Sobre compaixão

em 22 de novembro de 2011

CompaixãoHá alguns dias pipocou na mídia a notícia do câncer do ex-presidente Lula. Muito se falou, inclusive no exterior, muito foi dito e claro, muita coisa que se esconde debaixo do tapete apareceu nos comentários que li; coisas boas, mas muitas, muitas idiotices.

Não sou grande fã de Lula, embora nos anos 90 tenha votado nele ao menos 1 vez. Depois não mais, nem nele nem em ninguém, aliás. Se o considero um bom presidente? Sim. E não. Exatamente igual ao anterior e à sucessora. Mas não é bem sobre isso que quero falar.

Quero falar sobre algo que li aqui e ali, muito mais do que gostaria.Quero falar sobre o tom de vingança que senti em alguns comentários no twitter, no facebook, em blogs de jornalistas, em sites de nótícias. Vi gente dizendo, em tom mais ou menos agressivo, que era bem feito, que tomara que o 'barbudo' morresse, que era bom pra ele ver o estado da saúde no Brasil, que vai tarde, que agora ia pagar os pecados da corrupção, etc e tal.

Chocante? Sim, muito. Como eu disse, coisas como estas se escondem debaixo do tapete da civilidade, mas afloram quando são puxadas pra fora. Hoje a vítima de tanta agressividade e desejo de vingança é Lula, amanhã é o gay, a puta, o maconheiro, o nordestino, a gorda, o negro, o pobre. Nossas raivas se sentem vingadas quando algo ruim atinge o objeto do desafeto. E isso é muito triste. Que sejamos capazes de sentir alegria com a dor do outro…muito triste!

 

No extremo oposto vi jornalistas e outros agentes de mídia (blogueiros e tuiteiros entre eles) elevarem o ex-presidente à categoria de santo em vias de canonização por conta da doença. Ele raspou a barba, e a foto rodou o mundo.Ele fez a primeira sessão de quimio, e só faltou rezarem para Santo Lula fazer chover…

Eu penso que ele não é digno de pena. Digno de compaixão, sim, pois a ninguém nesta vida eu desejaria uma doença dessas, e se eu descer ao ponto de sentir satisfação com a dor de um semelhante então realmente a doente serei eu, doente de alma e de espírito. Mas não sinto pena, absolutamente.

Tratar-se em um hospital de ponta, tendo ao seu dispor os melhores médicos e recursos, os melhores remédios, aplicados no tempo certo, sem a agonia da fila de espera, não o qualifica como digno de pena. Muito menos a ser tratado como santo e/ou mártir. Sei que a dor é igual para todos, mas sempre é melhor sofrer o inevitável em lençól de algodão egípcio…

Sinto meu coração se apertar mesmo é pela pessoa que, diagnosticada com câncer dos mais agressivos, morre lentamente à espera da primeira sessão de radioterapia que o SUS se recusa a fornecer. Sinto um frio na espinha ao pensar não na esposa de Lula, mas sim em pais que veem seus filhos definharem por falta de remédios, médicos e leitos. Pessoas que precisam enfrentar a dor da espera por algo que deveria ser imediato: remédios, tratamento adequado, cuidado e condições de ao menos tentar vencer a doença.

Mas…

Essa separação de classes, que dá ao mais rico todas as chances, e aos pobres todas as filas, não pode me endurecer à ponto de querer ver Lula careca, abatido e a seguir morto.

Gostaria apenas que o mesmo tratamento dado a ele fosse dado à mãe da Pri, do blog Shampoo de laranja, por exemplo. Para quem não sabe a mãe dela luta contra uma das formas mais terríveis de câncer. E a luta da Pri para trazer o assunto à mídia, e com isso tentar conseguir as sessões de radioterapia que a mãe precisa também me comove. Porque, sendo pobre e não tendo poder algum, nem janela alguma que não seja o meu blog, eu me coloco na situação da Pri e penso: e se fosse minha mãe, ou meu marido, ou meus irmãos, meus sobrinhos???

Então, penso em relação a tudo que li sobre Lula e sua luta contra o câncer: nem digno de linchamento, nem santo. A doença não o santificou, nem o exime de seus erros.Mas também não deveria ser motivo de satisfação entre aqueles que não apreciam o político. Até porque… ele é uma pessoa passível de erros e acertos como eu e você. Há um ser humano ali.

