O que é mesmo plágio? Continuação do (debate) artigo anterior

em 27 de setembro de 2013


No começo de setembro (como o tempo voa...) eu publiquei um artigo com algumas perguntas e questionamentos sobre o que é e o que não é plágio.
Relembre aqui::
O que é e o que não é plágio no mundo dos blogs?

Foi uma das postagens mais acessadas dos últimos tempos, chegou a mais de 5 mil acessos únicos desde a publicação. E cada comentário postado acrescentou algo ao assunto, levantou outros pontos, e me fez ler ainda mais sobre o tema.

Conforme eu prometi no artigo vou desenvolver mais um pouco o assunto, com base nos comentários e sobretudo nos questionamentos que deixei na primeira parte desse artigo.
Claro que não pretendo esgotar o tema, seria impossível dada a quantidade de comentários.
Então nessa 2ª parte vou focar no quesito imagens, tá?

Vamos por tópicos, tá?
Vem comigo!

Antes de mais nada, qual a definição de plágio?

Vou responder com base no que diz a lei, no que diz o dicionário mas focando/adaptando ao mundo dos blogs, ok?
Explico isso porque plágio com foco no mundo acadêmico, por exemplo, tem outra abrangência.
Meu foco, aqui, são os blogs, e por extensão, fanpages que em geral são vinculadas a blogs e/ou lojas virtuais.

Em palavras simples:
Plágio é o ato de assumir como sua a criação de outra pessoa. Seja essa criação uma receita, uma foto, um texto, uma poesia, um post.
Se não foi você que fez e ainda assim posta em seu blog como se fosse seu ou dando a entender que foi você que fez, então isso é plágio.

Mas nem tudo o que postamos em nosso blog, que não foi feito ou escrito por nós, é classificado como plágio.
Há o que chamamos contrafação.

Contrafação

Caso você poste uma foto, receita, texto completo ou trechos dele, passo a passo de artesanato ou de maquiagem e ao final da postagem coloque o link dizendo de onde retirou o material não é plágio.
Mas ainda assim é errado.
Chama-se contrafação. E é errado, caso o autor do texto ou dono da imagem não tenha autorizado clara e expressamente.

E para o Blogger e Wordpress a punição é a mesma: caso seja denunciado e a denúncia aceita seu blog será notificado, seu post revertido para rascunho ou deletado.
E se houver reincidência seu blog pode ser deletado e sua conta Google/Blogger suspensa ou excluída.
Se você usa o Adsense para monetizar seu blog ele será cancelado.
Sim, acontece sim.

Mas isso não é o pior.
Para mim o pior é a fama de ladrão de conteúdo. Essa, uma vez que pega, gruda quiném cola do rótulo azul...
Acredite em mim: sempre, sempre, sempre alguém descobre se um passo a passo for plagiado. Se fotos com direitos autorais forem postadas em outro lugar, se um texto for plagiado sempre as pessoas saberão.
E se o dono fizer barulho o prejuízo à reputação de quem plagiou pode ser irreversível.

Resumindo:
Não tem link para o post de origem, e dá a entender que foi feito pelo dono do blog que copiou e colou: é plágio;
Tem link, mas foi todo feito na base do Crtl+C Crtl+V é contrafação.
E são passíveis da mesma punição pelo Blogger, Facebook e WP.


 Diante da explicação mais técnica, vamos relembrar os exemplos que dei no post anterior:
(para entender você precisa ler o artigo http://www.elainegaspareto.com/2013/09/o-que-e-e-o-que-nao-e-plagio-no-mundo-dos-blogs.html)

Exemplo 1:
Nesse caso não há plágio, nem mesmo contrafação. Um bolo de chocolate, como citado no exemplo, é algo que devido à forma, se torna impossível de creditar. A menos que tenha algo realmente inovador e extremamente característico em sua composição.

Exemplo 2:
A foto do bolo de laranja foi feita por alguém. Trata-se de uma foto pessoal, real. Se deseja usar, peça. Se não pedir e não linkar de onde tirou é plágio, uso indevido de imagem.Se linkar e usar sem autorização é uso indevido de imagem.

Exemplo 3:
Plágio. Sem mais. Já perdi a conta de quantas artesãs conseguiram que o Elo 7 e o Facebook retirassem imagens que estavam sendo usadas como 'meramente ilustrativas'.
Se não fosse errado porque as plataformas entrariam em ação???

