns acertos, muitos erros (inclusive de pessoa), muitas alegrias, algumas tristezas, é quase um diário, que mostra o tanto que alguém muda em pouco mais de 6 anos.
Em poucos 1500 posts...

1500 posts.
Houve tempo que todo dia tinha.
Houve tempo que em semanas não tinha.
Esses 1500 mostram que teve a fase do encantamento, a fase do desmoronamento, a fase da retomada, a fase da decepção.
E entremeando todas as fases, o amor pelo blog, a paixão em manter viva uma coisa que não existia até que eu criasse.

Não é engraçado e assustador pensar que a gente cria algo que não existe?
Criar e manter um blog, acho incrível.
No caso do meu blog até minha vida profissional foi mudada e moldada por ele. Foi-se a pespontadeira, nasceu a blogueira. Aquela que faz blogs...

Um blog não é palpável, não é "pegável", sequer é algo "entendível" pra muita gente (mãe, você sabe o que eu faço pra viver? Eu faço blogs. O que é blog, minha filha?)
E mesmo sendo algo que não é palpável, o blog existe. É virtual, mas tão, tão real...
E a gente cabe quase todinha dentro dele.
Em 1500 pedacinhos...

QUERO LER O POST COMPLETO

Quais os benefícios do exercício físico em sua vida?

em 19/05/2015

Oi, gente linda!
Hoje tem estreia no blog, coluna nova, colunista linda e cheia de dicas sobre exercícios simples, receitinhas saudáveis, reeducação alimentar e qualidade de vida!!!
Serão dicas pessoais simples, de quem experimenta e vive a rotina de exercícios físicos, dieta balanceada e saudável e incorporou à vida o conceito permanente de reeducação alimentar.
Repito: dicas simples, nada profissional pois minha convidada não é profissional da área.
Mas são dicas de quem experimenta e vê (e mostra) em seu próprio corpo os resultados da equação exercícios+dieta saudável+reeducação alimentar.
Com você, Greicy Besen:


Bem, primeiramente quero me apresentar:
Sou Greicy Besen, blogueira do Quero Ser Sarada, mãe, esposa, tenho jornada de trabalho no escritório como gestora Ambiental, casa pra limpar (leia-se tudo aquilo que quem não tem empregada precisa fazer) e que ainda se arrisca a fazer faculdade de Engenharia Civil à noite.

Tenho 32 anos e há cerca de 3 descobri uma vida mais feliz através da atividade física e alimentação balanceada.


Hoje vou te falar sobre os benefícios de inserirmos os exercícios físicos na nossa rotina.



Não sou educadora física nem profissional da área, então venho falar deste assunto de uma maneira menos científica e mais humana.

Quando resolvi me exercitar eu estava prestes a me deprimir.
Havia mudado de cidade e estava muito sozinha, meu trabalho era desestimulante e não me encorajava a mudar, nem sequer sabia o que fazer profissionalmente.
Tinha crises de ciúme do meu marido, pela insegurança gerada por causa da auto estima baixa.

Um belo dia  resolvi entrar novamente na academia (já havia entrado e desistido mais de 100 vezes ao longo da vida) e desta vez eu persisti e permaneci forte diante das adversidades desta adaptação.
Nos primeiros meses estabeleci 40 minutos 3 vezes na semana e fizesse chuva ou sol estava eu lá. Com ou sem vontade, estava eu lá...

Com o passar do tempo, comecei a ver resultados, não só no meu corpo mas também na minha mente: eu me sentia mais corajosa e forte.
Passei a querer me alimentar melhor e procurei um nutricionista, e neste momento a revolução aconteceu, percebi outra maneira de enxergar os alimentos. Estes agora serviriam para alimentar meu corpo e não saciar frustrações!!!

Foi uma reeducação lenta e gradual, sou absolutamente contra radicalismos, prefiro infinitamente o processo de aprendizagem e auto conhecimento que é inserido ao novo estilo de vida. Você passa a ouvir os seus sinais!

Após pouco mais de 1 ano de atividade física e reeducaação alimentar, eu já era outra mulher, dormia bem, acordava bem, disposta para a correria do dia a dia e o mais incrível: FELIZ, confiante e muito determinada, meu casamento melhorou muito e as crises de ciúme se foram.

Nesta época resolvi montar o blog Quero Ser Sarada, pois não podia guardar comigo a chave da felicidade... tinha que dividir com outras mulheres.

