Descobrindo o que é ser mulher

em 16 de maio de 2011

Outro dia eu estava papeando com minha sobrinha de 11 anos. Ela me dizia que ia pedir à mãe para levá-la ao pediatra porque estava sentindo dor nas pernas. Disse que queria mesmo era ir ao hebiatra, mas como ela ainda não menstruou o jeito era ir ao pediatra mesmo. Fiquei pasma.

Não por ela querer ir ao médico, mas por ela saber a diferença entre pediatra e hebiatra. Mas o papo continuou, e eu disse a ela que não ficasse tão ansiosa pela menstruação. Falei que era um coisa normal mas nem por isso menos chata. Ela me respondeu que não vê a hora de acontecer com ela pois quanto antes chegar antes ela se livra. Perguntei: “Como assim, se livra?” Só então ela me explicou e eu compreendi que na cabeça dela a menstruação viria uma vez, ela estaria livra e pronto, problema resolvido.

Olhei bem pra ela, em toda a sua convicção dos 11 anos. E falei: “Ana Laura, é pra vida toda. Até pelo menos os 45 anos, fora o tempo em que você estiver grávida, caso tenha filhos. É pra vida toda, todo mês, sem falta. E se você puxar à mim, com cólicas, dores no corpo, sensibilidade e muitas outras coisas, todas ruins”.

E ela? Arregalou os olhos: “O quê?????”

Ah… a perda da inocência. E esse papo com minha sobrinha nem de longe retrata o pior de ser mulher. Se bem sentir dores e irritação por dias e na sequencia sangrar por 4 dias seguidos não seja lá a melhor coisa do mundo…

Muito se fala sobre a beleza e a maravilha que é ser mulher. Pois eu digo que ser mulher é uma coisa muito difícil. E nem me refiro à parte física. Ainda hoje, em pleno século 21, nós mulheres somos as maiores vítimas quando se fala em violência doméstica. Em países em guerra as mulheres são as mais sofridas, estupradas e mutiladas. Sempre vulneráveis, sempre o alvo mais próximo, sempre consideradas cidadãs de segunda classe. Quem não se recorda dos absurdos em forma de piada que ouvimos sobre as mulheres?

É… ser mulher “num é brinquedo não”… Embora tenha algumas (poucas) compensações.

Imagem by Google Imagens

Alguém que escreve. Especialista em si mesma. Leitora que lê muito menos do que gostaria. Blogueira por paixão e profissão. Propriedade da Princesa e da Menininha, e de um cachorrinho muito levado chamado Bloguinho. Tentando viver. Sempre.

41 comentários , comente também!

  1. Olá Elaine,

    Ser mulher não é fácil, é o que digo sempre ao meu marido!

    As meninas hoje em dia sabem de TUDO, no meu tempo com essa idade, só sabia trocar as roupas das minhas bonecas... Os tempos mudam, e como!

    Beijinhos para você!!!

    Fique em paz!!!

    ResponderExcluir
  2. Elaine
    A sua sobrinha ficou espantada, mas acordou na hora certa!!!

    Ser mulher tem todas as desvantagens, mas ainda assim me orgulho de ser mulher e te uma resistência muito maior do que a do homem. Não sei quem disse que a mulher é o sexo frágil... porque é violentada? É multilada? Sofrida?

    Muitas mulheres hoje fazem suas escolhas e podem até sofrer por isso, mas conseguem forças para reagir, levantar-se e seguir em frente.

    Eu sou assim , luto até o fim pela qualidade de vida, para me manter ativa e sempre bem disposta-claro que tem dias a gente fica um caco - ninguém é de ferro.

    Agora para finalizar digo que comecei a menstruar aos 9 anos sem nem saber o que era - pensei que estava muito doente ... e deixei de mestruar aos 56 anos. Minhas irmãs seguiram a faixa do 45 aos 48anos o que comprova que não tem muita regra. No início fiquei feliz, mas depois vi que era melhor gastar só com os absorventes do que com os remédios hormonais que são o "olho da cara".

    Bem acabei e se me lembrar de mais alguma coisa faço outro comentário.

    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  3. Voltei para dizer que o comentário seguiu com o link da Vitrine de Promoções. Sempre esqueço de refazer po login... Será velhice?

