É verdade que os blogs vão acabar?

em 26 de agosto de 2014


Eu tenho este blog desde 2008.
E ele (assim como todos os seus irmãozinhos blogs) já enfrentou muitas fases, com concorrentes de peso lutando pela audiência e pelos acessos.
No começo era o MySpace. Tão grande (guardadas as devidas proporções) que ninguém imaginaria que teria fim.

Depois veio o Orkut. A maioria dos internautas estavam lá,  em uma época anterior à 2008 (ouvi dizer).
Quando entrei na internet, em 2008, ainda era forte a sua influência.
Percebi isso rápido e divulgava meu blog lá. Cerca de 80% do meu tráfego vinha do Orkut.
Claro, o Google não sabia que eu existia... e os links no Orkut ajudaram-me a dizer ao Google que eu existia enquanto pessoa que tem um blog...
Acontece que as comunidades do Orkut eram bem posicionadas em resultados de busca, e um link lá poderia aparecer quando alguém fazia uma busca.

Depois, lá pelos idos de 2010, o queridinho da vez era o Twitter. Nessa época os acessos ao meu blog vinham quase que 60% de lá, muito mais do que via Google ou via link direto de outros blogs.
Isso é compreensível pois os 140 caracteres do Twitter serviam muito bem para colocar o link daquele post legal, e a pessoa clicava e ia ao blog. Simples, legal, benditos 140 caracteres. E no começo nem imagem podia ter, lembra?
Mas...

Desde que o Facebook começou a crescer e se tornar o sucessor oficial e definitivo do falecido Orkut (sim, ele morreu) muito se tem dito sobre como ele, o Facebook, reduziu drasticamente o acesso aos blogs.
Não é conversa, é fato.
Antes do boom de 2012, que alavancou os acessos ao Facebook, havia posts neste blog  posts simples que passavam fácil dos 30 comentários.

Hoje, um bom post, que leva mais de 3 horas para ficar pronto (tá mais fácil fazer uma feijoada) pode render incríveis 10 comentários, se chegar a 20 erga as mãos e agradeça.
Mas, em contrapartida, um post com 5, 10 comentários pode render inacreditáveis 100, 150 curtidas. É muito mais fácil curtir do que comentar, não é?

O Facebook está fazendo o que o Twitter não fez por conta da limitação dos caracteres. No Facebook pode ter textos enormes, imagem, álbuns. A audiência é mais fácil...
E as pessoas vão ficando, preferem isso a ir aos blogs.... E os blogs vão morrer todos.
Será?

O que está de fato acontecendo?
Os blogs estão morrendo?
Os acessos pararam?

Tenho pensando muito nisso, e vi, ao longo do tempo, muitos blogueiros deixarem os blogs e se dedicarem às fanpages. Os mais valentes tentam levar ambos, e há toda uma nova leva de internautas que nem cogita ter um blog, quer a volatilidade e rapidez do perfil no Facebook.
Acho natural, é a onda do momento.

Mas acho que Facebook é o novo Orkut. Cedo ou tarde ele vai perder espaço e quem sabe? Pode ser que um dia eu ainda escreva um post, aqui neste blog, pra dizer que o Facebook morreu.
Delírios?
Nem tanto.

Pelo mundo afora outras redes estão ganhando força.
O Pinterest, por exemplo, é a segunda rede social mais acessada do mundo. No Brasil ainda perde para o Facebook, Twitter e Tumblr mas isso tende a mudar.
O Instagram, outra rede social com foco na imagem, vem crescendo e ganhando adeptos em especial entre famosos, fashionistas e blogueiras de moda.
Então a dica é: abra uma conta nessas redes sociais, nem que seja para reservar o endereço.
Acredite, daqui um tempo vai ficar difícil...

E com tantas redes sociais, como manter o blog vivo e ativo?

A resposta eu dei logo ali em cima. Percebeu?
A dica de ouro é usar as redes sociais como auxílio para o blog.
Eu descobri isso ainda na época do Orkut, apliquei desde então e acredite: funciona!
O Facebook é o 2º site que mais envia visitas ao meu blog.
Isso se deve aos fato de que eu posto todos os links de minhas publicações no Facebook, tanto em meu perfil pessoal quanto na fanpage do blog.
Só perde para o Google, que envia mais de 80% do meu tráfego (Google, i love you).

