Tire suas dúvidas sobre plágio

em 18 de maio de 2012

Muitas são as dúvidas que surgem quando o assunto é plágio, contrafação e direitos autorais no mundo dos blogs. Fazendo a série sobre o assunto recebi muitas perguntas, algumas muito pertinentes. E alguns questionamentos, também muito interessantes. Decidi então publicar este último artigo, fechando a série mas de forma alguma encerrando o assunto.

Vou colocar em forma de perguntas e respostas, pra ficar fácil e bom de entender, tá?

 

1- Copiei partes de um post em um certo blog e usei para criar uma postagem em meu blog. Não foi o texto todo, só partes. É plágio?

Sim.

2- Estava sem inspiração e lendo um texto em um blog decidi usar como ponto de partida para minha postagem. É plágio?

Sim, se não citar a fonte inspiradora é sim. Aliás isso é extremamente comum: o plágio de ideias. Inspirou-se? Cite a fonte. Cedo ou tarde tudo é descoberto nesse mundo virtual…

3- Usei uma foto de um blog para fazer uma montagem ou um gif para o orkut, facebook, etc. Isso é plágio?

Sim, é. Se o dono da foto não autorizou é roubo. Imagine se for a foto de uma criança, por exemplo? Você gostaria de ver uma foto sua sendo usada à sua revelia?

4- Copiei o texto inteiro (ou o passo a passo) mas foi porque gosto de divulgar em meu blog aquilo que considero útil aos meus leitores.Fiz errado?

Sim, fez. Se gostou de algo e quer divulgar faça uma chamada em seu blog e link o conteúdo original. Assim:

"Você já observou quantos produtos químicos, até mesmo tóxicos, estão disponíveis nas prateleiras dos supermercados à nossa espera?"  É a pergunta que a Rosely Archela faz em seu novo livro o "Manual da Casa".

Achou interessante? Clique Lançamento do Manual de casa e leia tudo sobre o mais novo lançamento da Editora Digitexto.

Se eu colasse o texto todo da Macá que graça teria você ir até o blog e ler o original? Isso é plágio, se não ficar claro que a autoria não é sua. E se tiver link para o artigo original se chama contrafação, tão errada quanto o plágio, passível das mesmas punições.

5- Copiaram um post de meu blog (ou fotos) e postaram no facebook. Tem como denunciar?

Sim, tem. O Facebook tem regras claras e rígidas contra plágio. Para conhecer as regras e a política do Facebook para direitos autorais clique: Facebook-Central de ajuda. Esta página é muito bem feita, com respostas para todas as perguntas.

Para saber como denunciar acesse: Suporte Facebook e entre direto no formulário de denúncia.

6- Gosto de postar poesias e textos de autores conhecidos em blog. Terei problemas?

Existe uma coisa chamada domínio público.  Domínio Público ocorre quando não incidem mais direitos autorais do autor sobre sua obra, podendo, portanto, ser reproduzida livremente por qualquer pessoa. A obra pode ser copiada sem a autorização do autor, editor ou de quem os representem. Isso ocorre, aqui no Brasil, 70 anos após a morte do autor. Em casos nos quais o autor esteja vivo ou não tenha transcorrido esse tempo é preciso se informar se o autor (ou seus herdeiros) permite ou não cópias. Citar frases não é plágio, desde que deixe claro a autoria.

Se postar um poema dizendo, ou dando a entender que é seu está agindo de má-fé e seus leitores perderão a confiança em você.

E mesmo obras que caíram em domínio público não podem ser plagiadas. Quer postar aquela citação bonita do Caio Fernando Abreu em seu blog? Cite a autoria. Quer citar algum autor contemporâneo? Procure saber antes se ele autoriza citações. Quer postar um texto na íntegra? Saiba se o autor permite. E se não cobra por isso. Sim, alguns escritores cobram direitos. Informe-se antes. E sempre cite a fonte ou obra original.

7- Copiei e colei um texto interinho de outro blog e repostei no meu. A dona do texto original descobriu e me ameaçou. Eu coloquei os créditos, mas ela continua me ameaçando. O que eu faço?

Retire imediatamente o texto que não lhe pertence e envie um email à autora original pedindo desculpas pelo ocorrido.

8- Descobri um blog que posta fotos dos produtos que faço e vende como se fosse a pessoa que fez. O que eu posso fazer?

Botar a boca no mundo, para alertar as clientes que estão sendo enganadas e em  seguida denunciar ao Blogger ou ao Faacebook, conforme for o caso.

