Setembro 2014 - * Blog Elaine Gaspareto *

Bolo mousse de morango com chantilly

em 29/09/2014

bolo mousse de morango com chantilly

Como é possível que uma pessoa que não é muito chegada em doces tenha tantas receitas doces no blog?
Fiquei me perguntando isso outro dia, enquanto olhava as coisas de comer que já publiquei, na categoria Receitas.

E como faltava minha mais recente aventura no mundo das coisas fofas e doces, vou compartilhar hoje mais uma fofura doce:
Bolo mousse de morango com chantilly
Não vou te enganar não, é uma coisa fofa, molhadinha, saborosa e tão facinha de fazer!

Para fazer para sua família você vai precisar de:

→ 1 receita de bolo simples ou se quiser facilitar ainda mais use uma embalagem de massa pronta sabor Festa (sempre me pergunto qual o sabor exato dessa massa, afinal qual o gosto de festa? rsrsrs)
→ Guaraná para regar o bolo; pode substituir por uma calda feita com cravo, cabela em pau e açúcar
→ 1 lata de leite condensado
→ 2 caixinhas de creme de leite
→ 1 caixa de morangos de mais ou menos 300 gramas
→ 1 pacote de suco de morango em pó (use um bom)
→ 3 xícaras  (de chá) de chantilly; eu usei Chanti-neve (alô  +Dr.Oetker Brasil me patrocina?)

Instruções de preparo:

Comece preparando o bolo conforme instruções da embalagem.
Depois de pronto espere esfriar.

Enquanto isso faça a mousse: bata no liquidificador o suco de morango, o leite condensado e o creme de leite.
Leve para gelar; vai ficar bem firme depois de gelado.
Bata o chantilly e reserve.

Pique os morangos(reserve alguns para decorar)  e leve ao fogo com 100 ml. de água para desmanchar um pouco.
Não coloque açúcar pois a mousse é bem doce.

Assim que os morangos desmancharem retire-os do fogo e deixe esfriar. Use a calda que se formou para colorir o chantilly depois do bolo montado. Basta salpicar a caldinha e mesclar com o chantilyy. Fica bonitinho e fofo...

Montagem:

Corte o bolo ao meio.
Eu assei em uma assadeira redonda pois ia montar em uma vasilha redonda.
Coloque a primeira metade no fundo da vasilha onde vai montar o bolo, regue-o com o guaraná e cubra com uma farta camada de mousse. Por cima da mousse coloque os morangos picados e uma camada de chantilly.
Coloque a outra metade do bolo, umedeça, coloque a mousse restante, e cubra com o chantilly.
Enfeite com os morangos que reservou e leve para gelar um pouco antes de servir.
Olha a delicinha por dentro:


Faz aí e me diz se não é uma delícia, além, claro, de ser facinho, facinho...
Se quiser pode imprimir a receita, tá?

Print Friendly and PDF
QUERO LER O POST COMPLETO

Sorteio e informações importantes sobre a Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog

em 27/09/2014

Oi, gente!
Dia 28 de setembro este blog completa 6 anos de vida (quase sempre) feliz e produtiva.
No começo do mês eu promovi, em parceria com a Divitae, a Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog.
Relembre:
Vem pra festa! Espalhe amor em seu blog!

Para todo mundo que topou a brincadeira, e participou postando em seu próprio blog, inseriu o link no mural dos participantes e enviou o endereço através do formulário disponibilizado no post da blogagem os corações fofos começaram a ser enviados ontem, na sexta-feira dia 26/09/2014.
Olhe a foto do momento em que estavam sendo enviados pela Margaret:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=723553764360519&set=a.346175705431662.73678.100001177077477&type=1&theater
Clique sobre a foto e veja o post que a Margaret fez no Facebook/Instagram dela.

Então, se você participou, inseriu seu link no mural e enviou seu endereço fique tranquilo/a que seu coração está à caminho.

Se você participou mas esqueceu de enviar seu endereço ainda dá pra fazer.
Clique no botão abaixo e envie as informações pedidas.


Enviar meu endereço


Mas só faça isso se ainda não tiver enviado seu endereço.
Se já o fez não faça de novo pra não confundir a gente na hora de conferir os envios, tá?

Caso você tenha feito seu post até o dia de encerramento da blogagem (dia 20/09/2014) e não tenha inserido o link dele no mural deixe um comentário nesse post com o endereço do seu post (do post e não do blog) participante e eu me encarrego de fazer a inserção do link.

 Agora vamos ao sorteio?

http://divitae.com.br/

Na proposta da Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog eu disse que todos os participantes, além de ganharam um coração, concorreriam a um vale-compras de R$100 em qualquer loja da Divitae.
E como tem coisas lindas nas lojas! Clique sobre o banner e veja!
Tem bolsas, bonecas de pano (amei, quero urgente uma pra mim), tem coisas pra mimar a casinha, tem roupas, tem bijuterias, brinquedos, caixas fofas e lindas... e muito, muito mais!
Vai lá ver...

Agora, rufem os tambores!
Usei a extração da Loteria Federal de hoje, dia 27/09/2014.
Olha o sorteio:

http://www1.caixa.gov.br/loterias/loterias/federal/federal_resultado.asp
Clique sobre a imagem e veja o resultado na página da Loteria Federal



Considerei, claro, o 1º prêmio, que é a dezena 86 e premia, portanto, a participante nº 86 do mural dos participantes da Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog.
Clique aqui e confira diretamente no mural quem foi a ganhadora!

Parabéns, menina sortuda!!!
Entre em contato direto com a Margaret (através do email contato@divitae.com.br)e ela vai te explicar como usar seu vale-compras, tá?

