Seja feliz em 15 minutos

em 2 de outubro de 2012

T210-2BImagine que o mundo está para acabar, sem sombra nenhuma de dúvida. Vai, sei que o mundo não vai acabar de fato, mas faz um exercício de imaginação e ...vai, pessoa, o mundo vai acabar em 15 minutos! Sim, imagine que a sua vida acabará em 15 minutos. O que você faria?

Tem ideia do quanto nossa vida poderia ser diferente se a gente vivesse os minutos como se fossem mais importantes, como se fossem os últimos?

Fiz esse exercício. Na hora pensei no marido. Diria a ele o quanto ele foi um presente de Deus na minha vida. Diria para a minha irmã o quanto eu a amo. Diria ao meu irmão o quanto quero que ele seja feliz. Diria aos meus sobrinhos o quanto eles significam para mim. Pediria perdão aos meus pais por nunca tê-los amado como eles precisavam. Olharia minhas coisas, minha casa e tudo o que fez parte da minha vida pela última vez, com amor e gratidão.

Abraçaria cada uma das minhas cachorras e me despediria delas. Agradeceria por elas terem me ajudado tanto, me alegrado, me animado.  Seguraria as mãos do marido. Diria a ele para não ter medo, pois eu sempre estarei com ele. Sorriria por 15 minutos. E ouviria o que estou ouvindo agora: pássaros cantando alegremente no meu jardim e jazz no radinho.

Então por que não agir assim todos os dias? Por que, meu Deus, não amar mais, não sorrir mais, não ser mais feliz hoje? Por que não dizer coisas bonitas hoje? Por que não agradecer hoje, por que não sentir gratidão por cada detalhe de nossa casa, por cada presente… Já pensou nisso? Em como seríamos mais felizes se cada minuto nos fosse mais precioso?

Acho que vou ali dizer umas coisinhas bonitas para o marido. E aproveitar para dar uns apertos nas minhas 4 meninas. De repente tiro minha mãe da cama pra pedir perdão. E assusto minha irmã dizendo o quanto a amo…

E você, não há ninguém que você queira fazer mais feliz pelos próximos 15 minutos???

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

29 comentários , comente também!

  1. Elaine, este tipo de exercício eu faço sempre, até pelo meu histórico familiar.
    Abraçar marido e filhos e dizer o qto são importantes pra mim é uma constante em minha vida, até porque sei que posso deixar este plano a qualquer momento, como todos nós, é claro!
    Adorei sua proposta e com certeza, mta gente vai parar pra refletir.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Que estranho! Tenho pensado muito sobre este tema nos últimos 30 dias, por um motivo que no momento não posso contar. Mas essa urgência de se mostrar por dentro, de externar o que vem no coração e o que está no pensamente deveria fazer parte da nossa vida todos os dias, do amanhecer ao anoitecer.

    ResponderExcluir
  3. Ah Elaine, penso muito nisso e procuro agregar o máximo que posso.
    Na minha idade (sou novinha heimmm) a gente curte muito mais cada segundo da vida ..........
    Tem uns dois anos, procurei uma prima que não via há duzentos anos, fiz tudo para achar e achei. Hoje somos bem ligadas.
    Assim a vida é muito melhor.
    Gostei do assunto e vou repassar, tá? No Face.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Eu nem deveria ter lido esse texto agora afffff to muito manhosa...to aqui chorando...meinterna?