Em seguida estão os acessos diretos, de link meu em outros blogs.
E finalmente, o Google+.
Embora ele ainda seja discreto no envio de tráfego, envia tráfego de qualidade.
Muitas vezes, quando pesquisamos algo no Google perceba que ele mostra resultados de sua própria rede social.
Isso é interessante, e me faz cada vez mais compartilhar meus posts no Google+.

Então, a dica é: use as redes sociais para atrair acessos para o seu blog!
Faça assim:
  1. Compartilhe seus posts, todos eles, em seu perfil no Google+.
  2. Crie uma fanpage para seu blog e divulgue seus links lá, sempre.
  3. Faça o mesmo em seu perfil. 
  4. Retuíte seus posts.
  5. Tenha ao menos uma imagem boa em cada post e adquira o hábito de pinar (enviar para o Pinterest) cada post seu. Imagem boa, nesse caso, é fundamental.
  6. Se seu blog é de moda, make, beleza, etc faça o mesmo no Instagram. Muitas blogueiras de moda, tops, estão lá, e o tráfego (e os contatos) é intenso.

Não dá pra ignorar as redes sociais. Elas estão aí e a gente precisa tirar delas o maior proveito possível em relação ao nosso blog.
Como o tema é amplo não daria pra falar de tudo em um post só.
Será uma minissérie, pra não ficar maçante e longo demais.
Segue aí a programação:

1- É verdade que os blogs vão acabar?
2- Como fazer para que sua fanpage atinja mais pessoas sem pagar por isso?
3- Como usar o Google+ para ajudar o blog a crescer?
4- 5 erros que cometemos na hora de divulgar nosso blog


Para não perder nenhum artigo da minissérie você pode:
→ Seguir o blog via gadget Seguidores: basta clicar em Participar deste site ali na lateral do blog e concluir o processo;

→ Pode curtir nossa fanpage: todos os posts têm seu link enviados pra lá no momento em que são postados. Basta clicar em Curtir!


→ Cadastre seu email e receba a atualização direto nele, assim que for postada.
Digite seu endereço de email:


Se eu pudesse dar um conselho a todo mundo que tem blog esse conselho seria: não deixe seu blog pra se dedicar apenas à fanpage ou ao seu perfil.
No Facebook tudo é mais rápido, porém muito mais volátil. Falamos rápido, curtimos rápido, muitas vezes sem pensar. E esquecemos rápido também. E somos esquecidos, pode apostar, na mesma rapidez que esquecemos...
E pode acontecer com as fanpages o que aconteceu com as comunidades do falecido Orkut... tão importantes, tão recheadas de coisas boas e no fim...
O blog, ao contrário, é mais permanente. Ele é um registro permanente do que escrevemos, pensamos, sentimos, das artes que fizemos, das comidas que comemos, da roupa, do esmalte que usamos e dos livros que lemos...
Pense nisso...


Gostou? Venha ler os demais posts da minissérie!
Curta, compartilhe, conta prazamigas!
Eu agradeço demais!

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

37 comentários , comente também!

  1. Que beleza de post, tri bem explicadinho e faz pensar. Saio daqui com a sensação de que ficarei nos blogs enquanto der. Gosto demais deles e desse meio. No FB não me sinto em casa,não adianta. no twitter, fico por dentro de todas as notícias que preciso, rapidinhas. Aqui em casa, por ex, andar altop: Vejo um incêndio ao longe.Vou ao twitter, lá já está tudinho.As coisas são rapidinhas..Porém ,não sei fazer nada direito lá!rs Burralda, anta assumida.Nunca divulguei nada dos meus blogs até porque nem sei se gostaria que mais pessoas lessem as coisas que escrevo ou faço!

    No Instagram, adoro pois curto fotografar, ou melhor, clicar e lá está a metidinha e o mundo dos blogs está muito lá! Tri bom!

    Gostei de te ler! bjs, chica e eu gosto e acredito tanto nos blogs que ainda essa semana criei um novo, só para domingos!Pode?rs Não tenho jeito!

