Agenesia do corpo caloso- a Central

em 9 de julho de 2012

Ano passado, por ocasião do aniversário de 3 anos do meu blog, eu promovi uma blogagem coletiva cujo tema foi Há amor em mim. Dentre as dezenas de participações lindas e emocionantes (segue o link para conferir. Mas leve o lenço pois a emoção é garantia da casa) teve uma que revelou para mim uma pessoa que eu não conhecia, embora conhecesse a blogueira. Mas a pessoa, ah! essa vim a conhecer melhor depois de ler a participação dela. Aqui a postagem dela, em seu "blog de mãe".

Estou falando da Alessandra, do blog Tomando uma chávena de chá. A Alessandra tem 2 filhos lindos, e o mais novo foi diagnosticado com Agenesia do corpo caloso. Não sabe o que é? Eu também não sabia, e muita gente nem faz ideia do que seja, dada a escassez de dados sobre o assunto. Agora imagine o desespero de pais e mães que recebem um diagnóstico desses, e que simplesmente não encontram profissionais habilitados ou humanizados o bastante para prestar ajuda?

Mas como pessoas especiais conseguem tirar da vida sempre o melhor e mais proveitoso ensinamento, a Alessandra teve uma inspiração: juntar em uma central tudo o que puder reunir sobre o assunto. Nasce assim a  Central do Corpo Caloso, que reunirá depoimentos, artigos de profissionais multidisciplinares, tradução de textos de pesquisa (com autorização oficial) e tudo o mais que for preciso e possível. Você consegue imaginar o bem que algo assim pode fazer na vida dos pais com filhos diagnosticados com Agenesia do corpo caloso?

E como eu acredito firmemente que vim à este mundo pra fazer a diferença, me propus a ajudar. Escrevi pra Alessandra e ofereci meus trabalho de web designer para montar e personalizar a página da Central. Eis o resultado:

central do corpo caloso

Agora eu tenho um pedido a fazer:

Você que está lendo este texto talvez não venha nunca a precisar das informações e da ajuda que será disponibilizada na Central. Mas com certeza pode ajudar a divulgar. Há uma pesquisa, por exemplo, que diz que à cada 30 pessoas que compartilham um link no Facebook cerca de 3000 outras pessoas são atingidas, em vários níveis.Então, se 30 leitores clicarem e divulgarem este artigo e, claro, o blog da Central, cerca de 3000 pessoas saberão da existência da Central. E isso sem mencionar os blogs, que possuem uma força imensurável!

Então eu peço: coloque o selo abaixo em seu blog. Está pequeno, foi feito por mim e não levará vírus para seu blog.

Conheça este blog!


Divulgue a Central em seu facebook, em seu twitter, em seu orkut. Se quiser pode copiar este meu artigo e repostar em seu blog ou página de qualquer rede social.

Quem sabe quantas vidas podemos ajudar a salvar…

Não é?

Clique sobre o banner e conheça o blog. Divulgue. Neste exato momento uma mãe pode estar precisando sentir-se apoiada e ajudada…

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

19 comentários , comente também!

  1. Oi querida, nem precisa pedir, nós sempre compartilhamos essas maravilhas que as pessoas fazem para ajudar as outras. Já tinha colocado no meu Face, a postagem anterior, contando a história dela.
    Conte sempre comigo. Também acho que vim a esse mundo para ajudar, desde menina que ajudo no que posso com o maior prazer.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine, li a sua postagem e fiquei muito sensibilizada. Estou ajudando a divulgar Central do Corpo Caloso, no meu blog O Gato Arteiro.
    Eu tentei copiar a sua postagem, mas eu não consegui ajustá-la ao meu blog e ficou muito estranho e não dava para ler direito. Então resolvi colocar o selinho e o link do seu blog e do blog Central do Corpo Caloso.
    Espero assim estar ajudando a divulgar também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Apoiado! Já coloquei no meu blog...
    Bjos

    É isso ai, fazer a diferença em casa detalhe.