Sério, em casos de estelionato eu acho que tem que botar a boca no mundo sim pois pessoas podem ser lesadas e perder dinheiro. E desanimarem de adquirir produtos e serviços via blogs, etc porque podem achar que sempre serão enganadas.

Vou te dar um exemplo: uma amiga minha faz cupcakes. Uma certa blogayra-doceira copiou as fotos dos cupcakes da minha amiga e passou a vender em uma página no Facebook. Muita gente comprou e se decepcionou porque o produto entregue era muito inferior ao anunciado.  As fotos eram lindas, mas cadê competência pra fazer igual???

Então acho que tem que botar a boca no mundo sim; esse crime tem nome e se chama estelionato. E um dia a vítima posso ser eu…

9- Quais as punições que eu posso sofrer se plagiar alguém e for denunciado reinteradamente?

O Blogger/Google pode, dependendo da gravidade dos fatos e do teor das denúncias:

  • Colocar o blog em uma situação na qual apenas o autor do blog pode acessar o conteúdo
  • Excluir o blog
  • Desativar o acesso do autor à sua conta do Blogger
  • Desativar o acesso do autor à sua Conta do Google
  • Denunciar o usuário às autoridades legais

10- Não concordo com essa conversa de que não posso colocar em meu blog o que encontro de bonito na internet. O blog é meu e eu faço o que eu quiser. Quem não quer ser copiado que não tenha blog.

Para quem  ainda  pensa assim sugiro que vá discutir com o Blogger.

Para se informar leia Política de Conteúdo do Blogger. Isso é extremamente importante e na verdade deveria ser lido antes mesmo de criar o primeiro blog.

E leia também, atentamente, Termos de serviços do Google

Clique Formulário de denúncia Blogger e veja as orientações. Clique Como denunciar plágio no Blogger e aprenda a forma correta de preencher o formulário.

 

Muito ainda há pra falar. E muito se falará neste blog pois acredito que sempre é bom retomar o assunto já que muita gente nova chega no universo dos blogs diariamente e como bem lembrou uma leitora: muita gente erra por desconhecimento. Vamos repassar as informações, vamos divulgar e acredito que com o tempo os casos diminuirão. Só continuará a fazer quem quiser errar. e daí já não será mais ingenuidade ou boa-fé…

Não é?

 

Para acompanhar a série sobre plágio leia:

  1. Plágio e suas variações
  2. Punições aplicadas em casos de plágio e contrafação
  3. Como dificultar o plágio: truques e dicas

Ou clique no marcador Plágio e leia tudo o que já postei sobre o tema.

"Para reproduzir texto, imagem ou qualquer outra criação intelectual de um blog qualquer, é necessária prévia autorização do dono. Não basta citar a fonte ou dar créditos." via Jurisconsulto

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

24 comentários , comente também!

  1. Elaine, você não imagina o susto que levei quando vi meu nome em seu texto sobre plágio. Pensei pronto... parabéns pelas orientações, são muito úteis a todos que gostam de criar e escrever suas criações. Avisa quando o Manual de Casa chegar ok? beijos.

    ResponderExcluir
  2. Menina, eu adoreeeeei isso aê. Cara, as pessoas tem de de ler isso pq tá brabo.Nossa, toda hora acho alguma coisa minha postada em algum canto. Isso irrita --'
    Espero que as pessoas leiam e entendam ^^

    BEIJO!

    ResponderExcluir
  3. Muito útil e explicativo seu texto!
    Vim lhe convidar p participar do concurso cultural de dia dos namorados do meu blog e concorrer a um kit colcha casal 3 pças ecologicamente correto. Inscrições até 08/06: http://coisasdamaura.blogspot.com.br/2012/05/concurso-cultural-dia-dos-namorados-com.html
    Um abç,
    Maura

    ResponderExcluir
  4. Li e procurei esclarecer-me dado que esta matéria é fácil de se usada.

    Penso que todas as leituras nos transmitem novas ideias que darão novos textos ou poemas sem serem plágio nem cópias.

    Aqui a situação será mais difícil pois serão uma simbiose de coisas do autor com paralelos com outros já antes editados.

