Hoje é dia de viver!

em 13 de outubro de 2012

aproveite a vidaQuando estamos bem, saúde em ordem e tudo tranquilo dificilmente a gente avalia conscientemente o que é importante em nossa vida. Já pensou nisso? Eu pensei. Nesta semana. É que tive uma das piores noites da minha vida.

Claro que não foi a pior, devem ter havido outras tão ruins quanto esta, mas graças à Deus eu apaguei da memória. Vou te contar:

Desde o começo da semana estava agitada, com alguns aborrecimentos. Não conseguia dormir direito e na quarta-feira foi ainda pior. Marido chegou em casa com 4 abacaxis lindos, fizemos um suco gostosinho e depois de tomar fui dormir. Sem conseguir dormir por causa das preocupações, lá pela meia noite comecei a sentir enjoo. Depois uma imensa dor de estômago. Resumindo: vômito, refluxo (nunca tinha tido, horror dos horrores) aspirei, as vias respiratórias bloqueadas, não conseguia respirar, fiquei gelada feito uma pedra de mármore.

No auge do mal estar achei que ia morrer. Sério, achei mesmo, tamanha a ardência nas vias respiratórias, e tamanha a dor de estômago. E enquanto passava mal, mais de 3 horas durou o martírio, eu pedia ao marido:

"Promete que toma conta das minhas meninas?" Minhas meninas são as 4 cachorras. Ele prometia. E eu: "Promete que cuida do meu blog, que avisa aos meus amigos e clientes que eu morri. Posta uma despedida?!

E o marido lá, de madrugada, apavorado, sem saber o que fazer para me ajudar (porque marido fica incapacitado nessas horas?) prometendo cuidar de 4 cachorras e do blog cor de rosa.

 

Fiquei pensando… na hora da crise eu pensei em quem depende de mim. E pensei nos amigos que fiz pelo blog. E no tanto que eles ficariam surpresos se eu sumisse de repente. Parece bobagem, mas juro que foi nisso que pensei. Pensei em cada trabalho começado, em tudo que tenho encaminhado, em cada coisa que estou planejando fazer nos próximos meses. Pensei na Menininha, que me segue a cada passo que dou, nas outras cachorrinhas…

Estranho isso, de ficar com medo de morrer. Não que eu tenha de fato medo de morrer. Não tenho. Tenho medo de deixar quem precisa de mim pra viver. E tenho medo de deixar coisas inacabadas.

E o que eu tive? Cansaço, agitação mental, sopa de legumes quente somada à acidez do suco de abacaxi, tudo junto e misturado em uma pessoa que tem histórico de gastrite (tive crise séria aos 20 anos). Nada sério, mas que parecia um infarto, ah… parecia sim.

Enfim… não morri, as cachorras não ficaram orfãs e o blog cor de rosa está à salvo. Ainda bem. Marido escreve muito mal…

E como de fato a gente nunca sabe o que o dia de amanhã vai trazer é bom a gente apreciar a vida agora, né? Sem perder tempo, sem achar que amanhã dará tempo.

Viver. Tem que ser agora. Porque a vida, essa coisa linda, tem urgência!

Feliz fim de semana. Que ele seja assim, cheio de vida!

anigif

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

29 comentários , comente também!

  1. Eu tenho refluxo e sei que é ruim de doer na alma! É engraçado porque vc sabe tudo que é acido nessa vida!

    É curiosa a nossa preocupação com o blog, nossa obra aberta, sempre em construção, as nossas pessoas queridas tão distantes de nós... As vezes eu digo a minha irmã caçula que se algo me ocorrer ela tem que avisar as pessoas do blog e mandar um e-mail para um amigo só para dizer a ele que o quanto eu o amo, não que ele não saiba, mas é sempre bom deixa a pessoa ter certeza das coisas néh!!!

    Também tem os livros, os dvds, as lembranças de viagem os diários que vão para o fogo!

