Segundas chances

em 20 de janeiro de 2012

Há uns 20 dias atrás, numa dessas madrugadas insones, eu me peguei assistindo ao Agora é tarde, programa comandado pelo Danilo Gentilli. Sim, aquele mesmo do CQC.

Claro que, sendo eu uma criatura avessa ao humor altamente questionável do rapaz, ia já mudando de canal quando percebi que ele, alto e bem vestido em um terno, segurava no colo um filhotinho de cachorro que cabia tranquilamente em uma das mãos.Parei, dedo no controle remoto, pra ver o que viria, qual bizarrice aconteceria.

Danilo Gentilli e a filhotinha que ele adotouPois bem, querido leitor,eu me enganei. Durante uns 5 minutos (um tempo enorme em televisão) o apresentador, com a filhotinha aninhada junto a ele,  falou da importância de adotar e jamais comprar um animal de estimação. Deu endereço da ONG que promove adoção, falou sobre como é cruel a indústria dos filhotinhos, e insistiu na adoção. Terminou dizendo que o filhotinho que segurava, uma cachorrinha aliás, já era dele. E que quem quisesse ajudar a escolher um nome pra bichinha poderia enviar para seu twitter. Beijou a filhotinha, entregou pra alguém da produção e reiterou o apelo à adoção de animais abandonados. A filhotinha  adotada estava sob os cuidados do Projeto Cel. Danilo já tem um outro cachorro, recolhido por ele e pela mãe, e que ficou paraplégico depois de muito apanhar na rua.

Não sou fã do apresentador, aliás questiono muito o humor politicamente incorreto dele. E isso me fechou para olhar e ver que ele pode sim ter outro lado, ter algo que eu possa gostar. Ou seja, por preconceito e opinião pré-concebida, eu não vi e não gostei. Depois do episódio do cachorrinho, parei pra pensar.

Isso acontece muito, na vida real, não é?

A gente forma uma ideia de uma pessoa. Baseada, muitas vezes, em apenas um aspecto ou faceta da pessoa. E isso meio que nos bloqueia pra ver o resto. Quantas vezes não nos pegamos antipatizando com alguém simplesmente porque alguém que gostamos antipatizou e nos "passou" o sentimento… Ou então vamos fechando uma porta por causa de uma frase, de uma conversa ou um email.

Cheios de si, não damos segunda chance, não tentamos nos colocar no lugar do outro, somos com os outros o que não gostaríamos que fossem conosco, ou seja: implacáveis.

Acredito que demora muito para conhecer alguém, para saber se realmente tal pessoa vale ou não a pena de passar por cima (ou por baixo, como dizia Santa Teresinha) das diferenças. E justamente por isso eu me policio muito, pra não sair julgando precipitadamente.

Claro que tem gente realmente má, que não vale mesmo a pena do esforço para ser melhor conhecida. Mas sabe? Em geral é o contrário. Acho que mesmo uma pessoa com mais defeitos que virtudes (do meu ponto de vista, que não é o único) tem algo de bom, algo que me permite senão gostar dela, ao menos conviver em paz.

Exceções há, claro. Afinal, gente má existe. Gente com a qual é impossível conviver, gente com atitudes e opiniões ofensivas.

E eu sempre penso que para o outro a  ofensiva, chata, inconveniente ou grossa  posso estar sendo eu, pois como diz a canção "tudo depende do lado que a gente está"…

Assim, vou tentando fazer com as pessoas o que eu gostaria que fizessem comigo: dando uma segunda chance. Geralmente dá certo… Claro que um gesto legal não elimina gestos e atitudes não-legais. Mas dá uma perspectiva diferente, né?

E nada como ver todos os lados da moeda…

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

63 comentários , comente também!