    ResponderExcluir
  2. Muito bem cuidado esse texto e propício. Muitas dessas dúvidas eu sanei ao voltar a usar o blog porque ali registro minha vida. Diaa desses fui procurar prar salvar pra meu.livro imagens do tempo que fiquei na UTI. Foi trabalhoso. Quis guardar todos comentários de força e minha progressão. No Instagram consegui ver com facilidade. O twitter uso pra me informar rapidamente das notícias. E filosofo por lá rs. O pinterest ocupa bem.meu tempo gosto de ficar por lá.
    Google + não sei ainda como usar ando rodando em círculos por lá rs.
    O facebook é interessante mas fugaz.
    A fanpage eu gosto e dedico escrevo diária mente meus pensamentos e me sinto bem.
    Espero voltar a encontrar tanta gente bacana nos blogs.
    Um bjo querida!

    ResponderExcluir
  3. Excelente post !
    Tenho acompanhado seu blog desde o início do meu. As dicas e informações são de grande utilidade.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Tens razão...até estava pensando em abandonar o blog e ficar só com a fanpage (que é onde tenho mais seguidores),mas depois de ler seu texto,concordei com tudo e não vou abandonar meu cantinho jamais!
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine,
    Acho que a rede social mais sólida é a dos blogs, mas tb é a mais difícil de lidar, pois exige dedicação, muito mais do que uma página no FB. Só não uso o twitter por falta de tempo, pois são muitas redes sociais para divulgar um blog.
    Estou me surpreendendo com o pinterest, pois entrei só para guardar imagens, mas a coisa está mudando de figura e o meu número de seguidores não pára de crescer, Já estou sentindo um aumento no blog por conta do pinterest.
    Tb sinto que o número de comentários diminuiu no meu blog, mas acho que isto se dá pelo fato de não estar me sobrando tempo para ir ao blog de todas as comentaristas. Embora o número de comentários tenha diminuído, o número de acessos ao blog tem aumentado muito.
    Não vou perder os próximos posts por nada!
    Bjs
    P.S.: Vc recebeu o envelope que mandei?

    ResponderExcluir
  6. Concordei com tudo e compartilhei.

    É muito difícil ser cretino no twitter, pois são apenas 140 caracteres. No facebook, á espaço para ser cretino e sobra, postando videos de violência, fotos de gente e bichos machucados, correntes etc. Jamais troco meu blog pelo FB, embora o reconheça como uma mola propulsora do blog. Não saio de casa sem ler o twitter, pois sigo CBN, G1, Metrô Rio e todos os perfis de informação.
    Um beijo e muito obrigada pelas dicas.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Meu blog é pequenino.Quase não tenho comentários rsrs.Tenho um perfil e página no face que tem bastante curtidas mas o blog é meu xodó <3 .
    Adorei a sua postagem!
    Beijo!!! :D

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei este post e me creio que devo ficar com meu blog aberto.
    Me fez lembrar daquela frase: que seja eterno enquanto dure!
    Obrigada por compartilhar amiga.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Obrigado pelas dicas beijos Eliane Lima.

    ResponderExcluir
  10. Eu estava pensando justamente nisso.
    A gente gasta um tempão fazendo pesquisas, escrevendo bons textos, editando, organizando e o volume de comentários cada vez mais caindo.
    No Facebook é tudo muito rápido, mas tudo muito fútil. Dei uma saída...só compartilho meus links e alimento a fanpage. Estava tomando demais o meu tempo e ele não estava produtivo.
    Voltei para o blog com mais foco. Vamos ver os resultados...

    Um beijo

    ResponderExcluir
  11. Tem um poema de Fernando Pessoa-Alvaro Campos que eu amo, chama-se "Tabacaria" e é tão famoso quanto longo, lá pelos versos finais observando a tabacaria, a tabuleta dela e até mesmo os seus versos, Fernando chega a conclusão que "A certa altura morrerá a tabuleta também, os versos também./ Depois de certa altura morrerá a rua onde esteve a tabuleta,/ E a língua em que foram escritos os versos./ Morrerá depois o planeta girante em que tudo isto se deu./ Em outros satélites de outros sistemas qualquer coisa como gente/ Continuará fazendo coisas como versos e vivendo por baixo de coisas como tabuletas..."

    Eu acho que coisas como blogs não são feita para morrer, seres humanos antes de ter papel escreviam em pedras e antes de ter tinta usavam sangue, porque se expressar já era preciso e não bastava se expressar tinha que se expressar de maneira a fazer a expressão durar por algum tempo, o máximo possível. Algumas culturas antigas, como os egipcios, escreviam com a pretensão de preservar suas histórias para nada menos que a eternidade. Eu acho que isso revela coisas sobre nós, humanos.

