Outubro 2013 - * Blog Elaine Gaspareto *

Como divulgar o blog: botões de compartilhamento de postagens

em 30/10/2013

Se você é blogueiro já deve ter se perguntado, ao menos 1 vez na vida:

Qual a melhor forma de divulgar meu blog?

A resposta não é simples, e muito menos definitiva.
Existem muitas coisas que podemos fazer quando o assunto é divulgação. E algumas que não devemos fazer de jeito nenhum!

E como o tema é extenso vou separar essas dicas em 4 postagens, tá?Será uma série chamada Como divulgar o blog.
Ficará assim:
1- Botões de compartilhamento de postagens
2- Agregadores de conteúdo: o que são e como eles podem ajudar seu blog
3- Como criar e enviar o sitemap do blog ao Google?
4-10 erros que cometemos na hora de divulgar o blog

Vou compartilhar um pouco do que eu faço, coisas simples que ajudam na divulgação de meu blog.
Espero que sirva de ajuda para você.

Para começar quero falar sobre algo muito simples, mas que nem sempre a gente faz:

Compartilhar nossas postagens em redes sociais
Facebook, Twitter, Pinterest e até o agonizante Orkut: todas essas redes são excelentes canais de divulgação para nossos blogs.
Mas aí você pode dizer:
E quem tem tempo para fazer tudo isso, toda vez que postar?
E eu respondo: em menos de 5 minutos você pode divulgar seus posts em todas as redes sociais que desejar, de modo simples e em alguns casos até automáticamente.
Vou explicar melhor, tá?

Para começar você precisa urgentemente ter em seu blog todos os botões de compartilhamento possíveis.
Assim, sempre que postar algo basta um clique e a postagem será compartilhada em seus perfis.
Clique:

Mas se você não tem habilidade para lidar com html do blog pode simplesmente usar os botões de compartilhamento nativos do Blogger.
Estes:
 Da esquerda para a direita:
1- Compartilhar por email: abrirá uma página para que você selecione os contatos aos quais quer mandar o link da postagem;
2- Compartilhar no blog: será postado em seu blog o link da postagem, com o começo do texto;
3- Compartilhar no Twitter: será postado um link da postagem em seu perfil;
4- Compartilhar no Facebook: na janela que abrir você define se quer compartilhar em seu perfil ou em uma fanpage que você administre;
5- Compartilhar no Orkut: será postado um link em seu perfil;
6- Compartilhar no Google+: será postado o link em seu perfil;

Ao clicar em qualquer um dos ícones você verá uma janelinha. Basta estar logado em seus perfis sociais e pronto: o compartilhamento é feito!

Uma ressalva quanto ao compartilhamento por email: tudo que é demais é sobra.
Evite ao máximo usar isso em demasia, opte por usar o recurso muito raramente, em ocasiões especiais apenas. Se abusar será marcado como spammer e isso é fatal para um blogueiro.

Qual a diferença entre curtir e compartilhar posts no Facebook?
A diferença é que ao clicar no ícone Compartilhar você define se o fará em seu perfil ou em sua fanpage. E também pode acrescentar algum comentário, caso queira.
Ao clicar em Curtir o link é postado automáticamente em seu perfil pois fanpages não curtem postagens, apenas perfis o fazem.

Dica extra:
Para ativar esses botões nativos do Blogger faça assim:
Estando logado acesse a aba Design de seu blog.
Agora clique em Editar, abaixo de Postagens no blog.
Aparecerá essa caixinha:
Marque a opção Mostrar botões de compartilhamento e salve as alterações.

Para encerrar vou ensinar como ativar os botões de compartilhar do Blogger caso seu template seja muito modificado ou externo ao Blogger.
Faça assim:
Estando logado acesse a aba Modelo de seu blog.
A seguir clique em Editar html.
Dentro da caixa de código tecle Ctrl+F e na barra de busca que abrir cole isso:

 <p class='post-footer-line post-footer-line-3'>

Ou isso, vai depender de qual modelo estiver usando:

<div class='post-footer-line post-footer-line-3'>

Tecle Enter para localizar.
E  imediatamente após o trecho localizado cole código abaixo:

<div class='post-share-buttons'>
<b:include data='post' name='shareButtons'/>
</div>

Salve as alterações.
Prontinho.
Veja no vídeo abaixo como localizar os trechos pedidos e como inserir os códigos dos botões de curtir e retuitar caso seu blog não tenha:

Aproveite e se inscreva em meu canal do Youtube:
Basta estar logado em sua conta Google/Blogger e clicar em Subscribe

Esse artigo foi útil para você?
Então me ajude a divulga-lo clicando nos botões de compartilhamento abaixo!


QUERO LER O POST COMPLETO

Postagens mais lidas com efeito giratório

em 29/10/2013

Postagens mais lidas com efeito giratório

Olá, blogueiro!
Você usa em seu blog o gadget Postagens populares?
Este gadget, nativo do Blogger, é muito útil para manter nosso leitor mais tempo em nosso blog.
Também é útil para mostrar quais são as postagens mais acessadas do blog.
E por ser um gadget que aceita muitas personalizações ele se torna também um elemento interessante para compor o design de nosso blog.

Hoje vou mostrar como instalar o gadget Postagens populares em sua forma mais simples, sem personalização alguma.
Mas também vou ensinar como dar à ele uma bossa, inserindo o efeito giratório nas imagens.
Ficará assim:

Demonstração do tutorial



Para começar você precisa inserir o gadget em seu blog.
Faça assim: acesse o painel administrativo de seu blog e clique na aba Layout.
A seguir clique em Adicionar um gadget e na janela de opções selecione Postagens populares (ou mais vistas, depende de como o Blogger exibe pra ti).
Configure o gadget como preferir, altere o título caso opte por exibir as mais acessadas do mês ou da semana e a seguir salve.
Salve novamente e arraste o gadget para onde deseja que ele apareça.
Caso não queira acrescentar o efeito giratório você concluiu.