  1. Atitude brilhante do humorista, também sou contra comprar animais com tantos precisando de uma família e de amor! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Elaine,

    Amei sua postagem!
    Ótimo fim de semana,
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. ola
    amei o texto
    realmente isso acontece com a gente, deixamos o preconceito falar mais alto e mtas vezes perdemos muitas oportunidades por causa dele.
    temos sim que olhar duas, tres, quatro vezes... para podermos tirar conclusões.
    assino em baixo do teu texto. amei
    bjos

    ResponderExcluir
  4. É, são os danados dos pré conceitos que muitas vezes nos embotam a visão. Ninguém é de todo mau e ninguém é de todo bom, há que haver um equilíbrio, afinal somos todos humanos.
    Bom final de semana!!

    ResponderExcluir
  5. Temos que aprender a não julgar e manter a mente aberta, sempre dando uma nova chance as pessoas. Adorei seu texto e a atitude do Danilo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Elaine,
    Infelizmente préjulgamos,temos opinioes antecipadas e depois descobrimos como estávamos errados.
    O tempo é o nosso maior aliado nesta questão, pois só o tempo nos mostratar o quanto estávamos errados.
    Tenha um final de semana cheio de luz, harmonia, sabedoria e muita paz.
    Bjs,
    Rai

    ResponderExcluir
  7. Elaine... não sei o que acontece, mas sempre há sintonia entre o que eu sinto e penso e entre o que vc escreve, vc é telepata amiga? rsrsrsr.

    O final de 2011 e início desse ano me trouxe várias surpresas, boas e ruins, coisas inesperadas, que num primeiro momento eu não soube bem como lidar. Então fiz algo que eu vinha fazendo muito pouco: parar e pensar. Sobre mim, minha vida, atitudes e postura. E uma das conclusões a que eu cheguei foi justamente essa, que eu quero olhar as pessoas com mais tolerância e amor e quero me dar novas chances com algumas pessoas e ver algumas situações com outros olhos. Penso que é o que eu gostaria que fizessem por mim diante de falhas minhas, coisas que fazemos, sem intenção ou na boa intenção, mas magoa e fere pessoas queridas.

    Eu quero mais amor, mais carinho e sorrisos, mais perdão, tolerância e compreensão. Quero menos amargura, mágoas e ressentimentos. Minha principal meta prá 2012 é uma faxina emocional ;o)

    Beijos querida e obrigada pela reflexão ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá Elaine, concordo com vc e ontem fui julgada por uma coisa que não fiz por querer!
    Estava em uma perfumaria com minha filha indo em direção ao caixa que tinha ao lado uma cesta de esmaltes, é logico que ela chegou neles antes que eu piscasse!!
    O resultado foi que eu totalmente voltada à segurança dos esmaltes, parei atrás de duas pessoas e só percebi que furei a fila quando vi duas moças que estavam debruçadas no balcão me olhando feio!! Pedi desculpas peguei minha cara do chão e fui parar atrás delas, onde fiquei escutando desaforos indiretos mesmo me desculpando pela minha distração!!
    Sei que não é a mesma situação, mas gostaria muito que elas tivessem olhado o outro lado da moeda e enxergado uma mãe cansada, cheia de sacolas e preocupada em não deixar uma criança de três anos quebrar alguma coisa (quem sabe quantas X fiz o mesmo?)!!!
    Bjks!

    ResponderExcluir
  9. Excelente!!!
    é verdade, mtas vezes a gente julga, entende mal, olha por um lado só e esquece que sempre há outro... é complicado.

    eu tb confesso que não gosto desse tipo de humor, que é na base de tirar sarro da cara dos outros, não é humor pra mim.

    e eu tb pensaria, ao ver a cena, que ele ia fazer algo ruim com o cachorro. infelizmente a gente pensa mto de maneira automatizada.

    continuo não curtindo o apresentador, mas vendo uma atitude assim a gente tira a negatividade do olhar. e isso faz um bem enorme é pra gente mesmo né

    bjs Elaine! bom fim de semana

    ResponderExcluir
  10. Isso também me acontece. Existem figuras na nossa Tv que não me merecem um sorriso nem um minuto de atenção. Basta as ideias que orgulhosamente sustentam não aceitando que todos somos diferentes.
    Depois empurram apenas para o lado que eles mais gostam ou querem marcar...

    Por vezes também nos enganamos e vemos que tem outro lado bom ou talvez melhor que o que conhecemos.