    O twitter é rápido, mas 140 caracteres não nos satisfazem nossa necessidade de falar e o face é amplo, mas não dura nada, a atualização de agora já é ultrapassada daqui a 15 minutos. Já o blog suporta posts com menos de 140 a contos completos, é um suporte a escrita versátil. Não vai acabar fácil, acho que a tendencia dele é mudar muito e mais ainda... é possível que os blogueiros de daqui a 10 anos, ou menos, achem nossa interface precária e nossos métodos primitivos, mas ainda haverá mais e mais blogs e se Deus quiser nós seremos uma velha guarda cheia de histórias.

    E sim, se tem uma coisa que aprendi com você é linkar e compartilhar, não custa, é de graça e faz a diferença para quem escreve e para quem vem a net em busca de informação.

    Cheros Elaine, ótimo post como sempre :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pandora, minha diva!
      Quem mais iria citar tão adequadamente um poema?
      Perfeito, seremos as velhinhas blogueiras, cheias de causos pra contar, do tempo em que ter um blog era coisa estranha e que a família não entendia...

      Excluir
  12. Quando vi o título de teu texto confesso ter até tomado um choque e logo uma raiva me bateu, inexplicavelmente. Mas, depois, lendo tudo é que vi que tua linha de pensamento, de raciocínio é o mesmo que o meu esses anos todos no mundo dos blogueiros.
    Antes de atuar em definitivo com o blogger antes tinha usado pro um bom tempo uma outra plataforma. Até meu endereço lá era longo.
    www.edillsoares.spaces.live.com.br
    Alguém lembra dele?
    Depois vim para a plataforma blogger e aqui estou até os dias de hoje. Alguns bons anos estão por aí.
    Quando percebi que podia convidar pessoas com o uso das redes sociais para lerem meus postes em minha página pessoal, não quis mais largar o que hoje é meu ponto principal.
    Não tem como morrer algo que é perene. E no caso dos blogues, já está mais do que provado que não tem como o mesmo acabar.
    O fator de fato é adaptar-se aos redes sociais, usando as mesmas como pontos divulgadores, nunca como fator principal.
    Vou acompanhar o restante da série pra ver o que tens pra nós.
    Ah, e vamos lembrar de repassar as informações para os amigos também, não é apenas as amigas que lêem tuas linhas, ok

    Muita paz, sempre!

    ResponderExcluir
  13. Olá Elaine, vi na internet que a plataforma blogger vai expirar dia 31/07/2015, se não me engano é essa a data. Achei que sua postagem era sobre isso, fiquei um pouco assustada na hora e se acabar mesmo? . Não sei, o que você acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simoni, não vai acabar não, de modo algum.
      O que acaba agora em setembro é o Orkut.
      Blogger, de jeito nenhum...
      beijoss

      Excluir
  14. Já até escrevi sobre isso, será que os blogs irão acabar?
    As visitas são poucas, muitas amigas do Face e até dos Blogs não aparecem.
    Mas não desisto, você sabe, até incrementamos meus dois blogs novos, né?
    Gosto de escrever e de opinar. Não me preocupo muito com nºs atualmente.
    Se vierem bastante tudo bem. Se não, tudo bem também.
    Mas para quem vende materiais ou serviços, complica um pouco.
    Vamos aguardar, mas sempre "dando comidinha" para nossos blogs rsrsr
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  15. Eu sou muito fã do blog, exclui meu sites para dedicar a eles. Não há nada melhor que postar em blogs, é muito melhor para configurar e não deixa lenta a página. Eu deixo mostrando apenas uma postagem, e uso os marcadores.

    ResponderExcluir
  16. Elaine,

    Chegou a dar uma dorzinha no peito, só em pensar no fim da blogosfera. Apesar de estar afastada do blog, não por dedicar a outras Redes Sociais, mas sim por falta de tempo, amo, e vou seguir suas sugestões para mudar isso. Aliás, você vem dando essa dica há algum tempo. Esse post, pra mim, é tipo um grande alerta, e sei que é pelo amor que você tem pelo seu lindo trabalho por aqui.
    Já que você permitiu, vou compartilhar. Muito obrigada pelo seu carinho com todos nós!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Elaine!
    Amei esse post e anotei cada uma dessas dicas.
    Também acho o Facebook bem mais rápido e prático para divulgar meus conteúdos, e muitas vezes tive a tentação de me dedicar bem mais à fanpage do ao blog em si. Mas também concordo que ele é bem mais volátil e acho perigoso me concentrar somente nele. Mas adorei a dica do Pinterest, nunca tinha pensada em pinar minhas imagens...
    B-jussssss! ♥

