Pensamentos de fim de tarde

em 30 de julho de 2012

Fim de tardeEm setembro próximo eu completarei 40 anos. E, inexplicavelmente, isso está mexendo comigo. Nem chegou ainda e já está mexendo comigo, me fazendo pensar…

Lembro que quando era bem menina, lá pelos 15 anos, eu ficava fazendo contas sobre quantos anos teria na virada do século. Teria (tive) 28 e na ingenuidade dos 15 anos pensava: poxa, estarei velha, minha vida terá acabado.

Aos 28 eu me senti muito jovem, a vida por acontecer. Depois vieram os aniversários seguintes, a casa dos 30, anos que nem senti passar. Abri este blog aos 36, ele fará 4 anos dias depois que eu fizer 40. Medo…

Fico pensando nos rumos que minha vida tomou. Fico pensando o que tenho pra viver. Não tenho filhos pra criar e ver crescer, ver entrar na faculdade, ver me darem netos. E isso, sem dúvida, esvazia um pouco a vida. Claro que não totalmente, mas o fato é que filhos dão uma noção de continuação. Ou não?

Também estou em um momento de decisão: não sei se quero mais trabalhar com calçados. Foram mais de 25 anos, e pela primeira vez penso de verdade em trocar de profissão, me dedicar somente aos blogs que tanto amo fazer e que tantas alegrias (e dores) me dão. Mas quem é louco o bastante pra trocar de profissão aos 40 anos? Cadê coragem?

Hoje, olhando no espelho do banheiro vi as pequenas linhas em volta dos olhos. Claro que elas não apareceram de ontem pra hoje, mas foi hoje que as olhei sériamente pela primeira vez. Olho neste momento minhas mãos, tanto eu gosto de minhas mãos… e elas também começam a aparentar os 40 anos. Discretamente, por enquanto.

E assim como olhei hoje para as linhas do meu rosto, tenho olhado muito para as linhas da minha vida. Pensando em tudo que sou, em tudo que quis ser, em tudo que não posso mais ser. Fico pensando no propósito da vida, e neste momento eu penso específicamente no propósito da minha vida. O que quero? O que desejo fazer pelos próximos 10 anos? Quem eu sou, de verdade, hoje? O que eu quero ser? Ainda posso querer?

Acho que me falta perspectiva, sabe? Tipo um objetivo de vida. Algo a que me dedicar de fato… sei lá, ando me sentindo meio levada pelo vento da vida, vivendo como se estivesse esperando…
Veja bem, não estou triste, nem nada parecido. Estou pensativa. Não tenho medo algum de envelhecer, mas sinto que estou numa espécie de bifurcação da vida. Creio que seja qual estrada eu siga não será mais como tem sido….

Confuso isso, né?
Ai… me abraça? e diz que vai passar?
 felizsemananova

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

57 comentários , comente também!

  1. A dos 40 vai passar, mas vem a dos 50 hahahaha mas eu ti abraço se vc me abraçar, eu que já penso que os 60 estão próximos.. ô mô pai ;)

    Bom vc escrever que não está triste, só pensativa, porque hoje em dia tudo que a gente sente já dizem que estamos deprimidas, uma saco. Tristeza foi riscada do dicionário aff
    Você é uma linda mulher completando seus 40 anos e sempre é tempo de mudar.

    beijosssss

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine..
    Vim te trazer uma abraço, e dizer que tudo isso passa.
    Se você tivesse filhos, essas ia estar confusa , com filhos na adolescência, pela sua idade,e se questionando se a educação que voce deu estaria correta, pois afinal são tantos respondões , não é?
    Pois é...para ilustrar, que dúvidas e questionamentos são "nosso castigo" , para podermos evoluir.
    Aqui fica um abração!!!

    Beijokas
    Paula KAsas

    ResponderExcluir
  3. Engraçada esta visão. Também fui assim aos quinze e aos vinte. Depois esqueci-me dos aniversários.
    Festejamo-los porque são uma dádiva de Deus e devemos celebrar estas datas com muita alegria.

    Hoje penso quantos mais irei celebrar na minha vida.
    Isto preocupa-me mas por outro lado penso que devemos viver um dia de cada vez e aproveitar todos os momentos bons que tivemos ou ainda temos.
    Agora com 65 ainda procuro fazer aquelas coisas que eu sempre sonhei fazer
    - pintar - escrever- ler e ouvir música - viajar etc..........

    ResponderExcluir
  4. Olá, Elaine.
    Você está na minha lista de amigos e seu blog está no topo da lista dos atualizados. Então vim aqui te visitar (coisa escassa ultimamente, é ter tempo pra essas visitas gostosas...).

    Vou fazer 30 anos, mas vivo passando por esses momentos de reflexão. É certo que ter uma filha deu um sentido a minha vida, um sentido tão procurado quase que a vida toda... O que me incomoda é ver as pessoas tendo suas profissões, pessoas encontrando suas almas gêmeas e eu aqui... Sem uma profissão e sem minha alma gêmea, ainda por cima: mãe solteira. Isso me dói a garganta sempre, viu?
    Mas daí olho pra minha filha e tudo isso se torna pequenininho....