    Enfim, pensamentos mórbidos... Que bom que nada de ocorreu Elaine, que a noite deu lugar ao dia, que estamos aqui novamente trocando ideias!!! Bora lá que temos um livro de sucesso para divulgar néh?!?!

    ResponderExcluir
  2. Elaine que noite amiga.
    Imagino o que não passou, mas que bom que está boa e foi só um susto.
    Esses pensamentos que temos são exatamente nas coisas que amamos e é isso que nos enchem de energia e vida.
    Agora que maridão é maridão e ama pra valer isso não tem dúvida, pois ele aceitar tudo é só por muito amor.

    Vamos aproveitar a vida e um lindo e maravilhoso fim de semana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Por vezes apanhamos um susto maior e pensamos é desta vez que chego ao fim. Paciência...
    Porem outra força maior nos faz vomitar o veneno e agarrar aquela oportunidade de viver mais um tempo.

    Gostei do seu testemunho porque nós andamos aqui distraídos e nem sempre vimos o perigo que nos espera em todos os momentos.

    O pior já passou e o conselho deve ser real para todos. Cuidado com aquelas coisas que nos fazem mal e coragem para viver o melhor que pudermos e soubermos todos os dias.

    ResponderExcluir
  4. Olá Elaine.
    Ainda bem que está melhor. E quando passamos por situações assim acabamos por pensar um pouco mais na vida e nas coisas que temos. Espero que não volte a sentir-se assim.
    Bom fim de semana e beijinhos grandes.

    ResponderExcluir
  5. Puxa, que susto,né?Ainda bem tudo passou!!! E temos mesmo que viver a cada dia. beijos,lindo feriadão,descansa! chica

    ResponderExcluir
  6. Oi Elaine, puxa que sufoco (literalmente) passou e felizmente passou! Esses momentos que nos aproximam da tal morte trazem boas reflexões, há pouco tempo escrevi uma poesia expressando essa sensação de angústia, necessidade de deixar tudo arrumado, encaminhado...sabe-se lá qdo a gente se vai, mas confesso que não tenho sido muito competente nesta tarefa.
    Que não tenhamos outros sustos tão breve!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie bom dia, ave! nem fala isso eu adoro vir aqui, vc posta algo eu já venho, nem fala em morrer, vc é saudável , foi um mal estar que passou, mas que parece que duru uma eternidade para vc, mas graças que passou, muita gente aqui adora vc, eu que comecei a vir a pouco tempo ja gosto. beijinhos e um ótimo fim de semana!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Elaine!

    Ainda bem que foi "apenas" uma indisposição. Mas acho que todo mundo é assim, a gente nunca se preocupa com a gente e sempre com quem a gente gosta e do que a gente gosta!
    Já tomei "meus sustos" também, principalmente com a crise de asma e achei que eu nunca mais fosse respirar...e só pensava na minha cachorrinha...porque o namorado é meio "cabeça de bagre" (rsrsrs) e quem cuida de tudo sou eu.
    Eu também não fui de ter medo da morte, mas fico preocupada em como vão ficar as coisas "sem mim". Até parece que o mundo vai parar!! rsrsrs
    É verdade, a gente tem que apreciar mais a vida!

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  9. Ei, moça, vamos se cuidar, hein... Tá pensando que 4.0 é graça??? Estou pertinho dessa marca e já providenciei minha atividade física, exames clínicos, alimentação balanceada etc, etc, etc...

    Deste um sustão no marido e na gente tbm!

    Um bjo e fica bem.

