Mãe de cachorro, muito prazer...

em 31 de março de 2015


Como você sabe eu não tenho filhos, mas sou propriedade (atualmente) de 3 cachorras louquinhas, fofas, ciumentas e às quais eu tenho um apego enorme.

As 2 mais velhas são típicas viralatas de pelo curto, coisa mais linda do mundo. E a mais nova é uma viralatinha peluda, minha fofura.
Veja:

E como as mais velhas são de pelo curto tomam banho em casa, sempre.
Espoleta mais raramente porque é coisa mais difícil do mundo conter essa pretinha... cada banho é uma saga... não é à toa o nome dela.

Mas a Princesa tem pelo longo, é mesticinha de shitzu com poodle (achamos, a vet e eu rsrsrs) e esse pelo precisa ser tosado de tempos em tempo.
Cresce tanto que até limpar as orelhinhas dela fica difícil.
Sim, eu limpo, com algodão ou hastes de algodão.
Você nunca limpou as orelhinhas do seu patudinho?
Saiba que é essencial!

Vou te dar a dica que a doutora Larissa me deu: passe o algodão ou as hastes com pontas de algodão em todas as dobrinhas internas da orelhinha deles, delicadamente, sem esfregar porque é extremamente sensível.
E jamais introduza as hastes no canal do ouvido.

A audição dos cães é muitas e muitas vezes superior à nossa, e qualquer toque nos canais auditivos causa dor e incômodo extremos.
Quando as orelhinhas ficam muito sujinhas eu umedeço as pontinhas de algodão das hastes em uma solução específica para limpar as orelhas, ou então em soro fisiológico, e passo delicadamente.
A Menininha ama, chega a tombar a cabecinha...
Se bem que a folgadinha sempre gostou de carinho nas orelhas, desde bebezinha a gente "torce" as orelhinhas dela, ela chegava a cochilar...

Falando em Menininha, ela, há algum tempo, de vez em quando apresenta um comportamento peculiar: ela se coça até que vira um ferimento, e daí ela se lambe, o ferimento aumenta.
A gente percebeu que quando a casa está sob algum stress isso se intensifica, e os ferimentos aparecem, e podem levar semanas pra sararem.

A veterinária receitou um remédio via oral, que cicatriza os ferimentos, e indicou a limpeza do local com uma solução asséptica específica.
Então, algodão e a solução, e ela pára de se lamber, e deixa o ferimento sarar.

Uma dica importante

Cuidar de cachorro não é a coisa mais simples do mundo.
Adotar é algo que a gente deve medir bem antes de fazer, pois a vida do bichinho está em nossas mãos.
E as responsabilidades vão durar anos.
Sim, serão anos dando banho, cuidando, dando remédio, catando cocô, lavando quintal, enxugando xixi, levando ao veterinário, dando atenção, brincando, limpando, passeando, tendo pelo nas roupas, na casa toda, no carro, no sofá...etc...
Sem contar os custos com veterinário, ração, remédios, tosa se for o caso.

E não me refiro só aos cães.
Todo animal é um ser vivo, não é de pelúcia.
Nesses dias que antecedem a Páscoa é comum a gente ver coelhinhos à venda.
JAMAIS COMPRE UM COELHO para presentear uma criança, por exemplo.
Aliás, jamais compre animal algum, especialmente como presente surpresa.
Animais têm sentimentos, eles não são de pelúcia.

Adote um animalzinho dos abrigos, ou que esteja abandonado.
A situação nos abrigos é de cortar o coração, aqui em minha cidade tem um, mais de 400 cães que em sua maioria jamais terão o amor de um lar...
Minhas 3 foram adotadas da rua, aliás todos os que eu tive foram.
Não há amor maior, elas me  oferecem um afeto tão genuíno que não dá pra explicar.
Amo mais que tudo, não há nada que eu não faça por elas... e meu maior sonho é que exista um mundo onde cada cachorrinho, cada gatinho, tenha um humano pra chamar de seu...