    Bjs e sucesso!

    http://mae-solo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Meu abraço! Importante esses momentos reflexivos e realmente eles não são necessariamente tristes.
    Eu entrei feliz nos 40 e sigo a alguns dias do 41. Estou adorando essa fase. E acho que vai até render um livro de crônicas... quem sabe?!
    Acho que insatisfações sinalizam coisas que precisam do nosso olhar, do nosso próprio abraço. Não sei lhe dizer se passará logo, mas tenho certeza que a resposta será encontrada bem aí pertinho de você!
    beijo

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida Elaine
    Claro que vai passar!!!
    Tudo passa... só Deus permanece Imutável e Generoso para aliviar todas as nossas "dores" (questionamentos)...
    Seja feliz e abençoada!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  7. ELIANA, é bem natural pensarmos assim... já fiz 40 há 6 anos! E vejo os 50 se aproximarem! Quando vou ao médico, parece que tudo que faço para minha saúde é lento, o metabolismo é mais lento... o meu médico só diz " com a idade, a gente..." Ai, eu já sei! Para!! Mas ao mesmo tempo que meu corpo vai perdendo o viço, minha mente é cheia de vivacidade! Tenho mil planos! Neste final de semana desatei a tricotar! Senti uma imensa felicidade!!! Agora, qto ao meu emprego... que tem me trazido grandes preocupações, conto os dias para me aposentar, professor tem prazo de validade, o meu prazo tá na "estica"...

    Receba os 40 com uma linda festa! Ou com uma viagem a um lugar que vc nunca tenha ido! Não precisa ir longe, às vezes não conhecemos o que está bem pertinho de nós...

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Elaine, claro que vai pASSAR!!Essas fases chegam e passam, desejo que fiques bem e o que sobra pra mim aos 6.3?rs...

    Trocar de emprego ,penso que a hora certa é quando não mais estás feliz com os calçados. Daí é a hora!!! Mesmo não sendo fácil, impossível não é!!

    Deves pensar bem!!

    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  9. Minha querida Elaine,

    Grande responsabilidade ser a primeira a comentar este teu momento da vida...mas sabe,amiga,foi bom pois do alto de meus 7.4 a experiência me diz que aos 40 eu me achava uma menina...tanto que mudei completamente de vida nesta idade.E você está no caminho certo,Elaine,este blog é o seu filho e os outros tantos que você já deu à luz(quantos?)sào outros filhos espalhados por este mundo que é a blogosfera...

    Quantas coisas aprendi com você e quantas pessoas já ajudou com suas dicas e conhecimento...se isto não é ser uma mãezona,não sei o que é...

    E quanto ao abraço eu te mando todos os meus,apertados,carinhosos,ternos e perfumados.Com cheiro de flor e sabor de todas as frutas...com estrelas e luares...com cantos de rouxinóis e vôos de borboletas...

    Todas as portas estão abertas para você,minha querida.Basta cruzá-las.

    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
  10. Oi Elaine!

    Esse questionamento que você faz eu também faço sempre. Também não tenho filhos, não terei netos...e às vezes me pergunto qual o meu propósito, e qual a minha proposta de vida...nem sempre acho as respostas...
    Não sei se você vai encontrá-las, acho que a gente está aí para questionar...sempre.
    Te acho uma pessoa tão vencedora! Você já passou por tanta coisa e se saiu bem; já venceu tantos desafios, tantas tristezas...Encarou tanta coisa de frente. Tenho certeza de que você vai encontrar as respostas; não todas ao mesmo tempo, mas acho que vai encontrar.
    Se houver algo que eu possa fazer, conte comigo! Por enquanto que tal um abraço bem forte? \0/

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  11. Amore, essa reflexões fazem parte da nossa vida, também tive esses pensamento perto dos 40( e já se passaram dois anos e meio), também pensei nos filhos que não tive e nessa "continuação" ou falta dela( amo crianças)mas talvez para desculpar penso na dificuldade e decepções de criar um filho no mundo de hoje. Deus sabe de todas as coisas.Eu te abraço e te digo vai passar e aos 50, 60,... estaremos lembrando dos 40 e nos questionando.
    Elaine entre 8 e 11 de agosto estarei aí em São Paulo na região central( que medo) existe alguma possibilidade de a gente se abraçar pessoalmente?
    Cut beijos e vai passar amiga

    ResponderExcluir
  12. Tudo na vida passa, acabei de fazer 39 e fico pensando no caminho que percorri até aqui e nos próximos anos. Fazer mais uma faculdade, arquitetura meu sonho, continuar com o blog e quem sabe chegar aos 4 anos como vc, é difícil prever o que acontecerá, mas pare e olhe o quanto mudou e o que pretende resgatar, o que está escondido lá dentro de vc. A essência de cada um não muda, fica guardadinha, viva intensamente os 40 e depois me conta como é chegar lá.