Pedido muito importante para você que participou:

Assim que você receber seu coração tire uma foto dele e mostra pra gente!
Poste no Facebook marcando a Divitae (precisa ter curtido a fanpage para conseguir marcar) ou no Instagram com a hastag #divitae e a gente vai organizar um álbum no Facebook com todos os participantes.
Faz isso assim que receber seu coração, tá?
Não precisa aparecer você na foto se não quiser, só o coração está bom. Mas se quiser mostrar sua carinha será lindo te ver!

Aproveito para agradecer você que participou, que reservou um tempo pra brincar com a gente, e também quero agradecer a quem não pode participar mas comentou nos posts, acessou os blogs, e esteve presente de algum modo.
Até agora foram quase 6000 visualizações do mural dos participantes, um recorde!
Muito obrigada!



QUERO LER O POST COMPLETO

Do que é feito um curativo antisséptico?

em 26/09/2014

Você usa muito curativo antisséptico em casa?
Já se perguntou como ele, o curativo, surgiu?

Quando a gente pensa em curativo logo lembra dos arranhões de quando era criança, né?
Até eu, que era criança quieta, vivia ralando os joelhos, ou as pontas dos dedos dos pés. Ou espetando em arame, prego, faca e demais coisas afiadas as pontas dos dedos das mãos...
Tenho no dedão da mão direita uma cicatriz que ganhei quando fui abrir uma das primeiras latas com aquele anel que a gente levanta e puxa, sabe?
Era novidade, fui puxar, fiz ao contrário do que deveria e o anel de metal entrou em meu dedo.
Eu nem era criança, tinha 16 anos, mas quem disse que é só criança que se machuca?

Aqui em casa não temos crianças.
Mas tenho um marido que nunca na história desse país vi uma pessoa adulta se cortar, arranhar, queimar e ralar como ele.
E devido à medicação que ele toma para EM está tendo uma probleminha nas unhas das mãos: elas estão enfraquecidas e começaram a cair.
Então, de curativos para pequenos ferimentos eu entendo, todo dia ele precisa de ao menos 5, trocados 2 vezes ao dia.
O uso dos curativos impede que a ponta dos dedos esbarre nas coisas (e tudo esbarra em lugares feridos, né?), e evita infecção por contato com agentes externos e em casos de cortes ajuda a aliviar a dorzinha chata.
E de tanto colocar os curativos fiquei pensando em como eles surgiram.

Reza a lenda que foi um americano chamado Earle Dickson quem primeiro teve a ideia de deixar prontos pequenos curativos feitos com gaze e algodão para que sua esposa pudesse cuidar sozinha dos pequenos ferimentos que ela sofria ao cuidar da casa e da cozinha. Cortes, pequenos arranhões, pequenas queimaduras... bem semelhante ao meu marido.

Logo começaram a produzir os curativos em escala industrial, mas no começo não fizeram muito sucesso.
Porém, durante a Segunda Guerra Mundial foram muito usados e sua popularidade deslanchou. Hoje é impossível viver sem, seja em casa com crianças, seja em casa com maridos desastrados que vivem se machucando rsrsrs...

Com o tempo os pequenos curativos passaram a ser antissépticos, esterilizados e inclusive transparentes, como esses, da Cotton Line:



Mas...

Do que é feito um curativo antisséptico?
No caso dos curativos antissépticos da Cotton Line eles são produzidos com filme plástico furadinho para que a pele possa "respirar", adesivo acrílico (a colinha do curativo), fibras de viscose, polietileno ( as abinhas que protegem o curativo e facilitam na hora da gente abrir) e cloreto de benzalcônio.
Essa  substância é muito usada como bactericida e serve para acelerar a cicatrização do ferimento.



Os curativos ajudam na cicatrização dos ferimentos?
Sim. A função deles é impedir contato da parte ferida com objetos externos, e principalmente impedir a contaminação do ferimento com bactérias e outros agentes nocivos.
Além disso eles possuem em sua composição agentes que aceleram a cicatrização, como o que citei acima.
Sabia que a gente deve evitar que a ferida resseque? O curativo antisséptico cumpre também essa função, e isso também ajuda na cicatrização.



Há algum tempo eu tenho uma parceria com a empresa Cotton Line. As imagens usadas nesse post são dos curativos antissépticos produzidos e comercializados pela empresa.
Eu uso, e atesto a qualidade de cada produto da linha.
Olha o slogam da marca:

Cotton Line é Higie Topp, há 16 anos no mercado, levando Carinho e Proteção para toda a família.
Clique nos links e conheça o site da empresa:
http://higietopp.com.br

E a fanpage Cotton Line:
http://facebook.com/cottonlinebaby


Por enquanto só não dá pra colocar curativos antissépticos no coração ferido rsrsrs... mas para todos os demais ferimentos eles, os curativos, são extremamente úteis, indispensáveis mesmo!
Não é?
QUERO LER O POST COMPLETO

Como usar o Google+ para ajudar o blog a crescer

em 24/09/2014

Como usar o Google+ para ajudar o blog a crescer
Assim como na vida, no mundo virtual também existem os patinhos feios.
Nesse momento o patinho feio das redes sociais é o Google+.
Ignorado por muitos, detestado pelos apaixonados do Facebook, ele ainda não é usado em todo o seu potencial.
Mas...

Se você está ignorando o Google+, a rede social do Google, nas estratégias de divulgação de seu blog então você talvez devesse repensar isso.
E o motivo é muito, muito simples: ter um link no Google+ aumenta as chances de visibilidade de  sua marca, empresa ou blog nos resultados de busca do Google.
Mas tem mais!
Podemos tirar proveito de que o Google Plus é alimentado pela maior plataforma de tecnologia do planeta, e o que acontece dentro do Google+ será priorizado pelo Google.

Observe as grandes marcas: todas elas possuem página no Google+.
Observe também os resultados de pesquisa quando realiza alguma busca no Google.
Muitas vezes o link do Google+ aparece antes do link para a postagem de um blog.
Isso é um indício claro de como um link no Google+ tem peso e relevância nos resultados de pesquisa. E links no G+ são indexados rapidamente.