Mas se quiser o efeito giratório acesse então a aba Tema e clique em Editar HTML.
Dentro da caixa de código que abrir tecle Ctrl+F e na barra de busca que expandir cole isso:

]]></b:skin>

Tecle Enter para localizar.
Acima da tag localizada cole este código:


Copiar o código



Dicas extras:
Você pode alterar facilmente as cores de seu gadget.
Sempre que houver um código hexadecimal precedido do sinal # ele se refere a uma cor.
No caso do código, por exemplo, essa é a cor: #ff3e96, que é um rosa forte.
Para trocar mude o código hexadecimal #ff3e96 pelo código da cor que preferir.
Não apague o sinal #, nem aspas, nem nada mais, ok?
Aqui tem uma tabela de cores para você escolher: Tabela de cores

Depois de pronto você clica em Salvar modelo.
Viu que simples?

Para te ajudar eu fiz um vídeo mostrando passo a passo como inserir o gadget sem erros em seu blog.
Aperta o play!


Gostou?
Quer se inscrever em meu canal?
Clique em Subscribe!
QUERO LER O POST COMPLETO

Bolo de chocolate perfeito

em 28/10/2013


Sim, ele existe!
O bolo de chocolate macio, fofinho, com cor de chocolate, cheiro de chocolate e com muito recheio de creme de chocolate existe!
Veja a beleza que fica:
Deu vontade?
E se eu disser que, com dicas simples, você vai conseguir fazer sem erros e até com certa facilidade?
Quer a receita?
Vem comigo!

Antes vou dar umas dicas que funcionam comigo e que facilitam na hora de fazer este ou qualquer outro bolo.
  1. Para começar lembre sempre de usar ovos e manteiga ou margarina em temperatura ambiente.
  2. Ao entrar na cozinha para fazer o bolo comece separando os ingredientes, medindo-os corretamente antes de começar a receita. Evita começar e perceber que falta algo.
  3. Depois de separar os ingredientes ligue o forno, coloque em 180º e deixe pré-aquecendo.
  4. Outra coisa boa é peneirar os ingredientes secos. Eu peneiro separado: farinha de trigo, chocolate em pó e fermento. Isso deixa o bolo mais fofinho e mais leve.
  5. Uso sempre açúcar refinado mas se a receita pedir o açúcar cristal ou demerara, por exemplo, em geral eles precisam ser dissolvidos em algum líquido antes para não deixarem o bolo pesadão.
  6. Unte sempre a assadeira. Eu unto apenas o fundo pois se untar as laterais o bolo "encolhe".
  7. No caso do bolo de chocolate eu polvilho chocolate em pó depois de untar. Assim o acabamento do bolo fica melhor. Em bolos brancos polvilho farinha de trigo. Tiro o excesso batendo levemente a assadeira na cuba da pia.
  8. Jamais asse o bolo em temperatura muito alta.Se a temperatura for alta demais as bordas assam antes, fazendo com que o meio suba, causando aquele efeito cogumelo, sabe? Sem contar que pode queimar dos lados e ficar cru no centro.Temperatura sempre abaixo de 180º, tá?
  9. Uma dica de ouro para ter um bolo úmido é colocar uma assadeira com água no chão do forno quando liga-lo para pré-aquecer. Funciona, vai por mim.

Dicas dadas, vamos à receita?
É tão simples que você vai ficar ba-ban-do...

Para a massa separe:
4 ovos
2 xícaras e meia (das de chá) de farinha de trigo
2 xícaras (das de chá) de açúcar
100 gramas de manteiga ou margarina sem sal
1 pitada de sal
1 copo (250 ml.) de água quente
1 beterraba média cozida e amassada como purê (aqui você se pergunta se leu direito. Sim, leu. É beterraba mesmo)
2 xícaras (das de chá) de chocolate em pó de boa qualidade. Não é achocolatado, tá?
1 colher (das de sopa) bem cheia de fermento em pó.

Comece separando as claras das gemas; bata as claras em neve e reserve. Bata as gemas com a margarina ou manteiga e o açúcar até formar um creme fofo e bem homogêneo.
Coloque o purê de beterraba. E continue batendo.


Com a batedeira ligada vá adicionando os ingredientes secos, alternando com a água morna. Se a farinha for muito seca pode ser necessário um pouco mais de água, tá?

Depois que os ingredientes estiverem bem incorporados desligue a batedeira e acrescente as claras em neve, misturando delicadamente, de cima pra baixo. Não é bater, é incorporar.
Para finalizar acrescente o fermento em pó, mexendo delicadamente para não tirar o ar das claras em neve que foram incorporadas.
Despeje sobre a assadeira untada e polvilhada com chocolate em pó e coloque para assar. Eu prefiro assadeira redonda, cerca de 25 centímetros de diâmetro. Forma redonda é melhor para dividir o bolo depois de assado, para rechear.

Não abra o forno antes de ao menos 25 minutos de forno.
Como cada forno é diferente um do outro calcule o tempo como está habituada. Em geral não passa de 40 minutos, em forno até 180º. No meu não leva nem 25 minutos.

Enquanto assa faça o recheio:
Leve ao fogo 2 lata2 de leite condensado, 3 colheres bem cheias de manteiga e 1 xícara(das de chá) bem cheia de chocolate em pó.
Mexa com vontade para não criar gruminhos, até desgrudar do fundo da panela.
Desligue o fogo e acrescente 10 colheres de creme de leite. Mexa bem e deixe esfriar. O creme de leite vai quebrar um pouco o doce do brigadeiro, aveludar o recheio e impedir que ele endureça demais.