    Um abração e ótimo início e semana.

    Gláucia

    ResponderExcluir
  13. Querida Eliane, lendo sua crônica dos 40, lembrei de tudo que vivenciava sempre que ia completar no sentido popular" idade de rombo" kk ou seja: 10, 20, 30,40,50, e assimm cheguei aos 60 anos!!!! Minha linda, chegava a sofrer com a idéia de completar essas idade, tanto que até no médico mentia, não diminuia, aumentave um ano. Quando completei 50 anos minhas filhas e meu esposo fizeram uma festa com tudo que muito planejado e convidaram todas amigos e amigas sem que eu soubesse. Fui a uma festa de uma amiga, imaginava ao chegar no local tinha um bolo enorme com um 50 dourado e a festa era minha!! fou um choque mas meus traumas acabaram. Huje agradeço a Deus meus 60 anos assumidos com dignidade, continuo sonhando, vivendo a minha vida, procurando a tão sonhada felicidade, como sempre. Você vai ver minha linda, a vida continua, a nossa cabeça, melhora com a idade, ou seja os nossos pensamentos, é só não nos entregarmos. 40 anos ainda és uma menina linda!! e quando chegar aos 60 e mais continuará linda porque aprendemos a viver cada época, cada momento.Felicidades amiga!! e viva a vida!!!Mas tem um detalhe: a minha mente ainda não aceitou os meus 60 kkkk as vezes penso que erram a minha idadekkkk acho que é porque amo demais a vida. Desculpe o texto Bjuss

    ResponderExcluir
  14. Nada mais verdadeiro que "a vida começa aos 40". Como tantas outras verdades da vida. São apenas números, Elaine. Abstraia deles.
    Já vi se passarem 5 décadas e estou na 6ª, ainda querendo tanta coisa...Mesmo assim, se fosse uma pessoa diferente do que sou, ainda teria muitos sonhos, chutaria muitos paus de barracas e viveria da maneira que quisesse.
    Enquanto estamos saudáveis, a idade não pesa, de maneira nenhuma.
    O fato de não ter filhos pode ser encarado da maneira que vc quiser, eles (filhos) não são garantia de nada, tanto podem ser uma benção quanto uma fonte de problemas.
    Não condicione sua vida pelo que não tem, nem pelo que passou. Viva o hoje. (incrível como "sei" dar conselhos e como tenho dificuldade para seguí-los...).
    Aos 40, digo-lhe com certeza, ainda somos adolescentes.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Primeiro pega o abraço, o beijo e o aperto... porque quando a gente está assim, é só o que dá uma ajuda. Vai passar sim, eu também tenho dessas fases. Não acredito que seja porque você não tem filhos, eu tenho e penso, será que estou educando direito, será que quando crescerem serão pessoas de bem? Ou na primeira oportunidade vão me colocar num asilo? rsrsrsrsr. Dúvidas sempre teremos, inseguranças nas escolhas também. Algumas são mais fáceis, outras requerem coragem. Mas vc está falando dos 40 como se tivesse fazendo 80... rsrsrsr, vc é jovem, corajosa, cheia de talentos e capacidades, tem muita vida pela frente ainda. Se pudesse te dar um conselho eu diria, escolha com o coração, aquilo que te der a sensação de paz ;o)

    Beijos ♥♥♥

    ResponderExcluir
  16. Eu estou nos meus 28 e sinto um peso enorme sobre mim quando penso o que fiz e o que gostaria de ter feito. Há pouco tempo completei os 28 e, também (como sempre!), fiquei pensativa.
    Algo que me falta bastante é essa questão do objetivo. Nunca tive algo certo por que lutar. Sempre fui aproveitando do que me aparecia..:(

    A vida é assim. Sigamos nela sem medo.. que os resultados vão surgindo aos poucos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Eu estou nos meus 28 e sinto um peso enorme sobre mim quando penso o que fiz e o que gostaria de ter feito. Há pouco tempo completei os 28 e, também (como sempre!), fiquei pensativa.
    Algo que me falta bastante é essa questão do objetivo. Nunca tive algo certo por que lutar. Sempre fui aproveitando do que me aparecia..:(

    A vida é assim. Sigamos nela sem medo.. que os resultados vão surgindo aos poucos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine,essa preocupação e questionamentos acontecem com todos nós,o lance da vida é simplesmente viver,viver sempre o presente. Se vivermos pensando no amanhã,perderemos o hoje e ele não voltará mais.Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Elaine querida, parei para ler seu texto, lembrou-me da reflexão que fiz esses dias em meu blog, contando tudo, coisas da vida de criança até agora. Hoje mudei de data, 57 anos de muitas vitórias! Somos vitoriosas por estarmos bem. Ontem eu estava tristinha...mas, hoje, o dia amanheceu lindo! Minha irmã ligou logo cedo, quis ser a primeira a me dar os parabéns, as amigas do Face, muitas ex-alunas queridas e alunos, na igreja, tantas pessoas me felicitaram, fiquei muitooooooooo feliz e já entrei num novo ano que acabou de começar. Esta é a vida para ser vivida do melhor jeito possível! Deixe vir os 40, os 50, os 60... os 80, com alegria, saúde e muita disposição para criar! beijos

    ResponderExcluir
  20. Elaine, ao que parece você está fazendo um balanço das sua vida. Minha sugestão é colocar no papel as suas perguntas e respondê-las, mesmo que aos poucos. Você se conhece os suficiente e tem as respostas. Que tal listar as conquistas alcançadas?
    Você vai completar só 40... tem tanto chão pela frente!