E quando tiver um patudinho pra ser seu amigo, cuide dele.
E se precisar limpar as orelhinhas dele, olha a dica da Menininha aí:




Sim, esse post e os produtos nele apresentados são uma ação de parceria.
Isso significa que eu e todo mundo aqui em casa, tenha 2 ou 4 patas, usamos e indicamos os produtos Cotton Line.
Capaz que eu usaria nas minhas riquezas algo que eu não usasse em mim rsrsrs
Não é?

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

10 comentários , comente também!

  1. Que amores! E merecem todos os cuidados mesmo, carinho, atenção como se crianças fossem! bjs, FELIZ PÁSCOA, desde já! chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Elaine!

    Ai, eu amo essas fofuras! A Princesa é a "modelo" da casa, faz até pose; já a Menininha é mais tranquila, como você disse "vive descansando", rsrs e a Espoleta é a que eu menos vejo.
    Parabéns pelo post e por sua "filhotas"!

    beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  3. Igualzinho a minha Brigitte, ela também coça os ouvidos e lambe a pata, passo um remedio e a vet também disse que é stress... Tenho um blog que falo de bichos, se quiser apareça por lá: www.bondedabardot.blogspot.com. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Elaine,
    Parabéns pela adoção das peludinhas lindas!
    Eu também amo animais, especialmente cachorros. Amei o post!
    Beijocas.

    ResponderExcluir
  5. Quando vi o título corri para ler... amo dogs... já tive vira latinhas também só que morreu e eu e meu marido sofremos horrores, a parte ruim é isso, eles não vivem muito tempo :( agra eu tenho uma Rott que fica no quintal e é linda e maravilhosa, e uma shih tzu filhote de 7 meses que fica dentro de casa... o amor que recebemos é inexplicável... adorei o post... bjos

    ResponderExcluir
  6. O amor pelos peludos é tão grande, tão grande .... talvez mais que o céu.
    Fofas suas "filhas".
    E tratá-las com produtos super especiais é preciso.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Lindooooooos ...
    Eu tenho um patudinho também que valem por 10 rsrsrs .. só falta falar, o resto ele faz de tudo.
    Não é atoa também o dele dele: Fayska.
    Ele apareceu em nossa vida por acaso quando nem imaginávamos nossa casa com algum bichinho.
    Foi muito bom porque ele se tornou um membro da família e mudou todo o clima da casa.
    Estes seres fazem total diferença em nossas vidas!!

    Grande beijo Elaine e bom feriado

    Mari
    commarifernandes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. O apelido do meu pai é Hulk, porque ele é uma pessoa de iras imensas e delicadezas inimagináveis, ele adotou uma cachorrinha de rua há anos atrás e cuida dela com uma delicadeza de impressionar, aliás, ele cuida dos ouvidos dela com hastes de algodão com frequência disciplinada.

    Adorei tudo o que você disse em relação ao cuidado com os animais, ter um animal ou planta em casa é uma responsabilidade enorme. Eles oferecem muito retorno afetivo, mas precisam de sua cota de investimento, não são robôs, possuem personalidade própria e gostos.

    ResponderExcluir
  9. Oi Elaine, meus cães nunca foram dóceis quando se tratava desse lance de higiene, mais como sua Espoleta...tenso, viu!
    É preciso muito afeto mesmo para adotar e responsabilidade, parabéns pelas adoções.
    Vou prestar atenção na marca do algodão e se encontrar vou comprar para experimentar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Muito prazer mãe de cachorro,eu adotei uma em 16/12/2015 se chama Branca, a outra que eu tinha se chamava Rose também foi adotada mas ela já estava com 10 anos ficou conosco de 2010 até 27 de setembro 2013,para minha tristeza ela faleceu Endometriose,sobreviveu por apenas 10 dias após a cirurgia, fiquei com depressão por 3 meses.Soneca eu ganhei ainda bebezinho está conosco desde 2004.
    Ele ficou tão triste sem a Rose que não resisti fui no canil aqui na minha cidade e adotei a Branca,no começo foi uma briga. entre eles..rsrs....
    Amo meus bebes de 4 patas mas tenho muita saudades da Rose.....
    Isso aí amiga cachorreira igual a eu...rsrs...,bjs

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…