    saudades

    Fer

    ResponderExcluir
  5. Elaine,
    amei esse texto! Vou pensar em quem fazer feliz por 15 minutos, depois das minhas filhas, neta e irmãos.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  6. Elaine,
    amei esse texto! Vou pensar em quem fazer feliz por 15 minutos, depois das minhas filhas, neta e irmãos.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  7. Oi Elaine, é verdade o mundo seria bem melhor se cada um fizesse o que por preguiça, acaba deixando pra amanhã, por timidez não dizer "eu te amo", por egoísmo, não perdoar ou pedir perdão, eu nos proximos 15 minutos correria para a casa da minha filha e diria o que ela escutou a vida inteira mas que nunca acho suficiente: que ela é a pessoa mais importante e que mais amo em minha vida. E aproveito pra deixar aqui o meu muito obrigada pelo premio que ganhei, amanha vou postar a linda bolsa pra todo mundo ver hehe. Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Sim,com certeza eu agradeceria à Deus por tudo,apesar das dores dos últimos tempos.
    Eu diria ao meu pai,que está internado,que tudo bem,não importa o que passou,ele terá o meu amor para todo o sempre.
    Diria aos meus filhos que eu adorei ser mãe deles.
    Colocaria no Face uma mensagem ligeira dizendo aos amigos o quanto eles foram importantes.
    E por fim,ficaria quietinha,sentada no sofá,tentando lembrar de todos os momentos felizes da minha vida,pois eu gostaria de ir embora com a sensação de que tudo foi lindo.
    Ah,meleca,tô toda arrepiada e chorando feito um bebê.
    Assim não vale Elaine!
    Bjs
    Buaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  9. Olá Elaine.
    Bem fiz o exercício mental e fiquei emocionada. So queria estar bem agarradinha as pessoas que mais amo, meus filhos,meu marido e minha mãe e já agora não esquecer as gatinhas e os amigos no coração.
    Beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
  10. Com o ânimo que ando pra vida, acho que correria, pegaria a primeira bebida alcoólica que tivesse e morreria bêbada... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  11. Que bom seria viver esses minutos que podem ser os últimos, dessa maneira
    tão bem delineada e franjada de Infinito.

    E o Divino se aproximar mais de mim e eu Dele
    E dar aos outros o que tanto me esqueço de dar
    E aproveitar a vida
    O milagre da vida
    Tão perto
    Nesses minutos,
    Franjados de Infinito.

    Adorei! Maria Luísa

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho muito que agradecer a DEUS e claro dizer deste amor que vive dentro de mim. Há amor em mim? Cantei essa cancão hoje. Obrigada pela oportunidade de dizer a quem eu amo o quanto sou feliz por ter-los comigo. Agora vou ali pedir perdao e me perdoar também.
    Um beijo, com carinho, Lila.

    ResponderExcluir
  13. Seria legal fazer disso um exercício diário mesmo ,então vou começar hoje ,beijos uma linda semana.

    ResponderExcluir
  14. OI, ELIANA!!!
    ESSE EXERCÍCIO É MARAVILHOSO!!! VOU FAZER LÁ E M CASA QDO CHEGAR... POR UM MINUTO VÃO ACHAR QUE ENDOIDEI, MAS LOGO VÃO ME ABRAÇAR!!!

    BJSSS

    ResponderExcluir
  15. Oi Elaine

    Acho que iria correndo pra casa da minha avó e levaria meu esposo comigo!

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Nossa, que lindo. Excelente reflexão. E de repente, eu me vi sem sabe o que faria em 15 minutos. A gente se pergunta tanto o que faria, imagina mil coisas e na hora H, sei lá... ficamos meio sem saber, rs. Mas vou pensar no assunto! Excelente tema e um texto muito bem escrito!

    Bjokas

    ResponderExcluir
  17. Elaine, você me deixou sem fôlego agora, me fazendo pensar super rápido. O que me veio à cabeça em primeiro lugar foi: largar o post que eu estava lendo e sair correndo em direção à escola dos meus dois filhotes para dar um abraço final neles com o coração disparado. Aí lembrei que era um exercício mental, e que não estava tendo nenhum terremoto hahahaha, relaxei e voltei a ler o post. Linda, você faria várias coisas em 15 minutos rsrsrs, só aí eu lembrei de várias também rsrsrs. Vou acalmar meu coração e seguir minha filosofia de viver mais, não o hoje (porque até chegar à noite tem chão) e sim viver esse segundo que estou respirando, agora faz você o exercício da respiração, respira o momento e solta...

    Beijoca, linda

    Meire

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine!
    Bem que tento fazer este exercício, mas nem sempre é fácil.rsss
    E pensando bem , dá uma aflição, 15 min. é muito pouco tempo para tantas pessoas especiais. Adorei o seu texto!
    Beijinhos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  19. Sei lá...Se o mundo fosse acabar para todos ficaria abraçada a quem estivesse próximo a mim, provavelmente seria meu filho, ainda mais hoje que ele está completando 20 anos...Cantaria nossa música eterna:
    Um coração de mel de melão, de sim e de não
    É feito um bichinho no sol de manhã...