E isso deveria bastar para que a compaixão desse o tom de tudo que tem sido dito e escrito…

Atualizando: li agora há pouco este post onde a editora do Shampoo de laranja  conta que o Ministério Público, vendo os inúmeros retuítes dados para movimentar o assunto, conseguiu a liberação do tratamento que a mãe dela precisa. Um bom exemplo da força que os blogs e o Twitter podem ter!

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

51 comentários , comente também!

  1. Elaine,de forma alguma quero ver o Lula mal.

    Quero que ele se cure e fique bem, mas a situação que vemos com tantas pessoas é revoltante.

    E Enquanto isso, o país gasta bilhões em Copa do Mundo e outras bobagens mais...Fico indignada.

    Estou aqui em casa com o maridão com CA e fez cirurgia também.Torço pelo bem de todos os doentes e por sua recuperação...

    Fui lá conhecer a Pri e vi que tb é de Poa.


    um beijo,que bom que ela conseguiu o tratamento pra mãe agora!!! chica

    ResponderExcluir
  2. Otimo post...
    Eu no Facebook compartilhei aquela frase que achava que o Lula deveria se tratar pelo SUS, não por raiva, nem por pena, mas para mostrar "ao povo" que o Sistema funciona, mas sei que é pedir demais...trabalho dentro do sistema como terceirizada, vejo muitas coisas boas, mas tbm vejo descaso e falta de atenção "básica", acredito que quando nossos presidentes se preocuparem em dar Bolsa familia vinculada as notas da escola e não a fequência, começaremos a dar um passo a frente até lá, resta a nós simples mortais que dependem deste sistema frágil de saúde rezar e contar com a ajuda dos amigos para retuitar SOS....me indigno com isso, pois o país tem um potencial enormede crescimento, mas a corrupção faz dele um país onde a educação e a saúde sejam piores do que muitos países africanos. Acho que o país precisa é tomar vergonha!!!
    Mais dignidade para nossos doentes e idosos.

    BJão

    ResponderExcluir
  3. Concordo com tudo que você disse. E fiquei muito feliz com o que foi comentado ao final. A força de Internet, essa figura demonizada muitas vezes. Parabéns. bjks

    ResponderExcluir
  4. Oi Elaine, concordo com cada palavra que você disse. E acho que todo mundo que tem uma doença deveria ter tratamento excelente, igual para todos.
    Também revolta ver as pessoas menos "abastecidas" peregrinarem em filas, pedindo pelo amor de Deus, um tratamento digno para seu ente querido.
    Isso tudo é muito triste, precisar que todos twitem para que a pessoa seja atendida. Triste, muito triste mesmo.
    Eu estou do lado de qualquer pessoa sofredora que precise de ajuda, coloco no Blog, no Email, no Facebook, mando email para as empresas, hospitais etc.
    Não me conformo com o sofrimento de ninguém.
    Tem hora que desanima ser brasileira, sinceramente!
    Mas a vida segue .......
    Vamos fazendo a nossa parte e a de muitas pessoas que não estão nem aí, não é?
    E que Deus nos ajude a ajudar, cada vez mais.
    Desabafamos .......
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  5. Ah! Voltei.
    Esqueci de comentar que vou no Shampoo de Laranja que não conheço. Vou seguir também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Nossa Elaine, nem sei o que dizer... faço das suas palavras as minhas! Ali está um ser humano..."vulnerável" a doença como qualquer outro e digno de compaixão, com certeza!!! Grande beijo!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite

    Pela primeira vez li sobre o assunto com uma visão real, sem endeusamento e sem ódio.
    Parabéns!!!
    Você conseguiu expressar aquilo que também sinto.
    bjinhos
    Laurinha

    ResponderExcluir
  8. Ah, Elaine !!
    Você disse tudo, absolutamente tudo que eu penso...
    Não acho que a doença do Lula seja diferente da que milhões de brasileiros enfrentam, mas com remédios na hora e tempo certo facilitam sim o tratamento.
    Tenho uma dor enorme no coração, não pena, dor mesmo, das mães que vêem seus filhos esvanecendo sem tratamento...