    ResponderExcluir
  11. Belo texto, Elaine e concordo com tudo que disse. Somos mesmo preconceituosos, todos temos nossos preconceitos, o que fazemos com eles é que faz a diferença.

    Eu não cultivo preconceito, tento sempre que possível dissipá-lo, mas nem sempre é possível, tem pessoas que a gente tenta de tudo, mais aí acaba virando um conceito de que ela não serve mesmo... rs.

    No caso dos animais, sempre acho que quem respeita animal, idoso e criança, certamente é uma pessoa do bem.

    Pessoas que maltratam animais ou não dão importância a existência deles, sempre acho que não é uma pessoa confiável, isso é um preconceito sim, mas normalmente quando tento passar por cima disso e ver como a pessoa é, acabo provando que ela não é do bem. Então se diz que odeia animal, certamente tem um ponto a menos comigo, já começa perdendo... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  12. Já faz bastante tempo que dou uma 2ª, 3ª e até 4ª chance pras pessoas. Jamais vou na conversa dos outros, pre-julgando alguém.
    Isso tem feito mto bem pra mim e tem me dado a chance de realmente conhecer a pessoa, mas como vc disse, não faço vista grossa pras coisas ruins que essa pessoa faz...cada coisa em seu lugar.
    Bjs♥

    ResponderExcluir
  13. Bons pensamentos e boas atitudes amiga Elaine!

    Saudades de ocê! Gosteiiiii da nova carinha do aconchego!

    Por falar em cachorrinho vc vai amar o post hoje da Menina Voadora, até lembrei de vc por lá!

    Beijãooooooooooo e um super fim de semana p/ vcs!

    ResponderExcluir
  14. Nossa, mas que bela atitude dele. Comprar animais é errado, sou super a favor da adoção! Bjs

    daimaginacaoaescrita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. A ideia dele, em criticar políticos, botar a boca no trombone, é boa!

    O problema é que, muitas vezes, ele e alguns profissionais do stand-up comedy, "erram a mão"...

    Mas pouquíssimos têm a coragem de peitar o político, falar a verdade e ainda, com bom humor!

    Mas ele está, mesmo, de parabéns por essa atitude nobre!

    ResponderExcluir
  16. Oi Elaine, concordo com voce, as vezes nos enganamos com as pessoas, mas muitas vezes também, nos decepcionamos com elas, acho sim que todos nós merecemos uma segunda chance, eu amo os animais, abomino a crueldade, acho que eles merecem nosso respeito, principalmente por que os que dizem ser eles, animais irracionais, são eles os que mais nos respeitam, nos ama incondicionalmente e tem tanto pra oferecer, pra mim, a pessoa que não gosta de animais não é de todo má, tem algum cantinho em seu coração que tem algo de bom, mas nem porisso precisa ser cruel com eles, esses eu desprezo e nem dou segunda chance hehe. Bjos ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  17. Surpresa mode on. Ou não. Eu não dava nada pela criatura desde a história da amamentação. Mas... segundas chances são necessárias, às vezes. Pro DG, eu ainda não dou. Quem me garante que isso não foi exatamente pra gerar nos espectadores essa reação que vc teve, isto é, roteiro escrito e executado conforme o diretor do programa mandou???
    Enfim, pra mim, ele continua sendo um zero à esquerda. Vou pensar se dou uma outra chance. Um dia. Hoje não.

    ResponderExcluir
  18. Olá Elaine
    bom dia (antes de começar a trabalhar).
    Sabe que eu também tinha essa impressão do Danilo? Nem tinha entendido porque tinham dado um programa pra ele; qual não foi minha surpresa, quando comecei a ler boas críticas sobre o programa e paramos (marido e eu) para assistir.
    Não assisto sempre e não vi esse sobre adoção, mas a atitude é muito bonita sim.
    um beijo

    ResponderExcluir
  19. Ainda acredito na bondade do ser humano, mas sei que existem pessoas más e que sentem prazer na crueldade! Eu particularmente gosto do Gentili me divirto com algumas tiradas dele, e sei que tem horas que ele extrapola com piadinhas de mal gosto. Um dos cachorros adotados dele morreu, ficou doente, foi tratado, porém não resistiu! Beijos =)

    ResponderExcluir
  20. Elaine,que fofo esse cachorrinho e que legal a atitude deste apresentador!Adorei a sua reflexão!Bjs,

    ResponderExcluir
  21. Um hummmmm falou e disse rsrsrs
    Mas eu já gosto do Danilo Gentille, aliáz gosto de todo o CQC... tem horas que eles extrapolam mesmo... mas levam tbém... viu o Rafinha Bastos, se danou falando da Vanessa...

