Tudo que eu queria te dizer

Acabei de ler Tudo o que eu queria te dizer, da autora gaúcha Martha Medeiros. O livro pertence à Iara, do blog Iara Poesias e chegou até mim por causa do Clube de leitura que participo.

Veja a sinopse:

O que você sempre quis dizer a alguém – e nunca teve coragem? O que precisa falar de uma vez por todas – mas desiste, espera, até chegar o momento mais apropriado?

Em Tudo que Eu Queria te Dizer Martha Medeiros encarna
personagens que assinam cartas reais, trágicas, por vezes cômicas, devastadas por sua dor. Em comum, as personagens deste livro têm a verdade de quem atravessa um ponto de virada em suas vidas e resolve colocar as cartas na mesa.


Mestre na capacidade de nos emocionar, de forma simples e direta, a gaúcha Martha Medeiros concebeu Tudo que Eu Queria te Dizer como um livro de contos, estruturados de forma independente. Na forma de cartas, Martha revela com
delicadeza os dramas das personagens. Como a amante que escreve à mulher traída, a filha que relata a emoção de ser mãe à avô ausente, o jovem motorista que escreve à mãe do amigo morto num acidente de automóvel, ou a viúva saudosa
que se dirige ao marido morto.


Perdão, vingança, alívio, um pouco de nós está em cada uma dessas vozes, que expressam através de cartas uma
confissão ou o exorcismo de nossos demônios. São textos "que mexem com algo dentro da gente, nas quais se sente a vida nos cravar os dentes", como escreveu no texto da orelha o jornalista Fernando Eichenberg.

Sobre a autora
Martha Medeiros, gaúcha, tornou-se escritora conhecida em todo país. Poetisa e cronista, é colunista do jornais O Globo e Zero Hora. Escrevendo sobre nossas obsessões e afetos com texto fluente e despojado, conquistou enorme
repercussão. Consagrou-se como ficcionista ao lançar seu primeiro romance, Divã, pela Objetiva, e já vendeu mais de 600 mil exemplares de suas obras. Tem 19 livros publicados.

 

O livro é curto, cerca de 170 páginas. Li de um fôlego, aprisionada nas palavras, cada carta uma viagem, uma emoção diferente. e vou contar pra você a que mais me tocou, por motivos bem pessoais…

Trata-se de da carta que Marisa escreve para Maria Alice. Elas são amigas de longa data, e Marisa recebe em sua casa nos EUA a filha de Maria Alice, Carminha. Na volta a moça trás a carta.

É um relato pungente sobre os sentimentos de uma mulher que já beira os 50 anos e que não teve filhos por 'n' razões. Ao conviver com Carminha ela se dá conta de que "ninguém terá dedos longos como os meus, nem filha alguma usará meus anéis…" Realmente isso acontece, ao menos uma vez na vida de quem não tem descendentes. Isso de pensar no que teria sido, em como seria nosso rosto no rosto de um filho, em como nossos traços se repetiriam (ou não) no rosto de outra pessoa. Veja que não falo de filhos, pois pode-se ter filhos de outras maneiras; falo de descendentes, falo da experiência de gerar, de parir, de ver crescer. E a carta fala disso, fala de escolhas, fala de não-escolhas.

O parágrafo final da carta-conto diz mais ou menos assim:

"Mande um beijo para Carminha. diga a ela que Chanel sente saudades. Chanel é a gata aqui de casa, minha filha de mentirinha, bichos são sempre compensações. Não fique com pena de mim pois desabafei e nem por um momento os olhos marejaram, não choro porque não há perda, há apenas a interrogação, o "como seria se…" portanto estou triste mas sou sou alegre, e nada mais a reclamar.

Viva Carminha e você. E eu. E a que não fui."

Se eu escrevesse uma carta sobre isso, seria assim…

Mas além da carta que cito, existem dezenas de outras: você vai rir, vai chorar, vai se enternecer, vai amar, vai se emocionar!

Então, se você tiver chance, leia Tudo  que eu queria te dizer. Emoção garantida.

27 comentários:

  1. Eu adoro a Iara né? é minha miguxa!

    E martha me acompanha a anos... ela é uma amiga sabe... dessas que senta com a gente e conversa sempre.... ela sai do papel e se materealiza.

    Eu sinto que ela escreve pra mim kkkkkkkkk

    Adorei e vou atras desse livro!

    Bjooo Elaine

    ResponderExcluir
  2. Olá Elaine,

    Deve ser muito emocionante mesmo ler esse livro... Vou adicioná-lo a minha lista de livros para comprar!!

    Acredito que não deva ser fácil mesmo viver com essas perguntas sem respostas, só digo uma coisa: -Deus sabe de todas as coisas e só Ele para nos confortar e aliviar nossos corações!

    ...Fica em paz!...
    ...Uma ótima semana!...
    ...Um feliz mês de agosto para você!...

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não comprei o livro ainda, mas estou tentada, porque parece muito saboroso. Não é meu estilo favorito, ficção, mas vou arriscar.

    O melhor de todos os livros da Martha é TREM BALA, pode acreditar Fica marcado pra sempre, cada linha, cada crônica. Já postei sobre um trecho dele (Quanto Vale um Sim)

    um beijo e muito obrigada de novo por ter citado meu blog aqui na sexta feira.