    Fiquei feliz em ver que a menina do Shampoo conseguiu... muito mesmo !!
    E que nossas janelinhas são pequenas, mas se unidas em prol do que realmente importa, podem ser muito valiosas.

    Bjus 1000 e como sempre, arrasou !!

    ResponderExcluir
  9. Elaine,
    Penso exatamente como vc, não gosto de tripudiar em cima de ninguém. Por pior que seja essa pessoa. E torço sim que ele e outras tantas que sei que estão nessa mesma situação consigam sair e viver.
    É triste quando vejo tanta raiva e discriminação no twitter. As pessoas estão amargas e vingativas demais. Falta amor no coração.
    Fiquei feliz em saber que a sua amiga obteve sucesso em relação ao tratamento da mãe. Vou rezar por ela.
    beijos grandes
    Adriana

    ResponderExcluir
  10. Oi Elaine, muito interessante o seu artigo sobre compaixão. Ainda acredito na bondade das pessoas, ainda acredito em pessoas que, como vc, não fazem distinção entre o pobre e o rico, o negro e o branco e assim por diante, pois somos todos iguais perante Deus e, acima de tudo, acredito que quem crê NELE, realmente, não pensa tão pequeno e deseja apenas o bem para o outro, independente de qualquer coisa.
    Bjs,
    Marlene da Paz

    ResponderExcluir
  11. Elaine, concordo em tudo com você. As pessoas estão chegando a esse ponto: ou lincham ou endeusam. O bom senso, a compaixão, a sensatez não moram mais no planeta Terra. Precisamos é disso mesmo: compaixão. Com uma pitada dela, muita dor e muitos erros seriam evitados!
    E me alegro de que a mãe da Pri tenha recebido a bênção do tratamento através de sua ajuda tbem!
    Deus dê vitória a ela, e à você, bênçãos sem fim!
    Beijos!
    Cláudia.

    ResponderExcluir
  12. Já fui conhecer a Pri, fiquei seguindo, não resisti e já mandei para o Face também.
    Obrigada por apresentá-la para mim.
    Boa noite querida.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Querida Elaine, este post fez eco em meu coração e reforçou a simpatia que sinto por ti. Gosto muito de artigos profundos, daqueles que nos leva a reflexão, e você me ofereceu isto escrevendo sobre o modo como o Brasil está lidando com a doença do Lula.

    Achei maravilhosa a frase em que você fala “se eu descer ao ponto de sentir satisfação com a dor de um semelhante, então realmente a doente serei eu, doente de alma e de espírito.”

    Confesso que sinto um grande desprezo pelo Lula político, mas não posso desejar mal ao Lula ser humano. Ele, assim como a unanimidade dos políticos brasileiros, sempre usou o poder em benefício próprio, deixando os interesses do povo para terceiro, quarto, ou quinto plano. Certamente um dia, a lei de ação e reação irá cobrar dele todos os equívocos cometidos. Mas nós, como filhos de Deus que somos, temos a obrigação de, no mínimo, não desejar o seu mal.

    Tarefa difícil né amiga? Sei que a primeira reação da maioria dos brasileiros foi a seguinte: Ele deveria ir se tratar no SUS para ver o que é bom pra tosse.

    Esse pensamento passou pela minha cabeça também, mas minha consciência cristã me forçou mudar de atitude, e o incomodo só passou quando consegui separar o Lula político, do Lula ser humano, frágil e imperfeito como todos nós.

    Parabéns pelo artigo.
    Abraços,
    Dilti

    ResponderExcluir
  14. Também escrevi algo sobre isso AQUI. Longe de mim me alegrar com o sofrimento alheio, mas o povo está tão cansado da falta de respeito dos governantes que quase dá para compreender a revolta. Mas claro, um mal não justifica outro, sobre tudo a crueldade. Assim como ninguém merece doença alguma, todos merecem tratamento digno. Acho inadmissível dizer "bem feito", como também fazer dele um mártir.
    Beijinho e muita paz, querida.

    ResponderExcluir
  15. Fico feliz pelo resultado alcançado.Quanto ao Lula é o coração do povo que anda embrutecido,será até onde iremos,muita falta de sentimento,bjo.