    Massss

    Amiga quase ti liguei ontem... vc tá bem agora das dores?

    Não liguei, por medo de ser IXIRIDA... ja ouviu essa palavra KKK coisa de goianos.

    beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá Elaine.
    Muito bonito o seu post. Eu também defendo a adopção e estou a começar a divulgar associações no meu blog sobre bichinhos e a partilhar fotos de animais que precisam de adopção na minha página do facebook. É um pequena forma de ajudar.... Quanto ao que disse sobre formar ideias sobre outra pessoas concordo plenamente com o que disse.
    Beijinhos grandes. (Espero que já esteja melhor)
    Lena.

    ResponderExcluir
  23. Elaine
    Nós tivemos que levar nossa cachorrinha para a roça de meu irmão.
    Estes dias ficamos sabendo que ela voltou sozinha . chegou lá em casa exausta e faminta.
    Quase morri de tristeza mas conseguimos alguem que a quisesse na cidade pois ela parece estar detestando a roça.
    A gente apega muitos aos animaizinhos e quando é neceesario desfazer. L´em casa estava havendo uma quantidade de pomba por causa da ração delas.
    E mamae não pode com pombas.
    com amizade e carinho de MOnica

    ResponderExcluir
  24. Elaine, concordo com você e por isso estou sempre escrevendo sobre alguém que está sendo malhado pela imprensa, ou pela internet. Com a velocidade dos acontecimentos, de como eles se espalha, como fogo morro acima e água moro abaixo, uma frase infeliz, uma atitude impensada, pode jogar uma pessoa na fogueira. Hoje todos nós temos uma facilidade enorme em julgar, apontando o dedo sumariamente.
    Desde que conhcei o Gentili e a turma do CQC, ouço muito mais falarem mal deles do que bem. Se o CQC passasse na Globo, eles estariam endeusados. Mas justmamente por essa emissora ser falsa moralista e sempre a favor dos governos, um programa como o CQC não pode passar lá. Porque vai fundo nos assuntos.
    O Rafinha, que me decepcionou totalmente com a frase infeliz sobre a Wanessa, também tem um ótimo programa na mesma Band, chamado A liga, que denuncia mal feitos pela cidade, mostra tudo e arruma soluções, vai atrás de prefeitos, vereadores, empresários, e só par a reportagem quando o assunto se resolve. Quantas vezes li pessoas nso blogs, ou no FB dizendo que nunca assistiu ao programa e nem vai assisitr porque...e aí falam a besteira que quiserem, só rpa fazer número, só pra não deixar de comentar ou dar seu palpite infeliz. Pois eu acho que quando há um assunto polêmico, temos que nos informar muitíssimo e depois opinar. Não ir tomando as dores de um ou de outro que escreveu baseado em suas simpatias, não nas pessoas ou no programa em si.
    Por que o Casseta e Planeta ficou chato, cansativo, sem graça? Por que na Globo tudo é falsamente politicamente correto e não se pode entrar muito nas questões. Parece que por lá só sexo pode ser à vontade...
    (eu me emplogo, viu? rsrs).
    Gostei de voc~e gostar do Gentili. Ele é um bom menino. Irreverente, como tem que ser todo mundo que lida com as agruras desse país, tentar fazer graça pra ver se enxergam...
    Beijo!

    ResponderExcluir
  25. Elaine,

    Bom demais te ler menina!
    Eu concordo totalmente com vc. Julgar as pessoas pela aparência, não tem nada a ver... ódio gratuito faz mal para a alma!
    Temos que valorizar o conteúdo. As vezes a segunda chance nos permite conhecer melhor a pessoa!

    bjão no core!