Os exercícios físicos fazem seu corpo produzir bem estar, têm efeito mágico sobre o físico e a mente e se associados a uma alimentação de qualidade, (tema para um próximo post, onde darei dicas de reeducação alimentar) nos permite gozar a alegria do estilo de vida saudável, que não é modismo e sim uma necessidade.

Posso destacar ainda, outros benefícios para te fazer correr para praticar alguma atividade física:

1) Estimulam o cérebro;
2) Acabam com o stress;
3) Estimulam o metabolismo a permanecer acelerado;
4) Estimulam os relacionamentos sexuais e afetivos;
5) Curam muitas doenças;
6) Fazem muito bem ao funcionamento do coração;
7) Estimulam a boa alimentação;

Então, ta esperando o quê?
Bora fazer exercício?

Beijo e até a próxima


QUERO LER O POST COMPLETO

Colocar barra de rolagem em qualquer elemento do blog

em 18/05/2015

O tutorial de hoje é daqueles bem rapidinhos, fast-tutorial!
Vamos lá?

Quando colocamos algum elemento de página muito extenso em nosso blog usar o scroll para economizar espaço pode ser um boa ideia.
Lista de blogs, lista de marcadores (quando forem muitos), arquivo do blog, e qualquer outro gadget que você queira, tudo pode ter o espaço reduzido usando scroll.
Veja o exemplo:

Demonstração do tutorial

Para colocar nos seus gadgets escolhidos é muito simples.
Primeiro você precisa, claro, ter o gadget instalado em seu blog.
Como exemplo vamos usar a lista de blogs.
Vá em Layout/Adicionar um gadget/Lista de blogs.
Coloque os endereços dos blogs que deseja, salve, arraste para onde quer que fique e salve.

Obviamente, se já tiver o gadget instalado pode pular essa parte.

Agora vá à aba Modelo, clique em Editar HTML e dentro da caixa do código tecle Ctrl+F.
Na barra de busca que aparecer digite </b:skin> e tecle Enter para localizar.
Acima dessa tag de fechamento cole este código:

Copiar o código

Atenção agora!
Olhe o código que você acabou de copiar:

#BlogList1{
height: 200px;
overflow: auto;
}

Onde está escrito BlogList1 você substitui pela ID de seu gadget; Essa ID você localiza clicando na seta que exibe os gadgets instalados em seu blog.
Assim:

Cada gadget tem uma ID, então é preciso saber qual é e aplicar o código à ela para funcionar, tá? No caso do meu exemplo o ID é BlogList1.

Onde está escrito height: 200px você altera o valor para a altura que deseja que o scroll apareça. Assim, se o gadget passar de 200px o scroll surge. Esse valor, conforme expliquei, pode ser alterado para mais ou para menos;
Onde está escrito overflow: auto quer dizer exatamente isso: acima de 200px (ou do número que você definir) o scroll é automático, ele aparecerá.

Viu que simples?
Pode aplicar à lista de blogs como no meu exemplo, pode aplicar aos marcadores (Label1), pode aplicar ao arquivo (BlogArchive1), pode aplicar à lista de links (LinkList1), etc...

Gostou?
Enjoy!

QUERO LER O POST COMPLETO

O avião e o teco-teco

em 16/05/2015

Quando eu era mais jovem eu trabalhei em uma fábrica de calçados que não existe mais; éramos uns 80 funcionários, o que quer dizer que a fábrica era grande para os padrões da minha cidade.
Muitas meninas, muitos rapazes, então era natural que rolasse muita paquera.

Entre as meninas que trabalhavam na fábrica haviam 2 que ficaram muito amigas, trabalhavam na mesma mesa, moravam perto.Chegavam juntas, iam almoçar juntas, iam embora juntas e saíam juntas no final de semana.

Uma delas era bem bonita: longo cabelo castanho, até à cintura, com luzes e bem tratado. Pele bronzeada, cintura fina, olhos azuis, bunda bem feita, aquele jeito de andar que as meninas bonitas têm.
Charmosa, sabia flertar, paquerava e era paquerada por muitos dos meninos.
A outra menina era branquinha, cabelo louro liso, escorridinho, bem magrinha, parecia muito mais nova do que era, quase sem peito e bunda, sabe?
E tímida, daquele tipo que anda de olhos baixos, fala baixo, tentando passar despercebida. Bonitinha, mas comum.