    ResponderExcluir
  16. Olá Elaine...

    Excelente tua colocação no texto,a tua postura diante dos fatos. Parabéns pela lucidez em teres olhos de discernimento aos acontecimentos!
    Linda a tua alma!!
    Bjs no coração e semana cheinha de amor pra ti!
    Lecy'ns

    ResponderExcluir
  17. Que post!!! Mais verdadeiro do isto é impossível. Concordo plenamente com você. E o Brasil é rico o suficiente para ter um sistema público de saúde que atenda a população com um mínimo de dignidade.
    Bjusss...

    ResponderExcluir
  18. Concordo com tudo que escreveste, ninguém vira santo por estar doente e nem merece escárnio por ter sido autoridade. Li com alívio o adendo final da tua postagem sobre a mãe da Pri.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  19. Eu concordo com vc Elaine, pensamos exatamente da mesma forma, nesses dias desses comentários eu cheguei a abrir o Twitter, ler algumas bobagens dessas e desanimei, fechei e fui dormir, preferei não ver a me decepcionar ainda mais com tantas pessoas; não que a minha verdade seja a única, absoluta... mas como vc bem disse, o sentimento de compaixão deveria ser imediato e único, o resto é outro assunto. Não entendo, não conseguiria jamais me regozijar com uma tragédia, um sofrimento, violência ou doença sofrida por alguém, antes de tudo somos (ou deveríamos ser) humanos e ninguém está livre de nada nessa vida, ninguém é imune. Triste... por isso eu faço questão de educar muito bem meus filhos e passar esses valores à eles, prá que eles não achem que esse tipo de comportamento é aceitável e normal, porque prá mim não é...

    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  20. Oi, Elaine!

    Quanto ao Lula, sabia que iam aparecer comentários raivosos a respeito dele, mas isso só evidencia o grau de agressividade do ser humano.

    Mas quanto a moça em questão e a doença de sua mãe, que bom que ela conseguiu a radioterapia para a mãe.

    Tem sim, muita gente morrendo na fila de espera e o pior é que os familiares nem reclamam, nem pedem ajuda. Ficam resignados a dor pensando que assim é a vida, assim é o sistema. São muitos os que não sabem de seus direitos.

    Fui ler o post da moça e fiquei feliz ao ver que sua mãe terá atendimento e poderá esperar a cura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    É complicada toda essa situação,da saúde pública,mas a indignação é maior pela falta de consciência de tantas pessoas.
    Li alguns comentários como os que você leu,e penso que os mesmos que dizem ser justo o problema que Lula está carregando,desconhecem muitas coisas,inclusive,o que é justiça.Em qualquer governo sempre haverá honestos e desonestos,seremos enganados muitas vezes e tentaremos sempre mudar tudo isso.Lula fez um bom governo,dirigir um país não é fácil,e não vivemos uma ditadura,há pessoas no governo que pensam diferente,e foram colocadas lá,por nós.Há muitas questões à serem discutidas em um governo,e,é difícil chegar a um consenso.Lula sofre agora,mas um coração amargurado,sofre eternamente,e estas pessoas estão cheias de amargura,querem um alvo para atacar,o que fazem não é criticar o governo,é atacar uma pessoa.Creio que o ser humano é melhor que isso,mas para ser melhor,é preciso, consciência.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Oi Elaine!

    Concordo com seu texto de muito bom senso! É uma pena que a qualidade da saúde privada não cheguem a todos os brasileiros...

    Uma ótima terça p/ vc!

    Beijoooooo

    ResponderExcluir
  23. Li o texto todo e concordo com tudo. Mas fiquei extremamente feliz com a notícia em letras miudinhas no fim do post.
    Sobre Lula... o que adianta querer vingança nele? De que vai adiantar? Podemos rezar pela sua cura e para que, com esse exemplo, ele ajude tbm a correr atrás da melhora do SUS. Revolta não vale de nada, só faz sofrer aquele que a sente mesmo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  24. Bom dia Elaine.
    Incrível sua maneira de comunicar e expressar.
    Parece que você lê pensamentos!

    Concordo plenamente com você em tudo.