Exemplo 4:
Plágio por uso indevido de imagem.
Não é homenagem, é apropriação indevida.
Não me questione, questione o Blogger, WP e similares.
Com ou sem link, se a denúncia for feita e aceita o blog infrator será punido.

Exemplo 5:
Se a foto é pessoal, está com link e foi usada sem autorização, é contrafação. Se está sem link é plágio. ambos os casos são passíveis de punição.
Mas nesse caso eu acredito que deva prevalecer o bom senso.
Pergunto: o que vale mais: uma imagem ou um link?
Se é apenas 1 foto que esteja sendo usada para ilustrar um artigo, mesmo que sem autorização, acho que vale como divulgação. Desde que contenha o link para o blog de origem.
Sejamos sensatos, concorda?
Nem sempre é preciso fazer um cavalo de batalha.
Às vezes a divulgação do blog da gente é mais importante do que levar tudo ao pé da letra...

Exemplo 6:
Plágio, claro e óbvio. Falta de ética, falta de bom senso e sobretudo desonestidade.
Sim, desonestidade, já que copiar o trabalho dos outros e receber elogios é muito feio...
Deve ser denunciado.


Agora quero usar alguns dos comentários do post original para desenvolver temas que podem ajudar mais pessoas a compreender melhor o assunto:

Rosana Costa comentou que acreditava que as fotos encontradas via Google Imagens estavam 'libertas" dos direitos autorais. Ela percebeu que não é assim, e passou a creditar.
Ela está certa em creditar, embora eu ache que sempre que possível é melhor pedir autorização ou melhor ainda, ter suas próprias fotos. Me refiro a fotos pessoais, claro.
Quando se trata de ilustrar um post penso que deve prevalecer o bom senso. Não faça com os outros o que não quer que façam com você.

Sempre que buscamos uma imagem no Google, ao encontrar, aparece essa tela:
Pesquisei na internet, via Google Imagens, por 'latinhas encapadas com tecido'.
Os primeiros resultados foram do blog da Neli, o lindo (eu que fiz) Caprichos by Neli.

Se você prestar atenção verá o aviso:
As imagens podem ter direitos autorais.
Isso quer dizer que se você quer usar as fotos deve pedir ao dono delas. Ou linkar corretamente, deixando claro que a foto não é sua, que não foi você que encapou as latinhas.

E compartilhar uma foto, com link, tudo bem. A gente fica muito feliz quando divulgam um post nosso. Pra mim nem precisa pedir, basta avisar pra eu ver e ficar feliz.
Eu fico radiante!!!

Mas ir ao blog e copiar o post todo, e somente ao final colocar um link não pode.
Não, não pode.
Não mesmo.
De jeito nenhum.
Tá?
Sem link, então... é crime, é feio, é bobo e você queimará o próprio filme se fizer.

A Juliana Medeiros pergunta se mesmo creditando as imagens ainda está errado.
Minha opinião: nem sempre dá pra saber quem é o dono de fato da foto. Se ela tiver marca d'água dá pra saber, mas se for ilustração não dá. desenhos, gifs, etc, também não dá.
Então minha dica é: se for possível creditar, faça-o. Se não for, credite de onde pegou: Flickr, Pinterest, We Heart It, etc

A Malu Machado pergunta se ao colocar parte de um texto na fanpage dela, seguido de uma descrição sobre o autor e o link para o blog dele seria errado, já que ela usa trechos de textos de outrem para promover a própria página.
Minha opinião: se o dono do texto é avisado, se é apenas um trecho e não textos inteiros e sobretudo se tem o link, deixando claro que o texto não é dela, então é certinho, na verdade é uma forma de divulgação muito bem-vinda.

A Pandora encontrou um tipo de plágio muito complicado de provar:
A pessoa pegou a resenha dela, cortou, editou, e postou como sendo própria.
Mas aviso que, embora mais difícil de provar, não é impossível. Se houver uma correspondência de 50% (salvo engano) entre o texto original e o plágio Blogger e WP acatam a denúncia.

E aí entra a regra de ouro, citada pela Cynthia:
Se eu encontro um texto ou foto minha postada sem meu consentimento em outro blog e faço a denúncia e esta denúncia é acatada, então quem está certo?
Pelos Termos de uso do Blogger o denunciante está certo. Se não fosse assim por que Blogger, Facebook, Wp, etc dariam ouvidos e entrariam em ação?