    ResponderExcluir
  4. Oi Elaine!
    Nossa, já me ganhou! O modo como você falou do livro me deu uma vontade de lê-lo! Fiquei tentada a encontrar minha voz entre tantas estórias...será? Acho que não apenas uma e sim muitas...
    Vou anotar na listinha de desejos...
    Obrigado pela dica.
    Beijos, Renata
    palpitandoemtudo

    ResponderExcluir
  5. Oi Elaine
    Obrigada pela dica de livro, sou viciada em leitura, vou procurar pra ler.
    linda noite
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Elaine... Já fiz essa mesma pergunta... Como será que seria se eu tivesse tido um filho... Não tive por opção, por nunca ter pensado nisso... Mas agora aos 40 ja é tarde, não me arrependo, mas as vezes fica a pergunta... Como seria???
    Beijos
    http://jeitofelizdeser.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu quero esse livro, quero mesmo. Gosto muito de leituras assim.
    Obrigado Elaine por partilhar conosco. Amo você!


    Bjs
    Mah

    ResponderExcluir
  8. Sou fã de livros,e De Martha Medeiros!!!

    A gente se encontra nem que seja em uma só frase dos livros que lemos e isso já é uma recompensa!

    Aceito a sugestão e vou procurar por estas cartas!

    Um beijo!

    Sonia Regina

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro. Não sou muito de contos, prefiro as crônicas, mas a Martha é ótima escrevendo qualquer coisa. Com a sua recomendação, fiquei ainda com mais vontade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. oi pfv me ajuda responda, sab eu usei um de seus tutoriais e crie uma assinatura personalizada para meu blog. Mas agora eu qro tirar, oq eu faço??
    http://whatthehellsociedade.blogspot.com serei grata eternamente se vc me ajudar. Fique com Deus bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi amiga linda, sabe que vc vai me achar meio doida, li esse livro, e tb tive essa mesma impressão, tenho 4 filhos, vc ja deve saber, mas sou casada com um homem de 31 anos, que nao tem filhos biologicos, ele adotou os meus literalmente, mas nao tem filhos que teriam caracteristicas fisicas suas, mas sabe que ele nem fala sobre isso e tal, mas muitas EU doida penso nissi, se algum dia nao vai rolar arrependimento dele, ter talvez iniciado uma familia do zero? Loucura? Sim eu sei, sempre sofri por antecipação, mas se nao for assim nao sou eu....

    Beijos amiga, te adoro muitãoo

    Fernanda

    ResponderExcluir
  12. Nossa! Como sempre, você vai no ponto :/ Sem comentários...
    Quero muito ler esse livro.
    Beijinhos e uma linda semana
    Com carinho
    Joana (Jô)

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito mesmo do jeito que a autora escreve,um jeito que nos prende,uma autora maravilhosa,ja vou dar uma olhadinha por aqui na net pra ver se consigo comprar pois por aqui e dificil achar..bom beijocas..

    ResponderExcluir
  14. Oiiii olha eu aqui de novo,ai so estou achando em italiano e os sites brasileiros (no Brasil) nao entregam pra ca..Humm vou continuar a minha busca..kk beijocas

    ResponderExcluir
  15. Elaine, a Matha escreve de uma maneira que toca mesmo.
    Também estou lendo-a, seu mais novo, "Fora de mim". Um relato diferente, um jeito de escrever inovador, (nela), algo meio Saramago no jeito dos parágrafos. rsrs
    Parei de ler para "degustar" com calma, porque ia devorando e perdendo partes.
    Este ainda não li, mas já vou buscá-lo pra mim! Estive com ele nas mãos, mas optei pelo lançamento.
    Quanto a ter filhos ou não, deixar um pedaço de nós ou não, sempre é uma incógnita até para quem já os tem.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Elaine
    Gosto muito da Martha Medeiros e gostei muito da maneira como você descreveu o livro.
    Vou ler sim, já anotei.
    bjs

    ResponderExcluir
  17. Oi Elaine!
    Bom saber!
    Vou procurar ler alguns títulos da Martha. A vi no programa Que Marravilha e achei muiiito simpática e verdadeira!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Que emocionante,adoro ler,está aí uma ótima indicação.
    Cheiro!!!

    ResponderExcluir
  19. Eu quero ler sim.... não só esse mas todos os livros dela.

    Bom dia pra vc....

    ResponderExcluir
  20. Oi Eliane, Adoro os textos da Martha Medeiros. Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  21. Elaine você me deixou curiosa a respeito desse livro, já estou a procura....Minha querida uma ótima semana para você.

    BJS!

    ResponderExcluir
  22. Adoro a Martha Medeiros! E adorei a dica! Estou louca para ler esse livro...
    bjs querida!
    Déia

    ResponderExcluir
  23. Mais um livro para colocar na minha crescente lista...
    Obrigada pela dica.

    Bjão

    ResponderExcluir
  24. @Márcia e Aline *-*, volte ao tutorial onde aprendeu a inserir a assinatura, encontre o código dela e apague.
    Certo?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Elaine, para mim Martha é unica, sua maneira de escrever é mágica, sou literalmente apaixonada por ela e me orgulho muito de ela ser gaúcha. Esse livro nos encanta em cada página, em cada carta, porque realmente tem muitas coisas ali que todos já gostaríamos de ter dito a alguém.
    É um prazer fazer parte do clube com você, e agradeço citares meu blog e a mim aqui neste espaço tão especial.
    Um abraço.
    Tenho o Fora de Mim da Martha, estava pensando em colocá-lo na próxima rodada, achas que não ficará muito repetitivo? É uma linda história.

    ResponderExcluir
  26. Fico feliz que o Clube de leitura esteja nos proporcionando experiências como esta, e mais feliz ainda de saber que este livro chegará pra mim! Será uma ótima visita! Bjs

    ResponderExcluir
  27. Claro que vou ler sim... Sou fã da Martha Medeiros e todo domingo leio a sua coluna na Revista O Globo.
    Quanta história e essa que colocastes emocionou demais.

    Beijos

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.


Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…

Google+

Você gosta do blog?

 Clique no botão G+ abaixo e recomende nosso conteúdo!


Portfólio