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. É, você tem razão!
    Ser mulher não é fácil, e ainda por cima se for loura e de olhos claros! É complicado!
    Por que não temos coragem de enfrentar tudo e todos para acabar com essa inferioridade? Nós também não somos um pouco culpadas?
    Temos que pensar.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Me vi tendo uma conversas dessas com minha sobrinha mas na época era sobre sexo ,que pra mulher tudo é mais complicado.
    Eu até vivo gritando aos 4 ventos em outra encarnação quero nascer homem,mas ai paro e penso que mesmo na loucura da vida de uma mulher de ter que ser muitas em uma só e ainda administrar as decepções e inseguras, temos um poder que muitas vezes não reconhecemos o poder de ser mulher e por si só ja nós dá direitos adquiridos a muito custo e penar,mas em tudo de ser mulher o que agradeço é ter nascido no Brasil, se tive nascido em algum país árabe com certeza ja teria sido apedrejada nas ruas,sou uma feminista daquelas que acha que mulher tem que ser feliz do jeito que desejar.

    ResponderExcluir
  6. Uma vez, eu tinha uns 13 anos, a prof de música me disse que não cantasse, pois estava desafinando o coral da escola. Que ficasse quietinha ali. Bastou para eu nunca mais cantar nadaaa. Nem depois de adulta, terapia etc.

    Tu podes sugestionar a menina a sentir coisas que talvez ela não sinta ou não precise sentir.

    O poder das palavras, não o subestima, pois marca a mente da pessoa para sempre...

    Ana Laura, não ouve a tia Elaine. Ser mulher é o máximo, não dói, não incomoda, a menos que você não busque as informações certas.

    Como você é esperta, vai googlar tudo e se safar, vai conversar com as amigas e seguir as ótimas dicas delas para ter uma "vida de mulher" perfeitaaaa.

    E, Ana Laura, não precisa menstruar todo mês dos 11 aos 45, não, viu??? Mulheres evoluídas buscam alternativas de supressão da menstruação por 5, 10 anos e se livram de cólicas, tom, endometriose...

    Há 20 anos que o Dr.Elsimar Coutinho divulga isso (Leia "Menstruação: Sangria inútil").

    Beijo para as meninas deste blog!!!

    ResponderExcluir
  7. Tadinha... elaine...

    Vc tirou a inocência da bichinha!
    Eu queria ver a carinha dela!
    Isso é um porre mesmo!

    Vc é uma tia má!

    bjinhos

    ResponderExcluir
  8. Bem poucas compensações, mesmo.

    P.S
    Minha primeira mestruação veio aos 11 anos, oh coisa chata nunca me acostumei com isso...
    P.S2
    Nem eu sei o que é hebiatra rs


    Bjs as duas lindinhas, e o Luis Otávio? Nunca mais postou ele...


    Mah

    ResponderExcluir
  9. Aown... tadinha... qndo criança a gente quer crescer logo, né? Já vi gente que queria usar óculos, aparelho e tudo o mais! Qndo precisou, ô arrependimento! rs
    É como minha filha com o tal sutiã. pra q usar agora??? Qndo for realmente necessário, ela não vai querer (eu, né? ODEIO!)
    Mas é 'engraçado' qndo a ficha cai assim... dá uma dozinha, né? Saber q a criança não tem percepção do que é realmente ser adulto. E, concordando com vc, o que é ser mulher... coisinha complicada!!! rs
    Beijooo

    ResponderExcluir
  10. Ô meus Deus, tadinha da Ana Laura! Achar que a menstruação era apenas por uma vez! Isso mostra como muitas das nossas crianças ainda não têm informação correta. Com meninas menstruando já aos 9 anos de idade, as escolas deviam abordar o tema mais consistentemente.
    Até antes de ter filhos, menstruar para mim era "normal". Chato mas ok.
    Depois dos filhos, e com um fluxo maior e um dia mais longo (sempre foram 3, depois passou para 4), passei a detestar os tais dias!
    Como fiz ligadura após o 3º filho, queria mesmo era ficar livre desse verdadeiro incômodo.
    "No meu tempo", dizia-se dela: "é a alegria das solteiras e a tristeza das casadas" (que queriam engravidar, obviamente). rsrs
    Mas a Ana Laura há de passar por esses anos todos sentindo-se bem e confortável, é o que desejo.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Elaine,

    Ser mulher não é fácil! Mas, no Brasil, era muito mais difícil ser mulher na época dos meus 20 e poucos anos! Há esperança de que conquistemos (nós, nossos filhos, nossos netos ou bisnetos) os direitos e o respeito que merecemos (os mesmos que os homens merecem!)