    Te deixo com um pensamento: Você é seu único limite.

    Um abraço bem apertado Elaine.

    PS eu tbm sou de setembro... e minha irmã tbm está fazendo 40 em setembro :)

    ResponderExcluir
  21. Tu com reflexoes de final de tarde e eu com reflexoes de insonia ( pro tempo passar rapido fui ver meu reader).
    Olha eu acho que isto nem tem a ver com os 40 anos. Talvez voce so esteja associando a sua idade ao desejos de mudanca.
    Te consola se eu disser que o melhor da minha vida sob muitos aspectos chegou depois do 40? E te consola se eu disser que as maos mudam, as rugas aparecem mas o principal que é a essencia de cada um so melhora?
    Beijinhos
    (nao estranhe eu fazendo comentarios....rs.... Eh a insonia...rs

    ResponderExcluir
  22. Elaine,

    Todos nós passamos por esses questionamentos.
    Não vou me estender muito, só lhe conto, que larguei 21 anos de trabalho na mesma Empresa, família, casa, amigos e país, para recomeçar aos 5.0. Kkkk Nunca é tarde!

    Vai passar sim, já até passou nessa altura, e outros questionamentos virão... é sempre assim. Rs

    Sinta-se abraçada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Vai um abraço daqui de Portugal.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  24. não sei se passa, mas a gente se acostuma...... em setembro farei 50 anos, então posso dizer que é só um número... não diz nada sobre quem vc é ou como vc está. Apenas viva um ano após o outro.
    bjs
    Sônia

    ResponderExcluir
  25. Ai amiga, vem cá no meu colinho! Sabe, nunca questionei idade, nunca mesmo. Casei, tive um filho (por opção do casal), mas isso não quer dizer companhia ....ele mora muito longe, construindo o segmento da família, já sou avó. E vivo eu e Husband a nossa vida por aqui. Até pensei em morar perto do filho e neta, mas é utopia para mim ......
    Eu já passei dos 40 há muito tempo e digo que tenho saudades dos 18 e dos 30. Mas agora com a idade que tenho, só quero curtir o que gosto, trabalho menos (sou aposentada), mas sempre temos trabalho que se torna diversão.
    E só penso em ter SAÚDE, já não me importo com ruguinhas, com mãos diferentes, com a flacidez natural quando a idade vai passando ...
    Só penso em ter saúde, me cuido, e o restante só Deus sabe. E se nosso último dia for amanhã? Então vamos pensar no hoje, mudar o que queremos mudar, começar alguma coisa nova que gostamos, por que não?
    Temos que ter a alegria de viver, independente de idade.
    Afinal não vamos querer nos candidatar a "miss", né? rsrsrs
    Fique tranquila querida, você tem essa filharada toda de blogueiras que te amam de coração. Comemore seus 40 com conosco. E passeie, saia um pouco, vá a um cinema, viva coisas diferentes. E a preocupação será muito menor, muito mesmo! Amamos você do jeito que é.
    Um beijo carinhoso de uma pessoa que lhe admira, também pela coragem que você teve em toda sua vida até aqui. Você é uma vencedora. Sorria e vá a luta! Seja sempre feliz.

    ResponderExcluir
  26. Bom dia, Elaine... amo sua escrita!!!
    Não tenho blog, apenas sigo alguns, o seu é maravilhoso!! Sobre a fase dos 40, é assim mesmo... a velhice, para nós seres humanos, é final do fim... não deveria ser!!! Eu passei dos 40, é somente agora dei-me conta que ela (refiro-me a idade avançada), começou a assombrar-me. Hoje mesmo sonhei que meus cabelos estavam branquinhos... rsss. Não se preocupe tanto, o importante mesmo é nossa idade interior. Grande abraço, ate mais!!!