Para que tudo funcione da melhor maneira possível precisamos seguir alguns passos.
Mas, antes de mais nada é preciso que você tenha um perfil no Google+.

Como configurar um perfi no Google+

Para fazer isso, caso ainda não tenha um perfil Google+ leia:

► Migre seu perfil antigo do Blogger para o Google+ e aproveite as vantagens

► Clique aqui e aprenda como configurar corretamente seu perfil

Depois disso feito, vamos aprender alguns truques simples para ajudar seu blog usando o Google+.
Vem comigo!

1- Coloque as informações relevantes em seu perfil:

Pode parecer óbvio mas muita gente não coloca o link do próprio blog no perfil Google+; isso dificulta ao visitante achar seu blog.
Então a dica é:
Coloque os links de seu blog em seu perfil Google+.
Faça assim: estando logado acesse https://plus.google.com/
Clique na aba Sobre e veja se seu perfil está completo.
Se não estiver, complete-o, especialmente com o link de seu blog.

2- Compartilhe suas postagens assim que forem publicadas:

Lembre a regra de ouro da internet: notícia velha não gera interesse.
Assim sendo, compartilhe suas postagens imediatamente após publica-las.
Faça assim:
Em seu painel do blog clique em Google+ e desmarque a opção Compartilhar automaticamente após a postagem. Marque a caixinha Perguntar se deseja compartilhar após a postagem.
Isso te dará a possibilidade de inserir um texto quando for compartilhar suas postagens, te dará total controle.
Veja a janela que abre (claro que com seu post, em seu blog):

Na caixa Comente coloque um texto atrativo, que cative seu leitor e o leve à licar em seu post;
Use hastags para categorizar seus posts! Sim, dica de ouro! Coloque # seguida pela palavra que melhor define o conteúdo de sua publicação. No meu exemplo eu coloquei #livros e #livrosqueviraramfilmes.
Veja aqui como ela aparece no Google+:

exemplo de como compartilhar posts no g+
 Notou a categoria na lateral? Se clicar nela abrem outros posts com a categoria igual, no caso do meu exemplo, #livros.
Clique aqui e veja a postagem no Google+.

→Use as setas para selecionar a imagem que melhor represente seu post:
Note que, quando posicionamos o mouse sobre a imagem na hora de compartilhar as setas aparecem. use-as para selecionar a imagem que deseja exibir.

→ Selecione quem verá sua postagem:
 Sugiro deixar como Público caso seja uma ação de divulgação.

Pronto, sua postagem foi compartilhada!

3- Coloque o gadget Google Followers em seu blog

Isso é muito importante!
Faça assim:
Clique em Layout e a seguir clique em Adicionar um gadget.
Escolha Google Followers e salve.
Arraste para onde deseja que apareça e salve a alteração.
Com esse gadget em seu blog seus leitores poderão adicionar você aos círculos deles. E isso aumenta seu campo de ação, é extremamente importante, muito mais do que o antigo e agonizante gadget Seguidores.
Faça o teste e me adicione em seus círculos:





4- Coloque o botão do G+ em seus posts:

Por padrão o Blogger disponibiliza o botão G+ na barra de botões de compartilhar, essa:

Caso seu blog não tenha a barrinha pode ativa-la indo em Layout/ Postagens no blog/ e aí marque a caixinha Mostrar botões de compartilhamento.
Salve e tá pronto.

Como colocar o botão G+ no blog?

Vou te ensinar como colocar o botão Compartilhar do Google+ semelhante ao que eu uso nas páginas das postagens, esse:

Vou te ensinar a colocar exatamente como o meu, do lado dos títulos dos posts, nas páginas internas, ok?
Faça assim:
Acesse o painel de seu blog de testes (sim, faça antes em um blog de testes, não me responsabilizo se algo der errado!), clique na aba Modelo e a seguir clique em Editar HTML.
Dentro da caixa de código tecle Ctrl+F e na barra de busca que abrir  digite isso:
 <div class='post-header-line-1'/>

Tecle Enter para localizar.
Provavelmente aparecerão 2 ocorrências dessa linha, estamos procurando a segunda ocorrência.
Abaixo dela cole esse código:


Copiar o código


Salve.
Visualize seu blog de testes, clicando em uma postagem qualquer. Se o botão apareceu deu tudo certo. Lembre que ele só aparecerá nas páginas internas.
Se não deu certo releia o tutorial e refaça o processo.
Depois de se certificar de haver entendido aplique exatamente o mesmo processo em seu blog oficial.
Testei em todos os modelos do Design de modelo do Blogger. Em templates externos não testei mas acredito que deva dar certo.
Faça o teste e compaetilhe essa postagem!


O que vale mais? Curtir no Facebook ou Compartilhar no Google+?

Se eu tivesse que escolher, sem dúvida alguma escolheria que você compartilhasse este post no Google+.
Explico: o ato de Curtir ou Compartilhar no Facebook não gera quase efeito algum no posicionamento de um post ou blog junto aos mecanismos de busca, em especial do Google, o maior e mais relevante deles.
Ao contrário, o ato de Compartilhar uma postagem ou Recomendar um blog no Google+ tem efeito muito positivo no posicionamento deste post ou deste blog.

Claro que uma ação não exclui a outra, curta, por favor! 
Eu curto tudo que leio de bom nos blogs, mas também e principalmente, eu compartilho no Google+ porque isso ajuda blogs bons, que me ajudam de alguma forma, a crescerem.
Faça isso sempre!
A gente dá, a gente recebe, simples assim.  