    Eu também me senti com as manifestações sobre a doença de Lula ... exatamente como vc, penso igual ... votei igual (rs).
    Posso estar uma "Maria vai com as outras", mas é verdade.

    Lula ou seja lá quem for que enfrenta uma doença desse tipo, merece nossa compaixão.

    Não conhecia a história da Pri (nunca visitei seu blog).
    Na minha cidade (Muriaé) tem um grande hospital especializado em câncer e o tratamento é todo gratuito.

    Chama-se Fundação Cristiano Varella.
    Lá tem inclusive uma Casa de Repouso para os acompanhantes do doente que não moram na cidade.

    Este hospital foi construido pelo Deputado Federal Lael Varella, com a ajuda do Governo e na época da dupla Leandro e Leonardo.

    Vi lá que a Pri já conseguiu ajuda pra sua mãe e que aqui seria longe demais pra ela.
    Mas vale dizer, pois sempre existe alguém precisando em algum lugar.

    Deus abençoe seu dia.
    É sempre muito bom aprender com você.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  25. Passei pra dar um ôi e desejar uma semana abençoada! Bjnho!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. Elaine
    Agora boa tarde.
    Voltei apenas pra dizer que me senti honrada com sua visita no meu blog.
    Sei da sua correria e da dificuldade em retribuir às inúmeras pessoas que passam por aqui.
    Você faz a diferença na blogosfera por tudo que você nos transmite em cada postagem.
    Seja partilhando suas dicas, seja partilhando suas emoções.
    Quanta sabedoria!
    Você consegue transmitir a nobreza dos seus sentimentos em cada post que nos presenteia aqui.
    Quem pensa o contrário, na maioria das vezes é pobre de espírito.
    Sou sua fã.
    Beijinhos

    (desculpe a quantidade de palavras que "engoli" no comentário anterior.rs)

    ResponderExcluir
  27. Elaine,
    Penso como você em relação a doença do ex presidente, ao contrário de muita gente eu gosto de politica e economia, e acredito que se tivesse essa disciplina nas escolas, mas de forma clara, objetiva e dinâmica, as pessoas iriam compreender como a politica é fundamental para o andamento de nossas vidas, inclusive e principalmente para a saúde do pais, que em alguns lugares como aqui no sertão de Minas, tem melhorado, em outros tem entrado em calamidade, não que aqui seja um exemplo, visto que a demanda das cidades do sul da Bahia e de cidades pequenas é muito grande.
    Mas o assunto é compaixão, isso sim, se cada um fizesse sua parte, teríamos com certeza um mundo melhor, independente dos políticos ou não. Compaixão de acolher uma irmão que vem de uma cidade de fora doente em sua casa, saber que tem uma família com necessidade e arregaçar as mangas ou doando ou arrecadando doações, participando de ações coletivas nas igrejas,etc.
    Desculpe se falei de mais, me empolgo com esse assunto.
    Beijos
    Lena

    ResponderExcluir
  28. Maravilha de explanação! Concordo comcada plalavra dita Elaine. Muito se tem escrito sobre o assunto e sempre vai para esses dois lados que descreveu. O respeito acima de tudo é fundamental numa democracia. No entanto as pessoas confundem liberdade com libertinagem e daí sobra bobagem pra tudo quanto é lado.
    Fiquei contente que a pri tenha conseguido o tratamento para sua mãe. É a força da net conseguindo mais uma vez se fazer ouvir.
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Oi, minha amada Lâmpada Mágica!rs Muitíssimo oportuno e bem abordado o post. Só quem perdeu a humanidade pode regozijar-se com o infortúnio do outro. Que Deus te abençôe e mantenha o seu, o meu, os nossos corações cada vez mais retos no processo de humanização (que penso deva ser contínuo), pois quanto mais humanos formos, mais próximos do divino estaremos. Bjs inquietos.
    P.S: Tem sorteio descomplicado lá no Palavra Inquieta, tá? +bjs.