    ResponderExcluir
  27. AH, CARA COLEGA... O AMADURECIMENTO É INEVITÁVEL...
    ELE NOS LAPIDA UM POUCO MAIS A CADA ETAPA ALCANÇADA NOS ENSINANDO NOVAS LIÇÕES, ABRINDO NOVOS CAMINHOS, TRAÇANDO NOVAS METAS...
    EU NÃO VEJO A HORA DE ME APOSENTAR, CHEGAR AOS 100, SE DEUS PERMITIR...
    DESEJO UMA LINDA SEMANA PRA VOCÊ!! :)

    ResponderExcluir
  28. Ownnnn sinta-se abraçada por quem entende o que vc sente. Farei 40 em janeiro e crise ainda não bateu, mas sei que virá, assim como veio forte a dos 30. Naquela época sofri com a falta de afirmação profissional e com isso, a perspectiva de não poder (financeiramente falando) ter um filho. Hj isso passou, mas as reflexões giram em torno de outras questões. Assim é a vida. Deixa passar.
    Um bjão.
    PS: Conferiu o post que eu fiz pro livro que vc me enviou?
    http://patymichele.blogspot.com.br/2012/07/presentinhos-2.html

    ResponderExcluir
  29. Elaine querida, quando eu começar a ler seus posts, pegarei um lencinho, porque sempre me emocionam deveras.
    Fiz 40 anos em abril, e me senti exatamente como você. Parece que eu apenas reli meus sentimentos, sabe? Uma leitora que virou amiga me mandou um texto que me fez esguelar de chorar, e que acho que é hora de você ler. Ele está aqui:
    http://www.umtoquedemotivacao.com/motivacao/a-renovacao-da-aguia/
    Eu me sinto renovada!
    Te adoro, Elaine!
    Beijossssssssss
    Vero

    ResponderExcluir
  30. Querida
    quando fiz quarentão, fiquei procurando ruga em tudo q é lugar. E quem procura, acha.
    Desencanei disso. Mas sei que vou sofrer quando as coisas e os anos se tornarem mais evidentes. Sou vaidosa ao ponto de se tornar uma falha de caráter.
    Acho uma baita coragem sua pensar em mudar tudão... confesso que há um tempo atrás me deu a louca e quis fazer engenharia ambiental! Quis, fui ver preço, horário... enfim... tava quase me jogando. Bateu uma baita insegurança e desisti.
    Li uma vez que fixamos datas "índices" na nossa cabeça, é inconsciente mas fixamos uma data futura onde "devemos" estar de uma maneira, como se fosse um prazo, sabe? E quando essa data chega e a coisa não rolou, ficamos com a sensação de serviço não cumprido.
    O que acho que está longe de ser seu caso, pois op que vc se propõe a fazer, FAZ!
    Sinta-se abraçada,
    bjs

    ResponderExcluir
  31. Elaine, querida, tudo bem?

    Creio que se estes questionamentos surgiram é porque lá no fundo isso já vem acontecendo há um tempo...e se há bifurcações e caminhos a escolher, comemore, você esta viva e a vida mostra que para ser feliz é preciso fazer escolhas...ouça seu coração e dê asas a sua coragem, assim, fica mais dificil errar...e se por acaso não der certo, vc tem ainda um longo caminho pela frente para acertar, acredite em vc, que é a engrenagem que move a sua vida...e se precisar de ajuda, tem um ombro aqui para te ouvir e consolar...
    Bjos carinhosos e acredite em vc!!!

    ResponderExcluir
  32. Olá Elaine,como entendo voce. Passei por essas mesmas dúvidas e incertezas quando fiz 40 anos, olhei pra trás e vi quantas coisas deixei de fazer por não ter aproveitado o momento. Sempre pensava: Será que sem uma perspectiva de vida a gente não pararia no tempo? vivendo sempre em uma monotonia? Quis ter uma filha, hoje tenho, mas ela tem sua vida, minha parte já fiz, porém, ela vive a vida dela, não me arrependo de ter tido uma filha,mas eles se perdem de nós, eles tem sua vida, e acabamos sózinhas da mesma forma, acho que isso é uma fase, pois me senti do mesmo jeito que vc. Viva seus 40 anos bem vividos, o importante é vc não estar triste, mas sim em dúvidas, e dúvidas temos a vida inteira, acredite vai passar. Um abraço carinhoso. Bjos

    ResponderExcluir
  33. Sinta-se abraçada!!! Às vezes me pego pensando na vida, nas escolhas, em quanta aconteceu em 25 anos de existência. Queria poder voltar no tempo e fazer algumas coisas de outra maneira, impossível. Então, tento encontrar meu rumo, em erros e acertos, algumas lágrimas de vez em quando (pois não sou de ferro), porém com a certeza de que EU POSSO realizar tudo aquilo que desejo. Quarenta anos é o início de um novo tempo, se jogue para vida, para as novas oportunidades, não tenha medo, pois Deus está no comando. Beijos.

    crysleite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  34. Abraço, abraço, abraço e beijo e muito beijo para você. Sabe que não está sozinha nesta confusão toda de pensamentos, de decisões, de rumos, de mudanças e de idades não é? a unica diferença é que tenho 03 filhos, são uma benção na minha vida, me dão muitas alegrias e muito trabalho também.
    Lembra do meu ultimo e-mail? Quando eu disse que queria largar o emprego e fazer o que realmente eu sonhava? são 18 anos de também estou próxima dos 40 quarenta e por incrível que pareça também é em setembro.
    Sei que não sei, muito pouco sei, mas o que precisar sabe que pode contar comigo.
    Você é uma pessoa que admiro muito, e tenho certeza que vai tomar a decisão certa.
    Beijos
    Lena

    ResponderExcluir
  35. Oi Elaine!
    A vida é feita e refeita às custas de muito questionamento, mas tudo passa, como ondas vão e vêm. Também me vejo aqui e acolá dando voltas pela minha vida e caindo nestas divagações. É a vida!
    Beijinhos e uma super semana!