Dicas  de como escrever no G+ de modo destacado  e bonito

Para finalizar vou dar umas dicas simples de como deixar seus posts no Google+ mais bonitos e bem formatados.
Veja:
Texto em negrito:
Para colocar negrito em uma frase ou palavra coloque * antes e ao final da palavra ou frase que deseja negritar;

Texto itálico :
Para colocar  uma frase ou palavra em itálico coloque _ (underline) antes e ao final da palavra ou frase que deseja colocar em itálico;

Texto Riscado :
Para colocar o efeito riscado em uma frase ou palavra coloque - (travessão) antes e ao final da palavra ou frase que deseja riscar;

Citações de usuário:
Coloque um sinal de  e logo após coloque o nome da pessoa que deseja "marcar"+ .
A mesma ferramenta funciona colocando-se um @ antes do nome do usuário Google+ que deseja "marcar".
Vamos supor que você queira me citar ou me "marcar".
Escreva +Elaine Gaspareto  e a marcação está feita.


Estamos finalizando essa série.

Segue aí a programação:

1- É verdade que os blogs vão acabar?
2- Como fazer para que sua fanpage atinja mais pessoas sem pagar por isso?
3- Como usar o Google+ para ajudar o blog a crescer?
4- 5 erros que cometemos na hora de divulgar nosso blog


Para não perder nenhum artigo da minissérie você pode:
→ Seguir o blog via gadget Seguidores: basta clicar em Participar deste site ali na lateral do blog e concluir o processo;

→ Pode curtir nossa fanpage: todos os posts têm seu link enviados pra lá no momento em que são postados. Basta clicar em Curtir!


→ Cadastre seu email e receba a atualização direto nele, assim que for postada.
Digite seu endereço de email:


Gostou? Aproveite para ler os demais posts da minissérie!
Curta, compartilhe!
Especialmente no G+!!!
Eu agradeço demais!
QUERO LER O POST COMPLETO

De dentro do coração

em 22/09/2014

Imagem daqui
Há algumas semanas minha cachorrinha Brisa morreu.
Ela estava com câncer e doença do carrapato.
Com essa doença, que baixa as defesas,  o câncer ganhou uma força incrível, e foi bem rápido. Em 15 dias ela definhou e se foi.

Foram dias muito ruins, dos piores.
Ela não morreu por si só, foi preciso anestesiar e aplicar uma injeção que parou o coraçãozinho dela.
Foi terrível, me debati 2 dias e 2 noites inteiras com a decisão.
Eu a alimentei com seringa por 15 dias, e na última semana nem soro ela conseguia manter no estômago. Ainda assim eu insistia, dava caldo de carne de 30 em 30 minutos, dia e noite, dava soro nos intervalos, dava a medicação contra dor.

Mas quando ela parou de beber água sozinha, e parou de abrir os olhos, decidi que bastava. Ela já não estava mais ali, não era mais a minha filhotinha.
A veterinária dela, Larissa, veio em uma manhã bem cedinho. Deu a anestesia e depois a injeção.
Jamais vou esquecer o suspirinho que ela deu quando o anestésico entrou. Sentamos no chão, segurei a patinha dela. Foi terrível.
Fazia tempo que não chorava tanto, fazia tempo que algo não me atingia tanto...

Demorou uns 25 minutos. Ela se foi, na caminha que tanto gostava, do lado do meu computador, onde sempre ficou pelos quase 5 anos que viveu comigo.
Foi tão doloroso que só agora, semanas depois, consegui sentar pra escrever sobre isso. Mas ainda há lágrimas... e acho que sempre vou chorar quando lembrar...

Menininha, minha outra cachorrinha, só na última noite chegou perto.
Cheirou a amiguinha, deitou do lado por alguns minutos.
Está carente agora, eram inseparáveis.

Durante o tempo da doença dela eu fiz o que podia.E pensei muito...
Eu não sou uma pessoa bem resolvida, sabe?
Meu maior desejo nesse mundo é conseguir ser vegetariana.
É que me sinto hipócrita.

A gente ama nosso cachorrinho, nosso gatinho.
Mas come o porquinho...
Você já viu um porquinho bebê? São doces, são fofos, são muito iguais aos cachorrinhos bebês que a gente acaricia.
E bezerrinhos?
Eu cresci tendo pasto bem perto de casa, e desde pequena senti esse incômodo de olhar uma vaquinha pastando e relaciona-la ao bife no prato.
Por exemplo, jamais conseguiria ter um leitão daqueles servidos inteiros na mesa, sabe?
Nem frango inteiro eu gosto de ver.

Mas isso é hipocrisia minha.
Porque eu como.
Mesmo sabendo que há crueldade no abate, nas granjas.
Essa é uma grande fraqueza que eu quero muito vencer.


Não quero fazer você, que não é e nem pensa em ser vegetariano, se sentir mal. Cada um tem seu tempo de sentir e seu modo de perceber as coisas, e cada um é cada um.
É apenas uma reflexão minha, algo que eu desejo muito  mas infelizmente sinto tão longe de conseguir.
E como aqui em casa somos apenas 2 fica ainda mais difícil pois vegetarianismo nem passa pela cabeça do marido...

Sei que a maioria das pessoas que amam animais têm essa questão bem resolvida, conseguem separar as coisas numa boa. Eu não consigo...
Veja bem, não é algo que esteja colocando em discussão.
Sei muito bem que há gente contra, que acha uma grande bobagem, etc e tal...

Mas é algo que eu quero. Quero que deixe de ser um sonho e passe a ser um projeto.
Tenho lido, tenho colecionado receitas, e a decisão começa a se formar em mim.
Pode demorar anos, quem sabe?
Mas eu quero ao menos tentar.

Porque não é coerente, para mim, chorar e sofrer tanto por um animalzinho e isso não mexer em nada com meu estilo de vida.
Não é simples, são décadas de hábito pra mudar.
Mas meu coração tem pedido, e talvez seja hora de ouvir o que ele diz...
Quem sabe um dia eu possa dizer que consegui abolir de vez a carne.
Não é?

QUERO LER O POST COMPLETO

Sobre preconceito, o meu e o seu

em 20/09/2014

Dias atrás, em partida válida pela Copa do Brasil vi, incrédula e chocada, um negro reagir aos insultos racistas que recebia durante o jogo.