    ResponderExcluir
  26. Oi, Elaine! Eu tenho uma gatinha adotada, ex moradora de rua. Uma delícia de gatinha. Amo a minha Penélope! Beijos!

    ResponderExcluir
  27. A minha amizade por você é tão especial que não saberei explicar em palavras.
    Sempre sinto vontade de dizer o quanto é importante contar com amigos (as) como você.
    Hoje você já faz parte da minha vida, agradeço a Deus por
    ter te encontrado e descoberto com você a verdadeira amizade.
    Obrigada por sua preciosa amizade,e que Deus a abençoe cada dia mais.
    Um Domigo Feliz e tremendamente abençoado.
    Beijos meus no seu coração.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  28. Parabens pro gentilli e pra voce, que alem de nao mudar ed canal, esta sempre disposta a dar uma outra espiada no que os outros tem a dizer!!

    ResponderExcluir
  29. Oi Elaine.
    Nunca assisti o Danilo, porque sei que é um programa que não me agrada, mas a atitude de adotar um animal vem surgindo em muitos lugares, hoje no programa do Luciano Hulk ele mostrou um local onde recebem animais e também dão para adoção e gostei de ver o carinho das pessoas que vão buscar um cãozinho para adotar.
    Bom domingo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. É assim mesmo filhinha, nós humanos somos cheio de 'achismos'
    Eu acho isso, eu acho aquilo e assim vai...
    ... quase sempre o nosso 'achismo' nos impede de ver as coisas, assuntos ou pessoas dentro da verdade que elas não nos apresenta.
    Amo voce em Cristo Jesus.
    Beijinho.

    ResponderExcluir
  31. Oiii!, é Elaine isso chamamos de crescimento, aprender com a vida e saiba que é muito bom conseguir olhar para o outro lado da arvore. Meu pai me ensinou a ser assim, ele era assim, eu como sua sombra que era ouvi muitas vezes suas ponderações. Meu marido me chama "Madre Tereza" e para minha alegria meus filhos não aceitam comentários nem pré julgamento. Amiga temos que sair da vida melhor do que entramos. Parabéns, vc tem o dom da palavra, use-o bem, como sempre o faz, assim estará difundindo as coisas boas que a vida te trás. Bj e bom domingo.

    ResponderExcluir
  32. Oi Elaine, é bom repensar e você foi muito feliz nesta postagem. Talvez a postura dele diante das câmeras seja a do profissional que ganha dinheiro sendo chato, enquanto a sua sensibilidade e afetividade seja restrita aos mais próximos. Quem sabe uma pessoa como ele possa atingir mais pessoas na campanha inteligente "Não compre animais, adote". Abraços carinhosos

    ResponderExcluir
  33. Estou entre achar uma certa graça de mim ou sentir vergonha da minha primeira atitude, mas acho que vou optar por me envergonhar, achar graça seria ser benevolente com algo feio da minha parte, em total desacordo com o que você escreveu. Quando terminei de ler a primeira coisa que pensei, baseada no histórico do Gentili:um ato de autopromoção. Mas em seguida pensei o seguinte: seja ou não isso, o que realmente valeu foi que ele influenciou positivamente pelo menos algumas pessoas e mesmo indiretamente fará algum bem para alguns animaizinhos. Às vezes a gente coloca o cinismo no modo automático e realmente precisa ler algo assim para recuperar alguma humildade.

    ResponderExcluir
  34. @Lúcia Soares
    Eu concordo com você, Lúcia. As pessoas mal se informam sobre os assuntos e já saem fazendo julgamentos.
    Na minha opinião, esses rapazes do CQC apenas interpretam personagens. A vida real deles é outra história bem diferente. Mas, as pessoas não entendem isso.
    Eu já assisti aos dois programas (do Danilo e do Rafinha) algumas vezes e os achei bem interessantes.