    ResponderExcluir
  4. Elaine, parabéns pelo trabalho! Estou levando o selo. beijos, Ro

    ResponderExcluir
  5. Eu vi o post da Alessandra, sou seguidora do blog dela, imagino que deve ser bem difícil para as mães pela falta de informação e apoio também, vou passar no novo blog dela.
    Tenha uma semana abençoada.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  6. Conhecia o blog da Alessandra, através do seu, sabia tb que tinha um filho doente, mas não sabia o que era.
    Sei que minha divulgação não terá o alcance da sua, mas fiz minha parte, e penso que se todos fizerem sua parte ai, juntos seremos maioria. Isso me lembra um conto do rapaz que pegava as almas do mar no praia e as atirava de volta ao mar, quando foi criticado, de que nunca conseguiria salvar todas, ao que o rapaz pegou uma na mão e soltou no mar e disse: Para essa eu fiz a diferença."
    Beijos
    Lena

    ResponderExcluir
  7. Elaine , já compartilhei no face , muito informativo, bjs Déia.

    ResponderExcluir
  8. Puxa, que coisa!!Acabei de levar o selinho pro meu blog mais lido: cronicasdachica.blogspot.com



    Vale ajudar a divulgar!! beijos,chica

    ResponderExcluir
  9. Elaine, excelente matéria, eu nunca havia ouvido falar sobre isso, fiz um link lá no meu blog sobre isso, se quiser ver: http://migre.me/9OQll
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi Elaine!
    Muito bonito mesmo estas atitudes que só nos fazem melhorar como seres humanos. Vou compartilhar!
    Beijinhos e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  11. Amei sua postagem, já estou compartilhando!
    Beijão,
    Alê

    ResponderExcluir
  12. Oie! Estou viva! rsrsrs
    Voltei pq senti saudades e o blog não estava atualizando as postagens (navegador juraaaassico!)
    Vou compartilhar no face, pois abandonei de vez a blogagem.
    bjo

    ResponderExcluir
  13. Elaine
    Vou divulgar com certeza!
    com carinho mOnica

    ResponderExcluir
  14. Elaine, querida!
    Nem sei como agradecer a você pela disposição em fazer um trabalho tão dedicado e caprichado, a fim de ajudar muitas famílias que após chorar, tem como primeira ação buscar informações na internet.
    A partir de agora, essas famílias terão uma experiência diferente da que eu e muitas outras tiveram (nós encontramos pouquíssimas informações e a maioria de casos muito mais raros e comprometidos). Hoje elas podem encontrar uma central com informações claras, uma visão otimista e um grupo de pessoas dispostas a compartilhar suas histórias de lutas e superações, suas experiências de tristeza e alegria.

    Quero agradecer a você e a suas leitoras, pela divulgação nas redes sociais e nos blogues. Famílias novas estão chegando e a alegria não tem medida.

    Que Deus recompense todas vocês!

    Bjo

    ResponderExcluir
  15. Oi Elaine, voltei com um novo blog, espero contar contigo de novo, bjs

    ResponderExcluir
  16. Vou divulgar em meu blog e em meu twitter sim! Linda a sua iniciativa ap ajudá-los [o blog ficou lindo!].. e que eles possam ter o suporte necessário e possam ajudar outros pais.


    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Elaine.
    Tão bonito este gesto...
    Você e a Alessandra estão de parabéns pela iniciativa.
    Vim aqui ontém, mas não consegui me organizar para divulgar.
    Tô levando o selinho sim...
    boa semana.

    ResponderExcluir
  18. Elaine,

    Compartilhei no facebook e no Google +!
    Acho importante formamos uma corrente do bem!

    bjão

    ResponderExcluir
  19. O que é importante para a valorização e qualidade da vida humana deve sim ser divulgado! Já está no Palavra Inquieta e no facebook. Parabéns, Elaine, por mais esta iniciativa. Bj, Poesia e Paz pra vc, Alessandra e todos que por aqui passarem.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…