Quando digo que fiquei incrédula não me refiro à imagem humilhante (para mim) da bonita jovem gremista gritando, à plenos pulmões, seu racismo e sua falta de educação diante das pessoas e das câmeras. E do coro que inúmeros outros gremistas fizeram naquela partida, imitando o som do que eles consideram ser um macaco. E sim, havia negros entre os que faziam gestos e sons... jamais entenderei isso...

Não, demonstrações racistas e preconceituosas não me espantam, embora me façam descrer um tantinho mais das pessoas. Embora me façam pensar que algo deu muito errado com nossa espécie humana...
Não me choca porque eu sei muito bem o quanto somos, nós, brasileiros, um povo racista, sexista, xenófobo e preconceituoso. Temos preconceito de cor, de sexo, de origem, de religião, de peso, de altura, de largura, de tudo... Negar que há racismo no Brasil é tapar o sol com uma peneira furada...

Mas ver o goleiro do Santos reagir com firmeza me deixou pasma.
Porque a gente está acostumada a ver a vítima se calar, fazer de conta que não ouviu, não comprar a briga, evitar o confronto. A gente está acostumada a ver a vítima  baixar os olhos, se curvar, sentir vergonha... sendo que a vergonha não é da vítima, é do agressor. Ou deveria ser, se esse fosse um mundo com sentido.
Seja a vítima de racismo, de estupro, de abuso, de homofobia, de gordofobia... a vergonha deveria sempre ser do agressor...

No dia seguinte ao jogo vi uma entrevista do Aranha.
Ele disse algo que jamais vou esquecer, e que me lembrou de um amigo meu, do passado.
Na entrevista Aranha disse:
"Eu não sou aceito, eu sou tolerado. Me toleram porque posso pagar a casa onde moro, porque sou goleiro do Santos. Mas jamais fui aceito".
Você tem ideia do que é ter essa consciência? A consciência de que é tolerado e não aceito de fato? Confesso que caí no choro com aquela entrevista...

Imagem Pinterest
Depois da repercussão do caso do goleiro Aranha vi muitas outras coisas, e nesse mundo virtual a gente vê mesmo muita coisa. Vi muita gente criticando a atitude dele, que ele exagerou, que devia ter se calado.
Vi gente dizendo que "só podia ser preto mesmo"...
Vi gente falando que futebol é assim mesmo, que não há o que fazer. Que os cantos racistas do Grêmio existem há décadas.
Sim, é verdade.

Porque até 1952 o Grêmio não admitia jogadores negros, enquanto o rival Internacional tinha negros entre seus atletas.
Por isso o canto racista, que antes era destinado ao Inter e agora é "oferecido" a todos os jogadores negros:
"Somos campeões do Mundo
E da Libertadores também
Chora macaco imundo
Que nunca ganhou de ninguém
Somos a banda mais louca
A banda louca da Geral
A banda que corre
Os macacos do Internacional"
 Mas antiguidade não legitima o racismo, ou pelo menos não deveria...

Felipão (nem me espanta, típico sujeito preconceituoso, sexista e arrogante), o técnico gremista, insinuou que a culpa é do Aranha.
É, talvez seja. Ele tem culpa de ser negro. Assim como Tinga, o juiz Márcio Chagas da Silva, e tantos outros dentro e fora do mundo do futebol. No Brasil e no mundo.
Pelé (quando calado, um poeta) também disse que Aranha exagerou.
Afinal, se tivesse ficado calado nada disso teria ocorrido, né?

Bem semelhante aos negros que imitaram macaco no jogo onde tudo começou, fazendo coro ao que ouviram a vida toda. "Eu aguentei, aguente também".
Triste...
Fonte da imagem

Vi também gente defendendo a moça bonita que o atacou.
Vi as notícias de que a casa dela foi atacada porque um desequilibrado qualquer "sentiu nojo do que ela fez", foi lá e incendiou a casa da família dela.
Eu a vi pedindo perdão (e vi Aranha se recusando fazer as pazes, correto ele, pra que fazer média com a mídia?), eu a vi em programas de televisão justificando o injustificável.

Ela agora parecia ser a vítima, e de certo modo talvez seja... vítima de si mesma, de uma forma de pensar tão arraigada que parece ser a única...



 E vi também algo curioso: ela foi a única punida pela justiça, curiosamente uma mulher... sendo que as câmeras captaram tantos e tantos homens fazendo exatamente (ou pior) o mesmo que ela fazia. Algo para se pensar...



O Grêmio reagiu, fez declaração, puniu associados. Não somos racistas, bradou a torcida.
Acreditei que ficaria a lição, e começaria a evolução, a conscientização...
Como sou besta!

Santos e Grêmio se encontraram de novo, desta vez pelo Campeonato Brasileiro.
A cada toque que dava na bola Aranha ouvia:
"...ão ão ão o Aranha é alemão" e mais algumas coisas que me recuso a publicar.

A torcida gremista presente no estádio assinou embaixo do grito destacado de MA-CA-CO que a moça dera dias antes, no começo de tudo. No jogo de quinta-feira uniram suas vozes à voz dela e o grito de MA-CA-CO ficou infinitamente mais forte.
Sim, a torcida fez isso: acrescentou ainda mais covardia à ofensa, daquele jeito cruel, sem possibilidade de defesa, com ironia, com superioridade fria, com covardia e com requinte de crueldade.

Afinal não há na lei nada que condene chamar um negro de alemão...de corno, de viado.
O racismo, a repulsa, a agressão estiveram presentes o tempo todo. Foi um triste espetáculo. Senti vergonha de ver pessoas fazerem isso com outra pessoa.
Mas não será punido.
Ninguém falou a palavra macaco... mas todo mundo ouviu MA-CA-CO ser gritado à plenos pulmões...