A amizade entre ambas floresceu apesar das diferenças, ou talvez por causa delas já que é muito comum uma menina muito bonita ter uma melhor amiga mais comum.
Já percebeu que 2 mulheres extremamente bonitas raramente são melhores amigas uma da outra?
Há exceções, óbvio...

Pois bem...
Um dia vinham ambas chegando juntas do almoço e um engraçadinho tascou:
"Lá vem o avião e o teco-teco".
Eu não sabia mas era assim que os meninos se referiam à dupla.
Na hora todo mundo que estava perto riu. E francamente ainda hoje me lembro e acho graça.
A morena bonita riu com gosto. Achara engraçado. Lisonjeada, claro.
Mas menina loirinha não gostou nadinha, lembro que chegou a chorar...
A comparação, o apelido, o fato dela gostar de um menino que babava pela morena... tudo isso era doído, imagino...

O tempo passou. A fábrica entrou em crise em meados dos anos 90, e foram demitidos mais de 70% dos empregados. Cada uma seguiu seu rumo.

A morena bonita casou com um dos rapazes que trabalhava conosco, engravidara aos 16 anos, aos 19 tinha dois filhos. Separaram-se alguns anos depois. Ela acho que casou de novo, ou só juntou, não lembro ao certo.
Separou de novo e quando soube dela pela última vez tinha ao todo 6 filhos, a menina mais velha já com mais de 20 anos, linda. Lembra muito a mãe na mesma idade.
Que aliás continua bonita, daquela beleza bem atraente, que faz os homens virarem para olhar. Está mais cansada, menos vistosa, chegar aos 40 nem sempre é assim uma coisa fácil... Agora é caixa em um supermercado, acho.

Um dia, no mercado,  ela me disse que deveria ter estudado, mas com filhos pequenos nunca deu... e a vida não é fácil sem estudo... dinheiro curto, mora de aluguel, e com filhos pra criar...
Eu brinquei com ela, disse que ela levou à sério o lance do "crescei-vos e multiplicai-vos".
Ela riu, disse que a vida não foi bem como ela achou que seria.
Quase nunca é, não é?

A menina loirinha, tímida e quieta, é psicóloga. Estudou, casou perto dos 30 e tem um menininho, coisa mais fofa.

Por que estou falando da vida de pessoas que você nem conhece?
Porque me faz pensar.

Quando a gente é muito jovem parece que tudo é mais intenso.
Lembro o quanto a menina loirinha chorou no dia que soube que era chamada de teco-teco.
Tinha 15 anos, como não sofrer?
Você se lembra dos sofrimentos dos 15 anos?
Eu lembro... meu Deus, como tudo era tão intenso, tudo doía mais, tudo parecia o fim do mundo...

Mas o tempo passou para elas, passou para todos.
Cada uma seguiu a vida, e a beleza e charme da morena não acabaram, mas também não a fizeram crescer. Porque nem sempre basta ter belas asas...

A loirinha, ao contrário, estudou, se dedicou, construiu a vida. Deixou para trás o apelido de teco-teco, superou a zombaria, cresceu, e continua bonitinha, daquele jeito quieto de quando era menina. Psicóloga.

Hoje, quando eu vejo meninas assim tão novinhas sofrerem por causa de apelidos, de comparações com outras meninas, sofrerem por namorados que não dão certo, de amores eternos que acabam em 1 mês eu sinto vontade de dizer que tudo isso vai passar, e que no fim das contas nem importa tanto assim.

Importa crescer, estudar, ter vontade de se firmar, de aprender. As outras coisas? Passam. Seja aos 15, seja aos 40, tudo passa.

Porque no final, não importa muito se você é o avião ou o teco-teco.
Importa para onde suas asas apontam.


QUERO LER O POST COMPLETO

Me apresentando e sondando vocês!- coluna nova no blog!!!

em 14/05/2015

Esta sou Eu!
Oi, Gente! Tudo bem com vocês?

Eu sou a Myriam Cedro, mas os meus amigos me chamam de Myl.
Eu tenho 43 anos, sou Professora e concluo a Graduação em Letras Vernáculas pela Universidade Federal da Bahia no fim deste ano de 2015.
Sou casada há 18 anos, tenho um filho de 16 e duas filhotas felinas que são motivo de mais pura alegria para a nossa casa. Moramos em Salvador - Bahia.