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine, bom dia!
    Eu amo essa interação que há nos blogs, embora eu ache o facebook mais dinâmico, rápido e fácil de lidar, mas cai naquilo que vc falou, é td mt rápido e rápido tbm das pessoas esquecerem! No blog é diferente! É como entrar numa casa, puxar a cadeira, se sentar e ficar por horas e horas batendo um longo e bom papo! E a minha vó sempre dizia que a casa que a gente vai e é bem recebido, pode ser que demore pra voltar um dia, mas a gente nunca esquece! Assim vejo os blogs, como a nossa casa, o nosso lar, que cuidamos com amor, carinho, dedicação para receber e acolher bem os visitantes pra que eles saiam satisfeitos e voltem sempre! O facebook é como uma casa de show, uma boate onde as pessoas vão para se divertir, rir, extravasar... mas depois elas vão embora, sabe pra onde? Para casa, para o lar! Casas de show e boates são momentâneas, já um lar é pra sempre!
    Ótima postagem, não vou perder esta série por nada neste mundo!
    Grande beijo!
    www.viveraprendendo.com

    ResponderExcluir
  19. Bom dia... Conheci seu blog por pesquisa no google mas já te sigo em todas redes sociais, menos na pinterest que conheci hj logo te seguirei lah. Adorei sua miniserie e tbm queria saber como vc coloca essa caixa no meio do post com a fanpage e para seguir por email. Do resto concordo em tudo com vc o blog resiste mas podemos usar as redes sociais para divulgação e interação. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Elaine, acho que quando a gente passa dos 50 o efêmero fica tão mais íntimo da gente...Na verdade meu blog nunca cresceu, é quase um diária querido meio largado que fica num cantinho e de vez em quando mato saudade de escrever e ler o que já escrevi, amo.
    Gosto do Facebook, do dinamismo de suas possibilidades, mas ando assustada com a falta de ética, bom senso e gosto que permeia as postagens em geral.
    Excelente postagem!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Nossa!! Gostei demais desse post e acho que você falou tudo.
    Meu blog tem andado bem parado e a fan page ta a mil, mas eu não desisto dele não.
    Pelo contrário quero torna-lo mais atrativo e quem sabem assim ganhar mais visibilidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá, Elaine!
    Olha, os comentários estão quase nos 20, rs. Adoro acompanhar suas postagens. E, apesar de atualizar meu blog com pouca frequência, não consigo me imaginar abandonando-o jamais.
    Espero que eles nunca acabem.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  23. Elaine parabéns pelo post, achei excelente e com ótimas dicas, de fato as redes sociais estão cada vez mais forte. Vc acredita que tentei usar o Pinterest e não consigo fazer nada? Vc vai falar sobre o Google + na sua programação, mais pra frente vai falar sobre como usar o Pinterest também? Vergonhoso né amiga, mas ja tentei e não consigo. Vou ficar ansiosa pelos próximos posts. Gostaria de aproveitar e saber se posso colocar no meu blog o link desta postagem, pois achei excelente e seria de grande valia para quem ainda não viu ou não sabe. Obrigada. Beijos

    ResponderExcluir
  24. Excelente qualidade este post.

    Vc tem toda razão.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  25. Oi Elaine!

    Adoro seus posts e você sabe que sou fã mesmo. mas sabe também que eu são um tanto burrinha quando se começa a falar em rede social. Tenho twitter, mas quase não uso, tenho pinterest e quase não uso também, nem lembro minha senha...instagram não tenho, sempre achei que é apenas para quem fotografa (coisa que eu pouco faço) e não sei sobre ter uma fan page...
    Concordo que "esfriei" um pouco com o blog e acho que em parte foi "culpa" do face, quando entro apenas para dar uma espiadinha fico horas...ainda visito os blogs, mas bem menos do que antes.