    ResponderExcluir
  10. Isso menina! O hoje é muito importante.
    Eu me preocupo muito com meu futuro, minha casa ....(vivo arrumando e separando coisas para dar, e se ..... amanhã? Quem vai separar tudo, ajeitar? Não sou materialista, mas gosto de tudo organizado. Sei que isso é pura bogagem, sempre vai ter alguém para fazer isso rsrsr mas estou aprendendo a viver o dia de hoje, mas a ansiedade não vai embora.
    Mas vou me divertindo também.
    Vou receber meus livros na semana que vem !!!!!!!!!! Quero ver o que escrevi ahahahah
    Amigos e parentes vão comprar direto da Digitexto e eu vou "autografar" rsrsr Se vou chorar? Claro, de emoção, enorme!
    Lindo dia para você.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  11. Esqueci de comentar. Adorei essa "chuvinha colorida" suave e não pesa no Blog. Parabéns!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Concordo com você,temos que viver o hoje,até mesmo pq não sabemos o que vai acontecer amanhã e se existirá um amanhã :)
    Bom fim de semana Elaine.XerO

    ResponderExcluir
  13. Espero que você esteja muito bem agora! Durante muitos anos, eu não soube dar tanto valor à vida. Quando entrei no buraco, financeiramente falando, aprendi a valorizar muito mais as coisas que tenho e que já tive e comecei a refletir sobre a importância de ter saúde. O resto é fácil.

    ResponderExcluir
  14. Amiga,que susto! Quando eu tinha 14 anos hiuve uma noite que minha mae acordou toda a familia e se despediu, pois estava assim como vc descreveu, com a nitida sensacao de que nao veria o dia amanhecer. Mas ainda bem que o mal subito passou.
    Vale a experiencia de repensar o valor da vida.
    Cuide-se.
    Bj
    Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  15. Elaine,
    imagino seu sufoco, realmente quando pensamos que vamos morrer pensamos em tudo que depende de nós, já passei por isso e também já deixei uma pessoa encarregada de colocar uma despedida no meu blog.
    Humildemente te peço perdão mas não consegui deixar de rir ao imaginar a cena, você passando mal, marido sem saber o que fazer e você pedindo para notificar no blog, é muito pra cabeça de um marido. Se cuida. Bjo e uma abençoado fim de semana.

    ResponderExcluir
  16. ri da sua tristeza, agora a gente ri...mas imagino o qto sofreu...eu tive uma crise de labirintite uma vez que tb achei que ia morrer...mas tô ak tb..ehhehe...se cuida aí..

    ResponderExcluir
  17. Oi, Elaine.
    Também passei uma noite como a sua e foi um susto tremendo, pensei que estava infartando mas não chamei ninguém.
    Como fiquei muito assustada(morrendo de medo) fui a emergência e depois ao gastro. Fiz endoscopia e ultra e foi confirmado o refluxo, a médica me passou remedios,dieta e alguns procedimentos como elevar a cabeceira da cama.
    Bom,acho que deveria procurar um médico pra avaliar e medicar você.
    Ah, também tenho medo de deixar as pessoas que precisam de mim, principalmente meus netos.
    Um abraço e se cuida!
    Angela

    ResponderExcluir
  18. AI, como você é engraçada... e parecida comigo!!! Tive uma dor de cabeça terrível há um mês... pensei que ia ver a luz... e logo lembrei do Chico Anísio qdo disse "eu não tenho medo de morrer, tenho pena..." disse isso pro meu marido e ele quase me matou de verdade... rsrsrsrs... Quando vi que não morri, saí pulando pela casa, e comecei a trocar meus pensamentos... e a ser feliz de novo, e a recomeçar a vida. Começo-a todos os dias!!!

    bjsss

    ResponderExcluir
  19. Olá Elaine!
    Que bom que está melhor, procure cuidar mais de você e priorizar sempre uns minutinhos do seu dia para fazer o que realmente gosta.
    Nós temos os dias tão cheios que acabamos nos cobrando d+ e só quando o corpo mostra que temos que parar é que observamos que precisamos ter saúde para cuidar de tudo o que depende de nós, mas para isso precisamos estar bem!
    Admiro muito seu trabalho! Que Deus te dê uma vida longa, para cuidar das 4 meninas, do maridão e de nós amigas e clientes que te curte de montão!
    Bjss

    ResponderExcluir
  20. Graças a Deus que voce está bem!
    A saude é o bem mais importante que nós temos, eu já tive problemas de saude e hoje dou o maior valor.