Mas... o que me trouxe aqui?
Eu fui convidada pela Elaine para trazer para vocês postagens relacionadas aos temas: Esmaltes e Unhas. Mas como, se eu contar pra vocês que até a Copa de 2010 eu não pintava as unhas? 
Eu apenas as mantinha limpinhas, cortadas, lixadas e usava apenas base transparente.



Nesta época eu tive alguns problemas de saúde que me afastaram do meu trabalho como Professora e também de um semestre inteiro na Universidade. Eu estava muito triste e desanimada, tinha interrompido até mesmo os trabalhos manuais que eu fazia... As tarefas de mãe e dona de casa eram a única forma pela qual eu ainda me mantinha ativa.

Em 2010 foi quando três amigas minhas criaram um Blog e lançaram uma brincadeira com a temática da Copa do Mundo, convidando as leitoras a usarem as cores da bandeira nacional nas unhas. Eu fui olhar o que eu chamava de estojo de manicure e vi que eu só tinha mesmo uma base... 

Comprei um Esmalte verde e um amarelo... Pintei as unhas sem muita segurança, sem muita "fé" nem habilidade... mas enviei a foto pras meninas mesmo assim:

Esta foto é de 20 de Junho de 2010

Hoje, muita coisa mudou...



O Brasil perdeu mais uma copa, mas eu acabei por ganhar um passatempo, uma atividade que me serviu como válvula de escape, como distração e me deu ânimo.

A coleção de esmaltes cresceu assustadoramente... a esmaltação evoluiu, tanto em cores, como em efeitos/acabamentos.

Eu me interessei, li e aprendi muito sobre o assunto, além de conhecer muita gente boa neste mundo da blogosfera.
Eu também passei de leitora a colaboradora e logo a única editora do Coisas de Menininha, o Blog do qual lhes falei aí em cima.


A frequência com que eu fazia as unhas aumentou também. Hoje eu faço as unhas pelo menos 2 vezes por semana, e mais 4 ou 6 esmaltações para resenhar e demonstrar no Blog, fruto do meu trabalho e da confiança que ele despertou em diversas empresas do ramo de esmaltes e de cuja parceria me orgulho muito.

Esporadicamente também presto consultoria e informações sobre o assunto para lojas e salões de beleza, além de responder com todo o carinho, interesse e responsabilidade às perguntas que chegam através do Fale Conosco do Blog.

A Elaine Gaspareto,  essa pessoa mais que especial, inteligente e simpática me convidou há algum tempo para postar como colaboradora aqui, falando sobre, claro, Esmaltices em geral!

O convite tanto me alegrou como me deixou meio ansiosa e confusa... porque postar aqui representa uma honra e uma responsabilidade enormes, dada a importância da Elaine pra mim e para o público dela! 

Imaginem o frio na barriga? A sensação mesmo, porque até isso virou nome de esmalte:




Quem não viu, ou ouviu falar do Esmalte que Chegou a ser vendido a R$ 60,00 – e pasmem – houve quem comprasse – no Mercado Livre? Virou sensação, tinha o estoque esgotado assim que chegava às prateleiras das lojas e teve mais de 2 milhões e 500 mil vidrinhos colocados no mercado à época de seu lançamento?

Que fascínio é este que esses vidrinhos coloridos exercem sobre as mulheres? Responda nos comentários, por favor?

1- Esmalte é mesmo é um item de maquiagem que galgou o status de acessório ou podemos dizer que ele pode até ser considerado um peça indispensável em nosso visual?

2- Vocês mesmas fazem as próprias unhas ou vão à manicure? Com que frequência?

3- Quais os itens e as cores que não podem faltar na nossa caixinha ou necessaire de cuidados e embelezamento das unhas?

4- Quanto, no máximo, vocês pagam/pagariam por um esmalte?

5- Pra vocês, o que é mais importante no esmalte: a cor, o acabamento ou o efeito, a durabilidade, o preço, a marca?

6- Vocês retiram as cutículas com alicate? Por quê?

7- Você tem algum problema em relação às suas unhas? Elas não crescem como você gostaria, são fracas ou quebradiças, estriadas, amareladas? Você rói ou já roeu as unhas?

8- Qual a sua cor, efeito ou acabamento preferido de esmaltes? E quais aqueles que você nunca usaria? 

Essas e outras questões que vocês quiserem tratar, sobre as quais vocês desejem opinar, e para as quais eu encontre resposta são o que vão nortear as nossas conversas, a cada encontro aqui.