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine, é a Vi, queria eu comentar o seu post do dia das mães, mas por alagar meu teclado de lagrimas, não deu..
    Não sei se você tem tempo de assistir novela, mas na novela global, Cheia de charme, a personagem Penha contou uma historia quase igual a sua, sobre ela criar os irmãos, ai eu pensei , "oia", a Globo plagiou a Elaine!
    Então sou obrigada a apelar para aquela frase super batida, na vida nada se cria, mas tudo se copia.
    Muito bom o alerta para as pessoas que são honestas, que muitas vezes fazem coisas sem saber, mas as mal intencionadas vão continuar dando golpes, portanto para evitar desgostos, o melhor é seguir suas
    orientações de como evitar o plagio
    do seu outro post.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  6. Oi, Elaine!

    Parabéns pelos esclarecimentos.
    Acabei de colocar um link em meu blog.
    Informações assim é preciso compartilhar sempre!

    Um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  7. Putz, plágio e ruim mesmo !!!
    acho bom todos se conscientizarem!!!
    Ponham a mente para funcionar afinal cabeça não foi feita só para nossos cabelos maravilhosos ficarem acoplados né!!!

    beijinhossss, e esse post tirou muitas duvidas!!!

    Bom final de semana!!!

    ResponderExcluir
  8. É EXISTE MUITA GENTE ASSIM,eu por acaso adoro fazer artesanato,por vezes faço mais ou menos igual até porque dão os moldes, mas os meus trabalhos são apresentados com o prestigio de quem cedeu os moldes ou a ideia,por outro lado o que faço é para oferecer e para as feiras da escola,pois não consigo dar preço ao meu trabalho, beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Parabéns! já tenho um link no meu blog e pretendo colaborar cada vez mais para fazer com que todos deixem a preguiça de lado e coloque a cabeça para funcionar e assim teremos talvez belos novos textos e novas imagens na internet.

    Emilia.

    ResponderExcluir
  10. Elaine,excelente seu texto e bem esclarecedor.Eu tenho um blog para divulgar novos autores,mas até hoje nunca tive problemas pois peço antes para a pessoa e geralmente todos gostam de participar.Eu não me importo que usem meus textos,mas não fico nada feliz quando não citam a fonte ou vejo que copiaram metade da minha poesia e depois fizeram uma complementação sem citar meu nome nem como inspiração.É mesmo desagradavel!As pessoas precisam citar sempre quem é o autor.bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Odeio Plágio

    Participa? http://b-e-cause.blogspot.com.br/2012/05/como-ja-diz-no-titulo-promocao-mural-da.html

    ResponderExcluir
  12. Muito esclarecedor suas informações. Acho que todo mundo que decide fazer um blog deve ler antes...grata pelo conhecimento transmitido. Que Deus a ilumine.

    ResponderExcluir
  13. Oi Elaine
    Oba! Parte do meu texto foi citado no seu post como exemplo; e a Rô levou um susto com isso né?
    Muito esclarecedor esse post (os anteriores também, claro) sobre plágio. Quem sabe assim algumas pessoas aprendem.
    um beijo
    Vou começar firme na leitura dos contos.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi Elaine, tudo bem? Utilizo os códigos de bloqueio em meu blog, mas só agora me dei conta de que se alguém desejar copiar meu banner para divulgar o blog não poderá fazê-lo, porque tudo está bloqueado. Existe uma modo de deixar somente o banner desbloqueado?

    Forte Abraço,

    Yan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yan, boa noite
      Hum, que eu conheça não tem jeito não. Mas tem um truque: crie um Doc com o código do banner e linke esse Doc. Daí quem quiser copiar o código clica no link e abre o Doc onde o código está guardado.
      Outra solução seria usar como eu uso aqui no blog, um botão que instala o banner direto. Mas a desvantagem é que tem causado uns erros, e também não dá pra copiar e inserir em páginas de parceiros, por exemplo.
      então a ideia do doc é a mais simples, eu acho.
      bjsss

      Excluir
  15. Olá Eliane, tudo bom? Um amigo me indicou essas postagem , pois tinha muitas dúvidas. Amei né? Esta postagem representa tudo que eu precisava ler. Queria saber se poderia usar como base algumas partes e colocar lá no meu quando eu for fazer uma postagem sobre o assunto. É claro, com os devidos créditos e links a VOCÊ e ao seu BLOG. Recentemente sofri plágio de acordo com o segundo item...acho que seria bom alertar as pessoas sobre isso! Amei seu blog e estou seguindo, aguardo resposta lá: www.spiderwebs.com.br

    Abraços.