    Não recebeu o meu e-mail? Já reenviei.

    ResponderExcluir
  36. Abraço e dou a mão, para andarmos juntinhas na mesma indecisão, no meu caso insatisfação mesmo.
    Mas nao posso dizer que vai passar....
    As fases de "crises existenciaiss" não seguem um padrao. Algumas coisas nos incomodam desde que nos entendemos por gente (idade pra mim, é algo que me atormenta desde a adolescencia) e outras fingem que vão embora.
    Enfim a vida é pra ser vivida, pq se questionarmos muito enlouquecemos

    ResponderExcluir
  37. elaine ,tô aqui pra te abraçar e te dizer quer a vida é linda e que muito são os prazeres que elas nos proporciona .é claro que quando temos filhos ,sentimos que temos uma continuidade,tenho duas princesas em casa e não saberia o que seria de mim sem elas.
    mas a vida não se resume a filhos,temos sempre chance de crescer e realizar nosssos desejos e sonhos ,não importa a idade ,oque importa e a nossa força interior,quando sentir-se em dúvida e confusa pense em Deus e ele lhe dará a direção certa!eu penso assim:
    tem dias que Deus caminha a meu lado -eu sei
    tem dias que ele me carrega no colo-eu sinto
    abraços seja feliz sempre!

    ResponderExcluir
  38. Eu te abraço e vai passar.
    Como voce disse, coisas novas virão, esqueça a bifurcação.
    Estou aos 53 e se pudesse voltar aos 40 apenas viveria cada segundo com fervor.
    Jesus a abençoe em todos os seus passos.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  39. Elaine, fia....
    Vai passar... mais rápido do que de costume. É só piscar os olhos e lá vem os 45.... os 46.... o pacote farmacológico, porque parece que as doenças ficam esperando vc soprar a velinha... soprou, elas aparecem mesmo! (brincadeirinha, tá?)

    Fazer 40 é muito bom, porque quem tem filhos, já estão crescidos, pode se dar o luxo de escolher as coisas sim, de mudar sim, de querer coisas sim, de dizer NÃO sim, e de muitas outras coisas que não pensávamos antes de chegar os enta...
    Difícil é olhar no espelho e encontrar um fio branco na sobrancelha... é de morrer!
    O resto, existem tantos cremes, laser, massagem, que tudo isso prolonga um pouco qdo nos damos conta que é um dia a menos de vida!
    E vc vai querer qualidade daqui pra frente... sempre qualidade em tudo que pensar...
    Curta essa fase, é alegre, espontânea, maravilhosa!
    Pronto, chegou, não tem mais volta!
    Então vamos em frente que ainda tem muito o que fazer e viver!

    Beijos e um abraço bem gostoso!

    ResponderExcluir
  40. Sinta-se abraçada! Entendo que não é tristeza, e sim uma 'crise existencial', normal em várias fases de nossas vidas. Isso é bom, pois é do conflito que surgem mudanças. Força que vai dar tudo certo. Grande beijo. Conte comigo! :D

    ResponderExcluir
  41. Ai, ai , ai ,ai... sente como eu estou te apertando??? Sinta-se abraçada, apertada e amassada, querida! Como sou de descendência italiana, tudo é muito intenso, ainda que virtual rs...Isto serve para as dúvidas e questionamentos existenciais tbm. Veja só, já fiz duas faculdades e, na próxima 4ª feira, começo um curso de extensão que não tem nada a ver com as áreas de formação, é muito novo pra mim e, não raro me pergunto por que ainda não parei quieta, decidida, resolvida?! Não parei nem vou parar porque a vida é dinâmica e trazemos este dinamismo em nós, graças a Deus! Este ano, em setembro tbm, completo 43 e às vezes me pergunto se não seria revigorante ter mais um bebê agora. Mas ai, penso como vc, "será que posso querer?" Então, estes conflitos, as lacunas e os desafios que enfrentamos, fazem parte do ato de viver, não importa a idade. Penso que uma pergunta importantíssima é: quantos anos vc se daria se por algum motivo, vc não soubesse a sua idade??? Sê feliz, amor! Vc é um presente divino. Desembrulhe-se! Mil bjs ;)

    ResponderExcluir
  42. Oi divaaaaaaaaa, pensa que te esqueci? nananan, sou chicle...tava de ferias mas voRtei..
    Amiga eu tb andava assim, mas na real vc e q nem eu esta fazendo a tal revisao neh?E quanto a trocar de profissao te digo a minha opiniao, vc so estara assumindo em tempo integral a sua outra profissao né nao? alem disso vc merece fazer o que quiser ora bolas...Outra coisa... se dá medo?CLAROOOOO Eu morria quando fazia(sim troquei de trabalho e de facul várias vezes)e te digo..sempre pensava: se me arrepender volto atras...nao tenho vergonha e nao vai ser vc uma moça de 40 que vai ter ...afinal que eu saiba vc aguenta qualquer PARADA hohoho nao resisti a essa!!