Minha rotina de cuidados


Eu achei mais lógico começar falando sobre a minha rotina de cuidados com as unhas e cutículas. 
Vou começar dizendo, que eu, aos 43 anos nunca usei alicate para retirar as cutículas.
Mesmo?
Mesmo!


Estas são minhas unhas "peladinhas"! Podem reparar: As cutículas estão lá, inteirinhas, como eu gosto!
E esta aqui foi a última esmaltação que eu fiz e que estou usando agora, ao digitar este post:


O alicate não passou nem perto das cutículas... acreditam?

Então é isso. O tema do nosso próximo encontro será: Cutículas!
Como cuidar delas, como remover o excesso de pele morta ou ressecada sem usar o alicate, produtos e tratamentos específicos... cronograma "cuticular" (se fazem capilar, eu resolvi fazer um para cutículas, ora pois!) tudo feito com muito carinho pra vocês!

E os temas seguintes a este podem ser escolhidos por vocês, o que acham?
Me digam aí nos comentários!

Este post já se alongou demais, não é? Eu agradeço a atenção e conto com vocês para que eu possa ser útil de alguma forma, isto me fará muito feliz!
Agradeço à Elaine pelo convite e prometo me esforçar muito pra fazer jus à confiança.
Um Abraço muito carinhoso e até breve!

 Blog Coisas de Menininha

QUERO LER O POST COMPLETO

Piratas do Brasil- eles existem e estão entre nós

em 12/05/2015

piratas e ladrões eles estão entre nós
Embora eu não seja artesã e nem tenha apostilas de qualquer natureza à venda (por (enquanto, quem sabe um dia...) eu acompanho muitos grupos de artesanato, e muitos blogs e páginas de artesãs que comercializam apostilas.

Também acompanho o trabalho de pessoas que comercializam apostilas sobre marketing social, sobre SEO, sobre comida e alimentação em geral, etc.
Já comprei umas 3 ou 4 apostilas sobre SEO e Google Analytics, e vi o trabalho enorme que é reunir informações, montar o layout da apostila, testar o que ensina, etc...

Compre essa apostila aqui
Também já tive acesso à apostilas de clientes minhas, com dezenas de fotos e passo-a-passo detalhado em artesanato de feltro e e.v.a, e acredite: é algo extremamente trabalhoso, demorado, complexo e cheio de detalhes.
Nem me refiro à peça em si pois há muitos e muitos gráficos gratuitos na internet.
Me refiro ao trabalho de criar, melhorar, adaptar os gráficos e moldes.
E explicar.

Gente, como explicar é complicado!
Eu sei, a categoria Dicas para blogs aqui no blog é o que mais me toma tempo. Fazer um tutorial exige paciência, muito mais do que fazer o recurso funcionar.


Acontece que muitas artesãs e outros profissionais ganham dinheiro com as apostilas que criam.
Acho isso muito, muito justo e digno, é um trabalho árduo que merece ser remunerado e respeitado.

Mas, se existem artesãos e profissionais que criam suas apostilas, que gastam noites de sono, que se dedicam e que realmente trabalham para ter o que vender, existe um outro tipo de gente.
Um tipo bem interessante.
Que não cria apostila alguma, que não estudou, que não gastou uma noite sequer quebrando a cabeça para construir algo.
Mas que gosta, e muito, da parte do lucro.

E quando digo lucro não estou me referindo apenas ao dinheiro em si.
Porque muitas vezes esse tipo de 'gente interessante' deseja apenas ser considerado um benfeitor da humanidade.
Essa 'pessoa interessante' COMPRA uma apostila e, pasme, se dispõe a distribuir para quem não "pode comprar".

Vejo isso nos grupos, já vi em blogs (que foram severamente punidos pelo Blogger pois isso é ilegal).
E nos grupos do Facebook essa 'gente interessante' é elevada à categoria de deus, ser humano muito humano, que só quer ajudar.
Injustiça serem tachados de piratas, plagiadores, ladrões.
Ladrões como, se ele pagou pela apostila, e está repassando sem ganhar nada???

Não se iluda, é claro que há ganho, e às custas de quem trabalhou de fato.
O ganho é esse pseudo afeto, essa pseudo admiração, esse falso endeusamento.
Sim, há gente tão peculiar que rouba do artesão para distribuir de graça apenas para receber elogios de gente ainda mais desonesta/ingênua/oportunista...