    ResponderExcluir
  35. Eu não confio muito em povo de tv, nunca sei o que tá no script, o que pedem os patrocinadores. A verdade é que a grande maioria faz o que pagam prá fazer.Já vi gente que é pura simpatia na TV e fora dela é o cão. Tem que se observar em um todo e sinceramente não é essa atitude dele que me faz dar uma segunda chance. Como não daria ao Rafinha Bastos se fizer campanha contra a fome.
    No lado pessoal, acho que cada caso é um caso. Muitas vezes um "defeito", dependendo dele, anula todo o resto. Assim como a pessoa pode ter diversos defeitos, mas uma qualidade valer a pena.
    Não gosto de generalizar em nada, como disse, cada caso é um caso. Já dei segundas e terceiras chances a alguns, assim como não dei segunda chance a outros, ao contrário, quanto maior a distância melhor.
    Mentira, por exemplo, é um caso sério para mim. Confio até pegar uma e mesmo se manter a relação, nunca mais é igual, sempre tenho o pé atrás.
    Enfim, é por aí... Acho que temos que saber fazer escolhas.

    ResponderExcluir
  36. Olá Elaine, somos todos assim mesmo. Já me surpreendi algumas vezes com pessoas por quem nutria certa aversão sem nem mesmo tê-la conhecido realmente. Também prego a idéia de que o comércio de animais deveria ser abolido, raças criadas em laborátório para satisfazerem o gosto pessoal do cliente. Vidas não devem ser vendidas, a gente deve se dedicar a elas com responsabilidade antes de mais nada.

    Gostei muito do seu texto, parabéns!
    Beijos,

    Flávia

    ResponderExcluir
  37. Eu também costumo dar segundas chances, mas tem gente que não dá mesmo.
    Enfim, devemos ser simples e pensar como se estivéssemos do outro lado também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  38. florzinha, sinceramente vc tem toda razao, concordo com vc em genero, numero e grau, e aproveitando a deixa, sou mega fa de suas postagens e sempre compartilho suas newlester com minhas colegas rsrsrsr e muitas ja seguem vc tbm rsrsrsrsr q vc continue sempre assim nos trazendo muitas informaçoes uteis, com suas opinioes inteligentes e realistas, obrigada por nos dar o prazer de um cantinho tao maravilhoso como este seu!!!!! PARABENS!!!!! BJS E UM TOIMO E ABENÇOADO DOMINGO!!! ♥♥♥

    ResponderExcluir
  39. Elaine...
    espero que você esteja bem melhor das dores, é que eu li no post mais antigo.
    Quanto ao rapaz, não conheço, conheço pouca gente da tv; mas que bom que vc teve esta coragem de parar, sair do piloto automático e ver um pouco mais desta pessoa.
    Eu preciso mesmo de muito cuidado porque me esforço demais para agradar e acolher os outros.
    Nem sei se é bom, mas todo cuidado é pouco com o danado do preconceito.
    As coisas nunca são as mesmas, uma coisa boa pode ser ruim e algo aparentemente ruim pode ser bom.
    Dualismo....
    A vida não é algo fechado, pronto e existem sempre surpresas no caminho da gente,né.
    Um abraço com carinho e desejo de que vc esteja de fato bem.

    ResponderExcluir
  40. Oi Elaine!
    Entendo bem do que você falou. Eu sempre tento dar uma "segunda chance" pois sou mestra em ter a primeira impressão errada, para os dois lados. Muitas vezes acho a pessoa antipática no início e depois percebo que era totalmente o oposto e o contrário também acontece, acho a pessoa um doce, super simpática e depois ela se mostra bem diferente. Então nunca conto com a primeira impressão...