A entrevista que citei no começo do texto me recordou vivamente o meu amigo Paulão, que se mudou para Juíz de Fora para estudar Design de interiores.
Ele, negro, um dia me disse:
"Você nunca vai saber o que é ser negro nesse mundo. Quem nasce com a pele clara, olhos claros, cabelo loiro, nunca vai saber o que é entrar em uma loja e as pessoas se agruparem, e os vendedores ficarem mais atentos.
Quem nasce branco nesse mundo já nasce com vantagem.
A gente, que é negro, não é aceito, é suportado."

Eu tinha menos de 20 anos quando ele me disse isso, e jamais esqueci.
Eu jamais esqueci o que ele me disse, e jamais deixou de doer em mim essa consciência, porque, sabe?
Ele falava de algo que conhecia, que sentia na pele todo dia. E eu não faço ideia do que ele suporta na vida sendo negro. Por mais que eu tente eu só posso sentir empatia. E isso é muito diferente de sentir na pele...

Preconceito todos temos, ou tivemos em algum momento da vida.
Seja de cor, de sexo, de religião.
Quanta gente eu vejo que ficou horrorizada com o racismo mas tem a mesma atitude em relação aos homossexuais, por exemplo?
E quantas pessoas que empunham a bandeira da luta homossexual e agem com extremo preconceito contra evangélicos?
Mas em algum lugar o elo dessa corrente de ódio tem que ser rompido.
Que seja em mim, que seja em você.


Pra encerrar vou te contar um caso que presenciei há uns dias e que mostra que sim, é preciso reagir sempre! Porque quem cala, consente...

Fui ao HC com meu marido em Ribeirão Preto e na volta passamos em um supermercado.
Na fila do açougue, enquanto esperava minha vez, vi um cliente chamar com um dos atendentes:
"Eu quero tal carne, o negão ali está fatiando. Ô negão, que carne é essa?"
O rapaz não respondeu, nem se virou.

O cliente repetiu a gracinha, os demais atendentes cutucaram o açougueiro. Que, pasme, reagiu:
"Meu nome é Júlio César, não é negão não".
Os atendentes riram, um pouco desconfortáveis, o cliente riu, meio sem graça.
Júlio César não sorriu, nem riu pra amenizar a reação.

Olhou firme o cliente e depois me atendeu. Muito bem, por sinal.
Dignidade.
Eu estive frente a frente com ela.
Valeu, Júlio César, que trabalha no Savegnago da Vila Vírginia.









QUERO LER O POST COMPLETO

E se fosse verdade - livros que deram origem ao filme

em 18/09/2014


Você conhece o autor Marc Levy?
Falando assim muita gente não vai se lembrar, mas ele é autor dos livros que deram origem ao delicioso E se fosse verdade... com a atriz Reese Witherspoon e Mark Rufallo
Sim, é verdade, antes de ser filme eram livros, 2  volumes... mas nem todo mundo sabe disso.




Li recentemente ambos os livros, e pela primeira vez em minha vida encontrei uma obra onde o resultado em filme é superior ao livro.

Não sei se é porque gosto tanto do filme (#teammark forever), ou se é pelo fato de que 2 livros me pareceram demais...
Ou ainda se é porque no filme as explicações e saídas do roteiro são mais verossímeis...
O fato é que gostei dos livros, mas gosto mais do filme.



Nos livros o autor Marc Levy desenrola o roteiro que já conhecemos, mas de forma bem mais lenta e com algumas diferenças bem expressivas.
Por exemplo: no filme Lauren tem uma irmã, nos livros ela tem mãe.
No filme Arthur é viúvo, no livro ele é divorciado.
São diferenças simples que não afetam o resultado final.

A grande diferença, pra mim, é o ritmo.
Acho, como falei no começo, que 2 livros são demais, caberia em um volume apenas.
Mas Marc Levy tem esse estilo, digamos, mais pausado, mais lento.
A trama se desenrola de modo lento, em alguns momentos muito lento mesmo.
É pra ler sem pressa, afinal é literatura francesa e não um roteiro de Hollywood.
Se tiver a oportunidade, leia.
Acho delicioso quando podemos ter de uma mesma história 2 modos tão diferentes de contá-la...

Meus exemplares de E se fosse verdade e Encontrar você enviei de presente para uma amiga querida.
Mas se você quiser ler em ebook basta nos botões abaixo, estão hospedados em minha conta 4shared, que disponibilizo pra você

Baixar o ebook E se fosse verdade


Baixar o ebook Encontrar você


Se baixar os ebooks curta a postagem, compartilhe no G+ ou deixe seu comentário.
Eu fico muito grata!

QUERO LER O POST COMPLETO

Escolhendo a base perfeita: diferentes texturas e coberturas

em 16/09/2014

Escolhendo a base perfeita: diferentes texturas e coberturas

No post anterior, falamos sobre acertar na escolha do tom da base.
Clique aqui e relembre:
Como escolher seu tom de base

Porém, quando vamos escolher, nos deparamos com uma infinidade de texturas e coberturas.
Hoje vamos abordar as características de cada uma, para ajudar você na decisão.
Em cada uma delas deixei uma sugestão minha, que uso ou já usei e recomendo! :)

Base Líquida:
Por ser à base d'água, é mais fina, deixando portanto uma cobertura mais fina. Mas existem algumas opções no mercado nas quais a concentração de água é menor, ou seja, são mais espessas, deixando uma cobertura de média à alta.
Exemplo:

Em Pó
Quem já fez meus cursos de maquiagem pessoal sabe que sou inimiga número 1 do produto em pó. Por isso a base em pó, para mim, não passa de um pó facial comum.
Mas o que ela tem diferente para ter outro nome?
A cobertura é maior, mas se você não usar um produto cremoso sob a base em pó, ela não fixará e nem chegará no portão de casa.
Mas, caso ainda queira investir em um produto assim, prefira os minerais!
Ah, a cobertura, mesmo prometendo ser média, ao meu ver, é leve!
Sem indicações  pois não uso e nem usei, caso tenham deixem nos comentários para compartilhar.