E, claro, há os que querem o dinheiro, que roubam literalmente falando, que compram uma apostila e a revendem por um valor insignificante.
Claro, o trabalho foi de outra pessoa, o estudo, as horas dedicadas, o tempo, a inteligência envolvida... tudo foi ônus de outra pessoa, então tudo bem vender uma apostila por 1,99...
Acontece que isso é roubo.
É crime, cabe processo.

Repito: revender algo que não é seu, sem autorização do dono dos direitos autorais, é crime, é roubo.
Escanear aquela revista que você comprou e repassar é crime, viola os direitos autorais da revista.
Quando compramos uma revista, ou uma apostila, compramos o conteúdo e não os direitos autorais dele.

Mas, ainda que não haja processo, ainda que não fosse crime do ponto de vista legal.... seria errado do ponto de vista moral.
Usar o trabalho de outra pessoa, lucrar com ele, seja em dinheiro, seja em elogios e elevação do ego... é errado e condenável.
Sem desculpa, sem evasivas.
Sem a velha "mas eu não posso comprar"...
Não pode comprar, não tenha.
Mas não roube, de forma alguma, e nem aplauda quem rouba.
Agir assim vai atrair maldição para sua vida, acredite.

Somos um país afundado em casos de corrupção. Desde o folgado que pede ao amigo pra ceder lugar em uma fila, até os que comandam a política, há corrupção em todo lugar.

E todos dizem ser contra, reclamam indignados quando o Bonner relata as notícias do dia, nos esquemas de desvio de dinheiro.


Mas, curiosamente, os mesmos "abençoados" que bradam por justiça contra as raposas da política desligam a televisão, vão ao Facebook e elevam ao céu os ladrões que redistribuem o trabalho alheio.
Isso quando não são esses mesmos "abençoados" que revendem/redistribuem/dão de graça o fruto do trabalho de outrem...
Cadê diferença?
Ah, sim, o valor... muitas vezes é a desculpa padrão.
Quem rouba, rouba. Fim. Seja 1,99, seja 1 bilhão... questão de oportunidade.

Ah, mas não fui eu que roubou, só peguei o link que a pessoa postou.

http://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/direito-facil/receptacao

Mentira.
Receptação, vá ao Google e descubra o que significa.
Saiba que se você recebeu de outra pessoa algo que está sendo vendido por quem criou então você é receptador de produto roubado. Seja apostila, seja revista escaneada, seja o que for.

Enganando o cliente em 2 passos

E os casos de fraude e roubo vão além: pseudo artesãs ou pseudo profissionais que pescam fotos lindas na internet, postam em suas páginas, em seus blogs, e, pasme!
Oferecem o produto! Como se tivesse sido feito por eles!
E quando confrontados alegam que a foto é "imagem meramente ilustrativa".
Imagem ilustrativa porcaria nenhuma, quem compra pela internet se baseia em fotos, então mostrar uma foto e entregar algo diferente tem nome, se chama estelionato.

Vou exemplificar:
Se eu vendo cupcakes, mostro essa foto

Aqui o link original, tanto da foto quanto da receita

O possível cliente entende que esse é o produto.
O que passar disso é uma forma de roubo, é corrupção, é estelionato.
Em vendas pela internet não existe isso de imagem ilustrativa.
Fim.

No Facebook tem um grupo daqui de minha cidade, vez ou outra aparecem 'pessoas interessantes' dizendo aceitar encomenda de bolos, doces, roscas, salgadinhos, etc...
E aquelas fotos lindas... Chovem "quanto?", "eu quero", "onde busco?".
E eu fico pasma, as fotos são de blogs de comida, de sites tipo Pinterest, de sites de imagens...

Outro dia perguntei para uma menina porque ela não posta fotos de bolos que ela tenha feito.
Ela primeiro teimou que a foto era dela, depois que mostrei 8 lugares diferentes onde a foto está ela disse que não tinha fotos próprias.
Estranho, eu disse, vai vender e nunca fotografou?
Ela disse: é que desse eu nunca fiz.

Meu queixo caiu, como alguém vende algo que nunca fez???
Roubo, enganação.
Pode até fazer, melhor, pior... igual jamais.
E a foto "da net"? Visa iludir. Visa enganar.
Repito, enfaticamente:
Em vendas pela internet não existe isso de imagem ilustrativa.