    Beijo com carinho

    ResponderExcluir
  12. Aiii tadinha,
    Eu tenho uma sobrinha iniciando essa fase, corta meu coração ve-la 'dodói' esse começo as vezes é complicado... estava la na pascoa, e ela com 12 anos tentando explicar pras crianças que não estava se sentindo bem, não poderia brincaar... Eu que a vi nascer, morri de dózinha... e essa natureza esta tão precoce, nossa...
    Vc falando sobre isso, tenho uma teoria - absurda - mas tenho...
    Acho melhor não comentar kkk
    bjkas

    ResponderExcluir
  13. KKKKKKK Tadinha dela.

    Eu tenho os sintomas que vc citou e ainda por cima dura 7 dias... TERRÍVEL!!!

    ResponderExcluir
  14. É você tem razão, só mesmo um ser muito forte como a mulher é, para conseguir passar por tudo o que nós passamos:
    9 meses de gravidez com tudo o que lhe é inerente, parto e as dores que se lhe juntam, luta constante ao longo da vida na disputa por lugares que por norma são dados aos homens...etc, etc,
    Somos especiais mesmo!
    Parabéns a todas as mulheres deste mundo. Orgulhen-se por sê-lo

    ResponderExcluir
  15. Ô Elaine, tadinha... Tomara que ela se surpreenda e não tenha cólicas e nem sensações ruins. Fora a TPM, eu não sinto e nunca senti nada além de um desconforto passageiro. Concordo com você em parte no que diz quanto à ser mulher, mas mesmo com todos esses "poréns" amo ser mulher e nós mulheres somos infinitamente mais capazes que muitos homens.

    Bjo grande,

    Alê

    ResponderExcluir
  16. Não Mylla, ela é uma tia realista.
    Eu também falo para minhas filhas assim na bucha, tudo que temos que passar por sermos mulheres.
    Ainda bem que não tem como voltar atrás, senão, virariam homens na hora. kkkkkkkk

    Beijos
    Elaine

    ResponderExcluir
  17. Adorei seu texto, suas reflexões...compartilho delas. Também acredito que nós mulheres temos muita força para mudar o mundo que nos cerca.

    Um beijo,

    Micheli
    repensandoacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oiiii Elaine, essa conversa deve ter sido muito complicada, pois tenho soh meninos e nem imagino nessa situação!rsrsr
    Ser mulher não é fácil msm, mas nós conseguimos vencer.
    Digo sempre que
    "Para se construir um acampamento precisa de vários homens,
    Mas para construir um lar, precisa somente de uma MULHER"
    GRANDE bj.
    Vlw

    ResponderExcluir
  19. Oi Elaine, tudo bom?
    Adorei seu blog! Como ele é instrutivo. Achei bem interessante o post Conheça tudo sobre seus visitantes do blog.Já adicionei no meu blog.Parabéns seu blog é lindo e muito útil!Vc tem muito bom gosto.Estou te seguindo.
    Bjs, Rozani

    ResponderExcluir
  20. Oi querida é assim mesmo achei bonitinho ela pensar que seria só uma vez, eu fiqui com 12 anos e parei aos 50 certinho muito tempo, é tem que ser assim o pior são as cólicas da qui a pouco ela vai saber bjs querida Leila

    ResponderExcluir
  21. Ser mulher é uma das coisas mais linda que existem nesse mundo. A mulher é um ser completo em todos os sentidos. Ser mulher é glorioso! Eu amo se mulher! Amo ser feminina! Amo ficar menstruada todos os mês, e quando não fico menstruada por algum motivo, me sinto mal, é como se me faltasse algo. Eu sou muita grata por ter nascido mulher!
    O problemas é que as mulheres de hoje estão se tornando cada vez mais devaslorizada ,porque não se dão o devido valor.Os homens estão enojados, com tanta oferta barata e desvalorizada.Se quisermos que os homens nos respeitam, temos que primeiro nos respeitar, e nos valorizar como mulher e como pessoa. Acima de tudo buscar por independência financeira e conhecimento. Qualquer ser humano que depende de outro, se torna desvalorizado e menos merecedor de respeito.