    Morreríamos assim abraçadinhos

    Se estivesse sozinha ficaria em silêncio, pensaria nas pessoas, animais queridos que passaram pela minha vida...nos momentos de alegria...Não haveria tempo para mais nada, para mais ninguém...Melhor cuidar de fazer agora, né!

    Amei a reflexão, Elaine!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. só 15 minutos aff...
    eu não gosto de pesar no fim de nada ,sou medrosa pensar no fim pra mim eé penar é sofrer
    amo minhas filhas e minha mãe mais que minha propria vida,vejo no meu marido meu alicerce meu porto seguro,então amo sempre beijo sempre e peço perdão as vezes até em excesso vivo cada dia como se fosse o ultimo essa sou eu
    parabéns pelo texto e pela coragem de pensar no fim!

    ResponderExcluir
  21. Nossa... fiquei paralisada agora! Que exercício perfeito!!!!
    Pra gente ver que o que vale a pena, no final de tudo, são as pessoas que amamos e não as coisas que temos ou deixamos de ter, né?! Só pessoas mesmo.
    Adorei, e farei este exercício SEMPRE!
    Obrigada pela postagem!
    Bjns
    :)

    ResponderExcluir
  22. Oi Elaine, lindo o post^^
    Viver cada dia como se fosse o ultimo, assim fariamos menas bobagens.
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  23. não posso ler coisas tão fortes nesta faze do mês.
    me emocionei,e vou abraçar meu marido e filhos,o meu e o dele que considero nossos,e agradecer a Deus por tudo de bom em minha vida,por estar viva e com saúde e por poder acordar todos os dias!

    muito feliz sua postagem! boa tarde!

    eu tambem amo escrever,se puder dá uma olhadinha no meu blog...(não é jabá,kkk) preciso de opiniões sobre meu texto,bjos!
    http://belezanaalma.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi linda, sobre o tema, recomendo que você assista ao filme Melancolia- Lars von Trier- 2011
    Sensacional. Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Elaine obrigada por nos lembrar de ser feliz

    Pra mim não basta dizer "eu amo vc", tem que demonstrar. Sempre sou muito carinhosa com todos q me rodeiam, o retorno é uma coisa impressionante, todos me convidam pra uma porção de coisas, pq sabem da minha alegria, não tenho inimigos acredita? Com a vida, fui aprendendo a ser mais flexível, tolerante, menos perfeccionista e entender que somos todos iguais, embora tão diferentes.
    Aproveitando saiba que tenho grande estima por vc tão generosa, tão prestativa, e indico esse maravilhooooso blog de um grande amigo http://www.facebook.com/arly.cravo/photos_stream Toda quarta feira tem um programa online no face participe vc também

    ResponderExcluir
  26. Muitas vezes ficamos olhando para o próprio umbigo, concentrados em nossos problemas e esquecemos que ao nosso lado existem pessoas queridas e mesmo animais carinhosos que trazem alegria ao nosso dia a dia. Muito bonito seu texto.
    Bj...Bj
    artemadeiraevida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  27. Que post lindo... emocionei-me.... nos últimos 15 min da minha vida queria ter toda a gente que amo à minha volta, dizer o quanto são importantes, ter a minha gata no colo , a minha cadela e o meu pássaro a cantar ao meu lado e dizer aos meu amigos queridos que sim que fizeram a diferença na minha vida e que apesar de não se aperceberam são todos importantes para mim. Diria até sempre.
    bjinhos grandes

    ResponderExcluir
  28. Um lindo exercício e praticá-lo é legal!beijos,chica

    ResponderExcluir
  29. 15 minutos? Para o exercício , tive que parar de ler a postagem... tão pouco tempo para exercer o meu controle sobre os quereres que surgiram da imaginação .
    O mais que desejei era estar com os meus amores , dizer para eles que tinha certeza de que não era o fim e que não tivessem medo . Rezaria para que minha mensagem chegasse aos seus corações . Para quem tivesse perto eu chegaria num abraço real , para os de longe : e oração ! , mas chegaria !

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…