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  41. Oie,Elaine passei para dar uma vissitinha no seun blog e está lindo CLARO QUE ESTAMOS SEGUINDO,mais segue de volta?? Beijinhos Gaby e Bia

    blog--esmaltevermelho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  42. Eu falo disso num curso que ministro para empregados recem contratados. As características isoladas das pessoas não as define. É um pacote completo e que não da pra rotular. As vezes temos açoes generosas, no momento seguinte somos egoístas. Como disse Drummond "todo ser humano é estranho e impar"

    ResponderExcluir
  43. Pois é, Elaine, esse lado do Gentili havia me chamado a atenção ainda no Twitter. De vez em quando aparecia um apelo dele por algum bichinho. Até q um dia ele pediu uma chácara/sítio q abrigasse a galinha cega q ele pegou na rua pq ela não poderia ficar no apartamento.
    Claro q na mídia muita coisa é fingimento... (Como uma famosa q sempre fala dos dtos dos animais e da proteção à natureza, mas chamou um veterinário conhecido meu p/ retirar os dentes do seu macaco pq ela queria brincar s/ risco de ser mordida!!!! Ele se recusou, mas provavelmente ela encontrou um profissional mau caráter q se vendeu...). Mas nele eu acreditei! Acho q era esforço demais e a comoção dele sempre me pareceu sincera...

    E a bichinha da foto é muito lindinha!!!

    ResponderExcluir
  44. Olá, Elaine, antes de mais: que este seja um ano de dias bons pra você, porque nossa vida é feita de dias, uns atrás dos outros, que vão nos deixando viver de melhor maneira... ou não.

    Agora, em relação a esta sua intervenção, tema maravilhoso e que dava para a gente falar e falar e falar!

    Porque, sem dúvida, a gente, sem querer, cria uma ideia pré-concebida lá na nossa cabeça e rotula logo a coisa, seja lá o que for!
    É incrível, a gente nem gosta de admitir que assim é, mas a verdade é que, por mais que se tenha a mente aberta, diante das coisas, por vezes, agimos na defensiva, baseados nessa tal ideia pré-concebida (que por sua vez será criada por algo que involuntariamente nos "marca", seja um aspecto, seja um cheiro, seja uma palavra, que ficam registrados na nossa mente e servem de base a um conceito bom ou mau, e que julgo, será realmente um instinto de defesa nosso) e nem nos damos a oportunidade de conhecer mais a fundo, para fazer uma análise realmente consciente e fundamentada.
    E com isso, por vezes, perdemos oportunidades de experiências interessantes.
    Acho que será mais ou menos isso, não?

    Para ti mil bjs nesse coração

    ResponderExcluir
  45. Aplaudo a atitude dele.Concordo contigo a respeito de segunda chance,aprendi com DEUS a ser tolerante com as pessoas me colocar no lugar delas e ver se a atitude que reprovo eu não faria me surpreendi muitas vezes com a resposta. Nem sempre é fácil mas tento observar primeiro.

    ResponderExcluir
  46. Grande verdade. Todos nós precisamos de "segundas chances" para fazer isso com os outros com mais facilidade, basta lembrar do quanto precisamos também.


    Bjo Amore...
    Mah

    ResponderExcluir
  47. Olá tudo bem , me ajuda a divulgar meu blog ;)

    http://um-grande-diario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  48. Nossa amiga, que lindo texto... Todo mundo tem 'maus' momentos, e interpretar é fácil... julgar mais ainda! Mas entender, dar a tal "segunda chance" as vezes é difícil... mas acredito que todos tem um lado "melhor" que as vezes ocultam... =/
    Bjks!

    ResponderExcluir
  49. Elaine, bom dia!
    Bom seria se todas as pessoas que nos surpreendessem positivamente desta forma! QUeria ter a chance de descobrir o outro lado de uma série de pessoas! Meu olhar está disposto a encontrá-lo...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  50. É o mal do mundo, o preconceito, seja ele qual for e a crença que somos unicos e perfeitos.
    Parabens pela analise.

    ResponderExcluir
  51. Tudo verdade o que foi escrito. Eu me pego muito julgando uma pessoa por uma atitude sem olhar todo o contexto. Eu tb não vou muito com a cara do Danilo, mas já tinha visto várias vezes ele pedir ajuda para animais abandonados pelo twitter.
    Grande reflexão o seu post me causou.
    Bjos

    ResponderExcluir
  52. Oi Elaine, vim aqui agradecer a visita em meu blog e por ser minha seguidora. Gosto muito do que escreve e do seu blog.