    ResponderExcluir
  30. Elaine, assino embaixo. Fiquei horrorizada com a insensibilidade das pessoas, principalmente no FB, já que não tuíto.
    Alguns jornalistas falaram pouco e bem.
    Recentemente, o pai do empreiteiro da minha obra (empreiteiro é modo de dizer, é um rapaz de 32 anos, pedreiro, que já ralou muito e foi recrutando gente pra trabalhar com ele e pegarem obras maiores. Enfim, acho que empreiteiro é a palavra certa). Então. O pai dele foi diagnosticado em maio com câncer na laringe e em junho, menos de 20 dias do diagnóstico, já estava operado. No tempo certo, começou a quimioterapia. Está já na 3ª ou 4ª aplicação. Tudo pelo SUS. Não sei, então, porque alguns casos andam rápido e outros se estendem. Um dó que isso aconteça e mate tanta gente.
    Um dia vou contar uns casos pra vocês, através do blog, do que é marcar uma consulta médica pelo SUS, pois trabalhei numa faculdade de medicina, que tinha a concessão para manter um hospital e então presenciei muitas filas de marcação de consulta.
    Enfim, o que desejo é que o Lula tenha o melhor tratamento que existe e que todas as pessoas que passam pelo mesmo drama também tenham suas vidas preservadas com o melhor tratamento, humano e digno.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  31. Também estive lá no blog da Pri, sabe Elaine é bom saber que ainda podemos acreditar nas pessoas, lá como ela disse, essa vitória foi alcançada com a ajuda dos seguidores, isso quer dizer que ainda existe solidariedade neste mundo, que ainda existem pessoas dispostas a ajudar e que alguma coisa neste pais, mesmo com muito peleja ainda funciona.
    Beijos
    Lena

    ResponderExcluir
  32. Amei seu post, parece que você leu meus pensamentos...você sempre sabe como usar as palavras corretas.fiquei feliz pela mãe da Pri, que ela consiga se tratar de uma forma no mínimo descente.
    Ótima tarde.
    Bjinhuxx carinhosos.

    ♥ TAMI ♥

    ResponderExcluir
  33. Olá, deve ter conhecido nossa luta pela recuperação do Cancer que a Gostosura sofreu.(www.gostosurassemtravessuras.blogspot.com).
    Minha querida se foi em 28/10, mas venho dizer que o Sus foi eximio em seu atendimento com ela.
    usamos nossos conhecimentos e contatos.
    Aprendi muita coisa sobre o sistema nesses ultimos 5 meses, e como prometi para ela, não guardarei nenhum conhecimento ou dor em uma caixa de pandora, quero ajudar as pessoas que vivem coisas semelhantes com a que vivi.
    Ninguém deve ser santificado em virtude do diagnostico de uma doença tão cruel, assim como os seus não merecem sofrer o desrespeito publico como vem acontecendo com a Dª Marisa.
    É uma dor alucinante, impalpavel e incalculável.
    Somos todos filhos de Deus e temos individualmente uma missão a cumprir.
    Que todas as familias que lutam contra a doença, mantenham-se firmes e unidas, pois só o amor é capaz de suplantar a dor da luta, a dor da perda e o prazer da cura.

    ResponderExcluir
  34. Elaine que belo e conciente texto vc fez ! Nem tanto ao mar nem tanto a terra e sim o justo tratamento ao presidente e aos demais seres mortais.Domingo vendo o Gianechini no Fantástico meu coração ficou tão apertadinho, ele com tanta esperança e no finalzinho da entrevista uma lágrima e essa lágrima disse mais que mil palavras essa doença é lenta e destrutiva onde não nos dá certeza de cura...
    Perdi meu pai,meu padrasto, minha melhor amiga, e muitos outros amigos queridos e cada vez que me deparo com o assunto...É assim que me sinto frágil e impotente.
    Sou doadora de medula e como gostaria que mais pessoas tivessem o que você pois no título do teu post: COMPAIXÃO
    bjo e perdão pelo comentário grande...