    beijooooooooooooooooooo
    saudades de tu monstras

    fer sahira sua cliente mais doida

    ResponderExcluir
  43. Mandei comentário via e-mail!
    O abraço vai por aqui! ;)

    ResponderExcluir
  44. Olá Elaine, li sua msg no meu e-mail hoje e parece que escreveu minha história e meus questionamentos. Também vou completar 40 anos em setembro. Apesar de ser casada e ter um filho lindo de 3,5 anos, sinto uma vontade louca de trocar de profissão, mas aos 40, parece tudo mais difícil, mesmo sabendo que colocamos muitos de 20 no bolso, temos capacidade e garra para fazer o melhor, vejo pelo seu blog, pela sua sabedoria, mas também, cadê nossa chance de mudar? Sinto um vazio, como se eu tivesse feito tudo errado e não tivesse mais chance de mudar nada. Será a crise dos 40 nos assolando? Sinta-se abraçada por mim e também quero seu abraço! Tem mais uma coisa, sou obesa e sinto que me falta força para emagrecer e aos 40, é mais difícil, morro de medo de ficar doente, mas também não tenho feito nada para mudar. É fogo amiga!
    Temos que criar esta coragem, fazer uma revisão de nossa vida e ver o que é possível mudar enquanto ainda é tempo. Não pensar no fim, mas sim o que queremos para a vida para os próximos 10 anos e lutar por isso.
    Um grande beijo pra todas e força na peruca!!!

    ResponderExcluir
  45. Querida, vai passar. Tudo são fases da vida... Sei que sou nova para dizer isso, mas pelo que aprendi vendo de longe as pessoas mais velhas que eu, sei que são momentos e mais momentos e cada um com os seus dilemas... Então não se preocupe, se quiser, faça algo diferente, uma coisa que vc sempre quis... tente, invente, faça algo diferente....
    Bjinhos querida

    ResponderExcluir
  46. Ola, posso fazer parte da sua rede de blogueiros amigos? Fiz 41 mes passado e tenha a mesma sensação que você , mas pense que estamos na metade da vida e podemos começar tudo de novo se quisermos. É só ter coragem pra isso. O destino me forçou a recomeçar aos 40 e minha vida nova tem sido boa devido aos inumeros desafios que venho enfrentando. Isso me motiva a seguir em frente! Um abraço

    ResponderExcluir
  47. Olá querida... que coisa mais linda este texto, que privilégio; também passei por isso aos 50, quando notei a pele de minhas mãos diferente, percebi que a idade é realmente física e não mental, pois acabo de realizar um sonho; um cantinho para o meu amado artesanato. Depois de família criada agora penso mais em mim, inclusive com algumas dúvidas iguais as suas, acho que é do "SER HUMANO" perceber que estamos com mais da metade de nosso caminho percorrido lutando para cada dia que nos falta dar o melhor de nós!
    Parabéns pelo lindo espaço, bjk =*
    Mônica

    ResponderExcluir
  48. Mas, Elaine, com 40 a vida começa, não é? Eu estou quase lá tbm rs...
    Sobre trabalho acho o negócio com blogs muito inseguro, mas se vc tem essa segurança, por que não? Num mundo onde nem todos podem trabalhar e sentir prazer no que fazem, vc tem mais é que aproveitar.
    Beijinho e aquele abraço...

    ResponderExcluir
  49. Elaine,
    tive a maior crise ao completar 40 anos, muito parecida com a sua. Quando completei 50 pensei assim, a idade média feminina é 80 anos, então tenho 30 pela frente e posso fazer tudo que eu quero. Completo 60 daqui a dois anos e não estou nem aí! Minha chefe (maravilhosa) em meu último trabalho tem 74 e vive como se tivesse pelo menos mais 20 pela frente. Então querida, você pode sim mudar de profissão aos 40 anos, tem muito tempo pela frente! Vou te mandar por email um texto que escrevi aos 55.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  50. Sinta-se abraçada por mim...
    E vai passar viu?
    Em Setembro eu vou fazer 42 anos e estou de bem com a vida!
    Sinto muita falta dos tempos passados, mas não arrependo de nada do que fiz!
    Mas isso é passageiro viu?
    Ah.. Para as rugas tem sempre os cremes anti-idade!
    rsrsrrs

    bjos

    ResponderExcluir
  51. Elaine, acho que te entendo viu. Vou fazer 40 em dezembro, e o meu post já está sendo construído, conforme vem coisas na cabeça, vou lá e escrevo, nem sei se tudo será publicado, mas tenho a necessidade de escrever.

    Eu queria muito dá uma guinada, mudar algo.Eu não sou nada daquilo que pensei que seria quando era criança, também não fiz nada para ser.