    ResponderExcluir
  22. Ser mulher não é fácil mesmo, em todos os sentidos...

    Agora fiquei triste dela ter perdido a inocência, como seria bom se fosse assim como ela imaginava, estaria feliz da vida, rs.

    Beijos, querida.

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde minha amiga!!!
    Tirando uma folga na hora do almoço para passear pelos blogs e claro que já estou viciada em sempre dá um alô neste Um pouco de MIm.

    Este post é bom demais e me faz recordar tantos momentos desta fase.

    Beijos e um lindo dia

    ResponderExcluir
  24. Ah! Mas até que enfim encontro uma mulher quer não vê esse glamour todo em ser mulher (na verdade eu não vejo glamour nenhum!).
    Com toda a "modernidade" do sexo XXI a mulher ainda recebe espirros da Idade Média. E a mulher de vanguarda que não quer saber de lavar, passar e cuidar do marido, encontra um marido, uma sogra, um sogro e uma mãe que esperam exatamente isso dela! Que ela trabalhe feito moura e chegue em ksa após as 22h! "Ela precisa mudar de emprego ou quem sabe parar de trabalhar"! Quem cria filho é mãe...Quem cuida dos pais idosos é filha... Todos os ônus caem em nós!
    Menstruação pra mim é castigo! E a historia da delicadeza, da bondade no coração, é tudo lenda. Bullshit!
    Mulheres são verdadeiros tanques de guerra com outras mulheres

    ResponderExcluir
  25. É Elaine... infelizmente somos ainda em pleno século 21 como sexo frágil.
    Somos capazes de aguentar as dores da menstruação, do parto, cuidar da casa, trabalhar fora e muitas outras coisas mas muitas de nós ainda sofremos com o preconceito, violência e outras coisas mais.
    Adoro ser mulher e pode ficar de boca aberta "adoro menstruar" mas concordo com você em que ser mulher não é nada fácil.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. O O que??? de sua sobrinha foi impagável!!!
    Tadinha!!!
    rs

    bjkas

    ResponderExcluir
  27. Oi Elaine, tudo bem?
    Gosto do seu blog, parabéns!
    Ser mulher, realmente, não é fácil, temos que assumir vários papéis ao mesmo tempo. Sou mãe de três filhos com, mais ou menos, dez anos a diferença de idade entre eles, e duas são meninas. Nas nossas conversas, o conselho é agir com naturalidade, afinal tudo faz parte da vida. sabe que dá certo? Meus filhos são maravilhosos!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  28. Olá! Ser mulher realmente não é uma missão fácil. Somos exigidas ao extremo. Hoje diante de tantas mudanças percebo que muitas coisas mudou... Muitas para pior!

    Precisamos ser mais valorizadas!

    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Elaine, Vc me lembrou de uma reunião em família lá em casa. eu devia ter uns 12 anos, e duas irmãs amigas minhas na casa. A mais veja com uns 14 e a mais nova com 11. No meu do almoço, mesa cheia, as duas começam aquela discussão boba de irmãos e a mais velha chama a outra de pirralha. E esta, do alto de sua enorme sabedoria, responde: E vc é muito adúltera mesmo!

    Depois do almoço fomos nós, as meninas, explicar para ela o significado da palavra adúltera. Ela morreu de vergonha. Abraçou a irmã e pediu desculpas. Depois ficamos todas rindo da situação. Maior drama italiano rss

    ResponderExcluir
  30. Amada, concordo com vc que somos fortes, apesar dessas coisas CHATAS!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  31. Ahhhh Elaine que post gostoso! Parecia que estava sentada com vcs ouvindo a conversa... Muito bom!

    Menina nem eu sabia essa denominação HEBIATRA, muito inteligente e espertinha sua sobrinha, mas... Bem que ela podia ter razão, né?! A menstruação, essa coisa pré-histórica, podia mesmo vir uma vez e só... Seria o paraíso! (rsrs)

    Beijo, beijoooo pra vc e nela!