Quando o bolo estiver assado deixe-o descansando em uma grade.
Quando estiver quse completamente frio corte-o ao meio.
Eu faço assim: passo uma faca afiada na lateral, marcando onde vou cortar.
A seguir passo uma linha de nylon pela marcação e seguro ambas as pontas da linha. Quando puxamos o corte ao meio foi feito à perfeição.
Separe as metades, recheie, junte as partes e passe uma leve camada do recheio em torno do bolo.
Decore usando raspar e lascas de chocolate ao leite. Se não quiser pode simplesmente cobrir com o creme do recheio. Se tiver um bom granulado de chocolate também fica bom. Tem uns que são quadradinhos, sabe? Uma delícia!

Deixe na geladeira até o momento de servir.
Faz aí e me diz se não é a delícia em forma de bolo!

Ah, sim! A beterraba!
Ela serve para deixar o bolo ainda mais fofo e úmido.
Não deixa gosto, realça a cor e acrescenta fibras.
Pode ser substituída por abobrinha ralada.


QUERO LER O POST COMPLETO

#FollowFriday by Elaine- indicações para animar seu final de semana

em 25/10/2013

Há (ou havia, faz tempo que não apareço por lá) uma prática no Twitter chamada #FollowFriday.
É a #hastag escolhida para indicar perfis interessantes para seguir.
E numa dessas noites quentes e insones eu estava planejando umas postagens para o blog e tive o insight de fazer algo semelhante aqui.

A cada final de semana vou colocar uma lista aqui no blog.
Será bem variada, com blogs legais para conhecer, fanpages para curtir, canais para se inscrever, posts bons para ler... etc.
Será minha versão do #FollowFriday.
Que começa hoje!
Vem comigo!


Uma fanpage para você se inspirar: na cozinha, na bricolagem, nas costurices:
Trata-se da fanpage do blog O Tacho da Pepa, comandado pelas lindonas Lia e Virgínia Agio.
Curte aí, vai!
E não perca as atualizações que as meninas fazem na fanpage! Tem receitas exclusivas, tem dicas, tem compartilhamento de boas ideias.
Tudo original, sem risco de curtir algo plagiado.
Eu atesto!


Um blog pra você ficar linda!
Você gosta de make? Curte vídeos que ensinam maquiagem de um jeito simples?
E se tudo isso vier de uma baita profissional na área?
Quero te apresentar Ana Dutra Makeup:
Além de ser um blog lindo, leve, fácil de navegar e com muitos recursos que facilitam e aperfeiçoam sua experiência como leitor, o blog tem a minha marca já que foi feito por mim.
Vale o clique, pode apostar!
No blog você tem dicas de make, com foco em automaquiagem, dicas de produtinhos e claro, truques de maquiagem de uma profissional da área;
A Ana Dutra é maquiadora em Curitiba, uma lindona que você precisa conhecer!

 A Ana tem canal no Youtube:

Bora se inscrever?

E tem fanpage:
Bora curtir?


E pra encerrar o #FollowbyElaine:

1- Postagem do meu blog que eu recomendo, aquela que eu mais gostei de fazer e que melhor resultado deu:
Como usar os comentários do Facebook junto com os do Blogger- vídeo-aula
Foi fácil escolher, quase não bloguei... que triste isso...

2- Uma receita pra testar na cozinha, aquela que eu li e deu água na boca:

Escondidinho de batata com carne moída.
Receita completinha no blog Panelaterapia.








3- Postagem que me deixou feliz, com vontade de viver, que me fez sentir gratidão pela vida boa que tenho:
Texto lindo, escrito pela Monalise.
Vale a pena ler, pode acreditar em mim!






Aproveite o dia! Aproveite a vida!
QUERO LER O POST COMPLETO

Doença do carrapato: o que é e o que fazer quando ela aparece?

em 24/10/2013

Eu sempre tive cachorros à minha volta, desde que me lembro de mim.
Quando casei fiquei 6 meses sem um por perto, foi o maior tempo que fiquei sozinha, sem cachorro.
Depois de 6 meses adotei o Nick, e ele viveu até os 8 anos.
Na época em que ele morreu eu trabalhava fora, saía de casa às 6 da manhã e voltava perto de 8 da noite, todo dia, a semana toda.

Quando percebi que ele estava doente era tarde demais: o estágio da doença era tão avançado que ele estava cheio de manchas roxas na barriguinha, sem poder se mover.
Cuidei, passava remédio pra aliviar a dor, dava comida na seringa,  o veterinário fez o que pode mas não adiantou. Foi a primeira vez que meu marido chorou por um animal que partia...
Foi meu primeiro contato com a febre do carrapato. Nunca tinha ouvido falar.

Algum tempo depois adotamos a Menininha. Era uma filhotinha tão pequena que passava pelas frestas do portão de casa, cabia na palma da mão.
Ainda filhotinha ela começou a apresentar dificuldade de locomoção, apatia, falta de apetite. Desesperada chamei o veterinário e o exame de sangue acusou febre do carrapato, que no caso dela foi de 2 tipos: a erliquiose e a babesiose.
A erliquiose ataca os glóbulos brancos e a babesiose ataca os glóbulos vermelhos. Ela teve ambas, ao mesmo tempo.
Eu fiquei aterrorizada.

Nessa época eu já trabalhava em casa com minha irmã, e foi isso que salvou a Menininha.
A gente cuidava dela o tempo todo, foram semanas de tratamento. Fazia caldo de carne, dava de seringa. Fazia creme de fígado batido no processador. Eca...
Minha irmã era uma ajuda fundamental, com sua paciência e habilidade. Menininha é doida por ela até hoje...

Como ela era bebezinha conseguiu se recuperar, e ficou apenas com uma sequela da doença: um espasmo na pata direita dianteira, que mexe o tempo todo, acordada ou dormindo.
A sequela se deve ao fato de que a doença ataca o sistema nervoso central.