    ResponderExcluir
  35. Querida Elaine, o seu post está excelente. Amei também o seu argumento e a forma que você direcionou. Infelizmente vi muita pobreza de espírito por aí na web desde que todos souberam desse diagnóstico. Eu sinto pena sim, sinto pena de todos que tenham esse diagnóstico, independente de ser rico ou pobre. Pois não deve ser nada fácil saber que se tem um câncer. Já passei por isso algumas vezes em minha família e sei bem o grau do susto. Eu acho que as pessoas misturam alhos com bugalhos, sinceramente. Sou obrigada a usar uma expressão muito minha, que as pessoas de meu convívio pessoal, sempre encarnam em mim qdo eu falo, mas... Uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa! Eu sinto pena de todo mundo nessa vida que tenha um câncer. Este sentimento é mau visto por muitos, mas se Deus o criou é porque ele deve ter algum fundamento. Pena eu não sinto das pessoas que são capazes de fazer mal às crianças, animais e idosos aí eu costumo dizer que é nessa vida que se faz e que se paga. O Lula como qualquer ser humano, independente de ser político, tem em suas páginas no seu livro-vida, histórias escritas de erros e acertos. Mas isso não o faz nem monstro, e nem tão pouco um santo, mesmo. Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  36. Voltei! Concordo com tudo que você falou e com alguns comentários, como por exemplo, com tantas necessidades e prioridades que o nosso país apresenta, como pode tanto dinheiro ser destinado e "gasto" para sediar a copa em 2014? Não seria melhor gasto na saúde, educação e etc...? É extremamnete irônico e hipócrita até, porque quando se pergunta, as autoridades que deveriam ter respostas, dizem sempre não haver verbas, quando é para a saúde, para a educação...E a verba destinada para a copa, é a verba do milagre de Natal? Bjão!!

    ResponderExcluir
  37. Elaine, parabéns!
    Parabéns pela abordagem lúcida e reflexiva; parabéns pela escrita tão bem feita deste texto; parabéns, principalmente, pelo ser humano que transparece em cada letra.
    Abraço,
    Dodoca

    ResponderExcluir
  38. Concordo contigo m tudo, sem tirar nem por. Excelente e pertinente, como sempre!
    beijoooo

    ResponderExcluir
  39. A mídia como levante rebaixa qualquer pessoa , seja ela quem for.Doença , seja ela de qualquer natureza , pior o Cãncer , como chega silencioso, deixa uma família em pedaços.Infelizmente nem todas as pessoas tem como pagar um tratamento, mas conheço pessoas que se trataram pelo SUS e conseguiram.Quem tem condições de fazer o tratamento, vai enfrentar uma fila, não vai fazer de tudo para encontrar o melhor.As pessoas que falaram no twitter e face, certamente nunca precisaram enfrentar uma fila, acredito eu.Você colocou muito bem seu texto e a aplaudo por isso.Ninguém merece doença nenhuma...Um grande abraço.
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  40. Com certeza esse é o meu pensamento e deveria ser o de todos.

    Infelizmente vivemos rodeados dessa máquina que diferencia as condições de acordo com sua classe.

    Eu que o diga o dobrado que fazemos para pagar uma assistência médica e das mais simples. De quantas coisas abrimos mão para podermos ter a condição de um tratamento digno ( que nem sempre é tão digno) para não ter quer cair nas filas do SUS.

    Vejo que não aguentaremos por muito tempo manter esse plano, pois quanto mais velho, mais caro e quanto mais velho menos ganhamos.

    Sem mais nada a acrescentar.

    Feliz em saber que a mãe da Pri consegui a liberação do tratamento.

    Bjs

    ResponderExcluir
  41. Oi Elaine!
    Nunca votei no Lula e não sou fã dele. Não desejei-lhe mal, pelo contrário, espero que ele saia dessa. apenas gostaria que ele se tratasse pelo SUS que ele tanto propagou que já é de 1º mundo. Que ele tivesse o mesmo tratamento que a maioria dos brasileiros tem.
    Olha, perdi quase toda minha família para o Câncer. Mãe, irmã, pai, tios e tias, sei o quanto é sofrido. Minha mãe se tratou pelo INPS (ainda era inps)na época foi bem tratada, mas só ficou em um bom quarto porque a diretora do hospital era mãe de um namoradinho meu da época. Os outros familiares, bem depois, já tinham plano de saúde e o tratamento foi um pouco melhor.
    Acho que entendi o que você quis dizer. Também não concordo com esse "apedrejamento" e menos ainda com a entronização do ex presidente. Acho que podemos apenas desejar, assim como a todas as pessoas que sofrem com o câncer, que se cure.
    Legal a editora do shampoo de laranja ter conseguido a atenção e o respeito devidos a sua mãe.