    Hoje no programa da Fátima Bernardes, uma senhora de 82 anos contou que aos 49 e com seis filhos já crescidos estava sufocada e cansada da rotina, ela por um instante achou que estava louca, mas depois ela percebeu que queria voltar a ser feliz, pediu o divórcio e foi morar na Inglaterra sem falar uma palavra em inglês. Eu a invejei, não pelo divórcio, mas pelo tamanho de sua coragem.

    Bom, sinta-se abraçada e espero que isso passe, se for a crise dos 40 acho que passa, mas se for algo maior que isso, uma mudança, uma guinada, acho que só passa depois de resolvido.

    beijos

    ResponderExcluir
  52. Bom dia Elaine, vim aquí hoje por três motivos:
    1º- Te abraçar, beeeem FORTE!
    2º- Te dizer que vai passar! Tenho 43 anos, e passei recentemente por muitas tranformações (físicas, emocionais, financeiras, de endereço,etc)...
    3º- É um momento muito especial, de reflexões, de se colocar diante de si mesma e enfrentar os medos os sonhos, delimitar a zona de conforto para poder decidir pemanecer inter-limites, alargar, ou transpor. Amiga, ao aproximar-se os 40 ANOS, nosso subconsciente resolve fazer uma faxina geral (reflexão)muito importante para medirmos o que está indo no rumo certo e decidirmos o que queremos mudar.Nem sempre somos nós que escolhemos as mudanças, mas o nosso próprio corpo que determina uma desaceleração.
    É momento de se tornar mais seletiva, e escolher o que nos agrada, o que é mais confortável, o que nos torna mais feliz e de nos concentrar no que é mais importante. Parar de correr em busca de coisas que não vão nos tornar mais felizes, por exemplo, é uma boa atitude pós 40.
    Um grande abraço de BEM VINDA AO CLUBE DOS 40!

    ResponderExcluir
  53. Olá Elaine,
    ah, minha querida, acredita que me emocionei, mais do que devia!!!, com seu texto.
    Daqui a míseros dias passo a carregar 48, e agora sim, depois de certas passagens da minha vida e depois de algumas perdas pessoais a vários níveis, e agravando por dar-me conta que atingi uma posição ingrata em que passo a testemunhar a partida de pessoas que duma maneira ou outra fizeram parte da minha vida, e aí eu entrei nessa fase que você define tão bem quando diz: "Fico pensando no propósito da vida..." e me dá aquela sensação amarga de que o tempo está escasseando e eu ainda estou longe de concluir o que sonhei um dia quando ainda tinha os meus 15 anos. Por isso eu te entendo perfeitamente. mas console-se com meu abraço e me abrace também ;)

    bjn no coração

    ResponderExcluir
  54. Elaine,

    Apesar de não te conhecer, muito menos VOCÊ me conhecer, acabei "caindo" aqui no seu blog e fiz um link lá no meu humilde blog.

    Lendo suas palavras acima, me vi mais ou menos assim há cerca de uns 6, 7 anos. Havia terminado um relacionamento conturbado, os 40 estavam cada vez mais próximos e as minhas expectativas da vida eram muito confusas e indefinidas. Tinha muita vontade de ser mãe, mas sabendo das limitações de todas as mulheres, essa possibilidade ficava cada vez mais distante.

    Mas aí, conheci meu marido e aos 40 anos, dei à luz meu filhote, chamado Davi, que nasceu com alguns probleminhas de saúde e com uma anomalia chamada Hipospadia, e tem se submetido ao tratamento, que é longo e requer muita paciência. Decidi colocar num blog esses altos e baixos, essas idas e vindas, porque às vezes nossos sonhos vêm com mais realidade do que imaginação.

    Não sei nem se você vai ler meu comentário, que chega atrasado, mas saiba que existe um Deus que olha por nós, dentro dos nossos corações, e visita os recantos mais íntimos que temos e sabe das nossas causas.

    Ele te ama e tem cuidado de você, eu tenho certeza.

    Saiba também que suas dicas já me foram muito úteis (acho que já comentei em algum lugar por aqui, há bastante tempo) e aproveito para te agradecer em compartilhá-las.

    Um grande abraço, Luciana.

    ResponderExcluir
  55. Minha linda!
    Estou navegando e aprendendo pelas tuas postagens.
    Não fique triste não. Só não aumenta um ano de idade, quem morre antes!
    Faz parte da vida envelhecer e também se preocupar ao findar cada década.
    Eu senti mais aos trinta anos. Me sentia ficando "coroa". kkkkk
    Hoje tenho 53 e nem tô aí. rsrsrs
    Beijocas!!!!

    ResponderExcluir
  56. Olá Elaine.
    Estou perto dos 40 anos e sinto muita coisa do que você sente,muitas dúvidas,medos.Medo de não poder mais fazer tudo que quero,sei lá.A verdade é que me vi muito nesse post.
    Mas nada de tristeza, a vida está aí pra ser vivida.Já tive medo dos 20,dos 30 e agora dos 40,rsrs.É a crise das decadas,mas isso passa e que bom que passa.
    bjos!

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…