Cremosa
Não deixa uma aparência pesada, é semelhante à um hidratante com cor.
Existem hoje muito filtros solares com cor que têm, na minha opinião, a mesma cobertura, mas com a vantagem de proteção. Eu uso muito.
Cobertura leve, natural!
Exemplo:


Ultrafluida
Digo que se parece com uma água, isso mesmo, extremamente líquida.
Praticamente transparente e deixa um "glow" - iluminado, bonito na pele.
Caso você tenha muitas manchas ou acnes para cobrir, descarte, pois a cobertura é levíssima.
Exemplo:



Compacta ou Bastão ( Paint Stick )
Minha preferida, mas confesso que precisa ter cautela na aplicação, pois é densa, possui cobertura altíssima e perfeita para pele oleosa.
Precisa ser muito bem selada com pó facial ( de preferência translúcido ).
Mas cuidado, pois ela pode destacar ainda mais as rugas e linhas de expressão.
Exemplos:



AirFlash ( Spray )
Como o próprio nome diz, a base é em spray e imita muito bem o efeito de aplicação de base do AirBrush.
Eu gosto muito para ocasiões especiais, não é uma base muito comum.
Tem uma cobertura média dependendo da marca.
Ela faz um pouco de bagunça para aplicar, pois os jatos sujam o cabelo e toda a sobrancelha, mas mesmo assim eu gosto!
Exemplo:


Espero que gostem das definições e seja útil para escolha da sua próxima base! Caso tenha marcas e texturas que você usa e recomenda, compartilhe conosco, vamos enriquecer essa lista para termos várias opções....

Grande beijo e até o próximo post! :)



QUERO LER O POST COMPLETO

Espalhar amor em mim

em 15/09/2014


Esta é minha última noite com 41 anos.
Nunca mais terei uma noite de domingo assim, aos 41. Porque os momentos não voltam, a vida segue sempre, sempre, sempre...

Penso muito nisso, em como eu desperdiço dias, às vezes semanas inteiras, meses inteiros, partes de uma vida... desperdiçar com (auto)críticas, com sentimentos ruins, com falta de felicidade...
E, pensando, fico tentando enxergar, entender e amar a mulher que eu sou hoje.
Amar a pessoa que sou...E como é difícil viver na prática o que a gente proclama com as palavras, tanto as que diz quanto (ainda mais) as que escreve.

Eu tenho pensando muito nisso, tenho pensado se amo a mulher que sou agora.
Essa mulher imperfeita, que erra, que tem defeitos, que tem manias, fragilidades, que não é como gostaria de ser...
Essa mulher que não acertou em coisas elementares, que muitas vezes está em débito consigo, com os outros... essa pessoa que muitas vezes tem mais erros que acertos... e isso pode ser algo muito, muito complicado de aceitar, de perdoar, de amar.

Olho para essa pessoa, a pessoa que eu sou, e quero muito ama-la de fato. Porque sabe? Ela merece. De verdade! A mulher que eu sou merece ser amada por mim.
Quero não culpa-la pelos momentos ruins, pelas crises de chatice, pelas lágrimas, pela mania de achar que é mais forte do que realmente é.
Quero nunca mais detesta-la pelos erros e pelos desacertos... quero ter mais paciência e mais tolerância com a mulher, com a menina que eu sou.
Olho para essa menina e quero muito ver que ela é apenas isso, uma menina, que tantas vezes se sente perdida, desanimada, desconfiada, triste. Alguém que nem sempre tem culpa.

Uma menina que nem sempre faz o que gostaria, que nem sempre acerta, ao contrário... mas uma menina que tem coisas boas em si, que não é só erro, decepção, desajuste...
Olho para essa pessoa, a pessoa que eu sou, e quero ser mais capaz de perdoa-la, de aceita-la, de olhar para ela com olhos menos críticos. Quero cobrar menos dela, quero ser mais tolerante porque ela, a pessoa que eu sou, merece.
Quero ser capaz de olhar para a mulher que eu sou hoje e aceitar tudo que ela é, tudo que faz parte dela, seja muito bom, ou seja muito ruim.
Quero olhar para a pessoa que sou hoje, nessa noite, com olhos de amor.

Porque a verdade é que nada é mais urgente pra mim nessa vida do que amar quem eu sou, aceitar quem eu sou, amar de verdade e não apenas com palavras essa mulher que vive sua última noite de domingo com 41 anos. E que se prepara para mais uma jornada.
Vida que segue, sempre.
Não é?

Feliz aniversário para mim.




Esse texto, além de servir para lavar meu coração, é também minha participação na Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog.
Quer participar?
Clique aqui e saiba como participar.
Você vai ganhar um coração, sabia?

Vou prorrogar o prazo para quem quiser se juntar à festa até o final do dia 20/09/2014.
Dá tempo, vem!!!
Sua participação é meu presente de aniversário!!!
Clique aqui e veja todos os posts participantes.

Divitae






QUERO LER O POST COMPLETO

Participe! Mosaico Espalhe amor em seu blog!

em 10/09/2014

Gente querida!
Está aberto o mosaico da Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog.
Para participar a única regrinha indispensável é colocar esse selo ao final de sua postagem:

Divitae



Para colocar o selo ao final do post participante faça assim:
Escreva seu post em seu blog. Clique, no alto do editor de texto, em HTML; Essa ação reverterá seu post para o modo html.
Copie o código da caixinha acima.
Cole ao final de seu post. Publique-o normalmente.
O selo aparecerá  já com o link correto.

Enviando seu endereço para receber o coração

Depois de inserir seu link no mosaico preencha esse formulário simples, com seu nome e endereço completo, e o nome de seu blog.
Jamais será divulgado, pode confiar em mim.
É para que você receba em sua casa o coração Espalhe amor, que será enviado para todos os participantes da Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog.