    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  42. Muito bom esse seu post! Ele traduz bem o que acho dessa situação. Nem santificar o cara, nem avacalhar. Acho que é uma doença miserável essa, e todos que passam por ela merecem no mínimo o respeito das pessoas, se não tem nada de bom a dizer, que fique em silêncio, que já ajuda.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  43. Não se brinca com a dor e tristeza de ninguem, se tivesse inimigo e esse estivesse com um problema de tal grandeza o respeitaria, só quem já teve um querido com essa doença e o perdeu sabe o tamanho da dor, seja qual for o problema do outro que se oponha a nossa ideia e comportamentos devemos respeitar, a vida da muitas voltas vai que eu seja a próxima da vez, não gostaria de ver a minha dor ser ou o meu prolema ser escarnio como um teatro tragédia grega onde a tragédia é cantada por um coro e julgada e gargalhada por tal.
    Isso é ser solidário o silencio.

    ResponderExcluir
  44. Elaine,
    Eu fiz um post sobre o Lula no Vidas Linha e uma pessoa me chamou de ingênua por dizer que ele está sorrindo e de bem com a vida... Me interpretaram mal. Eu quis dizer na verdade é que ele está de bem com a vida no sentido que ele está lutando para se recuperar.
    De modo algum quero vê-lo mal, não sou eleitora dele e tb só votei nele uma única vez. Mas isso não quer dizer que quero endeusá-lo.
    Pra mim é um ser humano a qualquer outro...
    Não foi o Giannechini dar entrevista ao Fantástico falar de sua doença? Não agradeceu o carinho dos fãs?

    Então... Lula devia apenas agradecer ao povo que ora por ele e mais nada!

    belo post!

    bjos

    ResponderExcluir
  45. Realmente lamentável alguém sentir satisfação com o sofrimento de um ser humano, aliás nem com o sofrimento de qualquer ser vivo, gente o que é isso? Como você disse todos são seres humanos passiveis de erros e acertos, ninguém é totalmente bom ninguém é totalmente mau, então vamos lembrar das palavras do mestre^Não julgareis", beijos Luconi

    ResponderExcluir
  46. Olá frô!
    Assino embaixo de tudo o que disse, e fiquei muito triste com todos os comentários maldosos que vi, não por ser o Lula, pq ele é um ser humano cheio de defeitos e virtudes, como eu e vc e todos nós, mas por ver que a falta de compaixão e tolerância estão cada dia mais escassas.

    Xêros
    Paty

    ResponderExcluir
  47. Concordo totalmente!

    E aquele negócio de querer que ele se trate no SUS? Gente, mas as filas do SUS já estão lotadas e querem mandar mais um paciente pra lá? Deixem as vagas pra quem não pode pagar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  48. Oi Elaine, você tocou num assunto muito triste:a saúde. Perdi minha amiga há pouco tempo - lutou sozinha tentando conseguir autorização do convênio para o tratamento do cancer, quando autorizaram já era tarde.
    Conheço pessoas que estão na fila para conseguir o tratamento pelo SUS.
    Talvez quando obtiverem a autorização, já será tarde.
    O Lula como pessoa não me diz nada,
    agora como sindicalista e político me diz muito, ele e a sua turma acabaram com São Paulo.
    Fui metalúrgica e tive amigos que se suicidaram por conta das crises
    provocadas nas empresas, outros não tiveram atendimento médico por estarem desempregados e por consequência faleceram. Que ironia, não?? ele chegou a presidente, cargo máximo do país, sem nenhum esforço, apenas agitando as massas. Hoje desfruta dos benefícios do ex cargo, enquanto "os colegas" morrem em filas.
    Admiro sua forma delicada de tratar do assunto e parabenizo por sua força e garra na luta pelos direitos de quem necessita.
    Abraços carinhosos e que Deus abençoe seu trabalho, Maria Teresa

    ResponderExcluir
  49. Lamentável as atitudes qua algumas pessoas podem ter: prazer com o sofrimento alheio. Onde vamos chegar?
    Ainda bem que sua conhecida conseguiu o tratamento de que a mãe necessitava.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…