Sim, acabei ficando craque no assunto.
Depois ainda perdi a Gracinha, mas no caso dela foi uma complicação da doença, a pneumonia.
Esse é o grande problema da doença do carrapato: ela mascara outras doenças, e age silenciosamente.

Estou recordando tudo isso porque no momento que escrevo Princesa está fazendo o segundo exame de sangue da vida dela.
O primeiro foi há um mês, quando percebi uma alteração nela e corri na veterinária.
Fizemos o exame e não deu outra: febre do carrapato.
De novo assombrando minhas meninas.

De lá pra cá foram 21 dias tomando o remédio Doxiciclina e um suplemento de ferro porque a anemia estava intensa devido à doença. Chegamos a pensar que seria preciso uma transfusão de sangue.
Chorei rios, de aflição e medo por ela.

Mas a medicação deu certo, ela reagiu bem.
O fato de ter percebido logo e começado o tratamento rapidamente foi fundamental para a cura.
E ela ser bebezinha também ajuda.
Falta só o exame laboratorial pra confirmar o que o exame clínico já mostrou: ela está bem, graças a deus!

Princesa, de roupinha dada pela Renata. Coisa mais fofa não há...


Vou te dar algumas dicas, de quem já chorou muito com meus amores doentinhos, sofrendo:
Ao menor sinal de alteração em seu cachorro vá ao veterinário. Cachorro abatido, com dificuldade pra respirar, sem apetite, com mucosas esbranquiçadas e olhos lacrimejantes é sinal de alerta imediato.
Não confie em remédios que te indicaram, confie sempre em seu vet.
Em geral o tratamento é feito com Doxiciclina, e supemento de ferro.
Também é preciso dar carne, fígado, tudo o que o cachorro comer ajuda.
Evite leite pois o organismo do cachorro não digere a proteína do leite de vaca.

A veterinária que cuida das minhas meninas se chama Larissa, é uma querida, muito atenciosa e competente.
Aqui a fanpage dela:



Aqui em São Joaquim eu super recomendo!

Encontre um veterinário de sua confiança. Em momentos de aflição é uma bênção poder ser ajudado por um bom profissional!

Leia aqui mais informações sobre a doença do carrapato: http://tudosobrecachorros.com.br/2011/03/doenca-do-carrapato-erlichiose.html


E pra terminar umas fotos das minhas lindezas:

Sou a Princesa da minha casa...

Menininha, minha gordinha linda!



Espoleta. O nome diz tudo, né não?



Minha cachorrinha Brisa
Sou um gremlin? Não, sou a Brisa!


QUERO LER O POST COMPLETO

Páginas numeradas para o blog

em 22/10/2013

Um dos recursos mais bonitos e úteis que uso aqui em meu blog são as páginas numeradas, ao final da área de postagem.
Veja o print:


Existem muitas formas de colocar em seu blog, vou compartilhar 2: uma mais simples, apenas um gadget e a outra mais avançada, que requer mexer no código-fonte do blog.

Para começar, a paginação mais simples:
Acesse a aba Layout de seu blog e clique em Adicionar um gadget. Escolha a opção HTML/JAVASCRIPT e na janela que expandir cole isso:

Copiar o código


Deixei marcado no próprio código tudo que pode ser alterado para que as cores combinem com seu blog.
Depois que terminar a personalização salve o seu gadget e arraste-o para o final do blog. Salve as alterações.

Agora as páginas numeradas que eu uso aqui no blog:
Comece acessando a aba Modelo de seu blog. Clique em Editar html e na caixa do código-fonte tecle Ctrl+F. Na caixinha de busca que abrir digite </body>. Acima disso cole o script que fará a paginação funcionar sem erros:

Copiar o 1º código


Você pode alterar as palavras Anterior e Próxima pelas que desejar. Pode também alterar a quantidade de postagens exibidas por página mudando o número 6 (em displayPageNum=6) pelo de sua preferência.
Se quiser mudar a quantidade de páginas exibidas altere o número 5 (em pageCount=5) pelo número que desejar.
Feito isso salve as alterações.

Agora digite dentro do campo de busca ]]></b:skin> e acima dele cole este código:

Copiar o 2º código


Como você percebe o código é autoexplicativo. Faça as alterações que desejar para que as cores combinem com seu blog e a seguir salve as alterações.

Dicas importantes:
  1. Para que a numeração de páginas funcione é preciso que seu blog seja público pois blogs privados não podem ter a paginação.
  2. É preciso que os feeds de seu blog estejam corretos pois esses gadgets se baseiam nos feeds. Clique aqui e aprenda tudo sobre feeds em um só lugar. 
  3. É preciso que a quantidade de postagens definidas nos códigos seja a mesma definida nas suas configurações do blog. Verifique isso clicando Configurações/ Postagens e comentários.Defina aí, em Mostrar no máximo a quantidade de postagens a serem exibidas.
Não esqueça de salvar se alterar algo, ok?

Gostou?
Se fizer diga nos comentários, gosto de ver...

→Aqui tem um tutorial mais recente com mais uma opção de páginas numeradas para blog

QUERO LER O POST COMPLETO

Vídeo-aula: usar os comentários do blog e do Facebook ao mesmo tempo

em 16/10/2013

Colocar comentários do facebook junto com os do blog
Uma das postagens mais lidas deste blog é aquela onde eu explico como usar os comentários do Facebook junto com os comentários do Blogger.
Veja:

Todo dia eu recebo pedidos de ajuda assim:
1- Não consegui encontrar os trechos que o tutorial pede;
2- Não apareceram os comentários;
3- Só aparecem se já houver comentários feitos;
4- Se já tiver comentários do Blogger os do Facebook não aparecem.

E por aí vai.
Então resolvi gravar essa vídeo-aula, mostrando exatamente como eu faço, tá?
Veja o vídeo até o fim, veja de novo se ficar alguma dúvida.
É exatamente como faço em todos os blogs que personalizo.