    ResponderExcluir
  16. pode até ser imoral no mundo dos blogs, mas nao é contrafação copiar um post de um blog, e citar a fonte.

    contrafação consiste na cópia, na íntegra, de uma obra de propriedade intelectual, para proveito econômico.

    juridicamente, mesmo que alguém processasse alguém que copiou até mais de um post de outro blog, desde que haja a referência, e, principalmente, se não houver finalidade financeira, não caracteriza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elisa, bom dia
      Tudo bem?
      Conforme eu digo no artigo me baseio na lei de Direitos autorais e sobretudo nos Termos de serviço do Blogger.
      Em todas as ocasiões que denunciei cópia indevida de meus textos postados aqui no blog e levados para outro blog eu fui atendida e em menos de 24 horas o conteúdo foi retirado do blog infrator. Também já denunciei ao WordPress quando o blog era de lá e também ao Facebook. Em todos os casos o conteúdo foi removido.
      Quanto a não caracterizar contrafação, se o blog plagiador usar monetização tipo Adsense não só ele pode ser punido e ter a conta inclusive cancelada como pode sim ser processado juricamente. Raro, mas o precedente legal existe.
      De todo modo, mais importante de tudo isso, em termos de blogs, é que blog plagiador tem vida curta, e geralmente morre esquecido e sozinho até (e principalmente) pelos robots do Google.

      beijos e bom dia

      Excluir
    2. Oi, Elaine, tudo bem!
      Obrigada pela resposta!

      Só pra esclarecer porque eu meti o bedelho dessa forma, eu sou professora de Ética em Comunicação, no Centro Paula Souza, no curso de Comunicação Visual e de Marketing.

      O que eu quero dizer, é que, as leis de direitos autorais e de reprodução, em sua maioria, quase totalidade, são de antes das reproduções virtuais, o que causa mesmo muita discussão e confusão.
      Mas a contrafação, em sua essência, diz respeito a reprodução de pedaços de livros, textos, ou outros materiais com fins lucrativos.

      Há uns 8 anos, em São Paulo, houve um movimento das editoras, que passaram a denunciar diversas lojinhas de cópias em universidades e próximo delas.

      Muitas até fecharam pela multa.
      Mas os professores, para exemplificar o caso específico de cópia de texto ou poesia inteira com referência, que usaram poesias ou textos de outros autores na íntegra para suas apostilas, com a devida referência, não foram punidos. Considera-se, hoje, que a reprodução de até 10% de uma obra é legal.

      O blogger, wordpress e outras hospedagens evitam ao máximo processos e problemas, por isso preferem tirar do ar mesmo.
      Mas não que a lei exija.

      Mas realmente isso gera muita discussão até mesmo entre professores da área. Eu sou formada em comunicação, mas há professores formados em direito mesmo e que também discutem, com pontos de vista diferente.

      No final das contas, foi como você disse, pra rede blogueira na net, o que importa é esse código virtual de conduta que foi estabelecido entre os próprios blogueiros.

      Beijos!

      Excluir
    3. Elisa, boa tarde
      Eu entendo, e sei que a discussão é ampla.
      No caso de blogs vigora de certo modo a diretriz dos 10%. Eu mesma tenho trechos de textos meus citador por aí afora, e desde que tenham link para o blog eu não me importo, ao contrário.
      O que não pode e nem é legal é a cópia integral, entende? Alguém copia e cola até mesmo os prints de tela de meus tutoriais, por exemplo, e depois vem com a manjada "é homenagem". Quer me homenagear? Escreve um poema rsrsrs

      Mas você tem razão, é um campo onde a interpretação da lei varia, como em quase todos os pontos de quase todas as leis, não é?
      De todo modo, seja bem vinda e pode "meter o bedelho" o quanto quiser.
      Participações lúcidas e inteligentes enriquecem o texto, enriquecem o blog. Sejam elas concordantes ou não.
      beijos e boa tarde

      Excluir
  17. só pra exemplificar o comentário anterior, se caracterizasse, qulaquer poesia publicada de autor vivo poderia ser contrafação.não é, desde que haja o crédito. a família do Vinicius de Moraes, inclusive, tentou, durante muuuito tempo, impedir que se fizessem sites, blogs e publicações das poesias dele. nunca conseguiu.