    ResponderExcluir
  32. Ah, quem dera menstruar uma só vez....rsrs....
    Mas lembro quando tinha essa idade, a ansiedade em ser adulto é muito grande....
    E ser mulher não é nada fácil, mesmo com tanta evolução, ainda somos oprimidas!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  33. a inocência tbm já me fez repensar em varias dessas facetas femininas.
    estou por aqui.
    http://equeroquevocevenhacomigotododia.blogspot.com/2011/05/menininha-do-meu-coracao.html

    ResponderExcluir
  34. olá, estou bege pq nem eu sabia o q é hebiatra .. vou pesquisar.. mas ser mulher é legal dependendo do momento e região em q ela esteja inserida pq mulheres q usam burca , por exemplo, sofrem pra caramba ou não... pq estou analisando sob minha perspectiva ocidental .. sei lá , eu viajo na maionese às vezes .. mas aproveito o coment pra perguntar se o conto enviado e não aproveitado não poderia receber um coment crítico pq quero melhorar e escrever outro qdo tiver mais concursos .. obrigada e parabéns por todas as suas iniciativas .. bjks LIN

    ResponderExcluir
  35. O grande desafio da humanidade é tornar o mundo cada vez mais justo. Realmente a mulher tem passado por dificuldades que são horríveis. O mundo precisa melhorar. O grande problema é que a humanidade sujestionou a todos que é bom ter um duplo padrão de moralidade. E este é um dos grandes problemas!

    ResponderExcluir
  36. Ô gente... que dó... rs
    Mas ser mulher não é nada fácil mesmo! Eu me lembro que até uns 20 e poucos anos eu falava que queria ter nascido homem rs
    Mas, tirando a tpm, hoje gosto de ser mulher, embora eu nos ache bastante complicadas e bem que poderíamos nao ter tanta variação hormonal, please!!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  37. Elaine, gostei muito de te ler. Vou ficar.
    beijo
    oa.s

    ResponderExcluir
  38. Quem impõe o seu próprio valro somos nós mesmas.
    As mulheres hoje tem PODER E CONDIÇÕES de se impor em tudo que seja necessário.
    SEMPRE UNIDAS ESTA É A QUESTÃO

    ResponderExcluir
  39. Mas por um lado as mulheres são mais inteligentes, habilidosas e amáveis.
    E ainda tem o dom da vida...

    PS: por que você não lê Harry Potter?

    http://umgurientregurias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  40. @O Guri hihihih, sempre me perguntam isso.
    Não leio nada que remeta a bruxaria ou misticismo muito explicito pois acho que aquilo que lemos nos forma. E pra falar francamente esse bruxinho me encheu de tanto falarem dele.
    Tá, pode ser exagero e preconceito meus, mas quem não tem os seus, né?
    Beijos, obrigada pela visita, seja muito bem vindo

    ResponderExcluir
  41. Que poucas compensações são essas?
    Nunca vi alguém falar da maravilha de se mulher que não estivesse ligado a beleza física ou ao seu intimo de feminilidade, da sensibilidade essas coisas. Coisas que de verdade eu nunca senti e que acho uma bobagem, de verdade (minha opinião).
    As mulheres soltam pelos ventos que amam ser o que são, mas em contrapartida em algum dado momento da vida admitem que se pudessem escolher seriam homens.
    É bom se maquiar as vezes, passar um batom, mas e a depilação genital? não é um tipo sofrimento? Só porque vivemos em país diferente com regras diferentes não quer dizer que não tenhamos "o nosso momento", claro que nem se compara as mutilações e estupros (que acontecem muito em qualquer país) de outros lugares. Eu tenho 20 anos e sempre quando penso nessas questões, ainda é como perder a inocência de novo, várias e várias vezes.

    ResponderExcluir

Olá! Muito obrigada por ler meu blog e obrigada também por se dispor a comentar meus posts. Seja muito bem-vindo(a)!

Importante!
Devido à falta de tempo hábil eu não me comprometo a responder perguntas referentes aos tutoriais postados neste blog.
Pedidos de ajuda individual serão respondidos conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Por favor, entenda: comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos.

Para saber mais sobre a melhor forma de utilizar este blog leia Termos de uso do blog.



Muito obrigada, fique à vontade para interagir.
Mas lembre-se:
Gentileza, educação e boas maneiras servem também para a vida nos blogs…