    Parabéns e obrigada,

    ResponderExcluir
  53. É, fazemos isto volta e meia: não dar chance! Texto de reflexão, muito bom!

    Beijos!

    Luiza Mallmann
    decorarsustentavel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  54. Olá Elaine, gostei muito da sua postagem e acompanho seu blog sempre que posso.
    Me instigou tanto essa sua declaração que me motivou a escrever esse texto no meu blog: http://iwannaliveinlondon.blogspot.com/2012/01/sobre-o-politicamente-correto.html

    Um abração!

    ResponderExcluir
  55. Oie querida!
    Tudo bem? Minha Linda, o MALWARE voltou... Vc sabe dizer algo sobre ele?! :(
    Beijo, beijo

    ResponderExcluir
  56. Concordo plenamente Elaine.
    Gde abraço, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  57. Assunto bom( como sempre)
    Que bom que conseguiste parar para olhar,não podemos seguir unicamente a 1ª impressão, se ela valesse tanto não haveria delizões pois ninguém se entrega e confia a quem antipatizou a 1ºvista.
    É interessante como não há 1 só dia que não aprendemos algo. Que bom
    Cut beijos

    ResponderExcluir
  58. eu gosto do humor politicamente incorreto e de mau gosto do gentili, do Pânico etc. Gosto muito.

    Achei ótimo que ele tenha falado sobre adoção, pois em pleno séc 21 ainda tem gente que COMPRA cachorro como se fosse um boneco!!

    Não sei dar segunda chance, nunca consegui. É importante ter essa sabedoria e essa flexibilidade, sinal de inteligencia, mas eu nao sei.

    ResponderExcluir
  59. Olá Elaine,
    Quero saber como faço para mudar o plano de fundo do meu blog por uma imagem que eu goste?
    Bjs

    ResponderExcluir
  60. Já tinha lido seu post e que coisa mais fofa e tenho certeza que ninguém por pior que seja não resiste a essa ternura.

    Sempre temos dois lados da moeda e dar uma segunda chance é mais que humano. É justo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  61. Oi Elaine!! Minha cpu quebrou, li essa sua postagem elo celular, mas não tem como comentar por lá, então vim aqui de novo ler as demais postagens e tbm comentar rs

    Também não gosto do humor do Danilo Gentili, mas não podemos julgá-lo pela forma com que ele trabalha (ou resolve chamar a atenção), e sim, suas atitudes em relação aos problemas da sociedade. Achei legal da aprte dele ter concedido partem de seu programa pra essa causa.

    P.S.: Sábado (28/01), teve feira de adoção de filhotes de animais na minha cidade. Adivinha de quem lembrei? De você e da Luisa Mel hahahaha Fui lá para tentar adotar mais um cachorro, mas minha mãe não permitiu, pois já temos duas :/ Eu acho que um a mais não faria a diferença para nós, mas né... Não posso desobedecê-la rs


    Abração!!

    ResponderExcluir
  62. Também acredito que não existam pessoas totalmente más. Não é possível que exista um ser humano tão ruim que não tenha alguma coisa de bom, mesmo que pequenininha dentro de si.

    ResponderExcluir
  63. É vivendo e aprendendo com vc viu. isso ja aconteceu cmg, eu fazia parte d uma comu no orkut, e nessa conheci muitas pessoas legais e uma dessas pessoas não foi cmg mais d jeito nenhum ela me achava muito metda, só pelas fotos q eu postava e nem palavras com ela eu tinha trokdo, resumindo eu fiquei fora da net uns dias, e justamente essa pessoa ficou tão preocupada cmg, q deu um jeito d saber meu cel e me ligou, desd aquele dia q ja vai fzr 5 anos a nossa amizade só cresce ela mora no rio eu no maranhao, mais tds os dias nos falamos, de dia na madrugada. e eu amooooooooo essa pessoa ela me ama muiiito tmb e ainda me deu a familia dela q tmb são lindas. bj elaine, cada dia mais eu sou sua fã, qr dzr sou sua fã pa sempre, seu blog é muitooooo xiquetão adoooorooooooo.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…