    ResponderExcluir
  18. Oi Elaine, tudo bem?
    Olha, eu achei esse post muito importante.
    É muito informativo e bem detalhado o assunto.
    Acho muito boas e essenciais essas informações pra quem tem blog, ou outros meios pela internet, que
    postam conteúdos, que nem sempre são de autoria própria, assim como eu.
    Mas por outro lado, acabei ficando com medo do blog kkkkkkk.

    Por ex: Eu tenho no meu computador algumas imagens que eu achei vasculhando a internet (google) e salvei para fazer uns quadrinhos.
    Mas como já faz muito tempo, (mais de anos) e não lembro mais quais fontes foram, eu não posso colocar os quadrinhos no meu blog e dizer que são fotos tiradas da internet?

    Ou outra dúvida que eu fiquei...

    O que eu acho mais legal, e foi por esse motivo que criei o meu blog, são as coisas que a gente aprende com as colegas fazendo artesanatos, ou decoração faça você mesmo, são fontes de inspiração!

    Então eu também não posso fazer e colocar no meu blog, dizendo que vi em tal lugar, colocar fonte ou citar que vi na internet, já que algumas vezes, mesmo eu entrando em contato com a pessoa ela não me responde?
    Isso já me aconteceu!

    Também tenho minha Fan Page no face, onde coloco somente fotos de decoração estilo provençal que eu acho lindo!!!
    E são todas fontes google.

    Geralmente eu tenho um álbum que coloquei o nome de "Garimpo pela net" é onde coloco essas imagens.
    Isso tbm é plágio??

    Agora estou com medo de postar coisas...

    Não sei mais o que é permitido ou não.

    Eu vou colocar o link do meu blog pra vc dar uma olhadinha e se tiver algo errado, por favor, gostaria que vc me informasse.

    NÃO QUERO IR PRESA!!!!!

    Já imaginou a cena... Eu aqui em casa quetinha blogando, daqui a pouco a "puliça" baixa aqui e diz: - Tenho um mandato pra te prender!!!

    Eu digo:- Mas pq?? O que eu fiz?

    O "puliça diz:- A senhora ta copiando post da internet.

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Eu heim?!?!

    http://gracaeestylo.blogspot.com.br/

    Bjãooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula, boa tarde
      No caso de imagens baixadas da internet sempre mencione de onde tirou. Caso não tenha como saber link Google Images. Mas isso não é o ideal.
      Mas agora que já sabe sempre cite. E se forem fotos pessoais jamais copie sem permissão.
      Uma dica é você criar uma conta no Pinterest. Serve para arquivar tudo de bonito que quiser guardar e preserva o link de origem.

      É muito comum a gente ver "Fonte: Google"
      Aí eu pergunto: foi o Google que tirou aquela foto?
      Não, ele não tira fotos, ele arquiva. Toda imagem tem um dono, e se não puder identificar com exatidão quem é o dono link de onde encontrou pois muitas imagens estão postadas em muitos lugares ficando impossível saber de fato a quem pertencem.
      Se você quer uma foto, pediu e a pessoa não respondeu, não use. Fotos pessoais, entende?
      Imagine se a foto fosse sua, por exemplo. Gostaria que ela fosse usada sem seu conhecimento, sem direcionar para seu blog?
      Ilustrações me geral podem ser reproduzidas, mas sempre cite a fonte. Para evitar dor de cabeça, entende?

      Quanto ao artesanato, claro que pode mostrar o que você fez. Mas sempre indique a inspiração, caso tenha aprendido com alguém diga.
      Apenas não pode copiar e colar o pap de ninguém pois isso é terrível, crime mesmo que contenha link.

      Sei que o assunto é amplo, mas sempre vale a pena se informar.
      Certo?
      bjssss

      Excluir
  19. Olá Eliane, tudo bom?

    Eu realmente to precisando de ajuda.
    Não copiaram um post meu, um desenho, mas o layout todo do meu blog. Estou muito chateada. A pessoa visitou o meu blog, deixou recado elogiando, virou seguidor, eu fui ao blog dele, retribui a gentileza, mas, passou uns dias, para minha surpresa, fui completamente clonada! Depois de muito trabalho e dedicação, fiquei desapontada. Deixei um recado pra ele, pedindo o e-mail dele, e resolvi tratar do assunto de forma cordial, mas ele não me respondeu... Eu realmente não queria manchá-lo, pois ele pode ter feito sem intenção de me magoar, mas como não me respondeu, me deixou mais triste. Até pensei em mudar tudo em meu blog, mas gosto tanto do jeitinho que ele está hoje... o que devo fazer??

    beijinho.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…