    Fica bem e saude!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Não que seja bom, mas às vezes é bom passar por essa sensação de quase morte.... algo muda dentro da gente. E tantas coisas banais e fúteis saem da nossa vida como num passe de mágica.
    É horrível essa sensação.... que ótimo tudo voltou ao normal, Elaine. Saúde ra vc, fia!

    ResponderExcluir
  22. Fico feliz que você não tenha morrido! Ficaríamos realmente muito tristes.
    Já passei por este experiência quando tive dengue. Fiquei tão mal que pensei que ia morrer. Por incrível que pareça não me desesperei, fiz um exame de consciência e dormi. Sonhei com Nossa Senhora dentro de uma gruta de madeira me mandando rezar o terço durante 7 semanas seguidas...Acordei emocionada e nunca mais parei de rezar o terço todos os dias!

    Beijão e muita saúde!!!

    ResponderExcluir
  23. Elaine essas noites e madrugadas que as vezes passamos mal, parecem ser mais assustadoras do que parecem. Já passei muitas vezes mal e com a sensação que seria meu último dia, e como vc, me passou pela cabeça minha vida inteira, meus cachorrinhos (Será que vão cuidar como eu cuido?) Será que vão sofrer muito?, meu blog. Nossa quem vai avisar que morri se ninguem aqui em casa sabe mexer? Tudo isso vem na nossa mente né? Nessas horas temos muito medo, mas medo de deixar quem amamos, graças a Deus foi só um susto, se cuide, abacaxi para quem tem gastrite é um veneno. Ainda bem que vc está viva e forte pra continuar seu trabalho e sua vida. Te mandei email viu? Estou avisando por que vc ja me disse que foi para a caixa de spam. Bjos se cuide, Boa semana

    ResponderExcluir
  24. Minha querida e vc não foi ao medico ? pode ser visicula toma cuidado , seu texto e lindo ,mas você esqueceu de uma coisa rsrs você diz para a aproveitar a vida mas só pensamos nisso quando estamos doentes, por isso amiga se sentir de novo não pense em mais nada, vá ao medico( sim e uma puxada de orelha)pois adoramos você , eu por exemplo sou sua fã
    bjs

    ResponderExcluir
  25. Elaine,

    O suco de abacaxi é digestivo e faz mal tomar de noite e em seguida ir dormir!
    Qdo acontecer de novo, experimente tomar um pouco de bicarbonato com água, vai cortar o efeito ácido do abacaxi, e talvez melhore vc!
    Porque o bicarbonato é uma base! (aula básica de química)hehehe!
    Mas, olha... Ainda bem que passou!
    Não conseguiria viver sem as suas palavras... Tenho seu blo na minha barra de favoritos!
    Some não! Vc nem publicou seu livros de contos ainda!

    bjão
    fica com Deus!


    ResponderExcluir
  26. Oi querida,

    Para variar adorei teu post. E é assim mesmo, quando a gente tem um "piriri" fica toda apavorada, pensando no que vai ficar. Eu também tive um, semana passada , como você já sabe. Mas tomei mesmo consciência da importância de viver o agora quando perdi minha mãe. Eu também não tenho medo de morrer, mas tenho medo de deixar meu filho só, ele tem só 12 anos e não tem pai., tem meu ex-marido (que não é o pai) que cuidaria dele, mas também é complicado pois ele tem um tumor maligno no cérebro..
    Mas enfim deixemos para lá as tragedias, Deus é nosso "fã" e vai nos deixar viver muito ainda.

    Excelente semana (sem piriris)
    bjs
    Mana

    ResponderExcluir
  27. Sofro de gastrite e refluxo, quando estou nervosa. É agoniante e sim, parece um infarto. Primeira vez que tive, morava com meus pais e pedi ao meu pai para me levar ao pronto socorro, eu, que tenho verdadeiro horror a isso.

    Que bom que tu melhorou. Agora se cuida, pq ngm merece ter isso né?


    Bjs

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…