Enviar meu endereço




QUERO LER O POST COMPLETO

Como deixar os empanados mais crocantes, sequinhos e saudáveis?

em 08/09/2014


Para quem gosta de um empanadinho de vez em quando vou compartilhar hoje algumas dicas para conseguir mais crocância e deixar estas delícias um pouco mais saudáveis!

Farinha de rosca: faça a sua


Faça a sua própria farinha de rosca.
Isso porque as industrializadas têm de tudo, mas quase nada de pão há nelas! Fazer em casa é muito fácil: basta ralar aquele pãozinho duro e seco de dois, três dias atrás. Não precisa torrar.

Essa farinha você guarda em um pote bem fechado. Eu gosto de temperar a farinha de rosca com orégano, um tiquinho de sal, tomilho. Cada um pode colocar as ervas secas que mais gostar e isso dá um sabor muito bom.

Quer ainda mais saudável?
Acrescente à sua farinha de rosca aveia em flocos. Isso faz a mistura mais saudável e deixa muito mais crocante, além de conferir um visual muito bacana.

Incremente ainda mais!
Substitua uma parte da farinha de rosca por farinha de trigo integral, por farinha de coco, por gérmen de trigo, ou por farinha de aveia. Todas essas farinhas são saudáveis e não vão interferir no sabor do seu empanado.

Você também pode acrescentar grãos integrais na farinha de rosca: experimente linhaça, gergelim tostado levemente na frigideira, centeio, cevada, quinoa, amaranto, triticale.
São muitas as opções de cereais integrais que você pode usar também para incrementar a sua farinha de rosca e deixar tudo mais gostoso, mais crocante e muito mais saudável.

Aqui em casa meus filhos adoram um filezinho de peixe empanado e com esses truques eu consigo fazer com que eles comam os grãos sem reclamar, não é bom?
Fazendo dessa forma você também pode levar seus empanados ao forno, evitando a fritura e pode usar para praticamente qualquer coisa, desde um filé de frango até o salgadinho.


QUERO LER O POST COMPLETO

Venha divulgar seu blog ou sua loja, gratuitamente!

em 05/09/2014

Oi, gente!
No começo da semana eu disse que tinha algumas novidades para comemorar os 6 anos do blog, lembra?
Não????
Então bora relembrar, clique no banner:

http://www.elainegaspareto.com/2014/09/vem-pra-festa-espalhe-amor-em-seu-blog.html

E hoje eu tenho mais uma novidade que pode ajudar você, querido leitor!
Desde 2012 eu tenho uma Galeria permanente de blogs, onde o blogueiro pode inserir o link de seu blog para divulgação.

Acontece que o site que gerava os mosaicos mudou sua forma de ação, e ficou impossível usar como eu gostaria.
Com isso a galeria ficou prejudicada, e houveram meses em que ela não funcionou.
Mas um dia estava eu navegando pelos blogs que gosto de ler e me deparei com um serviço novo, que fazia o mesmo trabalho de gerar mosaicos de links mas melhor, mais bonito, mais moderno, e em português!!!
Então escrevi para a dona do blog perguntando como funcionava, se valia a pena, enchi ela de perguntas:)

Acontece que a dona do serviço era a própria dona do blog, em parceria com o marido dela.
Estou falando da Dani Moreno, você conhece o blog dela?
Não?
Então olha:
http://danimoreno.com.br/
Clique na bonequinha para ir ao blog

Conversamos, e graças à ela eu posso de novo colocar no ar a Galeria de divulgação para blogs!
Layout novo, alegre e colorido!
Olha que linda:
http://galeria.elainegaspareto.com/
Para visualizar clique no banner
A Galeria de divulgação de blogs está aberta, e espera o link de seu blog.
Aproveite para conhecer os demais blogs que fazem parte dela, visite o blog que está à sua direita e o que está à sua esquerda, interaja, faça amigos. Veja as galerias anteriores, uma delas tem mais de 2000 blogs cadastrados!

É assim que um blog cresce. E aparece!
Leia as instruções antes de inserir seu link, tá?


Mas a novidade não pára por aí!
Aproveitei que estou in love com o Bloghop e criei uma Vitrine pra lá de especial!
Dedicada à divulgação exclusiva de lojas virtuais!
Olha:
http://vitrine.elainegaspareto.com/
Para visualizar basta clicar no banner, tá?
Você possui uma lojinha virtual?
Então venha divulga-la em minha Vitrine!
Totalmente de graça, basta ler as regrinhas e pronto!

E quando você quiser conhecer lojas legais basta acessar http://vitrine.elainegaspareto.com e vai encontrar muitas opções pois com o tempo a Vitrine vai crescer, e espero eu, ajudar às pessoas criativas e empreendedoras que vendem seu artesanato, seus produtos ou serviços em uma loja virtual.

Para encerrar:

Quero reforçar o convite para que você participe da Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog, que lancei para comemorarmos o aniversário do blog, e o meu, claro!
Veja o convite, clique no link e participe!
Tô contando contigo, tá?


Olá, querido(a) leitor(a)

 

Tenho um convite muito especial para fazer à você!

Em setembro meu blog completa 6 anos.
E para comemorar lancei uma Blogagem Coletiva, e quero convidar você para participar.
Será uma festa linda, com muitas surpresas e com muita interação entre blogueiros.
Venha participar e Espalhe amor em seu blog!
Clique no link abaixo para saber como participar.

Blogagem Coletiva Espalhe amor em seu blog

Conto contigo para que a blogagem de fato espalhe amor pelos blogs!Ah, te falei que se você participar vai ganhar um coração?Sim, vai sim!!!E concorre a um vale compras na Divitae.

Vem pra minha festa!
Vem!!!




QUERO LER O POST COMPLETO


No Instagram