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  26. Olá Elaine!!!
    Não preciso nem dizer né??? VOCÊ É 10!!!! Hoje mesmo, estávamos eu e meu esposo, conversando a respeito das redes sociais e ao entrar no meu feed de páginas, deparo-me com esta preciosa postagem!!! E chegamos a mesma opinião que vc, o blog é mais consistente, publicamos (no meu caso, sou professora) algo que temos conhecimento e prática, já as fanpages são algo efêmero, que, como vc mesma disse, são logo esquecidas... Ainda mais agora, que o Facebook diminuiu drasticamente o número de alcance das publicações de página... Não sei se é verdade, mas li alguns artigos afirmando que até o final de 2014, o alcance das publicações chegará a zero e isso tem incomodado grandes marcas... imagina o que acontecerá com os pequenos blogs!!!! No caso das comunidades do orkut, acho que elas eram bem mais organizadas e nos davam mais visibilidade e nos garantiam maior publicidade! Tudo era mais simples e direto! Mas vc, como sempre, está a frente do seu tempo, e nos brinda com valiosas dicas! Vou lá correndo ativar a conta do meu blog no pinterest!!!! Desejo a vc sucesso sempre! Que Deus a abençoe e te dê sempre muita saúde e disposição!!! Pois vc ajuda muito a mim e aos demais!!! Um abraço carinhoso para vc!

    ResponderExcluir
  27. Olá Elaine, gostei muito deste seu post e vou ficar esperando os próximos capítulos.
    Sou um pouco atípica no que diz respeito a FB e fanpage, pois nunca gostei da plataforma e nunca tive nem perfil pessoal. Não me vejo indo ao FB xeretar o que os outros estão fazendo da vida deles, nem colocando "likes". Aprendi com vc que ter uma fanpage pode trazer mais seguidores e leitores, mas não consigo me convencer. Prefiro poucos, mas que interagem, e nesse aspeto tenho tido muita sorte. Gosto da interação e das amizades que se fazem compartilhando em blogs.
    Tenho instagram, é aberto, e com ele tenho descoberto a fotografia. Mas não sigo muitos pois gosto de apreciar de fato as fotos daqueles que sigo, e se acompanhasse 500 perfis (como constato que muita gente faz) não daria conta de centenas de fotos entrando no celular todos os dias! Beijos Elaine!

    ResponderExcluir
  28. Oi Elaine, concordo com você em número, gênero e grau...
    Dicas incríveis..
    bjoss florzinha

    ResponderExcluir
  29. Adorei esse post! Eu acho que o Instagram vai além das blogueiras de moda. Eu sou blogueira de decor e o instagram me ajuda pra caramba! Tem menos gente lá que na fanpage, mas em contrapartida, os leitores interagem mais por lá.
    O pinterest é que preciso aprender a lidar melhor com ele. Uso muito como fonte de pesquisa, mas ainda não compartilho meus posts lá.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  30. Olá!!! Muito interessante e esclarecedor o seu post...
    amo meu blog e pretendo continuar por que ele já faz parte de mim
    e amo essa interação!!!!
    Valeu mesmo...bjs

    ResponderExcluir
  31. Oi Elaine
    Obrigada por participar do mosaico querida!
    Este título do post tinha me preocupado mas depois de ler fiquei tranquila, muito bem explicado para acalmar os corações aflitos!
    Amo seu blog!
    bjos

    ResponderExcluir
  32. Como sempre Elaine um excelente post.
    Estava lendo no tec tudo outro dia onde pesquisas apontam a diminuição de 80% dos usuarios do Facebook, que ao meu ver deveria acabar logo.
    http://www.comosefez.com

    ResponderExcluir
  33. Obrigada pelas dicas Elaine. Seu blog tem me ajudado muito!

    ResponderExcluir
  34. Olá,
    Eu vejo da seguinte forma: se dedicar a fanpage em vez do próprio blog seria como deixar de ser autônomo para trabalhar para o Facebook, e sem receber!
    Por isso, apesar de usar a fanpage em meu benefício, como indica essa postagem, me dedico muito mais a divulgar meu próprio blog.
    Outra coisa que eu queria comentar: percebi que o público do Google Plus interage muito mais nas respostas das postagens nessa rede social. Então eu passei a usar o sistema de comentários do Google Plus no meu blog, e ele traz para o próprio blog os comentários feitos naquela rede social.
    Por isso minhas postagens ainda conseguem ter 20, 30, 40 comentários. Isso também pode ser considerado usar as redes sociais a nosso favor.
    Grande abraço,
    Almir Albuquerque
    Panorâmica Social

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…