Para começar você precisa acessar o tutorial original:

Colocar os comentários do Facebook junto com os do blog

Agora é só apertar o play!


Caso o vídeo não abra pra você assista direto no Youtube:

Gostou?
Então clica em curtir ao final da postagem, compartilhe!
E se inscreva no canal do blog no Youtube; assim você não perde nenhum conteúdo que eu postar lá!
Clique no link ou na imagem abaixo:
canal do blog no youtube


Uma vez lá lique no botão vermelho Inscrever-se!
Bora lá?
Quero tanto chegar aos 500 inscritos rsrsrs


Mas se mesmo vendo o vídeo você não conseguir entre em contato comigo, solicite orçamento e eu faço pra você.

QUERO LER O POST COMPLETO

Minha primeira professora

em 15/10/2013

Frequentei pouco a escola, bem menos do que gostaria, certamente menos do que deveria.
Não digo que estudei pouco, porque estudar eu faço todo dia, o tempo todo.
Mas ir à escola eu fui pouco.Nunca deveria ter desistido...

Entretanto tenho bem nítida na memória cada professora, cada professor que tive.
E cada um deles, de alguma forma, me formou de algum modo.
Impressionante como a gente não esquece os professores!

Entrei na escola em 1980, com pouco mais de 7 anos.
Naquela época eram raras as crianças que entravam aos 6 anos, no pré-primário.
Eu fui direto para a primeira série.

Minha primeira professora se chamava Zenaide, uma japonezinha bem pequenininha, cabelos pretos, lisos e bem curtinhos.
Ela me ensinou a ler e a escrever. Me ensinou como segurar um lápis preto, como desenhar as letras. Minha letra é linda porque ela gostava de elogiar letras bem feitas. E eu gostava de ser elogiada.

Hoje em dia, quando vejo adolescentes de 13 anos cursando a 8ª série sem saber ler de modo fluente me pergunto se faltam donas Zenaides nas salas de aula.
Ou se falta, como suspeito, uma forma mais eficiente de lidar com a educação.

Aqui no estado de São Paulo o governo do PSDB vem descaracterizando de tal forma o ensino que em nada lembra o meu tempo de escola, onde era preciso sim estudar para passar de ano...
Aqui a aprovação, nesse momento em que escrevo, é automática. Basta ter 75% de presença em sala e tá aprovado. Mesmo que não saiba ler o próprio nome.
Meninos e meninas de 12 anos sabem usar um tablet. Mas não conseguem ler uma sentença completa sem gaguejar como nem uma menina de 8 anos faria em 1980...

Tenho amigas professoras. A vida não está fácil.
É preciso um relatório amplo se alguma delas insiste em reter um aluno para recuperação. Quase uma inquisição desce sobre a professora rebelde ao sistema...
O que dona Zenaide ganharia se lecionasse hoje é menos do que a gente imagina. Tenho uma amiga que recebe menos de 800 reais por mês. Ela é responsável pela educação de 36 crianças em uma sala de aula do período da tarde.

Nos anos 80 o máximo da rebeldia que um aluno se atrevia a fazer era responder de forma mal educada ao professor.
Hoje o professor apanha dentro da sala de aula.
Sim, aconteceu aqui em minha cidade: o garoto de 11 anos socou a professora, e ao ser repreendido e suspenso destruiu o carro dela.
A mãe o ajudou. E chamou a professora de puta na rádio da cidade...
Tenho medo por minhas amigas que lecionam.

De vez em quando cruzo com dona Zenaide na rua. Ela está bem velhinha, um pouco encurvada, cabelos pretos e curtos.
Mudei tanto, mas tanto, que ela não me reconhece, claro.
Mas eu a reconheço.
E me lembro da enorme régua de madeira, daquelas largas, com a qual ela apontava as letras na lousa.... e as letras iam se juntando, e formando palavras, coisa mais incrível!
Um dia, na rua com meu pai, eu li um letreiro enorme em um bar. Era um letreiro da Skol; li tudo, em voz alta.
Meu pai riu comigo naquele dia.
Eu havia aprendido a ler.
Graças à dona Zenaide.

Tive outros professores depois. Que tanto me influenciaram.
Dona Nora, que me abriu o mundo dos livros; Márcio, que fora perseguido na ditadura e me ensinou a amar história e a questionar as coisas. Dona Ivani, melhor professora de português que tive, até hoje uso o truque que ela ensinou para errar menos ao escrever.
Ela dizia: "feche os olhos e visualize a palavra. Se ela estiver feia tem grandes chances de estar escrita de modo errado".
Raramente falha.

E mais do que me ensinar a ler e escrever, mais do que amar os livros e entender história, cada professor que tive deixou algo pessoal em mim.
Passaram pela minha vida e fizeram diferença na pessoa que sou hoje.
Que posso dizer?
Obrigada!
A cada professor que tive!
E obrigada especialmente hoje a cada professor que lê meu blog, que entrou em minha vida através deste blog.
Parabéns!
Você, professor e professora, faz a diferença!


QUERO LER O POST COMPLETO

Notícias de mim

em 14/10/2013

Há tanto tempo eu não falo de mim aqui no blog, não é?
Não que seja falta do que falar, muito ao contrário aliás.
Mas é que esqueci que esse blog é minha casinha também.
Nunca deveria ter esquecido isso...

Quando, em setembro de 2008, eu criei esse blog, estava vivendo uma fase muito ruim e confusa.
Estava com princípio de depressão, chorava o tempo todo, estava sem trabalho e de certa forma o blog me ajudou, me deu uma janela para o mundo, me fez descobrir novos interesses e habilidades.
O blog me fez bem.

Naquela época eu achava que não poderia haver fase pior, achava que estava vivendo o pior momento da minha vida.
Pois bem: 5 anos depois eu vejo como fui tola. Vivi muitos outros momentos piores, e nesse exato momento vivo um momento muito parecido com aquele, de 5 anos atrás. Mas isso é assunto pra outro papo...

Mas vou te contar o que anda sucedendo (fisicamente) com minha pessoa.
Há cerca de 2 anos eu tive que extrair 3 dentes.
Naquela época o dentista disse que eu precisava tratar um problema na gengiva.
Tratamos, mas ele voltou e a coisa foi tão tensa que há uns 15 dias fui ao dentista de novo pois 2 dentes (da frente, #mimata) ficaram instáveis.
Era tarde demais, uma inflamação causou a perda da raiz e os dentes foram extraídos.
Daí na semana seguinte, quando devia fazer a cirurgia pra colocar próteses (ai que medo que passei) descobrimos uma infecção.
Para resumir: 2 semanas tratando a infecção, e na sexta-feira passada finalmente a cirurgia pra colocação da armação de metal com as próteses pode ser feita.
Foi horrível porque eu sou muito fresca, sabe?

Tive, e ainda tenho, enjoos fortes porque a língua toca na armação e lá vem a onda de enjoo.
Não posso falar porque preciso repousar a mandíbula. E porque dá enjoo.
E a dor da adaptação.
Caramba, como dói!
Sem contar a dor da fome porque comer, nesse momento, é uma coisa muito, muito complicada.Nunca comi/bebi tanto caldinho rsrsrsr

E no meio disso tudo passei quase 1 mês com pedreiros em casa.
Finalmente a ideia do home-office saiu do campo do sonho pra virar projeto e por fim, realidade.
Tá pronto (ou quase) mas de prévia mostro só o começo.

Espia como estava meu quarto, exatamente onde eu trabalhava, enquanto eu sofria com a danada da infecção:
Menininha firme e forte comigo, até pedaço de tijolo ela suportou pra ficar ao meu lado...
Eu estou ali, essa quebradeira foi ás minhas costas.
Nem creio que sobrevivi!

Foi rápido, graças ao pedreiro que trabalhou sábado, domingo, de noite. Um santo, rápido e paciente!
Veja a pessoa em ação:

Ali ao lado era minha cama. Nem gosto de lembrar rsrsrs

Depois, quando eu estiver 100% tiro fotos e mostro como está tudo, como ficou a casinha.
Nesse momento estou em semi-repouso, trabalho um pouquinho, deito um pouquinho.
Mas essa semana devo estar completamente boa de novo.

E de volta ao trabalho normal, na esperança de conseguir atender todos os blogs que agendei antes de ficar de molho.
Me aguardem, prometo que tô chegando!


Dia 28 de setembro passado meu blog completou 5 anos, como eu disse no começo.
Foi uma pena eu estar tão desorientada e nem comemoração eu tive pique pra fazer.

Na descrição que fiz para este blog há 5 anos eu disse o seguinte:
Esse blog é sobre mim, sobre o que eu faço ou o que fazem a mim; sobre o que eu digo ou que dizem a mim.
Também é sobre o que penso, sinto, quero, sonho.

Nos últimos tempos eu esqueci disso, esqueci que esse blog é meu, é parte integrante de mim.
E que se eu perder isso esse blog deixará de ser o que é. Seria outra coisa, talvez melhor, talvez mais interessante...mas não seria mais eu.
E isso eu não quero que aconteça porque o diferencial desse blog, no fim das contas, sou eu.
Percebi que estava perdendo minha essência.
Mas não vou mais deixar isso acontecer.

Não é?

QUERO LER O POST COMPLETO

Como tornar seu blog simpático aos leitores?

em 07/10/2013

Semanalmente eu recebo uns 20 emails que, com pequenas variações, trazem as mesmas questões:
Como fazer meu blog ser mais acessado? Como ter mais comentários? Como aumentar as visualizações? Como ter mais seguidores? Como fazer meu blog crescer?


São muitas perguntas, e dentro do meu trabalho de assessoria eu descobri que muitas vezes as respostas mais eficazes são as mais simples.
Vou compartilhar com você algumas dicas minhas, que funcionam pra mim embora possam não funcionar para mais ninguém.
São dicas, baseadas em minha (pouca) experiência como blogueira. Coisas simples que fui percebendo ao longo do tempo e que apliquei ao meu blog, devagar e com constância.
Repito: são dicas, experiências minhas, e não regras. Simplesmente porque regras não funcionam para todos os tipos de blogs. Nem de blogueiros.

Para começar, o mais básico de tudo:

Você simplifica ou complica o acesso ao seu blog?

Blogs pesadões, com muitas coisas antes da postagem (gadgets, enfeites, gifs, excesso de publicidade, etc) desanimam o leitor, que precisa ficar procurando até achar a postagem.
E lembre sempre que blogs com excesso de gifs e elementos em javascript demoram mais para abrir. Planos de fundo muito pesados, cabeçalhos gigantescos, e falta de navegabilidade (dificuldade em localizar as coisas) também tornam o blog mais inacessível e portanto com menos probabilidade em atrair leitores novos e manter os leitores regulares.

A dica é: desloque os enfeites dos quais não conseguir se desapegar para o final do blog, ou no máximo coloque um ou dois na sidebar. Destaque sua postagem com título em fonte diferente da fonte do texto, com cores mais chamativas. Deixe que seu leitor perceba claramente onde começa a postagem. Olhe seu blog e organize-o como se fosse uma casinha: arrumado, bonito e com as coisas importantes à vista.

Aprenda aqui a trocar o plano de fundo de seu blog


Outra coisa que eu não recomendo são as janelas pop up imensas que abrem assim que a gente acessa alguns blogs e impedem que o conteúdo seja lido se a gente não clicar, seja janela para curtir fanpage, seja para assinar os feeds.
Não sei você mas eu fecho a página na hora, acho essas janelas invasivas demais. Como vou assinar algo cujo conteúdo eu nem vi ainda? Ou como vou curtir algo que nem conheço?

A dica é:  coloque o box de curtir sua fanpage na sidebar, bem como a opção de assinar o feed do blog. Evite tudo que dificulte o acesso do leitor ao que de fato importa no seu blog: o conteúdo!

Aprenda aqui como criar o box de curtir do Facebook

Você deixa que os leitores comentem em seu blog?

Sim, a pergunta é esquisita mas faz sentido.
Alguns blogs insistem em manter a verificação de palavras para validar o comentário. E aquelas letrinhas são de doer, irritantes demais.
A dica é: retire, please, a verificação de palavras de seu blog.

Vou te mostrar como fazer:
Acesse a aba Configurações, em seu painel do blog. A seguir selecione a opção Postagens e comentários.
Assim:
 Na página que abrir localize a opção Mostrar verificação de palavras. Selecione Não.
Salve as alterações.

Ainda na questão dos comentários uma coisa que eu prefiro é que o link para comentar esteja ao final da postagem e não abaixo do título. A gente está mais habituado a ler primeiro e comentar depois, então em termos de lógica é mais adequado que o link para comentar esteja ao final do texto.

Procure destacar esse link. Aqui no blog, por exemplo, eu coloquei a frase  Clique aqui para comentar também. E posicionei o link à direita, destacando-o bem.

Para mudar a frase padrão Comentários faça assim:
Acesse a aba Layout de seu blog e abaixo de Postagens no blog clique em Editar. Assim:


Na janela que abrir escreva a frase que deseja para destacar onde clicar para comentar. Veja:

A seguir clique em Salvar e também em Salvar alterações.

Para posicionar o link de comentários à direita como eu fiz acesse o código-fonte de seu blog e localize este trecho:
]]></b:skin>

Acima dele cole isso:

.comment-link {
float: right;
font: normal 16px 'arial';
text-transform:none;
} 

Você pode mudar a fonte se quiser (no código está 'arial') e também o tamanho dela, que no código está em 16px. Salve as alterações. Caso não goste basta apagar o código e salvar novamente.

*Para copiar o código posicione o mouse sobre ele e clique no primeiro ícone que aparecer; uma janela abrirá e você poderá então copiar tudo.


Toda essa parte "técnica" é muito importante, mas nada substitui a educação, a generosidade e a gratidão. Sim, gratidão pelas visitas e pelos comentários recebidos.Imagine que entre milhões de blogs aquela pessoa escolheu ler e comentar o seu. Eu sinto essa gratidão a todo momento, a cada comentário que recebo. Me dói o coração não conseguir responder todo mundo....

Para ter mais comentários em seu blog a dica é simples: ser antipático, ser inacessível, ser grosso e ser arrogante não vai fazer a pessoa querer interagir com você através do seu blog. E o leitor só vai se sentir motivado a comentar se sentir que haverá um mínimo de acolhimento.
E neste vasto mundo dos blogs as pessoas buscam sim amizade, afeto e acolhimento.

Pois um blog só cresce de fato e se mantém se formar laços.
Esse é o caminho mais seguro para crescer.
Não é?



QUERO LER O POST COMPLETO

Aspirador de pó industrial: você conhece?

em 03/10/2013

Você já se perguntou como a limpeza de áreas muito grandes e com grande volume de tráfego é feita?
Eu já.
Quando meu marido esteve internado no final do ano passado e começo deste no HC de Ribeirão Preto eu via o quão limpo eram os corredores, as áreas internas sempre impecáveis, sempre sem um resquício sequer de pó...
E quando entrei em um shopping pela primeira vez (acredite, aos 40 anos rsrsrs) também fiquei pasma com o piso impecável. Cadê poeira de terra vermelha que cobre tudo aqui na região onde moro?
Claro que o capricho das pessoas responsáveis pela limpeza, tanto do shopping quanto (e especialmente) do hospital fazem a diferença, mas há umas coisinhas tecnológicas que ajudam, e muito.
Uma dessas coisas é, sem dúvida, o aspirador de pó industrial.
O texto abaixo fala um pouco mais sobre esse produto.
Vem comigo, e conheça um pouco mais sobre esse assunto:

Aspirador de Pó Industrial para Empresas e Hospitais 


A empresa Aspirador de pó tem 11 anos no mercado de Extratoras e Aspiradores de Pó Industriais, com produtos de qualidade comprovada e bom preço. Temos Aspiradores de pó Industriais para várias finalidades!

Nossos aspiradores de pó industriais, além de todas as vantagens práticas que podem oferecer, são fabricados no Brasil, possuem tecnologia de ponta e design italianos.

Somos especializados em aspirador de pó industrial, aspiradores de água e extratoras. Os nossos aspiradores e extratoras são oferecidos com tanques em aço inox e cabeçotes em plástico injetado de alto impacto.

Confira abaixo alguns de nossos produtos:

 Aspirador Profissional Industrial Ciclone

Aspirador profissional e Industrial para pó e líquidos, usado em diversas situações de sujeiras mais específicas como poeiras muito finas, e líquidos agressivos.
É ideal para indústria, prestadoras de serviços, limpeza pós obra, construção civil e outras atividades que tenham a necessidade de um equipamento mais robusto e eficiente.

Este aspirador tem o menor custo benefício de sua categoria.


Aspirador de Pó Profissional - Ônix Kanguru

Reunimos todas as boas qualidades dos bons aspiradores de pó industrial (profissional/industrial) do mercado em um só aspirador e assim nasceu o aspirador Ônix Kanguru.
Trata-se de um  Aspirador Industrial para sólidos e líquidos. Ele possui 2 motores bi-turbo de 1.200 watts cada um.
Os resíduos aspirados são coletados diretamente em um saco de lixo comum (encontrados facilmente no mercado)  para serem descartados ou reaproveitados. Possui também um tanque em aço inox com 62 litros (liquido) ou 110 litros (bruto) além de muitos outros recursos!
Clique aqui e conheça as especificações mais detalhadas do aspirador Ônix Kanguru.

Extratoras



Estes são os modelos de extratoras nk 35 e nk 50, que  além da eficiência e da alta tecnologia possuem um design que se adapta à qualquer ambiente, desde  indústrias, hotéis e hospitais.
São aspiradores de pó muito requisitado também nas residências.


Devido à grande variedade de modelos que comercializamos, para facilitar sua escolha e fornecer o maior número possível de informações acerca de cada produto acesse nosso site:

 Caso prefira entre em contato direto com nossa Central de atendimento:

FONES: (11) 3409-3577 / (11) 3423-6363 / (11) 4361-9742

Representante São Paulo: (11) 99601-9741

QUERO LER O POST COMPLETO

Modelo pronto para comentários do blog

em 01/10/2013


Olá, querido leitor!
Mais um modelo para a área de comentários do blog.
Depois de pronto ficará assim:
modelo de comentário personalizado pronto para usar


 Para ter em seu blog é muito simples!
Comece acessando a aba Modelo.
A seguir clique em Editar html e dentro da caixa de código tecle Ctrl+F. Na barra de busca que expandir cole isso:

/* Comments
----------------------------------------------- */


Dê Enter para localizar.
Caso seu template nunca tenha sido alterado nessa parte você verá esse código, ou algo semelhante a isso:


/* Comments
----------------------------------------------- */
.comments .comments-content .icon.blog-author {
  background-repeat: no-repeat;
  background-image: url(data:image/png;base64,
iVBORw0KGgoAAAANSUhEUgAAABIAAAASCAYAAABWzo5XAAAAAXNSR0IArs4c6QAAAAZiS0dEAP8A/wD/oL2nkwAAAAlwSFlzAAALEgAACxIB0t1+/AAAAAd0SU1FB9sLFwMeCjjhcOMAAAD+SURBVDjLtZSvTgNBEIe/WRRnm3U8RC1neQdsm1zSBIU9VVF1FkUguQQsD9ITmD7ECZIJSE4OZo9stoVjC/zc7ky+zH9hXwVwDpTAWWLrgS3QAe8AZgaAJI5zYAmc8r0G4AH
YHQKVwII8PZrZFsBFkeRCABYiMh9BRUhnSkPTNCtVXYXURi1F
pBDgArj8QU1eVXUzfnjv7yP7kwu1mYrkWlU33vs1QNu2qU8pw
N0UpKoqokjWwCztrMuBhEhmh8bD5UDqur75asbcX0BGUB9/HAMB+r32hznJgXy2v0sGLBcyAJ1EK3LFcbo1s91JeLwAbwGYu7TP/3ZGfnXYPgAVNngtqatUNgAAAABJRU5ErkJggg==);
}
.comments .comments-content .loadmore a {
  background: $(content.background.color) $(content.background.gradient) repeat-x scroll top left;
}
.comments .comments-content .loadmore a {
  border-top: 1px solid $(widget.title.border.bevel.color);
  border-bottom: 1px solid $(widget.title.border.bevel.color);
}
.comments .comment-thread.inline-thread {
  background: $(content.background.color) $(content.background.gradient) repeat-x scroll top left;
}
.comments .continue {
  border-top: 2px solid $(widget.title.border.bevel.color);
}


Em alguns templates pode estar diferente.
O importante é você localizar toda a área referente aos comentários e substitui-la pelo código abaixo:

Copiar o código


No código deixei tudo marcado, assim fica simples alterar cores e fontes.
Depois de pronto clique em Salvar alterações.


Mais dicas:
Caso um dia queira alterar ou reverter basta apagar o código inserido.
Aqui tem uma tabela de cores para você usar e escolher as cores que desejar.
QUERO LER O POST COMPLETO

Como agendar postagens em sua fanpage?

Esta semana a fanpage do blog bateu os 4.500 mil curtidores!
Eba!!!
Feliz, feliz, feliz!
E como forma de marcar a conquista estou planejando uma série de melhorias na fanpage do blog.
E conforme eu for fazendo vou postar de vez em quando algumas dicas específicas para fanpages. O que eu aprender e testar compartilho com você, tá?

Leia aqui o que publiquei sobre o que é e para o que serve uma fanpage:

Para o que serve uma fanpage?


Para começar uma dica simples mas que ajuda muito quem, como eu, não tem muito tempo disponível para entrar sempre no Facebook: programar as postagens na fanpage!

Claro que o ideal seria estar online sempre, mas como não dá programar é uma boa, alimenta a fanpage e permite planejar certinho o que publicar nela.
Eu reservei uma hora por semana para fazer isso, então programo a semana toda e diariamente compartilho apenas o post do dia, caso tenha.
Vamos aprender?

Como programar as postagens na fanpage

Acesse a fanpage cujas postagens deseja programar e digite sua postagem normalmente.
Depois de pronto, com link e imagens caso queira clique no ícone do reloginho (primeiro ícone à esquerda). Selecione o ano, depois o mês, o dia, a hora e os minutos da postagem.
Depois de escolher tudo clique em Programar.

Vai abrir uma janelinha de confirmação, clique em Ver registros de atividades caso queira ver tudo o que está programado ou simplesmente em Fechar.

Tá programada sua postagem.
Facinho, né?

Importante:
É possível programar postagens em perfis. Apenas que essas postagens precisam ser programadas na timeline e não na área destinada à atualização de status.
Daí o procedimento é o mesmo.

Aproveite e curta a fanpage do blog:

QUERO LER O POST COMPLETO


Visualizações

Contando...

Dias online
Postagens
comentários