Vale lembrar que tanto Blogger quanto WP seguem as leis dos EUA, a DMCA (Digital Millennium Copyright Act), por isso não importa o país de onde a denúncia surja, a lei a ser seguida será sempre a americana. E ela é rigorosa.



Para encerrar essa parte eu quero citar as palavras da Jussara, do blog Palavras Vagabundas:
"... antes de ser plágio ou não o que falta é educação mínima, onde tudo pode ser pego e usado, como se a internet fosse a terra de ninguém.".
Concordo muito com essa fala, ela resume bem o que penso.




Farei uma 3ª parte, para falar mais especificamente dos textos e tutoriais. E também quero falar sobre o motivo pelo qual não devemos autorizar que nossos textos sejam repostados em outros blogs.
É ´serio isso, pode crer!

Ah, e também quero te contar como eu agi quando fui punida pelo Blogger devido à uma acusação de plágio.
Sim, eu fui mesmo denunciada e punida.
No próximo artigo eu te conto tudinho.
Sim, eu conto, pode esperar!

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

44 comentários , comente também!

  1. Pois é, tudo muito complicado!
    Uma linda 6ª feira!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine.
    Muito boa explicação. É sempre importante saber como agir correctamente.
    Beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom este assunto, eu tenho todo o cuidado, porque sei o quanto nos empenhamos ao criar algo, seja arte, seja um comentário e alguém vem e copia sem se importar com isso, acredito que são pessoas que não tem brilho próprio, para estas copiar algo de outrem é normal, mas não é. Tenho visitado muitos blogs, e muitos me inspiram, mas faço tudo com meu material, meus comentários e ainda dou crédito. Também já vi algo meu em um blog, só comuniquei a pessoa do blog.

    ResponderExcluir
  4. Oi Eliane,
    Maravilhosa essa explicação.
    Gostaria se possível que você também dissesse como fazemos para denunciar quando uma foto nossa é pega sem autorização.
    Beijos e parabéns mais uma vez, você brilhou.

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine!
    Excelente explanação, muito esclarecedor...parabéns e obrigado por todas informações que partilha conosco =))
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Esclarecedor ao extremo!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom,aprender mais sobre alguns assuntos :) bjs

    ResponderExcluir
  8. Muito bom saber essas coisas. Eu já tive um texto copiado e difundido por vários blogues como comentário de outra pessoa. É assim. Eu fiz uma postagem de comemoração do 25 de Abril, com uma critica ao que os desmandos dos vários governos tinham feito dos ideais da revolução. A pessoa leu o post, e aplicou tipo carimbo em todos os blogues que visitou e tinham postagem sobre o assunto. Muitos eram amigos e já tinham lido o meu post e por isso me avisaram.
    Outra coisa, eu tenho um blogue de divulgação de poesia no feminino. Os poemas eu retiro de livros, ou da net, são devidamente identificados, e acompanhados de uma pequena biografia da autora. Quando esta está na net e tem blogue, ponho o link do blogue. Nunca tive problemas e já recebi agradecimentos de algumas autoras. Mas as fotos é diferente. Raramente tenho fotos minhas, que se enquadrem no post. Costumo recorrer a fotos de bancos de imagens free, como o Dreamstime. Será que tenho de dizer onde fui buscar a foto? É que costumo por só "foto da net".
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  9. gostria de saber como falar com a autora do blog, onde entro na página para pedir as permissões, oseu mesmo, como coloco seu selo no meu blog? responda por favor

    ResponderExcluir
  10. Oi, Elaine, tudo bem? Bem explanado esse assunto complicado. Minha dúvida seria sobre as imagens. Às vezes, ao buscarmos imagens no google images encontramos a mesma imagem postada em vários lugares e às vezes tratando de assuntos bem diferentes, para ilustrarem posts. Quando isso acontece, podemos considerar essas imagens como públicas pois, assim como a receita do bolo de chocolate, ela se repete com frequência na internet?

    E os bancos de imagens grátis que não têm marca d'água? Será que podemos confiar neles?

    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Elaine, tudo bem?

    Parabéns pela bela explanação sobre um assunto tão controverso.

    Gostaria de colaborar com o tema com uma questão: imagens. E quando encontramos, via google images, uma mesma imagem postada em vários lugares, ilustrando posts de conteúdo às vezes completamente diferentes? Elas se comportam como a receita do bolo de chocolate? Se tornaram públicas?

    E os bancos de imagens grátis, alguns sem a marca d'água, eles são confiáveis ou temos sempre que dar crédito? Qual a tua opinião sobre eles?

    Um beijo e fique com Deus.

    ResponderExcluir
  12. Oi Elaine,
    Adorei os 2 posts (li o anterior agora para depois ler este). Esta história de fotos é muito difícil. Eu tento encontrar o dono da foto até a exaustão, quando não consigo coloco "via LINK DO SITE ONDE CONSEGUI".
    Sou copiadíssima nas montagens de looks que faço, por isto deixo uma assinatura naquelas montagens, mas já vi alguns blogs que apagaram minha marca para postar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. como sempre: espetacular!!!!!
    adorei e deixou tudo mais entendível, rsrsrsrs
    Tô ansiosa aguardo as cenas dos próximos capítulos rsrsrsr
    Beijão da Ju

    ResponderExcluir
  14. Oi, Elaine!
    Adorei sua postagem. Adoro o seu blog e sempre aprendo muito com ele.
    Mas estou até com medo de fazer uma pergunta, rsrs
    Mas vamos lá...
    Eu tenho dois blogs e o meu segundo blog eu criei para disponibilizar conteúdo de revistas de artesanato antigas que eu possuo e pretendo me desfazer. Eu não digitalizo toda a revista, somente algumas receitas que gosto mais. Coloco o nome da revista, o número e o ano da mesma.
    Ninguém nunca reclamou, mas já tem meses que não posto mais nada lá porque estou na dúvida se estou fazendo algo errado.
    Existe um tempo que a revista vira domínio público?
    Posso postar parte de uma revista dando os devidos créditos sem estar cometendo algum tipo de plágio.
    Eu acho que já sei a resposta, mas confirme para mim, por favor? Porque se não for legal eu vou deletar o meu segundo blog.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gladys, eu já vi um caso em que a editora enviou uma notificação extra-judicial à uma blogueira que fazia exatamente isso: escaneava e postava gráficos das revistas que comprava.
      Não sei que fim levou o caso, vi há tempos pelo Facebook.
      A blogueira em questão disse que ia parar de postar no blog porque não queria problemas, mas que quem quisesse podia pedir e ela enviaria os gráficos por email porque na concepção dela ao comprar a revista ela tinha esse direito.
      Na verdade não tem, a gente compra a revista mas não os direitos autorais. É como comprar um livro, a gente é dona do exemplar mas não da obra, entende?
      No seu caso eu não sei o que dizer, mas acho que é um risco caso a editora que detém os direitos autorais descubra.
      Mesmo sendo antigas eu não sei se esses direitos expiram.
      Eu teria cuidado.
      Mas não estou afirmando nada, estou contando minha pouca experiência, tá?
      De todo modo, se a dúvida bateu talvez seja seu sexto sentido apitando, já pensou nisso?
      beijossss

      Excluir
    2. Elaine,
      não gosto de nada ilegal. O blog para mim é um lugar de lazer e fazer amizades, portanto não tem porque ficar inventado desculpas para coisas erradas. Se não for legal não tenho porque continuar.
      O mais estranho é que quase não consigo postar nada lá, a última postagem foi em junho. É, você tem razão, acho que é o sexto sentido falando. É aquele negócio: Deus ajuda as crianças e o ignorantes (eu), rsrs
      Então, como agora não ignoro mais, tô frita, é melhor deletar!
      Muito obrigada pela atenção.
      Adoro seu blog e dicas
      Um enorme beijo

      Excluir
  15. Elaine, esse assunto rende bastante mas está sendo ótima esta discussão porque podemos errar mesmo sem querer. Já me esclareceu bastante em alguns tópicos que eu tinha dúvidas.
    Bom fim de semana.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Olá Elaine
    Muito boa sua explicação, eu procuro sempre ser bastante ética com relação às imagens, dando o dévidos créditos, pedindo autorização a quem é devido.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  17. Oi Elaine!

    Você, como sempre, nos mostra tudo muito explicadinho, mas confesso que acho complicado. Hoje em dia quando "copio" uma foto da net ( de uma sala, de uma cozinha etc) já procuro anotar de onde tirei, mas já copiei várias antigamente, onde não tinha essa preocupação, procuro não usá-las, inclusive já deletei várias onde eu não lembrava a fonte. Mas existem algumas coisas que não vejo razão...tipo: foto de uma folha na árvore, de uma nuvem, de um barquinho no mar etc até entendo que o fotógrafo teve o trabalho de fazê-la, mas muitas vezes essa foto já "rodou" tanto que nem dá para saber de onde veio. Acho que rola uma certa rigidez no "politicamente correto". E ainda há a coincidência, é ela existe. Lembro de uma blogagem de esmalte em que escolhi coisas que eu gostava...era flor dama da noite, raios, cheiro de terra molhada etc e acredita que teve uma blogueira que gostava das mesmíssimas coisas? As fotos eram diferentes, mas o gosto era mesmo, até brinquei com ela e sei que ela não me copiou e nem eu a ela. Fiquei até com receio de que alguém pudesse achar isso, não gosto de fazer coisa errada...
    Nossa, me empolguei. Fui falando, falando...rsrs

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  18. Elaine eu coloco imagens da net para ilustrar meus textos e poemas, mas sem marcas d'águas. Imagens como a Renata disse são usadas por muitos.
    Agora vc me preocupou, pois tem dois blogs que postam trabalhos meus. Depois por favor fale sobre isto.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  19. Opa, olha eu aqui de novo! Parece difícil, mas não é! Ter um blog é expressar a si mesma. Isso significa que dá trabalho sim, pois além de escrever, é "preciso" ilustrar!! Quem disse? Não é obrigatório ter imagem em todos os posts. Não sei onde foram buscar essa regra.

    Eu continuo batendo o meu pé: não visitem a minha "casa virtual" para roubarem minhas almofadas, minhas flores, meu cachorro, tá?

    Cópia não... "Empréstimo não autorizado" não... Link sem autorização, tb não!

    Vamos colocar a criatividade para funcionar, vamos fazer as próprias fotos, mesmo que sejam pelo celular, pelo menos é nossa e ninguém pode reclamar.

    Eu acho que essa discussão ainda vai longe e isso é ótimo, pois mostra o quanto as pessoas estão interessadas e se conscientizando. Só isso já muda muita coisa, pois a partir de agora, nós vamos dar mais atenção e pensar mais a respeito.

    Espero a próxima parte, ansiosa!!

    beijo

    ResponderExcluir
  20. Elaine, postei uma TAG no meu blog prá você!!! Vai lá ver!
    O link da TAG é este: TAG DAS 11 COISAS

    Te espero, ok? Me sentirei prestigiada....
    Um beijão!
    http://bebelvirtuosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Tem sido mto esclarecedor esta sua série de posts sobre plágio, tenho acompanhado e gostado das suas explicações.
    A gente nunca sabe tudo e é sempre bom ter dicas de como proceder na blogosfera.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Esse detalhamento de casos está sendo fantástico!
    Super bj,
    Te acompanhando sempre com muito carinho.
    Bj

    ResponderExcluir
  23. Muito boa esta postagem complementar, as dúvidas sempre acontecem para quem é honesto.
    Os espertos" quando são avisados, apagam!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Oi, Elaine, post muito esclarecedor. Eu costumava pesquisar imagens no Google, hoje em dia grande parte das imagens retiro do Freepik, que disponibiliza fotos gratuitamente, sopre com os créditos. Acho que está certo assim, não?
    Também, quando leio um texto legal que se encaixa em algum tema que escrevo no blog, em vez de fazer recortes e colagens, deixo o link no final como leitura complementar. Já vi alguns amigos blogueiros muito chateados com plágios, não gostaria de me imaginar causando esse sentimento. Só uma coisa, e frases de autores famosos, tem problemas postar dando os créditos?
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, frases de obras conhecidas caem no que chamamos de domínio público.
      Mas sempre devem ser creditadas.
      E quanto ao uso de imagens de bancos de imagens, sempre é bom dizer que vieram de lá, né?
      beijossss

      Excluir
  25. Oie Elaine, eu já fui plágiada, ao falar pra garota colocar os devidos créditos, ela em vez de fazer o que pedi, ela simplesmente mudou a data e a hora da postagem pra uma diferente, melhor dizendo, pra uma que parecia ser antes da minha. Dai a cara de pau foi no meu blog e comentou dizendo que agora quem se passará como plagiadora seria eu. O que devo fazer numa situação como essa?

    Vale ressaltar que depois de muito conversar com ela, e depois que consegui a ajuda de umas amigas pra implorar pra ela excluir a postagem (naquela altura já não queria que colocasse os créditos, mas sim excluir a postagem), consegui fazer com que ela removesse e ainda se desculpasse. Mas e ai, se isso acontecer novamente, o que deve ser feito, já que a data da postagem foi modificada para aparecer como antes da minha?

    Obrigada pela atenção querida. Ah, será que pode seguir meu bloguinho que acaba de fazer seu primeiro aninho =]?

    Beijos...

    BlogSemDrama.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. Oi, Elaine!!!

    Comecei a escrever meu blog recentemente e fiquei muito preocupada após ler esse artigo. Algumas fotos e imagens que coloquei para minhas postagens ficarem mais bonitas retirei da internet. Em momento algum disse ou quis dar a entender que seriam minhas. Agora pretendo trocar essas fotos e imagens para evitar problemas futuros. É o melhor a fazer, certo? Gostei muito de suas dicas.

    Beijinhos. Luciana

    Meu blog: compartilhandoetrocando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciana, como eu disse, a internet não tira fotos, né? Aquela foto foi pensada e tirada por alguém. Então, sempre que possível, se for foto pessoal, peça autorização.
      Se não puder pedir autorização, sempre credite.
      Se for algo não pessoal e impossível de saber de onde veio, relaxe, mas se for pessoal, credite sempre. Eu faço assim.
      beijosss

      Excluir
  27. Excelente sua postagem. De grande utilidade para muitos. Fiquei curiosa com seu conselho sobre não autorizar que textos sejam repostados em outros blogs, pois sempre atendo pedidos nesse sentido. Retornarei para ler os fundamentos de sua colocação. Bjs.

    ResponderExcluir
  28. Eu tenho indicado para várias pessoas a primeira parte, pois muita gente tem dúvidas e nem sempre tem paciência ou tempo para ler a legislação, vou continuar indicado agora a segunda parte.
    bjs e boa semana
    Jussara

    ResponderExcluir
  29. Muito interessante esse post, me inspirou a fazer um trabalho sobre o assunto em meu blog, direcionei uma página para colocar o link das fotos, as próximas e as que conseguir reencontrar, rs, mas não só as imagens, colocarei também fontes de inspiração em geral e comentarei a outros amigos blogueiros esse assunto.

    Obrigado por ter começado esse assunto polêmico em seu espaço pessoal, tenho certeza que muitas pessoas, como eu, começaram a abrir os olhos para essa perspectiva que sempre existiu mas poucos se dão ao trabalho de ver.

    Atenciosamente,

    ResponderExcluir
  30. Oi Elaine!!! PRECISO DE AJUDA URGENTE!!!!

    Este é o meu blog: http://melhorstardoll.blogspot.com/

    Este é o blog que me copiou: http://xxstaardoll.blogspot.com.br/

    Não se limitou a copiar o conteúdo dos posts.... mas copiou tudo quase na integra
    copiou os baners, imagens, texto, aspecto e wigets, layout, etc....
    também copia de outros blogs mas o meu é evidente a cópia, o descaramento e a falta de carácter par fazer esse tipo de coisas!

    HELP ME!!!!

    ResponderExcluir
  31. Ansiosa pelo novo post...
    Adorei o assunto!
    Para nós, blogueiras novas, é um assunto que precisamos conhecer... Muita gente as vezes peca por falta de conhecimento. Claro que tem muita gente maldosa que faz de proposito mesmo!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  32. oi amiga Boa noite adorei seu blog estou te seguindo e te curtindo
    Venha me visitar
    Estou aqui!
    http://www.managgerriders.com/
    Pode curtir minha página? muito grata por sua gentileza bjos

    ResponderExcluir
  33. amiga eu comentei com j. gomes/Silva managger

    ResponderExcluir
  34. Podemos perfeitamente disponibilizar o artigo de outro blog no nosso, desde quando tenhamos autorização do proprietário. Eu mesmo já publiquei um post em meu blog que não é meu, mas avisei ao proprietário que fez o artigo.

    ResponderExcluir
  35. Elaine!!!!!
    Me ajuda! Faço vetores de bonecas e tomo como inspiração algumas roupinhas e cabelos de bonecas já prontas pesquisando na net. Daí desenho eu mesma o vetor. Isso é plágio?

    ResponderExcluir
  36. Eliane!!!!
    Eu desenho vetores de bonecas e as vezes me inspiro nas roupinhas e cabelos de desenhos de bonecas na net. Depois posto no meu blog apenas meu vetor. Isso é plágio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, nesse caso eu acho que não, mas diga sempre que seu vetor foi inspirado e não é criação própria, entende?
      bjssss

      Excluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…