Sei que o tema é amplo, teria muito mais para falar, muitos casos para contar.
Poderia citar o Código penal, poderia...
Mas encerro esse post (e não o assunto) dizendo apenas:
Não aplauda quem se passa por bonzinho e faz caridade com chapéu alheio.
Se na apostila está escrito que foi tal pessoa que a criou não compre por 1/3 do valor na mão de outra pessoa qualquer.
Se a foto tem marca d'água de quem fez a peça não compre de outra pessoa, você será lesado e será cúmplice.

É muito fácil bradar contra os ladrões que roubam nosso país. Reclamar deles na timeline do Facebook. E depois aceitar o "mimo" que a alma caridosa dá de graça ou vende baratinho nos grupos do mesmo Facebook...

Não se juntar à quem pratica e/ou aplaude a corrupção e o roubo é que é a questão real.
Pensemos nisso, pensemos isso...



QUERO LER O POST COMPLETO

Como criar um selo Link-me com caixinha de código para copiar (+ brindes!)

em 11/05/2015

Oi, gente!
Sabe a caixinha com códigos do selo tipo Link-me, muito comum nos blogs?
Hoje você vai aprender como fazer,  e o melhor: a caixinha de código para copiar funciona sem erros.
Igual ao meu, espia ali na sidebar!
E tem presentes para você, banners combinando com os selos!!!
Vamos começar?

Edite a imagem que deseja usar

Antes de qualquer coisa você precisa editar a imagem que será seu selinho.
Em geral é uma miniatura de seu cabeçalho, ou sua mascote, ou apenas o nome do blog, seu logotipo, etc.
Fiz alguns de brinde, caso você não tenha nenhuma imagem que queira usar.
Estão no final desse tutorial, tá? Precisa apenas editar, colocar o nome de seu blog ou o texto que desejar.

Você edita a imagem em qualquer editor de imagem, até o Paint serve para isso.
Outros editores: Photofiltre, Photoscape, Photoshop, e alguns online, tipo esse:
Pixrl Editor Online
Para te ajudar a usar esse editor de imagem (precisa ter a imagem pronta), fiz um vídeo rapidinho, dê o play:


Hospedando a imagem

Com a imagem que deseja usar pronta é hora de hospeda-la e obter o endereço web dessa imagem.
Faz assim: comece uma postagem rascunho (que não será publicada) em seu blog, e carregue nela a imagem que vai usar.
Deixe a imagem em Tamanho original, e clique sobre ela com o botão direito do mouse (estou usando o Chrome, ok? Cada navegador tem o seu modo de capturar o endereço da imagem) e clique em Copiar endereço do link.
Esse é, claro, o endereço web de sua imagem.
A seguir copie este código:

Copiar o código


Cole-o no seu post de rascunho para que a edição seja mais simples.

Editando o código

Edite-o onde deixei marcado em cores. Preste atenção, tá?
  1. não apague aspas quando houverem;
  2. coloque a altura e a largura exatas de sua imagem;  
  3. o nome de seu blog em todos os lugares pedidos; 
  4. o endereço de seu blog, começando com http no local solicitado;
  5. não apague nada do código.
Agora vá ao seu blog, entre no painel administrativo dele e clique na aba Layout.
Clique em adicionar um gadget, escolha HTML JAVASCRIPT e na caixa que expandir cole seu código devidamente editado.
Salve, arraste para onde deseja que fique e salve as alterações do layout.
Tá pronto, simples e fácil!

Brindes

Fiz alguns presentes pra você, use à vontade.
Só não vale repostar em seu blog oferecendo aos seus leitores como se tivessem sido feitos por você, tá?
Caso deseje encaminhe seus leitores para este post através de um link direto.

Os banners estão nas medidas 1000px de largura por 350px de altura.
Todos estão em png transparente, então evite usar o Paint pois ele não suporta transparências. Veja meu vídeo acima e use o editor que indiquei.

Enjoy!

Clique sobre a imagem para salvar o cabeçalho em tamanho real




Clique sobre a imagem para salvar o cabeçalho em tamanho real


Clique sobre a imagem para salvar o cabeçalho em tamanho real

Clique sobre a imagem para salvar o cabeçalho em tamanho real


Clique sobre a imagem para salvar o cabeçalho em tamanho real





Quer retribuir?
Coloque meu selo em seu blog, eu fico muito agradecida!
Elaine Gaspareto

QUERO LER O POST COMPLETO


Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários