Notícias tristes de fim de tarde...

em 4 de agosto de 2013

Sabe aqueles jogos onde a gente vai mudando de fase, e à cada fase a coisa vai ficando mais e mais difícil?
Começam a desabar prédios, estourar bombas... e só piora...
Tenho a sensação que minha vida está assim...
Senta, vou te contar.
Porque se eu não escrever, para ao menos tentar recionalizar, certeza que desisto do jogo...

Como quem lê o blog e me acompanha sabe, em janeiro deste ano meu marido foi diagnosticado com Esclerose Múltipla.
Desde o momento dos primeiros sintomas, até o diagnóstico final, e depois a adaptação à brusca mudança de vida, o medicamento forte e terrível, as crises de reação, a insegurança, a incerteza, os períodos de calmaria... muitos desses momentos foram relatadas aqui no blog.
Mas, claro, nem todos.

As manchas roxas das aplicações, a minha dor em vê-lo sofrer os efeitos e lutar bravamente para sorrir... as incertezas, aquela espada sempre pendurada sobre a cabeça da gente... nem sempre eu falei, e só pessoas muito próximas chegaram a vislumbrar o quanto eu fico triste e desanimada às vezes.
As lágrimas... rara uma noite que eu durmo sem chorar.
A eterna sensação de cansaço... uma dor nos ombros que jamais passa...

Mas toda essa digressão é para dizer que sim, uma coisa ruim pode sim piorar.
Sexta-feira meu marido, depois de 14 anos de trabalho, sem jamais faltar, sem jamais ter tido férias completas, depois de 14 anos de dedicação e empenho, foi demitido.
Sim, isso mesmo.
De-mi-ti-do.

Ele chegou em casa mais cedo, e mudo, me entregou o aviso prévio que acabara de assinar.
Demissão sem justa causa, ele nem vai cumprir os mais de 70 dias de aviso que a lei ordena.
Demissão.
Depois de eu ter ouvido, da boca do próprio dono da empresa, que sempre poderíamos contar com a empresa.

Claro que não sou ingênua, e conhecendo bem o mundo, sei que um funcionário só tem serventia enquanto está saudável.
Sei disso, e sempre esperei essa demissão. Sei bem como é esse mundo e o quanto uma empresa tem apreço pelas pessoas...#sqn
Mas ainda assim é um susto e um choque.

Eles esperaram o período de estabilidade pós-afastamento terminar; esperaram que o auxiliar dele fosse preparado (por ele, aliás) e então puseram em prática a decisão que, tenho certeza, nasceu no momento que o diagnóstico dele foi confirmado.
Era só questão de tempo.E o tempo chegou.

Claro que na hora foi terrível.
Nem sei o quanto chorei, ainda choro.
De preocupação pelo futuro, de raiva, de indignação.
E sobretudo de medo. Medo por ele, medo pela forma como isso vai afetá-lo, sendo que abalos emocionais podem desencadear crises.
Medo de ver a cara dele, dor ao ver as tentativas dele de dizer que tá tudo bem, de tentar se fazer de forte e tranquilo.

Não estou tranquila. Nem tenho expectativa em relação a um novo emprego.
Se uma empresa que o conhecia, que conhecia o excelente profissional que ele é, se a empresa à qual ele tanto se dedicou agiu assim, o que esperar daquelas que não o conhecem?

E meu medo tem muitas facetas... sem plano de saúde. Jamais poderemos pagar um plano que aceite paciente com doença pré-existente como a dele. Como viver sem o salário dele?Como ele vai se adaptar à mudança? Mais de 14 anos seguindo a mesma rotina... e no estado dele rotina é fundamental...
Todas essas coisas, e muitas outras que se dissesse aqui encheria páginas e páginas, povoam minha cabeça e enchem meu coração.

Sinto vontade de desligar tudo, deletar tudo, sentar num canto e ficar bem quietinha, em silêncio. Assim como fazem os animais feridos, que só querem um lugar isolado para lamber as feridas...

Nesse momento não tenho como falar mais nada, nem interagir, nem responder, nem nada.
Tô tão triste que dói fisicamente.

Claro que, me conhecendo, sei que o próximo passo é a reação.
Tocar a vida, re-arranjar a vida e seguir.
Mas tem hora que ser resistente cansa...




Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

159 comentários , comente também!

  1. Depois de ler e pensar um montão de PQPs por aqui, comentei com meu marido. Ele disse, as empresas são assim mesmo. Aqui em casa, ele se aposentou após quase 50 anos NA MESMA EMPRESA! E sabes o motivo pelo qual se aposentou,né? Lembras da cirurgia, das radioterapias, etc... Ele está bem, mas a empresa o que fez? Tivemos que colocar na D. Justa que é tri injusta e ainda lá elkes tentando burlar direitos adquiridos.


    Por isso, guriazinha, sei que é tri difícil, dá vontade de arrancar os cabelos, espernear, gritar, xingar, tudo. Eu, que não sou nada santa. disse horrores de nomes feios, fiz e aconteci.

    Depois, chega a reação. Ela chega, podes crer!

    Vais ver que FECHA-SE uma porta e de repente, outra se abre. Não sei mais o que posso te dizer, mas peço:

    CONFIA!! E canta comigo a musiquinha daqui de casa:

    Vamos que vamos e não podemos nos entregar pros homens, de jeito nenhum!!!

    Firme na paçoca, força na peruca! Algo vai aparecer! Na torcida por ti, por ele, por ocês! chica.

    ResponderExcluir
  2. Elaine sei o quanto é dificil mas saiba que Deus esta contigo e tudo passará .Deus jamais nos abandona força,foco e fé.

    ResponderExcluir
  3. Que triste!! Sou fisioterapeuta e frequentemente vejo os pacientes com EM serem mal compreendidos inclusive pela família, a fadiga causada pela doença às vezes é confundida até com preguiça!!! Muita força para vocês!! Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Oi amada...li teu desabafo e fiquei muito triste só de imaginar o que estás passando, sei que palavras não vão adiantar muito nesta fase, que só quem passa sabe como é. Mas, temos que encontrar forças lá do fundo e levantar de novo...de novo e de novo, e é nessas horas que a gente vê o quanto somos fortes, para continuar e pensar que alguma coisa maravilhosa está por vir, e eu tenho certeza que virá. Mas pode contar que estarei pensando mandando muitas vibrações positivas para vocês, para que tudo se resolva da melhor maneira possível...um carinho no coração de vocês e que Deus os proteja. Beijão.

    Quanto ao trabalho do teu marido, procura um advogado, pois ele não poderia ser demitido estando doente, procura teus direitos. Porque existem pessoas que não tem um pingo de sentimento, a não ser quando mexem em seu bolso. Xiii......me empolguei, escrevi um jornal....kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Elaine,
    Entendo sua dor, meu pai tb foi demitido injustamente, com mulher e 5 filhos, foram sete anos de privações e tristeza, são lembranças muito difíceis, tudo que passamos.
    A situação é difícil, mas, creia, será superada. Quando estamos num momento assim, eu sei que a tendência mais humana é pensar em desistir, mas apenas precisamos entender que a superação será lenta, mais trabalhosa, porém virá. Conte com nossos pedidos ao Senhor, Ele está com vcs, mesmo que não pareça.
    Um abraço de verdade,
    Fabiola

    ResponderExcluir
  6. Elaine, tô arrasada com esta notícia.
    Eu e mtas que acompanham seu blog a tanto tempo, conhecemos seu dia a dia, é como se a conhecêssemos pessoalmente.
    Mas tenha força, e eu sei que vc tem. Qdo alguém fecha uma porta, Deus abre uma janela.
    Tenha mta fé.
    Eu sei que uma situação ruim sempre pode ficar pior, mas tb sei que esta situação nunca dura pra sempre, e depois vem uma fase de coisas boas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Nossa querida, que barra!!! Peço a Deus que providencie tudo o que for necessário para fortalecê-los na fé na esperança e no amor, poia Sua misericórdia é grande. Bjooo.

    ResponderExcluir
  8. Conta comigo para te ajudar. E bora já se aconselhar com amigos advogados por e-mail, telefone, comparar as opiniões e ingressar com uma ação trabalhista. Além da aposentadoria por motivo de doença que ele tem direito, há mais coisas a solicitar.

    por inbox te mando os nomes e tu pedes orientaçao jurídica antes de agir.

    Beijooooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Fernanda falou o que eu queria te orientar. É triste, é pesado. Nessas horas sinto o gosto amargo das injustiças do mundo. Mas levanta a cabeça e encara mais essa. Procure orientação jurídica, seu marido receberá cada centavo que deixou de receber pelas férias que não tirou. E não se engane, a justiça trabalhista é muito rigorosa nas suas condenações.

      Um beijo grande. Sinta-se abraçada.

      Excluir
  9. Querida amiga Elaine. Faço minha a sua tristeza, pois sei que a vida é bem assim.Bem parecido com isto foi o que aconteceu com alguem da minha família.Mas tambem sei que, como eu, você é uma guerreira e vai conseguir reorganizar as suas vidas.Não se deixe vencer pelo cansaço.Um abraço carinhoso de uma fâ deste blog e uma amiga sempre que precisar.

    ResponderExcluir
  10. Elaine,
    Eu gosto muito de passar em seu blog, pois aprendo muito com suas explicações. Fico horas lendo seus textos muito bem escritos. Normalmente não faço comentários. As suas orientações já são bem entendidas por mim. Mas, hoje não resisti e resolvi comentar a sua postagem. Este momento pelo qual vc e seu marido estão passando me emocionou muito. Já passei por um momento parecido com o seu. Busquei forças em Deus, não sei se vc tem fé Nele. Mas é importante que tenha fé, para que possa ter forças para prosseguir junto ao seu marido. Sei que agora, é o momento de absorver todo esse acontecimento. Mas vc terá que ser resistente!!! Vc tem um motivo: seu marido!!! Acredito que nós mulheres somos fortes o suficiente para enfrentarmos qualquer sofrimento!!! Não dá pra vc ficar num cantinho! Erga a cabeça e vá em frente!!! Que Deus te dê toda a força do mundo!!!!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  11. Amiga, não sei o que dizer. Nem palavra, bonitas ou não, me chegam agora. Só posso orar. Amo você.

    ResponderExcluir
  12. Eliane,
    Sempre acompanho seu blog e amo suas dicas.Talvez nunca tenha deixado um comentário,mas hoje resolvi me manifestar.

    Tenho uma irmã portadora de esclerose múltipla há quase 20 anos. No começo,tudo meio duvidoso, tratamentos difíceis, mas com o passar dos anos e muita pesquisa, ela foi encaminhada a um médico em São Paulo,Dr Cícero Gali Coimbra, com quem está há mais ou menos 6 anos em tratamento com vitaminas. A vida da minha irmã mudou completamente e para melhor.Ela tem dois filhos e uma vida normal e sem sofrimentos.

    No Facebook tem um grupo chamado Esclerose Multipla tem Solução BemDitas Vitaminas.https://www.facebook.com/groups/190960337581683/?ref=ts&fref=ts.
    São Portadores de Esclerose múltipla pacientes do Dr Cícero.O Sergio Vinagr é o mediador e pode te auxiliar em várias questões.


    Dá uma lida aqui nesse blog também sobre os Direitos dos Portadores de Esclerose Múltipla-http://escleroceito.blogspot.com.br/2013/01/direitos-dos-portadores-de-esclerose.html
    E mais uma coisinha? Será que ele poderia ter sido demitido?

    Bom, força e querendo alguma ajuda, conte comigo!
    Beijinhos

    Flávia Mergulhão
    ateliedacaie@gmail.com


    ResponderExcluir
  13. Elaine, nem sei o que dizer.
    Só que estou revoltada com isto. Voces nao podem entrar na justiça em relação a isto? Tem que ter algo que possa ser feito.
    Que raiva que dá determinas coisas deste mundo... Quanta injustiça...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também nem sei o que dizer...meu marido também está desempregado e é uma situação chata...principalmente na situação dele... injustiça mesmo!

      Excluir
  14. Querida.... Muita força ! Só lembre que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Sinto muito por tudo que está acontecendo, mas entrega nas mãos de Deus e ele resolverá todos os seus problemas. O que é impossível aos olhos humanos pra Deus é possível.
    Colocarei sua família em minhas orações diárias.

    Deus é fiel !!! Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Elaine minha querida, eu sei que nessas horas todo mundo chega e fala alguma coisa dizendo o que você deveria fazer.Mas pelo meu pouco e singelo conhecimento das leis ele não poderia ter sido demitido.Procure a orientação de um advogado porque além dele não poder ficar sem receber também terá direito ao convenio pelo período de um ano.Informe-se melhor antes de entregar os pontos, Deus é contigo minha amiga, acredite, confie e tudo será resolvido.A lei esta a favor de vocês.E se a empresa agiu de má fé não há porque ter consideração e pena deles.
    Procure seus direitos, se você não tiver quem te ajude eu posso te indicar uma pessoa que faça isso.Beijos se precisar estarei aqui.

    ResponderExcluir
  16. ´´BOA NOITE ELAINE,NÃO VOU PERGUNTAR SE ESTA TUDO BEM POIS SEI QUE NÃO ESTA,MAIS SEI QUE VAI FICAR POIS VC É UMA MULHER FORTE QUE SEI QUE AMANHA ESTA AQUI NOS CONTANDO QUE VC VENCEU MAIS UMA BATALHA,OLHA FLOR ESTAMOS JUNTAS E MISTURADA CONTA SEMPRE COMIGO SEMPRE QUE PRECISAR AQUI NO BLOG OU LA NO FACE.FLOR,NÃO QUERO ME INTROMETER EM RELAÇÃO AO EMPREGO DO SEU ESPOSO MAIS COMO GOSTO MUITO DE VC,VOU FALAR TEM LEI FLOR NÃO PODE MANDAR ELE EMBORA E FICAR POR ISSO MESMO ELE ESTA DOENTE SE ELE PEGAR UM ADVOGADO NO SETOR TRABALHISTA COM CERTEZA ESSA EMPRESA TEM QUE PEGAR ELE DE VOLTA PARA TRABALHAR OU APOSENTA-LO.VAI ATRAS NÃO DEIXE ASSIM.LEMBRA ESTOU SEMPRE AQUI. MIL BEIJOS E MUITA MAIS MUITA FORÇA DEUS E JESUS CRISTO ESTA AI DO SEU LADINHO SEMPRE.FICAM TODOS NA PAZ DO SENHOR.´´

    ResponderExcluir
  17. Querida, tenho certeza que tera força para vencer essa etapa de sua vida. É só isso que posso dizer : força e muita fé . Bjos e boa semana

    ResponderExcluir
  18. Realmente este momento é pra se recolher e esperar, o futuro a Deus pertence, e vcs vão sair desta, tenho certeza, Deus esta com vcs.Beijos

    ResponderExcluir
  19. Oi Elaine.
    Que tristeza... O pior é que quando comecei a ler o post pensei exatamente que o mandaram embora devido à doença. As empresas as vezes são muito cruéis. Só posso pedir a Deus por vcs em minhas orações e que Ele ilumine o caminho e a vida de vcs. Alguma luz há de aparecer...
    Deus cuide de vocês.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Só lhe posso dizer que tenha muita Força!!
    Não compreendo como a vida pode ser assim... Realmente há pessoas sem coração, que quando chega a hora em que o que precisamos é ajuda e força, nos dão é um pontapé no rabo :(
    beijinho estou a torcer para que encontre paz e uma solução para a sua família...

    ResponderExcluir
  21. Elaine ai que dor na alma me deu agora, mas sabemos que deus só dá o fardo para aqueles que são sábios e sabem carrega-lo. Abrace-o chorem juntos, desabafem, porque tenho a certeza que algo muito bom virá pra vcs, assim como nos ajuda em tão pequenas coisas, irá ajudá-lo também, divida a sua dor com a gente que tanto te adooora, sinta-se abraçada por mim, bjus e q os anjos os protejam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse comentário é meu Beth salvia, entrei em conta errada

      Excluir
  22. Oi guerreira !!
    Olha so , em relação a leis trabalhista sou totalmente leiga , mas acho que voces podem recorrer ao INSS e pedir a antecipação da aposentadoria dele, pois existem laudos que consta a doença, ou conversar com o pessoal da firma e pedir para eles fazerem um relatório constando que ele nao esta apto a exercer a funçao(mesmo estando) para fins da aposentadoria, realmente é uma coisa que nao sei e nao posso te ajudar , mas acho que ele não pode ficar assim , procure um bom advogado e se informe , acho a melhor solução!
    Boa sorte !!
    bjus!!

    ResponderExcluir
  23. Não sei o que falar para te ajudar, mas vou repetir uma frase que me ajudou muito durante meu tratamento de CA."Não tenha medo, tenha FÉ."
    sei que é difícil neste momento, mas procure o que há de bom neste momento em sua vida e se agarre a isto, logo as coias melhoram.
    bjos

    ResponderExcluir
  24. Olá Elaine,

    Nem sei o que dizer, só desejo que a saúde e a paz reine em seu lar..


    Abçs

    ResponderExcluir
  25. Elaine,
    Sei que não é muito, ou melhor, não é nada, mas sempre torço por vc. E por mais estranho que pareça, penso muito em vc e peço a Deus que cuide de tudo. Tem dias, semanas, fases, que parecem que não passam nunca, ou como vc bem disse, pioram. O que posso te dizer? Queria poder ser sua amiga próxima, que mora aí do seu ladinho e poder te dar meu ombro, meu consolo, minha ajuda, minha presença. Mas a vida não é assim, infelizmente. Nos conhecemos pelo blog, sou leitora, seguidora, gosto do seu jeito, da sua franqueza, do seu modo de escrever. Sinto em vc, percebo em vc, uma pessoa muito bacana, do bem. Aceite a pequena oferta de orações e muita torcida, sinceras e com muito carinho e amor por vcs. Beijos

    ResponderExcluir
  26. Nossa como as pessoas são...Mas sei bem como é isso tb já passei por isso marido machucado e patrão nem aí...Mas creia em Deus nada é por acaso...Que os anjinhos de luz iluminem vcs e derem muita força,coragem,amor e ternura...

    ResponderExcluir
  27. Querida não desista de lutar. Ajude seu marido, fases vem e vão, a vida é isso, uma luta.

    Nesse caso, procure alguém que possa lhe representar perante a lei pois eu acredito que a empresa não poderia tê-lo dispensado, visto que o estado dele emocional pode agravar-se e desencadear uma crise.

    Me ligue, estou com saudades podemos conversar.

    ResponderExcluir
  28. Oi Elaine,

    Caramba, essa é uma porretada na cabeça! Como você disse, sei que em breve vem a reação, mas é dureza passar por isso tudo!
    Não sei se as palavras são essas, mas acho que você deveria procurar uma orientação com um advogado, será que é correta essa demissão? Sei que o plano de saúde ainda fica valendo por um tempo e que você pode continuar pagando, mas não sei se muda o valor. Desculpe se estou sendo prática, mas estou tentando ajudar. Se eu estivesse aí te daria um abraço, e escutaria você...
    Rezarei por vocês, para que uma porta se abra e uma luz ainda maior ilumine seus caminhos.

    beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  29. Caramba!!! Isso é muito comum, falava isso para uma amiga que precisou afastar-se do trabalho para uma cirurgia... as empresas não tem dó! Infelizmente é esse o mundo!!
    Eu fico meio sem ter o que falar para te ajudar... com minha fé só posso dizer: Deus proverá! E rezarei por vocês!!!
    Um grande bj!! Saiba que as pessoas que te amam e admiram estarão contigo.

    ResponderExcluir
  30. Coragem amiga!
    Quando você pensar que estará morta, você estará apenas se levantando pois Deus é contigo sempre.
    Jesus te ama e eu te amo em Cristo Jesus.
    Beijos sempre!!!

    ResponderExcluir
  31. Elaine acabei de receber seu FEED. Não tenho palavras que expressem meu sentimento solidário a vcs. Apenas direi que meus pensamentos e orações estarão voltados para um casal guerreiro de S.J da Barra. Nunca perca a fé. Fique com Deus. Grande BjO!

    ResponderExcluir
  32. OLÁ ELAINE. VOU LHE DIZER QUE CONHEÇO A SUA DOR. JÁ PASSEI POR MOMENTOS DE GRANDES DIFICULDADES TAMBÉM COM O MEU MARIDO , POR ISSO DIGO QUE SEI O QUANTO DOÍ ESSA DOR DOIDA QUE SÓ QUEM SENTE É QUE SABE DO ESTRAGO QUE CAUSA AO NOSSO CORAÇÃO. ME DEIXA LHE DAR UM ABRAÇO E SUSSURRAR AO TEU OUVIDO
    " DEUS NÃO COLOCA FARDOS PESADOS EM OMBROS QUE NÃO POSSA CARREGAR. METADE DA SUA DOR ELE TOMOU PARA SI. SEI QUE DURANTE ESSA SUA CAMINHADA SE SENTIRÁ CADA DIA MAIS FORTE POIS ASSIM ELE A CONDUZIRA PARA A VITÓRIA" VOU INTERCEDER A DEUS POR VOCÊS NO MEU MOMENTO DE ORAÇÃO. JESUS LHE ABENÇOE, GRANDE GUERREIRA. A LUTA É GRANDE, MAIS A VITORIA É CERTA. FIQUE EM PAZ.

    ResponderExcluir
  33. Oi, Elaine !

    Força e fé . Não há muito o que eu possa comentar neste momento.Também costumo dizer que em determinadas situações adianta tentar falar muita coisa. Tudo tem sua hora. Tudo tem seu tempo.´

    É preciso continuar...É difícil, eu sei. Mas é preciso.

    Um forte abraço,

    Deise Donelli

    ResponderExcluir
  34. Minha querida, que tristeza senti ao ler seu post, pois senti em cada palavra seu sofrimento e angústia... Sei que as vezes o mundo parece desabar sobre nossa cabeça, e parece que acontece tudo ao mesmo tempo, e que não vamos resistir... Nem sei o que te dizer, mas em meu coração, te digo que Deus não dá um fardo maior do que nós possamos carregar...
    Qualquer coisa estou aqui!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  35. Oi não pude deixar de me comover com seu post.
    Mas quero dizer que quando tudo na vida parece não ter jeito, quando tudo começa a virar de pernas pro ar, é neste exato momento que DEUS está agindo para nos abençoar, aos olhos humanos parece o contrário, a pergunta que vem em nossas mentes, em situações como estas, são :será que DEUS se esqueceu de nós? merecemos passar por tudo isso, nesta altura da vida? não claro que não e tenho certeza que este não é o plano de DEUS para vocês, neste momento de incertezas, de dor, de dúvidas, de tristeza... apenas louve ao SENHOR, agradeça por tudo, mesmo que sua vontade não seja exatamente esta, as vezes DEUS nos leva ao pó, para fazer-nos ressurgir das cinzas com a vitória em nossas mãos,estarei orando por vocês e creio que o melhor de DEUS, está por vir em suas vidas e aquele que começou a boa obra é fiel para cumpri-la, abraços calorosos em seu coração.

    ResponderExcluir
  36. Só tenho 2 palavras a dizer desse mundo corporativo cruel: vergonha alheia...
    vergonha da frieza como os executivos tomam decisões;
    vergonha como (alguns) recursos humanos são desumanos;
    Não conheço a profissão do seu esposo, nem a empresa aonde atuava, seu porte, para avaliar o impacto para eles entre serem altruístas e reconhecerem o valor de cada profissional como ser humano, mas como certeza o peso de uma decisão dessas no moral da equipe como um todo, sempre tras estragos motivacionais.
    Mas Você mesmo sabe que a sua reação virá, você(s) são fortes e superarão mais esse momento e de onde menos se espera a solução virá! Rezando por vocês.
    bj Sandra
    www.projetandopessoas.com.br

    ResponderExcluir
  37. Nossa amiga...
    Nem sei o que te falar...
    Mas confie em Deus e Ele proverá!!!
    Fiquei triste agora!!! :(

    bjos

    ResponderExcluir
  38. Elaine,

    Seu relato é comovente e gostaria imensamente de ter palavras que lhe trouxessem uma bela solução.
    De imediato, posso apenas fazer minhas orações e torcer muito para que vocês encontrem um caminho que lhes traga serenidade na alma.
    Penso que a vida é uma teia de energia e sei que você é uma pessoa muito querida, daí que se todas nós, que gostamos de vc e a admiramos, lhes enviarmos todos os nossos bons sentimentos, isso irá fortalecê-los e direcioná-los para um novo propósito.
    Sei de sua inteligência e garra, então, não duvido de que vai conseguir encontrar a luz!
    Bjssssssssssss, quérida, Deus os abençoa sempre!

    ResponderExcluir
  39. Oi Elaine,sei bem como é isso. É uma luta. Para o INSS sou uma pessoa capaz de trabalhar e promover o meu sustento,no entanto para as empresas, sou alguém com quem não se pode contar,por ser portadora de uma doença tão imprevisível quanto a Esclerose Múltipla.
    É doloroso, a gente se sente inútil e isso favorece a depressão, companheira quase inseparável da EM.
    Nesse momento é preciso muita força e presença de espírito,para buscar soluções sem se estressar com "o que poderá ser" sem esse emprego.
    Com calma vcs vão encontrar um caminho. Amor e união ajudam muito a superar mais esse obstáculo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  40. Cara Elaine,
    Tenha fé, viva um dia após o outro e o mais importante é estarem jundos nesta batalha, espero que um novo caminho se abra para vocês. Desanimar em alguns momentos e logo em seguida seguir em frente, um apoiando o outro e com Deus terão forças para seguir..
    Força, coragem
    Maria Teresa S. Souza

    ResponderExcluir
  41. A Margaret indicou seu post no face...
    LI e fiquei sensibilizada com seu drama.
    Não existe uma forma de processar a empresa, justificando o problema dele, ou entrar com o pedido de aposentadoria na Previdencia, pela doença, acredito que é possivel... Sei que nesse momento, existem mil coisas pra se preocupar mas acho que isso é muito importante.
    Paz e luz na vida de vcs. Deus está no comando (mesmo que as vezes nao pareça)
    Bjs no coração Ana Luiza

    ResponderExcluir
  42. Lamento com tristeza o que aconteceu ao seu marido. infelizmente exitem pessoas que não pensam no próximo. Sobre as questões legais, sugiro que vc consulte rapidamente um advogado para que vcs não tenham os seus direitos prejudicados. Um deles, ele participa pagando algo do convênio? Caso sim, tem direito a manter o convênio. Faltava quantos anos pra aposentadoria? Ele vai passar por exame de demissão, acredito que o médico não deve autorizar a demissão e encaminhá-lo para licença, consequentemente. aposentadoria. Acho que existe uma associação dessa doença, vc pode obter informaçoes de direitos. Não a conheço, tomei conhecimento de seu pelo post pelo da Margarete, sou de sp se precisar de ajuda. beijos que Deus os ajudem.

    ResponderExcluir
  43. Elaine.
    Não tenho palavras... Um abraço forte.

    ResponderExcluir
  44. Olá Elaine eu sei que é difícil, mas não desanime, você precisar ser forte, nesse momento o seu marido depende de você, para não ficar para baixo com a perca do emprego. Força amiga, o Deus do impossível é o mesmo.

    Ane

    ResponderExcluir
  45. Querida, não tenho o que dizer! Sua tristeza é tão profunda que só posso dizer que ao terminar, rezei por vcs e vou fazê -lo nos próximos dias, pra te confortar. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  46. Elaine querida,

    Tenho acompanhado a luta que você e seu marido estão travando. Sempre torcendo por vocês. Agora, lendo seu relato, estou emocionada. Imagino como está sendo dificílimo para vocês. Admiro muito sua coragem e determinação.

    Beijos,

    Eneida

    ResponderExcluir
  47. Elaine, é duro, triste, desanimador, injusto até.Só o que me cabe dizer é que Deus é maior e que numa hora dessas é Nele que tens que buscar forças para seguir em frente e dar forças a teu marido.Nas horas difíceis eu tenho duas frases que me ajudam e que vou escrever aqui desejando que faças delas a tua âncora também:
    "O Senhor é meu pastor e nada me faltará... e

    "Segura na mão de Deus, segura na mão de Deus pois ela te sustentará,
    Não temas segue adiante e não olhes para trás, segura na mão de Deus e vai..."
    Um forte abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  48. Por agora so posso te desejar força, pense que dias ruins tambem chegam ao fim, nao desanima nao!

    ResponderExcluir
  49. Oi Elaine,
    Sinto muito pelo acontecido, acho que vc deve procurar um advogado e questionar quais são os direitos legais que seu marido tem, será que a empresa pode demitir um funcionário com essa doença? Quem sabe ele pode até requerer aposentadoria, procure informações com alguém que entenda do assunto, e mais uma vez eu sinto muito e desejo que vc consiga ter um pouco de alegria.
    Beijos
    Lola

    ResponderExcluir
  50. Boa Noite!!!
    Elaine li seu desabafo e eu imagino como vcs estão se sentindo, nessas horas ñ tem muita coisa a dizer a ñ ser pedir a Deus que te de forças e lucidez para continuar lutando...uma coisa te digo ñ cai uma folha de uma árvore sem que Deus permita..nada é por acaso, Deus ñ erra..confie e espere que ele abrirá outro caminho...bjs..Deus te Abençoe sempre...

    ResponderExcluir
  51. Olá Elaine,
    Sei o quanto deve estar sendo difícil para vocês, mas não se acomode com essa situação.
    Na empresa onde trabalho uma moça foi aposentada após anos de tratamento de EM, busque seus direitos, procure um advogado, é direito para quem contribui com o INSS, ele está em tratamento,vocês irão vencer.
    Deus está com vocês!!
    Bjss

    ResponderExcluir
  52. E uma hora dessas, acredito nas palavras que aprendi com a vida ".... É MUITO BOM E, FICA MAIS FÁCIL QUANDO UMA MÃO SEGURA A OUTRA...."
    MUITA fé e esperança com a certeza que, o SOL brilha a cada dia.......

    ResponderExcluir
  53. Olá Elaine, imagino o quanto deve ser difícil pra vc, meu marido foi mandado embora quando eu estava no 8º mês de Gravidez,perdi o convênio, mas Deus foi justo e nos mostrou outro caminho, hoje graças a Deus estamos bem melhor..Com certeza essa será uma fase de muitas dificuldades, mas não desista diante das dificuldades, chore, grite, mas nunca desista...Lembre-se: DEPOIS DE CADA TEMPESTADE O SOL RESSURGE MAIS FORTE E BONITO...Seu Sol está pra surgir..Bjos no seu coração..Sinta-se Abraçada...

    ResponderExcluir
  54. Querida, dê uma olhada nesse vídeo, torço pra que ele ajude seu marido.
    Que Deus lhes fortaleça!
    Beijo

    http://www.youtube.com/watch?v=cIwIWim4hNM

    ResponderExcluir
  55. Meu Deus! Por essa ninguém esperava ..........
    Mas não é o fim do mundo, minha querida, vocês tem direitos e quando se acalmarem um pouco, vão atrás.
    Tenho um primo advogado trabalhista, vou perguntar a ele o que poderia ser feito neste caso.
    Ai amiga, sofro junto com vocês. Coragem é aquela sua amiga que sempre ficou a seu lado. Ela vai ajudar a enfrentar esse problema.
    Não sei como, mas vou ajudar vocês. Haverá uma maneira.
    Fique com Deus.
    Estou sempre por aqui, tá?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  56. Elaine, escreva num papelzinho, FOCO, FORÇA e FÉ, e cole na geladeira. Repita isso sempre que se sentir assim. Ninguém jamais vai imaginar o que você está passando e só você sabe, então só você terá forças pra superar. Desejo que tudo isso passe logo. Boa noite!!

    ResponderExcluir
  57. Olá Elaine,

    Muitas vezes nos deparamos com acontecimentos e situações que nos levam à desesperança e ao desânimo. Há momentos em que se tem a impressão de que realmente o mal prevalece, e, que o bem é pequenino diante dele. Na verdade o mal só parece maior porque nós lhe damos importância maior do que ao bem. Tudo mera ilusão. Fomos criados por Deus e Ele que é todo amor, bondade e justiça nos criou para o bem. Assim, não devemos dar importância demasiada àquilo que não é bom. Procuremos dar ênfase às coisas boas, ou seja, ao que realmente vale a pena.
    Ninguém nasceu para sofrer, mas sim para crescer, evoluir e ser feliz. Se há muitas pedras em nossos caminhos, causando-nos transtornos e dificuldades, não devemos desanimar, mas sim seguir adiante, confiantes e felizes por saber que temos a capacidade de ultrapassar todos os obstáculos. Somos maiores do que todos eles e acima de tudo temos o nosso Criador, que nos ama e sempre nos dará a força e coragem necessárias para continuarmos nosso aprendizado, pois as dificuldades nada mais são do que as lições de casa, nesta escola chamada Terra. Se não houvesse as dificuldades, não teríamos como nos desenvolvermos e evoluirmos.
    Que Deus seja com você e seu lar para ampará-los e mostrar-lhes o seu poder...

    ResponderExcluir
  58. Olá querida Elaine, realmente mt triste esta falta de respeito, de humanidade ! Que a justiça Divina seja feita pq a justiça dos homens infelizmente é falha e demorada, mas não impossível ! Continuamos na corrente de luz e força à você e seu esposo. DEUS alumie seus caminhos e logo vira uma ótima notícia. Bjkkk e um abraço carinhoso no seu coração.
    Mônica

    ResponderExcluir
  59. Elaine, já acompanho sua situação e lamento muito o acontecido, o pouco que li nos comentários já me mostra que Deus já se manifestou enviando anjos amigos para trazer luz aos seus problemas, espero que vc e seu amado, acreditem assim como eu acredito na vitória que está por vir, é chegada a hora das conquistas, quando parece que tudo já se finalizou, é apenas o recomeço que se faz manifestado. É preciso que algo termine para o novo acontecer, tenho certeza que tudo vai melhorar. Vc conquistará o que é de direito de vcs dois, seu amado poderá se tratar com tranquilidade. Agradeça desde já todas as pessoas, coisas e fatos, a vitória já é sua! Deus abençoe os dois. Acredite e agradeça. Oro por vcs. Uma sugestão: a música Sabor de Mel- Damares. Me inspira e me dá força.

    ResponderExcluir
  60. Puxa vida, não sei nem o que dizer... Eu sempre leio o seu blog, ontem por exemplo passei horas lendo postagens antigas. Ler esse post me deixou triste também...Vocês estarão em minhas orações!
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  61. O primeiro impacto é terrível, mas agora vocês tem que ser práticos... Acho que ele não pode ser demitido por conta da doença dele (minha filha tem uma amiga que vai entrar com pedido de aposentadoria por essa mesma doença e ela tem só 20 e poucos anos) e quanto ao plano de saúde vocês tem a possibilidade de mantê-lo... procure urgentemente um advogado para orientar vocês.

    ResponderExcluir
  62. E a gente chora junto... sofre junto.... sem ao menos te conhecer pessoalmente.
    Tudo o que falarmos aqui não vai tirar essa sua dor, pois ela é sua e de seu marido.
    Elaine, eu te entendo... ah, como eu te entendo...
    Vc já consultou o INSS para aposentá-lo? Como é doença que não tem cura, que precisa sempre de tratamento, dá uma pesquisada... quem sabe? INSS é uma porcaria também porque nem sempre podemos contar com a boa vontade, mas procure um advogado e se informe. Vc deve ter algum amigo advogado. Se informe se é possível. E quem sabe até entrar com recursos para que o Estado pague os custos dos remédios e do tratamento. Isso é possível sim, ainda mais vc também não tendo carteira assinada.

    Fique em paz, menina,na medida do possível. Às vezes não entendemos porque as dores, as cargas em nossa vida são tão grandes. Mas acredito que temos um propósito para passarmos por isso. Parece que algumas pessoas foram escolhidas a dedo pra salvarem ou aguentarem algo... isso é com Deus.
    Olha, chore,chore muito, lamente, xingue, não se conforme, extravase isso de alguma forma, vc é humana e tem todo o direito de fazer tudo isso. Qdo colocamos pra fora, um botãozinho já fica na expectativa para nos levar à nossa mente uma solução ou uma saída.
    Deus sabe o que faz, mas nós, humanos não. Ficamos totalmente perdidos... é rezar, rezar e rezar... e continuar tendo fé. Sempre!
    Beijos

    ResponderExcluir
  63. OI Elaine, consulte um advogado. Em caso de doenças pre-existentes a empresa tem que continuar pagando o plano de saúde até a pessoa conseguir outro emprego.
    Força e fé.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  64. Oi Elaine, é uma situação difícil mas com certeza vcs. irão se organizar, passei por algo parecido, foi ai que montei a loja, mas antes da minha saida sofri assédio moral e outras coisas que tenho pesadelos até hoje - tive um nesta última noite.

    Algumas coisas vcs. precisam fazer urgente:
    . verificar se seu marido poderia ser dispensado, acredito que ele tenha estabilidade devido a doença
    . por lei seu marido tem no mínimo 6 meses de plano de saúde pago, isto tenho certeza pq. tive este direito, talvez ele tenha até 12 meses, o ideal é vc. verificar

    Outra coisa é não deixar que seu marido se deprima, p/ quem está acostumado a trabalhar, esta situação é deprimente, mas ... tem males que vem para o bem, Deus proverá!

    De resto, mantenha a calma, muita fé em Deus que tudo irá se resolver, estarei orando por vcs.


    Beijos e ótima semana a todos


    Audeni

    ResponderExcluir
  65. QUERIDA,FIQUEI TRISTE COM O ACONTECIDO.SEI O QUANTO É DIFÍCIL PARA VOCÊ E PARA ELE.DÁ MESMO VONTADE DE DESABAR E CHORAR.MAS SEI QUE VOCÊ VAI REAGIR E ENCONTRAR FORÇAS.O QUE A EMPRESA QUE ELE TRABALHAVA FEZ FOI ILEGAL.COMO A AMIGA DO COMENTÁRIO ACIMA FALOU,VOCÊS TEM QUE PROCURAR UM ADVOGADO PARA ORIENTÁ-LOS.FICA COM DEUS,AMIGA.TUDO VAI SE RESOLVER E VOCÊS SERÃO MAIS QUE VENCEDORES.BEIJOS E FICA COM DEUS.LENIRA.

    ResponderExcluir
  66. Oi Elaine querida,
    Nem sei o que dizer, fiquei muito triste ao ler esse post.Acompanho desde o início essa situação, fiquei estarrecida com o ocorrido.Tenho certeza que ao contar sua história aqui(desabafar)aparecerão vários anjos que poderão te ajudar, porque Deus não desampara ninguém.estou orando por vocês!
    Um abraço e muitas vibrações positivas pra vocês!
    Káren

    ResponderExcluir
  67. que situação... chega a ser revoltante.
    é crueldade, pra mim é crueldade o que fizeram com seu marido.

    Da mesma maneira q vc descobriu um novo rumo, de trabalhar em casa com os blogs... teria algum jeito do seu marido trabalhar em casa? alguma coisa q ele goste, saiba fazer... trabalhar como autônomo...
    que vcs encontrem uma solução e muita paz. náo é fácil.
    bjs

    ResponderExcluir
  68. Oi Elaine!
    Que triste notícia :-( Tomara que você seja forte demais para acompanhar ao seu marido e lutar por seus direitos!! Beijo grande,
    Silvana

    ResponderExcluir
  69. Elaine, fui lendo seu desabafo e relembrando um momento assim em minha vida. Quando tudo desabou.
    Sei o que é querer ficar no canto da parede, encolhida em posição fetal. Querer e precisar de colo. Cansaço de uma luta sem fim.
    Por isso, me atrevo a dizer: tudo passa, por pior que seja, passa.
    Sinto pelo modo que escreve, que luta pelo que acredita; que você é uma guerreira. Uma guerreira que no momento está ferida no que tem de mais precioso, sua Família.
    Só posso dizer que lamento de verdade. Que vou colocar sua Família nas minhas Orações, e pedir a Deus uma solução pra tudo que está enfrentando.
    Xero com carinho e solidariedade.

    ResponderExcluir
  70. Oi Elaine,minha luta está parecida a tua.Também meu marido está doente,é as complicações crescem dia apos dia.Meu marido sofre de sindróme de dor neuropática crônica intratável.e apresenta dores paralisantes nos membros inferiores.Na ultima perícia o INSS colocou apto para trabalhar(mesmo ele tendo dores constantes,com perdida de movimentos nos membros no momento da pericia),mas o médico laboral,que pertence a empresa que ele trabalha,considerou ele inapto para o serviço.O que significa que,o INSS não paga o seguro doença,por denominar-lo apto para o serviço.E não recebe salario da empresa por a sua inaptidão.Entrando então numa penosa briga na justiça por os direitos.ficamos assim na luta e sem salario.com duas crianças para sustentar, com contas para pagar,e com uma pessoa que precisa ser hospitalizada semanalmente,e que precisa de cuidados quasse que integralmente(o que não permite que eu trabalhe,fora de casa).A situação está desgastante.
    Elaine querida.o que parece humanamente impossível,só podemos depositar nossa confiança em Deus.E esperar que todo melhore.Orarei por ti e por teu marido.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  71. Oi Elaine!
    Nem sei o que te dizer, senti daqui sua tristeza e sim, às vezes dói fisicamente.
    A Fernanda tem razão, procurem advogados. Não se pode descartar um ser humano assim, não mesmo.

    Aceita um abração virtual?

    Fica com Deus!

    Clau

    ResponderExcluir
  72. Pensei tanto em você, tanto... desde o dia que falamos rapidamente sobre o plágio, hj ainda uma inquietação, pensando que não tinha escrito pra vc pra saber das coisas e conversar. Fiquei tão triste, agoniada, angustiada e me sentindo impotente. Conte comigo, se eu puder ajudar de alguma forma, saiba que estarei aqui sempre. Busquem seus direitos, numa situação dessas, creio que exista algo a ser feito. Sei que cansa, entendo você e esse momento, e peço a Deus que restaure tudo isso na sua vida. Abraços apertados ♥

    ResponderExcluir
  73. Não somos nada nesse mundo capitalista. Tenha Fé, muita Fé.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  74. Oi amiga ! Eu nem sei o que dizer , eu não entendo de leis ,mas será que um advogado resolveria este problema ,encostando ou aposentando ele..Força amiga e tenha fé ,sei que é fácil falar quem está de fora.Mas não te entregues e procura ajuda de quem conhece leis.Reze .Força.Beijo no coração

    ResponderExcluir
  75. Ai Eliane, nem sei o que dizer, que situação difícil!
    Espero que vcs consigam reaver algo acionando a justiça, e oro por dias melhores.
    Um abraço bem grande prá vcs, que encontrem descanço e paz, mesmo em meio ao vendaval

    ResponderExcluir
  76. Fiquei muito triste quando li o seu desabafo. Aí no Brasil, não há direitos de trabalho? Aqui numa empresa não se pode fazer isso que a empresa fez, sem consequências. Informe-se e procure ao menos que eles cumpram a Lei se a tiverem.
    Conforme eu já lhe disse eu também tinha um empregado com a mesma doença do seu marido e ele era tão produtivo como antes de ter a doença. Era um óptimo funcionário. Só já não trabalha para mim, porque e minha empresa fechou e só nessa altura ele saiu, mas arranjou emprego noutro lado e até lhe passei uma carta de recomendação pois não é por ter essa doença que é menos útil. Não percebo a decisão da empresa.
    Força e muita coragem e ao mesmo tempo muita serenidade é o que precisam de ter os dois neste momento. Torço para que isso aconteça.
    Beijão grande para vocês.

    ResponderExcluir
  77. Nem sei que lhe dizer amiga. Minha única sobrinha padece de esclerose múltipla. Ela teve o primeiro surto com 21 anos, mas naquele tempo a esclerose múltipla não era uma doença conhecida pelo menos em Portugal e o diagnóstico só chegou 9 anos depois. O 2º veio 8 meses depois, mas à medida que o tempo foi passando tornaram-se mais regulares. Também não havia medicamentos como hoje e a cada surto era internada, 5 dias. 3 anos depois do diagnóstico foi demitida. Esteve 3 anos a receber subsídio de desemprego no fim dos quais foi a uma junta médica e foi reformada por invalidez. Eu não sei se aí o sistema é parecido ou não. Claro que as reformas são pequenas mas é melhor que nada. Por outro lado se o médico acerta com o tratamento, os surtos desaparecem embora a doença não pare de evoluir. Minha sobrinha faz dia 15 deste mês 46 anos e não tem nenhum surto desde os 34 anos.
    Ela dá umas injeções a ela própria. Não sei o nome do medicamento. Ela já experimentou outros mas este é o que tem tido mais resultados. Segundo me disse parece que vai experimentar um novo que é oral. Porque as injeções fazem hematomas e há alturas que ela nem sabe onde picar.
    Um abraço e muita força Elaine. Que Deus vos proteja.

    ResponderExcluir
  78. Esqueci de dizer. Aqui existe um tribunal do trabalho, aí também deve haver que obrigará a empresa a receber uma indenização,Minha sobrinha recebeu um mês de ordenado por cada ano de trabalho.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  79. Olá Elaine.
    Que grande injustiça. Não sei como funciona no Brasil, mas ele deve ter direitos legais, ele não pode ficar assim sem nada... Não sei até que ponto a empresa pode fazer isso. Por favor tente se informar junto a alguém que conheça bem as leis e os direitos brasileiros.
    Muita força e um grande abraço.

    ResponderExcluir
  80. Elaine, espero que nesta altura já tenha se lambido e passado o mimimi e vamos para ação! Momentos de dor e fraqueza são passageiros... Gracias!
    Consulte um bom advogado, se a empresa sabia da doença, talvez tenha brecha para um processo... Já se informou no INSS sobre o auxílio doença? Não é la essas coisas, mas ajuda, dentro do próprio INSS têm médicos que fazem avaliação e solicitam a aposentadoria, o valor a ser pago vai depender de quanto era descontado na folha de pagamento do Erdilan. E de quebra vc têm amigas no blog que como eu pode contar com a nossa ajuda e só pedir SOS.
    Sintam-se abraçados com boas energias!

    Bjosssssss

    ResponderExcluir
  81. Só Jesus pode Resolver a sua dor Ele disse venha a mim os que estão casado e sobre carregados bjs

    ResponderExcluir
  82. Caramba...Que essa injustiça lhe deem força para lutar pelos seus direitos.
    É triste acima de tudo pela desumanidade. Não são apenas os cães que os homens abandonam, essa é a realidade nua, crua e cruel.
    Um abraço cheio de energia boa proceis.

    ResponderExcluir
  83. Olá amiga, li teu post e não pudi deixar de te dizer q procure um advogado, ao meu ver ele nem poderia ser demitido em função da doença...no minimo deveria ser afastado (beneficio) com todos os direitos preservados...te informa!Bjusss

    ResponderExcluir
  84. Oi Elaine sou sua leitora e sei de td q tem passado,sei q nessas horas é difícil dizer alguma coisa,mas peço a Deus q te ajude nesse momento difícil q vc consiga tirar suas forças dá onde não imagina,mas deposite Nele sua fé,Deus não te desamparará.Vá em busca de seus direitos,tenha fé...fique c Deus,bjs!

    ResponderExcluir
  85. Cara Elaine não esqueça que Deus não lhe dá o fardo que não possa carregar fé nele que tudo se ajeita não perca a fé em Deus você é a pessoa que teu marido precisa para ir em frente não desanime, não chore perto dele não demonstre desespero na frente dele desabafe no blog no chuveiro fale com Deus ele vai te atender beijos Eliane Lima

    ResponderExcluir
  86. Triste, mas acima de tudo esperança e confiança em Deus, somente nEle, pois nos homens, nesse mundo onde uma grande parte está interessada somente em si mesmo, onde ser correto é quase excessão... não, Não... não é nesse mundo que desejo pra ninguém!
    Espero em Deus que Ele sim, dê foças e mostre ¨saídas¨ seguras pra vcs!

    Agora uma coisa, que tal se informar com um advogado!
    Qualquer coisa me fale, posso pelo menos indicar uma orientação!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  87. Elaine, falar alguma coisa é repetir o que todos estão dizendo. Posso e devo, deixar meu ombro à disposição. De resto, confie em Mãe Maria. Ela é poderosa e atende sempre os filhos aflitos. Força e meu profundo respeito. bjus

    ResponderExcluir
  88. Elaine querida, segue um comentário e uma amiga Advogada:

    "Jô Turquezza li o post que você compartilhou. Veja bem, pelo o que eu li só nesta empresa o marido dela tinha 14 anos. Acredito que ele tenha mais tempo de carteira assinada. Diante do diagnóstico de EM ele pode se aposentar. Por que isso não foi pedido? Ele ainda pode requerer, ainda mais porque ele tem a prova administrativa junto ao INSS pois pelo que entendi ele cumpriu licença médica. Fala pra ela procurar um Juizado Especial Federal que há advogados voluntários que podem auxiliá-la a entrar com uma ação declaratória, inclusive com um pedido liminar de pagamento do benefício para que ele possa manter o tratamento. Qualquer coisa, manda mensagem in box pra mim que eu vou orientando tá? Bjoca!"

    Vou continuar trazendo orientações que podem ajudar.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  89. olá, após ler devo dizer que chorei .. não é igual mas minha história é um pouco parecida.. 52 anos , sem um dinh guardado, há 4 meses trabalhando numa emp de telemarketing mas ganhando um mínimo .. enfim.. eu te entendo ..dá um desespero mas sempre repito uma frase que vc deve conhecer: pra tudo tem jeito menos pra morte.. na hora pensei : ele pode te ajudar no q vc faz.. foi so uma ideia.. mas daqui estarei torcendo por vcs..e pode escrever na sua agenda: essa fase vai passar.. bjks LIN

    ResponderExcluir
  90. Eu estou triste com você, pode acreditar. Quero te dizer, que também passei por momentos muito difícil na minha vida, perdi meu irmão e sete meses depois meu pai numa tragédia. E vou te contar como estou superando isso, Deus somente ele. Quando estamos desesperados achando que não ha mais para onde correr entregue todos os teus problemas nas mãos dele, e você verá milagres acontecerem na sua vida. Eu sei que falando assim parece fácil, mais sei que não é e nem sempre a resposta vem da forma que esperamos. Mas ela sempre vem, acredite. E é maravilhoso ouvir a voz de Deus. Te desejo tudo de bom na sua vida e de seu marido. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  91. Oi Elaine,
    Não sei qual o ramo que o seu marido trabalha, mas está na hora de correr atrás do sindicato da classe e pedir ajuda, pois judicialmente eles podem reverter esta demissão. Eles aproveitaram o término da estabilidade da licença para demiti-lo, mas ele tem como provar esta doença é crônica e consequentemente não tem fim, não tem alta médica.
    Estou falando, poi sou advogada trabalhista.
    Não é hora de chorar, mas sim de arregaçara as mangas e mostrar quem é quem para esta empresa.
    Com certeza é causa ganha! Se ele não for readmitido, terá que ser muito bem indenizado e não apenas uma indenização normal como se fosse uma dispensa normal. Cabe até danos morais, pois imagino a maneira que esta dispensa está sendo cruel para ele.
    Vá em frente, pois tudo dará certo.
    Bjs e se precisar de mim, vc tem o meu e-mail. Entre em contato.

    ResponderExcluir
  92. Oi Eliane
    As vezes passo por aqui e leio seus post, nunca te escrevi, já pensei em fazer uma encomenda de blog, site, dessas coisas lindas que você sabe fazer tão bem. Sim a tristeza dói, e dói muito. Acho que já falaram pra você consultar um advogado, procurar os seus direitos, então faça isso. Quanto ao seu marido, não sei nada sobe vocês, mais se você escreve tão bem assim, ele também deve escrever assim como você, então já pensou em falar pra ele escrever em um blog talvez, sobre tudo que ele está passando?
    Sabe os sintomas, as dores, as frustrações, os medos, etc.., tudo sobre o ponto de vista dele não o seu.
    Talvez isso o ajude a manter uma rotina, esclarecer e acalmar outras pessoas e talvez até ganhar algum dinheiro com isso.
    Me desculpe estar dando opinião na vida de vocês, afinal não te conheço, mais pode acreditar que a intenção é a melhor possível.
    Fique com Deus, estarei orando por vocês.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  93. Amiga, eu li, reli teu desabafo e fiquei pensando o que dizer
    Eu sei que não vai adiantar, sei que nada consegue tirar a revolta da gente
    Mas vou te dizer uma coisa que a vida tem me ensinado e me mostrado a cada dia
    Tudo passa!São ciclos amiga pra testar nossa paciência, nossa fé
    Eu falo muito pouco sobre minha vida pessoal no blog, que anda abandonadinho,mas vou resumir só um tiquim , depois vc vai entender o que quero te dizer
    Desde que me entendo por gente, minha vida é feita de tragédias e recomeços
    Pra não ser muito cansativa vou te contar da vida adulta , qdo fui morar com o pai do meu filho logo engravidei, qdo estava de 8 meses descobrí que ele tinha uma amante e que ela tb estava grávida de 6 !
    Separei, comi o pão que o diabo amassou,e tentei recomeçar
    A quase 3 anos perdi meu irmão assassinado, foi vítima de assalto, mataram por uma bicicleta nova e um celular
    A um ano minha cunhada faleceu vítima de câncer com 31 anos, deixou meu irmão e duas crianças, esse meu irmão se acidentou no trabalho, caiu uma peça gigante na mão, e ele perdeu um dedo e os movimentos da mão,e após completar um ano na empresa demitiram ele tb, hoje ele sofre de uma doença incurável, desempregado, dependendo da ajuda da minha mãe
    E tantas outras tragédias, dificuldades,falsidades que se eu for te contar amiga, a gente passa uns 10 dias conversando e ainda não termino de contar tudo
    Amiga posso te dizer que apesar de tanta desgraça, tento seguir em frente, tento me levantar a cada dia
    Tento encontrar forças nem sei de onde, pq confesso que tem dias que não tenho nem vontade de me levantar da cama, mas fico vendo minha mãe que sofre tudo isso com os filhos e sempre se faz mais forte, sempre recomeça, e isso me dá forças pra continuar
    Sei que não está sendo nada fácil amiga pra vc e seu marido, mas tenta pensar que foi um ciclo que se encerrou pra começar um novo ciclo, com novas perspectivas, com energias renovadas
    Pensa que mesmo com tantas dificuldades, vcs tem um ao outro, vocês tem amor, cumplicidade, companheirismo, coisas que tem tanta gente que passa a vida tentando encontrar, e não conseguem!
    Pensa que logo logo aparecerá um novo serviço pra ele, que ele vai conseguir!
    Sabe amiga eu já deixei de me perguntar por que a gente tem que passar por tantas dificuldades, hoje penso que são lições que temos que aprender algo
    Amiga o que posso te desejar de todo coração é coragem pra continuar, certeza que tem um Deus que não esquece da gente,e tenha certeza que vcs são pessoas muito queridas por todos
    Não se deixem abater por pessoas dessa empresa do seu marido, pq pra essas pessoas não somos nada além de números
    Pensa que tem sempre pessoas aqui, desse lado da tela do computador que querem vocês muito bem, pelo que vcs são!
    Que torcem muito para que tudo seja melhor, que estão aqui pra ouvir, pra dar força, pra ajudar a se reerguer quantas vezes forem necessárias
    É um dia de cada vez amiga,se tiver vontade de chorar, chora amiga, mas depois seca os olhos, ergue a cabeça e lembra que Deus não te daria uma cruz mais pesada que teus ombros! E que a gente tá aqui pra te ajudar a carregar o peso
    Amiga logo ele vai conseguir um emprego melhor, vc vai ver!
    Fica triste não tá? Tudo passa!
    Beijo querida fica com Deus!

    ResponderExcluir
  94. OI ELAINE, VIM TRAZER MINHA SOLIDARIEDADE INFELIZMENTE É ASSIM MESMO, SÓ TEMOS VALOR QUANDO PRODUZIMOS, E COMO NÃO SOMOS DE FERRO UM DIA ACONTECE ALGUMA COISA E SOMOS DESCARTADOS, MAIS DEUS NUNCA NOS ABANDONA ELE É NOSSO PAI E SÓ QUER O NOSSO BEM POR ISSO NÃO DESANIME QUE ELE ESTA OLHANDO POR SUA FAMÍLIA.

    Katexx7.blogspot.com.br

    ‎(\_/)✿˘◡˘✿
    (^.^)*♥♥♥
    (")_(")ღ

    (¯`v´¯)
    `•.¸.•´BJOCASSSS

    ResponderExcluir
  95. Elaine, num primeiro momento tudo isso é uma agonia, um desespero, mas não temas, Deus está no controle da vida de sua família. Não se permitam pensar no pior, quando uma porta se fecha aqui, outras portas se abrem ali.
    Aproveite esse momento com seu marido, pensem além das ondas que estouram na praia: olhem para o horizonte e vejam a calmaria que terá após passar pelas turbulentas ondas do mar. Assim é a vida. Já passei isso tb, com filho pequeno sem marido que já havia ido embora e acredite, estou muito bem. Pensem se no passado vcs já tiveram vontade de abrir algo próprio. Entrem na página do SEBRAE e vejam à volta, no bairro ou na cidade o quê poderia ter que ainda não tem. Com 14 anos a indenização dá pra se tornarem franqueados de algo que vai dar lucro e melhor: será um sucesso. Quem garante que a saúde de seu marido não foi acúmulo de preocupação com o trabalho? Use esse momento a favor de vcs! Bola pra frente. Chore, grite, mas não desista, está ouvindo? Não se permita pensar: como será amanhã? Como fazer com as despesas? Seja racional junto com ele. Acredite antes de tudo que ele não terá mais nada. Se vc acreditar, conseguirá passar essa confiança pra ele e já terão 50% de chances de TUDO dar certo num futuro próximo, ok? Pense que é uma cabeça d´água que está vindo com uma mudança de temperatura. Mas amanhã, o mar voltará a ficar lindo, límpido e tranquilo, pois vc consegue junto com ele. Não é utopia minha não, mas quando tudo parece que está muito ruim, é pq está no momento de acontecerem as coisas mais maravilhosas que vc não imaginou ou não achou que pudessem acontecer com vc, certo? Encare esse momento, como uma saúda de férias, mas claro, não gaste, aproveite o que a vida, a natureza nos dá que é o céu com dia de sol, ou o dia com chuvinha fina. Faça cardápios variados com dedicação, veja o que é mais caro e negocie pra pagar tudo, mas 1° faça todo o levantamento pra ver quanto poderão economizar pra quitar o que tiver de pendências, tá? Acredite, a nuvem da tempestade será empurrada para o mar, e o sol voltará a brilhar logo, basta vc acreditar!!! Bjss, Jacque

    ResponderExcluir
  96. Força sei que você tem,fé também.Deus não coloca fardos pesados em ombros frágeis.Você consegue.Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  97. Dá nojo desse mundo que estamos vivendo, não entendo de leis mas acho que vcs devam procurar um advogado urgente, acho que as coisas não são tão simples assim não mandar embora e pronto, um bom advogado vai orientar pq existe os periodos de afastamento por doença até chegar na aposentadoria vejam isso....mas sei o que é triste é a falta de consideração como disse 14 anos não é 14 dias, mas eu não espero nd mais desses homens...veja os seus direitos, não repara a dor que passaram mas pelo menos garante os direitos legais...fique bem e não desanime estarei sempre orando por vcs.

    ResponderExcluir
  98. Querida, ao ler seu relato, lágrimas rolaram junto com as suas, pode ter certeza, esse mundo de fato anda muito egoísta, mas Ele não é assim e está lá em cima olhando por nós. Não desista, claro que vc vai passer pelo momento de raiva, indignação, chore, chore muito, faz bem, é importante, lava a alma, mas depois lute, procure um advogado, seu marido não poderia ter sido demitido, deverá ser reintegrado e ter o plano de saúde custeado. Fui advogada do Itaú, também fui demitida, por "reestruturação" depois de quase 8 anos de banco...
    Fique a vontade para tirar dúvidas. Te garanto, seu marido não poderia ter sido desligado pois a empresa teve conhecimento do diagnostic e utilizou-se disso para desligá-lo. Qualquer dúvida, me procure. Tenha fé.. Um beijo

    http://www.odivinopano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  99. Não Elaine, não vou dizer que vc precisa ter força. Vou dizer que vc se desespere, que chore, que encontre outras opções de botar essa dor, essa tristeza, esse sofrimento, para fora.
    O pior dessa doença é que o corpo padece e a mente continua lúcida, muito lúcida.
    Não sei porque não entendo, se há condição de se reverter essa decisão, essa demissão. Mas se tiver tente. Na empresa.
    Veja se não há condição de se fazer uma re-adaptação de função.
    Ele está em Aviso Prévio. Pode ser que existe essa possibilidade.
    Tenho família com diagnóstico tão terrível quanto esse.
    A diferença é que ele é de outra América.
    Vou torcer, até porque não acredito em rezas.

    ResponderExcluir
  100. Ai que ódio!!!!
    Tô brava, tô triste, tô indignada!!!
    Queria te dar um colinho....sinta-se acolhida, acarinhada, abraçada...
    Força e fé, amiga! Muita força e toda a fé do mundo!
    Tenha a certeza de que estou aqui, em prece por vocês...
    E pode contar comigo, viu?! Precisando é só gritar!
    Um beijo em seu coração,
    Cris

    ResponderExcluir
  101. Elaine nesse momento sei o quanto esta sendo díficil para você digerir tudo isso e atê pense "Não vejo saída" mas Deus diz: "Eu guiarei teus passos" (Provérbios 3:5-6) ...um forte abraço fraterno,pensamentos e orações,saibas que não estás só...

    ResponderExcluir
  102. Que tristeza e que grande injustiça. Na hora que o seu marido precisa mais,é na hora que leva o tiro de misericórdia. E quando digo precisar,não me refiro ao salário em si (apesar desse também ter o seu peso) mas na necessidade do seu marido,em meio a uma doença tão grave,se sentir ocupado e sobretudo útil. Infelizmente nos dias de hoje, existe muito pouca compaixão e solidariedade.
    Mas vcs vão reagir,não vai ser fácil,mas vão se levantar. A sua história de vida prova disso.
    Bjs e muita força.Não desanimem nunca.

    ResponderExcluir
  103. Elaine sabe aquelas horas que queremos ter belas palavras para falar ?! então essa é a minha hora , queria simplesmente te dar um abraço, é essa a minha vontade a ler seu relato, não sei qual religião você é , mas tenho certeza que você tem o principal fé e Deus no seu coração, então a única coisa que vejo ao meu alcance e orar pela sua vida e de sua família , e é o que eu vou fazer, e acredite mesmo com tantas lutas e por mais doloridas que sejam , você e uma pessoa abençoada creia nisso e tome posse . Que papai do céu te der sabedoria discernimento e principalmente paz . É ao seu marido , Deus tem um proposito na vida dele acredite. Fique na paz . Abraços bem fortes . Beijinhos

    ResponderExcluir
  104. Elaine....muito já ouvi sobre você, mas infelizmente chego agora ao seu blog. O mundo capitalista trata cada vez mais os indivíduos como "coisas" e palavras já não valem de nada. Li todos os comentários acima, e a Jô faz uma colocação de uma amiga advogada, que vem de encontro com o que eu te diria. Se quiser me procurar por email, ursulahummel@hotmail.com - fico à sua disposição. Pra conversar, desabafar, chorar, trocar ideias e te ajudar a chegar a uma solução para este momento da vida. Sei que você é do bem, e o Universo é muito generoso com pessoas como você. Confie NELE! Um beijo com muito carinho, Ursula

    ResponderExcluir
  105. Elaine sabe aquelas horas que queremos ter belas palavras para falar ?! então essa é a minha hora , queria simplesmente te dar um abraço, é essa a minha vontade a ler seu relato, não sei qual religião você é , mas tenho certeza que você tem o principal fé e Deus no seu coração, então a única coisa que vejo ao meu alcance e orar pela sua vida e de sua família , e é o que eu vou fazer, e acredite mesmo com tantas lutas e por mais doloridas que sejam , você e uma pessoa abençoada creia nisso e tome posse . Que papai do céu te der sabedoria discernimento e principalmente paz . É ao seu marido , Deus tem um proposito na vida dele acredite. Fique na paz . Abraços bem fortes . Beijinhos

    ResponderExcluir
  106. Elaine,que esse desabafo sirva prá vc reorganizar as idéias e tomar folego prá seguir em frente.Sei que vc falou de final de estabilidade,mas procure se informar se tudo está correto mesmo, até pq ele está em tratamento.Será que isso não conta?Bjs e conte comigo. www.recicleiavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  107. Tenha fé!Creia no Deus do impossível.Seja forte porque ele precisa de vc e vc dele. Estamos aqui,sempre!!!
    Bjs,fica com Deus.

    ResponderExcluir
  108. Fiquei estática após ler o seu post. Com uma raiva monstra a essas pessoas
    donas dessa empresa que fizeram tal sacanagem a seu marido...
    Merecem que vão para Tribunal...que seja denunciada até nas redes sociais
    o nome essa empresa...
    A amiga tem que ter coragem de FERRO para aguentar tudo o que lhe tem
    acontecido, e agora esta facada!...
    Que encontre forças para aguentar, que se crie uma corrente de solidariedade,
    de ajuda. Sugiro isso aos seus visitantes brasileiros.
    Para já também quase não consigo falar.
    Beijinhos e coragem.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  109. Elaine, que situação difícil... Fico horrorizada com estas coisas. Mas creio que deve haver alguma forma de resolver isso na justiça, ao menos os atrasados e a rescisão contratual, certamente ele receberá corrigidos.
    Fique com Deus, minha amiga. E, precisando, é só chamar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  110. Elaine, tô sem palavras... Vi uma chamadinha da Margaret no face, entrei na hora do almoço e li rapidinho a postagem, mas a comida desceu quadrada. Só agora consegui vir comentar. Estou indignada, com raiva, com ódio mesmo. Mas eu ainda levo pra minha vida e divulgo pros meus amigos que quando uma porta se fecha, outra se abre. A gente ora e ora pra Deus só colocar coisas boas nas nossas mãos, no nosso caminho. Claro que também vocês não vão deixar pra lá, procurem um advogado bom, busque os direitos, inclusive das férias que nunca foram tiradas, etc et... Momentos assim nos deixam mais fortes. Claro que ficamos magoados e descrentes. Mas tenha FÉ, nunca perca a fé, pois tudo vai ser resolver, pode ter certeza.
    Sinta-se abraçada, receba minha força, meu carinho e foca: "pensamentos positivos fazem as coisas boas acontecerem".
    Bjs da Ju

    ResponderExcluir
  111. Não posso dizer que posso imaginar o você está passando, porque só acho que só passando pelo mesmo pra poder saber. Mas ao menos, compreendo seu sofrimento, mas creia que Deus está ao seu lado, e vocÊ estará bem, confiando nele e ele guiará teus passos.
    Seja forte!!
    Sempre persista e nunca desista!!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  112. ELAINE, ESTOU EM LÁGRIMAS... JÁ PASSEI MUITA DOR NA VIDA... DESEMPREGO DO MARIDO FORAM MUUUITOS, E SEI O QTO É DIFÍCIL OLHAR PARA ELES NESSA SITUAÇÃO, POIS HOMEM É DURÃO, NÃO É??? TAMBÉM TIVEMOS DOENÇAS NA FAMÍLIA...E ÀS VEZES VIERAM CATÁSTROFES TUDO DE UMA VEZ.... LEVANTAMOS A CADA VEZ, SABE DEUS COMO... MAS LEVANTAMOS. TENHO UMA CUNHADA QUE ME CHAMA DE GUERREIRA... GOSTARIA DE NÃO SER CHAMADA ASSIM,E DE NÃO TER QUE ME FINGIR DE FORTE. HOJE TENHO ANSIEDADE PRA DAR E VENDER... TÕ FALANDO TUDO ISSO PRA VC SABER QUE NÃO É FÁCIL, MAS O MUNDO GIRA, GIRA E A GENTE TEM QUE SOBREVIVER. APESAR DE VIR POUCO EM SEU BLOG, SEI QUE VC É TALENTOSÍSSIMA E QUE VAI DAR A VOLTA POR CIMA!!! SEU MARIDO VAI CONSEGUIR UM NOVO EMPREGO, SIM. TEM MUUITA GENTE BOA NESSE MUNDO!!! CHORA TUDO QUE VC PRECISAR, E SEGUE EM FRENTE. ESSE MOMENTO VAI PASSAR...

    BJS E ESTOU TORCENDO PRA VCS !!!

    ResponderExcluir
  113. Elaine, eu sempre passo por aqui para ler seus posts. pois gosto muito, e hoje fiquei muito triste com o que aconteceu com o seu marido, foi lamentável o que a empresa fez com ele. Mas falando em direitos, como outras leitoras falaram lá atrás, ele não poderia ser demitido pois é portador de uma doença crônica, ele pode procurar um advogado para entrar com uma ação contra a empresa. Mande o seu esposo ir ao INSS e pedir um laudo comprovando o estado de saúde dele. E ele pode requere uma nova pericia solicitando benefício. O advogado vai orientar melhor. Se a profissão dele tiver sindicato, procure o advogado do sindicato, ele poderá dar toda assistência. Não se abata fique firme e forte, pois Deus está sempre do lado dos mais fracos, e com certeza ele irá mostrar a solução. Mas não deixe de procurar os seus direitos.
    Beijos e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  114. Elaine querida, mas uma informação de uma amiga advogada:

    "Jô Turquezza, pesquisei aqui depois de ler este post e além do direito a aposentadoria, ele tem direito a isenção de IRPF com devolução do que foi descontado desde o diagnóstico da doença e não poderia ser demitido, podendo optar pela reintegração ao trabalho ou indenização por danos morais e materiais. Resumindo: pau nessa empresa safada !!!"

    Beijos e fique mais calma, tudo se arranjará.
    Você é corajosa e tem fé.

    ResponderExcluir
  115. Ausente em toda a blogosfera (inclusive no meu próprio blog), não posso deixar passar batida essa sua postagem. Minha queridíssima Elaine, aqui as coisas tb não estão fáceis e tem horas que realmente bate um desânimo absurdo, só consigo me abastecer novamente em Deus. O que mais incomoda é sensação de ser incapaz de dar ao outro o que ele está precisando, fico mega arrazada com isso. Aí a gente olha pro céu, enxerga as coisas do alto e vê luz novamente no caminho.
    Não fique pensando no que fizeram na empresa, pense no que vai fazer em função disso. Veja se há alguma possibilidade de ação trabalhista e nesse caso acione. Depois comece a pensar nas outras coisas (o plano de saúde era da empresa? Também precisa ver isso...) De resto a vida vai fluir, pode acreditar. Vcs ainda tem muito a produzir, quem sabe não é hora do marido fazer algo diferente? (Deus vai iluminar, acredite!).
    Pode ter certeza que aparentemente distante, carrego vc no coração. Envio daqui o meus mais caloroso abraço e dizendo que isso tb vai passar.
    Deus esteja com vcs.
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  116. É nestes momentos que vemos quem são nossos amigos. Que você e seu marido mantenham a fé a coragem.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  117. Sinto tanto Elaine!
    É nessas horas que descobrimos a verdade sobre muitas pessoas...
    Força ai minha querida!!!!

    ResponderExcluir
  118. Que absurdo! Minha nossa! Minha querida, sei que nada que te dissermos irá fazer passar essa tempestade que vocês atravessam, mas ainda assim quero te falar duas coisas: a primeira, corra atrás dos direitos de seu marido na área trabalhista, e segundo, dizem que Deus escreve certo por linhas tortas, então isso tudo vai passar, modificar ou amenizar. Sei que é difícil enxergar uma luz no fim do túnel neste momento, mas vocês vão conseguir se reerguer sim. <3
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  119. Elaine se eu puder fazer algo, seja o que for conte comigo.
    Procure um advogado porque seu marido tem direito à aposentadoria.
    Qualquer coisa, precisando ou não, conte comigo querida.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  120. Bem amiga Fernanda Reali e Jô Turquezza te orientaram na área juridíca...manda ver!!!
    Já falaram tudo o que penso!!FORÇA
    UM GRANDE ABRAÇO..
    Mara Lúcia

    ResponderExcluir
  121. Ô amiga... tô aqui chorando, imaginando você... sua dor! Passei por uma dor assim na gestação do primeiro filho, quando marido foi demitido tb. Foi uma época difícil, achei que o buraco só iria se abrir, e só fosse fechar depois de nos entalar! Mas é como você mesma disse, sabe... passou! A gente deu a volta, tentou, enfim... saiu! Mas até hoje quando lembro de alguns momentos ainda me emociono! Ah a hora de dormir... Normalmente é a hora que também tiro o "peso" dos ombros. Aquele sorriso que me acompanha dá espaço para lágrimas, para desabafos silenciosos, até que eu adormeça. Sempre tive mania disso... rsrsrs Mas não estou aqui para falar das minhas tristezas, e tem aquele ditado que diz que "desgraça dos outros não é consolo pra ninguém". E não é mesmo. Mas quero que saiba que você vira e mexe já é alguém que incluo nas minhas orações. E que estarei rezando por vocês com a fé de que tudo vai mudar! Creio que Deus terá a solução. Apenas confie! Força, sempre! E melhores dias vão chegar, tenho certeza disso!!! =)
    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  122. Só não esquece que te amo tá ??
    E que estamos aqui, prá o que precisar.

    Li ontem, mas foi impossível dizer qualquer coisa, como hoje também é, só te digo que estamos juntas, sempre !!!

    Bjus 1000 e me liga se quiser !!

    ResponderExcluir
  123. Força elaine, pois Deus eh contigo e fara com que todas as coisas cooperem para o bem de sua familia. Busque tbm a justiça pois essa empresa nao poderia ter demitido seu esposo. Estarei orando por vcs, bjs

    ResponderExcluir
  124. Olá!
    Até onde eu sei , ele não poderia ser demitido
    coloque um advogado e ele ganhará a causa sem duvida!
    ele tem direitos!!!
    Sinto muito por tudo que está passando , mas a vida sempre é cheia de momentos
    não desista, é difícil ...mas assim mesmo a vida é bela!

    abraços!

    ResponderExcluir
  125. força amiga.....
    estaremos todas orando por vc...
    nada dura para sempre... e
    vcs vão vencer mais essa batalha.
    bjs Edna

    ResponderExcluir
  126. Mais: já passou o período de estabilidade?
    Se foi demitido por causa da doença cabe pedido de danos morais (tendo que ter provas).
    Vou colhendo informações e colocando aqui.
    Paz e luz.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  127. Elaine, sei que é mega difícil essa situação....só faz a gente perder as esperanças, eu sei pq tb passei por situações (nada parecido), mas problemas são problemas e eu acabei desapegando de DEUS, pq nada dava certo...ao invés de melhorar as coisas só pioravam para meu lado, mas por mais q esteja triste, indefesa, arrasada não deixa em nenhum momento de buscar a DEUS, jamais desacredite DELE, é nesse momento q tem q vir sua força maior e ter certeza q ELE está com vcs ...peça, ore, rogue eu sei q ELE vai te ouvir
    PS: Eu não tenho religião nenhuma, mas tenho certeza q estar com ELE é o que tem de melhor e é o que vai me ajudar....bjus

    ResponderExcluir
  128. Elaine, como muitas pessoas disseram em seus comentários, a princípio fiquei tão chocada que também não sei o que dizer em uma hora dessas. Mas saiba que Deus ainda assim está no controle, Ele sempre está. Mesmo quando não entendemos, quando até duvidamos, Ele estará no controle de todas as coisas. Peço a Deus que sustente vocês nesse momento difícil, e que traga alívio. Alguma coisa eu sei que vai acontecer, estamos com vocês.
    Beijos,

    Luciana

    ResponderExcluir
  129. Elaine!!

    Li seu desabafo e me emocionei. Nessas horas que nós percebemos que os assalariados são apenas um número para empresa, que toda a dedicação não serviu para nada. Seu marido fez a parte dele enquanto era funcionário e certamente será recompensado.

    Sei que falar é fácil, mas fica tranquila e pense positivo. Pelo pouco que te conheço você é uma mulher forte, de fibra e certamente vai tirar esse obstáculo de letra.

    Minhas melhores vibrações para vc e para seu esposo, dias melhores vão chegar e em breve você virá aqui nos contar isso.

    Forte abraço!!

    Fique com Deus. Beijos.

    ResponderExcluir
  130. Elaine, tenho plena convicção de que Deus vai colocar as pessoas certas no seu caminho, no momento exato em que você precisar! às vezes é preciso deixar ir o velho para que o novo possa chegar, o leque de possibilidades pode ser bem maior do que se pode enxergar neste momento escuro. Aguarde e confie!!!
    Um forte abraço para vocês!

    ResponderExcluir
  131. Oi Elaine,E assim que acontece com muitas e muitas pessoas, dedicação total a empresa, quando menos se espera uma surpresa.Sem dó sem piedade.
    Mas confia em Deus com muita fé, tudo vai se resolver.Pois ele e nosso Pai ele não nós dá a cruz maior que possamos carregar.
    O que posso te ajudar e rezar por vocês, e torcer muito, vai dar certo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  132. Estive uns dias fora da cidade,sem internet. Só agora soube. Concordo com vc que às vezes resistir cansa. Nossa, eu sei bem disso! Mas insista ainda... e ainda... e sempre. Força! É a única maneira que eu sei de sobreviver.
    Meu carinho, viu?

    ResponderExcluir
  133. Elaine como eu li hoje navegando pela internet (Eclesiastes 3:1-7)

    Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
    Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;
    Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;
    Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;
    Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar...

    Enfim... cada coisa ter seu tempo, o que a gente faz é tentar passar por cada tempo e até alcançar o próximo quando necessário. Infelizmente as empresas,mesmo aquelas onde somos induzidos a achar que somos parte de uma família, em horas difíceis costumam se mostrar como um campo onde esperam que trabalhemos pra que elas tenham lucro. E o que a gente faz quando descobre isso é chorar a decepção e depois procurar os direitos que a lei nos dá nessa hora. Infelizmente é o tal do 'sistema' que a gente quase sempre só se dá conta quando somos atingidos por ele.

    E fora as situações complicadas financeiramente, há tantas emocionais ao longo do caminho...
    É, são tempos difíceis... mas todos os seus amigos e quem conhece você do blog torcem pra que sejam tempos passageiros.

    E Elaine, com certeza se você tiver uma ideia para que possamos ajudar nesse momento difícil, vai ter gente pra apoiar, pra participar, pra colaborar.

    É só você divulgar!!!

    ResponderExcluir
  134. Elaine, o que é a vida senão viver! Um dia li uma mensagem em um calendário e nunca me saiu da cabeça: "enfrente tudo, mesmo o que não gosta".

    E resta-nos enfrentar tudo. Pois a vida nos testa. Testa nossa coragem, nossa carência, nossa força, nosso próximo passo. A vida nos testa assim e Deus espera nosso próximo passo da coragem, da alegria para subir o topo, da esperança que NADA é pra sempre e que SIM, dias melhores virão. Por pior que pareçam hoje, DIAS MELHORES VIRÃO....

    Virá o dia em que tudo passará e tudo começará a se encaixar em seu lugar, por mais que demore. Tenha certeza passará...

    E falo isso também pensando em mim que estou com meu pai internado, com os bracinhos magros, as mesmas manchas roxas de aplicações de remédios e soros, falo isso por ver minha mãe idosa sem ele em casa, com a memória confusa por tanta coisa... falo isso por ter que depois de 1 mês com eles em férias e cuidando, tiver que necessariamente "virar as costas" pois não moro perto deles, pois tenho minha vida com meu marido e filha em outra cidade bem afastada deles... É dor sim, de vê-los tão desprotegidos pela vida, tão carentes, tão necessitados longe de mim e impotentes pela vida... Dor em ver as poucas pessoas que estão cuidando deles sacrificadas e cansadas com tudo isso...

    Mas estamos VIVOS... pra ter esperanças, pra dar um apoio e uma voz FORTE e ALEGRE em meio a tristezas e dificuldades e assim poder falar pra eles que TUDO vai passar... Por mais que saibamos que tudo é dificil.. mas não impossivel de se reverter... Pq Nosso Deus é o Deus do impossível e sempre fará o impossível por todos nós..

    Acredite, dias melhores virão... anime-se, alegre-se, levante-se e assim erga também seu marido que precisa de você... e juntos VENCERÃO essa batalha..

    Deus te abençoe querida e abençoe a todos nós...Amém...!

    Abraços bem apertado e solidário a vocês... Vai passar!

    Teresinha Nolasco.

    ResponderExcluir
  135. Nem sei o que dizer! Que Deus te abençoe e de forças para seguir adiante!Beijos!

    ResponderExcluir
  136. Elaine,

    Estive aqui ontem. Li, todo o seu relato e não consegui comentar. Acho que passaria ainda mais tristeza pra você.
    Sinto muito pelo que aconteceu. E, não tem como não ficar sem chão, num momento tão delicado como esse. Mas, você já passou por muitas coisas, e superou. Juntos, você e seu esposo, vão encontrar uma forma de passar por mais essa.
    Não li os comentários das amigas, mas acredito que estamos todas com o mesmo sentimento no coração.
    Dá vontade de pegar vocês no colo, e fazer algo, uma mágica pra que tudo isso se transforme em coisas boas bem rápido.
    Quando uma porta se fecha, outra se abre..ou, outras..muitas outras. Deus é fiel!

    Infelizmente, na maioria das vezes, o funcionário só serve enquanto está dando lucros e produtividades. Mas, eu não posso se injusta. Pois comigo aconteceu bem diferente. Ao ser diagnosticada com um problema sério de saúde, meu ex patrão pagou um plano de saúde ainda melhor do que eu tinha. Não me demitiu. Arriscou e apostou na minha cura. Claro, que anos depois, eu soube que ele fez isso por pena. Fiquei um pouco triste na época, mas sou muito agradecida pelo gesto dele.

    Em breve, nós leremos notícias boas por aqui.

    Não sei mais o que dizer. Sinta-se abraçada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  137. Elaine, querida.

    apesar de não vir tanto aqui, leio as novidades deste blog em meu email. Gosto muito daqui mas não tenho tempo de vir com a mesma frequência. Meu marido enfrenta um câncer desde setembro e ando um pouco desanimada com o futuro. Mas assim que li seu post, pensei: é a hora da Elaine abrir uma franquia. Você tem talento pra isto! Ou melhor você e seu marido!
    Invista em vocês. Sei que agora minha sugestão não passa de palavras digitadas mas você vai superar isto. Quando vi o que o convenio do meu marido sugeriu para quimioterapia, engordei uns 10 kg. Naquela época eu não dormia, mal conseguia trabalhar e fiquei desesperada. Até que me apresentaram o SUS. E eu de joelhos, agora agradeço. O que aprendemos nestas épocas difíceis, vale por uma vida! Hj estou mais calma, faço academia, ele fez nova cirurgia há uma semana e eu no fim de férias, consegui vir aqui escrever pra vc. Veja tudo isto como uma mudança para melhor. Estou torcendo!!!

    Abraços

    ResponderExcluir
  138. Elaine, sei o quanto está sofrendo e mais ainda seu marido que se sente traido e descartado, mas vc tem que se levantar para que possa dar a mão a ele. Sei o quanto isso é terrivel, o ser humano é bem visto quanto tem serventia. Não sei direito mas acho que vc devia procurar um advogado para rever essa demissão. Talvez ele consiga ser aposentado e não demitido. Não é possivel que as leis trabalhistas não tenham um recurso a esse respeito. De qualquer forma, vamos sempre estar aqui para ouvi-la e confortá-la. O que precisar e pudermos fazer, pode contar. Estaremos orando por ele e pela sua familia, para que tudo se arrume como Deus quer, da melhor maneira possivel. Milhões de abraços e bjus.

    ResponderExcluir
  139. Elaine: Mil perdões, não tenho tempo para entrar em todos os blogs que sigo, com frequência, porém li o post do dia 5, voltei neste e tenho que te falar uma coisa: Procurem um advogado trabalhista.
    Por favor, recorram porque este empregador não pode demitir um funcionário nas condições de seu marido. Vão até o fim! Exijam ao menos o convênio médico, se não fizerem questão da reintegração.
    Por favor, vão atrás disso.
    É uma grande chance de conseguirem ganhar a causa.
    Beijos.

    Muita fé, muita calma e certeza da proteção Divina.

    ResponderExcluir
  140. Elaine fiquei profundamente triste com tudo isso. É revoltante a maneira como eles trataram seu marido, não levaram em consideração os anos de dedicação exclusiva dispensado por ele. Como as meninas já lhe orientaram acima procure um advogado para que os direitos trabalhistas dele sejam resguardados.
    Sei que vocês estão passando por um fase muito difícil, mas vocês não estão só. Deus está com vocês, e eles colocou em seu caminho vários anjos (amigos) que ajudarão de todas forma possíveis. Não desista, não desanime. Estarei orando por vocês, abraços.

    ResponderExcluir
  141. minha querida ,meu pai passou por isso na fabrica Daruma onde ele trabalhava ... ele não aceitou não saiu do rh e foi direto no sindicato ,junto com o medico do trabalha daquela empresa revogaram a demissão e até hj ele está encostado e com direito a unimed ... procure ir com ele ao sindicato e veja seus direitos o que fizeram com ele é o mesmo com meu pai e tenho certeza que vcs revogarão e ficaram com o convenio que é o mais importante pra vcs agora ,como tbm é muito importante pro meu pai hj :)

    ResponderExcluir
  142. Lembra que te falei em outro comentário que Deus dá as missões mais difíceis aos escolhidos? Aos mais fortes? Tenha certeza que ele NUNCA abandonará vocês.
    Acredito que se vocês entrarem na justiça poderão reverter essa situação.

    Meu carinho!
    Beta

    ResponderExcluir
  143. Outras portas se abrirão e não se fecharão!. Confie! "É quando padecemos os piores infortúnios que surgem as grandes oportunidades de fazer o bem a si e dos outros" Dalai Lama Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  144. Oi Elaine, a única coisa que desejo pra vocês é fé em Deus! Sinto muito por isso e tenho certeza que Jesus está preparando o melhor pra vocês.
    Grande beijo.
    www.eueumesmagabrielle.com

    ResponderExcluir
  145. sei que não é fácil o que vou dizer...
    levanta ,sacode a poeira e dá a volta por cima.!!!!
    não te conheço pessoalmente ,mas é como se conhecesse apesar de comentar pouco por aqui já me sinto da família e desde o primeiro momento que li sobre o seu marido torço pra tudo dar certo ,te admiro pela luta e pela força ,seus relatos sobre sua vida deixam claro quem você é.Fé sempre e coragem. acho lindo seu amor e dedicação a seu marido e vejo que ele retribui tentando acalma-lá e acreditar que tá tudo bem.força Elaine Deus existe e não permite que passamos por uma luta sem armas pra enfrenta-lá,confie em Deus e o mais ele fará sinta agora meu abraço apertado de conforto estou torcendo por vocês!
    Núbia Rangel

    ResponderExcluir
  146. Sabe Elaine, nunca li seu blog, estou lendo pela primeira vez, e espero que você leia meu comentário.

    Sei que o mundo abriu o chão para você, e você ainda está tentando achar um pedacinho firme no chão para poder se apoiar.

    Vou ser bem objetiva e clara, independente de religião (até pq não gosto nem de usar essa palavra), mas se voc~e acredita que Deus pode mudar essa situação, hoje é o dia.

    Visite ainda hoje uma universal mais próxima da sua casa, faça um voto com Deus, hoje é a reunião da cura e libertação e como todos sabemos que Deus não nos daria uma doença para nos provar, vá lá e busque pela cura do seu marido!!!

    Acredite e tenha fé.

    Fique com Deus!!!

    ResponderExcluir
  147. Olá amada, quero só trazer o meu afago pra vc se sentir um tantinho menos triste...pois sei que é revoltante toda essa situação.

    Bjs e sei que logo logo tudo estará resolvido pela graça de Deus, pois Ele sabe de tds as tuas necessidades e nunca vai te desamparar.

    ResponderExcluir
  148. Elaine, chorei tbm, não sabia que seu esposo tem esclerose, minha melhor amiga, convive com essa doença há anos, todos dias injeções, tratamentos, cansaço, não é fácil, VOCÊ precisa ser forte! mesmo que parece dificil, disfarce, erga a cabeça, e mostre a ele a mulher guerreira que é, enfrente de cabeça erguida, tenho certeza absoluta, vcs irão vencer, um gde beijo!

    ResponderExcluir
  149. Minha querida não tenho palavras para tanta covardia! DEUS está no comando e existem leis para isto!
    Tudo vai se acertar.
    Beijos de esperança...

    ResponderExcluir
  150. Olá Elaine! Sempre dou uma passadinha aqui no teu blog para acompanhar as tuas dicas. Hoje lendo este post pude imaginar a dor que sente por tudo isso que esta acontecendo. Como trabalho com direito, na área de planos de saúde, queria te dizer que de acordo com os artigos 30 e 31 da Lei 9.656/98 o teu esposo deve ser mantido no plano, o tempo de manutenção é proporcional ao tempo que esteve vinculado ao plano antes da demissão. Te informe bem para que não ocorram injustiças. Não sei qual é a tua crença, mas sou crente e tenho certeza que JESUS é a solução para nossas lutas, durante a batalha é ele quem nos dá força para suportar e é o único capaz de operar milagres e maravilhas em nossas vidas! Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  151. Força e Luz em sua vida... toda tempestade traz calmaria...Eu tenho certeza disso
    e trará a vocês, você é Luz nos transmite Luz e essa Luz voltará para você...lei da ação e reação...Com muito Carinho e vibrando por vocês ♥
    Graça.

    ResponderExcluir
  152. Puxa vida Elaine, que coisa triste. Também passo por problemas de saúde e precisei me exonerar do meu cargo, pois os médicos da perícia simplesmente não acreditavam em minhas dores, simples assim. Sei exatamente o que estão passando...preconceito, julgamentos, as pessoas são assim mesmo, nos cortam de nossos empregos e nos julgam num piscar de olhos de uma maneira muito fria e cruel. Desejo à vcs que tenham muita sabedoria, muita paz e serenidade para passar por estes momentos turbulentos e que venham momentos mais tranquilos daqui para a frente!

    Flávia

    http://eu-tublogamos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  153. Elaine, fiquei sem palavras ao ler isso tudo. Dei uma pausa, orei por vocês e voltei pra dizer que uma das maiores lições que tenho aprendido contido é sobre a sua resiliência. Aguenta firme e busque os seus direitos. Não desista.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  154. Olá Elaine. Hoje passeando pela net achei seu blog e gostei muito. Parabéns pela iniciativa. Eu li a história do marido que foi demitido por ter E.M. e toda a injustiça que ele passou. Desculpe, só não entendi se a história é sua ou de alguém que postou.

    O fato é que a empresa não poderia ter demitido o funcionário com deficiência. A não ser que o substituto que ele treinou, ou outro qualquer, tenha alguma deficiência. E este que o substituiu deve receber salário equiparado ao marido demitido. Ou seja a empresa só pode demitir um deficiente para substituir por outro.

    E mesmo que o marido tivesse aposentado por invalidez pela empresa, esta deve manter o plano de saúde.

    Esse caso cabe vários processos, inclusive com multa e indenização. Se o marido ou a esposa acionarem com certeza ganharão. A empresa está infringindo várias leis. É muita imprudência da empresa agir como agiu.

    Na verdade acontece que as empresas tendem a dar de bobo e agir como querem, pressupondo que ninguém conhece seus direitos. Então, é nossa obrigação mostrar para essas empresa que nós conhecemos sim nossos direitos e que o faremos valer.

    A postagem tem quase 1 ano, mas se ela ainda não acionou a justiça, ainda dá tempo. Se a pessoa injustiçada precisar eu posso indicar um advogado de minha confiança, que não cobra consulta, atende todo Brasil e você só paga se ganhar a causa. Pode contar com meu apoio dentro do que eu puder ajudar. Não aguento saber dessas injustiças.

    Vânia Regina - Blog Escleroceito
    http://www.escleroceito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vania, boa noite
      O relato é meu, o marido é mesmo o meu.
      De vez em quando eu posto sobre o assunto mas bem pouco porque preferi assim.
      Como você deve saber em meios virtuais nem sempre as pessoas de fato querem nosso bem...
      As coisas estão caminhando...
      Muito obrigada pelo comentário encorajador!
      beijos, muito obrigada mesmo, e também obrigada pelo link de seu blog, vou conhecer...

      Excluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…